Base de dados : LILACS
Pesquisa : HP3.095.490 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 41 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 41 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1127744
Autor: Almeida, Ramon O; Santos, Kleyton T; Gomes, Mariana M; Leite, Rejane O; Malaquias, Dado G. S; Luz, Ávila S; S. Junior, Virgilio; Sampaio, Lucas S.
Título: Liberação miofascial no ganho de potência muscular do quadríceps: um estudo controlado e randomizado / Myfascial release in quadriceps muscle power gain: a controlled and randomized study
Fonte: Rev. bras. ciênc. mov;2(28):142-148, abr.-jun. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A prescrição de exercícios para o ganho de força e potência muscular é utilizado com o objetivo de ajudar na reabilitação de lesões musculares e para o aprimoramento físico nas práticas esportivas. Dentre as técnicas que são apontadas como possíveis condutas que poderiam auxiliar no fortalecimento muscular e potência destaca-se a Liberação Miofascial. Deste m o do, o estudo buscou analisar e comparar um programa de treinamento para ganho de potência muscular com fortalecimento muscular resistido isolado e os resultados de sua combinação com a Liberação Miofascial. Trata-se de um estudo quantitativo, transversal, analítico, de caráter experimental, comparativo, controlado e randomizado. A amostra foi composta por 11 mulheres com idade de 18 a 40 anos subdivididas em dois grupos de intervenção. As intervenções ocorerram 3 vezes por semana durante 4 semanas. Os membros do Grupo controle realizaram apenas o fortalecimento muscular com exercício de agachamento a partir de 0 º de flexão de joelhos até o limite de 90º de flexão e retornando ao grau 0. As voluntárias do Grupo Liberação Miofascial associado ao treino de força inicialmente foram submetidas a intervenções de Liberação Miofascial dos músculos quadríceps bilateralmente e posteriormente ao treino de fortalecimento muscular descrito no grupo controle. Foram avaliadas as variáveis distância do salto vertical e carga suportada em 1 Repetição Máxima. A estatística inferencial utilizada foi através do t este T de Student emparelhado para verificar a diferença entre as médias do antes e depois dos tratamentos em cada grupo. Para verificar as diferenças em relação às técnicas utilizadas em grupos diferentes foi realizado o teste T de Student não compartilhado. Os resultados demonstraram não haver diferença estatisticamente significante entre os grupos no que se refere a carga máxima suportada em 1 Repetição Máxima (p=0,484), mesmo sendo essa diferença numericamente de 3,31kg a mais de ganho para o Grupo que utilizou a Liberação Miofascial associada ao treino de força, e não foi encontrada diferença significativa (p=0,068) entre a distância de salto vertical nos grupos, apesar desta distânicia ser 4,35 cm maior também no grupo Liberação Miofascial associada ao treino de força. Foi possível demonstrar, desta form a, que a liberação miofascial não otimiza o ganho da potencia muscular associado ao exercício resistido . Desta forma, através dos resultados deste estudo, não é possível recomendar a utilização da LM como um recurso para ser utilizado pré treino com objetivo de ganho de potência muscular...(AU)

The prescription of exercises to gain muscle strength and power is used to help in the rehabilitation of muscle injuries and for physical improvement in sport practices. Among the techniques that are pointed as possible ways that could help in muscle strengthening and power, Myofascial Release stands out. Thus, the study sought to analyze and compare a training program for muscle power gain with isolated resistance muscle strengthening and the results of its combination with myofascial release. It is a quantitative, cross-sectional, analytical, experimental, comparative, controlled and randomized study. Our sample consisted of 11 women aged 18 to 40 years old, subdivided into two interventio n gro ups. Th e interventions occurred 3 times a week for 4 weeks. Control Group members only perform muscle strengthening with squats from 0º of knee flexion up to the limit of 90º of flexion and return of grade 0. As volunteers of the Myofascial Release Group associated with strength training, t hey were subm it ted t o Myofascial Release of the quadriceps muscles bilaterally and after the muscle st rengt hening t raining described in the control group. The variables vertical jump distance and load supported in 1 Maximum Repetition were evaluated. The inferential statistics used was through the paired Student's T test to verify the difference between the means of before and after treatments in each group. To verify the differences in relation to the techniques used in different groups, the Student's t-test was not shared. T here was n o statistically significant difference between the groups regarding the maximum load supported in 1 Maximum Repeat (p=0.484), even though this difference was numerically 3 .3 1kg m o re gain fo r t he Myofascial Release Group.No significant difference (p=0.068) was found either between t he v ertical jump distance, which was 4.35 cm higher ­ also in the Myofascial Release group. Thus, it was demonstrated that myofascial release does not optimize the gain in muscle power associat ed with resistance exercises. Thus, through the results of this study, it is not possible to recommend the use of SCI as a resource to be used pre-training in order to gain muscle power...(AU)
Descritores: Reabilitação
Mulheres
Exercício Físico
Potência
Grupos Controle
Manipulações Musculoesqueléticas
Músculo Quadríceps
Força Muscular
Treinamento de Resistência
-Esportes
Terapêutica
Voluntários
Técnicas
Controle
Músculos
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  2 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1127712
Autor: D'Avila, Marcelo; Ferreira, Gustavo D; Bender, Lincoln B; Bergmann, Gabriel G; Pinheiro, Eraldo S.
Título: Relação entre a progressão do escore do functional movement screen e lesão em atletas futebol / Relationship between progression of functional movement screen test and injury in athletes of football
Fonte: Rev. bras. ciênc. mov;2(28):136-141, abr.-jun. 2020. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O futebol é uma modalidade de grande exigência física com movimentos de potência e velocidade com mudança de direção. Devido à alta intensidade, ocorre uma maior predisposição às lesões. O Functional Movement Screen (FMS) é um modelo de avaliação para identificar assimetrias e desequilíbrios musculoesqueléticos. O objetivo deste trabalho foi comparar os efeitos de do is m eses de pré-temporada na progressão do escore do teste FMS e sua relação com as lesões ao longo da competição. Participaram deste estudo 28 atletas profissionais de futebol, com idade média de 25,1 ± 6,5. Foi realizado o FMS antes e após a pré-temporada e durante o período competitivo foi verificada a ocorrência de lesões. Houve uma melhora (p<0,01) dos escores do FMS da avaliação pré (15,61 ± 1,39) para a avaliação pós pré-temporada (17,29 ± 1,24) entre todo o elenco, porém, quando considerado o tamanho do efeito, os atletas que não se lesionaram tiveram um efeito maior na progressão do escore (d=1,17) do que os que se lesionaram (d=0,35). Conclui-se que os atletas que não se lesionaram durante a competição, foram os que mais progrediram no FMS durante a pré-temporada, sendo, provavelmente, a progressão do escore do s atletas mais interessante do que o atendimento ao ponto de corte sugerido pela literatura...(AU)

Football is a modality that demands high physical fitness, with intense movements and rapid direction changing. Due to the high intensity demanded, athletes are more susceptible t o in juries. The Functional Movement Screen (FMS) test it is a method to evaluate asymmetries and muscle im balance. The objective was to compared the effects of two months of preseason, on the score of the FMS t est and their relationship with the injuries resulting from the competitive period. Participated o f th is study 28 professional football players (25.1 ± 6.5 years). FMS was performed before and after the p reseason and during the competitive period the occurrence of injuries was verified. There was a significant improvement of the FMS score after the preseason (p<0.01) for the all athletes. When considering the size effect, athletes who were not injured during the competitive period had a greater effect (d=1.17) than those who injured (d=0.35). The athletes who progressed the most during the evaluation were the athletes who were exempted from injury during the competitive period. Perhaps the progression of the athlete's score was more interesting than the attendance to the cut-off point suggested by the literature...(AU)
Descritores: Futebol
Ferimentos e Lesões
Potência
Atletas
-Diagnóstico da Situação de Saúde
Aptidão Física
Eficiência
Músculos
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  3 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1103765
Autor: Tejeda Gómez, Cristian; Lagos Vargas, Rodrigo; Mansilla Sepúlveda, Juan.
Título: Repensar el bienestar humano desde la filosofía spinozista: potenciar la vida desde la lógica del cuidado y la protección del cuerpo / Rethink human wellbeing from Spinozist philosophy: Empowering life from the logic of body care and protection
Fonte: Salud trab. (Maracay);27(1):77-84, jun. 2019.
Idioma: es.
Resumo: potenciar las vidas singulares. De hecho, con el cuerpo se ejecutan las labores diarias que permiten su cuidado y también alcanzar el bienestar desde un punto de vista psicológico. Sin embargo, no es común encontrar en la ciencia aplicada discursos que examinen lo que sea un cuerpo, su valor y sus potencialidades desde una perspectiva reflexiva. Este escrito se propone repensar el bienestar humano desde la mirada del cuerpo, pero desde un punto de vista particular (y divulgativo): el pensamiento de Baruch Spinoza. Este filósofo del siglo XVII ha sido uno de los primeros pensadores en reflexionar seriamente sobre el cuerpo y durante la segunda mitad del siglo XX en Francia sus doctrinas han sido revalorizadas. Se puede aseverar que uno de los hitos más importantes de este renacimiento spinozista son las monografías del filósofo contemporáneo Gilles Deleuze. Él afirma que Spinoza otorga un nuevo modelo para repensar la filosofía: el cuerpo. Esto no presupone una desvalorización de la interioridad humana en relación al plano material, sino supone eliminar la supuesta superioridad que la conciencia tendría con respecto al cuerpo. A la vez, permite esto entender el valor que la vida tiene en relación al cuidado propio. De ahí que se releven conceptos como cuerpo, vida, inmanencia y potencia, ya que ellos aportan ciertas claves para repensar el tema del bienestar humano e invitan a pensar la necesidad de un cuidado del cuerpo tanto individual como social(AU)

The protection of the human body is essential in order to promote unique lives. In fact, the body develops daily activities which keep it healthy and, to achieve welfare from a psychological point of view. However, it is not common to find into the applied science any utterances which examine what is a body, its value and potentialities from a reflexive perspective. This article aims to reconsider the human welfare from the perspective of the body but, from a particular (informational) standpoint: Baruch Spinoza thoughts. This philosopher from the XVII century has been considered one of the first thinkers who seriously reflect about the body and, during the second half of the XX century in France, his doctrines have been reassessed. It is possible to asseverate that one of the most important milestones during the spinozista renaissance are the monographies of the contemporaneous philosopher Gilles Deleuze. He declares that Spinoza grant a new model to reconsider the philosophy: the body. It does not presuppose a devaluation of the human interiority related to the physical sense, despite it supposes to eliminate the purported superiority that the conscious may have in relation to the body. At the same time, allowed to understand the value that life has in relation to the self-care. Hence, concepts such as body, life, immanence and strength are revealed, since they provide certain keys to reconsider the issue of human welfare and, invite us to reflect on the need of individual and social body care(AU)
Descritores: Potência
Medicina Preventiva
Promoção da Saúde
-Autocuidado
Corpo Humano
Limites: Humanos
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  4 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-529821
Autor: Rocha, Marcos Paulo da Silva; Soares, Fernanda Martins; Martini, Lucienne Colombo; Bonamin, Leoni Villano.
Título: Behavior of rats treated with Rhus toxicodendron 200cH / Conducta da ratones tratados con Rhus toxicodendron 200cH
Fonte: Int. j. high dilution res;7(22):3-6, 2008.
Idioma: en.
Resumo: One of the main pathogenetic characteristic of Rhus toxicodendron (Rhus-t) is the presence ofarticular pain and aggravation on standing, which improve only by motion. The present studyproposes an experimental model to evaluate the action of Rhus-t 200cH. Rats were divided into 3groups according to treatment received (Rhus-t, diazepam and water); each group was furtherdivided into two sub-groups according to the initial pattern of behavior (hyperactive andhypoactive) as assessed by open-field procedure. A second evaluation of behavior performed 24hours later pointed out to the effects of the medications under study. Results were analyzedthrough Kruskal-Wallis/Dunn's test, with a level of significance p 0,05.

Uma das características patogenéticas principais de Rhus toxicodendron (Rhus-t) é a presença de dor articular e agravação em pé, melhorando exclusivamente com o movimento. O presente estudo propõe um modelo experimental para avaliar a ação de Rhus-t 200cH. Ratos foram divididos em 3 grupos de tratamento (Rhus-t, diazepam e água); cada grupo doi subdividido em 2 subgrupos de acordo com o padrão inicial de conduta (hiper e hipoativos) em procedimento de campo aberto. Uma segunda avaliação da conduta, realizada 24 horas após, indicou o efeito dos medicamentos sob estudo. Os resultados foram analisados pelo teste de Kruskal-Ealis/Dunn com nível de significância p=0,05.
Descritores: Comportamento Animal
Homeopatia
Idiossincrasia
Potência
Toxicodendron
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR926.1 - Biblioteca Artur de Almeida Rezende Filho


  5 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-882920
Autor: Beneli, Leandro Melo; Spigolon, Leandro M. P; Haddad, Clovis R. R; Paulo, Débora Lee Vianna; Oliveira, Ricardo Stochi.
Título: Treinamento da potencia muscular nas modalidades coletivas: uma revisão sistemática / Training of muscle power in team sports: a systematic review
Fonte: Rev. bras. ciênc. mov;25(4):166-175, out.- dez.2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi analisar os métodos (protocolos) e resultados obtidos em estudos que buscaram o treinamento da potência em atletas das modalidades coletivas com controle através dos testes de saltos verticais. Foi realizada uma revisão sistemática a partir da consulta das principais bases de dados com intuito de investigar a produção bibliográfica sobre o assunto, utilizando como palavras-chaves "saltos basquetebol", "saltos voleibol", "salto futebol" e "salto handebol", em português e inglês. Após a obtenção dos artigos, foram excluídos os estudos que tratavam de lesões (injuries). Como critério de inclusão adotou-se: a) publicados nos últimos 5 anos (2011 ­ 2015); b) possuíssem como sujeitos atletas das modalidades basquetebol, handebol, voleibol e futebol; c) que possuíssem intervenções de no máximo de 12 semanas; d) estudos que descrevessem com clareza o método (protocolo) de treinamento utilizado para desenvolvimento da potência. Conclui-se que diferentes métodos de treinamento foram eficazes no aumento dos indicadores da potencia e os saltos verticais foram sensíveis na avaliação desta capacidade.Em relação a período de intervenção observam-se dois estudos que apresentaram alterações significativas nos teste de saltos com 5 semanas, porém outro estudo não demonstrou essas alterações em um período de 6 semanas. Não houve diferenças entre a quantidade de semanas treinadas e a melhora na força e potência....(AU)

The aim of this study was to analyze the methods (protocols) and results in studies that sought power training for athletes in team sports with control through the vertical jumping test. a systematic review from the consultation of the main databases in order to investigate the bibliographic production on the subject was carried out using as keywords "Basketball heels", "volleyball jumps", "football jump" and "handball jump" in Portuguese and English. After obtaining the articles, studies that treated lesions were excluded (injuries). As inclusion criteria was adopted: a) published in the last five years (2011-2015); b) possess as subject athletes of modalities basketball, handball, volleyball and football; c) possessing interventions in maximum of 12 weeks; d) studies describing clearly the method (protocol) training used to power development. It is concluded that different training methods were effective in increasing the power indicators and the vertical jumps were sensitive evaluation of the capacity. Regarding the intervention period are observed two studies that showed significant changes in the jump test 5 weeks, and another study showed no such changes in a period of 6 weeks. There were no differences between the amount of trained weeks and the improvement in strength and power....(AU)
Descritores: Atletas
Métodos
Potência
Tutoria
-Educação Física e Treinamento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  6 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-882827
Autor: Alvares, Poliane Dutra; Diniz, Renata Rodrigues; Santana, Paulo Vitor A; Lima, Franciléia Andrade; Costa, Laissa Lima da; Leite, Richard Diego; Carvalho, Raul Pinho de; Reis, Andréa Dias; Pires, Flávio de Oliveira.
Título: Potência anaeróbia máxima e índice de fadiga em atletas de Futsal feminino: descrição e comparação entre as posições / Maximum anaerobia power and Futsal female athletes fatigue index: description and comparison between positions
Fonte: Rev. bras. ciênc. mov;25(4):84-91, out.- dez.2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A potência anaeróbia máxima é uma capacidade física presente nos mais diversos gestos esportivos do futsal. Essas ações são realizadas de forma repetitivas o que exige dos jogadores valores importantes no índice de fadiga a fim de manter o desempenho durante a partida. O estudo objetivou traçar o perfil morfológico e neuromotor de uma equipe de futsal feminino e mensurar a potência anaeróbia máxima e o índice de fadiga conforme as posições de jogo. Participaram 17 atletas, idade de 21,8±4,1 anos, estatura 159±0,07cm e massa corporal 56,2±8,2kg. Foram avaliadas medidas antropométricas, composição corporal, neuromotora e da potência anaeróbia máxima. Os dados foram descritos em (média ± desvio padrão, mínimo, máximo e coeficiente de variação). O teste de Shapiro Wilk foi usado para averiguar a normalidade dos dados através do software Stata 14.0 e adotado um valor de α= 5%. Foi observado um índice de fadiga menor das Alas o que mostra melhor resistência ao esforço comparado às outras posições, porém todas foram classificadas com nível "bom". Na potência anaeróbia máxima houve diferenças nos valores entre as posições, porém todas foram classificadas com nível "fraco". Concluiu-se que existem diferenças na potência máxima entre as jogadoras, porém não foi suficiente para classificá-las em níveis aceitáveis para essa capacidade de acordo com a literatura.Diferentemente do IF, mesmo com diferenças entre as posições, todas apresentaram nível classificado como "bom" de acordo com os estudos....(AU)

The maximum anaerobic power is physical capacity present in the most diverse sports gestures of futsal. These actions are carried out repetitively which demand from the players values important in the index of fatigue in order to maintain performance during the match.The study aimed to trace the morphological profile and neuromotor of a famale futsal team and to measure maximum anaerobic power and fatigue index according to the game positions. There were 17 athletes, age of 21.8±4.1 years, stature 159±0.07cm and body mass 56.2±8.2kg. Anthropometric measurements were performed, body composition, neuromotor and maximum naerobic power. The data were described in (average ± standard deviation, minimum, maximum and coefficient of variation). The test of Shapiro Wilk was used to ascertain the normality of the data through State 14.0 software and adopted a value of α= 5%. A lower fatigue index was observed for the Wings, which shows better resistance to stress compared to other positions, but all were classified as "good". In the maximum anaerobic power there were differences in the values between the positions, but all were classified as "weak". It's concluded that there are differences in the maximum power between the players, but it was not enough to classify according to the literature. Unlike the IF, even with differences betweens positions, all presented a level classified as "good" according to the studies....(AU)
Descritores: Atletas
Eficiência
Fadiga
Potência
Esportes
Mulheres
-Educação Física e Treinamento
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  7 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-882432
Autor: Nunes, Renan Felipe H; Danieli, Andre Vinicius; Flores, Lucinar Jupir F; Coelho, Tiago Martins; Cetolin, Tiago Cetolin; Carminatti, Lorival J; Guglielmo, Luiz G. A; da Silva, Juliano F.
Título: Potência aeróbia em atletas de futebol e futsal de diferentes níveis competitivos / Aerobic power in soccer and futsal players of different competitive levels
Fonte: Rev. bras. ciênc. mov;25(4):5-14, out.- dez.2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do presente estudo foi comparar os valores de potência e capacidade aeróbia entre atletas de futebol e futsal nos diferentes níveis competitivos e modalidades. A amostra foi constituída de 116 atletas do sexo masculino de seis equipes (3 de futebol e 3 de futsal) da 1ª divisão, 2ª divisão e universitário. Os participantes foram submetidos a duas sessões de coleta de dados. Na primeira sessão, uma avaliação antropométrica foi conduzida e familiarização com o teste de Carminatti (T-CAR). Na segunda sessão, foi realizado o teste de T-CAR de corrida intermitente, para determinar o pico de velocidade (PV). Para analisar as diferenças entre os valores médios dos dados antropométricos e fisiológicos das equipes e nos diferentes níveis competitivos foi utilizado ANOVA One-Way seguido do teste de Post-Hoc de Bonferroni. O Teste T para amostras independentes foi utilizado para comparar as médias entre as modalidades. O valor de P < 0,05 foi considerado como nível de significância estatística. Maiores níveis de PVT-CAR e 80,4%PVT-CAR foram reportados nos atletas de futebol da 1ª divisão comparado com o da 2ª divisão do futsal e universitários, e entre as equipes da 1ª divisão de futsal e 2ª do futebol comparado com o futsal universitário. Além disso, maiores valores do PVT-CAR nas equipes da 1ª divisão de futsal e 2ª do futebol comparado com universitários e nos atletas de futebol versus futsal (p<0,05), afirmando que existe diferença entre os níveis competitivos e modalidades. Estes resultados sugerem que atletas de futebol e aqueles que atuam em elevados níveis competitivos possuem melhor condição física no desempenho do T-CAR....(AU)

The aim of this study was to compare the power levels and aerobic capacity between soccer and futsal players on different competitive levels and modalities. One hundred and sixteen male players from three soccer and futsal teams of the 1st division, 2nd division and university participated in the study. The participants underwent two data collection sessions. In the first session, an anthropometric assessment and familiarization with Carminatti's test (T-CAR) was conducted. In the second session, the T-CAR intermittent running test was conducted to determine the peak velocity (PV). One-way ANOVA was used in combination with post hoc testing (Bonferroni) to compare the average values of anthropometric and physiological data of the teams and in different competitive levels. The T test for independent samples was used to compare the means of the modality. Significance was assumed at 5% (P < 0.05). Aerobic indices were obtained by T-CAR. Higher levels of PVT-CAR and 80,4%PVT-CAR were reported on soccer players of st division compared to the futsal of 2nd division and university, and between the teams of the 1st futsal division and 2nd soccer division compared to the university futsal. In addition, higher PVT-CAR values on teams of 1st futsal division and 2nd soccer division compared to university and soccer players versus futsal (P < 0.05), declaring that there is a difference between the competitive levels and modalities. These results suggest that soccer players and those that play at high competitive levels have better performance in TCAR....(AU)
Descritores: Atletas
Eficiência
EXERCISE TEST0
Educação Física e Treinamento
Potência
Futebol
-Estudos de Avaliação como Assunto
Limites: Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  8 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-762179
Autor: Mendiola Quezada, Roberto.
Título: La infinitesimalidad en la dinamizaciones: número de avogadro / The infinitesimality in potencies: avogadro's number
Fonte: Homeopatia Méx;82(686):31-34, sept.-oct. 2013.
Idioma: es.
Resumo: Este artículo define con claridad uno de los postulados fundamentales de la Homeopatía, el cual se refiere a la dosis infinitesimal, un concepto que en el área de matemáticas es una cantidad tan pequeña que no puede ser pesada o medida por los medios usuales de la física. En el caso de la Homeopatía, se entiende que una dinamización que no contenga alguna molécula de la sustancia primaria activa no puede ser medida, lo que ocurre de acuerdo con la físico-química cuando se alcanza el Número de Avogadro. Dicha situación ocurrirá cuando exista la desconcentración equivalente a 1/1023, es decir, la dinamización 23X. Este trabajo relata, asimismo, los postulados de investigadores como Perrin, Rutherford, Planck y Millikan, y establece la posibilidad de que la sustancia primaria contenga iones desde el momento en que inicia la dinamización, lo cual haría que dicho componente conservara sus propiedades a altísimos niveles de dilución.

This article clearly defines one of the fundamental postulates of homeopathy, which refers to the infinitesimal doses, a concept that in the area of mathematics is such a small amount that can't be weighed or measured by the usual means of physical. In the case of Homeopathy, energizing means that any molecule that does not contain the primary active substance can't be measured, which occurs according to the physicochemical when reaching the Avogadro number. This situation will occur when there is a concentration equivalent to 1/1023, that is to say the dynamic 23X. This paper describes also the tenets of researchers like Perrin, Rutherford, Planck and Millikan, and establishes the possibility that the primary substancecontaining ions from the moment you start the revitalization, which would make such component towering retain their properties dilution levels.
Descritores: Mecanismo de Ação do Medicamento Homeopático
Limites de Avogadro
Potência
Doses Mínimas
-Escala Decimal
Medicamento Homeopático
Responsável: BR926.1 - Biblioteca Artur de Almeida Rezende Filho


  9 / 41 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-734036
Autor: Thiengo, Carlos Rogério; Talamoni, Guilherme Augusto; Silva, Roberto Nascimento Braga da; Santos, Julio Wilson dos.
Título: Perfil antropométrico, aptidão motora e aeróbia de jogadores de futebol profissionais e juniores de Trinidad e Tobago / Anthropometric profile, motor and aerobic fitness of Trinidad and Tobago professional and juniors soccer players
Fonte: Rev. bras. ciênc. mov;20(2):14-24, 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Há pouca informação sobre equipes de futebol do Caribe. Dessa forma, o objetivo do estudo foi descrever o perfil antropométrico, aptidão motora e aeróbia entre jogadores de futebol profissionais e juniores de uma equipe de Trinidad e Tobago. Vinte e seis jogadores de futebol foram avaliados (14 profissionais e 12 juniores): antropometria (estatura, massa corporal, IMC, percentual de gordura), flexibilidade (sentar e alcançar), velocidade (30m), força explosiva (salto horizontal e vertical), potência anaeróbia (potência máxima, média, mínima e o índice de fadiga) e potência aeróbia máxima. O teste-t de Student para amostras indepentendes foi utilizado na análise estatística, considerando 5% de significância (p<0,05). Os resultados dos jogadores profissionais e juniores foram, respectivamente: estatura (180,6 ± 8,1; 175,0 ± 6,9 cm); massa corporal (77,1 ± 7,5; 70,6 ± 8,7 kg); IMC (23,6 ± 1,5; 23,0 ± 1,6 kgm2); gordura corporal (11,9 ± 1,7; 11,6 ± 1,2 %); sentar e alcançar (24,9 ± 10,3; 24,9 ± 7,7 cm); tempo nos 30 m. (4,61 ± 0,14 e 4,66 ± 0,15 s); salto horizontal (263,4 ± 14,9 e 239,7 ± 12,1 cm); salto vertical (58,7 ± 4,3; 54,6 ± 6,6 cm); potência máxima (7,9 ± 0,9; 6,6 ± 0,8 w∙kg-1); potência média (6,5 ± 0,7; 5,4 ± 0,9 w∙kg-1); potência mínima (5,3 ± 0,7; 4,3 ± 1,1 w∙kg-1); índice de fadiga (33,0 ± 7,9; 34,8 ± 12,8 %); potência aeróbia (55,0 ± 3,2; 57,2 ± 4,8 ml∙kg-1∙min-1). Os jogadores profissionais apresentaram salto horizontal e as potência anaeróbia máxima, média e mínima maiores do que os juniores. Os maiores valores nos testes de potência dos membros inferiores podem estar relacionados ao maior tempo de prática na modalidade dos jogadores profissionais, o que também pode indicar maior nível de especialização, o qual prioriza os treinamentos de potência (força e velocidade).

There is little information on Caribbean soccer players. Thus, the aim this study was to descriptive and to compare the anthropometric, motor and aerobic fitness profile between Trinidad and Tobago team professional and junior soccer players. Twenty six soccer players were evaluated (14 professional and 12 junior): anthropometric (height, body mass, BMI, body fat percent), flexibility (sit and reach), velocity (30 m), explosive strength (horizontal and vertical jump), anaerobic power (maximum, mean and minimum power, index of fatigue) and maximum aerobic power. Student Test-t to independent sample was used in statistical analyzes, considering 5% of significance (p<0,05). Results of professional and junior players were, respectively: height (180,6 ± 8,1; 175,0 ± 6,9 cm), body mass (77,1 ± 7,5; 70,6 ± 8,7 kg); BMI (23,6 ± 1,5 / 23,0 ± 1,6 kgm2); body fat (11,9 ± 1,7; 11,6 ± 1,2 %); sitting and reaching (24,9 ± 10,3; 24,9 ± 7,7 cm); velocity (30 m) (4,61 ± 0,14; 4,66 ± 0,15 s); horizontal jump (263,4 ± 14,9; 239,7 ± 12,1 cm); vertical jump (58,7 ± 4,3; 54,6 ± 6,6 cm); maximum power (7,9 ± 0,9; 6,6 ± 0,8 w∙kg-1); mean power (6,5 ± 0,7; 5,4 ± 0,9 w∙kg-1); minimum power (5,3 ± 0,7; 4,3 ± 1,1 w∙kg-1); index of fatigue (33,0 ± 7,9; 34,8 ± 12,8 %); aerobic power (55,0 ± 3,2; 57,2 ± 4,8 ml∙kg-1∙min-1). Professional players presented higher horizontal jump and maximum, mean and minimum anaerobic power in comparing to the junior players. The highest values of power tests for the lower limbs may be relationship to the longer time of practice in the modality of professional players, which can also indicate a higher level of specialization, which gives priority to the training of power (force and velocity).
Descritores: Antropometria
Aptidão
Avaliação de Desempenho Profissional
Capacitação em Serviço
Educação Física e Treinamento
Futebol
-Educação
Potência
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  10 / 41 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-733844
Autor: Guerreiro, Renato Carvalho; César, Eurico Peixoto; Périllier, Roberta; Assis, Carlos Alexandre; Santos, Tony Meireles.
Título: Confiabilidade da fotogrametria na medida do deslocamento vertical da alçada de egg no nado sincronizado / Reliability of photogrammetry in the measure of vertical displacement boost in synchronized swimming
Fonte: Rev. bras. ciênc. mov;21(3):80-87, 2013.
Idioma: pt.
Resumo: A alçada de egg (AE), movimento típico do nado sincronizado, é uma técnica de propulsão vertical que é empregada com o intuito de projetar a maior parte do corpo da atleta acima da superficie da água, no qual o deslocamento vertical é fator de grande relevânica no julgamento do desempenho. Nas provas de nado sincronizado a quantificação do desempenho é realizada visualmente. No entanto, a utilização da avaliação visual para julgar o desempenho da AE não contempla as sutis diferenças de desempenho físico, traduzido na altura que a atleta consegue projetar parte de seu corpo acima da superficie da água. Devido a sua aplicabilidade prática e precisão, o método da fotogrametria foi escolhido para determinação do deslocamento vertical da AE. O objetivo foi calcular a confiabilidade do método de fotogrametria (intra e inter avaliadores) e da medida (estabilidade e consistência interna) de deslocamento vertical durante a AE. Participaram do estudo 10 atletas da Seleção Brasileira de Nado Sincronizado (20,9 ± 2,3 anos; 163,1 ±4,5 cm; 56,0 ± 4,4 kg e 19,0 ± 3,1% de gordura corporal). Para a determinação da confiabilidade foram utilizados o coeficiente de correlação intra-classe (CCI) e o erro típico da medida (ETM) absoluto e relativo. O método apresentou CCI de 0,995 e 0,993 para análise intra e inter avaliadores, respectivamente, e ETM de 0,5% para ambas as condições. Na consistência interna da AE, constatou-se uma média CCI de 0,94 ± 0,03 e ETM 0,34% ± 0,07%, e para estabilidade encontrou-se CCI médio de 0,87 ± 0,04 e ETM 0,49% ± 0,06%. Concluiu-se que o método apresentou valores altos intra e inter avaliador, e a medida apresentou valores moderado para a estabilidade e alto para consistência interna.

Boost is a typical technique of the Synchronized swimming, characterized by the projection of the athlete up, where the vertical displacement is an important factor in performance judgment. For their practical applicability and accuracy, the photogrammetry method was chosen for determine the vertical displacement. The objective was to calculate the reliability within and between judges of the method and measure of vertical displacement during the boost. Participated ten athletes of the Synchronized Swimming Brazilian team (20.9 ± 2.3 years; 163.1 ± 4.5 cm; 56.0 ± 4.4 kg and 19.0 ± 3.1% body fat). To determine the reliability were used the intra-class correlation and the typical error of measurement (TEM) absolute and relative. The method presented ICC of 0.995 and 0.993, within and between judges, respectively, with TEM of 0.5% for both. In internal consistency was found an average ICC 0.94 ± 0.03 and TEM 0.34% ± 0.07%, and stability met mean ICC 0.87 ± 0.04, ETM 0.49% ± 0.06%. We conclude that the method presented high values within and between judges and the measured presented values moderate to stability and high for internal consistency.
Descritores: Atletas
Avaliação de Desempenho Profissional
Fotogrametria
Potência
Natação
-Índice de Massa Corporal
Ginástica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde