Base de dados : LILACS
Pesquisa : HP6.051.376.276 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 32 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 32 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-154660
Autor: Santos Escalante, Claver Clemente; Rojas A., Pablo.
Título: Frecuencia de torus palatinus y torus mandibularis en niños de edad escolar entre 6-17 años en dos centros educativos de Lima metropolitana / Frecuency of torus palatinus and torus mandibularis in children 6-17 years in two schools in Lima
Fonte: Rev. estomatol. Hered;3(1):29-35, ene.-jun. 1993. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: En el presente estudio se examinó 500 niños de 6 a 17 años de edad; 250 varones y 250 mujeres, de los cuales el 41 por ciento torus palatinus (varones 41.6 por ciento y mujeres 40.4 por ciento), 3.8 por ciento torus mandibularis (varones 4.4 por ciento y mujeres 3.2 por ciento) y 1.8 por ciento ambos torus a la vez (varones 2 por ciento y mujeres 1.6 por ciento); sin encontrar diferencia significativa entre edad y sexo. Fué observado también una mayor frecuencia de torus palatinus fusiformes con 59.5 por ciento, al igual que torus palatinus pequeños con 74.2 por ciento, siendo el 47.8 por ciento de los torus palatinus diagnosticados a la palpación; sin demostrar diferencia significativa con la edad y sexo. Sin embargo pareceexistir una relación entre la morfología del torus y su visualización. Los torus mandibulares con mayor frecuencia observados fueron los simples unilaterales, con 57.9 por ciento, y los clínicamente visibles con 89.5 por ciento. Se encontró además que el lado más afectado fue el izquierdo con 93.3 por ciento. No se pudo demostrar la existencia de una correlación entre la aparición del torus palatinus y del torus mandibularis a la vez.
Descritores: Palato/anatomia & histologia
Palato/anormalidades
Modalidades Sensoriais
-Exostose/diagnóstico
Exostose/etiologia
Exostose/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  2 / 32 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Rodas, Maria Auxiliadora de Brito
Id: lil-402218
Autor: Taipina, Magda Sinigallia; Cohen, Victor Haim; Del Mastro, Nélida Lúcia; Rodas, Maria Auxiliadora de Brito; Della Torre, Jussara Carvalho de Moura.
Título: Aceitabilidade sensorial de suco de manga adicionado de polpa de banana (Musa sp) verde / Sensory acceptance of mango juice added with green banana (Musa sp) pulp
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;63(1):49-55, jan.-jun. 2004. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A aceitabilidade de suco de manga (Mangifera indica), adicionado ou não com polpa de banana (Musa sp) verde, foi avaliada utilizando escala hedônica em relação aos atributos de cor amarela, aroma, sensação na boca, sabor e doçura. Participaram dos testes sensoriais 59 consumidores de sucos de frutas, previamente avaliados quanto ao perfil de características específicas. Os dados sensoriais foram analisados estatisticamente pelo Teste t de Student, ao nível de significância de 5%. Através do perfil de características dos julgadores, observou-se, principalmente, que o hábito de consumo de sucos de frutas foi com frequëncia diária para 54% das mulheres, e semanal para 61% dos homens. A faixa etária dos julgadores variou de 20 a 60 anos, sendo que 49% dos homens e 36% das mulheres tinham concluído o nível universitário. Para a cor amarela, aroma e doçura não houve diferença significativa (p>0,05) entre os sucos de frutas avaliados. Os sucos de manga variaram entre si (p<0,05) para os atributos de sensação bucal e sabor, sendo o suco adicionado de polpa mais aceito, revelando intenção de compra satisfatória. O suco de manga adicionado de polpa de banana verde foi caracterizado como viscoso, doce e levemente adstringente
Descritores: Frutas
Comportamento Alimentar
Mangifera
Musa
-Bebidas
Modalidades Sensoriais
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  3 / 32 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-273139
Autor: Pagliuca, Lorita Marlena Freitag; Rodrigues, Jane Oliveira.
Título: Métodos contraceptivos de barreira e DIU: tecnologia educativa para deficientes visuais / Mechanical contraceptive methods and IUD: educational technology for the visually impaired
Fonte: Rev. bras. enferm;52(3):413-22, jul.-set. 1999.
Idioma: pt.
Resumo: O Planejamento Familiar oferece conhecimentos para decidir o número de filhos e o momento apropriado para tê-los. As informaçöes educativas em saúde têm se concentrado na comunicaçäo visual, dificultando seu acesso ao deficiente visual, portanto os objetivos deste estudo foram construir materiais educativos auto-instrucionais sobre métodos de barreira e DIU e permitir a avaliaçäo do material construído. Obedeceu-se dois momentos metodológicos: elaboraçäo de métodos educativos explorando o tato e a audiçäo seguido de teste por casal de cegos. Os dados da avaliaçäo foram obtidos por entrevistas. Os resultados mostram que o conhecimento ocorreu com conteúdo e linguagem adequados, a comunicaçäo privilegiada foi a verbal e a táctil e contribuiu para o resgate da cidadania do deficiente visual.
Descritores: Tecnologia Educacional
Planejamento Familiar
Anticoncepção
Pessoas com Deficiência Visual
-Fala
Materiais de Ensino
Modalidades Sensoriais
Idioma
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR905.1 - Biblioteca


  4 / 32 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-894682
Autor: Flores Carrillo, Claudia Leticia; Gutiérrez Rojo, Jaime Fabián.
Título: Comparación tridimensional del arco dental maxilar en las maloclusiones de clases I y II / Three-dimensional comparison of the maxillary dental arch in the classes I and II malocclusions
Fonte: Medisan;22(2), feb. 2018. tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La maloclusión dental se refiere al incorrecto alineamiento de los dientes o a la forma en que los dientes superiores e inferiores encajan entre sí y, dada su prevalencia, hoy día se considera un problema de salud pública. Objetivo: Evaluar las dimensiones transversales de la arcada, la profundidad y la distancia anteroposterior en el maxilar superior, en las maloclusiones de clases I y II. Métodos: Se midió la distancia intercanina, interpremolar, intermolar, anteroposterior y profundidad del paladar en 100 modelos de estudio de dentición permanente. Se utilizó el compás de Korkahaus, el programa Microsoft Excel y la prueba t de Student. Resultados: Solo se encontraron diferencias estadísticas significativas en las dimensiones transversales y la arcada más estrecha fue en la maloclusión de clase II. Conclusión: La maloclusión de clase I presentó la arcada más amplia, la clase II tiene mayor profundidad del paladar y la distancia anteroposterior en caninos y primeros premolares fue mayor en esta última y en los segundos premolares y molares en la de clase I

Introduction: dental malocclusion refers to the incorrect alignment of the teeth or the form in which the upper and lower teeth fit together and, given its prevalence, nowadays it is considered a public health problem. Objective: to evaluate the transverse dimensions of the dental arch, the depth and the anteroposterior distance in the maxillary bone, in the classes I and II malocclusions. Methods: the intercanine, interpremolar, intermolar, anteroposterior distance and depth of the palate in 100 models of permanent teething study. The Korkahaus compass, the Microsoft Excel program and the Student´s t test were used. Results: there were significant statistical differences only in the traverse dimensions and the narrowest dental arch was in the class II malocclusion. Conclusion: class I malocclusion presented the widest dental arch, class II has higher depth of the palate and the anteroposterior distance in canine teeth and first bicuspid teeth was higher in the latter and in the second buccal teeth in class I
Descritores: Arco Dental
Má Oclusão de Angle Classe I
Má Oclusão de Angle Classe II
-Ortodontia
Paladar
Modalidades Sensoriais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CU418.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas de Santiago de Cuba


  5 / 32 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-832839
Autor: Rebequi, Fernanda; Ramiro, Mariane Moreira; Walker, Julia Clara Leite; Andrade, Osmar Ferreira de; Candido, Camila Jordão; Santos, Elisvânia Freitas dos; Novello, Daiana.
Título: Utilização de inulina como substituto de açúcar em paçoca de amendoim: avaliação físico-química e sensorial entre escolares / Inulin as sugar substitute in peanut paçoca: physico-chemical and sensory evaluation among school children
Fonte: Rev. Salusvita (Online);35(3):305-320, 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: a inulina (IN) é uma fibra alimentar que vem sendo empregada como forma de melhorar o perfil nutricional de diversas preparações. Objetivo: elaborar paçocas de amendoim com adição de IN em substituição ao açúcar (AÇ) e avaliar sua aceitabilidade sensorial entre crianças. Também, analisar a composição físico-química da formulação padrão e daquela com maior teor de IN e aceitação semelhante à padrão. Métodos: foram elaboradas 5 formulações de paçoca de amendoim: F1 - padrão (0% IN + 13% AÇ), F2 (3,25% IN + 9,75% AÇ), F3 (6,50% IN + 6,50% AÇ), F4 (9,75% IN + 3,25% AÇ) e F5 (13% IN + 0% AÇ). Participaram da pesquisa 60 provadores com idade entre 9 e 10 anos. Foi determinada a composição centesimal de F1 e da formulação com maior teor de IN e aceitação semelhante à padrão. Resultados: não houve diferença estatística (p>0,05) entre as formulações na avaliação sensorial (aparência, aroma, sabor, textura, cor, aceitação global e intenção de compra). A amostra F5 foi aquela com maior adição de IN e aceitação semelhante à padrão. Não houve diferença estatística entre os conteúdos de cinzas, proteínas e lipídios comparando-se F1 com F5. Apesar disso, F5 obteve valores inferiores (p<0,05) de carboidratos e calorias e superiores de umidade e fibra alimentar. Conclusão: um nível de adição de até 13% de IN e 0% de AÇ em paçoca de amendoim foi bem aceito pelos provadores, obtendo-se uma aceitação sensorial semelhante ao produto padrão e com boas expectativas de comercialização.

Introduction: Inulin (IN) is a dietary fiber that has been used as a way to improve the nutritional profile of various preparations. Objective: To prepare peanut paçocas mixtures with addition of IN to replace sugar (S) and evaluate their sensory acceptability among children. Also, analyze the physico-chemical composition of the standard formulation and that most IN content and standard similar to acceptance. Methods: Five peanut paçoca formulations were prepared: F1 - standard (0% IN + 13% S), F2 (3.25% IN + 9.75% S), F3 (6.50% IN + 6.50% S), F4 (9.75% IN + 3.25% S) and F5 (13% IN + 0% S). The participants were 60 tasters aged 9 and 10 years. It was determined the centesimal composition of F1 and the formulation more IN content and standard similar to acceptance. Results: There was no statistical difference (p>0.05) between the formulations in sensory evaluation (appearance, aroma, taste, texture, color, global acceptance and purchase intent). The sample F5 was one more addition of IN and similar to the standard acceptance. There was no statistical difference between the of ash, proteins and lipids contents comparing F1 to F5. Nevertheless, F5 obtained lower values (p<0.05) of carbohydrates and calories and higher humidity and dietary fiber. Conclusion: An addition level up to 13% of IN and 0% S in peanut paçoca was well accepted by the tasters, giving a sensory acceptance similar to standard product with good market expectation.
Descritores: Açúcares
Alimentos de Amendoim
Inulina/análise
Inulina/efeitos adversos
-Estudantes
Fenômenos Químicos
Modalidades Sensoriais
Setor Público
Alimento Funcional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR36.1 - Biblioteca


  6 / 32 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-776118
Autor: Garcia, Edgard da Silva.
Título: Sensibilidade cutânea após mamoplastia redutora / Cutaneous sensitivity after reduction mammaplasty
Fonte: Rev. bras. cir. plást;28(3):361-366, jul.-set. 2013. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Introduction: Understanding how to preserve the sensitivity of the nipple-areola complex with different reduction mammaplasty procedures is essential in order to provide better postoperative guidance to patients. Method: Thirty women were selected to undergo reduction mammaplasty and were subsequently evaluated at three different time points: preoperatively, on postoperative day 30, and on postoperative day 180. To assess sensitivity, each areola was divided into four quadrants (PI-P4), with the nipple excluded (P5); therefore, five regions were evaluated. Four sensory tests were performed for each region: superficial touch, temperature (heat and cold), vibration, and pressure. Results: Compared with the preoperative evaluation, the evaluation performed on postoperative day 30 revealed a significant decrease in sensitivity to vibration in P5, to cold and heat in all regions, and to superficial touch in P3 and P5. On postoperative day 180, a significant decrease in sensitivity to cold was observed in Pl, P2, and P5, and to heat in all regions except in P5, when compared with the preoperative period. A significant decrease in sensitivity to pressure in all regions was detected in the preoperative period when compared with postoperative day 30. On postoperative day 180, a significant decrease in sensitivity to pressure was observed in P2, P4, and P5 when compared with the preoperative period. Conclusions: Superior medial pedicle reduction mammaplasty decreased the sensitivity of the nipple-areola complex to all sensory tests on postoperative day 30; however, on postoperative day 180, the sensitivity to temperature and pressure returned to normal. The nipple presented a more significant change in sensitivity than did the areolar region.

Introdução: O conhecimento sobre a preservação da sensibilidade do complexo areolopapilar da mama nas diversas técnicas de mamoplastia redutora é essencial para melhor orientar as pacientes sobre o pós-operatório. Método: Foram selecionadas 30 mulheres submetidas a mamoplastia redutora, avaliadas em três tempos: pré-operatório e pós-operatórios de 30 dias e de 180 dias. Para avaliação da sensibilidade, as aréolas foram divididas em quatro quadrantes, além da papila, totalizando cinco regiões. Em cada região, foram testadas quatro modalidades sensoriais: toque superficial, temperatura (quente e fria), vibração e pressão. Resultados: Na avaliação no 30º dia, houve diminuição significante, em relação ao pré-operatório, da percepção à vibração em P5, ao frio em todos os pontos, ao calor em todos os pontos e ao toque superficial em P3 a P5. No pós-operatório de 180 dias, observou-se diminuição significante, em relação ao pré-operatório, da percepção ao frio em P 1, P2 e P 5 e ao calor em todos os pontos, exceto P5. Quanto à sensibilidade à pressão, notou-se diminuição significante em todos os pontos quando se compararam os períodos pré e pós-operatóriode 30 dias. Na avaliação no pós-operatório de 180 dias, houve diminuição significante da sensibilidade à pressão em P2, P4 e P5, em relação ao pré-operatório. Conclusões: A mamoplastia redutora com pedículo súpero-medial causou diminuição da sensibilidade docomplexo areolopapilar no pós-operatório de 30 dias em todas as modalidades sensoriais, e no pós-operatório de 180 dias manteve-se para temperatura e pressão. A papila foi o ponto com maior alteração da sensibilidade.
Descritores: Complicações Intraoperatórias
Mamoplastia
Modalidades Sensoriais
Complicações Pós-Operatórias
Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos
-Hipertrofia
Métodos
Pacientes
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  7 / 32 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-606459
Autor: Palheta Neto, Francisco Xavier; Targino, Mauricio Neres; Peixoto, Victor Soares; Alcântara, Flávia Barata; Jesus, Camila Corrêa de; Araújo, Dalila Costa de; Marçal Filho, Eduardo Flávio de Lacerda.
Título: Anormalidades sensoriais: olfato e paladar / Sensorial abnormalities: smell and taste
Fonte: Arq. int. otorrinolaringol. (Impr.);15(3):350-358, jul.-set. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: Anormalidades do paladar e do olfato comprovaram ser um tema bem mais complexo do que se reconhecia anteriormente. Diversas entidades nosológicas cursam com alterações olfatórias e gustatórias, podendo ser congênitas ou adquiridas. OBJETIVO: Analisar os principais aspectos das disfunções olfatórias e gustatórias. MÉTODO: Foram utilizadas as bases de dados informatizados para a coleta de dados, tendo como palavras-chave "alteração", "olfato" e "paladar". Realizou-se também busca não-sistemática em publicações científicas e livros médicos. REVISÃO DA LITERATURA: Disfunções olfatórias e gustatórias possuem etiologia variada, destacando-se as doenças nasais e sinusais obstrutivas, infecções do trato respiratório superior, traumatismo cranioencefálico, envelhecimento, exposição a tóxicos e algumas medicações, neoplasias nasais ou intracranianas, patologias psiquiátricas e neurológicas, iatrogenia, causas idiopáticas e congênitas. Anamnese detalhada, exame físico atencioso e exames complementares adequados são importantes para o diagnóstico dessas alterações. CONCLUSÃO: Disfunções olfatórias e gustatórias frequentemente ocorrem juntas. A detecção precoce de tais disfunções pode levar a um tratamento mais efetivo, retardando a progressão das doenças que as ocasionam e atenuando a severidade dos sintomas. Em muitos casos o tratamento dessas alterações não é fácil e é necessária uma cooperação interdisciplinar entre o otorrinolaringologista, endocrinologista, neurologista, psiquiatra entre outros.

INTRODUCTION: Taste and smell abnormalities have proven to be an extremely more complex subject than previously regarded. Wide-ranging nosologic entities arise along with smell and taste alterations, and they can be congenital or acquired. OBJECTIVE: Analyze the main features of smell and taste dysfunctions. METHOD: Automated databases were used to collect data, by searching keywords like 'alteration', 'smell', and 'taste'. A non-systematic search was also made in scientific printings and medical books. LITERATURE REVIEW: Smell and taste dysfunctions have a vast etiology, the most significant of which are obstructive nasal and sinusal disease, infections of the upper respiratory tract, cranioencephalic trauma, aging, exposure to toxics and some drugs, nasal or intracranial neoplasias, psychiatric and neurological pathologies, iatrogenic disease, idiopathic and congenital causes. A detailed anamnesis, a careful physical examination and supplementary evaluations are important for the diagnosis of these alterations. CONCLUSION: As a rule, smell and taste dysfunctions occur in a combined way. The early discovery of such dysfunctions can lead to a more efficient treatment, making the progress of diseases causing them retard and the symptoms less severe. In many cases, treating these alterations is not easy and there needs to be a multidisciplinary cooperation among the otorhinolaryngologist, endocrinologist, neurologist, psychiatrist, among others.
Descritores: Modalidades Sensoriais
Distúrbios do Paladar
Transtornos do Olfato/patologia
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  8 / 32 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-593549
Autor: Faria, Eliete Vaz de; Yotsuyanagi, Katumi.
Título: Técnicas de análise sensorial / Techniques of sensory analysis.
Fonte: Campinas, SP; ITAL; 2008. 120 p.
Idioma: pt.
Descritores: Alimentos
Análise de Alimentos
Qualidade dos Alimentos
Modalidades Sensoriais
Avaliação Nutricional
Células Receptoras Sensoriais
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; 664.07, 47, 2.ed. 51693/2010


  9 / 32 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Melo, Enayde de Almeida
Lima, Vera Lúcia Arroxelas Galväo de
Melo, Enayde de Almeida
Texto completo
Id: lil-553144
Autor: Maciel, Maria Inês Sucupira; Melo, Enayde de Almeida; Lima, Vera Lúcia Arroxelas Galvão de; Silva, Wedja Santana da; Melo, Enayde de Almeida; Maranhão, Christine Maria Carneiro; Souza, Kelvina Araújo de.
Título: Características sensoriais e físico-químicas de geléias mistas de manga e acerola / Sensory and phico-chemical characterizations of mixed mango and acerola jam
Fonte: Bol. Centro Pesqui. Process. Aliment;27(2):247-256, jul.-dez. 2009. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho teve como objetivo determinar a melhor formulação de geléia mista de manga espada e acerola e verificar o efeito dos tratamentos sobre as características físico-químicas e sensoriais do produto. Foram elaboradas cinco formulações contendo diferentes proporções de caldo de manga (M) (75 %, 60 %, 50 %, 40 %, 25 %), de acerola (A) (25 %, 40 %, 50 %, 60 %, 75 %), pectina (0,1 %; 0,125 %; 0,2 %; 3 %; 0,6 %), ácido cítrico (0,1 %; 0,125 %; 0,25 %) e açúcar (30 %). As geléias obtidas foram submetidas a teste sensorial pelo método de ordenação - preferência ao Teste de Análise Descritiva Quantitativa (ADQ) pelo método perfil de características. A acidez total titulável , pH, ácido ascórbico, sólidos solúveis totais (SST), carotenóides totais, polifenóis (antocianinas, flavonóis, e fenólicos totais) e cor foram determinadas e os resultados submetidos à análise de variãncia (ANOVA) e ao teste de Tukey ao nível de 5 %. Todas as geléias foram classificadas como "extra" uma vez que o teor de SST situou-se entre 63,5 a 64 Brix. As geléias G7 (75 % M: 25 % A), G5 (60 % M: 40 % A) e G3 (50 % M:50 % A) foram as mais apreciadas pelos julgadores, destacando-se a G5 e a G7 por reunirem, de forma satisfatória, todos os atributos de qualidade. As geléias mistas apresentaram teor elevado de ácido ascórbico e quantidades significates de carotenóides e polifenóis. As geléias com maior proporção de manga na formulação apresentaram as melhores características sensoriais e forte potencial antioxidante em função do teor de ácido ascórbico, carotenóides totais e polifenóis. Assim, a acerola (com teores significativos desses fitoquímicos bioativos) pode ser vista como agente enriquecedor na produção de geléias mistas com manga.
Descritores: Ácido Ascórbico
Análise de Alimentos
Tecnologia de Alimentos
Geleia de Frutas
Malpighiaceae
Modalidades Sensoriais
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde


  10 / 32 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-500066
Autor: Henriques, Alda Loureiro; Fourcassié, Vincent.
Título: Interações entre as modalidades visual e olfativa na orientação espacial de operárias da espécie formica rufa (Hymenoptera; Formicidae) / Interaction between visual and olfactory stimulus modalities in the spatial orientation of formica rufa worker ants (Hymenoptera; Formicidae)
Fonte: Rev. etol;8(2):51-61, dez. 2006. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Operárias de Formica rufa utilizam estimulação química e visual para se orientar espacialmente. Objetivou-se verificar a contribuição dessas modalidades sensoriais em situações experimentais nas quais um tipo de estimulação pertinente era retirado ou modifi cado. Na primeira experiência, que serviu de comparação para as próximas, as formigas foram liberadas em um ambiente inalterado com relação à situação familiar. Na segunda experiência, uma cortina foi colocada entre o dispositivo experimental e a estimulação visual da sala. Na terceira, todo o dispositivo sofreu rotação de 180°. Cada situação dessas foi seguida por uma semelhante em todos os parâmetros, exceto pelo da pista química que foi interrompida em determinado ponto. Concluiu-se que as operárias puderam se orientar corretamente utilizando apenas uma das modalidades; que não utilizaram informações visuais situadas no teto e que aprenderam a se deslocar seguindo orientação contextualizada: em direção ao alimento ou em direção ao ninho.

Formica rufa worker ants use chemical and visual stimulation for spatial orientation. This work aimed to verify the contribution of these sensorial modalities in experimental situations in which one kind of pertinent stimulation was removed or modified. In the first experience, which served as comparison to the next ones, the ants were released in an unchanged environment concerning to the familiar situation. In the second experience, a curtain was placed between the experimental apparatus and the visual stimulation in the room. In the third experience, the whole apparatus was rotated 180 degrees. Each of these experiences was followed by one similar experience with respect to all parameters, except the chemical clue, which was discontinued in a certain point. We conclude that (1) the worker ants could orientate correctly using only one of the sensorial modalities; (2) they did not use visual information from the ceiling, and (3) they have learned to move using contextualized orientation: towards food or towards the nest.
Descritores: Formica rufa
Modalidades Sensoriais
Comportamento Espacial
-Etologia
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde