Base de dados : LILACS
Pesquisa : HP7.029.086.124.074 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 8 [refinar]
Mostrando: 1 .. 8   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 8 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-729890
Autor: Santos, C.B.; Bernardino, G.Z.; Soares, F.J.; Espindola, J.D.; Arruda, P.M.R.; Paula, J.R.; Conceição, E.C.; Bara, M.T.F.
Título: Preparo e caracterização de tinturas das folhas de chá verde [Camellia sinensis (L.) O. Kuntze] Theaceae / Preparation and characterization of Theaceae green tea [Camellia sinensis (L.) O. Kuntze] leaf tinctures
Fonte: Rev. bras. plantas med;16(4):826-831, oct.-dic. 2014. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Tinturas preparadas com as folhas de Camellia sinensis (chá verde), foram caracterizadas visando a obtenção de extratos enriquecidos em polifenóis. As tinturas foram obtidas por meio de maceração estática da droga pulverizada, com diferentes misturas de 60, 70, 80 e 94,5% de etanol em água. Em seguida foram filtradas e, após 8 dias de extração, realizaram-se as analises: organoléptica, pH, densidade, determinação do resíduo seco, perfil cromatográfico por camada delgada, e teor de polifenóis. Os resultados demonstraram que o solvente (mistura hidroalcoólica a 60 ou 70%) extraiu a maior quantidade de constituintes químicos do chá verde; também foi o mais seletivo ao extrair, especificamente os polifenóis. Estes dados sugerem que a utilização de álcool etílico a 60 ou 70% conduz à obtenção de tinturas mais ricas em polifenóis, a partir das folhas do chá verde (C. sinensis).

In this work, we prepared and characterized Camellia sinensis leaf tinctures aiming to obtain a polyphenol-enriched extract. The tinctures were prepared through the static maceration process of the powdered drug, at different mixtures 60, 70, 80 and 94.5% of ethanol in water. The tinctures were filtered, and after 8 days of extraction, submitted to organoleptic analysis, determination of pH, density analysis, dry residue analysis, thin layer chromatographic profile and polyphenol percentage analysis. The results showed that the 60 or 70% alcohol-water mixture has the best extraction of the constituents of green tea and it was more selective to extract, specifically, the polyphenols of the plant. These data suggest the use of 60 or 70% ethanol to carry out polyphenol-enriched tinctures from green tea leaves (C. sinensis).
Descritores: Camellia sinensis/metabolismo
Tinturas Vegetais Frescas
Chá/classificação
-Extratos Vegetais/administração & dosagem
Plantas Medicinais/classificação
Polifenóis/análise
Controle de Qualidade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-695239
Autor: Matiello, J.; Bonaldo, S.M..
Título: Atividade elicitora de fitoalexinas em Soja e Sorgo por extratos e tinturas de espécies medicinais / Eliciting activity of phytoalexins in Soybean and Sorghum by extracts and tinctures of medicinal species
Fonte: Rev. bras. plantas med;15(4):541-550, 2013. graf, tab.
Idioma: pt.
Projeto: FAPEMAT; . CNPq/PIBIC.
Resumo: A verificação da capacidade indutora de fitoalexinas a partir de extratos e tinturas de espécies vegetais pode representar uma forma potencial de controle de doenças em plantas cultivadas. O objetivo foi verificar a capacidade de indução de fitoalexinas em cotilédones de Soja e mesocótilos de Sorgo a partir de extratos brutos aquosos (EBAs) e tinturas de espécies medicinais. As espécies utilizadas foram as plantas medicinais Arruda (Ruta graveolens), Manjerona (Origanum majorana) e Carqueja (Baccharis trimera). Os resultados obtidos mostraram que os EBAs são eficientes na indução de fitoalexinas em cotilédones de Soja. Em mesocótilos de Sorgo os EBAs das plantas medicinais Carqueja e Manjerona induzem a produção de fitoalexinas em concentrações elevadas (15, 20, 25 e 50%). As tinturas são capazes de induzir a produção de fitoalexinas em cotilédones de Soja nas concentrações de 10 e 15%, porém, não são capazes de induzir acúmulo de fitoalexinas em mesocótilos de Sorgo.

The verification of the capacity to induce phytoalexins from the biological activity of plant species may represent a potential way to control diseases in crops. This research studied the induction of phytoalexins in cotyledons of Soybean and Sorghum mesocotyles from crude aqueous extracts (CAEs) and tinctures of plants of medicinal and forest species. The species used were the medicinal plants Ruta graveolens, Baccharis trimera and Origanum majorana. The results showed that CAEs are efficient in the induction of phytoalexins in cotyledons of soybean. , while CAEs of medicinal plants Baccharis trimera and Origanum majorana induce phytoalexin production in high concentrations (15, 20, 25 and 50%). Tinctures are able of inducing the production of phytoalexin in concentrations of 10 and 15% in Soybean cotyledons; however, they are not able to induce the accumulation of phytoalexins in Sorghum mesocotyles.
Descritores: Sorghum/classificação
Soja/classificação
-Tinturas Vegetais Frescas
Óleos Voláteis/análise
Plantas Medicinais/efeitos adversos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-593801
Autor: Cardoso, L. M; Oliveira, T. T; Pinto, A. S; Chaves, A. R. M; Leão, M. A; Costa, M. R; Fonseca, M. K. A; Santos, A; Zatti, R. A; Nagem, T. J.
Título: Efeito das tinturas de café torrado e moído nos níveis séricos de colesterol, triglicerídeos e glicose em ratos diabéticos / Effect of tincture of ground roasted coffee on plasma levels of cholesterol, triglycerides and glucose in diabetic rats
Fonte: Rev. ciênc. farm. básica apl;32(1), 2011.
Idioma: pt.
Resumo: O consumo de café tem sido associado ao menor risco de diabetes tipo 2 (DM2). Evidências epidemiológicas sugerem que o alto consumo de café pode reduzir o risco de diabetes mellitus. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de tinturas de café torrado e moído nos níveis plasmáticos de colesterol, trigliceróis e glicose em ratos diabéticos. A indução do diabetes foi realizada através da administração intraperitoneal de aloxano e as tinturas foram elaboradas utilizando café torrado e moído. Após 30 dias de tratamento, foram realizadas determinações bioquímicas. As tinturas de café solúvel promoveram aumento nos níveis de colesterol e as percentagens de redução das concentrações de glicose e triacilglicerídeo variaram entre 20 e 24% e entre 51 a 57%, respectivamente. A partir dos resultados obtidos, concluiu-se que os tratamentos com o café solúvel sustentam a hipótese de que o café está associado ao menor risco de DM2.

The consumption of coffee has been associated with a lower risk of type 2 diabetes (DM). Epidemiological evidence suggests that high consumption of coffee may reduce the risk of diabetes. The aim of this study was to assess the effects of a tincture (hydroethanolic extract) of roasted and ground coffee on plasma levels of cholesterol, triglycerides and glucose in diabetic rats. The diabetes was induced by intraperitoneal administration of alloxan. The induced diabetic rats were then treated for 30 days by gavage with various doses of the coffee tincture. After the treatment, biochemical blood tests were carried out on the rats. The coffee tincture provoked moderately increased levels of cholesterol, but the concentrations of glucose and triglycerides were reduced by 20-24% and 51-57%, respectively. From these results, it was concluded that the treatment with coffee extract supports the hypothesis that coffee is associated with a lower risk of type 2 DM.
Descritores: Aloxano
Café
Diabetes Mellitus Experimental
Tinturas Vegetais Secas
Diabetes Mellitus/terapia
Tinturas Vegetais Frescas
-Ratos Wistar
Limites: Animais
Ratos
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  4 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-579390
Autor: Cardoso, Luciana Marques; Oliveira, Tânia Toledo de; Pinto, Aloisio da Silva; Leão, Maria Aparecida; Chaves, Agnaldo Rodrigues de Melo; Costa, Marcelo Rocha da; Fonseca, Marilane Kalyetta Almeida; Zatti, Ricardo Antonio; Nagem, Tanus Jorge.
Título: Influência de tinturas de fruto cereja e verde de café no tratamento do Diabetes / Influences of teinturerie of fruits cherry and green the coffee trait the Diabetes
Fonte: Rev. bras. anal. clin;42(4):249-253, 2010. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O consumo de café tem sido associado a menor risco de diabetes. Entretanto, os compostos específicos e os mecanismos responsáveis por este efeito ainda não estão claros. Realizou-se um experimento para avaliar o efeito das tinturas de casca de cereja, fruto verde e fruto cereja da planta café (Coffea arabica L.) da variedade Catuai Vermelho em ratos com Diabetes induzido por aloxano. Após 30 dias de tratamento, foram coletados amostras de sangue dos animais para dosagens séricas de glicose, colesterol e triglicerídeos. As tinturas de casca cereja (1,0 mL), fruto verde (0,5 mL e 2,0 mL) e fruto cereja (1,0 mL e 2,0 mL) promoveram aumento significativo nos níveis de colesterol quando comparado ao grupo doente não tratado. Com relação aos níveis de glicose e triglicérideos, observou-se que todas as tinturas reduziram significativamente os valores séricos destes parâmetros. As percentagens de redução das concentrações de glicose e triglicérides variaram entre -28% a -49% e -27% a -47%, respectivamente. A diminuição dos níveis de glicose e triglicerídeos se sobrepõe ao aumento observado do colesterol, indicando que estas tinturas podem ser promissoras como adjuvantes no tratamento da diabetes.
Descritores: Aloxano
Café
Coffea Cruda/uso terapêutico
Diabetes Mellitus Experimental
Tinturas Vegetais Secas
Diabetes Mellitus/terapia
Tinturas Vegetais Frescas
Ratos Wistar
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  5 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-465479
Autor: Vicentino, Amanda R. R; Menezes, Fábio de Sousa.
Título: Atividade antioxidante de tinturas vegetais, vendidas em farmácias com manipulação e indicadas para diversos tipos de doenças pela metodologia do DPPH / Antioxidant activity of plant tinctures, commonly sold in pharmacies and indicated for several types of diseases, using the DPPH methodology
Fonte: Rev. bras. farmacogn = Braz. j. pharmacogn.;17(3):384-387, jul.-set. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho descreve a avaliação da atividade antioxidante pela metodologia do radical livre DPPH de tinturas comerciais obtidas de farmácias com manipulação indicadas para os mais variados tipos de doença que apresentam em maior ou menor grau, alguma etiologia fundamentada em excesso de radicais livres. Foi interessante notar uma sincronia entre a família a que a planta de determinada tintura pertence, com suas substâncias químicas e a atividade antioxidante esperada. Para os casos em que isso não ocorreu, pode-se verificar através de métodos cromatográficos que as tinturas não haviam sido preparadas de forma adequada ou se tratava de falsificações.

This work describes the antioxidant evaluation through the DPPH free radical methodology of commercial available tinctures indicated for different diseases and purchased in commercial pharmacies. All of those diseases have always being caused by excess or accumulation of free radicals. It was noteworthy the coherence between the botany family in which the plant of each tincture is inserted as well as its chemical composition with the antioxidant activity observed. In the cases where this statement could not be shown, it was proved by chromatographic methods that the tinctures were not properly prepared or even it constituted a case of adulteration.
Descritores: Antioxidantes/farmacologia
Radicais Livres
Tinturas Vegetais Frescas
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central


  6 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-327134
Autor: Rodríguez Rodríguez, Gilda Isabel; Pérez Alejo, José Luis; Mc Cook Noa, Leysis; Perdomo Paiba, María Elena; Matos Reyes, Odalys.
Título: Actividad Hepatoprotectora de las Tinturas de 2 Especies Vegetales del Género HYPERICUM / Hepatoprotective activity of the tinctures from 2 plant species of the genus Hypericum
Fonte: Rev. cuba. med. mil;30(4):241-244, oct.-dic. 2001. graf.
Idioma: es.
Resumo: En un biomodelo de hepatotoxicidad con tetracloruro de carbono, se evaluó la actividad hepatoprotectora de 2 especies del género Hypericum que crecen en Cuba en ratas Wistar. Para realizar este ensayo se utilizaron tinturas al 50 porciento de Hypericum fasciculatum y de Hypericum styphelioides que se administraron por vía oral 10 días antes y durante la administración por vía intraperitoneal de tetracloruro de carbono. Los resultados obtenidos y analizados estadísticamente, indicaron la positividad de la actividad hepatoprotectora de las especies evaluadas a las dosis de 50 y 200 mg/kg de peso corporal de Hypericum fasciculatum y de 50, 100 y 200 mg/kg de peso corporal de Hypericum styphelioides
Descritores: Tetracloreto de Carbono
Tinturas Vegetais Frescas
Medicina Herbária
Hepatopatias
Extratos Vegetais
Plantas Medicinais
Ratos Endogâmicos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  7 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-163433
Autor: Revelant, Vinicio.
Título: Una teoría del funcionamiento, en seres vivos, de las sustancias diluidas homeopáticamente / A theory of the functioning in the live of the substance homeopathic dilutions
Fonte: Gac. homeop. Caracas;2(2):60-3, jul.-dic. 1994. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Se plantea que las moléculas de agua, al solvatar sustancias vegetales, animales o minerales, forman estructurasque en la superficie poseen gran cantidad de cargas magnéticas como un código completo. Estas estructuras, originadas en las esferas de solvatación en contacto con tintura madre homeopática, son recopiladas al estar en contacto con otras moléculas de agua, y esta copia a su vez vuelta a copiar. Así se tendría una "imágen" de la tintura madre en forma de código magnético en el agua en las diluciones Homeopáticas sucesivas. Se cree que este tapiz de moléculas deagua copiado y recopiado hasta altas diluciones, es capaz de actuar como disparador de un detector biológico dentro de un ser vivo, originando respuesta biológica específica, tal y como lo haría una sustancia pura
Descritores: Tinturas Animais
Farmacotécnica Homeopática/métodos
Tinturas Vegetais Frescas
Isoterapia
Tintura Mãe
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  8 / 8 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-144317
Autor: Rudelir, José.
Título: Medicamentos y farmacopea homeopática: 2da. parte / Drugs and pharmacopeia homeopathic: 2nd. part
Fonte: Homeopatía (Argent.);59(1):25-30, 1994.
Idioma: es.
Descritores: Farmacopeia Homeopática/normas
-Tinturas Vegetais Secas
Farmacopeia Homeopática/história
Tinturas Vegetais Frescas
Origem dos Medicamentos Homeopáticos
Plantas Medicinais/química
Plantas Medicinais/metabolismo
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde