Base de dados : LILACS
Pesquisa : HP4.018.282.696 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 5 [refinar]
Mostrando: 1 .. 5   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 5 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-782976
Autor: RANZANI, R.E.; LUZ, P.B.; MAROSTEGA, T.N.; PAIVA SOBRINHO, S..
Título: Efeitos de diferentes substratos e temperaturas na germinação de sementes de Foeniculum vulgare / Effects of substrate and temperature on the germination of Foeniculum vulgare seeds
Fonte: Rev. bras. plantas med;18(1,supl.1):363-366, 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO O funcho (Foeniculum vulgare) é uma espécie medicinal nativa da Europa e amplamente cultivada em todo o Brasil. Possui propriedades carminativas, digestivas e diuréticas. Dada a grande importância dessa espécie no âmbito medicinal, objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de diferentes substratos e temperaturas na germinação de sementes de funcho. Os tratamentos foram compostos de duas temperaturas sendo uma constante de 20ºC e outra alternada de 25-30 °C e três diferentes substratos: papel mata borrão (Germitest), areia e vermiculita, em esquema fatorial 3 x 2, com 4 repetições de 25 sementes. Foi avaliado o índice de velocidade de germinação (IVG), porcentagem de germinação (PG), comprimento da radícula (CR), massa fresca (MF) e seca (MS) de plântulas. A temperatura de 20 ºC proporcionou maiores IVG, porcentagens de germinação, comprimento de radícula e massa seca. A germinação de sementes de funcho não foi influenciada pelos diferentes substratos testados. Pelos resultados, conclui-se que a condição que permitiu maior porcentagem de germinação das sementes de funcho foi a temperatura de 20 °C atingindo 91% de germinação.

ABSTRACT Fennel (Foeniculum vulgare) is a medicinal plant native to Europe that is widely cultivated throughout Brazil. It has carminative, digestive, and diuretic properties. Given the great importance of this species in medicine, the objective of this study was to evaluate the effect of different substrates and temperature on the germination of fennel seeds. The treatments consisted of two temperatures – one a constant 20°C, and the other alternating from 25 to 30°C – and three different substrates: blotting paper (Germitest), sand, and vermiculite, in a 3 x 2 factorial with four replications of 25 seeds. The germination speed index (GSI), percentage of germination (PG), radicle length, and fresh (FM) and dry mass (DM) of seedlings were evaluated. The 20°C temperature resulted in higher GSI, germination percentage, root length and dry mass. The fennel seed germination was not influenced by the different substrates tested. From the results, we concluded that the condition that allowed greatest percentage of fennel seed germination temperature was 20°C, reaching 91% germination.
Descritores: Foeniculum sativum/análise
Germinação
Sementes/classificação
-Plantas Medicinais/classificação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-763231
Autor: LUCCA, P. S. R.; NÓBREGA, L. H. P.; ALVES, L. F. A.; CRUZ-SILVA, C. T. A.; PACHECO, F. P..
Título: The insecticidal potential of Foeniculum vulgareMill., Pimpinella anisum L. and Caryophillus aromaticus L. to control aphid on kale plants / Potencial inseticida de Foeniculum vulgare Mill., Pimpinella anisum L. e Caryophillus aromaticus L.no controle de pulgão em couve
Fonte: Rev. bras. plantas med;17(4):585-591, out.-dez. 2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACTThe use of natural substances for pest control in agriculture is, economically, a viable option and has benefits for both the humanbeing and the environment, due to its low persistence and toxicity. Thus, this trial aimed on determining the insecticidal potential of the extracts and essential oils of fennel (Foeniculum vulgare Mill.), anise (Pimpinella anisum L.) and clove (Caryophillus aromaticus L.) to control Brevicoryne brassicae L. in kale (Brassica oleracea var. acephala DC.). The treatments were: fennel, anise, cloves extracts at 10%; fennel, anise, cloves oils at 1% and control with distilled water. The mortality tests were carried out with aphids in laboratory, with three replications, after 1, 12, 24, 48 and 72 hours. During laboratory trials , it was found out that fennel oil at 1% showed the best rate of mortality on aphid nymphs (70% at 72 h), followed by clove extract at 10% with 37% mortality. Tests in pots were only carried out only with cloves extracts at 10% and fennel oil at 1% treatment, in which such efficiency was alsoindicated on aphid nymphs.

RESUMOO uso de produtos naturais para controle de pragas da agricultura é opção economicamente viável e traz benefícios tanto ao homem como ao ambiente devido à sua baixa persistência e toxicidade. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi verificar o potencial inseticida de extratos e óleos essenciais de funcho (Foeniculum vulgare Mill.), erva doce (Pimpinella anisum L.) e cravo-da-índia (Caryophillusaromaticus L.) para o controle de pulgão (Brevicoryne brassicae L.) em couve (Brassica oleracea var. acephala DC.). Os tratamentos utilizados foram os extratos de funcho, erva-doce e cravo-da-índia a 10%; óleos de funcho, erva-doce, cravo-da- índia a 1% e testemunha com água destilada. Testes de mortalidade sobre pulgão em condições de laboratório foram realizados com três repetições e avaliações após 1, 12, 24, 48 e 72 h. Em laboratório, verificou-se que o óleo de funcho a 1% apresentou maior atividade sobre as ninfas de pulgão (70% em 72 h), seguido do extrato de cravo a 10%, com 37% de mortalidade. Testes em vasos foram realizados somente com o extrato de cravo-da-índia a 10% e óleo de funcho a 1%, nos quais também se constatou a eficácia sobre as ninfas de pulgão.
Descritores: Brassica/classificação
Foeniculum sativum/análise
Inseticidas/classificação
Pimpinella/classificação
Syzygium/classificação
-Foeniculum
Óleos Voláteis/análise
Controle de Pragas
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-677035
Autor: Araujo R, O; Souza, I. A; Sena, K. X. F. R; Brondani, D. J; Solidônio, E. G.
Título: Avaliação biológica de Foeniculum vulgare (Mill. ) (Umbelliferae/Apiaceae) / Biological evaluation of Foeniculum vulgare (Mill. ) (Umbelliferae/Apiaceae)
Fonte: Rev. bras. plantas med;15(2):257-263, 2013. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foeniculum vulgare Mill. é espécie herbácea da família Umbelliferae, nativa da região do Mediterrâneo e da Ásia Menor, amplamente distribuída em todo o território brasileiro. É conhecida popularmente como funcho ou erva-doce e usada na medicina como analgésico, digestivo, carminativo, diurético, expectorante, lactígeno, anti-inflamatório, e antiespasmódico. O extrato bruto etanólico para a verificação das atividades biológicas foi preparado a partir de sementes compradas no comércio. Para a realização do perfil fitoquímico foi utilizada a cromatografia em camada delgada analítica; a atividade antimicrobiana foi determinada pelo teste de difusão em disco de papel e da concentração inibitória mínima (CIM); a atividade antinociceptiva foi realizada pelo método de contorções abdominais em cobaias. Os micro-organismos testados foram isolados clínicos multirresistentes obtidos do Setor de Bacteriologia do Hospital das Clínicas de Pernambuco. O estudo fitoquímico identificou a maioria dos compostos secundários presentes na fração metanólica das sementes, sendo eles: triterpenos, glicosídeos de flavanóides, terpenos menores (monoterpenóides, sesquiterpenóide e diterpenóides), e açúcares redutores. Os resultados obtidos mostraram que o extrato etanólico apresentou maior atividade frente à Micrococcus spp. (CIM=250µg/mL). Os resultados da avaliação da atividade antinociceptiva demonstraram que apenas a dosagem de 298 mg/Kg quando comparado com o padrão indometacina conseguiu uma redução significativa no número de contorções abdominais dos animais. Estudos posteriores deverão ser realizados para a identificação e isolamento de alguns compostos secundários, bem como a realização de outros protocolos de analgesia.

Foeniculum vulgare Mill. (Umbelliferae) is a herbaceous plant of the family Umbelliferae, native to the Mediterranean and Asia Minor region and widely distributed all over the Brazilian territory. It is commonly known as fennel or "erva-doce" and has been used in medicine as analgesic, digestive, carminative, diuretic, expectorant, lactigenous, anti-inflammatory, and antispasmodic agent. Crude ethanolic extract for the verification of biological activities was prepared from seeds bought in the market. For the phytochemical profile, analytical thin-layer chromatography was used; the antimicrobial activity was determined by the paper disc diffusion test and minimum inhibitory concentration (MIC); the antinociceptive activity was verified by the method of abdominal writhings in the animals. The tested microorganisms were multiresistant clinical isolates obtained from the Bacteriology Sector of the Clinical Hospital of Pernambuco. The phytochemical study identified the majority of secondary compounds present in the methanolic fraction of seeds, as follows: triterpenes, flavanoid glycosides, smaller terpenes (monoterpenoids, sesquiterpenoids and diterpenoids) and reducing sugars. The obtained results showed that the ethanolic extract had greater activity against Micrococcus spp. (MIC=250µg/mL). Results of the evaluation of the antinociceptive activity demonstrated that only the dosage of 298 mg/Kg, compared to the indomethacin pattern, led to a significant reduction in the number of abdominal writhings in the animals. Further studies will be carried out for the identification and isolation of some secondary compounds, as well as other analgesic protocols.
Descritores: Anti-Infecciosos/análise
Foeniculum sativum/análise
-Pimpinella/efeitos adversos
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Camundongos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-528798
Autor: Beltrão Filho, Edvaldo Mesquita; Costa, Roberto Germano; Sousa, Solange de; Wanderley, Paulo Alves; Dal Monte, Hélio L. B; Queiroga, Rita de Cássia Ramos do Egypto; Santos, Neube Michel dos.
Título: Efeito do óleo essencial de erva-doce (Foeniculum vulgare) sobre a microbiota do leite de cabra / Effect of essential oil of fennel (Foeniculum vulgare) on the microflora of goat milk
Fonte: Hig. aliment;22(158):104-106, jan.-fev. 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Foram adicionados ao leite de cabra cru níveis crescentes de óleo essencial de erva doce que foram de 0 por cento, 1 por cento, 2 por cento e 3 por cento. Observou-se que a adição de óleo ao leite não teve efeito significativo (P<0,05) na microbiota para nenhum tratamento. Com relação às determinações de pH, observou-se um efeito linear decrescente à medida que o percentual de óleo aumentou no leite. Portanto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do óleo essencial de erva-doce sobre a microbiota no leite de cabra.
Descritores: Foeniculum sativum
Análise de Alimentos
Leite
Óleos Voláteis/efeitos adversos
-Cabras
Limites: Humanos
Animais
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  5 / 5 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-485210
Autor: Macedo, A. F; Oshiiwa, M; Guarido, C. F.
Título: Ocorrência do uso de plantas medicinais por moradores de um bairro do município de Marília-SP / The use of herbal medicine by inhabitants of a part of the city of Marília (SP, Brazil)
Fonte: Rev. ciênc. farm. básica apl;28(1):123-128, 2007. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: As plantas medicinais continuam ocupando lugar de destaque no arsenal terapêutico e muitas vezes, é o único recurso de muitas comunidades e grupos étnicos. O objetivo do presente trabalho foi pesquisar a ocorrência do uso de plantas medicinais em residências de um bairro do município de Marília-SP. Foram entrevistados moradores de 150 residências do Jardim Lavínia, no período de março a julho de 2006. Foram aplicados questionários semi-estruturados para o levantamento dos dados. Os resultados mostraram que 19,34% das residências, possuíam plantas e destas, 41,37% de Melissaofficinalis, 31,03% de Matricaria chamomilla, 13,79% de Camellia sinensis, Mentha piperita e Foeniculum vulgare, 6,89% de Valeriana officinalis, Baccharis triptera, Peumus boldus e 27,52% outros. A indicação do uso foi de 55,17% por amigos/parentes, 13,79% por TV/Rádio, 13,79% por cultura/crenças, 6,89% não responderam e apenas 10,34% por prescrição médica. Das plantas medicinais encontradas, 31,25% eram utilizados de modo contrário à sua finalidade. Dos moradores entrevistados, 41,37% apresentavam idade acima de 46 anos e 31,03% possuíam ensino superior completo. Estes dados permitem concluir que mesmo o consumo sendo amplo no Brasil, ainda existe escassez de informação e a falta desta se dá também em indivíduos de nível superior, podendo gerar uso incorreto. Os meios de comunicação já não são mais os grandes vilões do estímulo do uso das plantas medicinais, a cultura popular faz com que as indicações sejam transmitidas de pessoa para pessoa, atingindo também a população mais favorecida economicamente

Medicinal herbs continue to occupy an important place in the therapeutic arsenal and frequently are the only available resource for some communities and ethnic groups. The objective of this study was to evaluate the use of medicinal herbs in the population of Marília (São Paulo State, Brazil). The occupants of 150 houses in a popular residential district (Jardim Lavinia) were interviewed between March and July 2006, with the aid of semi-structured questionnaires. The results showed that 19.34% of the households had medicinal herbs; of these, 41.37% had Melissa officinalis, 31.03% Matricaria chamomilla, 13.79% Camellia sinensis, Mentha piperita and Foeniculum vulgare, 6.89% Valeriana officinalis, Baccharis triptera and Peumus boldus and 27.52% had others. Their use was recommended in 55.17% of cases by friends?family, 13.79% by TV?radio, 13.79% by received culture or belief, only 10.34% by medical prescription and 6.89% did not answer. 31.25% of the herbs found were used in ways contrary to their recommended use. 41.37% of the interviewees were more than 46 years old and 31.03% had completed university courses. It can be concluded from these data that, although medicinal herbs are widely consumed in Brazil, there is still a shortage of information about them, even among people with higher education, which can lead to incorrect use. The media is no longer the big promoter of herbal medication; popular culture enables indicated treatments to spread from person to person, also reaching the more advantaged population.
Descritores: Baccharis
Camellia sinensis
Fitoterapia
Foeniculum sativum/uso terapêutico
Matricaria
Mentha piperita
Melissa/uso terapêutico
Peumus
Plantas Medicinais
Valeriana
-Etnobotânica
Limites: Humanos
Adulto
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde