Base de dados : LILACS
Pesquisa : HP4.018.189.893 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-669542
Autor: Silva, F. G; Oliveira, G. L.
Título: Conhecimento popular e atividade antimicrobiana de Cydonia oblonga Miller (Rosaceae) / Popular knowledge and antimicrobial activity of Cydonia oblonga Mill. (Rosaceae)
Fonte: Rev. bras. plantas med;15(1):98-103, 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A espécie Cydonia oblonga Mill. (Rosaceae), Marmeleiro, é proveniente do Cáucaso e se difundiu pela Europa e países mediterrâneos, sendo introduzida no Brasil já em 1532. Algumas propriedades medicinais são atribuídas à C. oblonga determinando seu uso pela população. Neste trabalho, objetivou-se conhecer os diversos usos do marmeleiro em São João do Paraíso, assim como estudar a atividade antimicrobiana desta planta. O estudo etnobotânico foi realizado por meio de entrevistas aplicadas aos produtores do marmeleiro. Os ensaios de atividade antimicrobiana foram realizados por meio do método de difusão em placas, com discos embebidos nas concentrações de 100, 200 e 400 mg/mL do decocto do fruto e do extrato bruto das folhas de C. oblonga, testadas em seis bactérias. O estudo etnobotânico revelou que o marmelo utilizado no combate à diarréia, vômito e hipertensão, é também usado como cicatrizante e antisséptico. Quanto ao estudo antimicrobiano, somente o extrato bruto das folhas inibiu parcialmente o crescimento de Streptococcus agalactiae. Concluiu-se por meio deste trabalho que o decocto do marmelo é utilizado pela população na medicina tradicional e que extrato bruto das folhas afetou o crescimento de S. agalactiae.

The species Cydonia oblonga Mill., quince, originated from the Caucasus region, spreading over Europe and Mediterranean countries, and was introduced in Brazil already in 1532. Some medicinal properties are attributed to C. oblonga, determining its use by the population. In this context, the present study aimed to learn the several uses of quince in São João do Paraíso, as well as to study the antimicrobial activity of this plant. The ethnobotanical study was carried out by means of interviews applied to quince farmers. Antimicrobial activity assays were performed according to the diffusion method in dishes with disks embedded at the concentrations of 100, 200 and 400 mg/mL fruit decoction and crude extract from C. oblonga leaves, tested for six bacteria. The ethnobotanical study revealed that quince which has been used to treat diarrhea, vomit and hypertension is also used as healing and antiseptic. As to the antimicrobial study, only the crude extract from leaves partially inhibited the growth of Streptococcus agalactiae. This study led to the conclusion that quince decoction has been used by the population in traditional medicine and that the crude extract from leaves affected the growth of S. agalactiae.
Descritores: Anti-Infecciosos/farmacologia
Cydonia vulgaris/efeitos adversos
Cydonia vulgaris/uso terapêutico
Etnobotânica/métodos
-Medicina Tradicional
Streptococcus agalactiae/isolamento & purificação
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Técnicas In Vitro
Entrevista
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde