Base de dados : LILACS
Pesquisa : HP4.018.778.263 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-780039
Autor: COSTA, J.C.; MARINHO, M.G.V..
Título: Etnobotânica de plantas medicinais em duas comunidades do município de Picuí, Paraíba, Brasil / Ethnobotanic of medicinal plants in two communities in the municipality of Picuí, Paraíba, Brazil
Fonte: Rev. bras. plantas med;18(1):125-134, jan.-mar. 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO O presente trabalho realizou um levantamento etnobotânico sobre a utilização de plantas medicinais no município de Picuí, Seridó Oriental, Estado da Paraíba, Brasil. Foi analisada uma área urbana (bairro monte santo) e uma rural (sítio massapê). As informações etnobotânicas foram obtidas através de formulários semiestruturados, contendo características socioeconômicas dos entrevistados, características das plantas e seus usos terapêuticos. Para a entrevista foi selecionado o adulto responsável pela residência, “chefe de família”, e utilizou-se a técnica da “bola de neve”. Foram citadas 37 famílias botânicas, 59 gêneros e 64 espécies. As espécies mais citadas foram Vernonia condensata Baker e Chenopodium ambrosioides L. e a família mais indicada foi Fabaceae. O hábito predominante foi o herbáceo, seguido do arbóreo; as partes da planta mais utilizadas foram as folhas e as cascas do caule; os principais modos de preparo dos remédios foram os chás e a água e/ou sumo. A planta com maior CUPc foi Vernonia condensata Baker (41,67%), sendo também uma das plantas com maior FRt junto a Chenopodium ambrosioides L., ambas com 19,6%. Esses resultados demonstraram que as populações estudadas ainda usam plantas medicinais com frequência, entretanto, a maioria das plantas utilizadas não é nativa da caatinga.

ABSTRACT This study conducted an ethnobotanical survey on the use of medicinal plants in the municipality of Picuí, Seridó of Paraíba, Brazil. An urban area (neighborhood monte santo) and a rural area (massapê farm) were analysed. The ethnobotanical information was obtained through semi-structured questionary containing socioeconomic characteristics of the respondents, characteristics of plants and their therapeutic uses. We selected an adult which was the responsible adult of the residence “householder” for the interview and used the technique of “snowball”. 37 plant families, 59 genera and 64 species were cited. The species most frequently cited were Vernonia condensata Baker and Chenopodium ambrosioides L. and the most mentioned family was Fabaceae. The predominant habit was the herbaceous, followed by woody, the parts of the plant which were most used are the leaves and bark of the stem, the main modes of preparation of the medicines were showers and water and / or lushness. The plant with the highest CUPc was Vernonia condensata Baker (41.67%), and it was also one of the plants with greatest FRt along with Chenopodium ambrosioides L., both with 19.6%. These results demonstrated that the studied populations still use medicinal plants often, however, most of the plants used is not native to the caatinga.
Descritores: Etnobotânica/instrumentação
Plantas Medicinais/classificação
Características de Residência/classificação
-Zona Rural
Área Urbana
Viburnum opulus/análise
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde