Base de dados : LILACS
Pesquisa : H02.403.250 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 322 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 33 ir para página                         

  1 / 322 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1018730
Autor: González Ramírez MJ, Guggiari Niederberger AL.
Título: Conocimiento, Actitud y Práctica sobre Reanimación Cardiopulmonar en estudiantes y egresados de la Facultad de Odontología de la Universidad Nacional de Asunción en el año 2011 / Knowledge, Attitude and Practice in Cardiopulmonary Resuscitation in students and graduates of the Faculty of Dentistry of the National University of Asuncion in 2011.
Fonte: Asunción; s.n; 20111000. 46 p. graf.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Nacional de Asunción Facultad de Odontología para obtenção do grau de Doctor.
Resumo: Las emergencias médicas son eventos imprevistos que requieren de una reacción inmediata para preservar la vida del paciente; puede ocurrirle a cualquier persona, en cualquier momento y lugar. El odontólogo debe estar preparado para reconocerlas y diagnosticarlas adecuadamente. Una emergencia poco común pero potencialmente peligrosa es la Parada Cardiorrespiratoria, la cual requiere de técnicas de Reanimación Cardiopulmonar para impedir la aparición de daños irreversibles. Se planteó un estudio observacional descriptivo aplicando un cuestionario autoadministrado en 232 estudiantes y egresados de la Facultad de Odontología de la Universidad Nacional de Asunción en el año 2011 con el objetivo de evaluar el nivel de conocimiento, actitud y prácticas sobre Reanimación Cardiopulmonar y proponer, si fuera necesario, medidas correctivas a nivel Institucional, de manera a garantizar una atención odontológica más segura y eficaz. Se observó que el nivel de conocimiento suficiente fue del 52%, el nivel de actitud favorable del 47% y el nivel de práctica adecuado del 38%.
Descritores: Cirurgia Bucal
Medicina de Emergência
Odontologia
Parada Cardíaca
Reanimação Cardiopulmonar
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Validação
Responsável: PY8.1 - Biblioteca
PY8.1; 617.6, G71c


  2 / 322 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-1003748
Autor: Garrido C, Francisco; Triviño B, Ximena; Henríquez L, Héctor; Cikutovic M, Pablo; Arau U, Raúl; Huete G, Álvaro.
Título: Evaluación de habilidades transversales de comunicación y colaboración a través de un examen clínico objetivo estructurado de radiología de urgencias para residentes de un programa universitario de especialidad en radiología / Assessment of generic skills in communication and collaboration through an objective structured clinical examination in emergency radiology in a university residency program in Chile
Fonte: Rev. chil. radiol;25(1):35-41, mar. 2019. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La Radiología de Urgencias es una unidad de aprendizaje longitudinal a toda la residencia. En ella los residentes se enfrentan a patología de urgencia en distintas modalidades de imagen. Además del dominio cognitivo, los residentes deben desarrollar habilidades de comunicación y colaboración que les permitan enfrentar adecuadamente los turnos de residencia. Previo a incorporarse a los turnos nocturnos, los residentes deben aprobar un Examen Clínico Objetivo Estructurado (ECOE). Propósito: Evaluar competencias de comunicación y colaboración a través de estaciones de ECOE de Radiología de Urgencias aplicado a residentes de 2º año de residencia. Metodología: Se seleccionaron objetivos específicos a evaluar para las competencias de comunicación y colaboración y contenidos de Radiología Abdominal, Osteoarticular y Pediátrica para diseñar tres estaciones de ECOE, las cuales fueron incorporadas en el instrumento de evaluación aplicado el año 2017. Se calcularon porcentajes de logro por estación y tipo de pauta de evaluación. Para evaluar la implementación de las estaciones, se diseñó y aplicó una encuesta de percepción a los residentes. Resultados: Se diseñaron tres estaciones, dos para el rol Comunicador y una para el rol Colaborador. La validez de contenido se aseguró a través de un panel de expertos. Los porcentajes de logro global en las estaciones fluctuaron entre 74,7% y 95,6%. Las estaciones fueron bien evaluadas por parte de los residentes, quienes valoraron la incorporación de competencias diferentes al dominio cognitivo en el instrumento de evaluación. Conclusión: El ECOE permite certificar habilidades transversales como comunicación y colaboración de manera apropiada

Introduction: Emergency radiology (ER) is taught and learned throughout the entire residency. Trainees are exposed to different subspecialties ER cases and through varied imaging techniques. In addition to the "medical expert" domain, residents must develop communication and collaboration skills that will help them during their call schedule. Before they can take night-call, radiology residents must pass an Objective Structured Clinical Examination (OSCE). Purpose: To evaluate communication and collaboration competencies on an ER-OSCE applied to second-year radiology residents. Methods: Specific learning objectives were defined to evaluate communication and collaboration skills in abdominal, musculoskeletal and pediatric ER. Three OSCE stations were designed for this purpose and added to the evaluation instrument in 2017. On each station, resident performance was assessed with a specific template and percentage of goal achievement was calculated. Trainee´s opinion of this new modality was obtained through a perception survey. Results: Three stations were designed, two for the communicator role and one for the collaborator competency. Validity of content confirmed through an expert panel. Percentages of goal achievement on each station varied between 74,7% and 96,6. The new stations were positively evaluated by residents, which valued that competencies other than "medical expert" were being assessed. Conclusion: ER-OSCE allows the appropriate assessment of generic competencies such as communication and collaboration in radiology.
Descritores: Radiologia/educação
Estudantes de Medicina/psicologia
Comunicação
Avaliação Educacional/métodos
Medicina de Emergência/educação
-Chile
Inquéritos e Questionários
Competência Clínica
Comportamento Cooperativo
Internato e Residência
Limites: Seres Humanos
Responsável: CL30.1 - Biblioteca


  3 / 322 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1038435
Autor: Kohn Loncarica, Guillermo; Buamscha, Daniel; Fagalde, Guillermo; Iolster, Tomás; Jorro, Facundo; Moreno, Guillermo; Petracca, Pablo; Santos, Silvia; Sarli, Mariam.
Título: Especialidad de Emergentología Pediátrica: ¡Bienvenida! / Pediatric emergency medicine specialty: Welcome!
Fonte: Arch. argent. pediatr;116(4):298-300, ago. 2018. tab.
Idioma: es.
Resumo: La Emergentología Pediátrica se ha desarrollado en el mundo como una subespecialidad de la pediatría durante las últimas décadas. Los registros muestran una creciente necesidad de sus servicios. Esta orientación tuvo su empuje inicial en Estados Unidos de América y nuestro país ha continuado por el mismo camino, así como muchos otros países latinoamericanos. Aun así, habrá que intensificar su promoción y trabajar en el desarrollo de la investigación y la docencia relacionadas con el área para promover el bienestar de los niños, sus familias y de la sociedad en general.

Pediatric Emergency Medicine has developed around the world as a subspecialty of pediatrics. There is plenty of data reflecting a growing need for its services. The subspecialty was initiated in the United States and Argentina, together with other Latin American countries, followed the same path. Nevertheless, there is yet much to be done. It is necessary to strengthen its promotion and to stimulate research and teaching activities in order to continue improving the quality of care delivered to the pediatric population, their families and society as a whole.
Descritores: Pediatria
Medicina de Emergência
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  4 / 322 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lopes, Antonio Carlos
Texto completo
Id: lil-502524
Autor: Tallo, Fernando Sabia; Guimarães, Hélio Penna; Lopes, Renato Delascio; Vendrame, Letícia Sandre; Lopes, Antonio Carlos.
Título: Drogas vasopressoras nos estados choque: qual é a melhor opção? / Vasopressors drugs in the shock state: which is the best option?
Fonte: Rev. Soc. Bras. Clín. Méd;6(6):237-242, nov.-dez. 2008. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Apesar da terapia com fármacos vasopressores ser usada há décadas, poucos ensaios clínicos comparam os diferentes tipos utilizados nos diferentes tipos de choque. O objetivo deste estudo foi rever os principais estudos publicados, nas ultimas décadas, para orientação quanto à escolha da melhor droga vasopressora nos diferentes estados de choque. CONTEÚDO: Foram selecionados artigos na base de dados MedLine (1950-2008), por meio das palavras-chave: drogas vasoativas, drogas vasopressoras e choque. Adicionalmente, referências desses artigos, capítulos de livros e artigos históricos foram avaliados para esta revisão. Foram identificados e revisados 160 artigos. Foram considerados ensaios clínicos da língua inglesa, estudos retrospectivos e artigos de revisão. Os artigos foram avaliados por análise de método e determinação de limitações de desenho. Por não se tratar de uma metanálise, mas sim de uma revisão descritiva, serão apresentadas as conclusões mais relevantes dos principais estudos e metanálises encontrados nessa revisão, sem a interferência direta da análise pessoal dos autores deste estudo. CONCLUSÕES: O uso de drogas vasopressoras nos estados de choque permanece controverso. A escolha de uma droga específica para determinado tipo de choque permanece aberta. Existem várias drogas vasopressoras que podem ser utilizadas, inclusive em combinação na terapêutica dos pacientes em estado de choque. Estudos clínicos aleatórios têm sido realizados na tentativa de aperfeiçoar a evidência do uso de drogas vasoativas. Esta permanece ainda uma questão sem sólidas e robustas respostas baseadas em evidências. Descritores: drogas vasopressoras, estado de choque.(AU)

BACKGROUND AND OBJECTIVES: Despite treatment with drugs vasopressors are used for decades, few clinical trials comparing the different types and drugs used in different types of shock. This study aimed at reviewing the major articles published, in recent decades, for guidance on choosing the best vasopressor drugs in different state of shock. CONTENTS: Were selected articles in the database Med- Line (1950-2008), using the keywords: vasoactive drugs, drugs vasopressors and shock. Additionally, references of these articles, chapters of books and historical articles were evaluated for this review. Were identified and reviewed 160 articles. We considered clinical trials of English, retrospective studies and reviews. The articles were evaluated by analysis of method and determination of limitations of design. It is not a meta-analysis, but a descriptive review, will be presenting the findings most relevant of the major studies and meta from this review, without the interference of direct personal analysis of the authors of this study. CONCLUSION: The use of drugs vasopressors in the states of shock remains controversial. The choice of a drug specifically for a particular type of shock remains open. There are several drugs vasopressors that can be used, even in combination in therapeutic for patients in shock. Randomized clinical trials have been conducted in an attempt to optimize the evidence of the use of vasoactive drugs. This still remains an issue without solid and robust response based on evidence.(AU)
Descritores: Choque/tratamento farmacológico
Medicina de Emergência
-Fenilefrina/uso terapêutico
Vasopressinas/uso terapêutico
Dopamina/uso terapêutico
Epinefrina/uso terapêutico
Norepinefrina/uso terapêutico
/uso terapêutico
AMERICAN HOSPITAL ASSOCIATION9ABATTOIRS/uso terapêutico
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 322 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lopes, Antonio Carlos
Texto completo
Id: lil-494022
Autor: Lopes, Antonio Carlos.
Título: Medicina de urgência: [editorial] / Emergency medicine: [editorial]
Fonte: Rev. Soc. Bras. Clín. Méd;6(3):83-83, maio-jun. 2008.
Idioma: pt.
Descritores: Medicina Clínica/educação
Avaliação Educacional
Medicina de Emergência/tendências
Capacitação Profissional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 322 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-538843
Autor: Fernandes, Haggeas da Silveira; Pulzi Júnior, Sérgio Antônio; Costa Filho, Rubens.
Título: Qualidade em terapia intensiva / Intensive care unit quality
Fonte: Rev. Soc. Bras. Clín. Méd;8(1), 2010.
Idioma: pt.
Resumo: JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A Unidade de Terapia Intensiva é um setor de alta complexidade no ambiente hospitalar. A monitoração da qualidade de serviços prestados torna-se a cada dia fundamental para segurança do paciente crítico. O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão de conceitos e práticas úteis na melhoria contínua do atendimento do paciente grave. CONTEÚDO: Revisão de literatura sobre qualidade e segurança em Medicina Intensiva, incluindo modelos de outras áreas de conhecimento agora aplicados na gestão de uma Unidade de Terapia Intensiva. CONCLUSÃO: A utilização de conceitos e práticas que envolvem análise de processos e desfechos é fundamentalno processo de melhoria contínua e na segurança do atendimento do paciente crítico. Modelos vindos de áreas como administração e engenharia de produção podem ser adaptados em Medicina Intensiva, facilitando fluxos internos e equilibrando uma boa prática médica com controle adequado de custos.
Descritores: Gestão da Qualidade
Medicina de Emergência/organização & administração
Qualidade da Assistência à Saúde
Unidades de Terapia Intensiva/organização & administração
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  7 / 322 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lopes, Antonio Carlos
Texto completo
Id: lil-588521
Autor: Tallo, Fernando Sabia; Guimarães, Hélio Penna Guimarães; Lopes, Renato Delascio; Lopes, Antonio Carlos.
Título: Intubação orotraqueal e a técnica da sequência rápida: uma revisão para o clínico / Orotracheal intubation and rapid sequence technique: a review for the internist
Fonte: Rev. Soc. Bras. Clín. Méd;9(3), maio-jun. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O médico clínico frequentemente se depara com a necessidade do acesso a via aérea em situações de urgência e emergência. O objetivo deste estudo foi rever as principais publicações sobre acesso às vias aéreas nessas situações descrevendo as melhores evidências para a execução deste procedimento.CONTEÚDO: Foram selecionados artigos na base de dados Medline (1950-2010), por meio das palavras-chave: intubação orotraqueal, sequência rápida, laringoscopia. Adicionalmente,referências desses artigos, capítulos de livros e artigos históricos foram avaliados. Foram identificados e revisados 68 artigos. Foram considerados ensaios clínicos da língua inglesa, estudos retrospectivose de revisão. Os artigos foram avaliados por análisede método e determinação de limitações de desenho. Por se tratar de uma revisão narrativa, foram apresentadas as conclusões mais relevantes dos principais estudos e metanálises, sem a interferência direta da análise pessoal dos autores deste estudo.CONCLUSÃO: A técnica de acesso a via aérea é indispensável para o clínico. Os conhecimentos sobre sua anatomia, condição ideal para a laringoscopia envolvendo o melhor posicionamento e técnicas que podem ser utilizadas deve ser rotineiro ao clínico. O clinico pode se deparar muitas vezes com o paciente com risco de aspiração pulmonar e deve conhecer também a técnica de sequência rápida envolvendo todas as suas particularidades e aspectos de segurança.(AU)

BACKGROUND AND OBJECTIVES: The internist frequently comes across with the necessity for emergency airway access.The objective of this study was to review the major publications about airway access in these conditions describing the best evidencesto execute this procedure.CONTENTS: We selected articles in Medline (1950-2010), by means of keywords: orotracheal, rapid sequence intubation and laryngoscopy. Additionally, references to these articles, chapters of books and historical articles were evaluated. We identified and reviewed 68 articles. We considered clinical trials, retrospective studies and clinical reviews in English. Articles were analyzing basedin methods and determination of design limitations. As a narrative review, we presented the most relevant findings of major studiesand meta-analyses without involving our personal point of view.CONCLUSION: The technique of airway access is a vital procedureto the internist. Knowledge of the airways anatomy and ideal scenario for laryngoscopy involving the best positioning and techniques,that can should be used as a routine for the clinical practice. The internist many times may get with the patient at risk for pulmonary aspiration and should know the technique of rapid sequence intubation,involving all its particularities and safety aspects.(AU)
Descritores: Respiração Artificial/instrumentação
Medicina de Emergência/métodos
Intubação Intratraqueal/instrumentação
Laringoscopia/instrumentação
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 322 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1022315
Autor: Grande Ratti, María Florencia; Martínez, Bernardo Julio.
Título: Evaluación de una intervención educativa en la Central de Emergencias de Adultos / Evaluation of an educational intervention in the Adult Emergency Center
Fonte: Rev. Hosp. Ital. B. Aires (2004);39(1):24-25, mar. 2019.
Idioma: es.
Descritores: Educação em Saúde/estatística & dados numéricos
Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde/organização & administração
Educação Médica Continuada/tendências
Medicina de Emergência/educação
-Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde/métodos
Qualidade da Assistência à Saúde/tendências
Educação em Saúde/organização & administração
Estudos de Coortes
Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde
Medicina de Emergência/estatística & dados numéricos
Vigilância Sanitária de Serviços de Saúde
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  9 / 322 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-789507
Autor: Aredes, Janaína Souza; Modesto, Ana Lúcia.
Título: "Entre vidas e mortes, entre máscaras e fugas": um estudo sobre a prática médica hospitalar / "Between lives and deaths, between masks and escapes": a study on hospital medical practice
Fonte: Physis (Rio J.);26(2):435-453, abr.-jun. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Nas sociedades complexas, confere-se aos médicos um saber sobre-humano que desafia a morte e a contesta como parte da vida. Nos serviços de urgência e emergência, diversos profissionais atuam diuturnamente e de modo muito próximo com a vida e com a morte. Este artigo analisa a prática médica ocidental a partir de um trabalho etnográfico realizado junto a médicos que trabalham num serviço de urgência e emergência de uma grande cidade. Buscou-se compreender a forma como esses médicos, enquanto indivíduos, sujeitos e profissionais lidam com a vida e com a morte em sua práxis. A análise dos dados apontou para relações éticas, institucionais, culturais e idiossincráticas na atuação médica diante da(s) vida(s) e da(s) morte(s) das pessoas assistidas.

Abstract The complex societies attribute to the physicians a superhuman knowledge that defies death and refuse to recognize death as part of life. In urgency and emergency services, several professionals work daily and nightly close to life and death. This article analyzes the Western medical practice, based on an ethnographic study conducted with medical professionals who work in a big city emergency and urgency health service. We aimed to understand how these doctors, as individuals, subjects and professionals, deal with life and death in professional praxis. Data analysis pointed to ethical, institutional, cultural and idiosyncratic relations in medical action facing the life(ves) and death(s) of the assisted people.
Descritores: Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Médicos Hospitalares
Morte
Medicina de Emergência/ética
Ética Médica
Antropologia Médica
-Brasil
Pesquisa Qualitativa
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Entrevista
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  10 / 322 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-976531
Autor: Souza, Gislaine Alves; Giacomin, Karla; Aredes, Janaína Souza; Firmo, Josélia Oliveira Araújo.
Título: Comunicação da morte: modos de pensar e agir de médicos em um hospital de emergência / Communication of death: ways of thinking and acting of physicians in an emergency hospital
Fonte: Physis (Rio J.);28(3):e280324, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este estudo objetivou compreender como os médicos lidam com o processo de comunicar a morte aos familiares em um hospital de emergência. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, embasada na antropologia interpretativa e médica. A coleta dos dados deu-se em um dos maiores hospitais públicos de emergência da América Latina, ao longo de nove meses de observação participante. Foram entrevistados 43 médicos. A análise foi êmica e guiada pelo modelo dos signos, significados e ações. Embora a morte seja um evento frequente pela gravidade dos casos atendidos, os médicos percebem as vivências da comunicação do óbito como uma das tarefas mais árduas do seu fazer profissional. Fazem uso de roteiros, eufemismos, mecanismos defensivos, enfatizam a gravidade clínica e informam progressivamente sobre o agravamento do quadro, para que a morte seja aguardada pela família e encaixada na rotina da emergência. Os signos e significados estão especialmente correlacionados ao paradigma biomédico, veem o fato como tabu e fracasso, enquanto as ações evidenciam a morte e a interação intersubjetiva como terreno obrigatório de emoções, que ocorrem escondidas pelo profissional. Os elementos apontados podem subsidiar intervenções, planejamento e gestão na atenção à saúde, no âmbito da educação, saúde do trabalhador e organização institucional.

Abstract This study aimed to understand how physicians deal with the process of communicating death to relatives in an emergency hospital. It is a qualitative research, based on interpretive and medical anthropology. The data were collected in one of the largest public hospitals in Latin America, during nine months of participant observation. A total of 43 physicians were interviewed. The analysis was emic and guided by the model of signs, meanings and actions. Although death is a frequent event due to the seriousness of the cases being attended to, doctors perceive the experiences of the communication of death as one of the most arduous tasks of their professional practice. They use scripts, euphemisms, defensive mechanisms, emphasize clinical severity and progressively report on the worsening of the condition, so that death is expected by the family and embedded in the emergency routine. Signs and meanings are especially correlated to the biomedical paradigm, regarding it as taboo and failure, while actions evidence death and intersubjective interaction as a compulsory terrain of emotions, which occur hidden by the professional. The mentioned elements can subsidize interventions, planning and management in health care, in the field of education, workers' health and institutional organization.
Descritores: Relações Médico-Paciente
Atitude Frente à Morte
Morte
Medicina de Emergência
Serviço Hospitalar de Emergência
-Brasil
Antropologia Médica
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Entrevista
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C



página 1 de 33 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde