Base de dados : LILACS
Pesquisa : HP6.051.376.238 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 44 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 44 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1015965
Autor: Procópio, Leandro Debs; Silva, Danilo Debs Procópio; Rosique, Rodrigo.
Título: Implante submuscular em duplo bolso para mastopexias de aumento / Submuscular implant in double pocket for augmentation mastopexy
Fonte: Rev. bras. cir. plást;34(2):187-195, apr.-jun. 2019. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Introdução: A utilização de implantes mamários vem aumentando. O posicionamento do implante na literatura é relatado como subglandular, subfascial, submuscular total e parcial, cada qual com suas indicações, limitações e complicações. Métodos: Este trabalho mostra uma manobra para cobertura do implante e sua sustentação utilizando dois retalhos musculares. Entre novembro de 2009 e abril de 2012, foram analisados 80 casos de pacientes submetidas à inclusão de implantes em posição submuscular em duplo bolso, independentemente da via de acesso, do grau de flacidez e ptose. Resultados: A versatilidade desta manobra permite que seja utilizada em uma ampla variedade de mamas, desde aumento sem flacidez a mamopexia com implante, podendo ser realizada por via periareolar, inframamária ou aberta. Foi utilizada em cirurgias primárias e secundárias, com ou sem uso de retalho de tecido mamário e retirada de pele. Conclusões: A cobertura do implante com o músculo peitoral pela técnica de duplo bolso demonstrou ótimos resultados, com baixo índice de complicações e reintervenções. Esta técnica está sendo utilizada em uma maior casuística e um seguimento mais longo tem sido feito para confirmar os resultados obtidos até o momento.

Introduction: The use of implants is steadily increasing. Reports have been published of implants in the subglandular, subfascial, total, and partial submuscular positions each with its indications, limitations, and complications. Methods: This study presents a technique to cover the implant and support it using two muscle flaps. Between November 2009 and April 2012, 80 patients who submitted to inclusion of implants in the submuscular position in double pocket were analyzed, regardless of the access route, the degree of flaccidity, and ptosis. Results: The versatility of this maneuver allows it to be used in a wide variety of breasts, from breast augmentation without flaccidity to mastopexy with implant, and may be carried out via the periareolar, inframammary, or open access routes. It was used in primary and secondary surgeries, with or without the use of breast tissue flap and removal of skin. Conclusions: The coverage of the implant with the pectoral muscle by the double pocket technique displayed excellent results, with a low rate of complications and reinterventions. This technique is being studied in a larger sample with a longer follow-up to confirm the results obtained so far.
Descritores: Implante Mamário/efeitos adversos
Implante Mamário/métodos
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos/métodos
Contratura Capsular em Implantes/cirurgia
-Modalidades de Posição
Contração Muscular
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Estudos de Avaliação
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  2 / 44 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-872216
Autor: Saquy, Paulo César; Pécora, Jesus Djalma.
Título: Ossos do ofício: aprenda a evitar riscos à saúde / Bones of office: learning health risks
Fonte: Rev. ABO nac;3(6):358-64, dez. 1995-jan. 1996. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Insalubridade e doenças ocupacionais acompanham o dia-a-dia do profissional, mas o desgaste causado por esses fatores pode ser reduzido com pequenas mudanças de atitude
Descritores: Consultórios Odontológicos/organização & administração
Doenças Profissionais
Hábitos
Ergonomia
-Doenças Transmissíveis
Estresse Fisiológico
Mercúrio/efeitos adversos
Modalidades de Posição
Ruído/efeitos adversos
Postura
Efeitos da Radiação
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  3 / 44 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-854928
Autor: Figlioli, Maria Devanir.
Título: Postura de trabalho em Odontologia / Working posture in Dentistry
Fonte: RGO (Porto Alegre);41(3):155-60, maio-jun. 1993. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A autora estabelece as posições mais ergonômicas para o operador realizar preparos cavitários na Odontologia, utilizando o dique de borracha e trabalhando sentado
Descritores: Odontologia
Ergonomia
-Modalidades de Posição
Tratamento do Canal Radicular
Responsável: BR541.1 - Biblioteca


  4 / 44 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-714088
Autor: Santana, Maria Cristina Ebole de; Zin, Walter A; Rocco, Patricia R. M.
Título: Posição prona na síndrome do desconforto respiratório agudo / Prone position in acute respiratory distress syndrome
Fonte: Pulmäo RJ;12(1):47-57, 2003. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Débito Cardíaco
Modalidades de Posição
Oxigênio/sangue
Síndrome do Desconforto Respiratório do Adulto/etiologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR674.1 - IDT - Biblioteca do Instituto de Doenças do Tórax


  5 / 44 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-625151
Autor: Silva, Renata Flavia Abreu da; Nascimento, Maria Aparecida de Luca.
Título: Mobilização terapêutica como cuidado de enfermagem: evidência surgida da prática / Therapeutic mobilization as nursing care: evidence from practice / Movilización terapéutica como cuidado de enfermería: evidencia surgida de la práctica
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;46(2):413-419, abr. 2012. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo observacional e descritivo que teve como objetivo identificar como os parâmetros relativos à mecânica pulmonar do paciente crítico, sob ventilação mecânica, se comportam, após o procedimento técnico de mudança de decúbito realizado pela equipe de enfermagem. A população acessível, inserida por amostragem não-probabilística, foram 9 pacientes críticos, sob ventilação mecânica, e seus respectivos parâmetros referentes à mecânica pulmonar. Foram observadas alterações positivas e negativas na mecânica pulmonar em todos os pacientes, em diferentes posições, possivelmente associada à mudança de decúbito. Conclui-se que a avaliação clínica é fundamental para a prescrição de enfermagem relativa à mudança de decúbito, pois a mecânica pulmonar pode se modificar de acordo com a posição do paciente no leito, trazendo, inclusive, resultados negativos.

The objective of this observational and descriptive study was to identify the behavior of relative parameters related to pulmonary mechanics of critical patients undergoing mechanic ventilation, after the nursing staff performed the technical procedure of decubitus position change. The accessible population, by non-probabilistic sampling, consisted of nine critical patients undergoing mechanical ventilation and their respective parameters related to pulmonary mechanics. Positive and negative alterations in pulmonary mechanics in all patients were identified, correlating with different positions, possibly associated with the change in decubitus position. In conclusion, clinical assessment is essential in nursing care regarding decubitus position change, because pulmonary mechanics may change according to the patient's position in bed, and may result in negative consequences.

Estudio observacional y descriptivo que tuvo como objetivo: identificar el modo en que los parámetros relativos a la mecánica pulmonar del paciente crítico, bajo ventilación mecánica, se comportan luego del procedimiento técnico de cambio de decúbito realizado por el equipo de enfermería. La población con acceso, inserta por muestra no probabilística, fue de nueve pacientes críticos, bajo ventilación mecánica, y sus respectivos parámetros referentes a la mecánica pulmonar. Fueron observadas alteraciones positivas y negativas en la mecánica pulmonar en todos los pacientes, en diferentes posiciones, posiblemente asociada al cambio de decúbito. Se concluyó en que la evaluación clínica es fundamental para la prescripción de enfermería relativa al cambio de decúbito, pues la mecánica pulmonar puede modificarse de acuerdo con la posición del paciente en el lecho, trayendo, inclusive, resultados negativos.
Descritores: Modalidades de Posição
Cuidados de Enfermagem
Respiração Artificial
Mecânica Respiratória
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  6 / 44 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-617293
Autor: Lugones Botell, Miguel; Ramírez Bermúdez, Marieta.
Título: El parto en diferentes posiciones a través de la ciencia, la historia y la cultura / The labor in different positions through the science, the history and the culture
Fonte: Rev. cuba. obstet. ginecol;38(1):134-145, ene.-mar. 2012.
Idioma: es.
Resumo: Las diferentes posiciones adoptadas por las mujeres durante el parto han constituido hitos importantes a través de la historia, algunos de los cuales no están totalmente resueltos. En los últimos tiempos, con el desarrollo de la ciencia, la asistencia al parto se ha estado realizando en un medio hospitalario y con personal especializado y de esta manera, la mayoría de las mujeres occidentales tienen sus partos en la llamada posición dorsal, la que supone permite al médico controlar mejor el estado del feto, asegurando así un parto seguro, fundamentalmente para garantizar su bienestar, por lo que se ha dicho que se ha cambiado la tradicional forma de parir, dominada por la movilidad y verticalidad, a la pasividad y horizontalidad. En este artículo se realiza una revisión sobre las principales posiciones de la gestante en el trabajo de parto y el parto a través de la historia, sustentadas por criterios científicos, históricos y culturales, en los que la costumbre ha tenido gran influencia en muchas partes del mundo

The different positions adopted by women during delivery have been important milestones through the history; some of them are not fully solved. In past years with the development of science, the delivery assistance has been performed in a hospital environment and with a specialized staff and thus, most of western women have their deliveries in the dorsal position, which supposedly allow physician a better control of fetus status securing a safe delivery, mainly to guarantee its wellbeing that is why now we said that the way of deliver has changed, controlled by mobility and verticality, to passivity and flatness. The objective of present paper is to make a review on the main positions of pregnant in labor and the delivery through the history, supported by scientific, historical and cultural criteria where the habit has had a great influence in many parts of the world
Descritores: História da Medicina
Modalidades de Posição
Parto/fisiologia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  7 / 44 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-612432
Autor: Costa, Gerusa Maritimo da; Mourão e Lima, Januário Gomes; Lopes, Agnaldo José.
Título: Espirometria: a influência da postura e do clipe nasal durante a realização da manobra / Spirometry: the influence of posture and of the nasal clip during the realization of the manoeuvre
Fonte: Pulmäo RJ;15(3):143-147, 2006. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: durante a realização da manobra de capacidade vital forçada, a posição corporal sentada e a utilização do clipe nasal são padronizadas por todos os consensos. Entretanto, surge uma questão: até que ponto essas recomendações influenciam os valores dos parâmetros funcionais? Os objetivos deste trabalho são: 1) determinar as alterações dos índices espirométricos em diferentes condições posturais; 2) avaliar a influência do uso do clipe nasal. Metodologia: estudo descritivo de 62 indivíduos saudáveis. Os testes foram obtidos nas seguintes condições: 1) em posição ortostática e em posição sentada; 2) com a cabeça em posição neutra, flexão e extensão do pescoço; 3) com e sem o uso do clipe nasal. Resultados: considerando as posturas ortostática e sentada, foi observado significativo aumento do VEF1, VEF1/CVF%, FEF25-75% e FEFmax na posição ortostática, em relação à sentada. Todos os parâmetros apresentaram reduções estatisticamente significativas de seus valores com a flexão do pescoço, exceto o FEF25-75%. Comparando a posição estendida com a neutra, foram obtidas alterações significativas em CVF, VEF1/CVF e FEF25-75%. O VEF1 foi o único parâmetro que apresentou elevação do valor da média após o uso do clipe nasal, mas sem alteração estatística significante. Conclusão: a condição corporal é determinante para a obtenção dos parâmetros espirométricos. Entretanto, o uso do clipe nasal é controverso, pois não se observa alteração dos valores espirométricos com a utilização deste dispositivo.
Descritores: Espirometria/instrumentação
Espirometria/métodos
Modalidades de Posição
Postura
Testes de Função Respiratória
Mecânica Respiratória
-Estudos Transversais
Epidemiologia Descritiva
Tecnologia Biomédica/instrumentação
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR674.1 - IDT - Biblioteca do Instituto de Doenças do Tórax


  8 / 44 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-584887
Autor: Iglesias Alfonso, José del Carmen; Aldana Vilas, Laura; García Gutiérrez, Eulalia; Vázquez Díaz Granados, Gastón.
Título: Frecuencia cardiaca en la bipedestacion activa inmediata en jóvenes sanos / Heart rate in the immediate active bipedal posture in healthy young people
Fonte: Rev. cuba. med. mil;39(2):104-115, mar.-jun. 2010.
Idioma: es.
Resumo: OBJETIVO: caracterizar la dinámica de los cambios de la frecuencia cardíaca durante la bipedestación activa inmediata en sujetos jóvenes. MÉTODOS: se evaluaron 132 jóvenes supuestamente sanos, con edades entre 18 y 25 años. Se registró digital y continuamente la actividad electrocardiográfica en decúbito supino y al inicio de la bipedestación activa, se obtuvo las secuencias de intervalos RR de forma automática y verificada por un especialista, con el RITMOCARD v. 3.2. Se procesaron las series de cardiointervalos con el VFC32. Se estudió la frecuencia cardíaca usando 27 indicadores, agrupados en: posicionales y ordinales, de promedio, de la velocidad de los cambios, relacionales y temporales. RESULTADOS: se obtuvieron los valores medios y desviación estándar de los principales indicadores vitales en el grupo de sujetos sanos. Los indicadores usados permitieron caracterizar al grupo durante las complejas y rápidas interacciones que se producen en el cambio de posición. Los valores de estos indicadores pueden servir como referencia, para ser utilizados en la selección de personal y el control de salud en un grupo de edades de gran importancia medico-militar. CONCLUSIONES: la caracterización de la dinámica de la respuesta de la frecuencia cardíaca en la bipedestación activa inmediata de jóvenes del sexo masculino cubanos, puede ser útil para la selección de personal militar

OBJECTIVE: to characterize the dynamics of changes in heart rate during active and immediate bipedal posture in young people. METHODS: a total of 132 supposedly healthy young people aged between 18 and 25. The supine electrocardiography activity was digital and continuously registered and at onset of active bipedal posture obtaining the RR interval frequencies in automated way and verified by a specialist using the RITMOCARD version 3.2. The cardiac intervals series assisted by VFC32 were processed. The heart rate was studied using 27 indicators grouped in: positional and ordinate, of average, of change velocity, relational and temporary. RESULTS: median values and standard deviation from the main vital indicators in healthy subjects group. The used indicators allowed us to characterize the group during the complex and fast interactions producing in the position change. Values of these indicators may serve as reference to be used in the staff selection and in the health control in an age group of very medical-military significance. CONCLUSIONS: characterization of heart rate response dynamics in immediate active bipedal posture of Cuban young males may be useful for military staff selection
Descritores: Saúde do Adolescente
Frequência Cardíaca/fisiologia
Modalidades de Posição
-Estudos Transversais
Epidemiologia Descritiva
Limites: Seres Humanos
Masculino
Adolescente
Adulto
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  9 / 44 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-571030
Autor: Baracho, Sabrina Mattos; Figueiredo, Elyonara Mello de; Silva, Lucas Barbosa da; Cangussu, Izadora Carolina Araújo Gonçalves; Pinto, Daniele Nunes; Souza, Elza Lúcia Baracho Lotti de; Silva Filho, Agnaldo Lopes da.
Título: Influência da posição de parto vaginal nas variáveis obstétricas e neonatais de mulheres primíparas / The influence of vaginal birth position on obstetric and neonatal variables in primiparous women
Fonte: Rev. bras. saúde matern. infant;9(4):409-414, out.-dez. 2009. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVOS: determinar a prevalência de fatores obstétricos associados à posição de parto vaginal (PPV) - vertical ou horizontal; investigar correlações entre PPV e fatores obstétricos, bem como sua influência sobre as características neonatais. MÉTODOS: foi realizado um estudo de corte transversal. A amostra foi composta por 176 mulheres primíparas que realizaram parto vaginal, entre julho/2006 e fevereiro/2007. Foi investigada a correlação entre PPV e as seguintes variáveis obstétricas: ocorrência e grau de laceração perineal espontânea, episiotomia, sutura perineal, uso de ocitocina e instrumentação cirúrgica. Os neonatos foram classificados quanto à idade gestacional, peso, estatura, perímetro cefálico e Apgar 1º e 5º minutos. Teste qui quadrado foi aplicado para investigar correlação entre PPV e variáveis obstétricas e o teste t-student para investigar a influência da PPV nas características neonatais. RESULTADOS: não foi observada correlação entre PPV e sutura perineal, laceração perineal, uso de ocitocina, episiotomia e utilização de instrumentação cirúrgica (uso de fórceps ou vácuo-extrator). Houve correlação entre PPV e episiotomia e maior prevalência de episiotomia na posição horizontal. Não houve influência da PPV nas características neonatais. CONCLUSÕES: houve maior ocorrência de episiotomia na posição de parto horizontal, embora ambas as posições de parto tenham sido satisfatórias para os neonatos.

OBJECTIVES: to determine the prevalence of obstetric factors associated with vaginal birth posi tion (VBP)-vertical or horizontal; to investigate correlations between VBP and obstetric factors and neonatal characteristics. METHODS: a cross-sectional study was carried out. The sample comprised 176 primiparous women who had given birth vaginally, between july 2006 and february 2007. The correlation was investigated between VBP and the following obstetric variables: occurrence and severity of spontaneous perineal lacerations, episiotomy, perineal suture, the use of oxytocin and surgical instruments. The newborns were characterized according to gestational age, weight, height, head circumference and one-and five-minute Apgar. The chi-squared test was used to inves tigate the correlation between VBP and obstetric vari ables and Student's t-test to investigate differences in neonatal characteristics according to VBP. RESULTS: no association was found between VBP and perineal suture, perineal laceration, the use of oxytocin, episiotomy or the use of surgical instru ments (forceps or vacuum-extractor). There was a correlation between VBP and episiotomy and a greater prevalence of episiotomy for the horizontal position. VBP had no influence on the characteristics of the newborn. CONCLUSIONS: episiotomy was more prevalent in cases of horizontal birth position, although both birth positions are satisfactory as far as the newborn is concerned.
Descritores: Parto Humanizado
Modalidades de Posição
Parto Normal
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança


  10 / 44 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Tudella, Eloisa
Id: lil-532673
Autor: Toledo, Aline Martins de; Hernandes, Tatiana Sacho; Rocha, Nelci Adriana C. F; Tudella, Eloisa.
Título: Evidência da transição de fases no desenvolvimento do controle postural e cervical na postura prona / Evidence of the phases transition in the postural and cervical control development at prone position
Fonte: Temas desenvolv;13(78):16-21, jan.-fev. 2005. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo desse estudo e verificar a evolução do controle cervical e postural na postura prona em lactentes normais nos primeiros 4 meses de vida. Foram estudados 25 lactentes saudáveis, com idade média de 65,36 dias (±36,96). Os lactentes foram filmados e avaliados na postura prona sobre uma mesa de avaliação (Green e colaboradores, 1995). A avaliação foi realizada em duas etapas: a) verificação dos níveis de controle postural; b) freqüência (considerando-se o número de vezes em que o lactente elevava a face da superfície da mesa) e tempo de permanência da elevação da cabeça (a manutenção da cabeça elevada por mais de um segundo). Os níveis de controle postural foram quantificados de 1 a 6, segundo a escala dos Níveis de Habilidades Motoras (Green e colaboradores, 1995). Constatou-se, a partir dos testes de Anova e Duncan, diminuição significativa da freqüência da elevação da cabeça no terceiro e quarto mês. O tempo de permanência da elevação da cabeça teve aumento significativo aos dois meses e o nível de controle postural em prono evoluiu do nível 2 para o 4, diferenciando-se significativamente aos quatro meses. Portanto, através de uma abordagem mais dinâmica, e possível compreender que a evolução do controle cervical em prono nos primeiros 4 meses ocorre por transição de fases, nos quais o lactente seleciona o padrão de movimento preferido com o intuito de descobrir soluções para novas tarefas.

The aim of this study was verifying the evolution of the cervical and postural control at prone position in normal babies during the first 4 months of life. Twenty-five healthy babies with a medium age of 65,36 days (±36,96) were studied. They were video taped and evaluated at prone position lying on an evaluation table (Green and coworkers, 1995). The evaluation was realized in two steps: a) verification of the levels of postural control; b) frequency (concerning the number of times the baby raised up his face from the table surface) and the time he/she kept his/her head up (keeping the head up for more than a second). The levels of postural control were scored from 1 to 6, according to the Levels of Motor Abilities (Green and coworkers, 1995). From Anova and Duncan tests, it was verified a significant decrease on the frequency of head elevation during the third and fourth months of life. The time they kept their head up had a significant increase from the second month and the level of postural control at prone position evolved from level 2 to level 4, changing significantly at four months. Therefore, assuming a dynamic point o1 view, the evolution of cervical control at prone position during the first 4 months of life occurs by phase transition, in which the baby chooses the preferred pattern of movement aiming at discovering solutions for new tasks.
Descritores: Desenvolvimento Infantil
Destreza Motora/fisiologia
Lactente
Comportamento do Lactente
Modalidades de Posição
Postura/fisiologia
Limites: Seres Humanos
Lactente
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde