Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.076.201.450.350 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 376 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 38 ir para página                         

  1 / 376 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-886009
Autor: Winkler Müller, María Inés; Reyes Espejo, María Isabel.
Título: La aceptación de la diversidad en cuestión: experiencias enriquecedoras y adversas en la formación y la práctica profesional temprana en psicología / Diversity acceptance in question: enriching and adverse experiences in training and early professional practice in psychology / A aceitação da diversidade em questão: experiências enriquecedoras e adversas na formação e na prática profissional precoce em psicologia
Fonte: Acta bioeth;23(1):99-108, jun. 2017. tab.
Idioma: es.
Resumo: Ante un marco regulador ambiguo del ejercicio profesional en el país y una praxis de la psicología en el contexto de una identidad profesional difusa y límites poco establecidos con otras profesiones, se releva la importancia de conocer temas transversales que refieren a la relación con el otro. En este estudio se indagó en la percepción de un grupo de estudiantes y psicólogos jóvenes acerca de la formación profesional recibida y sus primeras experiencias laborales, específicamente en temas de interculturalidad y ética; así como también sobre fortalezas y debilidades de la formación recibida. Se realizó 18 entrevistas individuales y dos grupos focales con 12 participantes de dos universidades estatales (N = 30). Se aplicó un análisis categorial intersubjetivamente, del cual emergieron cuatro categorías centrales: contexto, experiencias formadoras y adversas en la formación, noción de interculturalidad y sugerencias para la formación en ética e interculturalidad. Destaca en los resultados el relato de experiencias formadoras y de experiencias adversas en la formación recibida, así como una noción de interculturalidad centrada en situaciones concretas. Se concluye respecto de algunos desafíos que enfrenta la formación de psicólogos y psicólogas en Chile.

Faced with an ambiguous regulatory framework of professional practice in the country; and a practice of psychology in the context of a fuzzy professional identity and without clear boundaries with other professions, the importance of knowing crosscutting issues that concern the relationship with the other is relieved. This study explored the perception a group of students and novel psychologists about the training received and their first work experience, specifically in issues of interculturality and ethics; as well as on strengths and weaknesses of the training received. Eighteen individual interviews and two focus groups with 12 participants, from two state universities was conducted (N = 30). A intersubjectively categorical analysis was applied and four main categories emerged: context, positive, and adverse experiences in training, notion of interculturality, and suggestions for training in ethics and interculturality. We conclude on some challenges facing the formation of psychologists in Chile.

Perante um marco regulador ambíguo do exercício profissional no país; e uma práxis da psicologia no contexto de uma identidade profissional difusa e limites pouco estabelecidos com outras profissões, é revelada a importância de conhecer temas transversais que se referem à relação com o outro. Neste estudo, indagou-se na percepção de um grupo de estudantes e psicológos/as jovens acerca da formação profissional recebida e suas primeiras experiências de trabalho, especificamente sobre questões de interculturalidade e ética; assim como os pontos fortes e fracos do formação recebida. Foram realizadas 18 entrevistas individuais e dois grupos focais com 12 participantes de duas universidades públicas (N = 30). Aplicou-se uma análise categórica intersubjetivamente, da qual emergiu quatro categorias principais: contexto, experiências formadoras e adversas na formação, noção de interculturalidade e sugestões para a formação em ética e interculturalidade. Destaca-se nos resultados o relato de experiências formadoras e experiências adversas na formação recebida; bem como uma noção de interculturalidade, centrada em situações concretas. Conclui-se a respeito a alguns desafios que enfrenta a formação de psicólogos e psicólogas no Chile.
Descritores: Prática Profissional
Psicologia/educação
Psicologia/ética
Diversidade Cultural
-Inquéritos e Questionários
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: CL58.1 - Biblioteca


  2 / 376 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-886008
Autor: Villarroel, Raúl.
Título: Reconocimiento, tolerancia e interculturalidad: la agenda pendiente de un mundo de extraños morales / Recognition, tolerance and interculturality: a pending affair in a world of moral strangers / Reconhecimento, tolerância e interculturalidade: a agenda pendente de um mundo de estranhos morais
Fonte: Acta bioeth;23(1):91-97, jun. 2017.
Idioma: es.
Resumo: Se analizan las complejidades de un fenómeno de interés actual como es el de la inevitable y cada vez más creciente situación de forzada coexistencia entre extraños morales, hecho desencadenado por el derrumbe de las determinaciones que antaño restringían territorialmente la vida de los sujetos al interior de espacios nacionales delimitados. Por diversas razones, esos mismos sujetos, se ven hoy forzados a migrar y vincularse en nuevos espacios geográficos comunes, donde deben enfrentar sus diferencias, sin contar con las habilidades sociales que les permitirían interactuar coordinando planes de acción, al margen de escenas conflictivas, o libres de prejuicios xenófobos e intolerancia. A partir de lo anterior, se busca encontrar un correlato empírico a lo señalado y pensar los problemas del reconocimiento, la tolerancia y la interculturalidad en una escena social cercana a nuestra propia experiencia nacional. El tema del reconocimiento cobra especial significación cuando de lo que se trata es de evaluar su expresión en relación con diferencias culturales profundas entre individuos que comparten un espacio vital e histórico, como podría pensarse que corresponde hacer con los problemas suscitados a partir de las demandas de reconocimiento planteadas por el pueblo mapuche al Estado de Chile.

The complexities of a current interest phenomenon such the unavoidable and increasing situation of coexistence between moral strangers, understood as a fact triggered by the collapse of historical territorial restrictions imposed to the life of people inside national limits, is examined in this paper. Many of these individuals are now forced to migrate and coexist in new geographical spaces, where they must face their differences, without the social skills that would allow them to interact by coordinating action plans, regardless of conflicting dimensions, or freed from xenophobic prejudice and intolerance. This paper seeks to find an empirical correlate to this argument and meditate about the problems of recognition, tolerance and interculturality in a social scene, close to our own national experience. The subject of recognition is referred to those deep cultural differences that could emerge between individuals who are compelled to share a new vital and biographical space. This will be analyzed in correspondence to the problems arising from the demands of recognition raised today by the Mapuche people to the chilean State.

Analisam-se as complexidades de um fenômeno de interesse atual, como é a inevitável e cada vez mais crescente situação de convivência forçada entre estranhos morais, feito desencadeado pelo colapso das determinações que antigamente restringiam territorialmente a vida dos sujeitos ao interior de espaços nacionais delimitados. Por diversar razões, esses mesmos sujeitos, se vêm hoje forçados a migrar e se envolver em novos espaços geográficos comuns, onde devem enfrentam as suas diferenças, sem contar as habilidades sociais que lhes permitiriam interagir coordenando planos de ação, para além cenas conflitivas, ou livres de preconceitos xenófobos e intolerância. A partir disso, busca-se encontrar uma correlação empírica para o assinalado e pensar os problemas do reconhecimento, da tolerância e da interculturalidade em uma cena social que está próxima à nossa própria experiência nacional. A questão do reconhecimento assume especial importância, quando o que está em questão é avaliar a sua expressão em relação às diferenças culturais profundas entre indivíduos que compartilham um espaço vital e histórico, como se poderia pensar que isso é feito com os problemas decorrentes das demandas de reconhecimento propostas pelo povo mapuche ao Estado do Chile.
Descritores: Permissividade
Desejabilidade Social
Diversidade Cultural
População Indígena
Princípios Morais
Limites: Seres Humanos
Responsável: CL58.1 - Biblioteca


  3 / 376 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1008609
Autor: Souza, Cícera Andréia de; Moura, Bianca Teles de; Lima, Luciano Gulart de; Nejeliski, Danieli Maehler.
Título: Brinquedos e jogos tradicionais da Trifronteira / Traditional tri border toys and games
Fonte: Licere (Online);22(2):218-236, junho.2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo tem como objetivo apresentar os resultados de uma investigação acerca dos brinquedos e jogos tradicionais da Trifronteira (Dionísio Cerqueira-SC, Barracão-PR e Bernardo de Irigoyen-AR) no período da fundação das três cidades, entre os anos 1950 e 1960. A pesquisa foi desenvolvida através de entrevistas semiestruturadas realizadas com 33 pessoas (10 do sexo masculino e 23 do sexo feminino) com idade igual ou superior a 55 anos, que viveram a infância no referido período e local. Como resultado, os brinquedos mais citados foram a boneca de pano e o carrinho de descida. Com relação à produção, constatou-se que 86% dos brinquedos eram produzidos artesanalmente com as ferramentas disponíveis e com resíduos das atividades realizadas nos espaços de trabalho em casa. Com relação aos jogos, destacaram-se a peteca, esconde-esconde e caçador, muito praticados no turno inverso a escola, ao ar livre.

This study aims to present the results of an investigation about to traditional toys and games at Tri Border (Dionísio Cerqueira-SC, Barracão-PR and Bernardo de Irigoyen-AR) during the foundation of the three cities, between the 1950s and 1960s. Research was conducted through an interview with 33 people (10 males and 23 females) aged 55 years or over who lived their childhood in that period and place. As a result, the most cited toys were the cloth doll and the cart. Regarding production, it was found that 86% of the toys were produced by hand with the tools available and with residues of the activities carried out in the work spaces at home. Regarding the games, the peteca, hide-and-seek and hunter stood out, much practiced in the inverse shift to school, in the open air.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Diversidade Cultural
Cultura Indígena
FREE RADICALSTEMEFOS
História
Relações Interpessoais
Limites: Seres Humanos
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  4 / 376 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-784131
Autor: Sánchez Gutiérrez, Marisol; Marcel Ranzola, Rafael; Vázquez Pérez, José Armando; Morales Jiménez, Idelsys; De Armas García, Rosalys.
Título: Influencia africana en la formación de la cultura e identidad cubanas / The African influence in the formation of the Cuban identity and culture
Fonte: Edumecentro;8(supl.2):66-77, 2016. ilus.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN Fundamento: las jóvenes generaciones necesitan conocer las raíces africanas que contribuyeron a la formación de la cultura e identidad cubanas. Objetivo: caracterizar la influencia africana en la formación de la cultura e identidad cubanas. Métodos: se realizó una investigación de tipo documental, durante el segundo semestre del curso 2014-2015 en la Universidad de Ciencias Médicas de Villa Clara. Se utilizaron métodos del nivel teórico: histórico-lógico, análisis-síntesis e inducción-deducción y del nivel empírico: el análisis documental de artículos científicos, libros, fotografías y otras fuentes históricas de varios autores, estudiosos reconocidos en el domino del tema. Resultados: la entrada a Cuba de los esclavos africanos y sus costumbres, hábitos de vida, religiosidad, cantos, bailes, identificación con la naturaleza y uso de la Fitoterapia han dejado su huella en la identidad y la cultura cubanas conformadas sobre la base de un amplio proceso de mestizaje. Conclusiones: la cultura y la identidad cubanas son producto de la transculturación como resultado de la mezcla de raíces indias, hispanas, africanas, y de otros pueblos; este proceso es fragua de conocimientos sobre la historia de la nacionalidad y constituye un legado que deben defender las nuevas generaciones.

ABSTRACT Background: the younger generations need to know the African roots that contributed to the formation of the Cuban identity and culture. Objective: to characterize the African influence in the formation of the Cuban identity and culture. Methods: it was carried out a documental research work, during the second semester of the academic year 2014-2015 in Villa Clara University of Medical Sciences. Methods of the theoretical level were used: historical-logical, analysis-synthesis and induction-deduction and empiric level methods: the documental analysis of scientific articles, books, pictures and other historical sources of several authors, who are recognized specialists with high command on the topic. Results: the entry to Cuba of the African slaves and their customs, habits of life, religiosity, chants, dances, identification with nature and the use of herbal medicine has left its influence in the identity and the Cuban culture conformed on the base of a wide miscegenation process. Conclusions: the Cuban identity and culture are the results of the intercultural process due to the mixture of native roots, Hispanic, African, and of other people; this process is the melting pot of knowledge on the history of the nationality and it constitutes a legacy that the new generations should defend.
Descritores: Diversidade Cultural
Educação Médica
História
Responsável: CU425.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas de Villa Clara


  5 / 376 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: lil-596687
Autor: Colombia. Ministerio de la Protección Social; .Organización Panamericana de la Salud.
Título: Enfoque intercultural: Prevención de la tuberculosis en pueblos indígenas / Intercultural approach: Tuberculosis prevention in indigenous populations.
Fonte: Bogotá; Organización Panamericana de la Salud; 2009. 64 p. ilus, mapas, graf.
Idioma: es.
Descritores: Diversidade Cultural
Populações Vulneráveis
Saúde de Populações Indígenas
Tuberculose
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: CO5.1 - Centro de Información y Conocimiento
CO5.1; CO JC362/003 No. 5


  6 / 376 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1012881
Autor: Valadão, Alberto Dias; Backes, José Licínio.
Título: A produção das identidades/diferenças pela pedagogia da alternância no ceffa de ji-paraná/ro / La producción de las identidades / diferencias por la pedagogía de la alternancia en el ceffa de ji-paraná/ro / The production of identities/differences by the pedagogy of alternation at ceffa in ji-paraná/ro
Fonte: Psicol. soc. (Online);31:e188427, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO O artigo analisa o processo de produção das identidades/diferenças no contexto da Pedagogia da Alternância. O estudo está inscrito nos Estudos Culturais, em sua interface com a Psicologia Social. No primeiro momento, argumenta-se que as identidades/diferenças não são naturais, mas produzidas; no segundo, mostram-se os caminhos investigativos e instrumentos utilizados (entrevistas, observações e análise de documentos curriculares); por fim, apresentam-se os resultados, que indicam que a Pedagogia da Alternância, ao ter como objetivo valorizar o sujeito do campo e sua identidade, produz algumas diferenças como indesejáveis e desviantes, portanto, a serem corrigidas ou excluídas.

RESUMEN El artículo analiza el proceso de producción de las identidades/diferencias en el contexto de la Pedagogía de la Alternancia. El estudio está inscripto en los Estudios Culturales, en su interfaz con la Psicología Social. En primer momento, se argumenta que las identidades/diferencias no son naturales, sino producidas; en el segundo, se muestran los caminos investigativos e instrumentos utilizados (entrevistas, observaciones y análisis de documentos curriculares); finalmente se presentan los resultados, que indican que, al tener como objetivo valorizar al sujeto del campo y su identidad, la Pedagogía de la Alternancia produce algunas diferencias como indeseables y desviantes, y por lo tanto, deberán ser corregidas o excluidas.

ABSTRACT This paper analyzes the process of production of identities/differences in the context of the Pedagogy of Alternation. The study is situated in the field of Cultural Studies, in its intersection with Social Psychology. Firstly, it is argued that identities/differences are not natural; rather, they are produced. Secondly, the investigation paths and the instruments used (interviews, observations and analysis of the curriculum documents) are presented. Finally, the results are shown, evidencing that the Pedagogy of Alternation, whose objective is to value the rural subjects and their identity, has produced some differences as undesirable and deviant, hence, they should be either corrected or excluded.
Descritores: Identificação Social
Zona Rural
Diversidade Cultural
Educação/métodos
Responsável: BR1896.1 - Biblioteca


  7 / 376 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1016348
Autor: Pizzinato, Adolfo; Guimarães, Danilo Silva; Leite, Jáder Ferreira.
Título: Psicologia, Povos e Comunidades Tradicionais e Diversidade Etnocultural / Psychology, People and Traditional Communities and Ethnocultural Diversity / Psicología, Pueblos y Comunidades Tradicionales y Diversidad Etnocultural
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(spe):3-8, jan./ Mar.2019.
Idioma: pt.
Descritores: Psicologia
Diversidade Cultural
Impacto Psicossocial
Populações Vulneráveis
Violações dos Direitos Humanos
Direitos Humanos
Grupos Minoritários
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  8 / 376 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-912687
Autor: Barragán, Teresa Ontañón; Rodrigues, Gilson Santos; Spolaor, Gabriel da Costa; Bortoleto, Marco Antonio Coelho.
Título: O papel da extensão universitária e sua contribuição para a formação acadêmica sobre as atividades circenses / The role of university extension and its contribution to academic training in circus activities / El papel de la extensión universitaria y su contribución para la formación académica sobre las actividades circenses
Fonte: Pensar prát. (Impr.);19(1):42-55, jan.-mar.2016. Tab.
Idioma: pt.
Resumo: A extensão universitária é reconhecida como um dos três pilares da Educação Superior Brasileira, representando um importante espaço de formação e de aproximação entre a universidade e a sociedade. Este artigo objetiva discutir o papel educativo e formativo da extensão através do projeto "Atividades Circenses para Crianças", oferecido semestralmente na Faculdade de Educação Física da Unicamp desde 2006. Por meio do relato de experiência deste projeto, vemos que ele vem contribuindo para um maior debate sobre a educação artístico-corporal e, consequentemente, para o fomento da criatividade, expressividade e ludicidade tanto para os participantes, como entre os graduandos dessa faculdade, produzindo, assim, maior coerência e coesão entre as práticas de ensino, pesquisa e extensão nesse âmbito.

The university extension is recognized as one of the three pillars of the Brazilian Higher Education, this is an important area of training and an approach between University and the community. This article aims to discuss the educational and formative role of university extension through the project called "Circus Activities for Children", offered every semester at the Faculty of Physical Education of Unicamp since 2006. Through the experience report of this project, we see that it has contributed for the debate in corporal and artistic education and, consequently, encouraging creativity, expressiveness and playfulness for both, participants and graduate students of this faculty, producing a better coherence and cohesion between teaching practices and extension in this area.

La extensión universitaria es reconocida como uno de los tres pilares de la Educación Superior Brasileña, representando un importante espacio de formación y de aproximación entre la universidad y la sociedad. Este artículo objetiva discutir el papel educativo y formativo de la extensión a través del proyecto "Actividades Circenses para Niños", ofrecido semestralmente en la Facultad de Educación Física de la Unicamp desde 2006. Mediante el relato de experiencia de este proyecto, vemos como este viene contribuyendo para un mayor debate sobre la educación artístico-corporal y, consecuentemente, para el fomento de la creatividad, expresividad y ludicidad tanto para los participantes, como entre los graduandos de esta facultad, produciendo, así, mayor coherencia y cohesión entre las prácticas de enseñanza, investigación y extensión en este ámbito.
Descritores: Educação Física e Treinamento
Jogos e Brinquedos
Relações Comunidade-Instituição
Diversidade Cultural
Estética
-Educação Continuada
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde


  9 / 376 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047532
Autor: Escudero, Camila.
Título: A voz da mulher imigrante no debate público sobre o 'Projeto pró-cesárea no SUS' em São Paulo a partir da perspectiva da comunicação intercultural / The immigrant women voice in the public debate about the 'Pro-Cesarean Project in SUS' in São Paulo city from the perspective of intercultural communication / La voz de las mujeres inmigrantes en el debate público sobre el 'Proyecto Pro Cesárea en el SUS' en São Paulo desde la perspectiva de la comunicación intercultural
Fonte: RECIIS (Online);13(4):736-753, out.-dez. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo, de caráter interdisciplinar, tem como objetivo articular questões da diversidade sociocultural com o direito à comunicação e à saúde e a estratégias de reconhecimentos identitários. Para isso, propomos uma análise de conteúdo, de abordagem qualitativa, da comunicação produzida pela Equipe de Base Warmis ­ Convergências das Culturas sobre o caso que ficou conhecido como Projeto pró-cesárea no SUS ou PL 435/2019, comparando-a ainda com matérias veiculadas sobre o tema na mídia tradicional comercial e em notas e comunicados oficiais de instituições formais de classe profissional envolvidas com a questão. Como recurso teórico-metodológico, utilizamos os conceitos de interculturalismo e comunicação intercultural. Entre os principais resultados, destacamos que processos comunicacionais, quando entendidos não somente a partir de seu alcance instrumental, mas, em seu sentido de vinculação sociocultural, interação simbólica e produção subjetiva, podem ter caráter mobilizador coletivo e de reconhecimento identitário visando, muitas vezes, a transformação da realidade social, ainda que essa signifique uma coexistência sociocultural capaz de ser negociada.

This interdisciplinary article aims to articulate issues of sociocultural diversity with the right to communication and health and identity recognition strategies. For this, we propose a qualitative content analysis about the communication produced by the Warmis Base Team ­ Convergences of Cultures on the case known as the Pro-cesarean project in SUS or PL 435/2019, comparing it with articles published about the theme in the traditional commercial media and in formal professional class institutions official notes involved with the case. As a theoretical-methodological resource, we use the interculturalism concept and intercultural communication. Among the main results, we highlight that communicational processes, when understood not only from their instrumental reach, but, in their sense of sociocultural attachment, symbolic interaction and subjective production, can have collective mobilizing character and identity recognition, often aiming at the transformation of social reality, even if it means a sociocultural coexistence able of being negotiated.

Este artículo, interdisciplinario, tiene como objetivo articular temas de diversidad sociocultural con el derecho a la comunicación y a la salud y estrategias de reconocimiento de identidad. Para esto, proponemos un análisis de contenido cualitativo de la comunicación producida por el Equipo Base de Warmis ­ Convergencias de las Culturas en el caso conocido como el Proyecto pro cesárea en SUS o PL 435/2019, comparándolos con artículos publicados sobre el tema en los medios comerciales tradicionales y con notas oficiales de instituciones formales de clase profesional involucradas en el tema. Como recurso teórico-metodológico, utilizamos los conceptos de interculturalidad y comunicación intercultural. Entre los principales resultados, destacamos que los procesos comunicacionales, cuando se entienden no solo desde su alcance instrumental, sino que, en su sentido de apego sociocultural, interacción simbólica y producción subjetiva, pueden tener un carácter movilizador colectivo y reconocimiento de identidad, con el objetivo de la transformación de la realidad social, aunque esa signifique una convivencia sociocultural capaz de ser negociada.
Descritores: Participação da Comunidade
Diversidade Cultural
Discursos
Estudos Interdisciplinares
Comunicação em Saúde
Mídias Sociais
-Política Pública
Violência
Sistema Único de Saúde
Cesárea/estatística & dados numéricos
Saúde da Mulher
Parto Humanizado
Parto
Violações dos Direitos Humanos
Emigração e Imigração
Competência Cultural
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  10 / 376 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047473
Autor: Pontes, Ana Lucia de Moura; Moreira, Adriano De Lavor.
Título: Diversidades, resistências e justiça social / Diversities, resistance and social justice / Diversidades, resistencias y justicia social
Fonte: RECIIS (Online);13(4):696-701, out.-dez. 2019.
Idioma: pt.
Descritores: Grupos Étnicos
Saúde
Comunicação
Diversidade Cultural
Iniquidade Social
-Política Pública
Justiça Social
Mulheres
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
População Indígena
Minorias Sexuais e de Gênero
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública



página 1 de 38 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde