Base de dados : LILACS
Pesquisa : H02.403.720 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 11866 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 1187 ir para página                         

  1 / 11866 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lefèvre, Fernando
Texto completo
Id: lil-567191
Autor: Otenio, Marcelo Henrique; Pereira, Janaína Aparecida; Otenio, Cristiane Corsini Medeiros; Melo, Simone Cristina Castanho Sabaini de; Lefèvre, Ana Maria Cavalcanti; Lefèvre, Fernando.
Título: O conhecimento da esquistossomose para pacientes positivos / The role of knowledge on schistosomiasis for the positive patient
Fonte: HU rev;36(2), abr.-jun. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: A esquistossomose também conhecida como "Doença do Caramujo" e "Barriga d'água" é considerada, ainda nos dias atuais, como um importante problema de saúde pública, uma vez que há uma ampla distribuição geográfica de focos de contaminação e uma larga relação de fatores ambientais e sociais que possibilitam a sua transmissão, e dificultam as ações de controle. É relevante identificar a representação da esquistossomose para pacientes positivos com o intuito de entender o processo pelo qual as pessoas constroem o conhecimento e dão significado à prevenção da doença, partindo do princípio de que a realidade vivida é uma representação e, nesta representação, os atores sociais se movem e direcionam suas vidas. Esta pesquisa foi desenvolvida no município de Santa Amélia, localizado na região norte do estado do Paraná, Brasil, e buscou conhecer o significado da esquistossomose para os pacientes positivos. Utilizou-se como estratégia metodológica em pesquisa qualitativa a construção do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) que consiste numa forma qualitativa de representaro pensamento de uma coletividade, agregando em um discurso-síntese os conteúdos discursivos de sentidos semelhantes emitidos por pessoas distintas. Os discursos revelam que 56% dos sujeitos entrevistados compartilham da falta de conhecimento além do acúmulo de informações errôneas sobre esquistossomose pelos pacientes positivos desta doença. Por refletir a realidade dos próprios atores sociais, os resultados obtidospoderão subsidiar a (re) construção de práticas mais adequadas na relação homem-saúde-ambiente.

Also known as "snail disease" or as "water belly", schistosomiasis is still considered an important public health problem in Brazil. Control of the disease is difficult given the wide geographical distribution of contamination sources, and the complex interplay of environmental and social factors that promote the transmission of the disease and impede the control actions. As such, it becomes relevant to identify the representation and significance of schistosomiasis for patients tested as positive for the disease, aiming at a fundamental understanding of the process that leads to knowledge and give meaning to the prevention of disease, assuming that the lived reality is a representation and this representation the social actors move and direct their lives. Therefore, the present study seeks to elucidate the social meaning of schistosomiasis for disease-positive individuals, and was conducted at Santa Amelia Township, in the northern region of Parana state, Brazil. This research adopted the Discourse of the Collective Subject (DCS) technique, which consists of a qualitative way to represent the thoughts of a group by merging similar speech contents uttered by interviewed individuals into a single synthetic declaration. The resulting declarations show that 56% of the DCS-interviewed individuals share a lack of knowledge beyond the accumulation of wrong information on schistosomiasis. Because they reflect the reality of the social actors themselves may help the (re) construction of best practices in human-health-environment.
Descritores: Esquistossomose
-Esquistossomose/transmissão
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Saúde Pública
Pesquisa Qualitativa
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  2 / 11866 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050439
Autor: Scaldaferri, Natasha Zanaroli.
Título: Análise jurídica sanitária dos desafios enfrentados pelos médicos prescritores frente às necessidades dos usuários do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo / Not available.
Fonte: São Paulo; s.n; 2020. 156 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O Instituto da Criança do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da USP, realiza anualmente cerca de 700 mil exames laboratoriais, 66 mil consultas ambulatoriais e 2 mil cirurgias. Considerando números dessa magnitude, sendo centro de referência em 21 especialidades para tratamento de crianças e adolescentes, não só de São Paulo, como do país inteiro, esta pesquisa se propôs explorar as dificuldades dos médicos prescritores do ICr em concretizar o Direito à Saúde, frente as necessidades dos usuários do Instituto. Para tanto, foram selecionados aleatoriamente 31 médicos pediatras prescritores para responderem 6 questões abertas. Dentre os principais pontos apresentados por eles estão os conflitos com indústria farmacêutica, grande volume de pacientes atendidos, falta de disponibilidade de terapias, defasagem na incorporação de tecnologias, limitação de medicamentos, a questão social dos pacientes e familiares, gestão de pessoas e pressão da gestão para cumprimento de regras. A Instituição, por sua vez, possui medidas e recomendações em relação ao atendimento de pacientes, à prática médica, à prescrição de medicamentos e insumos, judicialização e outras. Nos entrevistados foram identificadas algumas falhas, principalmente acerca do entendimento do papel que exercem na concretização do SUS e de que forma podem agir na tentativa de modificar seu cenário. A alternativa proposta foi o uso da Educação Permanente em Saúde como uma ferramenta de problematização e reflexão, de forma coletiva, sobre a realidade e particularidades que necessitam ser consideras. Proporcionar uma visão integral do SUS e estimular práticas inovadoras para superação de obstáculos faz com que os médicos se sintam ouvidos e empoderados e, ao mesmo tempo, os profissionais estarão mais bem preparados para o cumprimento de normas administrativas e judiciais que envolvam a administração pública.

The Children Institute of the Hospital das Clínicas, Faculty of Medicine of USP, annually conducts about 700,000 laboratory tests, 66,000 outpatient consultations and 2,000 surgeries. Considering numbers of this magnitude, being a reference center in 21 specialties for the treatment of children and adolescents, not only from São Paulo, but from all over the country, this research aimed to analyze the health and legal challenges faced by prescribing doctors in achieving the Right to Health compared to the needs of the users of the Institute of Children of the Hospital das Clínicas of School of Medicine of University of São Paulo. Therefore, 31 prescribing pediatric doctors were randomly selected to answer 6 open questions. Among the main points presented by them are the conflicts with the pharmaceutical industry, the large volume of patients attended, the lack of therapies availability, the lack of technology incorporation, the limitation of drugs, the social issue of patients and their families, the people management and the pressure for compliance with rules. The institution, in turn, has measures and recommendations regarding patient care, medical practice, prescription of drugs and supplies, judicialization and others. In the interviewees some flaws were identified, mainly about the understanding of the role they play in the implementation of SUS and how they can act in an attempt to modify their scenario. The proposed alternative was the use of Permanent Health Education as a tool of problematization and reflection, collectively, about the reality and particularities that need to be considered. Providing an integral view of the SUS and stimulating innovative practices to overcome obstacles makes doctors feel heard and empowered, while professionals are better prepared to comply with administrative and judicial standards involving public administration.
Descritores: Direito à Saúde
Saúde Pública
Educação Continuada
Prescrições
-Sistema Único de Saúde
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  3 / 11866 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050199
Autor: Lira, Flávio Bispo de; Ulle, Cibele Martins dos Santos; Mattos, Magda de.
Título: Acidentes motociclisticos e ações educativas no trânsito em município do estado de Mato Grosso / Motorcyclical accidents and educational actions in transit in municipality of the state of Mato Grosso
Fonte: Enferm. foco (Brasília);10(3):141-146, jul. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: Caracterizar os acidentes motociclisticos atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) nos anos de 2014 e 2015 e descrever as ações de educação no trânsito em município do estado de Mato Grosso. Metodologia: Estudo transversal, exploratório e descritivo, utilizando os relatórios das ocorrências do SAMU nos anos de 2014 a 2015 e análise documental disponibilizado pela Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito. Resultados: Os acidentes envolvendo motocicletas caracterizou predominantemente o sexo masculino, na faixa etária de 18 a 35 anos em ambos os anos da pesquisa, destacando a colisão entre carro e moto, no horário das 06:00 às 17:59 horas. Conclusão: Destaca-se um aumento do número de acidentes envolvendo motocicletas de 2014 para 2015, atingindo jovens adultos do sexo masculino. Embora exista ações educativas no município, entende-se que é extremamente importante planejar novas ações e abordagens metodológicas capazes de sensibilizar a população condutora de veículos automotores. (AU)

Objectives: To characterize the motorcycle accidents attended by the Mobile Emergency Care Service (SAMU) in the years 2014 and 2015 and describe the actions of education in traffic. Methodology: A descriptive, descriptive study with a quantitative approach, in which the analysis of the occurrences of SAMU services in the years 2014 to 2015 and the educational actions carried out in the municipality of Rondonópolis, state of Mato Grosso, were carried out. Results: Data showed a predominance of males, aged between 18 and 35 years in both years, with car and motorcycle collisions between 06:00 and 17:59 hours. The educational actions carried out focused on defensive direction lectures and theater with puppets to early childhood education. Conclusion: There is an increase in the number of accidents involving motorcycles from 2014 to 2015, reaching young males and few educational activities for safer traffic. (AU)

Objetivos: Caracterizar los accidentes motociclísticos atendidos por el Servicio de Atención Móvil de Urgencia (SAMU) en los años 2014 y 2015 y describir las acciones de educación en el tránsito. Metodología: Estudio documental, descriptivo, con abordaje cuantitativo, en que se realizó el análisis de las ocurrencias de atendimientos del SAMU en los años 2014 a 2015 y las acciones educativas realizadas en el municipio de Rondonópolis, estado de Mato Grosso. Resultados: Datos evidenciaron predominancia del sexo masculino, en el grupo de edad de 18 a 35 años en ambos años investigados, destacándose colisiones entre auto y moto, en el horario entre las 06:00 y las 17:59 horas. Las acciones educativas realizadas se enfocaron en conferencias de dirección defensiva y teatro con títeres a la educación infantil. Conclusión: Se destaca un aumento del número de accidentes involucrando motocicletas de 2014 para 2015, alcanzando jóvenes adultos del sexo masculino y pocas actividades educativas para un tránsito más seguro. (AU)
Descritores: Motocicletas
-Acidentes de Trânsito
Saúde Pública
Morbidade
Serviços Médicos de Emergência
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  4 / 11866 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048620
Autor: Kondratyev, Sergey Alekseevich; Turkina, Anna Yu; Franco, Ademir; Budina, Tatiana Vasilievna; Ovsienko, Alexey Genadievich.
Título: Prevalence of oral diseases and the assessment of t he simplified oral hygiene, decayed-missing-filling an d community periodontal indices among inmates of the russian federation / Prevalência de doenças bucais e a investigação dos índices de higiene oral simplificado, dentes cariados-peridos-restaurados e índice periodontal comunitário em detentos da federação russa
Fonte: Biosci. j. (Online);35(2):666-673, mar./apr. 2019. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: To investigate the prevalence of oral diseases and to assess the simplified oral hygiene (OHI-S) index, the decayed-missing-filled teeth (DMFT) index and the community periodontal index (CPI)among inmates incarcerated in the Russian Federation. The sample consisted of 175 male and 130 female inmates serving sentences at corrective colonies in the region of Kirov, Russia. Information about level of education, time of incarceration and general health status were collected via personal interviews. Additionally, the inmates underwent extra- and intraoral exams in the search for clinically detectable lesions and oral diseases. A quantitative analysis of the oral health was established through the assessment of OHI-S, DMFT and CPI indices. These indices were statistically tested for their association with inmates' time of incarceration and level of education. Complete dentition, partial tooth loss and edentulism were observed in 10.5%, 81.9% and 7.5% of the sample. Dental caries (92.4%), periodontal diseases (55.7% periodontitis and 33.1% gingivitis), diseases of pulp and periapical tissue (87.9%) were the most prevalent findings. The most prevalent disease in the oral mucosa was the cheilitis (64.9%) followed by glossitis (21.9%) and palatal nicotinic leukokeratosis (28.8%). OHI-S and DMFT indices showed strong positive association with time of incarceration and level of education. Higher index scores were observed in inmates in prison for a longer time and with a lower level of education (p=0.001). These outcomes highlight the need for promoting oral health care policies to inmates incarcerated in prisons of the Russian Federation.

Investigar a prevalência de doenças bucais e os índices de higiene oral simplificado (IHO-S), dentes cariados-perdidos-restaurados (CPO-D) e índice periodontal comunitário (CPI) em detentos daFederação Russa. A amostra consistiu de 175 homens e 130 mulheres encarceradas em colônias corretivas na região de Kirov, na Federação Russa. Informações relacionadas ao nível educacional, tempo de encarceramento e condição de saúde geral foram coletadas por meio de entrevistas. Adicionalmente, exames extra e intrabucais foram realizados com a finalidade de detectar possíveis doenças e lesões em dentes e tecidos moles. Análise quantitativa da saúde bucal foi conduzida por meio da investigação dos índices IHO-S, CPO-D e CPI. Estes índices foram testados estatisticamente em face de sua associação com o nível educacional e tempo de encarceramento dos detentos. Dentição completa, parcial e edentulismo foram observadas em 10.5%, 81.9% e 7.5% da amostra. Cárie (92.4%), doença periodontal (55.7% periodontite e 33.1% gengivite) e doenças pulpares (87.9%) foram as mais prevalentes. Queilite (64.9%), glossite (21.9%) e estomatite nicotínica no palato (28.8%) foram as lesões mais prevalentes em mucosa. Forte Associação positiva foi verificada entre os índices IHO-S e CPO-D e o nível educacional e tempo de encarceramento dos detentos. Quanto menor o nível educacional e maior o tempo de encarceramento, maiores foram os referidos índices (p=0.001). Conclusão:Estes resultados apontam para a necessidade de promoção de políticas direcionadas ao cuidado bucal em detentos encarcerados na Federação Russa.
Descritores: Prisioneiros
Saúde Bucal
Saúde Pública
-Diagnóstico
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  5 / 11866 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-294761
Autor: Mera, Jorge.
Título: Tendencia hacia la medicalización. La atención médica del PAMI: anécdotas y problemas de fondo / The medical care in the PAMI: anecdotes and structural problems
Fonte: Med. infant;3(1):60-62, mar. 1996.
Idioma: es.
Descritores: Saúde do Idoso
Serviços Básicos de Saúde
Saúde Pública/tendências
-Argentina
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Meia-Idade
Responsável: AR305.1 - SID - Servicio de Información y Documentación


  6 / 11866 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050082
Autor: Sanchez, Maria Paula Auad de Carvalho.
Título: Diferenças inter-regionais na implementação da vigilância da qualidade da água em relação ao fluoreto no Brasil, 2015 / Interregional differences in the implementation of water quality surveillance in relation to fluoridenin Brazil, 2015.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 99 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: A vigilância da qualidade da água é a principal estratégia para assegurar sua potabilidade e avaliar os riscos que os sistemas e as soluções alternativas de abastecimento de água podem representar para a saúde humana. Entre os parâmetros da vigilância destaca-se o íon flúor (fluoreto), em decorrência dos riscos e benefícios que sua concentração pode representar para a saúde humana. Objetivo: Analisar a estrutura e o grau de implementação das atividades de vigilância da qualidade da água de abastecimento público em relação ao parâmetro fluoreto entre os Estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal. Métodos: Foram utilizados como base para análise 27 questionários aplicados aos responsáveis pela vigilância da água, com o intuito de investigar as atividades de vigilância para o monitoramento da qualidade da água para consumo humano em relação ao fluoreto. O grau de implementação foi considerado incipiente, intermediário ou avançado, conforme critérios/indicadores definidos com base em um modelo lógico. Resultados: Apenas sete unidades federativas realizavam a vigilância do parâmetro fluoreto, necessitando, as demais de uma melhor estruturação, implementação de atividades, incentivo e/ou interação entre os níveis de governo, os órgãos de vigilância e os especialistas. Conclusão: Para alcançar um grau avançado de implementação da vigilância da qualidade da água em relação ao fluoreto em todos as unidades da federação, mecanismos de coordenação e do processo de governança dessa política nesse subsetor institucional do setor saúde devem ser aprimorados.

Introduction: Water quality surveillance is the main strategy to ensure its potability and to assess the risks that water supply systems and alternative solutions may pose to human health. Among the surveillance parameters, fluorine ion (fluorides) stands out, due to the risks and benefits that its concentration may represent for human health. Objective: Analyze the structure and degree of implementation of public water quality monitoring activities in relation to the fluoride parameter between Brazilian states, including the Federal District. Methods: Twenty-seven questionnaires were applied to the authorities responsible for water surveillance in order to investigate the monitoring activities of the water quality for human consumption. The level of implementation was considered incipient, intermediate or advanced according to criteria/ indicators defined based on a logical model. Results: Only seven federative units were monitoring the fluoride parameter while the others units needed better structuring, implementation of activities, encouragement and/or interaction between government levels, administrative cores and experts. Conclusion: To achieve an advanced grade of implementation of the fluoride surveillance in all units of the federation, coordination mechanisms and the governance process of this policy in this institutional subsector of the health sector should be improved.
Descritores: Água Potável
Fluoretação
Saúde Pública
Vigilância
Vigilância Sanitária Ambiental
-Qualidade da Água
Fluoretos
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  7 / 11866 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1026290
Autor: Mielke, Gregore Iven; Ricardo, Luiza; Wendt, Andrea; Christofaro, Diego Giulliano Destro; Owen, Neville.
Título: Descriptive epidemiology of high TV-viewing time in Brazilian adults / Epidemiologia do excesso de tempo assistindo televisão em adultos brasileiros
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;23:1-6, fev.-ago. 2019. fig, tab.
Idioma: en.
Resumo: High volumes of daily television viewing time increase risk of cardiovascular disease and other health problems. We report the descriptive epidemiology of high (3+ hrs/day) and very high (5+ hrs/day) television (TV ) viewing time and their correlates among Brazilian adults.Data from 60,202 participants (18 more years of age) in the National Health Survey carried in 2013 were analysed. The proportions of adults spending more than 3 hours per day and more than 5 hours/day watching TV were calculated. Descriptive and adjusted analyses examined variations in the prevalence of high and very high (of TV viewing time by age, educational attainment and physical activity level, separately for men and women. Prevalence in a normal day of high TV viewing time was 28.9% and was 8.9% for very high TV time. Overall, women and those who were less educated reported more TV time than did men and the more educated. There was a slightly inverse association between physical activity practice and TV time for men but there was not a clear association between physical activity and time spent watching TV among women. Prevalence of very high TV time was 46% lower among high-educated women than their counterparts.The prevalence of high and very high TV time suggests the need to implement actions to address high levels of TV time as a prevalent leisure-time sedentary behaviour and to promote attractive active recreational options at the population level in Brazil

O excesso de tempo assistindo televisão (TV ) podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares e outros problemas de saúde. O objetivo desse estudo foi descrever o excesso de tempo de televisão e seus correlatos entre adultos brasileiros. Foram analisados dados de 60.202 participantes (18 anos ou mais) na Pesquisa Nacional de Saúde, realizada em 2013. A prevalência de adultos que passaram mais de 3 horas por dia e mais de 5 horas/dia assistindo TV foram calculados para homens e mulheres de acordo com idade, nível de escolaridade e nível de atividade física. A prevalência participantes que relataram mais de 3 horas por dia de TV foi de 28,9%, enquanto 8,9% relataram mais de 5 horas por dia. Mulheres e participantes com menor escolaridade relataram mais tempo de TV quando comparados aos seus pares. Homens que praticaram mais atividade física relataram menos tempo de TV, entretanto o mesmo não foi observado em mulheres. A prevalência de mais de 5 horas por dia em TV foi 46% menor entre as mulheres com alto nível de escolaridade. Estes resul-tados sugerem a necessidade de implementar ações em nível populacional que considerem o comportamento sedentário, ratificando a importância em promover opções atrativas de lazer ativo para população
Descritores: Demografia
Saúde Pública
Epidemiologia
Estilo de Vida Sedentário
Atividade Motora
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  8 / 11866 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-846254 LILACS-Express
Autor: Rios, Clarice.
Título: “ Nada sobre nós, sem nós”? O corpo na construção do autista como sujeito social e político / “ Nothing about us, without us”? The body in the construction of people with autism as social and political subjects / ¿"Nada sobre nosotros, sin nosotros"? El cuerpo en la construcción del autista como sujeto social y político
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(25):212-230, jan.-abr. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A aprovação da Lei no 12.764, que reconhece os autistas como pessoas com deficiência para todos os efeitos legais, marca também a aliança dos familiares de autistas com um movimento social e político mais amplo, o movimento das pessoas com deficiência. Entretanto, o caso do autismo e o de pessoas com deficiência intelectual grave impõem enormes desafios a esse modelo de ativismo. Este artigo discute a construção do autista como sujeito social e político a partir da observação das diferentes formas de interação entre autistas e pais/cuidadores, com especial atenção aos usos do corpo nessas interações. Para tal, examino dois casos paradigmáticos, observados no trabalho de campo, e proponho que as diferentes dinâmicas relacionais que se estabelecem entre pais/cuidadores e autistas sinalizam diferentes estratégias de ativismo e de construção do sujeito autista.

Abstract The approval of Brazilian federal law 12.764, which recognizes people with autism as persons with a disability for all legal purposes, also points to the alliance between parents of autistic people and the larger political movement of people with disabilities. However, autism and severe intellectual disabilities pose great challenges to this model of activism. This article discusses the construction of autistic people as political and social subjects, based on observations of the different forms of interaction between people with autism and parents/caregivers, with special attention to the uses of the body. Examining two paradigmatic cases, observed during fieldwork, I argue that the different relational dynamics established between parents/caregivers and autistic people index different strategies of activism and of construction of the autistic subject.

Resumen La aprobación de la Ley Nro. 12764, que reconoce los autistas como sujetos con discapacidad para todos los efectos legales, marca también la alianza de los familiares de autistas con un movimiento social más amplio: el movimiento de las personas con discapacidad. Sin embargo, tanto el autismo como otros casos de deficiencia intelectual grave imponen enormes desafíos para este modelo de activismo. El presente artículo discute la construcción de la persona con autismo como sujeto social y político sobre la base de observaciones de diferentes formas de interacción entre autistas y padres/cuidadores, con especial atención en los usos del cuerpo en las interacciones. Con este propósito, examino dos casos paradigmáticos durante recogidos a través de trabajo de campo y propongo que las diferentes dinámicas relacionales que se establecen entre padres/cuidadores e autistas indexan diferentes estrategias de activismo y de construcción del sujeto autista.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Brasil
Saúde Pública
Pessoal de Saúde
Participação da Comunidade
Transtorno do Espectro Autista
Ativismo Político
Transtornos Mentais
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  9 / 11866 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047130
Autor: Rodríguez, Guadalupe(edt); Medrano, Ma; Castro, Rosa; Rivera, Patricia.
Título: Funcionalidad familiar y depresión en adultos mayores en una institución de salud de Ciudad Victoria / 33Artículo originalRevistade enfeRmeRía neuRológica. ISSN: 1870-6592, Vol. 17, núm. 2, mayo-agosto 2018: pp. 33-41.Instituto Nacional de Neurología y Neurocirugía Manuel Velasco SuárezRevista deEnfermería NeurológicaFamily function and depression in adults seniors in a health institution of Ciudad Victoria
Fonte: Rev. enferm. neurol;17(2):33-41, may-ago 2018.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la familia es el grupo fundamental para incrementar el estado de salud de los adultos mayores, ya que promueve el bienestar y el desarrollo psicoemocional en los cuales la depresión es considerada como problema de salud pública pues involucra no sólo la intervención familiar sino también la del sector salud. Objetivo: determinar la relación que existe entre depresión y funcionalidad familiar en el adulto mayor que acude a una unidad de salud de segundo nivel de atención en Ciudad Victoria, Tamaulipas, México. Material y métodos: estudiocuantitativo, descriptivo-transversal y correlacional realizado con 139 adultos mayores en una institución de salud de la localidad mediante muestreo probabilístico aleatorio simple, a través de entrevista y aplicación del Apgar familiar y escala de Yesavage. Los datos se analizaron mediante el programa SPSS v.22 a través de estadística descriptiva e inferencial. Resultados: edad promedio 68.14 años, predominio femenino 63%, con escolaridad pri-maria 87%; 80% con ausencia de sintomatología depresiva, 81% bajo un entorno familiar normofuncional. Conclusión: si existe relación entre ambas variables (p= 0.01).
Descritores: Depressão
-Idoso
Saúde Pública
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: MX380.1 - Coordianción de Investigación en Enfermería


  10 / 11866 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-904020 LILACS-Express
Autor: Sanabria, Guillermo Vega.
Título: Ciência, justiça e antropologia no debate sul-africano da AIDS: produção de sensibilidades e regulação moral entre especialistas / Science, justice and anthropology in the south african debate on AIDS: making sensibilities and moral regulation among specialists / Ciencia, justicia y antropología en el debate surafricano del SIDA: producción de sensibilidades y regulación moral entre especialistas
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(26):191-212, maio-ago. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O texto relata minha experiência enquanto pesquisava o :debate da AIDSd ocorrido na África do Sul na década de 2000. A partir de pesquisa em arquivos, entrevistas e observação participante em ambientes acadêmicos e entre especialistas da AIDS, exploro as críticas de alguns dos meus interlocutores contra o suposto relativismo e a alegada postura dos antropólogos em face da controvérsia. Em meio a constantes apelos para combater o negacionismoc da AIDS, desconfiança e mesmo aberto rechaço ao pensamento antropológico, analiso minha inserção em redes de pesquisadores e ativistas na Cidade do Cabo, à luz do enfrentamento entre "ortodoxos" ou defensores da ciência da AIDSc e negacionistasn ou dissidentesd. A dificuldade habitual da pesquisa etnográfica é atualizada neste caso, mas ele também coloca um novo desafio: como pode o conhecimento antropológico contribuir para uma melhor compreensão de disputas, sobretudo quando, do ponto de vista .nativon, tais disputas parecem insuperáveis ou inexistem?

Abstract This paper describes my doctoral fieldwork while researching the "AIDS debate" in South Africa. From archives, interviews, and participant observation in academic contexts and expert communities, I explore criticisms raised by some interlocutors against the alleged anthropological relativism and what they regard as the unsuitable position of anthropologists into the controversy. Amid pressure to 'combat AIDS denialism', mistrust and even open rejection of the anthropological thought, I also consider my personal situation into the academic and activists networks in Cape Town in light of the clash between "orthodox" or supporters of "science of AIDS" and "denialists" or "dissidents". The usual difficulty of the ethnographic research is updated in this case, but it also brings up a new challenge: how anthropological knowledge can contribute to a better understanding of disputes and promote agreements especially when from native's viewpoint such disputes seem nonexistent or insurmountable?

Resumen Este texto relata mi experiencia mientras investigaba el "debate del SIDA" ocurrido en Sudáfrica en la década de 2000. A partir del trabajo en archivos históricos, entrevistas y observación participante en ambientes académicos y entre especialistas del SIDA, exploro las críticas de algunos de mis interlocutores contra el supuesto relativismo y la alegada postura de los antropólogos durante la controversia. En medio de constantes llamados para :combatir el negacionismoc del SIDA, desconfianza e incluso un abierto rechazo del pensamiento antropológico, analizo mi participación en redes de investigadores e activistas en Ciudad del Cabo, a la luz del enfrentamiento entre ortodoxoso o defensores de la ciencia del SIDAc y negacionistasn o disidentesd. Este caso actualiza la dificultad habitual del trabajo etnográfico, pero también sugiere un nuevo reto: ¿cómo puede el conocimiento antropológico contribuir a una mejor comprensión de disputas, sobre todo cuando, desde el punto de .nativon, tales disputas parecen insuperables o inexistentes?
Descritores: África do Sul
Saúde Pública
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
HIV
Epidemias
Antropologia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Entrevista
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C



página 1 de 1187 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde