Base de dados : LILACS
Pesquisa : H02.403.645 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 9 [refinar]
Mostrando: 1 .. 9   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 9 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1009998
Autor: Narchi, Milena David; Castillo, Maria Teresa.
Título: Atuação do psicólogo nos cuidados paliativos em cardiologia / The work f the psychologist in palliative care in cardiology
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;29(2 (Supl)):211-213, abr.-jun. 2019.
Idioma: en; pt.
Resumo: Trata-se de um artigo de reflexão que visa contextualizar, a partir da literatura e da prática, a atuação do psicólogo nos cuidados paliativos, especificamente em cardiologia. A abordagem dos cuidados paliativos em cardiologia está ainda sendo desenvolvida; teve origem com pacientes terminais de câncer. O psicólogo paliativista que atua junto à equipe multidisciplinar abrange várias áreas, como a biológica, psicológica, religiosa, espiritual, social e familiar. A atuação visa o atendimento aos pacientes, familiares e equipe, oferecendo suporte para a melhor qualidade de vida naquele momento. O psicólogo participa das conferências familiares, abre espaços para a discussão de casos, promove encontros multidisciplinares, cuida do burnout da equipe, lida com os conflitos e implementa as habilidades de comunicação. O instrumento fundamental para o trabalho é a melhora constante da comunicação, que visa agregar e harmonizar a equipe, diminuir os conflitos e impactos nas relações com o paciente, a família e os membros, esclarecendo, orientando e diminuindo a dor como um todo. Desse modo, cria uma rede de continência e um projeto terapêutico para as necessidades de cada paciente e família

This is a reflection article that aims to contextualize, based on the literature and practice, the work of the psychologist in palliative care, specifically in cardiology. The palliative care approach in cardiology is still being developed; it originated with terminal cancer patients. The palliative psychologist who works alongside the multidisciplinary team covers various areas such as biological, psychological, religious, spiritual, social and family-related. Their work aims to provide care to patients, families and staff, offering support for the best quality of life at that time. The psychologist participates in family meetings, opens spaces for discussion of cases, promotes multidisciplinary meetings, takes care of team burnout, deals with conflicts, and implements communication skills. The essential tool for the work is the constant improvement of communication, which aims to bring together and fine-tune the team, reduce conflicts and impacts in the relations with the patient, the family and the members, clarifying, guiding and reducing the overall pain. Thus, the psychologist creates a network of moderation and a therapeutic project for the needs of each patient and family
Descritores: Cuidados Paliativos/história
Psicologia/métodos
Cardiologia
-Qualidade de Vida
Doenças Cardiovasculares
Medicina Paliativa/métodos
Relações Interprofissionais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  2 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-791195
Autor: Comoretto, Nunziata; Centeno, Carlos.
Título: EXPERIENCES IN CLINICAL ETHICS: A PROJECT FOR MEETINGS ON CLINICAL ETHICS IN PALLIATIVE MEDICINE / EXPERIENCIAS EN ÉTICA CLÍNICA: EL PROYECTO DE "ENCUENTROS SOBRE ÉTICA CLÍNICA EN LA MEDICINA PALIATIVA" / EXPERIENCIAS NA ÉTICA CLÍNICA: O PROJETO DE "ENCONTROS SOBRE ÉTICA CLÍNICA NA MEDICINA PALIATIVA"
Fonte: Pers. bioet;20(1):38-47, Jan.-June 2016.
Idioma: en.
Resumo: "Meetings on Clinical Ethics in Palliative Medicine," as outlined in this article, is a project on ethical and clinical training in the area of palliative care. The project is part of a clinical program and broader research pertaining to recovery of the anthropological and ethical roots in the clinical practice of palliative care. It is aimed at professionals and researchers in palliative care and consists of informal meetings where the human and professional values involved in actual clinical cases are analyzed. Anthropology, general ethics, medical epistemology and philosophy of medicine are considered essential in this program of ethical and clinical training, as are the valuable insights provided by the humanities. The specific objective is not only to provide a list of ethical principles, but also to promote an ethical disposition on the part of the person who acts.

"Encuentros sobre ética clínica en la medicina paliativa" es un proyecto de formación ética y clínica en el ámbito de los cuidados paliativos. Hace parte de un programa clínico y de investigación más amplio que pertenece a la línea de recuperación de las raíces antropológicas y éticas en la práctica clínica de los cuidados paliativos. Está dirigido a profesionales e investigadores en cuidados paliativos, y contempla el desarrollo de reuniones informales, donde se analizan los valores humanos y profesionales involucrados en casos clínicos reales. En este programa de formación ética y clínica, se consideran esenciales la antropología, la ética general, la epistemología médica y la filosofía de la medicina, además es valiosa la información proporcionada por las humanidades. El objetivo específico no es solo proporcionar una lista de principios éticos, sino también promover una disposición ética de parte de la persona que actúa.

"Encontros sobre ética clínica na medicina paliativa", apresentado neste artigo, é um projeto de formação ética e clínica no âmbito dos cuidados paliativos. O projeto faz parte de um programa clínico e de pesquisa mais amplo que pertence à linha de recuperação das raízes antropológicas e éticas na prática clínica dos cuidados paliativos. Está dirigido a profissionais e pesquisadores em cuidados paliativos e leva em consideração o desenvolvimento de reuniões informais, em que se analisam os valores humanos e profissionais envolvidos em casos clínicos reais. Nesse programa de formação ética e clínica, consideram-se essenciais a antropologia, a ética geral, a epistemología médica e a filosofia da medicina, além da valiosa informação proporcionada pelas humanas. O objetivo específico não é só oferecer uma lista de princípios éticos, mas também promover uma disposição ética de parte da pessoa que atua.
Descritores: Cuidados Paliativos
Ética Médica
Medicina Paliativa
Medicina
Antropologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO243.1 - Biblioteca Octavio Arizmendi Posada


  3 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1150182
Autor: Fajardo-Chica, David.
Título: Sobre el concepto de dolor total / On the concept of total pain
Fonte: Rev. salud pública;22(3):e406, May-June 2020.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN El dolor de los pacientes de cáncer ha sido descrito como dolor total. Tanto en la literatura científica, los libros de texto, así como en informes y directrices de la Organización Mundial de la Salud, el concepto de dolor total ha servido de trasfondo para promover la atención multidisciplinaria de pacientes cuyo dolor involucra también aspectos psicológicos, emocionales, espirituales y sociales. El objetivo de este artículo es proponer una caracterización del concepto de dolor total de manera tal que continúe jugando un papel central en la promoción de la atención multidisciplinaria propia de los cuidados paliativos. Primero, se presenta un bosquejo del concepto y de los diferentes usos en la literatura. Segundo, se hace un contraste con la definición del dolor de la Asociación Internacional para el Estudio del Dolor (IASP) para establecer la naturaleza y referente del concepto de dolor total. Tercero, se muestra cómo esta caracterización del concepto disuelve algunas tensiones en la literatura respecto a su uso adecuado. Se plantea que el concepto de dolor total hace referencia a aquellas relaciones causales entre el dolor y los estados psicológicos, emocionales, espirituales y sociales que han sido Identificadas como susceptibles de ser intervenidas por el modelo de atención paliativa multidisciplinar. Como conclusión, se recomienda no vincular el concepto de dolor total con el padecimiento de una enfermedad en particular, ni con qué tan limitante para la vida es la enfermedad; tampoco para referirse a la "experiencia global" del paciente, ni como un punto muy alto de una escala.(AU)

ABSTRACT The pain suffering in cancer patients has been described as "total pain". The concept of "total pain" plays a key role in the promotion of the multidisciplinary nature of palliative care. In palliative attention, suffering is conceptualized as an addition of physical, psychological, emotional, spiritual and social aspects. In this paper, I offer a characterization of the concept of "total pain", one which preserves its key role in palliative care promotion. First, I sketch the concept and some different usages found in the literature. Second, I establish the nature and referent of the "total pain" concept by means of showing the contrast between it and the pain definition provided by the International Association for the Study of Pain (IASP). Third, I propose that the concept of "total pain" refers to the relevant causal chains identified by the palliative care research as elements susceptible of intervention for the purpose of alleviating patient's suffering. These causal chains feature and link physical, psychological, emotional, spiritual and social aspects of the patient's suffering. As conclusion, I add the recommendation to not associate the concept of "total pain" with any particular diagnostic or disease or any particular prognosis, neither to the global experience of the patient, nor treat it as a high point on a scale.(AU)
Descritores: Cuidados Paliativos/psicologia
Manejo da Dor/métodos
Dor do Câncer/terapia
-Medicina Paliativa/tendências
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-998095
Autor: Sambrizzi, Eduardo A.
Título: Eutanasia, distanasia o ensañamiento terapéutico en la ley / Euthanasia, distanasia or therapeutic cruelty in law
Fonte: Bol. Acad. Nac. Med. B.Aires;93(1):145-151, ene.-jun. 2015.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Encuentro Interacadémico, 3, Apresentado em: Principio y Fin de la Vida Humana, Ciudad Autónoma de Buenos Aires, 22 mayo 2015.
Descritores: Direito a Morrer/legislação & jurisprudência
Eutanásia/legislação & jurisprudência
Futilidade Médica/legislação & jurisprudência
Direitos do Paciente
Cuidados para Prolongar a Vida/legislação & jurisprudência
-Bioética
Direito a Morrer/ética
Eutanásia/ética
Futilidade Médica/ética
Medicina Paliativa
Cuidados para Prolongar a Vida/ética
Limites: Humanos
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  5 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-981850
Autor: Dias, Laiane Moraes; Arantes, Alexandra Mendes Barreto; Bezerra, Mirella Rebello; Santos, Gisele dos; Santos, André Filipe Junqueira dos; Tommaso, Ana Beatriz Galhardi Di; Burlá, Cláudia; Azevedo, Daniel Lima; Py, Ligia.
Título: Matriz de competências de medicina paliativa para o geriatra / Competency framework of palliative medicine for geriatricians
Fonte: Geriatr., Gerontol. Aging (Impr.);12(4):206-214, out.-dez.2018. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: INTRODUÇÃO E OBJETIVO: Apesar da grande interface entre cuidados paliativos (CPs) e geriatria, ainda não há propostas de currículos de competências de medicina paliativa (MP) para geriatra no Brasil. Diante disso, objetivou-se desenvolver uma matriz de competências de medicina paliativa para o geriatra (MCMPG), especialmente para aquele em formação. MÉTODO: A primeirafase consistiu na elaboração da matriz piloto. Para se determinar o consenso, um grupo de geriatras com certificação de área de atuação em MP de todas as regiões do país foi convidado a opinar sobre as competências elencadas na matriz piloto. Foram duas etapas (2ª e 3ª fases) de metodologia Delphi modificada para se obter o consenso (nível de concordância maior que 50 e 80%, respectivamente, na 2ª e 3ª fases). E, por fim, realizada a fase de consulta pública no XXI Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia e via site da Academia Nacional de Cuidados Paliativos. RESULTADOS: Dezenove experts em MP e Geriatria avaliaram a MCMPG. O nível de concordância de todas as áreas temáticas foi maior que o determinado, exceto a sedação paliativa (20% discordância). A MCMPG finalizou com 13 áreas temáticas, 105 competências, sendo 11 de pré­requisitos, 52 essenciais, 24 desejáveis e 18 avançadas. CONCLUSÃO: Definiu-se uma matriz de competências de CPs que pode ser integrada à educação médica, especificamente à pós-graduação em Geriatria. Propõe-se que os serviços de residência em Geriatria ofereçam, pelo menos, o treinamento das competências "essenciais", nas áreas temáticas propostas fortalecendo a educação em CPs de forma homogênea em todo o país.

INTRODUCTION AND OBJECTIVE: Despite a great interface between palliative care (PC) and geriatrics, there are currently no curriculum proposals of palliative medicine (PM) competencies for geriatricians in Brazil. Thus, the aim was to develop a competency framework of palliative medicine for geriatricians (CFPMG), especially for those under training. METHOD: The first phase consisted of preparing a pilot framework. To reach a consensus, geriatricians with expertise in the field of PM from all Brazilian regions were invited to express their opinions on the competencies listed in the pilot framework. A modified Delphi method was used in the 2nd and 3rd phases to obtain a consensus (level of agreement greater than 50% and 80%, respectively). Finally, a public consultation phase was conducted in the 21st Brazilian Congress on Geriatrics and Gerontology, and via Brazilian National Academy of Palliative Care website. RESULTS: Nineteen experts in PM and geriatrics evaluated the CFPMG. The level of agreement in all thematic areas was greater than that required, except for palliative sedation (20% of disagreement). The CFPMG concluded with 13 thematic areas and 105 competencies, including 11 prerequisite, 52 core, 24 desirable, and 18 advanced competencies. CONCLUSION: The defined competency framework of PC may be integrated into medical education, specifically into geriatric medicine training. Our suggestion is that residency programs in geriatrics provide training at least in the core competencies from the proposed thematic areas, thereby strengthening PC education homogeneously across the country.
Descritores: Educação Baseada em Competências/organização & administração
Educação Baseada em Competências/tendências
Medicina Paliativa/tendências
Geriatria/educação
-Cuidados Paliativos/tendências
Consenso
Geriatras/educação
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  6 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-958924
Autor: Caldas, Gustavo Henrique de Oliveira; Moreira, Simone de Nóbrega Tomaz; Vilar, Maria José.
Título: Palliative care: A proposal for undergraduate education in Medicine / Cuidados paliativos: Uma proposta para o ensino da graduação em Medicina
Fonte: Rev. bras. geriatr. gerontol. (Online);21(3):261-271, May-June 2018. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: to propose essential competencies for the teaching of palliative care on undergraduate Medicine courses. Method: a documentary analysis of the literature on general competencies in palliative care was initially carried out, to construct a framework with suggestions of essential competencies for undergraduate education in Brazil. The elaborated material was then presented individually to eight professionals from a range of areas for analysis. All the professionals had specialized training in palliative care, and the material was accompanied by an interview with three open questions. The categorical thematic content analysis proposed by Bardin was used in the documentary analysis and the interviews with the professionals. Results: the initial documentary analysis resulted in five categories, eight subcategories and 96 units of analysis, based on which the researcher was able to construct the suggestions for competences, which were distributed with their respective contents in a framework with five modules. Six categories, 12 subcategories and 168 analysis units emerged from the interviews with the professionals following a reading of the material. From the discourse contained in the subcategories and units of analysis, suggestions emerged for a better distribution of the modules, resulting in the renaming of the same (Basic principles of palliative care, Symptom management, Teamwork, Ethical and legal issues, Care in the last moments of life). Conclusion: the discussion and improvement of the palliative care competencies suggested in this study will be essential at medical education forums, providing clarity about what is really required in general practitioner training.

Objetivo: Propor competências essenciais para o ensino de Cuidados Paliativos nos cursos de graduação em Medicina. Método: Inicialmente, foi feita uma análise documental na literatura sobre competências gerais em Cuidados Paliativos, no sentido de construir um quadro com sugestões de competências essenciais para o ensino de graduação no Brasil. A seguir, o material elaborado foi apresentado individualmente a oito profissionais com formação especializada em cuidados paliativos de diferentes áreas para análise, acompanhado de uma entrevista com três questões abertas. Na análise documental e nas entrevistas com os profissionais, foi utilizada a análise de conteúdo temática categorial proposta por Bardin. Resultados: A análise documental inicial resultou em cinco categorias, oito subcategorias e 96 unidades de análise que deram subsídio ao pesquisador para construção das sugestões de competências, distribuídas num quadro em cinco módulos, com seus respectivos conteúdos. Das entrevistas com os profissionais, após leitura do material que lhes foi entregue, emergiram seis categorias, 12 subcategorias e 168 unidades de análise. Das falas contidas nas subcategorias e unidades de análise, emergiram sugestões para melhor distribuição dos módulos, resultando na renomeação destes (Princípios básicos dos Cuidados Paliativos, Manejo de sintomas, Trabalho em Equipe, Questões Éticas e Legais, Assistência nos Últimos Momentos de Vida). Conclusão: A discussão e aprimoramento das competências em Cuidados Paliativos sugeridas nesse estudo serão essenciais durante os fóruns de educação médica, para que possamos ter mais clareza do que realmente é necessário para a formação do médico generalista.
Descritores: Cuidados Paliativos
Currículo
Educação Médica
Medicina Paliativa
-Pesquisa Qualitativa
Responsável: BR1421.1 - Centro de Referência e Documentação sobre o Envelhecimento


  7 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1007518
Autor: Virginia Cicchetti, María.
Título: Aportes de la musicoterapia en el campo de la medicina paliativa / Contributions of music therapy in the field of palliative medicine.
Fonte: Buenos Aires; MEDPAL; s.f. 29-32 p.
Idioma: es.
Resumo: Desde el objetivo general de facilitar el proceso de adaptación del enfermo a su situación de fin de vida, promoviendo el alivio de su experiencia de sufrimiento y la de sus familiares, los profesionales de la salud que trabajamos en Medicina Paliativa, damos cuenta de la premisa "dolor total". Es desde esta comprensión global del sufrimiento que entendemos que el estudio de cualquier aspecto de la experiencia humana es multifacético y como tal merece ser analizado y abordado desde distintos ángulos. Será entonces imperativo un Equipo Interdisciplinario, que permita comprender y abordar el complejo espectro de necesidades que se presentan en cada una de las etapas del final de vida. ¿Por qué la música? Porque la música, lo sonoro como medio de comunicación, es una creación humana, nace del hombre, constituyéndose así en lenguaje polisémico, portador de significados diversos; pudiendo relacionarse siempre con sus experiencias de vida. Aún en sus formas más simples (sonido, voz, ruido),lo sonoro, evoca sensaciones, emociones, deseos, pensamientos. Porque la música es un lenguaje expresivo, facilita la comunicación no verbal de las emociones más intensas, que quedan por fuera de la red del lenguaje verbal. El musicoterapeuta actúa como facilitador, haciendo posible la exploración y expresión de los pensamientos y emociones no dichos, a través del uso de la lírica de la canción, la audición de un tema musical, el canto, la elección de un instrumento musical. Acordando con los objetivos generales del cuidado al final de la vida, la musicoterapia abordará las necesidades físicas, emocional-afectivas, sociales y espirituales del paciente y su familia, desde sus recursos operativos específicos. (AU)
Descritores: Medicina Paliativa
Musicoterapia
-Argentina
Terapias Complementares
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-983475
Autor: Menezes, Dalgimar Beserra de.
Título: Concurso de monografias professor Dalgimar Beserra de Menezes: o novo código de ética médica. v. V.
Fonte: Fortaleza; CREMEC; 2012. 227 p. map, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Bioética/educação
Códigos de Ética
Ética Médica
Ética Médica/educação
-Consciência
Educação de Pós-Graduação em Medicina
Erros Médicos
Medicina Paliativa
Ciência
Tecnologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Bibliografia
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; 174.2, A844c


  9 / 9 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-847518
Autor: Bassols, Ana Margareth Siqueira; Zavaschi, Maria Lucrecia; Palma, Regina Beatriz.
Título: A criança frente à doença e à morte: aspectos psiquiátricos / The child acing sickness and death: psychiatric aspects
Fonte: Rev. Bras. Psicoter. (Online);15(1):12-25, 2013.
Idioma: pt.
Resumo: O atendimento da criança com doença grave ou terminal é uma situação bastante delicada e complexa, que envolve questões psicológicas importantes do paciente, de sua família e de todos os envolvidos no seu cuidado. A partir da revisão das etapas evolutivas das crianças, este artigo tem o objetivo de auxiliar a identificar as reações que elas apresentam diante da sua própria doença e/ou morte, ilustrando com alguns exemplos clínicos. Destaca-se a importância da participação da consultoria psiquiátrica na internação hospitalar em pediatria, que pode ser requisitada para avaliar e/ou atender, do ponto de vista psiquiátrico, a criança portadora de doença grave ou terminal e, também, a família do paciente. Cabe ainda ao consultor psiquiátrico o desafio de proporcionar atenção à equipe assistente, visto que o estresse a que são submetidos os "profissionais da linha de frente" é de tamanha intensidade, que alguns autores o compararam ao vivido no campo de batalha. A busca de um conhecimento profundo sobre si mesmos e sobre os aspectos relacionados à doença e à natureza do paciente sob seus cuidados pode permitir que os profissionais de saúde se posicionem com tranquilidade diante de uma criança gravemente doente e sua família. Quaisquer decisões que venham a ser tomadas precisam estar de acordo com os princípios éticos que cada indivíduo adota, mas também de acordo com os princípios éticos vigentes na contemporaneidade.(AU)

The treatment of a severely or terminally ill child is a very complicated situation that involves psychological issues of great significance to the patient, the family and all those involved in their care. From the review of the child's developmental stages, this study aims to help identify their reactions in front of their illness or death, illustrating with some clinical examples. We highlight the importance of the participation of the psychiatric consultation service during pediatric hospitalization, since the terminally ill child, the family, or both, frequently need psychiatric assessment or attention. The psychiatrist also has the challenge of providing attention to the "front-line" healthcare team, since the stress they experience is such that some authors compare it to the stress experienced in the battle field. The search for a profound knowledge about themselves and aspects related to the disease and the nature of the patient under their care, may allow healthcare professionals to acquire a calm stance when facing severely ill children and their families. Any decisions taken should be in agreement with ethical principles, both those held by each individual and those prevailing in contemporary times.(AU)
Descritores: Psiquiatria Infantil
Crescimento e Desenvolvimento
Medicina Paliativa
Doente Terminal/psicologia
Limites: Criança
Adolescente
Responsável: BR556.1 - Biblioteca Centro de Estudos Luis Guedes



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde