Base de dados : LILACS
Pesquisa : H02.010.625 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1655 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 166 ir para página                         

  1 / 1655 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-892002
Autor: Ferronato, Letícia; Cunha, Hemily Marega; Machado, Pâmela Maiara; Souza, Gabriela dos Santos de; Limana, Mirieli Denardi; Avelar, Núbia Carelli Pereira de.
Título: Phisical modalities on the functional performance in knee osteoarthritis: a sytematic review / Modalidades físicas no desempenho funcional na osteoartrite de joelho: uma revisão sistemática
Fonte: Fisioter. Mov. (Online);30(3):607-623, July-Sept. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Despite recent advances in the treatment of osteoarthritis (OA), few studies have evaluated the longitudinal effect of physical modalities in functional capacity in patients with knee OA. Thereby, since the physical components and pain can affect the functional performance of daily activities, the effect of these treatment's form is still to be established. Objective: Evaluate the effectiveness of therapeutic ultrasound, electrical stimulation and phototherapy in the functional performance, in patients with knee osteoarthritis. Methods: Articles present in the PubMed, Lilacs, SciELO and PEDro's databases were evaluated. The used keywords were "pulsed ultrasound therapy", "ultrasound therapy", "electric stimulation" and "low level laser therapy" in combination with "knee osteoarthritis". Were included in this presented review, randomized clinical studies using ultrasound, electrical and laser stimulation in subjects with knee osteoarthritis. To evaluate the methodological quality of the selected studies, was used the PEDro's scale. The dependent variables of the study were: pain, physical function, joint stiffness, life quality and functional performance. Results: 268 studies were found, of these, 41 studies met eligibility criteria and were classified for analysis in full. The used methodology in the studies varied widely, however, in most cases there was improvement in functional performance of individuals with knee OA, with the use of physical modalities, for the pulsed ultrasound, continuous ultrasound, electrical stimulation and laser resourses. Conclusion: The physical modalities used in the studies demonstrated improvement in functional performance of individuals with knee OA.

Resumo Introdução: Apesar dos avanços recentes no tratamento da Osteoartrite (OA), poucos estudos avaliaram o efeito longitudinal de modalidades físicas na capacidade funcional em pacientes com OA do joelho. Assim, uma vez que os componentes físicos e dor podem afetar o desempenho funcional de atividades diárias, o efeito dessas formas de tratamento ainda está para ser estabelecido. Objetivo: Avaliar a efetividade do uso do ultrassom terapêutico, estimulação elétrica e fototerapia no desempenho funcional em indivíduos com osteoartrite de joelhos. Métodos: Artigos presentes nas bases de dados PubMed, Lilacs, SciELO e PEDro foram avaliados. As palavras-chave utilizadas foram: "pulsed ultrasound therapeutic", "ultrasound therapeutic", "electric stimulation" e "low level laser therapy" em combinação com "knee osteoarthritis". Foram incluídos na presente revisão, estudos clínicos randomizados que utilizaram ultrassom, estimulação elétrica e laser em indivíduos com OA de joelhos. Para avaliar a qualidade metodológica dos estudos selecionados, utilizou-se a escala PEDro. As variáveis dependentes do estudo foram: dor, função física, rigidez articular, qualidade de vida e desempenho funcional. Resultados: Foram encontrados 268 estudos, desses, 41 estudos atenderam aos critérios de elegibilidade e foram classificados para análise na íntegra. A metodologia utilizada pelos estudos variou amplamente, no entanto, em sua maioria houve melhora no desempenho funcional de indivíduos com OA de joelho com a utilização de modalidades físicas, para os recursos Ultrassom pulsado, ultrassom contínuo, estimulação elétrica e laser. Conclusão: O uso das modalidades físicas utilizadas nos estudos demonstraram melhora no desempenho funcional de indivíduos com OA de joelhos.
Descritores: Osteoartrite do Joelho
Estimulação Elétrica
Desempenho Físico Funcional
-Fototerapia
Atividades Cotidianas
Fisioterapia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR495.1 - Biblioteca Central


  2 / 1655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-892004
Autor: Faria, Christina Danielli Coelho de Morais; Araújo, Danielle Campos; Carvalho-Pinto, Bárbara Paula de Barros.
Título: Assistance provided by physical therapists from primary health care to patients after stroke / Assistência do fisioterapeuta da atenção primária a indivíduos pós-acidente vascular cerebral
Fonte: Fisioter. Mov. (Online);30(3):527-536, July-Sept. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Motor impairments, which are prevalent in stroke subjects, require physical therapy (PT) rehabilitation. In primary care in the Brazilian Public Health System, PT are part of the Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Objective: To describe the PT assistance provided to stroke patients in a primary healthcare center. Methods: The records of all stroke patients (n = 44; 69.23 ± 13.12 years) identified by the health professionals were analyzed. Using keyword recognition, frequency analysis of the services offered by the PT was performed. Subjects were classified according to the Modified Rankin Scale. Results: In the 44 records, 45.5% had a description of the assistance provided by any professional of the NASF and 36.4% of the PT care. PT care was provided at the subject's home (94.2%) and at the healthcare center (5.8%). The PT practices were identified as: orientation (93.8%), evaluation (87.5%), exercises (50%), follow-up (37.5%), referral to another service or to undergrad PT students (18.8%), and referral to other NASF professionals (12.5%). Most of the subjects were classified as having mild/moderate disability. Conclusion: The minority of records had registration of attendance by the NASF PT. The majority of the sessions occurred at the subject's home, which reveals a practice focused on individual care. The orientation was common, which illustrates that in primary care there is a focus on empowerment for health self-improvement. Follow-up was not common, despite clinical guidelines state that stroke subjects should be monitored at least once a year by the rehabilitation team.

Resumo Introdução: Deficiências motoras são prevalentes após o Acidente Vascular Cerebral (AVC), necessitando de atendimento fisioterápico (AF). Na atenção básica (AB) do Sistema Único de Saúde, os fisioterapeutas fazem parte do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Objetivo: Descrever o perfil da RF do NASF aos indivíduos pós-AVC usuários da AB. Métodos: Os prontuários de todos indivíduos pós-AVC (n=44) foram analisados. Com o reconhecimento de palavras-chave, realizou-se análise de frequência das condutas do AF. Em seguida, os indivíduos foram avaliados quanto à auto-percepção de saúde e incapacidade (Escala Modificada de Rankin). Resultados: A maioria avaliou sua saúde como razoável ou ruim (61%) e 31,8% apresentaram incapacidade severa. Apesar disso, apenas 45,5% dos prontuários apresentava registro de assistência do NASF, sendo o AF o mais frequente: 36,4% receberam AF, com um total de 35 atendimentos. Desses, 94,2% foram em domicílio, contemplando as seguintes condutas: orientação (93,8% dos casos), avaliação (87,5%), tratamento (50%), acompanhamento (37,5%), encaminhamento a outro serviço ou para acadêmicos da fisioterapia (18,8%) e encaminhamento a outro profissional do NASF (12,5%). Conclusão: Apesar de ser o profissional do NASF com atendimento mais frequente, a minoria dos prontuários apresentava registro de AF. Os atendimentos ocorreram, principalmente, em domicílio, revelando que a prática profissional pauta-se em atendimentos individualizados. A grande quantidade de orientação ilustra que a fisioterapia na AB contempla o empoderamento como cuidado à saúde. O acompanhamento foi uma prática pouco frequente, apesar de estabelecido em guias clínicos que indivíduos pós-AVC devem ser acompanhados pelo menos anualmente pela equipe de reabilitação.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Acidente Vascular Cerebral
Fisioterapia
-Reabilitação
Saúde Pública
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR495.1 - Biblioteca Central


  3 / 1655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-962915
Autor: Tomasi, Andrelise Viana Rosa; Santos, Silvia Maria Azevedo dos; Honório, Gesilani Júlia da Silva; Locks, Melissa Orlandi Honório.
Título: Urinary incontinence in elderly people: care practices and care proposal in primary health care / Incontinencia urinaria en mujeres ancianas: prácticas de cuidado y propuesta de cuidados en el contexto de la atención primaria salud / Incontinência urinária em idosas: práticas assistenciais e proposta de cuidado âmbito da atenção primária de saúde
Fonte: Texto & contexto enferm;26(2):e6800015, 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: identify the knowledge and care practices concerning urinary incontinence in elderly women and develop a care proposal for these women for the purpose of health promotion in Primary Health Care. Method: a qualitative, convergent care research was undertaken. The data were collected between August and October 2014 through semistructured interviews and thematic workshops with 14 physiotherapists and ten nurses. The analysis involved apprehension, synthesis, theorization and transference processes, revealing two thematic axes: the professionals' perception of urinary incontinence in elderly women; and the conception of a care proposal for elderly women with urinary incontinence. Results: the professionals' limited knowledge of urinary incontinence was verified, as well as the lack of information on the possible orientations for self-care concerning the urinary symptoms. Conclusion: training actions should be implemented for these professionals with a view to health promotion for self-care.

RESUMEN Objetivo: identificar los conocimientos y prácticas de cuidado de la incontinencia urinaria en mujeres ancianas y desarrollar propuesta de la atención a estas mujeres para promover la salud en el contexto de la atención primaria de salud. Método: investigación cualitativa, el tipo de investigación atención convergente, cuyos datos fueron recolectados entre agosto y octubre / 2014 a través de entrevistas semiestructuradas y talleres temáticos con 14 fisioterapeutas y 10 enfermeras. El análisis incluyó la confiscación de los procesos, la síntesis, teorización y transferencia, dando lugar a dos temas principales: la percepción de los profesionales sobre la incontinencia urinaria en mujeres de edad avanzada; y el diseño de una atención propuesta a anciana con incontinencia urinaria. Resultados: se encontró el poco conocimiento de los profesionales acerca de la incontinencia urinaria, así como la falta de información sobre las posibilidades de directrices para el cuidado personal respecto a los síntomas urinarios. Conclusión: se recomienda llevar a cabo actividades de formación con estos profesionales, con el objetivo de promoción de la salud para el autocuidado.

RESUMO Objetivo: identificar o conhecimento e as práticas assistenciais sobre a incontinência urinária em mulheres idosas e desenvolver proposta de cuidado a essas mulheres para a promoção da saúde no âmbito da atenção primária de saúde. Método: pesquisa qualitativa, do tipo convergente-assistencial, cujos dados foram coletados entre agosto e outubro/2014, através de entrevistas semiestruturadas e oficinas temáticas com 14 fisioterapeutas e dez enfermeiros. A análise envolveu processos de apreensão, síntese, teorização e transferência, fazendo emergir dois eixos temáticos: percepção dos profissionais acerca da incontinência urinária em mulheres idosas; e a concepção de uma proposta de cuidado à mulher idosa com incontinência urinária. Resultados: constatou-se o pouco conhecimento dos profissionais acerca da incontinência urinária, bem como a falta de informação em relação às possibilidades de orientações para o autocuidado a respeito dos sintomas urinários. Conclusão: recomenda-se implementar ações de capacitação com estes profissionais, com vistas à promoção da saúde para o autocuidado.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Incontinência Urinária
Idoso
Enfermagem
Fisioterapia
Limites: Humanos
Idoso
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  4 / 1655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-979413
Autor: Gazola, Nayala Lirio Gomes; Sasso, Grace Teresinha Marcon Dal; Mello, Carolina Luana de; Sousa, Paulino Ferreira de.
Título: Mapeamento e cruzamento das informações sobre avaliação clínica, diagnóstico e intervenções de fisioterapia / Levantamiento y cruzamiento de las informaciones sobre evaluación clínica, diagnóstico e intervenciones de fisioterapia / Mapping and cross-checking information regarding clincial evaluation, diagnoses and physiotherapeutic interventions
Fonte: Texto & contexto enferm;27(4):e4920017, 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: descrever a experiência para desenvolver um registro eletrônico em fisioterapia baseado na Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde através do mapeamento e cruzamento de informações da avaliação clínica, diagnóstico e intervenções fisioterapêuticas. Método: relato de experiência, organizado em quatro etapas: Aprofundamento teórico da Classificação Internacional de Funcionalidade; Aprofundamento teórico da avaliação em fisioterapia; Estruturação dos dados de avaliação, dos diagnósticos e intervenção fisioterapêutica; Informatização e integração de forma sistematizada dos dados da avaliação clínica, dos diagnósticos e intervenções. Resultados: a estruturação dos dados foi dividida por sistemas do corpo humano. Sendo assim, para o sistema respiratório construiu-se 15 tópicos de avaliação, 145 diagnósticos e 74 intervenções; para o sistema neuromusculoesquelético construiu-se 37 tópicos de avaliação, 132 diagnósticos e 65 intervenções; para o sistema cardiovascular construiu-se cinco tópicos de avaliação, 23 diagnósticos e cinco intervenções e para o sistema gastrointestinal e renal construiu-se sete tópicos de avaliação, 21 diagnósticos e uma intervenção. Desta forma, foram construídos 64 itens de avaliação, 318 diagnósticos baseados na Classificação de Funcionalidade e 145 intervenções fisioterapêuticas. Conclusão: o mapeamento das informações sobre avaliação fisioterapêutica, diagnósticos e intervenções para integrar um registro eletrônico em fisioterapia tornará o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde mais segura e rápida possibilitando sua aplicabilidade diária na clínica hospitalar.

RESUMEN Objetivo: describir la experiencia para desarrollar un registro electrónico en fisioterapia basado en la Clasificación Internacional de Funcionalidad, Incapacidad y Salud a través del levantamiento y cruzamiento de informaciones de la evaluación clínica, diagnóstico e intervenciones fisioterapéuticas. Método: relato de experiencia realizado en cuatro etapas: Profundización teórica de la Clasificación Internacional de Funcionalidad; Profundización teórica de la evaluación en fisioterapia; Estructuración de los datos de evaluación, diagnósticos e intervención fisioterapéutica; Informatización e integración de forma sistematizada de los datos de la evaluación clínica, diagnósticos e intervenciones. Resultados: la estructuración de los datos fue dividida por sistemas del cuerpo humano. Así, para el sistema respiratorio se construyeron 15 tópicos de evaluación, 145 diagnósticos y 74 intervenciones. Para el sistema neuromusculoesquelético se construyeron 37 tópicos de evaluación, 132 diagnósticos y 65 intervenciones. Para el sistema cardiovascular se construyeron cinco tópicos de evaluación, 23 diagnósticos y cinco intervenciones y para el sistema gastrointestinal y renal se construyeron siete tópicos de evaluación, 21 diagnósticos y una intervención. De esta forma, se construyeron 64 ítems de evaluación, 318 diagnósticos basados en la Clasificación de Funcionalidad y 145 intervenciones fisioterapéuticas. Conclusión: el levantamiento de las informaciones sobre la evaluación fisioterapéutica, diagnósticos e intervenciones para integrar un registro electrónico en fisioterapia hará que el uso de la Clasificación Internacional de Funcionalidad, Incapacidad y Salud sea más seguro y rápido, posibilitando su aplicabilidad diaria en la clínica hospitalaria.

ABSTRACT Objective: to describe the experience of developing an electronic health record in physiotherapy based on the International Classification of Functioning Disability and Health through the mapping and cross-referencing of clinical evaluation information, diagnosis and physiotherapeutic interventions. Method: an experience report, organized in four stages: Theoretical development of the International Classification of Functionality; Theoretical development of evaluation in physiotherapy; Structuring of evaluation data, diagnoses and physiotherapeutic intervention; Computerization and systematized integration of data from clinical evaluation, diagnoses and interventions. Results: the structure of the data was divided by systems of the human body. Thus, for the respiratory system, 15 evaluation topics, 145 diagnoses and 74 interventions were constructed; for the neuromusculoskeletal system, 37 evaluation topics, 132 diagnoses and 65 interventions were constructed; for the cardiovascular system, five evaluation topics, 23 diagnoses and five interventions were constructed and seven assessment topics, 21 diagnoses and one intervention were constructed for the gastrointestinal and renal systems. Thus, 64 evaluation items were constructed, 318 diagnoses based on the Functionality Classification and 145 physiotherapeutic interventions. Conclusion: the mapping of information regarding physiotherapeutic evaluation, diagnoses and interventions to integrate an electronic physiotherapy records will make use of the International Classification of Functioning, Disability and Health safer and faster, allowing it to be applied in the hospital setting.
Descritores: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Cuidados Críticos
Fisioterapia
Informática
Registros Eletrônicos de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  5 / 1655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-635392
Autor: Vernaza-Pinzón, Paola; Álvarez-Bravo, Gabriel.
Título: Producción científica latinoamericana de fisioterapia / kinesiología / Latin American Scientific Output in Physical Therapy/Kinesiology / Produção científica latino-americana de fisioterapia e cinesiologia
Fonte: Aquichan;11(1):94-107, abr. 2011. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: caracterizar la producción latinoamericana de literatura científica sobre fisioterapia / kinesiología entre los años 2000 y 2007. Método: se realizó un estudio descriptivo retrospectivo a 1700 artículos en el área de fisioterapia / kinesiología publicados en las bases de datos de Scielo y Lillacs. Las variables estudiadas fueron: frecuencia documental, número de documentos encontrados, producción científica por país, producción científica por cada descriptor sobre fisioterapia / kinesiología, número de autores, filiación institucional, tipo de publicación, idioma, tipo de estudio y número de referencias bibliográficas. Resultados: la tendencia de producción científica por país refleja que Brasil lidera con el 70,1 % la producción científica de la fisioterapia / kinesiología en Latinoamérica, seguido de Chile con el 13,4 %, Colombia y Venezuela con el 6 %, Argentina con el 3,4 %, y con menos del 1 % de representatividad en producción se encuentran Cuba y Perú. Conclusiones: a pesar de que los estudios bibliométricos en una sola área del conocimiento no resuelven las necesidades de medida de la actividad científica, dan claridad y orientan el trabajo investigativo. Conocer las investigaciones de la fisioterapia / kinesiología en la región permitirá a los académicos generar una política de investigación latinoamericana que redunde en el beneficio de la profesión, de las comunidades y del contexto.

Objective: Characterize the output of scientific literature in Latin America between 2000 and 2007 with respect to physical therapy/ kinesiology. Method: The authors conducted a retrospective study of 1,700 articles on physical therapy/kinesiology published in the SciELO and LILLACS databases. The variables studied were: document frequency, number of documents found, scientific output per country, scientific output for each describer with respect to physical therapy/kinesiology, number of authors, institutional affiliation, type of publication, language, type of study, and number of works listed in the bibliography. Results: The trend in scientific output per country shows Brazil leads in Latin America, with 70.1 % of the scientific output on physical therapy/kinesiology, followed by Chile with 13.4 %, Colombia and Venezuela with 6 %, Argentina with 3.4 %, and Cuba and Peru with less than 1 % of the output. Conclusions: Although bibliometric studies in only one field of knowledge do not resolve the need to measure scientific activity, they provide clarity and guide research work. Knowing what studies on physical therapy/kinesiology have been done in the region will enable academics to generate a Latin American research policy that is of benefit to the profession, the community and the context.

Objetivo: caracterizar a produção latino-americana da literatura científica sobre fisioterapia e cinesiologia entre 2000 e 2007. Método: realizou-se um estudo retrospectivo de 1700 artigos na área de fisioterapia/cinesiologia publicado em Scielo e Lillacs. As variáveis estudadas foram freqüência documental, número de documentos encontrados, produção científica por país, produção científica por cada descritor sobre fisioterapia/cinesiologia, número de autores, filiação institucional, tipo de publicação, idioma, tipo de estudo, número de referências. Resultados: a tendência da produção científica por país mostra que o Brasil lidera (70,1 %) a produção científica de fisioterapia/cinesiologia na América Latina, seguido pelo Chile (13,4 %), Colômbia e Venezuela (6 %), Argentina (3,4 %). Cuba e Peru apresentam 1 % da produção. Conclusões: embora os estudos bibliométricos em uma área do conhecimento não satisfaz as necessidades de medição da atividade científica, dão clareza e orientam o trabalho de pesquisa. Conhecer as investigações da fisioterapia/cinesiologia na região permitirá aos estudiosos gerar uma política de pesquisa na América Latina que beneficie à profissão, as comunidades e ao contexto.
Descritores: Bibliometria
Fisioterapia
-Pesquisa
Estudos Retrospectivos
América Latina
Limites: Humanos
Responsável: CO171.1 - ACOFAEN - Asociación Colombiana de Facultades de Enfermeria


  6 / 1655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-979908
Autor: Braga, Hellen Viana; Dutra, Laisla Pires; Veiga, Jéssica Matos; Pinto Junior, Elzo Pereira.
Título: Efeito da fisioterapia aquática na força muscular respiratória de crianças e adolescentes com Síndrome de Down / Effect of aquatic physioterapy on the respiratory muscle strength of children and teenagers with Down Syndrome
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;23(1):9-13, jan-abr. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: A força muscular respiratória em crianças e adolescentes com Síndrome de Down é comprometida pela hipotonia generalizada que os acometem. Analisar os efeitos da fisioterapia aquática na força muscular respiratória em crianças e adolescentes com síndrome de Down. Estudo de intervenção, quasi-experimental, com amostra constituída de oito crianças e adolescentes diagnosticados com SD e média de idade de 12 anos (± 3,8). Foram realizadas 10 sessões de fisioterapia aquática, com 50 minutos de duração cada, em piscina com água aquecida. A força muscular respiratória foi avaliada a partir da pressão inspiratória máxima (PImáx) e pressão expiratória máxima (PEmáx) com auxílio do manuvacuômetro, sendo obtido seus valores antes do primeiro atendimento e após o último. Analisou-se ainda a saturação periférica de oxigênio e frequência cardíaca. Para comparação das médias antes e depois da intervenção foi utilizado o Teste T pareado. Amostra de indivíduos predominantemente do sexo feminino (75,0%), pardos (75,0%) e residentes em zona urbana (87,5%). A comparação da PImáx e PEmáx antes e após as 10 sessões de fisioterapia aquática evidenciou melhora da força muscular inspiratória e expiratória, sendo tais diferenças estatisticamente significantes (valor de p<0,01). Também foram notadas melhorias na frequência cardíaca e saturação de oxigênio (valor de p<0,05) com a intervenção. Destaca-se neste estudo que a fisioterapia aquática parece ser um recurso terapêutico eficiente para o fortalecimento da musculatura respiratória e melhora dos sinais vitais de crianças e adolescentes de com diagnóstico de Síndrome de Down.

Respiratory muscle strength in children and adolescents with Down syndrome is compromised by the generalized hypotonia that affects them. This study aims to analyze the effects of aquatic physical therapy on respiratory muscle strength in children and adolescents with Down syndrome. Material and method: A quasi-experimental study with a sample consisting of eight children and adolescents diagnosed with DS and mean age of 12 years (± 3.8). Ten sessions of aquatic physiotherapy were performed, each with a duration of 50 minutes, in a pool with heated water. Respiratory muscle strength was assessed from maximal inspiratory pressure (MIP) and maximal expiratory pressure (MEP) using a manuvacuometer, and its values were obtained before the first session and after the last one. Peripheral oxygen saturation and heart rate were also analyzed. The paired T-test was used to compare the means before and after the intervention. Sample of predominantly female (75.0%), brown (75.0%) and urban residents (87.5%). The comparison of MIP and MEP before and after the 10 sessions of aquatic physiotherapy showed an improvement in inspiratory and expiratory muscle strength, and these differences were statistically significant (p <0.01). Improvements in heart rate and oxygen saturation (p value <0.05) were also noted with the intervention. In this study, aquatic physiotherapy seems to be an efficient therapeutic resource for the strengthening of respiratory muscles and improvement of the vital signs of children and adolescents diagnosed with Down's Syndrome.
Descritores: Síndrome de Down/terapia
Hidroterapia/instrumentação
-Sistema Respiratório
Piscinas
Capacidade Inspiratória
Saúde da Criança
Fisioterapia/instrumentação
Força Muscular/fisiologia
Frequência Cardíaca/fisiologia
Hipotonia Muscular/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  7 / 1655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-892008
Autor: Ike, Daniela; Bueno, Claudia Eliane Cordeiro; Cutlac Neto, Jorge; Pessoa-Santos, Bruna Varanda; Jamami, Mauricio.
Título: Analysis of agreement between peak expiratory flow meters and comparison of reference values / Análise da concordância entre aparelhos de pico de fluxo expiratório e comparação dos valores de referência
Fonte: Fisioter. Mov. (Online);30(3):509-517, July-Sept. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The peak expiratory flow (PEF) is a practical method that evaluates the caliber of the proximal airways. The ease in handling and the low cost of portable PEF meters made their use frequent. However, few studies have examined the correlation between the different equipment and compared their reference values. Objective: Analyze the correlation of three portable meters of PEF and check if the reference values are applicable in the studied population. Methods: 168 healthy individuals, of both genders, ranging in age from 20 to 80 years, had their PEF measured in Mini-Wright®, Assess® and AirZone® and the values obtained were compared to those predicted by Leiner et al. (1963) and Nunn and Gregg (1989). Statistical analysis was performed by the Kolmogorov-Smirnov tests, ANOVA, Wilcoxon test, Spearman correlation and analysis of agreement of Bland-Altman (p< 0.05). Results: There was significant difference in the values of PEF obtained between the Mini-Wright® and Assess® meters in both genders, between the AirZone® and Assess® only in men and between the Mini-Wright® and AirZone® only in women. The predicted values in the three meters have overestimated the obtained in both genders; there was no correlation between the values obtained from three meters due to the great variation of agreement limits and large interindividual variation. Conclusion: The values obtained in the three meters are not interchangeable and the predicted values were unsuitable for the sample.

Resumo Introdução: O pico de fluxo expiratório (PFE) é um método acessível que avalia o calibre das vias aéreas proximais. A facilidade no manuseio e o baixo custo dos medidores portáteis de PFE tornaram seu uso frequente, entretanto, poucos estudos analisaram a concordância entre os diferentes equipamentos e compararam seus valores de referência. Objetivo: Analisar a concordância de três medidores portáteis de PFE e verificar se os valores de referência são aplicáveis na população estudada. Métodos: 168 indivíduos saudáveis, de ambos os gêneros, na faixa etária de 20 a 80 anos, realizaram medidas de PFE nos aparelhos Mini-Wright®, Assess® e AirZone® e comparou-se os valores obtidos aos previstos por Leiner et al. (1963) e Nunn e Gregg (1989). A análise estatística foi realizada pelos testes Kolmogorov-Smirnov, ANOVA, teste de Wilcoxon, correlação de Spearman e análise de concordância de Bland-Altman (p<0,05). Resultados: Constatou-se diferença significativa nos valores de PFE obt idos entre os medidores Mini-Wright® e Assess® em ambos os gêneros, entre o AirZone® e o Assess® apenas nos homens e entre o Mini-Wright® e o AirZone® somente nas mulheres, sendo que os valores previstos nos três aparelhos superestimaram os obtidos em ambos os gêneros; não se verificou concordância entre os valores obtidos dos três medidores devido à grande variação dos limites de concordância e grande variação interindividual. Conclusão: Os valores obtidos nos três medidores não são intercambiáveis e os valores previstos se mostraram inadequados para a amostra estudada.
Descritores: Testes de Função Respiratória
Pico do Fluxo Expiratório
Medidores
-Valores de Referência
Análise de Variância
Fisioterapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR495.1 - Biblioteca Central


  8 / 1655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-892009
Autor: Gondim, Ihana Thaís Guerra de Oliveira; Lins, Carla Cabral dos Santos Accioly; Asano, Nadja Maria Jorge; Asano, Amdore Guescel C; Cabral, Etenildo Dantas; Coriolano, Maria das Graças Wanderley de Sales.
Título: Individualized guidance and telephone monitoring in a self-supervised home-based physiotherapeutic program in Parkinson / Orientação individualizada e monitoramento telefônico em programa domiciliar fisioterapêutico autossupervisionado no Parkinson
Fonte: Fisioter. Mov. (Online);30(3):559-568, July-Sept. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Home therapeutic exercises have been a target of interest in the treatment of the Parkinson's disease (PD). The way that the physical therapist guides and monitors these exercises can impact the success of therapy. Objective: To evaluate the effects of individualized orientation and monitoring by telephone in a self-supervised home therapeutic exercise program on signs and symptoms of PD and quality of life (QoL). Methods: Single-blind randomized clinical trials with 28 people with PD (Hoehn and Yahr 1 to 3). Patients were randomized into two groups: experimental and control. The experimental group had a meeting with individualized guidance about physiotherapy exercises present in a manual, received the manual to guide their activities at home and obtained subsequent weekly monitoring by telephone. The control group received the usual cares by the service. Both were orientated to carry out exercises three times a week during 12 weeks. Was evaluated: (1) activities of daily living (ADL) and motor examination sections of the Unified Parkinson's Disease Rating Scale (UPDRS) and QoL by the Parkinson Disease Questionnaire 39 (PDQ-39). The analysis between groups was performed by the Mann-Whitney test and intragroup through the Wilcoxon (p < 0.05). Results: Significant improvement in ADL (p= 0.001) and motor examination (p= 0.0008) of the UPDRS, PDQ-39 total (p = 0.027) and dimensions mobility (p = 0.027), emotional well-being (p= 0.021) and bodily discomfort (p = 0.027) in the experimental group compared to the control group. Conclusion: The individualized guidance and weekly monitoring by telephone in a self-supervised home therapeutic exercises program promoted positive effects on ADL, motor examination and QoL of people in early stages of PD.

Resumo Introdução: Exercícios terapêuticos domiciliares vêm sendo alvo de interesse no tratamento da doença de Parkinson (DP). A forma como o fisioterapeuta orienta e monitora estes exercícios pode impactar no sucesso da terapêutica. Objetivo: Avaliar os efeitos da orientação individualizada e do monitoramento por telefone em um programa de exercícios terapêuticos domiciliares autossupervisionados sobre os sinais e sintomas da DP e a qualidade de vida (QV). Métodos: Ensaio clínico randomizado simples-cego com 28 pessoas com DP (Hoehn e Yahr 1 a 3). Pacientes foram randomizados em dois grupos: experimental e controle. O grupo experimental teve um encontro com orientação individualizada sobre os exercícios de fisioterapia de um manual, recebeu o manual para orientar atividades em domicílio e obteve posterior monitoramento semanal por telefone. O grupo controle recebeu cuidados usuais do serviço. Ambos foram orientados a realizar exercícios três vezes por semana durante 12 semanas. Foram avaliadas: seções atividades da vida diária (AVD) e exame motor da Escala Unificada de Avaliação da Doença de Parkinson (UPDRS) e QV mediante Questionário de Doença de Parkinson 39 (PDQ-39). Foi realizada análise intergrupos (Mann-Whitney) e intragrupos (Wilcoxon) com p < 0.05. Resultados: Melhora significativa nas seções AVD (p = 0.001) e exame motor (p = 0.0008) da UPDRS, PDQ-39 total (p = 0.027) e dimensões mobilidade (p=0.027), bem-estar emocional (p = 0.021) e desconforto corporal (p=0.027) no grupo experimental quando comparado ao controle. Conclusão: A orientação individualizada e o monitoramento semanal por telefone em um programa de exercícios terapêuticos domiciliares autossupervisionados apresentaram efeitos positivos sobre AVD, exame motor e QV em estágios iniciais da DP.
Descritores: Doença de Parkinson
Terapia por Exercício
-Qualidade de Vida
Grupos Controle
Fisioterapia
Limites: Humanos
Responsável: BR495.1 - Biblioteca Central


  9 / 1655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1029011
Autor: Simoni, Daniela Espíndola; Carvalho, Juliana Bonetti; Moreira, Adriana Rufino; Morera, Jaime Alonso Caravaca; Maia, Ana Rosete Camargo; Boreinstein, Miriam Süsskind.
Título: A formação educacional em fisioterapia no Brasil: fragmentos históricos e perspectivas atuais? / The educational training in physiotherapy in Brazil: historical fragments and current perspectives
Fonte: Hist. enferm., Rev. eletronica;6(1):10-20, 20150000.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de estudo qualitativo de abordagem sócio histórica que objetivou compreender os aspectos históricos da formação educacional em fisioterapia no Brasil, no período de 1979 a 1992. Na coleta de dados utilizou-se o método de história oral temática e análise documental. Da análise de conteúdo temática, a partir do referencial teórico de Eliot Freidson, emergiram as categorias: A influência da medicina na formação educacional do fisioterapeuta; O estágio curricular como o princípio da formação educacional do fisioterapeuta especialista. Os resultados demonstram que o corpo de conhecimentos da fisioterapia sofreu forte influência da medicina, tendo como consequências, a formação do fisioterapeuta especialista. Em contrapartida, o ensino voltado à prevenção de agravos de saúde foi pouco abordado na formação dos pioneiros na profissão. É fundamental perceber que as duas características, ser generalista e especialista, podem estar presentes simultaneamente no mesmo profissional. Para tanto, o fisioterapeuta deve compreender em quais cenários de prática será o melhor momento para atuar de uma forma ou de outra.
Descritores: História da Enfermagem
-Fisioterapia/história
Limites: História do Século XXI
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR905.1 - Biblioteca


  10 / 1655 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-892013
Autor: Rett, Mariana Tirolli; Oliveira, Íris Alves de; Mendonça, Andreza Carvalho Rabelo; Biana, Camilla Benigno; Moccellin, Ana Silvia; DeSantana, Josimari Melo.
Título: Physiotherapeutic approach and functional performance after breast cancer surgery / Abordagem fisioterapêutica e desempenho funcional no pós-operatório de câncer de mama
Fonte: Fisioter. Mov. (Online);30(3):493-500, July-Sept. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Surgery for breast cancer can impair range of motion (ROM) and functionality of upper limb (UL). Objective: To compare ROM and functional performance of homolateral UL after physiotherapeutic approach and to correlate these variables. Methods: A non-randomized clinical trial study enrolled 33 women who were submitted to mastectomy or quadrantectomy associated with axillary lymphadenectomy. ROM was assessed by homolateral UL and contralateral limb (control) goniometry. Functional performance was assessed by "Disability of arm, shoulder and hand" (DASH) questionnaire. The protocol consisted in 10 sessions (3 sessions per week during 60 minutes), involving passive mobilization of glenohumeral and scapulothoracic joint, soft tissue mobilization, neck muscles and upper limb muscles stretching, exercises in all planes of motion, applied alone or in combination. Weight bearing exercise with elastic bands and dumbbells from 0.5 to 1.0 kilograms were also applied. Results: There was a meaningful increase in ROM of all movements after physiotherapy; however, flexion, abduction and lateral rotation remained lower than control limb. DASH score decreased significantly from 28.06 ± 16.1 to 15.71 ± 10.7 (p = 0.001) meaning an improvement in functional performance of UL. No correlation was observed between ROM and DASH. Conclusion: Functional performance and ROM, after 10 physiotherapy sessions, improved significantly, however, a long-term follow-up can contribute to further improvement.

Resumo Introdução: A cirurgia para câncer de mama pode prejudicar a amplitude de movimento (ADM) e causar impacto negativo na funcionalidade do membro superior (MS). Objetivo: Comparar a ADM e desempenho funcional do MS homolateral à cirurgia após a abordagem fisioterapêutica, além de correlacionar estas variáveis. Métodos: Foi conduzido um ensaio clínico não randomizado, envolvendo 33 mulheres submetidas à mastectomia ou quadrantectomia associada à linfonodectomia axilar. A ADM foi avaliada pela goniometria do MS homolateral à cirurgia e do membro contralateral (controle). O desempenho funcional foi avaliado pelo questionário "Deficiência do ombro, braço e mão" (DASH). Foram realizadas 10 sessões (3 sessões semanais com duração de 60 minutos), envolvendo mobilização passiva da articulação glenoumeral e escapulotorácica; mobilização cicatricial; alongamento da musculatura cervical e MMSS; exercícios ativos-livres em todos os planos de movimento, aplicados isoladamente ou combinados. Para os exercícios resistidos, utilizaram-se faixas elásticas e halteres de 0,5 a 1,0 kg. Resultados: Encontrou-se aumento significativo da ADM de todos os movimentos após a fisioterapia, mas a flexão, abdução e rotação lateral ainda estavam inferiores em relação ao membro controle. O escore total do DASH diminuiu significativamente de 28,06±16,1 para 15,71±10,7 (p=0,001) indicando melhora do desempenho funcional do MS. Nenhuma correlação foi observada entre a ADM e o DASH. Conclusão: A realização de 10 sessões de fisioterapia melhorou a ADM e o desempenho funcional do MS homolateral à cirurgia, mas acompanhamentos em um prazo mais longo podem contribuir para ganhos adicionais.
Descritores: Neoplasias da Mama
Amplitude de Movimento Articular
Mastectomia
-Mastectomia Segmentar
Fisioterapia
Terapia por Exercício
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Clínico
Responsável: BR495.1 - Biblioteca Central



página 1 de 166 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde