Base de dados : LILACS
Pesquisa : H02.478.676.590 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 312 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 32 ir para página                         

  1 / 312 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-676068
Autor: Paschoalin, Heloisa Campos; HarterGriep, Rosane; Lisboa, Márcia Tereza Luz.
Título: A produção científica sobre o presenteísmo na enfermagem e suas repercussões no cuidado / The scientific production on presence in nursing and its impacts on caring
Fonte: Rev. APS;15(3), set. 12.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de estudo que teve como objetivo conhecer a produção científica sobre o presenteísmo na enfermagem através de revisão bibliográfica integrativa por meio de pesquisa realizada nas bases de dados MEDLINE, LILACS, BEDENF e Banco de Teses e Dissertações do Portal Capes, no período de março de 2010 a janeiro de 2011. Foram identificados sete artigos publicados entre 2000 e 2010, sendo um na Suécia, quatro nos Estados Unidos, um na Costa Rica e um no Chile. Descrevem a enfermagem como uma profissão com alto índice de presenteísmo, relacionando-o com a má qualidade de saúde dos trabalhadores. Destacam as consequências negativas do mesmo para a instituição, trabalhadores e pacientes. Até o momento, não temos estudos nacionais que investigam o presenteísmo na enfermagem e os estudos internacionais com esta abordagem são recentes, ainda escassos, porém extremamente relevantes, trazendo importantes resultados e reflexões sobre os riscos e as consequências desta ocorrência para o trabalhador, equipe e pacientes.

The aim of this study is to get to know the scientific production on Presence in Nursing. The method used consists of an integrated bibliographic review through the research on the data basis MEDLINE, LILACS, BEDENF and in the branch of Thesis and Dissertations from CAPES site. The research was done from March 2010 to January 2011. From this research, there were identified seven papers published within this period: one in Switzerland, four in the United States of America, one in Costa Rica and one in Chile. These papers describe Nursing to be an occupation with high level of Presence and they also focus on the workers? low level concerning health quality, pointing out its negative consequences to the institution, the pacients and the workers themselves. Up to the moment, there are not local and national papers which investigate Presence in Nursing. On the other hand, the international studies on this topic are quite recent and rare. However, they are very relevant on their results and theoretical basis as to stimulate the necessary research on Presence?s risks and consequences to the worker, the group and the patients.
Descritores: Presenteísmo
Enfermagem do Trabalho
-Condições de Trabalho
Saúde do Trabalhador
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  2 / 312 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051109
Autor: Rodrigues, Letícia Pinto; Rezende, Marina Pereira; Silva, Andréa Mara Bernardes da; Ferreira, Lúcia Aparecida; Goulart, Bethania Ferreira.
Título: Conhecimento e adesão da equipe de enfermagem aos equipamentos de proteção individual / Knowledge and adheerence of the nursing team to the use of the personal protective equipment / Conocimiento y adherencia del personal de enfermería a los equipos de protección personal
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1225, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: investigar o conhecimento e a adesão do uso dos equipamentos de proteção individual pelas equipes de Enfermagem das estratégias de saúde da família. MÉTODO: estudo descritivo, transversal de abordagem quantitativa. Participaram 48 profissionais. Foi aplicado questionário semiestruturado, contendo questões fechadas de múltipla escolha. RESULTADOS: ficou evidente o conhecimento dos profissionais sobre o que é risco ocupacional. Houve conhecimento equivocado quanto à definição de riscos biológicos; 75% dos entrevistados não souberam associar os agentes aos tipos de riscos. A maioria relatou utilizar os equipamentos de proteção individual em todos os procedimentos; 13 profissionais referiram ter sofrido acidente de trabalho, sendo que quatro deles não estavam utilizando equipamentos de proteção. CONCLUSÃO: conhecimento parcial acerca da temática e adesão ao uso dos equipamentos, entretanto, os mais utilizados foram jaleco e luva. Sendo assim, é necessário realizar educação permanente para incentivar os profissionais a utilizarem os equipamentos na prática profissional.(AU)

Objective: to investigate the knowledge and adhesion to the use of personal protective equipment by the Nursing teams of the family health strategies. Method: a descriptive and cross-sectional study of quantitative approach. 48 professionals participated. A semi-structured questionnaire containing multiple-choice closed questions was applied. Results: the knowledge of the professionals about the occupational risk was evident. There was a misconception about the definition of biological risks; 75% of the respondents could not associate the agents with the types of risks. Most reported using personal protective equipment in all procedures; 13 professionals reported having suffered an occupational accident, and four of them were not wearing protective equipment. Conclusion: partial knowledge about the theme and adherence to the use of the equipment; however, the most used were lab coats and gloves. Thus, continuing education is necessary to encourage the professionals to use the equipment in the professional practice.(AU)

Objetivo: investigar el conocimiento y la adherencia del personal de enfermería de estrategias de salud familiar al uso de equipos de protección personal. Método: estudio descriptivo, transversal de enfoque cuantitativo. Participaron 48 profesionales. Se aplicó un cuestionario semiestructurado con preguntas cerradas de opción múltiple. Resultados: se constató el conocimiento de los profesionales sobre el riesgo laboral. Hubo error al definir los riesgos biológicos; el 75% de los encuestados no supieron asociar los agentes con los tipos de riesgos. La mayoría informó haber usado equipo de protección personal en todos los procedimientos; 13 profesionales informaron haber sufrido algún accidente laboral y cuatro comunicaron que no estaban usando equipo de protección en ese momento. Conclusión: conocimiento parcial sobre el tema y adherencia al uso del equipo, sin embargo, los más utilizados fueron delantal y guantes. Por lo tanto, la educación continua es necesaria para alentar a los profesionales a usar el equipo en la práctica profesional.(AU)
Descritores: Riscos Ocupacionais
Estratégia Saúde da Família
Equipamento de Proteção Individual
Equipe de Enfermagem
Enfermagem do Trabalho
-Condições de Trabalho
Saúde do Trabalhador
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  3 / 312 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Martino, Milva Maria Figueiredo de
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1050663
Autor: Bezerra, Clarissa Maria Bandeira; Silva, Kézia Katiane Medeiros da; Costa, Jéssika Wanessa Soares da; Farias, Joberto de Carvalho; Martino, Milva Maria Figueiredo de; Medeiros, Soraya Maria de.
Título: Prevalência do estresse e síndrome de burnout em enfermeiros no trabalho hospitalar em turnos / Prevalence of stress and burnout syndrome in hospital nurses working in shifts / Prevalencia del síndrome de estrés y de agotamiento (burnout) en enfermeros en turnos de trabajo hospitalario
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1232, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: por muitas vezes o serviço da Enfermagem está atrelado a más condições, ambiente insalubre, excesso de horas trabalhadas, exposição a riscos, unidos à suscetibilidade e às condições de saúde do trabalhador. Esses fatores podem levar a transtornos psicológicos como estresse e síndrome de burnout. OBJETIVO: verificar o nível de estresse e a existência da síndrome de burnout em enfermeiros nos turnos diurno e noturno na área hospitalar. MÉTODO: estudo de enfoque, descritivo e analítico, ocorrido em um hospital universitário. A amostra foi composta de 108 enfermeiros. Para a coleta utilizaram-se questionários, um deles verificador de dados sociodemográficos, a Escala de Bianchi modificada, para quantificar o nível de estresse; e o Maslach Burnout Inventory ­ HumanServices Survey, para identificar burnout. RESULTADOS: os dados mostraram que as dimensões do burnout para os grupos do diurno e noturno foram consideradas medianas a baixas. Foram encontrados correlação e valores de p estaticamente significativos quando comparados o estresse e as dimensões da síndrome p= < 0,0001; p=0,0001; e p=0,0003. O escore para o nível de estresse do turno diurno foi de 2,35 e do noturno, 2,31, sendo classificados como médios. CONCLUSÃO: o nível de estresse entre os enfermeiros e as três dimensões da síndrome foram avaliados como nível médio nos turnos diurno e noturno. Houve correlação estatisticamente significativa entre estresse e burnout.(AU)

Introduction: many times the Nursing service is linked to poor work conditions, unhealthy environment, work overload, exposure to risks, linked to the worker's vulnerability and health conditions. These factors can lead to psychological disorders such as stress and burnout syndrome. Objective: to verify the level of stress and the presence of the burnout syndrome in nurses working in day and night shifts in the hospital context. Method: a descriptive and analytical study conducted in a university hospital. The sample consisted of 108 nurses. Questionnaires were applied to collect data, and one of them was used to verify socio-demographic data; the modified Bianchi Scale to quantified the level of stress; and the Maslach Burnout Inventory ­ Human Services Survey to identify Burnout. Results: the data showed that the Burnout dimensions for the groups working in day and night shifts were considered medium to low. Correlation and statistically significant p-values were found when the stress and burnout dimensions were compared (p=<0.0001; p=0.0001; and p=0.0003). The score for the day shift stress level was 2.35 and, for the night shift, 2.31, both being classified a mean. Conclusion: the level of stress among nurses and the three dimensions of the syndrome were evaluated as mean level in the day and night shifts. There was a statistically significant correlation between stress and burnout.(AU)

Introducción: el servicio de enfermería a menudo está relacionado con malas condiciones, un entorno poco saludable, horas de trabajo excesivas, exposición a riesgos, relacionado con la susceptibilidad y las condiciones de salud del trabajador. Estos factores pueden conducir a trastornos psicológicos como el estrés y el síndrome de burnout. Objetivo: verificar el nivel de estrés y la existencia del síndrome de burnout en enfermeros en turnos de trabajo hospitalario. Método: estudio de enfoque descriptivo y analítico, realizado en un hospital universitario. La muestra estuvo compuesta por 108 enfermeros. Para la recolegida de datos se utilizaron cuestionarios, uno de los cuales verificó datos sociodemográficos, la Escala de Bianchi modificada, para cuantificar el nivel de estrés; y el Inventario de Burnout de Maslach ­ Encuesta de Servicios Humanos, para identificar el burnout. Resultados: los datos mostraron que las dimensiones de agotamiento para los grupos diurnos y nocturnos se consideraron de medio para bajo. Se encontraron correlaciones y valores de p estadísticamente significativos cuando se compararon el estrés y las dimensiones de p = <0.0001; p = 0,0001; y p = 0,0003. El puntaje para el nivel de estrés del turno diurno fue de 2,35 y del nocturno de 2,31, que se clasificaron como medios. Conclusión: el nivel de estrés entre los enfermeros y las tres dimensiones del síndrome se evaluaron como nivel medio durante los turnos diurnos y nocturnos. Hubo una correlación estadísticamente significativa entre el estrés y el agotamiento.(AU)
Descritores: Condições de Trabalho
Esgotamento Profissional
Estresse Ocupacional
Jornada de Trabalho em Turnos
-Fatores de Risco
Enfermagem do Trabalho
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  4 / 312 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047850
Autor: Paulino, Gabriela Machado Ezaias; Matta, Alessandra Cristina Gobbi; Camillo, Nadia Raquel Suzini; Simões, Ana Carolina; Nishiyama, Juliana Aparecida Peixoto; Oliveira, João Lucas Campos de; Matsuda, Laura Misue.
Título: Satisfação profissional e ambiente de trabalho da equipe de enfermagem em unidades de terapia intensiva / Professional satisfaction and work environment of the nursing team in intensive care units / Satisfacción profesional y ambiente laboral del equipo de enfermería en unidades de terapia intensiva
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1271, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: verificar a associação do ambiente de trabalho e da satisfação profissional de trabalhadores de Enfermagem pelo tipo de unidade de terapia intensiva, adulto e infantil. MÉTODO: estudo transversal e analítico. Foi realizado com profissionais de Enfermagem (n=226) de unidades de terapia intensiva de três hospitais (H1, H2 e H3) gerais do Paraná, Brasil. Para mensuração da satisfação profissional, utilizou-se a versão brasileira validada do Index of Work Satisfaction e, para extrair a percepção da equipe de Enfermagem sobre o ambiente de trabalho, utilizou-se a versão brasileira validada do Nursing Work Index-Revised. Após os dados tabulados procedeu-se à análise estatística descritiva e inferencial. RESULTADOS: de forma geral, as equipes de todos os hospitais e unidades referiam boa satisfação e percepção sobre ambiente de trabalho. As diferenças estatisticamente significativas a respeito da satisfação profissional foram as seguintes: domínio remuneração pior na UTI infantil em H2 (p-valor=0,035); e domínio interação e interação enfermeiro-médico com médias superiores (piores) na UTI adulto em H3 (p-valor=0,036 e 0,011, respectivamente). Acerca do ambiente de trabalho, houve média superior (pior ambiente) na UTI adulto em H3 para o domínio relação médico-enfermeiro (p-valor=0,023). Não houve significância estatística na comparação dos escores sobre o ambiente de trabalho para as demais instituições. CONCLUSÃO: as equipes estavam satisfeitas com o trabalho e avaliaram positivamente o seu ambiente de prática. Contudo, algumas diferenças pontuais entre as UTIs adulto e infantil podem ser consideradas para estratégias gerenciais mais assertivas, principalmente sobre aspectos relacionais na UTI adulto do hospital público.(AU)

Objectives: to verify the association between the work environment and the professional satisfaction of Nursing workers by type of intensive care unit: adult and child. Method: a cross-sectional and analytical study. It was performed with Nursing professionals (n=226) from intensive care units of three general hospitals (H1, H2 and H3) in Paraná, Brazil. To measure job satisfaction, the validated Brazilian version of the Index of Work Satisfaction was used, and to extract the Nursing team's perception of the work environment, the validated Brazilian version of the Nursing Work Index-Revised was chosen. After the tabulated data, a descriptive and inferential statistical analysis was performed. Results: overall, the teams from all hospitals and units reported a good satisfaction and perception about their work environments. The statistically significant differences regarding job satisfaction were as follows: worse remuneration domain in the child ICU in H2 (p-value=0.035); and interaction and nurse-physician interaction domain with higher (worse) mean values in the adult ICU in H3 (p-values=0.036 and 0.011, respectively). Regarding the work environment, there was a higher mean (worse environment) in the adult ICU in H3 for the physician-nurse relationship domain (p-value=0.023). There was no statistical significance in the comparison of the work environment scores for the other institutions. Conclusion: the teams were satisfied with their work and positively...(AU)

Objetivo: verificar la asociación del entorno laboral y de la satisfacción profesional de los trabajadores de enfermería por tipo de unidad de cuidados intensivos, adulto e infantil. Método: estudio transversal y analítico llevado a cabo con profesionales de enfermería (n = 226) de unidades de cuidados intensivos de tres hospitales generales (H1, H2 y H3) de Paraná, Brasil. Para medir la satisfacción laboral se utilizó la versión brasileña validada del Índice de Satisfacción Laboral, y para extraer la percepción del equipo de enfermería del entorno laboral se utilizó la versión brasileña validada del Índice de Trabajo de EnfermeríaRevisado. Después de la tabulación de datos, se realizó un análisis estadístico descriptivo e inferencial. Resultados: en general, los equipos de todos los hospitales y unidades informaron buena satisfacción y percepción sobre el entorno laboral. Las diferencias estadísticamente significativas con respecto a la satisfacción laboral fueron las siguientes: dominio salario peor en la UCI infantil en H2 (valor p = 0,035); dominio interacción entre el enfermero y el médico promedios más altos (peores) en la UCI de adultos en H3 (valor p = 0,036 y 0,011, respectivamente). Con respecto al ambiente de trabajo, hubo un promedio más alto (peor ambiente) en la UCI de adultos en H3 para el dominio de relación médico-enfermero (valor p = 0,023). No hubo significación estadística en la comparación de las puntuaciones del entorno laboral para las otras instituciones. Conclusión: los equipos quedaron satisfechos con el trabajo y evaluaron positivamente su entorno de práctica. Sin embargo, se pueden considerar algunas diferencias puntuales entre las UCI de adultos y niños para estrategias de manejo más asertivas, especialmente con respecto a los aspectos relacionales en la UCI de adultos del hospital público.(AU)
Descritores: Ambiente de Trabalho
Gestão da Qualidade
Unidades de Terapia Intensiva
Satisfação no Emprego
Equipe de Enfermagem
-Condições de Trabalho
Enfermagem do Trabalho
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  5 / 312 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-635418
Autor: García Ubaque, Juan Carlos; Beltrán Lizarazo, Alejandra Husley; Daza López, Magda Liliana.
Título: Autoevaluación de condiciones de trabajo de enfermería en alta complejidad / Self-evaluation of the work conditions of nursing high complexity situations / Auto-avaliação das condições do trabalho de enfermagem em serviços altamente complexos
Fonte: Av. enferm;29(2):331-341, jul.-dic. 2011. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: construir un instrumento de autoevaluación de las condiciones de trabajo aplicable para el personal de enfermería en los servicios de alta complejidad. Método: investigación descriptiva que incluyó conceptos como condiciones de trabajo inherentes o presentes en el proceso de trabajo que influyen en la calidad de vida y el bienestar y desempeño del trabajador en sus diferentes contextos; los procedimientos de evaluación de las condiciones de trabajo que con frecuencia se utilizan o mencionan en la literatura específica y los elementos que caracterizan el trabajo de enfermería, así como los factores de riesgo que este personal enfrenta en el sector hospitalario; con base en estos elementos se elaboró el instrumento considerando tres categorías: condiciones intralaborales, condiciones extralaborales y condiciones individuales. Resultados: el instrumento se consolidó con un total de cincuenta y tres preguntas: trece relativas a condiciones individuales, veintinueve a condiciones intralaborales y once a condiciones extralaborales. La validación de contenido se realizó por medio de la evaluación de expertos, dejando para una fase posterior las mediciones cuantitativas correspondientes. Conclusión: se reconoce que la aplicación de instrumentos de autoevaluación puede permitir a los trabajadores avanzar en procesos de empoderamiento para mejorar sus condiciones de trabajo; por ende es necesario desarrollarlos para que el personal de enfermería pueda avanzar en el reconocimiento de estas y así impulsar acciones colectivas dirigidas a su adecuado afrontamiento.

Goal: build a work condition self-evaluation instrument that could be used by the nursing staff in high complexity services. Method: descriptive research, which included concepts such as work conditions inherent to or present in the work process that have an influence on the worker's quality of life, well-being, and performance in different contexts. It also included the work conditions evaluation processes, which are frequently used or mentioned in the specific literature, and the elements that distinguish the nursing work, as well as the risk factors that these workers face in the hospital sector. Based on these elements, an instrument was created, which comprises three categories: conditions in the workplace, conditions outside the workplace and individual conditions. Results: The instrument possesses a total of fifty-three questions: thirteen related to the individual conditions, twenty-nine to the conditions in the workplace and eleven to the conditions outside the workplace. The content was evaluated and validated by experts, leaving the quantitative measurements for a future phase. Conclusion: the application of self-evaluation instruments is recognized as a way to empower the workers in order to improve their working conditions. As such, it is necessary to develop this empowerment so the nursing staff can recognize it and promote collective actions directed to their proper managing.

Objetivo: A construção de um instrumento de auto-ava-liação das condições de trabalho aplicável ao pessoal de enfermagem em serviços altamente complexos. Método: pesquisa descritiva que incluiu conceitos como as condições de trabalho inerentes o presentes no processo de trabalho que tenham uma influência na qualidade de vida, no bem-estar e no desempenho do trabalhador em seus diferentes contextos; os procedimentos de avaliação das condições de trabalho que são utilizados ou mencionados frequentemen-te na literatura específica e os elementos que caracterizam o trabalho de enfermagem, bem como os fatores de risco que o pessoal sofre no setor hospitalar. Utilizando estes elementos como base, foi elaborado um elemento levando em cota três categorias: condições intra-laborais, condições extra-laborais e condições individuais. Resultados: o instrumento foi composto por cinquen-ta e três perguntas: treze estavam relacionadas às condições individuais, vinte e nove às condições intra-laborais e onze às condições extra-laborais. A validação do conteúdo foi realizada pela avaliação de expertos, adiando as medições quantitativas correspondentes para uma fase posterior. Conclusão: A aplicação de instrumentos de auto-ava-liação é reconhecida como uma forma de permitir aos trabalhadores avançar nos processos que levem ao melhoramento de suas condições de trabalho. Por isso, é necessário desenvolver estes processos para que o pessoal de enfermagem possa reconhecê-las e, desta forma, impulsionar ações coletivas voltadas para seu correto estudo.
Descritores: Condições de Trabalho
Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital
-Riscos Ocupacionais
Colômbia
Enfermagem do Trabalho
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 312 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-165328
Autor: Dyniewicz, Ana Maria.
Título: Educando-nos em grupo por açöes reflexivas em saúde: uma ênfase na prática assistencial do enfermeiro / Educating us in group by reflexive actions in health: a emphasis in nurse assistence practice.
Fonte: Curitiba; s.n; dez. 1995. 135 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Curso de Mestrado em Assistência de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este trabalho é o relato de uma experiência vivida em pequenos grupos de indivíduos, na funçäo de bancários, em seus próprios locais de trabalho, desenvolvida dentro de uma proposta de prática assistencial de dimensöes educativas, levadas a efeito pelo enfermeiro na funçäo social de educador em saúde. Trata-se de uma abordagem metodológica alternativa, norteada pelo marco conceitual construído a partir de concepçöes próprias, conceitos da teoria transcultural de Leininger, abordagem didático pedagógica da problematizaçäo de Paulo Freire e implementada pelo Método do Arco de Charles Maguerez. Toda a metodologia proposta girou em torno da questäo norteadora: "Por que as pessoas adoecem?. Nela procurou-se resgatar crenças, valores, experiências e açöes próprias dos indivíduos, como essência do trabalho educativo a estes grupos. As in(conclusöes) destas reflexöes/açöes/reflexöes direcionam para a multicausalidade do adoecer, que acomete o ser humano em sua totalidade e unicidade, com significaçöes próprias para quem o vive. Os grupos foram entäo conduzidos, para a construçäo de sua consciência crítico-reflexivo-dialógica sobre esta multicausalidade e açös facilitadoras de inter-apoio, coerentes com o contexto sócio-político-econômico e cultural dos indivíduos
Descritores: Estudos de Casos e Controles
Processo de Enfermagem
Enfermagem do Trabalho
Educação em Saúde
Processo Saúde-Doença
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2655.00


  7 / 312 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-898255
Autor: Souza, Norma Valéria Dantas de Oliveira; Gonçalves, Francisco Gleidson de Azevedo; Pires, Ariane da Silva; David, Helena Maria Scherlowski Leal.
Título: Neoliberalist influences on nursing hospital work process and organization / La influencia neoliberal sobre la organización y el proceso del trabajo hospitalario en enfermería / Influência do neoliberalismo na organização e processo de trabalho hospitalar de enfermagem
Fonte: Rev. bras. enferm;70(5):912-919, Sep.-Oct. 2017.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objectives: To describe and analyze the influence of the neoliberal economic and political model on the nursing hospital work process and organization. Method: Qualitative descriptive research, having as its scenery a university hospital. The subjects were 34 nursing workers. The data collection took place from March to July 2013, through semi-structured interview. The data treatment technique used was content analysis, which brought up the following category: working conditions precariousness and its consequences to the hospital work process and organization in the neoliberal context. Results: The consequences of neoliberalism on hospital work process and organization were highlighted, being observed physical structure, human resources and material inadequacies that harms the assistance quality. In addition to wage decrease that cause the need of second jobs and work overload. Final considerations: There is a significant influence of the neoliberal model on hospital work, resulting on working conditions precariousness.

RESUMEN Objetivos: Describir y evaluar la influencia del modelo económico y político neoliberal sobre la organización y el proceso del trabajo hospitalario en enfermería. Método: Estudio cualitativo y descriptivo en un hospital universitario. Participaron 34 personales de enfermería. Se recolectaron los datos mediante entrevista semiestructurada en el periodo de marzo a julio de 2013. La técnica de análisis de datos empleada fue el análisis de contenido, del cual surgió la categoría: precariedad de las condiciones laborales y repercusión en la organización y el proceso de trabajo hospitalario en el ámbito neoliberal. Resultados: El neoliberalismo influye en la organización y el proceso de trabajo hospitalario, sea en la inadecuada estructura física o en los recursos humanos y materiales, que afectan a la calidad de la asistencia. Además de descensos en el sueldo lo que conlleva la necesidad de otros empleos y la carga excesiva de trabajo. Consideraciones finales: Se señala una gran influencia neoliberal en el trabajo hospitalario, lo que implica la precariedad de las condiciones laborales.

RESUMO Objetivos: Descrever e analisar a influência do modelo econômico e político neoliberal na organização e no processo de trabalho hospitalar de enfermagem. Método: Pesquisa qualitativa e descritiva, tendo como cenário um hospital universitário. Os participantes foram 34 trabalhadores de enfermagem. A coleta ocorreu de março a julho de 2013, por meio de entrevista semiestruturada. A técnica de tratamento dos dados foi a análise de conteúdo, que fez emergir a seguinte categoria: precarização das condições laborais e suas repercussões para organização e processo de trabalho hospitalar no contexto neoliberal. Resultados: Evidenciaram-se repercussões do neoliberalismo na organização e no processo de trabalho hospitalar, verificando-se inadequações na estrutura física, nos recursos humanos e materiais, que afetavam a qualidade da assistência. Além de perdas salariais que levam à necessidade de outros empregos e sobrecarga de trabalho. Considerações finais: Há forte influência do modelo neoliberal no trabalho hospitalar, resultando na precarização das condições laborais.
Descritores: Condições de Trabalho
Enfermagem do Trabalho/tendências
-Brasil
Saúde do Trabalhador
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 312 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1024681
Autor: Cardoso, Mariana Guimarães; Pedro, Danielli Rafaeli Candido; Costa, Raquel Gvozd; Pissinati, Paloma de Souza Cavalcante; Rossaneis, Mariana Ângela; Haddad, Maria do Carmo Fernandez Lourenço.
Título: Seguimento clínico laboratorial de trabalhadores que sofreram acidente com material biológico em instituições hospitalares / Clinical laboratory follow-up of workers who suffered accidents with biological material in hospital institutions / Seguimiento de laboratorio clínico de trabajadores que sufrieron accidentes con material biológico en instituciones hospitalarias
Fonte: Rev. enferm. UFSM;9:[16], jul. 15, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar o seguimento clínico laboratorial de trabalhadores que sofreram acidente com material biológico em instituições hospitalares (ATMB). Método: estudo transversal, quantitativo, com análise de prontuários de 550 trabalhadores que sofreram ATMB na área da 17a Regional de Saúde do Estado do Paraná, no período de outubro de 2010 a dezembro de 2013. Para a análise da associação foi utilizada a razão de prevalência (RP), e o teste de qui-quadrado de Wald para determinar se havia diferença entre as variáveis de estudo e o abandono do seguimento clínico. Resultados: dos acometidos, 51,5% não deram seguimento clínico ao atendimento preconizado pelo protocolo de ATMB do Ministério da Saúde. Verificou-se maior abandono no tratamento quando não havia paciente. Conclusões: mais da metade dos acidentados não deram continuidade ao seguimento clínico, evidenciando a importância de estratégias para a saúde do trabalhador.

Objective: To analyze the clinical laboratory follow-up of workers who suffered accidents with biological material in hospitals (ATMB). Method: cross-sectional, quantitative study with analysis of medical records of 550 workers who suffered ATMB in the area of the 17th Regional Health of the State of Paraná, from October 2010 to December 2013. For the analysis of the association was used the ratio of prevalence (PR), and Wald's chi-square test to determine if there were differences between study variables and abandonment of clinical follow-up. Results: 51.5% of those affected did not give clinical follow-up to the care recommended by the Ministry of Health's ATMB protocol. There was greater abandonment of treatment when there was no patient. Conclusions: More than half of the injured did not continue the clinical follow-up, highlighting the importance of strategies for worker health.

Objetivo: analizar el seguimiento en laboratorio clínico de trabajadores que sufrieron accidentes con material biológico en instituciones hospitalarias (ATMB). Método: estudio cuantitativo transversal con análisis de registros médicos de 550 trabajadores que sufrieron ATMB en el área de la 17ª Región de Salud del Estado de Paraná, desde octubre de 2010 hasta diciembre de 2013. Para el análisis de la asociación se utilizó la razón de prevalencia (PR) y la prueba de chi-cuadrado de Wald para determinar si hubo diferencias entre las variables del estudio y el abandono del seguimiento clínico. Resultados: el 51.5% de los afectados no dio seguimiento clínico a la atención recomendada por el protocolo ATMB del Ministerio de Salud. Hubo un mayor abandono del tratamiento cuando no hubo paciente. Conclusiones: más de la mitad de los lesionados no continuaron el seguimiento clínico, lo que destaca la importancia de las estrategias para la salud de los trabajadores.
Descritores: Notificação de Acidentes de Trabalho
Riscos Ocupacionais
Saúde do Trabalhador
Enfermagem do Trabalho
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR568.1 - Biblioteca Central Manoel Marques de Souza, Conde de Porto Alegre


  9 / 312 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1024664
Autor: Soares, Lorena Sousa; Silva, Manuela Paz Melo e; Rocha, Ruth Cardoso; Silva, Grazielle Roberta Freitas da; Nogueira, Lídya Tolstenko; Figueiredo, Maria do Livramento Fortes.
Título: Padrão de consumo de álcool entre trabalhadores de um colégio técnicoagrícola: estudo transversal / Pattern of alcohol consumption among workers of a technical-agricultural college: transversal study / Patrón de consumo de alcohol entre los trabajadores de una escuela técnica agrícola: investigación transversal
Fonte: Rev. enferm. UFSM;9:[16], jul. 15, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: traçar o padrão de consumo de álcool entre trabalhadores de um colégio técnico-agrícola de uma cidade nordestina brasileira. Método: pesquisa quantitativa, transversal e descritiva com 30 trabalhadores, com amostragem censitária. Elencou-se como critérios de elegibilidade: ser servidor público concursado na instituição e com vínculo empregatício de, pelo menos, seis meses. A coleta ocorreu por meio da aplicação do Teste para Identificação de Problemas relacionados ao Uso de Álcool e os dados foram analisados por meio de estatística descritiva. Resultados: verificou-se que 73% dos trabalhadores consumiram álcool nos últimos 12 meses; que o maior padrão de consumo de risco e nocivo ocorreu entre homens, com idades entre 30 e 39 anos, casados, com pósgraduação completa, com renda entre três e cinco salários mínimos. Conclusões: o padrão de consumo de álcool identificado foi de que os participantes consumiram bebidas alcoólicas nos últimos 12 meses com padrão de risco e nocivo.

Objective: to draw the pattern of alcohol consumption among workers of a technical-agricultural college in a Brazilian northeastern city. Method: a quantitative, transversal and descriptive research with 30 workers, with census sampling. It was listed as eligibility criteria: to be a public servant who has been a bankrupt in the institution and who has been employed for at least six months. The collection took through the application of the Test for Identification of Problems related to the Use of Alcohol and the data were analyzed by means of descriptive statistics. Results: it was found that 73% of the workers have used alcohol in the last 12 months, above the national average. That the highest pattern of risk and harmful consumption occurred among men, aged between 30 and 39 years, married, with a full postgraduate studies, with income between three and five minimum wages. Conclusion: the pattern of alcohol consumption identified was that the participants consumed alcoholic beverages in the last 12 months with a risk and harmful pattern

Objetivo: dibujar el patrón de consumo de alcohol entre los trabajadores de una escuela técnica agrícola, en una ciudad del nordeste brasileño. Método: se realizó una investigación cuantitativa, transversal y descriptiva con 30 trabajadores, con muestreo censal. Se definió como criterios de elegibilidad: ser servidor público concursado en la institución y con vínculo laboral de al menos seis meses. La recolección ocurrió mediante la aplicación de la prueba para Identificación de Problemas relacionados con el consumo de alcohol y los datos fueron analizados mediante estadística descriptiva. Resultados: se encontró que el 73% de los trabajadores han usado alcohol en los últimos 12 meses, por encima de la media nacional; el mayor patrón de consumo de riesgo y perjudicial ocurrió entre los hombres, de edades comprendidas entre 30 y 39 años de edad, casados, con estudios de postgrado completo, con ingreso mensual entre tres y cinco salarios mínimos. Conclusión: el patrón de consumo de alcohol identificado fue que los participantes consumieron bebidas alcohólicas en los últimos 12 meses con un patrón de riesgo y perjudicial.
Descritores: Saúde do Trabalhador
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Alcoolismo
Enfermagem do Trabalho
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR568.1 - Biblioteca Central Manoel Marques de Souza, Conde de Porto Alegre


  10 / 312 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-974878
Autor: Lima, Luana dos Santos Cunha; Souza, Norma Valéria Dantas de Oliveira; Gonçalves, Francisco Gleidson de Azevedo; Pires, Ariane da Silva; Ribeiro, Liana Viana; Santos, Déborah Machado dos.
Título: Subjetividade dos trabalhadores de enfermagem e a prática de adaptar e improvisar materiais / Subjetividad de los trabajadores de enfermería y la práctica de adaptar e improvisar materiales / Subjectivity of the nursing workforce and the practice of adapting and improvising material
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;15(4):685-692, Out.-Dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Pesquisa qualitativa, descritiva, que objetivou analisar a subjetividade dos trabalhadores de enfermagem na prática de adaptar e improvisar materiais. Os participantes foram 20 trabalhadores de enfermagem de um hospital público universitário. O instrumento de coleta de dados foi a entrevista semiestruturada, submetendo-se os dados à análise de conteúdo. Os resultados evidenciaram insatisfação dos profissionais de enfermagem diante da necessidade de trabalhar em meio aos improvisos e adaptações, que surgem como táticas para minimizar a precarização das condições laborais, fruto de uma ideologia defensiva dos trabalhadores de enfermagem ante as adversidades do meio laboral. Conclui-se que as adaptações e improvisações desgastam os trabalhadores de enfermagem, repercutindo diretamente na qualidade de vida.

RESUMEN Investigación cualitativa, descriptiva que tuvo el objetivo de analizar la subjetividad de los trabajadores de enfermería en la práctica de adaptar e improvisar materiales, los participantes fueron 20 trabajadores de enfermería de un hospital público universitario. El instrumento de recolección de datos fue la entrevista semiestructurada y estos fueron sometidos al análisis de contenido. Los resultados evidenciaron insatisfacción de los profesionales de enfermería frente a la necesidad de trabajar en medio a los improvisos y adaptaciones, que surgen como tácticas para minimizar la precarización de las condiciones laborales, fruto de una ideología defensiva de los trabajadores de enfermería ante las adversidades del medio laboral. Se concluye que las adaptaciones e improvisaciones desgastan a los trabajadores de enfermería, reflejando directamente en la calidad de vida.

ABSTRACT Qualitative, descriptive research that aimed to analyze the subjectivity of the nursing workers in practice to adapt and improvise materials. The participants were 20 nursing workers from a university hospital. The instrument of data collection was the semi-structured interview. The data were submitted to content analysis. The results showed nursing professionals' dissatisfaction with the need to work in the midst of improvisations and adaptations, which appear as tactics to minimize the precariousness of working conditions, fruit of a defensive ideology of nursing workers in the face of adversity in the workplace. The conclusion is that the adaptations and improvisations wear out nursing workers, directly affecting their quality of life.
Descritores: Condições de Trabalho
Saúde do Trabalhador
Enfermagem do Trabalho
-Hospitais
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central



página 1 de 32 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde