Base de dados : LILACS
Pesquisa : H02.403.720 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 12501 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 1251 ir para página                         

  1 / 12501 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-431383
Autor: Sanglard, Gisele Porto.
Título: Entre os salões e o laboratório: filantropia, mecenato e práticas científicas - Rio de Janeiro, 1920-1940 / Between the saloons and the laboratory: philanthrophy, maecenatry and scientifical practices - Rio de Janeiro, 1920-1940.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2005. 261 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Estuda o processo de patrocínio privado à ciência no Brasil, na primeira metade do século vinte. Mais especificamente estará estudando a relação do industrial Guilherme Guinle com o médico e cientista Carlos Chagas e as ações que dela resultaram: de um lado, a contrução dos hopitais para sifilíticos e para cancerosos, na década de 1920, no Rio de Janeiro, onde suas ações estão diretamente relacionadas à política de Saúde Pública levada a cabo pela gestão de Carlos Chagas frente ao Departamento Nacional de Saúde Pública. E, de outro lado, o apoio aos projetos desenvolvidos por Evandro Chagas, Carlos Chagas Filho e Walter Oswaldo Cruz, ainda com forte vinculação aos ideais do "nacionalismo sanitário" defendido por Carlos Chagas. Em resumo, essa tese pretende explorar os caminhos que permitiram que o mecenato e a filantropia de Guilherme Guinle à ciência e à saúde acontecessem no Rio de Janeiro dos anos de 1920 e 1940.
Descritores: Assistência Médica/história
Ciência/história
Hospitais Filantrópicos/história
Política de Saúde/história
-Brasil
Saúde Pública/história
Responsável: BR1273.1 - Biblioteca de História das Ciências e da Saúde
BR1273.1; 509, S225e; BR191.1


  2 / 12501 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1128287
Autor: Mello, Júlio Brugnara; Duncan, Michael; Dias, Arieli; Bergmann, Gabriel; Gaya, Anelise Reis; Gaya, Adroaldo.
Título: Biological and urban environmental variables as correlates of adolescents' physical activity / Variáveis biológicas e do ambiente urbano como correlatos da atividade física de adolescentes
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;25:1-10, set. 2020. tab, fig.
Idioma: en.
Resumo: The aim of this study was to examine the biological and urban environment variables that associate with physical activity (PA) in adolescents. After this, to examine the interrelationship between bio-logical, urban environment variables and PA in structural equation analysis. This was a cross-sectional study with an adolescents' randomized sample. Measures included PA (steps per day by pedometers); self-report questionnaire; geographical location; 'geocoding' process; and direct observation and cardiorespiratory fitness (by 6-min run test). Linear and binary logistic regression models were tested. In addition, moderation and mediation analysis were tested. The sample consisted of 236 adolescents (61.9% girls) aged 14 to 18 years. The commuting to school was associated with residence distance to school (OR = 6.41; CI95%: 1.01-40.80) and walkability (OR = 1.40; CI95%: 1.02-1.94). The gender moderates the relationship between walkability and commuting to school, association only in girls (OR = 1.72; p < 0.05). The relationship between the use of public spaces and PA was reduced (Ƨ = -1320.6 steps/day; p < 0.05) in the presence of cardiorespiratory fitness (mediation effect). In conclusion, adolescents' PA is associated with the use of public spaces, but this relation is mediated by cardiorespiratory fitness. In addition, PA is associated with commuting to school. This commuting is associated with residence distance to school and walkability just in girls

O objetivo deste estudo foi examinar as variáveis biológicas e do ambiente urbano que se associam à atividade física (AF) em adolescentes. Em seguida, examinar a inter-relação entre variáveis biológicas, do ambiente urbano e AF em uma análise de equações estruturais. Estudo transversal com amostra randomizada de adolescentes. As medidas incluíram AF (passos/dia por pedômetros); questionário de autorrelato; localização geográfica; processo de 'geocodificação'; observação direta e aptidão cardiorrespiratória (por teste de corrida de 6 min). Modelos de regressão logística linear e binária foram testados. Além disso, análises de moderação e mediação foram testadas. A amostra foi composta por 236 adolescentes (61,9% meninas) de 14 a 18 anos. O deslocamento até a escola esteve associado à distância entre a residência e a escola (OR = 6,41; IC95%: 1,01-40,80) e ao walkability (OR = 1,40; IC95%: 1,02-1,94). O gênero modera a relação entre o walkability e deslocamento para a escola, associação apenas em meninas (OR = 1,72; p < 0,05). A relação entre o uso de espaços públicos e AF foi reduzida (∆ß = -1320,6 passos/dia; p < 0,05) na presença de aptidão cardiorrespiratória (efeito mediador). Concluindo, a AF de adolescentes está associada ao uso de espaços públicos, mas essa relação é mediada pela aptidão cardiorrespiratória. Além disso, a AF está associada ao deslocamento para a escola. Esse deslocamento está associado à distância entre a residência e a escola e ao walkability apenas em meninas
Descritores: Saúde Pública
Adolescente
Estudos de Avaliação como Assunto
Ambiente Construído
Atividade Motora
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  3 / 12501 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Andrade, Douglas Roque
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1128293
Autor: Guerra, Paulo Henrique; Ribeiro, Evelyn Helena Corgosinho; Rodrigues, Tiago de Lima; Andrade, Douglas Roque; Loch, Mathias Roberto.
Título: Effects of community-based interventions on physical activity levels: systematic review / Efeitos de intervenções comunitárias nos níveis de atividade física: revisão sistemática
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;25:1-8, set. 2020. tab, fig.
Idioma: en.
Resumo: Aiming to evaluate the effects of community-based interventions on the physical activity (PA) levels in adults, in December, 2017 a systematic review was developed in five electronic databases (Pubmed, Physical Education Index, Scopus, Sportdiscus e Web of Science) and in reference lists, looking for community-based randomised controlled trials (RCT) with interventions aimed at PA increasing levels assessed by objective methods in samples of adults. Risk of bias was assessed using an adapted version of the EPHPP instrument. Of 3,223 articles initially identified, nine composed the descriptive synthesis. Most interventions focused on inactive people and women. In view of the heterogeneity between the PA indicators, a descriptive synthesis of the data was chosen, thus, considering number of steps per day, four of five interventions showed statistically positive results. In regard of moderate-to-vigorous PA levels, two of five interventions showed potential results. Most of interventions were based on educational activities as practices of counselling, home visits and telephone support. Articles with moderate risk of bias were the majority in four of the five domains assessed. In conclusion, most of the studies included showed the potential of community-based interventions to increase the number of steps per day. It is important that future studies discuss operational strategies of interventions, such as counselling and home visits

Com o objetivo de avaliar os efeitos de intervenções comunitárias nos níveis de atividade física (AF) em adultos, em dezembro de 2017 foi desenvolvida uma revisão sistemática, buscando ensaios controlados randomizados (ECR) comunitários com intervenções voltadas à promoção da AF avaliadas por métodos objetivos em amostras de adultos. Ao todo, nove ECR compuseram a síntese descritiva. A maioria dos ECR foi direcionada às pessoas inativas e mulheres. Considerando o número de passos por dia, quatro das cinco intervenções apresentaram resultados estatisticamente positivos. Em relação aos níveis de AF moderadas e vigorosas, duas de cinco intervenções apresentaram resultados potenciais. A maioria das intervenções foi baseada em atividades educacionais como práticas de aconselhamento, visitas domiciliares e chamadas telefônicas. Em conclusão, a maioria dos estudos incluídos mostrou o potencial das intervenções comunitárias ao aumento do número de passos por dia. É importante que futuros estudos debatam estratégias operacionais das intervenções, como o aconselhamento e visitas domiciliares
Descritores: Saúde Pública
Revisão
Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Adulto
Atividade Motora
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 12501 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1130053
Autor: Gerbase, Antonio; Oliveira, Vanessa Martins de; Basgalupp, Suelen Porto; Dornelles, Thayane Martins; Brito, Emerson Silveira de; Pretto, Michele; Pedrott, Luana; Wendland, Eliana Márcia.
Título: Innovating the fight against syphilis: SIM Project / Inovando a luta contra a sífilis: Projeto SIM
Fonte: DST j. bras. doenças sex. transm;32:1-4, 2020.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Syphilis is a major public health problem. Its incidence has increased in Brazil, particularly in the Southern Region. New tools are available, and immediate action is necessary. Objective: To describe the pilot study of an investigation aimed to assess the prevalence of syphilis, hepatitis B and C, and HIV and evaluate three strategies for adherence to syphilis treatment. Methods: A spontaneous sample of participants was evaluated with a structured questionnaire and underwent rapid tests for syphilis, HIV, and hepatitis B and C after signing an informed consent form (ICF). Rapid tests reagent for syphilis were confirmed by quantitative venereal disease research laboratory (VDRL) and Treponema pallidum hemagglutination assay (TPHA). Participants with confirmation of syphilis were randomized into three groups for follow-up: telephone calls, SIM app, and usual care at the health unit. Results: During a two-day pilot, 68 participants were included. Fourteen (20.6%) had tests reagent for syphilis, 1 (1.5%) for hepatitis B, 3 (4.4%) for hepatitis C, and 1 (1.5%) for HIV. Eight (57.1%) of the initial 14 individuals with rapid tests reagent for syphilis agreed to participate in the study. Out of the 8 rapid tests for syphilis, 2 (25%) were confirmed as active syphilis (>1/8). Conclusion: The prevalence of active syphilis estimated in this population was 3.5%. The demand for tests was high. The COVID-19 epidemic had a negative impact on the development of the study, which is ready for implementation. Discussions on the role of such a testing unit and the coverage of the research project in a context that requires increasing COVID-19-focused testing are fundamental for the future development of the project.

Introdução: A sífilis é um importante problema de saúde pública. A incidência tem aumentado no Brasil, principalmente na Região Sul. Novas ferramentas estão disponíveis e uma ação imediata é necessária. Objetivo: Descrever o estudo piloto de uma pesquisa que avalia a prevalência de sífilis, hepatites B e C e HIV e três estratégias de aderência ao seguimento do tratamento. Métodos: Uma amostra espontânea de participantes foi avaliada com um questionário estruturado e testes rápidos para sífilis, HIV e hepatites B e C foram realizados após assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Os testes rápidos reagentes para sífilis foram confirmados por VDRL (venereal disease research laboratory) quantitativo e hemaglutinação para sífilis (Treponema pallidum hemagglutination assay ­ TPHA). Os participantes com confirmação de sífilis foram randomizados em três grupos para acompanhamento: ligações telefônicas, aplicativo do SIM e cuidados habituais na unidade de saúde. Resultados: Durante um piloto de dois dias, 68 participantes foram incluídos. Quatorze (20,6%) tiveram testes reagentes para sífilis, 1 (1,5%) para hepatite B, 3 (4,4%) para hepatite C e 1 (1,5%) para HIV. Oito (57,1%) dos 14 casos iniciais com teste rápido reagente para sífilis aceitaram participar do estudo. Dos 8 testes rápidos para sífilis, 2 (25%) foram confirmados como sífilis ativa (>1/8). Conclusão: A prevalência de sífilis ativa estimada nesta população foi de 3,5%. A demanda por exames foi alta. A epidemia de COVID-19 impactou negativamente o desenvolvimento do estudo, que está pronto para implementação. A discussão sobre o papel desta espécie de unidade de teste e a abrangência do projeto de pesquisa em um contexto que pede a expansão de testes focados na COVID-19 são fundamentais para o desenvolvimento futuro do projeto.
Descritores: Sífilis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Saúde Pública
-HIV
Hepatite C
Hepatite B
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR2499


  5 / 12501 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-902207
Autor: Sánchez Barrera, Odalys.
Título: Una mirada hacia la relación entre salud pública y farmacia / A look to the relationship between public health and pharmacy
Fonte: Rev. medica electron;39(4):858-861, jul.-ago. 2017.
Idioma: es.
Descritores: Farmácia/métodos
Saúde Pública/métodos
-Farmacêuticos/normas
Farmácia/normas
Farmácia/organização & administração
Sociedades/organização & administração
Saúde Pública/educação
Saúde Pública/normas
Saúde Pública/tendências
Cuidados Médicos/normas
Formulário Farmacêutico
Determinantes Sociais da Saúde/normas
Determinantes Sociais da Saúde/tendências
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CU424.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas


  6 / 12501 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1121004
Autor: Sam-Colop, Berta.
Título: Prevalencia y mortalidad de Enfermedad Renal Crónica en Guatemala (2008-2018) / Prevalencia y mortalidad de Enfermedad Renal Crónica en Guatemala (2008-2018)
Fonte: Cienc. tecnol. salud;7(1):95-106, 2020. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La enfermedad renal crónica (ERC) es una patología que se asocia a la diabetes y enfermedades cardiovasculares principalmente. Es la destrucción progresiva de unidades funcionales del riñón, hasta perder capacidad de filtrar sustancias tóxicas. Con el objetivo de contar con información y conocimientos epidemiológicos oportunos, que permitan contribuir a una adecuada orientación de acciones en salud pública, se llevó a cabo un análisis descriptivo de las bases de datos de morbilidad del Sistema Gerencial de Salud (Sigsa), Unidad Nacional de Atención al Enfermo Renal Crónico (Unaerc), y de mortalidad del Instituto Nacional de Estadística (INE), Códigos CIE10:N18-19. A partir de 2013 se agregaron casos de Unaerc a Sigsa; esto incrementó seis veces el número (601/4,099) entre 2012-2013; de igual forma se incrementó entre 2013/2018, 87 % (4,099/7,760) y entre 2008/2017 se incrementó 15 veces más. En 2018 el mayor número de casos se reportó en Guatemala, Santa Rosa, Petén y Escuintla. Las tasas de prevalencia más altas, fueron en Santa Rosa, Jutiapa, Petén, Guatemala, Escuintla y Quetzaltenango. El grupo de edad con mayor número de casos fue de 25 a 59 años. Entre 2008 y 2017, se documentaron 19,491 casos en estadio V. Durante los últimos 10 años, ha incrementado 56 % la mediana de fallecidos, siendo 2,085 casos anuales. La mortalidad fue mayor en los departamentos con clima cálido, con ocupaciones elementales y sin ninguna escolaridad. Es importante fortalecer el diagnóstico para la detección de estadios tempranos, además asegurar el tratamiento de diabetes mellitus y enfermedades cardiovasculares.

Chronic kidney disease (CKD) is a pathology mainly associated with diabetes and cardiovascular diseases. It is the progressive destruction of functional units of the kidney, until losing the ability to filter toxic substances. In order to have timely epidemiological information and knowledge, timely to contribute with an adequate orientation of actions in public health, a descriptive analysis was carried out of databases of Managerial Health System (Sigsa), National Unit for Chronic Kidney Disease Attention (Unaerc) for morbidity, and the National Institute for Statistics (INE) for mortality, ICD10 codes: N181. As of 2013, Unaerc cases were added to Sigsa; this increased the number (601/4,099) six times between 2012-2013. Similarly, it increased between 2013-2018, 87 % (4,099/7,760) and between 2008/2017 it increased 15 times more. In 2018 the highest number of cases was reported in Guatemala, Santa Rosa, Peten and Escuintla. The highest prevalence rates were in the departments of Santa Rosa, Jutiapa, Peten, Guatemala, Escuintla and Quetzaltenango. The age group with the highest number of cases was 25 to 59 years. Between 2008 and 2017, 19,491 cases were documented on stage V. During the last 10 years, the median number of deaths has increased by 5,685 per year. Mortality was higher in the departments with warm weather, with elementary occupations and without any schooling. It is important to strengthen the diagnosis for the detection of early stages, in order to allow safe treatment for diabetes mellitus and cardiovascular diseases.
Descritores: Prevalência
Morbidade/tendências
Insuficiência Renal Crônica/mortalidade
-Doenças Cardiovasculares
Saúde Pública
Diabetes Mellitus
Escolaridade
Guatemala/epidemiologia
Ocupações
Responsável: GT49.1


  7 / 12501 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1120572
Autor: Cerón, Alejandro.
Título: La determinación social de la enfermedad renal crónica de causas no tradicionales (ERCnT) en Guatemala / The social determination of chronic kidney disease of non-traditional causes (CKDnT) in Guatemala
Fonte: Cienc. tecnol. salud;7(1):77-86, 2020. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La Enfermedad Renal Crónica de Causas no Tradicionales (ERCnT) ha aumentado en los últimos 20 años, convirtiéndose en un problema de salud pública importante que se observa principalmente en países de Centroamérica y Asia, afectando especialmente a trabajadores agrícolas jóvenes. La presencia de factores de riesgo relacionados con toxinas, medio ambiente y condiciones laborales sugiere una causa multifactorial, la cual puede que involucre la exposición a agroquímicos, contaminantes ambientales, y episodios repetidos de deshidratación. La comprensión de las condiciones sociales que unen estos factores en grupos específicos de población es fundamental para el desarrollo de programas de salud pública tendientes a la prevención de esta epidemia devastadora. Luego de presentar brevemente los antecedentes, este ensayo discute el paradigma de causalidad de la enfermedad implícito en la literatura disponible sobre ERCnT, concretamente la "multicausalidad", sitúa el enfoque en su contexto histórico, y presenta sus fortalezas y limitaciones. Luego, el ensayo presenta dos paradigmas de causalidad que podrían ayudar a avanzar en la investigación sobre las causas de la enfermedad, específicamente los enfoques socioecológico y de determinación social de la salud. El ensayo concluye con recomendaciones para una agenda de investigación e intervención que enfoque en explicar las causas de la ERCnT.

Chronic Kidney Disease of non-Traditional Causes (CKDnT) has increased over the past 20 years, becoming a significant public health issue observed mainly in countries in Central America and Asia, primarily affecting young male agricultural workers. The presence of toxin-, environmental-, and work-related risk factors in the affected communities suggests a multifactorial cause, which may involve exposure to agrochemicals, environmental contaminants, and repeated episodes of dehydration. An understanding of the social conditions that bring these factors together in specific groups is essential for the development of public health programs to prevent this devastating epidemic. After a brief background, this essay discusses the paradigm of disease causality implied in the available literature on CKDnT, namely "multicausality", puts it in its historical context, and presents its strengths and limitations. The essay then presents two causality paradigms that could help move forward research about the causes of this disease, specifically the socioecological and the social determination of health approaches. The essay concludes with recommendations for a research and intervention agenda that focuses on explaining the causes of CKDnT.
Descritores: Condições Sociais
Causalidade
Insuficiência Renal Crônica/prevenção & controle
-Condições de Trabalho
Saúde Pública
Fatores de Risco
Agroquímicos/efeitos adversos
Poluentes Ambientais
Fazendeiros
Guatemala
Nefropatias/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: GT49.1


  8 / 12501 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859962
Autor: Pittas, Tiago Mocellin; Dri, Clarissa Franzoi.
Título: O diálogo entre saúde e política externa na cooperação brasileira em bancos de leite humano / The dialog between health and foreign policy in Brazilian cooperation in human milk banks
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;22(7):2277-2286, jul. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: O leite materno é a principal forma de alimentação nos primeiros anos da infância. Na impossibilidade deste tipo de amamentação, surgem alternativas secundárias, como os bancos de leite humano. No caso brasileiro, a adoção desta fonte teve início em 1943, com a instituição do primeiro banco de leite. A partir de então, passando por diferentes fases, foi desenvolvido um modelo nacional que culminou na criação da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano. Como consequência, diversos projetos de cooperação internacional iniciam a partir disso, sendo o modelo brasileiro relevante principalmente para países em desenvolvimento. O objetivo central desta análise é compreender o que motiva o Brasil a promover os bancos de leite internacionalmente. Para realizá-lo, busca-se entender o relacionamento entre saúde e política externa, expressa aqui em termos de soft power, posto que as duas pastas dialogaram nesses atos. Entre os resultados estão expressos ganhos em ambas as áreas e a afirmação da saúde como um fim a ser alcançado no grupo de interesses nacionais do caso.
Descritores: Bancos de Leite
Cooperação Internacional
-Saúde Pública
Atos Internacionais
Leite Humano
Limites: Humanos
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  9 / 12501 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859950
Autor: Brown, Colin; Heller, Léo.
Título: Development cooperation in water and sanitation: is it based on the human rights framework?
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;22(7):2247-2256, jul. 2017.
Idioma: en; es.
Resumo: The water and sanitation sector is verifiably receiving increased attention and funding through international development cooperation. Not least because of the way that it affects incentives and institutions in partner countries, development cooperation can have either positive or negative effects on human rights though. The consolidated frameworks for the human rights to water and sanitation is becoming linked to the international community's coordinated development efforts, as evidenced notably in the 2030 Agenda for Sustainable Development. However, a review of major funders' official policies for development cooperation in the sector suggests that many only partially endorse the frameworks for the human rights to water and sanitation. An observation of development cooperation flows to the sector allows the hypothesis to be advanced that worldwide inequalities in access to these services may be reduced through a full and clear application of the human rights framework in development cooperation activities. The article presents findings of this research and explores key stakes for development cooperation in the water and sanitation sector that are relevant for their ability to either negatively or positively contribute to the realization of human rights.

O setor de água e esgotos vem recebendo crescente atenção e financiamento por meio da cooperação internacional para o desenvolvimento. Não apenas devido à forma como tal cooperação afeta incentivos e instituições nos países parceiros, esta pode trazer efeitos positivos ou negativos para os direitos humanos. O marco consolidado para os direitos humanos à água e ao esgotamento sanitário vem sendo associado aos esforços da cooperação para o desenvolvimento promovido pela comunidade internacional, como evidenciado na Agenda para o Desenvolvimento Sustentável de 2030. No entanto, uma revisão das políticas oficiais dos maiores financiadores no setor sugere que muitos deles endossam apenas parcialmente os marcos dos direitos humanos à água e aos esgotos. A observação dos fluxos dessa cooperação para o setor permite formular a hipótese de que as desigualdades no acesso a esses serviços em várias partes do mundo podem ser reduzidas com a plena e clara aplicação do marco dos direitos humanos nas atividades de cooperação para o desenvolvimento. O artigo apresenta achados dessa pesquisa e explora desafios chave para a cooperação para o desenvolvimento no setor de água e esgotos que são relevantes para impactar tanto negativamente quanto positivamente os direitos humanos.
Descritores: Saúde Pública
Saneamento Básico
Cooperação Internacional
-Países em Desenvolvimento
AMBULATORY SURGICAL PROCEDURES9TEMEFOS
Direitos Humanos
Limites: Humanos
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  10 / 12501 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1129398
Autor: Costa, Christine Böhm da; Peralta, Felipe da Silva; Scherma, Alexandre Prado; Mello, Ana Lúcia Schaefer Ferreira de.
Título: Teleconsultoria no sistema único de saúde: relato de experiência inédita em Santa Catarina / Teleconsulting in Periodontics in the Unified Health System: report of unprecedented experience in Santa Catarina
Fonte: Periodontia;30(3):49-58, 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: The use of new technologies such as Teledentistry aims to facilitate the diagnosis and treatment of oral diseases, enabling the exchange of information between professionals at a distance. The aim of this article is to report the unprecedented experience of implementing the teleconsulting service in periodontics in the Unified Public Health System for the purpose of referral to specialized care using the Santa Catarina Telehealth Center virtual platform. The pilot project was developed in the city of Joinville, southern Brazil. Focus groups were carried out with 17 primary health care general dental practitionersand 8 specialists to know their difficulties regarding the patient's referral processes to specialized care. This data oriented the Health Department to implement the teleconsulting service in periodontics. The pilot project had also the collaboration of professors of the Federal University of Santa Catarina, coordination and technicians of Santa Catarina Telehealth Center. Since November 2018, the system has been used. By the end of May 2019, 68 teleconsultations were performed by 26 dentists. Despite some difficulties related to the integration of information systems, Teleperiodontics presents potential to improve communication among periodontists and general dental practitioners and to provide permanent health education. (AU)

A utilização de novas tecnologias como a Teleodontologia visa facilitar o diagnóstico e tratamento das doenças bucais, possibilitando a troca de informações entre profissionais à distância. O objetivo deste artigo é relatar a experiência inédita de implementação do serviço de teleconsultoria em Periodontia no Sistema Único de Saúde, para fins de encaminhamento à atenção especializada, mediante o uso da plataforma do Sistema Catarinense de Telemedicina e Telessaúde. O projeto piloto foi desenvolvido no município de Joinville, Santa Catarina. Foram realizados grupos focais com 17 cirurgiões-dentistas da atenção primária e 8 especialistas dos Centros de Especialidades Odontológicas para conhecer suas dificuldades em relação aos processos de referência e contrarreferência de pacientes. A partir dessas informações, foi estruturado o projeto piloto e implantado, pela Secretaria da Saúde de Joinville, o serviço de teleconsultoria na especialidade de Periodontia. Ainda participaram professores da Universidade Federal de Santa Catarina, coordenação e técnicos do Sistema Catarinense de Telemedicina e Telessaúde. Em novembro de 2018, o sistema iniciou as operações. Até o final de maio de 2019 foram realizadas 68 teleconsultorias por 26 dentistas. Apesar de algumas dificuldades relacionadas com a integração dos sistemas de informações vigentes, a Teleperiodontia viabilizou a comunicação com os periodontistas e favoreceu a Educação Permanente dos cirurgiões-dentistas da atenção primária à saúde. (AU)
Descritores: Periodontia
Saúde Pública
Telemedicina
Tecnologia da Informação
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação



página 1 de 1251 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde