Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.198.240.240 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1092170
Autor: Ramos-Oliveira, Diana; Senra, Luciana Xavier.
Título: Desenvolvimento sociocognitivo, suporte familiar e social em adolescentes: reflexões para a compreensão da violência escolar / Sociocognitive development, family and social support in adolescents: reflections for the understanding of school violence / Desarrollo sociocognitivo, apoyo familiar y social en adolescentes: reflexiones para la comprensión de la violencia escolar
Fonte: Rev. SPAGESP;21(1):21-36, jan.-jun. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A adolescência é um período do desenvolvimento social, psicológico e biológico com vivências, transformações corporais e fisiológicas e relações interpessoais mais complexas, inclusive por situações de violência em contexto escolar. As modificações dos pensamentos dos adolescentes sobre eles mesmos e o contexto social que partilham são explícitas por selecionarem, interpretarem, evocarem e utilizarem informações sociais e familiares na formação de conceitos, julgamentos, expressões emocionais e tomada de decisões. Trata-se de estudo de correlação entre violência escolar-VE e suportes familiar e social em amostra de 1178 estudantes de ambos os sexos entre 12 e 17 anos. Constataram-se correlações negativas entre vitimização por VE e suporte familiar (r=-0,37), nos fatores que mensuram ultraje psicológico e danos morais; e, injúria, ameaça e violação física e sexual (r=-0,27). Isso indica manutenção do relacionamento e interação sociais agressivos e/ou frágeis do contexto familiar no ambiente escolar. Sugere-se programas de intervenção com ênfase em tais indicadores.

Adolescence is a period of social, psychological and biological development with experiences, body and physiological transformations and more complex interpersonal relationships, including situations of violence in the school context. The changes in adolescents' thoughts about themselves and the social context they share are explicit because they select, interpret, evoke and use social and family information in the formation of concepts, judgments, emotional expressions and decision-making. This is a correlation study between school violence-SV and family and social supports in a sample of 1.178 students of both sexes between 12 and 17 years. Negative correlations were observed between SV victimization and family support (r=-0.37), in the factors that measure psychological outrage and moral damage; and, injury, threat and physical and sexual abuse (r=-0.27). This indicates maintenance the relationship and aggressive and/or fragile social interaction of the family context in the school environment. Intervention programs with emphasis on such indicators are suggested.

La adolescencia es un período de desarrollo social, psicológico y biológico con experiencias, transformaciones corporales y fisiológicas, y relaciones interpersonales más complejas, incluyendo situaciones de violencia en el contexto escolar. Los cambios en los pensamientos de los adolescentes sobre sí mismos y el contexto social que comparten son explícitos porque seleccionan, interpretan, evocan y utilizan la información social y familiar en la formación de conceptos, juicios, expresiones emocionales y toma de decisiones. Este es un estudio de correlación entre la violencia escolar-VE y los apoyos familiares y sociales en una muestra de 1.178 estudiantes de ambos sexos entre 12 y 17 años. Se observaron correlaciones negativas entre la victimización del VE y el apoyo familiar (r=-0,37), en los factores que miden la indignación psicológica y el daño moral; y, lesiones, amenazas y violaciones físicas y sexuales (r=-0,27). Esto indica mantener la relación y la interacción social agresiva y/o frágil del contexto familiar en el entorno escolar. Se sugieren programas de intervención con énfasis en dichos indicadores.
Descritores: Instituições Acadêmicas
Delitos Sexuais
Ajustamento Social
Apoio Social
Estudantes
Violência
Cognição
Vítimas de Crime
Ameaças
Desenvolvimento do Adolescente
Difamação
Relações Interpessoais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-514571
Autor: Amendola, Marcia Ferreira.
Título: Analisando e (des)construindo conceitos: pensando as falsas denúncias de abuso sexual / Analyzing and (de)constructing concepts: thinking about the false allegations of sexual abuse
Fonte: Estud. pesqui. psicol. (Impr.) = Estud. pesqui. psicol;9(1):199-218, abr. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é analisar os vários conceitos de violência sexual contra a criança a fim de se discutir as falsas denúncias de abuso sexual envolvendo pais e filhos no contexto da separação conjugal. A proposta visa levar o leitor a explorar e questionar paradigmas e a realizar uma reflexão crítica acerca da prática da avaliação psicológica em casos de denúncia de abuso sexual contra crianças, desafiando-os para uma mudança de postura profissional diante de temas de grande complexidade. (AU)

The objective of this article is to analyze some concepts of child sexual abuse in order to discuss the false allegations of child sexual abuse in the context of the conjugal separation. The proposal intends to take the reader to explore and to question paradigms and to carry through a critical reflection concerning the practical of the psychological evaluation in cases of child sexual abuse allegations, defeating them for a change of professional position before subjects of great complexity. (AU)
Descritores: Abuso Sexual na Infância/psicologia
Difamação/psicologia
-Divórcio/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1791
Autor: Souza, Maria Thereza Oliveira; Jensen, Larissa; Capraro, André Mendes; Cavalcanti, Everton de Albuquerque Cavalcanti.
Título: Injúria racial no futebol brasileiro: uma análise sócio-histórica de alguns casos (não tão) esporádicos ocorridos nos últimos anos / Racial injury on brazilian's football: a sociohistorical analysis of some sporadic (not so) cases occurred in recent years / Insulto racial en fútbol brasileño: un análisis socio-histórico de algunos casos (no tan) esporádicos en los últimos años
Fonte: Motrivivência (Florianópolis);27(46):230-240, dez. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: Apesar do discurso das autoridades que gerenciam o futebol no âmbito global contrários a qualquer forma de discriminação, sobretudo as de cunho racial, a reincidência de casos prossegue. Embora se caracterize como algo singular por parte da maioria dos pesquisadores, o racismo no futebol apresenta elementos gerais que, por vezes, são ignorados. Vide exemplos das ocorrências com alguns jogadores brasileiros, como Aranha, Arouca, Daniel Alves, Tinga e Roberto Carlos, bem como do árbitro Márcio Chagas da Silva. Vários destes casos foram pesquisados academicamente, porém, como são análises pontuais (estudos de caso), acabam não articulando o fenômeno racismo no futebol como um todo. Portanto, o objetivo deste artigo é apresentar uma reflexão acerca deste fenômeno social lamentável que ­ por maior que sejam as campanhas de conscientização por parte das autoridades e da imprensa ­ não apresentam indícios de que estão recrudescendo. A pesquisa é pautada nos procedimentos da história do tempo presente.

Although the discourse of the authorities who manage football at the global level oppose any form of discrimination, especially the racial nature, the recurrence of cases continues. Even though many researchers characterized as something unique, racism in football presents general elements that sometimes are ignored. Examples can be seen in the cases of Brazilian players such as Aranha, Arouca, Daniel Alves, Tinga and Roberto Carlos, as well as the Brazilian arbiter Marcio Chagas da Silva. Several of them were studied academically, however, as they are specific analyzes (case studies), they don't articulate racism phenomenon in football as a whole. Therefore, the aim of this article is to present a reflection of this unfortunate social phenomenon that have no indications that are making a comeback - however there are lots of awareness campaigns by the authorities and the press. The research is guided by procedures from the present history methodology.

A pesar del discurso de las autoridades que manejan el fútbol a nivel mundial en contra de cualquier forma de discriminación, en particular la naturaleza racial, la recurrencia de casos continúa. Aunque caracterizado como algo único de la mayoría de los investigadores, el racismo en el fútbol presenta elementos generales que a veces son ignorados. Ver ejemplos de eventos con algunos jugadores brasileños como Aranha, Arouca, Daniel Alves, Tinga y Roberto Carlos y el árbitro Marcio Chagas da Silva. Varios de estos casos han sido investigados académicamente, sin embargo, como son análisis específicos (estudios de caso), acaban no articulando el fenómeno del racismo en el fútbol en su conjunto. Por lo tanto, el propósito de este artículo es presentar una reflexión sobre este fenómeno social lamentable que no tienen indicaciones de que están haciendo una reaparición. La investigación se guía en los procedimientos de la historia del momento actual.
Descritores: Punição
Futebol
Racismo
Difamação
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1923.9 - Universidade Federal de Santa Catarina



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde