Base de dados : LILACS
Pesquisa : H02.403.429.515 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1606 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 161 ir para página                         

  1 / 1606 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1142886
Autor: Araujo, Sérgio Eduardo Alonso; Leal, Alessandro; Centrone, Ana Fernanda Yamazaki; Teich, Vanessa Damazio; Malheiro, Daniel Tavares; Cypriano, Adriana Serra; Cendoroglo Neto, Miguel; Klajner, Sidney.
Título: Impact of COVID-19 pandemic on care of oncological patients: experience of a cancer center in a Latin American pandemic epicenter / Impacto da COVID-19 sobre o atendimento de pacientes oncológicos: experiência de um centro oncológico localizado em um epicentro Latino-Americano da pandemia
Fonte: Einstein (Säo Paulo);19:eAO6282, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective Since the rising of coronavirus disease 2019 (COVID-19) pandemic, there is uncertainty regarding the impact of transmission to cancer patients. Evidence on increased severity for patients undergoing antineoplastic treatment is posed against deferring oncologic treatment. We aimed to evaluate the impact of COVID-19 pandemic on patient volumes in a cancer center in an epicenter of the pandemic. Methods Outpatient and inpatient volumes were extracted from electronic health record database. Two intervals were compared: pre-COVID-19 (March to May 2019) and COVID-19 pandemic (March to May 2020) periods. Results The total number of medical appointments declined by 45% in the COVID-19 period, including a 56.2% decrease in new visits. There was a 27.5% reduction in the number of patients undergoing intravenous systemic treatment and a 57.4% decline in initiation of new treatments. Conversely, there was an increase by 309% in new patients undergoing oral chemotherapy regimens and a 5.9% rise in new patients submitted to radiation therapy in the COVID-19 period. There was a 51.2% decline in length of stay and a 60% reduction in the volume of surgical cases during COVID-19. In the stem cell transplant unit, we observed a reduction by 36.5% in length of stay and a 62.5% drop in stem cell transplants. Conclusion A significant decrease in the number of patients undergoing cancer treatment was observed after COVID-19 pandemic. Although this may be partially overcome by alternative therapeutic options, avoiding timely health care due to fear of getting COVID-19 infection might impact on clinical outcomes. Our findings may help support immediate actions to mitigate this hypothesis.

RESUMO Objetivo Desde o surgimento da pandemia da doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19), há incerteza quanto ao impacto da transmissão para pacientes com câncer. As evidências sobre o aumento da gravidade para pacientes submetidos a tratamento antineoplásico são contra o adiamento do tratamento oncológico. Nosso objetivo foi avaliar o impacto da pandemia de COVID-19 em volumes de pacientes em um centro oncológico, em um epicentro da pandemia. Métodos Os volumes de pacientes ambulatoriais e de internação foram extraídos do banco de dados de prontuários eletrônicos. Dois intervalos foram comparados: períodos pré-COVID-19 (março a maio de 2019) e pandemia COVID-19 (março a maio de 2020). Resultados O número total de consultas médicas diminuiu 45% no período pandemia COVID-19, inclusive com redução de 56,2% nas novas consultas. Houve redução de 27,5% no número de pacientes em tratamento sistêmico intravenoso e de 57,4% no início de novos tratamentos. Por outro lado, ocorreram aumento de 309% em novos pacientes submetidos a regimes de quimioterapia oral e elevação de 5,9% em novos pacientes submetidos à radioterapia no período pandemia COVID-19. Observaram-se queda de 51,2% nos dias de internação e redução de 60% no volume de casos cirúrgicos durante a COVID-19. Na unidade de transplante de células-tronco, a redução foi de 36,5% nos dias de internação e de 62,5% nos transplantes de células-tronco. Conclusão Foi observado declínio significativo no número de pacientes em tratamento de câncer após a pandemia de COVID-19. Embora isso possa ser parcialmente superado por opções terapêuticas alternativas, evitar cuidados de saúde oportunos devido ao medo de contrair COVID-19 pode impactar nos resultados clínicos. Nossos resultados podem ajudar a apoiar ações imediatas para mitigar essa hipótese.
Descritores: Pandemias
COVID-19
Oncologia/estatística & dados numéricos
Neoplasias/terapia
-Registros Eletrônicos de Saúde
América Latina
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1606 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1290925
Autor: Siqueira, Julianna de Freitas.
Título: Avaliação da qualidade de vida de pacientes oncológicos que utilizam dispositivos para infusão contínua de antineoplásicos / Evaluation of the quality of life of oncological patients using antineoplastic continuous infusion device.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2014. 98 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O câncer afeta o paciente de forma abrangente, repercutindo na sua qualidade de vida. As tecnologias em saúde, como a utilização de dispositivos de infusão contínua na administração de antineoplásicos, visam favorecer o tratamento, repercutindo positivamente no bem estar dos pacientes. A pesquisa objetivou avaliar a qualidade de vida de pacientes oncológicos que utilizam dispositivo para infusão contínua de antineoplásicos a partir da escala WHOQOL-bref; e os objetivos específicos foram: Caracterizar os pacientes oncológicos que utilizam dispositivo para infusão contínua de antineoplásicos, quanto aos aspectos sociodemográficos e clínicos; identificar os domínios de qualidade de vida afetados nos pacientes que utilizam dispositivo para infusão contínua antineoplásicos; comparar os domínios de qualidade de vida dos pacientes no primeiro e terceiro ciclo de aplicação dos antineoplásicos. Estudo descritivo, exploratório, quantitativo, longitudinal do tipo painel, realizado no período de abril a julho de 2013, com 28 pacientes em tratamento antineoplásico com a utilização de dispositivo de infusão contínua, de uma operadora de plano de saúde, em Fortaleza, Ceará. A coleta de dados ocorreu através de visita domiciliar, durante o primeiro e terceiro ciclos de administração do antineoplásico, com aplicação de dois questionários: sociodemográficos e clínicos; e avaliação de qualidade de vida WHOQOL-bref. O tratamento dos dados foi realizado com auxílio de um software estatístico STATA. Aplicou-se o coeficiente Alfa de Cronbach, para avaliação da consistência interna das respostas, o teste de igualdade de médias Wilcoxon para dados pareados e o teste de Qui-quadrado de Tendência linear. A correlação dos domínios foi feita através do coeficiente de Correlação Linear de Spearman. Predominaram na amostra (n=28), mulheres (53,6%), faixa etária 51 a 60 anos (32,1%), casadas (60,7%), católicas (67,9%), exercendo atividade laboral (71,5%). A neoplasia maligna predominante foi a de cólon e reto (57,2%), com metástase (53,6%) hepática. O tratamento cirúrgico mais empregado foi a colectomia (39,3%). O protocolo mais utilizado foi o FOLFOX (67,9%), com intenção paliativa (57,1%). Os efeitos indesejados mais evidenciados foram os gastrointestinais em associação com fadiga (39,3%). O índice de alfa de Cronbach atestou a confiabilidade do estudo. Avaliando a qualidade de vida quanto às médias dos itens globais e domínios da escala, a percepção quanto a qualidade de vida foi considerada regular; e a satisfação com a saúde ruim, em ambos os ciclos do tratamento. Quanto a avaliação dos domínios, o de maior média foi o das relações sociais, e o de menor, o psicológico. A avaliação da qualidade de vida foi vista como regular, em ambos os ciclos. O dispositivo favorece aspectos relacionados à independência, desempenho de atividades diárias e laborais, porém não é isento de aspectos negativos, influenciando a percepção dos pacientes, pelo medo do desconhecido, presença de um aparato no cotidiano, desconforto quanto à movimentação. Foi possível concluir que nenhum fator isoladamente vai influenciar positiva ou negativamente a qualidade de vida de pacientes oncológicos, independente do momento vivido. É importante saber os determinantes neste sentido, permitindo a implementação de estratégias para preservar a qualidade de vida desta clientela.
Descritores: Qualidade de Vida
Enfermagem
Oncologia
Cuidados de Enfermagem
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 1606 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1224536
Autor: Cunha, José Henrique da Silva; Ferreira, Lúcia Aparecida; Frizzo, Heloísa Cristina Figueiredo; Galon, Tanyse; Rodrigues, Leiner Resende.
Título: Significados atribuídos à morte segundo a perspectiva de profissionais de saúde da área de oncologia / Meanings attributed to death from the perspective of oncology healthcare professionals / Significados atribuidos a la muerte desde la perspectiva de profesionales de salud del área de oncología
Fonte: Rev. enferm. UERJ;29:e52717, jan.-dez. 2021.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: compreender a construção dos significados da morte pelos profissionais de saúde frente ao cuidado à pessoa com câncer. Método: estudo qualitativo realizado em ambiente online, com a participação de 34 profissionais de saúde. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, interpretadas segundo análise temática. Resultados: duas categorias analíticas emergiram dos dados, indicando que os significados atribuídos à morte pelos participantes foram: como um processo inerente ao ciclo da vida humana, passagem para a outra vida, e fim do sofrimento tanto do paciente quanto dos profissionais de saúde. As dificuldades que apontaram em lidar com a morte se referem à falta de suporte psicológico, escassez de conhecimento sobre morte, cuidados paliativos e comunicação de más notícias. Conclusão: os profissionais construíram diferentes significados à morte de seus pacientes, tais como um processo natural da vida, vontade de um ser superior, passagem para uma nova existência e término do sofrimento dessas pessoas.

Objective: to understand the construction of meanings of death by healthcare professionals caring for people with cancer. Method: this qualitative study was carried out in an online environment through semi-structured interviews of 34 health professionals, which were interpreted using thematic analysis. Results: two analytical categories emerged from the data, indicating that the meanings attributed to death by the participants were: a process inherent in the human life cycle, a transition to the next life, and an end to the suffering of both patient and health professionals. The difficulties they pointed to in dealing with death related to lack of psychological support, lack of knowledge about death, palliative care, and communicating bad news. Conclusion: the professionals constructed different meanings to their patients' deaths: a natural process of life, the will of a higher being, a transition to a new existence, and an end to these people's suffering.

Objetivo: comprender la construcción de los significados de la muerte desde el punto de vista de los profesionales de la salud ante el cuidado a la persona con cáncer. Metodología: estudio cualitativo realizado en un entorno online, con la participación de 34 profesionales de la salud. Se realizaron entrevistas semiestructuradas, interpretadas según análisis temático. Resultados: de los datos surgieron dos categorías analíticas que indicaron que los significados atribuidos a la muerte por los participantes fueron: como u proceso inherente al ciclo de vida humano, transición a otra vida y fin al sufrimiento tanto del paciente como de los profesionales de la salud. Las dificultades que señalaron para afrontar la muerte se refieren a la falta de apoyo psicológico, escasez de conocimiento sobre la muerte, cuidados paliativos y comunicación de malas noticias. Conclusión: los profesionales han construido diferentes significados para la muerte de sus pacientes: un proceso natural de la vida, la voluntad de un ser superior, un paso a una nueva existencia y el fin del sufrimiento de estas personas.
Descritores: Prática Profissional
Atitude Frente a Morte
Pessoal de Saúde
Morte
Oncologia
Neoplasias
-Cuidados Paliativos
Pesquisa Qualitativa
Hospitais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  4 / 1606 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Radunz, Vera
Texto completo
Id: biblio-904454
Autor: Silva, Rafaela Dutra Nunes da; Rosa, Luciana Martins da; Radünz, Vera; Cesconetto, Daiana.
Título: Avaliação e classificação da estenose vaginal na braquiterapia: validação de conteúdo de instrumento para enfermeiros / Indicadores antropométricos como previsores del síndrome metabólico en los adolescentes / Evaluation and classification of vaginal stenosis in brachytherapy: instrument content validation for nurses
Fonte: Texto & contexto enferm;27(2):e5700016, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: validar os conteúdos de um instrumento elaborado para avaliação e classificação da estenose vaginal pós-braquiterapia para aplicação por enfermeiros. Método: estudo metodológico que incluiu dez enfermeiros experts em braquiterapia. A coleta de dados foi realizada entre dezembro de 2015 a abril de 2016 e ocorreu com a aplicação de formulário disponibilizado aos experts via ferramenta do Google Drive/Microsoft® em três rodadas de validação, conduzida pela Técnica Delphi; 12 conteúdos foram avaliados. A análise dos dados ocorreu pelo cálculo do Índice de Validade de Conteúdo - IVC. Resultados: na primeira rodada, o uso de absorventes íntimos (tampões) foi excluído (IVC=0,4), outros conteúdos foram ajustados, bem como a aparência do instrumento, de acordo com as recomendações dos experts. Os conteúdos na terceira rodada de avaliação atingiram o IVC=1. Conclusão: a validação de conteúdo de instrumento padroniza a técnica, consequentemente, incrementa e qualifica a prática clínica e o desenvolvimento de pesquisas.

RESUMEN Objetivo: prever el síndrome metabólico en adolescentes a partir de indicadores antropométricos por análisis de sensibilidad y especificidad de los puntos de corte. Método: estudio transversal y descriptivo en una muestra estratificada de 716 adolescentes de 10 a 19 años seleccionados por muestreo aleatorio simple en 30 escuelas públicas, municipales y estatales localizadas en Picos, Piauí, en la Región Noreste del Brasil. La obtención de datos se realizó en el período de Agosto hasta Diciembre del 2014 y en Marzo del 2015. Se investigaron los factores índice de masa corporal y el índice de conicidad. El síndrome metabólico se identificó a partir de los criterios adaptados para la edad. Resultados: se observó la prevalencia de estudiantes del sexo femenino (61,3%) y la prevalencia del síndrome metabólico fue del 3,2%. El área sobre la curva de Características de Operación del Receptor mostró que el índice de masa corporal y el índice de conicidad se mostraron eficientes para la previsión del síndrome metabólico tanto en la muestra total como en la estratificación por sexo. Conclusión: los indicadores antropométricos índice de masa corporal e índice de conicidad fueron buenos previsores del síndrome metabólico en esa población.

ABSTRACT Objective: to validate the content of an instrument prepared for evaluation and classification of vaginal stenosis after brachytherapy for its application by nurses. Method: a methodological study that included ten nurses who are experts in brachytherapy. The data collection was performed between December 2015 and April 2016 and it was carried out through the application form made available to experts via the Google Drive/Microsoft® tool in three validation rounds, conducted by the Delphi Technique; 12 contents were evaluated. The data analysis was performed by calculating the Content Validity Index - CVI. Results: in the first round, the use of intimate tampons was excluded (CVI=0.4), other contents have been adjusted, as well as the appearance of the instrument, according to the experts' recommendations. The content in the third round of evaluation reached the CVI=1. Conclusion: the instrument content validation standardizes the technique; consequently, it increases and qualifies the clinical practice and research development.
Descritores: Braquiterapia
Neoplasias do Colo do Útero
Enfermagem
Constrição Patológica
Estudo de Validação
Oncologia
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  5 / 1606 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-879462
Autor: Santos, Maria Verônica Câmara dos; Gallafrio, Claudia Cosentino.
Título: Cardio-oncologia na população pediátrica / Cardio-oncology in the pediatric population
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;27(4):f:282-l:289, out.-dez. 2017. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Nas últimas décadas, a oncologia pediátrica tem demonstrado expressivo sucesso no tratamento do câncer infantojuvenil, com significativo aumento das taxas de cura e sobrevida, principalmente devido ao diagnóstico precoce e à quimioterapia mais eficaz, além do auxílio da radioterapia em determinadas situações. Contudo, os medicamentos que curam o câncer também se comportam como adversários de vários sistemas orgânicos. Os sobreviventes do câncer infantojuvenil são, particularmente, mais vulneráveis às condições crônicas de morbidade relacionadas com os efeitos colaterais do tratamento, especialmente sobre o sistema cardiovascular ­ cardiotoxicidade. Quando não diagnosticados e tratados em tempo hábil, o dano cardiovascular relacionado ao tratamento do câncer poderá tornar-se progressivo e, frequentemente, irreversível. As complicações cardiovasculares lideram as causas de morbidade e mortalidade entre os pacientes oncológicos, depois das complicações relacionadas com o câncer propriamente dito. Estratégias de prevenção e monitoramento efetivo são a chave para um tratamento mais seguro. É incontestável a importância da parceria entre oncologistas pediátricos e cardiologistas pediátricos e o apoio da equipe multiprofissional para atender a crescente demanda dessa população de pacientes, com a finalidade maior da cura com qualidade de vida

In recent decades, pediatric oncology has shown good success in the treatment of children and adolescents with cancer, with a significant increase in the rates of cure and survival, mainly due to early diagnosis and more effective chemotherapy drugs, but also with the help of radiotherapy in certain situations. However, drugs that cure cancer also behave as opponents of several organ systems. Survivors of childhood cancer, in particular, are more vulnerable to chronic conditions of morbidity related to side effects of treatment, especially on the Cardiovascular System - Cardiotoxicity. If not diagnosed and treated in a timely manner, cardiovascular damage related to cancer treatment can become progressive and often, irreversible. Cardiovascular complications are the leading causes of morbidity and mortality among cancer patients, after complications related to cancer. Strategies for prevention and effective monitoring are the key to safer treatment. The importance of the partnership between Pediatric oncologists and cardiologists and the multiprofessional team is undeniable, to meet the growing demand of this patient population, with the main purpose of cure with quality of life
Descritores: Pediatria
Cardiologia
Criança
Oncologia
Neoplasias/complicações
-Ecocardiografia/métodos
Espectroscopia de Ressonância Magnética/métodos
Doenças Cardiovasculares/complicações
Fatores de Risco
Antraciclinas/uso terapêutico
Miócitos Cardíacos
Tratamento Farmacológico/métodos
Eletrocardiografia/métodos
Cardiotoxicidade/mortalidade
Insuficiência Cardíaca/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  6 / 1606 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1177578
Autor: Frizzo, Natalia Schopf; Souza, Anaí Zubik Camargo de; Muller, Ana Paula Wernz da Cunha; Ozi, Adriana Mesquita.
Título: Música como Recurso de Enfrentamento em Pacientes Oncológicos e Familiares / Music as Resource of Coping for Oncology Patients and their Relatives / Música como Recurso de Enfrentamiento en Pacientes Oncológicos y sus Familiares
Fonte: Psicol. ciênc. prof;40:1-15, jan.-maio 2020.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo se propôs a compreender as contribuições da atividade musical diante da capacidade de pacientes oncológicos e familiares no enfrentamento da doença, bem como investigar qual o impacto dessa ação nos aspectos biopsicossociais frente ao processo saúdedoença. Trata-se de uma pesquisa descritiva e exploratória, de cunho qualitativo, sendo considerados participantes os pacientes oncológicos em tratamento em uma clínica no Sul do país e seus familiares. A coleta de dados se deu por meio de entrevista semiestruturada. A leitura dos dados foi feita por meio de análise de conteúdo com posterior categorização dos temasemergentes. Percebeu-se que a comunicação estabelecida no grupo por meio das canções representou uma possibilidade de elaboração de conteúdos referentes ao tratamento. Observouse melhora da expressão de sentimentos, ampliação da sensação de apoio, melhora do humor e minimização da percepção dos sintomas atrelados ao tratamento por meio do relaxamento, além do enfoque em memórias saudáveis para além da experiência da doença....(AU)

This study analyzed the contributions of musical activity in the disease coping capacity of oncology patients and family members, as well as its impact in the biopsychosocial aspects in facing the health-disease process. It is a descriptive, exploratory, qualitative research, with oncology patients being treated in an outpatient clinic in the South region of Brazil, and their family members. A semi-structured interview was used for data collection. Content analysis was conducted by analyzing the data, followed by categorization of the emerging topics. It was noted that the communication established in the group by the songs allowed to work with content related to the treatment. Better expression of feelings, broadening of the feeling of being supported, improved mood, as well as minimization of the perception of symptoms connected to treatment through relaxation were observed, in addition to focusing in healthy remembrances beyond the experience of the disease....(AU)

El proyecto se propone comprender los posibles aportes de la actividad musical a la capacidad que tienen los pacientes oncológicos y sus familiares de enfrentar la enfermedad, así como investigar el impacto de dicha acción sobre los aspectos biopsicosociales del proceso salud-enfermedad. Se trata de una investigación descriptiva y exploratoria, de tipo cualitativo; los participantes son los pacientes oncológicos en tratamiento en una clínica en el Sur del Brasil y sus familiares. Se recopilaron los datos mediante entrevistas semiestructuradas. Se analizaron los datos con base en el análisis de contenido y, a continuación, se categorizó los temas emergentes. Se constató que la comunicación establecida en el grupo por medio de las canciones fue una posibilidad de elaboración de contenidos relativos al tratamiento. Se observó una mejora en la expresión de sentimientos, acentuación de la sensación de apoyo, mejora del humor y minimización de la percepción de los síntomas vinculados al tratamiento debido a la relajación, además de que los pacientes se centraron en recuerdos saludables más allá de la experiencia de la enfermedad....(AU)
Descritores: Pacientes
Qualidade de Vida
Terapêutica
Oncologia
Música
-Família
Emoções
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  7 / 1606 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1249201
Autor: Barbosa, Paula Perazzo de Souza; Araújo, Francielly Negreiros de; Almeida, Joellington Marinho de; Gadelha, Tatiane Santi.
Título: Leguminosae Lectins as Biological Tools in Medical Research: a Review
Fonte: Braz. arch. biol. technol;64:e21200170, 2021.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Lectins were discovered first in plants and later in other living things, and nowadays it is known that they are present in almost all many life forms. These proteins can bind to specific carbohydrates, which make them perform a number of biological activities and can be used as tools in the study of glycoconjugate structures present on the cell surface, being effective in medical research. Plant lectins, leguminosae lectins particularly, are among the most studied plant proteins. They are very versatile molecules, which show several interesting biological properties. Thus, the present paper reviewed the advances about the leguminosae lectins biological properties studies in the last ten years, taking into account their possible applications in the fields of Clinical Microbiology, Pharmacy and Cancerology through a search in the electronic databases, providing opportunity to exchange information about the theme. Leguminosae lectins can neutralize pathogenic organisms, be they viruses, prokaryotes and eukaryotes, in addition carcinogenic cells, besides decreasing oxidative stress, conditions which increases the possibility of alternative substances for the design of new drugs to be used in current therapeutic, expanding the possibilities of diseases cure.
Descritores: Produtos Biológicos
Lectinas de Plantas/farmacologia
-Educação em Farmácia
Oncologia/educação
Microbiologia/educação
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1606 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1283721
Autor: Jiménez-Luna, Corina Lisbeth; Acebo-Murillo, Mariela del Rocío; Cabanilla-Proaño, Erika Alexandra; Paz-Gaibor, Verónica Yadira.
Título: Factores que influyen en el conocimiento de los familiares sobre cuidados paliativos en pacientes oncológicos / Factors that influence the knowledge of relatives about palliative care in cancer patients
Fonte: Más Vita;2(1):21-28, mar 2020. tab.
Idioma: es.
Resumo: El cáncer es una enfermedad crónica que ostenta la segunda causa de muerte en el mundo, atribuyéndose más de nueve millones de fallecimientos al año, teniendo mayor incidencia en los estratos sociales más bajos. Objetivo: Determinar los factores que influyen en el conocimiento de los familiares sobre cuidados paliativos en pacientes oncológicos del Hospital Dr. Abel Gilbert Pontón, durante enero a junio del 2019. Metodología: Enfoque cuantitativo, de campo, de tipo descriptivo, no experimental u observacional; se utilizó una encuesta con 15 ítems, aplicada a 20 familiares acompañantes de los pacientes que acuden a los servicios oncológicos de esta institución. Resultados: Se observó un alto porcentaje que los cuidadores desconocen sobre los cuidados específicos de los pacientes, evidenciándose que el 80% tienen insuficiente información sobre cuidados paliativos. Además, de presentar afectaciones y agotamiento por cuidados del paciente, ya que en la mayoría de los casos un solo familiar se hace cargo de las atenciones mínimas requeridas. Conclusión: Se logró comprobar que el desconocimiento sobre la enfermedad oncológica y sus cuidados afectan directamente a la salud de los pacientes oncológicos y la economía familiar(AU)

Cancer is a chronic disease that has the second leading cause of death in the world, with more than nine million deaths attributed to the year, with a higher incidence in the lower social strata. Objective: To determine the factors that influence family members' knowledge about palliative care in cancer patients of the Dr. Abel Gilbert Pontón Hospital, during January to June 2019. Methodology: Quantitative, field, descriptive, non-experimental or observational approach; A survey with 15 items was used, applied to 20 family-companions of the patients who attend the oncological services of this institution. Results: A high percentage was observed that caregivers do not know about the specific care of patients, evidencing that 80% have insufficient information about palliative care. In addition to presenting affectations and exhaustion due to patient care, since in the majority of cases, a singlefamily member takes care of the minimum attention required. Conclusion: It was possible to verify that the lack of knowledge about cancer disease and its care directly affect the health of cancer patients and the family economy(AU)
Descritores: Cuidados Paliativos
Conforto do Paciente
Neoplasias/mortalidade
-Cuidadores
Assistência ao Paciente
Oncologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  9 / 1606 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1121889
Autor: Barreiro, Jéssica Antunes; Amaral, Lais David.
Título: Cuidados bucais de pacientes oncológicos pediátricos e o uso da laserterapia no tratamento de mucosites / Oral Care of Pediatric Cancer Patients and the Use of Laser Therapy in the Treatment of Mucosites
Fonte: Rev. bras. odontol;76(1):1-5, jan. 2019.
Idioma: en.
Resumo: Objetivo: realizar uma revisão de literatura sobre as principais manifestações orais e possibilidades terapêuticas no âmbito odontológico em pacientes oncológicos pediátricos, destacando-se a laserterapia como principal forma de tratamento. Material e métodos: Foi realizada uma pesquisa nas bases de dados Web of Science, PubMed e Cochrane Library, onde foram selecionados artigos de revisões sistemáticas, metanálise e ensaios clínicos, entre os períodos e 2009 a 2019. Resultados: Foram selecionados 41 artigos que abordam as propriedades da laserterapia de baixa intensidade no auxílio ao tratamento de pacientes oncológicos pediátricos. Conclusão: Os estudos evidenciam que o laser de baixa intensidade é satisfatório do ponto de vista clínico e funcional, mostrando-se especialmente eficaz no tratamento da mucosite oral de pacientes pediátricos sob oncoterapia, promovendo uma melhora da qualidade de vida destes pacientes

Objective: to perform a literature review on the main oral manifestations and therapeutic possibilities in dentistry in pediatric cancer patients, highlighting laser therapy as the main form of treatment. Material and methods: the search were made in the Web of Science, PubMed and Cochrane Library databases, where articles from systematic reviews, meta-analysis and clinical trials published between 2009 and 2019 were selected. Results: we selected 41 articles that address the properties of low-intensity laser therapy in the treatment of pediatric cancer patients. Conclusion: studies show that low-level laser is clinically and functionally satisfactory and is especially effective in treating oral mucositis in pediatric patients undergoing oncotherapy, promoting an improvement in the quality of life of these patients
Descritores: Odontopediatria
Terapia com Luz de Baixa Intensidade
Mucosite
Oncologia
Responsável: BR485.1 - Biblioteca Mário Badan


  10 / 1606 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1282572
Autor: Lima, Isanne Carolina Pantaleão Cintra.
Título: Versão brasileira da Escala de Cataldo: avaliação do estigma em pacientes com câncer de pulmão / Brazilian version of Cataldo scale: evaluation in lung cancer stigma.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 106 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: O câncer de pulmão é associado a campanhas antitabaco que, se por um lado ajudaram a reduzir a incidência de fumo e câncer de pulmão, por outro contribuíram para a culpabilização e estigmatização do doente em relação à sua doença, além associá-la fortemente a morte e sofrimento. Estigma é um rótulo socialmente negativo imposto a um indivíduo que acarreta sofrimento a quem o recebe. Existem poucos instrumentos que mensuram o estigma associado ao câncer de pulmão e nenhum deles foi validado no Brasil. Objetivo: Adaptar e validar para a língua portuguesa brasileira a Cataldo Lung Cancer Stigma Scale (CLCSS) em pacientes com câncer de pulmão. Método: Trata-se de um estudo metodológico desenvolvido com 188 pacientes em tratamento ambulatorial por câncer de pulmão. Os dados foram coletados nos anos de 2014 e 2015 em dois serviços privados de oncologia na cidade de São Paulo. Os pacientes foram caracterizados nos aspectos sociodemográficos e clínicos. Para testar as validades convergentes e divergentes verificou-se a associação entre estigma e ansiedade, estigma e depressão e estigma e autoestima. A validade do construto foi avaliada por meio da análise fatorial exploratória. A consistência interna e o teste-reteste (37 pacientes) foram utilizados para análise da confiabilidade. Os dados foram analisados por meio do programa estatístico SPSS® v. 22.0. Resultados: A maioria dos pacientes era composta por homens (55,3%), brancos (86,7%), viviam com companheiros (72,9%), tinham nível de escolaridade superior (43,6%), idade média de 63 anos e renda familiar média de R$13.747,90.O tipo de câncer de pulmão prevalente foi o de células não pequenas (94,1%), o estágio foi o avançado (82,5%) e a média de tempo do diagnóstico foi de 22,9 meses. Tinham história prévia de uso do tabaco 68,6% dos pacientes. Os pacientes apresentaram baixos escores de ansiedade e depressão, a autopercepção de ser estigmatizado quase não foi observada e demonstraram altos escores de autoestima. A CLCSS versão brasileira foi validada com 24 itens e a análise fatorial exploratória confirmou os quatro fatores da escala original. Os coeficientes alfa de Cronbach variaram entre 0,63-0,89 para as subescalas (0,77 para estigma e vergonha, 0,88 para isolamento social, 0,89 para discriminação e 0,63 para tabagismo) e o alfa total foi de 0,85. Houve fraca correlação positiva entre estigma e depressão (r=0,25; p=0,000) e estigma e ansiedade (r=0,30; p=0,000) e fraca correlação negativa entre estigma e autoestima (r=-0,44; p= 0,000). A CLCSS apresentou-se estável nas duas avaliações (CCI= 0,7). Conclusões: Os testes psicométricos apontaram a validade e a confiabilidade da CLCSS-versão brasileira. Novas pesquisas devem ser realizadas em amostras com características diversas.

Introduction: Lung cancer is associated with tobacco campaigns, that helped to reduce the incidence of smoking and lung cancer but, on the other hand, contributed to the blame and stigmatization of the patient about the disease, as well as strongly associate it with death and suffering. Stigma is a socially negative label imposed on a person who causes suffering to the recipient. There are few instruments that measure the stigma associated with lung cancer and none have been validated in Brazil. Objective: To validate a Brazilian Portuguese language Cataldo Lung Cancer Stigma Scale (CLCSS) in patients with lung cancer. Methods: This is a methodological study conducted with 188 patients receiving outpatient treatment for lung cancer. Data were collected in 2014 and 2015 in two private oncology services in the city of São Paulo. Patients were characterized in sociodemographic and clinical aspects. To test the convergent and divergent validity it has been found the association between stigma and anxiety, stigma and depression and stigma and self-esteem. The construct validity was evaluated by exploratory factor analysis. Internal consistency and test-retest (37 patients) were used to analyze the reliability. Data were analyzed through the statistical program SPSS v. 22.0. Results: Most patients were men (55.3%), white (86.7%), living with partners (72.9%), had higher level of education (43.6%), mean age 63 years and average household income of R$ 13,747.90.The prevalent type of lung cancer is the non-small cell (94.1%), the stage was advanced (82.5%) and the mean time from diagnosis was 22.9 months. 68.6% of patients had a history of tobacco use. The patients had low scores of anxiety and depression, self-perception of being stigmatized almost was not observed and demonstrated high scores of self-esteem. The CLCSS - Brazilian version was validated with 24 items and exploratory factor analysis confirmed the four factors of the original scale. The Cronbach alpha coefficients ranged from 0.63 to 0.89 for the subscales (0.77 to stigma and shame, 0.88 for social isolation, discrimination and 0.89 to 0.63 for smoking) and the total alpha was 0.85. There was a weak positive correlation between stigma and depression (r=0.25; p=0.000) and stigma and anxiety (r=0.30; p=0.000) and a weak negative correlation between stigma and self-esteem (r=-0.44; p=0.000). The CLCSS remained stable in both assessments (ICC=0.7). Conclusions: The psychometric tests showed the validity and reliability of the Brazilian CLCSS-version. Further studies should be performed on samples with different characteristics.
Descritores: Neoplasias Pulmonares
-Oncologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1



página 1 de 161 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde