Base de dados : LILACS
Pesquisa : H02.533.124 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 43 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 43 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1148280
Autor: Ferreira, Aline Maria Soares; Silva, Simone Pedro da; Faria, Carina Ubirajara de; Mendes, Egleu Diomedes Marinho; Felipe, Ester Ferreira.
Título: Consumption of dry matter observed and predicted by the nutritional systems in senepol bulls kept in confinement / Consumo de matéria seca observado e previsto pelos sistemas nutricionais em touros senepol mantidos em confinamento
Fonte: Biosci. j. (Online);36(6):2165-2171, 01-11-2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: The objective was to compare the dry matter consumption (CMS) observed, through the use of the GrowSafe® electronic system, with that predicted by the BR-Corte (2010 and 2016) and NRC (2000) nutritional systems in confined Senepol bulls. To this end, 24 Senepol Bulls were used in a completely randomized design, uncastrated with an average initial weight of 368 kg and 16 months of age. The evaluation of the accuracy and approximation of the CMS estimates by the nutritional systems was adjusted by the simple linear regression model and the decomposition of the mean square of the prediction error (QMEP). The mean CMS observed was 10.33 kg.day-1, higher than the values predicted by the nutritional systems, in which the values predicted by the NRC (2000) and BR-Corte 2010 and 2016 underestimated the CMS by 29.62, 6.19 and 2.03%, respectively. The verification of QMEP and its decomposition made it possible to infer the proximity of the values predicted by the BR-Corte 2010 and 2016 models and the values observed, which presented a better adjustment in relation to the NRC. Surprisingly the values predicted by the NRC, created from a database with Bos taurus animals, showed greater distance from the values predicted and observed, and it was expected greater accuracy of the NRC models for this category and animal breed. It is concluded that the BR-Corte 2016 was the most appropriate model to estimate the CMS of confined Senepol bulls.

Objetivou-se comparar o consumo de matéria seca (CMS) observado, por meio do uso do sistema eletrônico GrowSafe®, com o predito pelos sistemas nutricionais BR-Corte (2010 e 2016) e NRC (2000) em touros da raça Senepol em confinamento. Para isso, foram utilizados 24 Touros da raça Senepol em delineamento inteiramente casualizado, não castrados com peso inicial médio 368 kg e 16 meses de idade. A avaliação da exatidão e aproximação das estimativas do CMS pelos sistemas nutricionais foi ajustada pelo modelo de regressão linear simples e decomposição do quadrado médio do erro de predição (QMEP). O CMS médio observado foi de 10,33 kg.dia-1, valor superior aos valores preditos pelos sistemas nutricionais, no qual os valores preditos pelo NRC (2000) e BR-Corte 2010 e 2016 subestimaram o CMS em 29,62, 6,19 e 2,03%, respectivamente. A verificação do QMEP e sua decomposição possibilitou inferir sobre a proximidade dos valores preditos pelos modelos BR-Corte 2010 e 2016 e os valores observados, os quais apresentaram melhor ajuste em relação ao NRC. Surpreendentemente os valores preditos pelo NRC, criado a partir de banco de dados com animais Bos taurus, apresentou maior distanciamento dos valores preditos e observados, sendo que era esperada maior precisão dos modelos NRC para esta categoria e raça animal. Conclui-se que o BR-Corte 2016 foi o modelo mais adequado para estimar o CMS de touros da raça Senepol em confinamento.
Descritores: Bovinos
Ciências da Nutrição Animal
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  2 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-394077
Autor: Izel, Antônio Cláudio Uchôa; Pereira-Filho, Manoel; Melo, Luiz Antelmo da Silva; Macêdo, Jeferson Luis Vasconcelos de.
Título: Avaliação de níveis protéicos para a nutrição de juvenis de matrinxã (Brycon cephalus) / Evaluation of dietary protein contents for juvenile matrinxã (Brycon cephalus)
Fonte: Acta amaz;34(2):179-184, 2004. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O matrinxã (Brycon cephalus - Gunther, 1869), é uma espécie de peixe nativa da bacia Amazônica que tem despertado grande interesse entre pesquisadores e piscicultores de todo o Brasil. A crescente demanda pelo cultivo desta espécie em ambiente controlado se deve, principalmente, à sua pronta adaptação ao cativeiro e à aceitação de alimentos artificiais, tanto de origem vegetal quanto animal, ao lado do seu elevado valor comercial. Contudo, para ser um empreendimento comercial bem sucedido, o alimento a ser fornecido a esta espécie deve atender a suas necessidades em proteína e permitir elevados ganhos de peso em períodos curtos. O experimento foi conduzido na estação de aqüicultura da Embrapa Amazônia Ocidental. Foram testados cinco níveis de proteína bruta (16, 19, 22, 25 e 28 por cento) em dietas isocalóricas (EB = 390 kcal/100g) em um delineamento experimental inteiramente casualizado com três repetições para cada tratamento. Os resultados obtidos após 210 dias de estudo mostraram que a dieta contendo 28 por cento de proteína bruta promoveu o maior ganho de peso, melhor conversão alimentar e mais alto crescimento corporal entre os níveis testados, indicando que este nível protéico atendeu satisfatoriamente às necessidades de proteína para esta espécie, nas condições deste experimento.
Descritores: Proteínas
Ciências da Nutrição Animal
Pesqueiros
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-948474
Autor: Oliveira, Maiana Visoná de; Ferreira, Isabel Cristina; Macedo Júnior, Gilberto de Lima; Moraes, Fernanda Rosalinski; Antunes, Marcella Machado; França, André Madeira Silveira; Naves, Juliana Gonzaga; Rodrigues, Victor Jorge Cardoso.
Título: Benefícios do uso da monensina sódica na nutrição de cordeiros semi-confinados / Benefits of using sodium monensin in nutrition of semi-confined lambs
Fonte: Biosci. j. (Online);29(6):1961-1970, nov./dec. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar o efeito da monensina sódica no controle de coccídeos do gênero Eimeria, no ganho de peso, no consumo de matéria seca e no crescimento de cordeiros semi-confinados. Dezenove cordeiros, sendo oito machos (15,4 kg) e onze fêmeas (15,7 kg), ½ Dorper x ½ Santa Inês, foram distribuídos aleatoriamente em um grupo tratado e outro controle. Os cordeiros foram pesados no início do experimento e quinzenalmente até atingirem 25 kg de peso vivo. Coletas de fezes, para a contagem de oocistos por grama de fezes, foram realizadas semanalmente e biometrias, quinzenalmente. Para estimativa do consumo de matéria seca, foram feitos registros diários, por baia, da oferta e das sobras da dieta. A utilização da monensina sódica, na dose de 45 ppm, se mostrou eficaz na redução de oocistos de Eimeria spp. presentes nas fezes, controlando, assim, a incidência da coccidiose. O uso de monensina na dieta promoveu redução de consumo absoluto de matéria seca na dieta total dos cordeiros, entretanto não interferiu no ganho de peso, na maioria das variáveis indicativas de crescimento e no consumo de matéria seca em relação ao peso vivo.

The aim of this paper was to analyze the monensin sodium effect in controling coccidia of the genus Eimeria, weight gain, dry matter intake and growth of semi-confined lambs. Nineteen lambs, eight males (15.4 kg) and eleven females (15.7 kg), ½ Dorper x ½ Santa Ines were randomly allocated in two groups: one who received monensin and a control group. Sheep were weighted at the beginning of the experiment and fortnightly until they reach 25 kg of liveweight. Fecal samples for counting oocysts per gram of feces were collected weekly and biometric measurements were performed fortnightly. For dry matter intake estimating, notes of supply and leftovers from the diet, per stall, were made daily. The use of monensin sodium, at a dosage of 45 ppm, was effective in reducing Eimeria spp. oocysts present in the feces, controlling, this way, the incidence of coccidiosis. The use of monensin in feed promoted reduction in absolute dry matter intake in the full diet of lambs, however had no effect on weight gain, most of indicatives variables of growth and in dry matter intake as a percentage of body weight.
Descritores: Ovinos
Monensin
Ciências da Nutrição Animal
-Biometria
Eimeria
Ionóforos
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  4 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-966647
Autor: Yaylak, Erdal; Güley, Ziba; Sayan, Yilmaz; Kulay, Taner.
Título: The colostrum quality and composition of simmental and brown swiss heifers / A Qualidade e a composição do colostro de novilhas simental e de pardo suiço
Fonte: Biosci. j. (Online);34(2):368-377, mar./apr. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: The present study was conducted to determine the quality and composition of colostrum samples obtained from Simmental and Brown Swiss heifers on a Turkish dairy farm in Ödemis, zmir. The average volume of colostrum obtained from Simmental and Brown Swiss heifers at the first milking was 3.4 L and 3.8 L, respectively. Average colostrometer (Ig) and Brix values were determined as 105.1 mg/mL and 104.9 mg/mL, 29.97 % and 29.68 % of the samples (P>0.05). No significant differences were observed between colostrums' chemical compositions­including total solids, total protein, solids-not-fat, somatic cell counts (SCC), total bacterial counts (TBC), and energy values of the breeds - except for lactose concentration (P<0.05). The means of TBC were 781,000 and 634,000 CFU/mL for Simmental and Brown Swiss, respectively. The correlations between colostrometer and Brix values in Simmentals and Browns Swiss were 0.85 and 0.81, respectively (P<0.01). On the other hand, the correlations between Log10SCC and Log10TBC in both breeds were found to be 0.66 and 0.65 (P<0.05), respectively. According to the results of the present study, the fat, protein, lactose, and total solid concentrations of both Simmental and Brown Swiss (dual-purpose breeds) were higher than the values reported for Holstein dairy breeds. Although colostrum quality of both breeds was found to be good in terms of Ig concentration, their total bacterial counts were high. Bacterial counts can be reduced with adequate hygiene practices and good colostrum management.

O presente estudo foi realizado para determinar a qualidade e a composição das amostras de colostro obtidas de novilhas Simental e Pardo Suíço em uma fazenda leiteira turca em Ödemis, zmir. O volume médio de colostro obtido das novilhas Simental e Pardo Suíço na primeira ordenha foi de 3,4 L e 3,8 L, respectivamente. Os valores médios do colostrômetro (Ig) e de Brix foram determinados como sendo 105,1 mg/mL e 104,9 mg/mL, 29,97% e 29,68% das amostras (P > 0,05). Não foram observadas diferenças significativas entre as composições químicas do colostro, incluindo sólidos totais, proteína total, sólidos não gordurosos, contagens de células somáticas (SCC), contagens bacterianas totais (TBC) e valores energéticos das raças - exceto para a concentração de lactose (P < 0,05). As médias para as TBC foram de 781.000 e 634.000 CFU/mL para Simental e Pardo Suíço, respectivamente. As correlações entre os valores do colostrômetro e de Brix em Simental e Pardo Suíço foram de 0,85 e 0,81, respectivamente (P < 0,01). Por outro lado, as correlações entre Log10SCC e Log10TBC em ambas as raças foram de 0,66 e 0,65 (P < 0,05), respectivamente. De acordo com os resultados do presente estudo, as concentrações de gordura, proteína, lactose e sólidos totais das raças Simental e Pardo Suíço (raças de dupla aptidão) foram maiores do que os valores relatados para raças leiteiras de Holstein. Embora a qualidade do colostro de ambas as raças tenha sido boa em termos de concentração de Ig, sua contagem total de bactérias foi alta. As contagens bacterianas podem ser reduzidas com práticas de higiene adequadas e boa gestão do colostro.
Descritores: Imunoglobulina A Secretora
Colostro
Gado
-Placenta
Ciências da Nutrição Animal
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  5 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-779798
Autor: Rossi, R. M.; Martins, E. N.; Lopes, P. S.; Silva, F. F.; Marcondes, M. I.; Caetano, G. C.; Ferreira Júnior, H. C.; Knupp, L. S.; Ferreira, M. A..
Título: Inferência bayesiana da conversão alimentar em diferentes experimentos animais / Bayesian Inference of feed conversion in different animal experiments
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;68(2):466-474, mar.-abr. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho teve por objetivo avaliar a conversão alimentar (CA) por meio da inferência bayesiana considerando-se análises bivariadas. Foram utilizadas diferentes espécies animais de experimentos conduzidos na Universidade Federal de Viçosa, no estado de Minas Gerais, Brasil. O modelo proposto mostrou ser apropriado, uma vez que possibilitou a detecção de diferenças significativas entre níveis de fatores não detectados por procedimentos frequentistas em ANOVA tradicional, principalmente em pequenas amostras. No experimento com codornas, evidenciou-se que aves cujos níveis de proteína bruta eram de 23% e 29%, respectivamente, para machos e fêmeas, apresentaram uma melhor CA, de 2,83±0,03 e 2,66±0,03, respectivamente. No experimento com frangos, no grupo sem o aditivo antibiótico, a inclusão de 0,02% de extrato de ésteres naturais foi o que promoveu a melhor CA (1,72±0,01), e, de modo geral, o uso de antibiótico e a ausência de ésteres naturais promoveram CA de 1,63±0,02. Em caprinos, verificou-se que o aleitamento, seja com leite de cabra ou de vaca, promove igualmente uma melhor CA, respectivamente, no grupo de 60 e 90 dias, de 1,29±0,14 e 1,79±0,11, sugerindo que o aleitamento seja feito até os 60 dias. Em suínos, a dieta com maior nível de energia metabolizável e aminoácidos foi a que promoveu a melhor CA (2,86±0,07), quando comparada a uma dieta com nível nutricional mais baixo. Já o uso de enzimas na dieta com menor nível energético e de aminoácidos proporcionou resultado intermediário (2,90±007). Em bovinos, observou-se que o uso de 1% de concentrado na dieta promoveria uma melhor CA estimada de 7,33±0,35 entre os Nelores e que essa promoção seria de 7,40±0,58 entre os cruzados com o uso de 2% de concentrado na dieta.

The aim of this study was to evaluate the feed conversion (CA) by Bayesian inference in bivariate considering analyzes in real and simulated data. Different animal species experiments conducted at the Universidade Federal de Viçosa, state of Minas Gerais, Brazil are used. The proposed model proved to be appropriate once it enabled the detection of significant differences between levels of factors not detected by frequentist procedures with traditional ANOVA, especially in small samples. In the experiment with quails, it became clear that the birds' brute protein levels were 23% and 29%, respectively, for males and females, which presented better CA, 2.83±0.03 and 2.66±0.03, respectively. In the experiment with chickens, the group without additive antibiotic, including 0.02% extract natural esters promoted the best CA (1.72±0.01) and in general antibiotic absence of esters natural promoted 1.63±0.02 of the CA. In goats, it has been found that feeding milk from cows or goats also promotes better CA, respectively, in groups milked up to 60 and 90 days, being 1.29±0.14 and 1.79±0.11, suggesting that suckling done until 60 days. Pigs fed the highest level of metabolizable energy and aminoacids promoted the best CA (2.86±0.07) compared to a diet with lower nutritional level. But the use of enzymes in the diet with lower energy level and amino acid provided intermediate result (2.90±007). In cattle, it was observed that the use of 1% concentrate diet, CA, promotes a better estimate of 7.33±0.35 between Nellore and this promotion would be 7.40±0.58 between the cross breeds using 2% concentrate diet.
Descritores: Ciências da Nutrição Animal
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
Teorema de Bayes
Dieta/veterinária
-Criação de Animais Domésticos
Consumo de Alimentos
Ração Animal/análise
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-771888
Autor: Dantas, A; Siqueira, E. R.; Fernandes, S; Oba, E; Castilho, A. M.; Meirelles, P. R. L.; Sartori, M. M. P.; Santos, P. T. R..
Título: Influence of feeding differentiation on the age at onset of puberty in Brazilian Bergamasca dairy ewe lambs / Influência da diferenciação alimentar na idade à puberdade em cordeiras da raça Bergamácia Brasileira
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;68(1):22-28, jan.-fev. 2016. tab.
Idioma: en.
Projeto: São Paulo Research Foundation.
Resumo: The objective of the study was to evaluate body growth and age at onset of puberty on lambs fed two specific diets for low and high growth rates. A herd of 20 Brazilian Bergamasca lambs was divided in two groups (n= 10) and kept confined throughout the experimental period, two animals of the same treatment/pen. Two phases were established: Phase 1, from 90 days of age until the onset of puberty; and Phase 2, from puberty onset up to 1 year old. For Phase 1, two distinct diets were formulated, being: Treatment A, which was formulated to obtain an average daily gain of approximately 150g; and Treatment B, for an average daily gain of about 250g. In Phase 2, a balanced, equal diet was provided to both groups. Every 14 days, the animals were weighed and given average daily gain, average daily dry matter intake and body condition score. From the 5th month of age on, in each group, a vasectomized male was used to detect estrus, establishing age at puberty onset and estrus interval for each lamb. Blood samples were collected every 28 days to determine plasma growth hormone concentration. Treatment B lambs gained more weight and had higher body condition score (P<0.05) and there was no difference for age at puberty onset and plasma growth hormone levels (P>0.05) between treatments. It was found that both treatments showed satisfactory performances. Thus, treatment A may be indicated as a reasonable feeding system to achieve positive responses on confined ewe lambs during growth phase.

O objetivo do estudo foi avaliar o crescimento corporal e idade de início da puberdade em cordeiras sob duas dietas específicas para taxas de crescimento baixas e altas. Um rebanho de 20 cordeiras Bergamácia Brasileira foi dividido em dois grupos (n= 10) e mantido confinado em todo período experimental, sendo dispostos dois animais do mesmo tratamento/baia. Duas fases foram estabelecidas: Fase 1, a partir de 90 dias de idade até o início da puberdade, e Fase 2, a partir do início da puberdade até 1 ano de idade. Para a fase 1, duas dietas distintas foram formuladas, sendo: Tratamento A, formulada para obter um ganho de peso diário de aproximadamente 150g; e Tratamento B, para um ganho de peso médio diário de cerca de 250g. Na Fase 2, uma dieta equilibrada idêntica foi fornecida para ambos os grupos. A cada 14 dias, os animais foram pesados e calcularam-se o ganho médio diário, o consumo médio diário de matéria seca e escore de condição corporal. A partir do quinto mês de idade, em cada grupo, um macho vasectomizado foi usado para detectar estro, estabelecendo a idade de início da puberdade e estro para cada cordeira. As amostras de sangue foram coletadas a cada 28 dias para determinar a concentração plasmática de hormônio do crescimento. Cordeiras do tratamento B ganharam mais peso e tiveram maior escore de condição corporal (P<0,05), mas não houve diferença de idade para o início da puberdade e para os níveis plasmáticos de hormônio do crescimento (P>0,05). Verificou-se que os tratamentos A e B apresentaram desempenhos satisfatórios. Assim, o tratamento A pode ser indicado como um sistema de alimentação para alcançar respostas positivas em cordeiras submetidas ao confinamento durante a fase de crescimento.
Descritores: Ciências da Nutrição Animal
Dieta/veterinária
Crescimento
Ovinos/crescimento & desenvolvimento
Puberdade/metabolismo
-Hormônio do Crescimento
Reprodução
Ganho de Peso
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-735783
Autor: Pretto, A; Silva, L. P; Goulart, F. R; Battisti, E. K; Loureiro, B. B; Eggers, D. P; Pianesso, D.
Título: Farelo de tungue in natura ou detoxificado na alimentação de carpa húngara (Cyprinus carpio) / In natura or detoxified tung meal in feeding Hungarian carp (Cyprinus carpio)
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;66(6):1891-1900, 12/2014. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CNPq; . CNPq; . FAPERGS.
Resumo: Este estudo avaliou a substituição parcial de farinhas de origem animal pelo farelo de tungue como fonte proteica no arraçoamento de carpa húngara. Os tratamentos compreenderam a inclusão de farelo de tungue in natura ou detoxificado (obtido após aplicação de tratamento químico ao farelo), e o tratamento referência consistiu de base proteica composta por farinha de carne e ossos suína e farinha de peixe. O período de alimentação foi de 63 dias. No decorrer de 30 dias experimentais não foi observada diferença em indicadores de crescimento entre os animais que consumiram as rações controle e com farelo de tungue tratado quimicamente, porém o consumo da ração com farelo de tungue in natura provocou redução no desempenho até o final do período experimental. Após 63 dias de arraçoamento, alguns indicadores de crescimento mostraram-se inferiores também para o tratamento que continha farelo de tungue tratado em relação ao controle. A análise bioquímica no plasma e no fígado revelou aumento de triglicerídeos, glicogênio, glicose e a utilização de outras fontes, possivelmente aminoácidos, como precursores energéticos na produção de energia quando os animais consumiram a dieta com farelo de tungue in natura em relação às demais, o que refletiu na menor concentração de proteína e na maior deposição de gordura na carcaça. Em relação à atividade de enzimas digestivas, tripsina apresentou atividade aumentada no tratamento com farelo de tungue in natura e protease ácida, quimotripsina, amilase e lipase não foram alteradas em nenhum dos tratamentos avaliados...

This study evaluated the partial replacement of animal meal by tung meal as protein source in feeding Hungarian carp. The treatments consisted of the inclusion of in natura or detoxified tung meal (obtained after chemical treatment applied to tung meal) as well as the reference treatment in which the protein basis was composed of meat and bone pork meal and fish meal. The feeding period was 63 days. During 30 experimental days no difference was observed in growth indicators among animals fed the control diet or with chemically treated tung meal, however, the consumption of diets with in natura tung meal caused reduced performance until the end of the experimental period. After 63 days of feeding, some growth indicators were also are lower for the treatment containing treated tung meal compared to control. Biochemical analysis in plasma and liver revealed increased triglycerides, glycogen, glucose and use of other sources, possibly amino acids, as precursors in the production of energy when animals consumed the diet with in nature tung meal in relation to others, which reflected in lower levels of protein and higher fat deposition in the carcass. Regarding the activity of digestive enzymes, trypsin showed increased activity in the treatment with in natura tung meal and acid protease, chymotrypsin, amylase and lipase were not changed in any of the treatments...
Descritores: Ciências da Nutrição Animal
Aleurites/efeitos adversos
Farinha de Peixe/análise
Peixes/crescimento & desenvolvimento
Peixes/metabolismo
-Fígado
Plasma
Ração Animal/análise
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-729775
Autor: Figueiredo, R. A. C. R; Souza, R. C.; Bezerra, K. S; Campeche, D. F. B; Campos, R. M. L; Souza, A. M.; Melo, J. F. B..
Título: Relação proteína: carboidrato no desempenho e metabolismo de juvenis de pacamã (Lophiosilurus alexandri) / Ratio protein: carbohydrate on performance and metabolism of Juvenile (Lophiosilurus alexandri)
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;66(5):1567-1576, Sep-Oct/2014. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se neste estudo verificar o melhor nível de inclusão entre proteína e carboidrato no desempenho e algumas respostas metabólicas em juvenis de pacamã (Lophiosilurus alexandri). Testaram-se quatro dietas com as relações proteína/carboidrato (PB:CHO) 1,24; 0,84; 0,51 e 0,33 durante 60 dias. Foram utilizados 240 juvenis de pacamã pesando inicialmente 1,90g, alimentados duas vezes ao dia (8% da biomassa). Avaliou-se o ganho de peso total, taxa de crescimento específico, consumo de ração aparente, conversão alimentar aparente, rendimento de carcaça e gordura visceral. Glicemia, aminoácidos totais livres no plasma e glicogênio hepático também foram avaliados. A relação PB:CHO influenciou (P<0,05) os parâmetros de desempenho e metabolismo, exceto o glicogênio hepático. Maiores concentrações de glicose e aminoácidos totais livres no plasma foram observadas nos peixes que se alimentaram com a dieta contendo a maior relação PB:CHO (1,24). Além disso, observaram-se melhores médias de ganho de peso, taxa de crescimento específico e conversão alimentar aparente. Maiores percentuais de gordura visceral e menor rendimento de carcaça foram observados nos animais submetidos à dieta composta pela menor relação PB:CHO (0,33). Pode-se concluir que a dieta com a relação PB:CHO de 1,24 promoveu melhor desempenho e respostas metabólicas em juvenis de pacamã...

The aim of this study was to determine the best level of inclusion between protein and carbohydrate on performance and some metabolic responses in juvenile pacamã (Lophiosilurus alexandri). We tested four diets regarding protein/carbohydrate (PB: CHO) 1.24, 0.84, 0.51 and 0.33 for 60 days. The experiment was conducted with 240 juvenile pacamã initially weighing 1.90g, fed twice daily (8% of the biomass). We evaluated the total weight gain, specific growth rate, feed intake, feed conversion, carcass yield and visceral fat. Glucose, total plasma free amino acids and liver glycogen were also evaluated. The relationship PB: CHO influenced (P <0.05) the performance and metabolism parameters except the liver glycogen. Higher concentrations of glucose and total plasma free amino acids were observed in fish that were fed the diet containing the highest ratio PB: CHO (1.24); and we also observed better mean weight gain, specific growth rate and feed conversion. A higher percentage of visceral fat and lower carcass yield were observed in animals treated with diet composed by the lower ratio PB: CHO (0.33). We can conclude that a diet with a ratio PB: CHO of 1.24, promotes better performance and metabolic responses in juvenile pacamã...
Descritores: Dieta/veterinária
Peixes-Gato/crescimento & desenvolvimento
Peixes/metabolismo
Ração Animal/análise
-Ciências da Nutrição Animal
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-729761
Autor: Persichetti Júnior, P; Almeida Júnior, G. A; Costa, C; Meirelles, P. R. L; Silveira, J. P. F; Panichi, A; Silva, M. G. B; Factori, M. A; Cavasano, F. A; Mendonça, S. A.
Título: Nutritional value of high moisture corn silage in the diet of Holstein cows / Valor nutritivo da silagem de grãos úmidos de milho na alimentação de vacas da raça Holandesa
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;66(5):1495-1503, Sep-Oct/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Five Holstein cows were distributed in a 5x5 latin square design to assess the effect of replacement levels of dry ground corn grain (DGCG) by high moisture corn silage (HMCS) on intake, total nutrient digestibility and plasma glucose, according to the following treatments: 1) 100% DGCG; 2) 75% DGCG and 25% HMCS; 3) 50% DGCG and 50% HMCS; 4) 25% DGCG and 75% HMCS; 5) 100% HMCS. The experiment lasted 70 days, divided into five phases of 14 days each. The digestibility was obtained using chromic oxide (Cr2O3) as the indicator. Fecal samples were collected twice daily and blood samples were collected on the last day of each period before the first meal (0h) and 2h, 4h, 6h and 12h after the meal. There was no effect (P>0.05) on the intake of dry matter (DM), neutral detergent fiber (NDF), acid detergent fiber (ADF) and starch. The total apparent digestibility of DM, crude protein (CP), NDF and ADF were not affected (P>0.05) by the treatments, as well as the plasma glucose concentration. However, there was a decreased linear effect (P<0.05) for the protein intake and increased linear effect (P<0.05) for starch digestibility, as the level of HMCS was increased in the diets...

Cinco vacas da raça Holandesa foram distribuídas em quadrado latino 5x5 com o objetivo de se avaliar o efeito de níveis de substituição do grão seco de milho (GSM) pela silagem de grãos úmidos de milho (SGUM) sobre consumo, digestibilidade total dos nutrientes e glicose plasmática, o que constituiu os tratamentos: 1) 100% GSM; 2) 75% GSM e 25% SGUM; 3) 50% GSM e 50% SGUM; 4) 25% GSM e 75% SGUM; 5) 100% SGUM. O período experimental durou 70 dias, divididos em cinco fases de 14 dias. A digestibilidade foi obtida utilizando-se óxido crômico (Cr2O3) como indicador. Foram colhidas amostras fecais duas vezes por dia, bem como amostras de sangue no último dia dos períodos, antes da primeira refeição (zero hora), duas, quatro, seis e 12 horas após a refeição. Não houve efeito (P>0,05) sobre o consumo de matéria seca (MS), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA) e amido. A digestibilidade aparente total da MS, a proteína bruta (PB), a FDN e a FDA não foram afetadas (P>0,05), assim como a concentração de glicose plasmática. Houve efeito linear decrescente (P<0,05) para consumo de PB e linear crescente (P<0,05) para digestibilidade do amido, à medida que se aumentou a inclusão de SGUM...
Descritores: Grão Comestível
Valor Nutritivo
Amidos e Féculas
Silagem/análise
-Ciências da Nutrição Animal
Digestão
Dieta/veterinária
Glucose
Óxidos
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 43 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rodriguez, N. M
Texto completo
Id: lil-729756
Autor: Ribeiro, C. G. S; Lopes, F. C. F; Gama, M. A. S; Morenz, M. J. F; Rodriguez, N. M.
Título: Desempenho produtivo e perfil de ácidos graxos do leite de vacas que receberam níveis crescentes de óleo de girassol em dietas à base de capim-elefante / Productive performance and fatty acid composition of milk from dairy cows fed increasing levels of sunflower oil in elephant-grass based diets
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;66(5):1513-1521, Sep-Oct/2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este experimento teve como objetivo principal avaliar as alterações no perfil de ácidos graxos do leite decorrentes do fornecimento de diferentes níveis de óleo de girassol (OG) para vacas leiteiras alimentadas com dietas completas à base de capim-elefante. Doze vacas da raça Holandesa receberam quatro níveis de OG na dieta (0; 1,3; 2,5 e 3,7% da MS) em delineamento quadrado latino 4 x 4. Não houve efeito (P>0,05) dos níveis de OG sobre o consumo de MS, a produção de leite ou os teores de sólidos do leite. Por outro lado, o perfil de ácidos graxos (AG) do leite foi amplamante modificado com a inclusão de OG na dieta, e observou-se redução (P<0,0001) dos teores dos AG de cadeia curta e média, elevação dos teores de ácido oleico (P<0,0001), dos isômeros de ácido linoleico conjugado, em especial do ácido rumênico (P<0,0001) e da relação entre os ácidos graxos hipo e hipercolesterolêmicos (P<0,0001). Apesar da maior ingestão diária de ácido linoleico (P<0,01) com o aumento do nível de OG na dieta, sua concentração na gordura do leite não foi alterada. Isso indica extensiva bio-hidrogenação ruminal deste AG no rúmen, o que é compatível com o aumento (P<0,0001) da concentração de ácido esteárico e dos AG C18:1 trans, especialmente do vacênico, na gordura do leite. Em geral, os resultados observados no presente estudo indicam que a inclusão de até 3,7% de OG em dietas completas de vacas leiteiras à base de capim-elefante promove melhoria da qualidade nutricional da gordura do leite, sem comprometimento do desempenho produtivo dos animais...

This study aimed to evaluate the effects of different levels of sunflower oil (SO) (0, 1.3, 2.5 and 3.7% of diet DM) on nutrient intake, milk production, milk composition, and fatty acid (FA) composition of milk and plasma from dairy cows fed elephant-grass based diets. Twelve Holstein cows were divided into three groups and received the dietary treatments in a 4 x 4 Latin-square design. Oleic, linoleic and α-linolenic acid intakes increased linearly (P<0.001) by adding SO to the diets. The reduction (P<0.0001) in odd and branched chain FA in milk fat from cows fed SO suggests that rumen microbial growth has been inhibited to some extent. Feeding up to 3.7% of SO in chopped elephantgrass-based diets improved the nutritional quality of milk fat, which was associated with the following changes in milk fatty acid composition: reduction (P<0.0001) of short and medium chain saturated FA contents, increase in oleic acid and rumenic acid contents (P<0.0001), and increase (P<0.0001) in hypo:hypercholesterolemic FA ratio. Overall, these results indicate that including up to 3.7% SO in elephant-grass based-diets improves the nutritional quality of milk fat from dairy cows without causing any detrimental effects on production paramaters...
Descritores: Ácidos Graxos
Ácido Linoleico
Óleos Vegetais/análise
Pennisetum
-Ração Animal
Ciências da Nutrição Animal
Análise de Alimentos
Leite
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde