Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.198.240.470.572 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 43 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 43 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-417172
Autor: Ramírez-Gálvez, Martha Celia.
Título: A vida íntima da nação / The inner life of the nation
Fonte: Physis (Rio J.);14(2):402-405, 2004.
Idioma: pt.
Descritores: Anticoncepção/história
Estado
Direitos Sexuais e Reprodutivos/história
Aborto
Política de Saúde/história
Infanticídio/história
-Classe Social
Brasil
Estigma Social
Racismo
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  2 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-663522
Autor: Campos, Juarez de Queiroz; Devesa, Lícia de Queiroz Campos; Presoto, Lúcia Helena.
Título: Administração de saúde: dicas para evitar problemas ético-legais / Administration health: tips for avoiding ethical and legal problems.
Fonte: São Paulo; Jotacê; 1997. 112 p.
Idioma: pt.
Descritores: Aborto
Charlatanismo
Declarações
Eutanásia
Imprudência
Infanticídio
Imperícia
Responsável: BR75.1 - Biblioteca
BR75.1; 614, C157ads. 2136


  3 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-463946
Autor: Scherer, Edson Arthur; Scherer, Zeyne Alves Pires.
Título: Reflections on the care delivered in a suspected case of infanticide
Fonte: Rev. latinoam. enferm;15(4):692-698, jul.-ago. 2007.
Idioma: en.
Resumo: This study resulted from the experience of supervising a suspected infanticide case hospitalized at a psychiatric ward. We aimed to find support in scientific literature about infanticide, point out an interdisciplinary health team's affliction and uncertainties when faced with this kind of case and suggest strategies for dealing with these feelings and their possible consequences in dealing with this case. Professionals involved in this case observed their discomfort about the situation and difficulties caused by feelings of guilt about the child's death, whether intentional or not. Specialists suggests that the relation between psychiatry and the law should be facilitated by demedicalizing the crime, including socioeconomic factors, comorbidities, domestic violence, cultural norms etc. The team must try and learn from these mothers, overcoming their anger or repulsion with compassion and courage to understand infanticide.

El presente estudio resulta de la experiencia del trabajo de supervisión de un caso de una persona sospecha de haber cometido infanticidio internada en una Enfermería de Psiquiatría. El objetivo fue buscar respaldo en literatura científica sobre infanticidio, denotar las aflicciones e incertidumbre que un equipo psiquiátrico interdisciplinario puede encontrar cuando colocada frente al acompañamiento de un caso como este y sugerir estrategias para lidiar con tales sentimientos y sus posibles consecuencias en el manejo del caso. Profesionales envueltos en el atendimiento denotaran desaliento frente a la situación y dificultades con sentimientos relacionados a la culpabilidad en la muerte del niño, intencional o no. Estudiosos sugieren facilitar la relación entre psiquiatría y ley a través de la desmedicalización del delito, incluyendo factores socioeconómicos, comorbidad, violencias domesticas, normas culturales y otros. El equipo debe procurar aprender con estas madres, superando la rabia o la repulsa con compasión y coraje para entender el infanticidio.

O presente estudo resulta da experiência do trabalho de supervisão do caso de uma pessoa suspeita de ter cometido infanticídio, internada em uma enfermaria de psiquiatria. O objetivo foi buscar respaldo em literatura científica sobre infanticídio, denotar as aflições e incertezas que uma equipe interdisciplinar psiquiátrica pode encontrar quando colocada frente ao acompanhamento de um caso como esse e sugerir estratégias para lidar com tais sentimentos e suas possíveis conseqüências no manejo do caso. Profissionais envolvidos no atendimento denotaram desconforto frente à situação e dificuldades com sentimentos relacionados à culpabilidade na morte da criança, intencional ou não. Estudiosos sugerem facilitar a relação entre psiquiatria e lei através da desmedicalização do delito, incluindo fatores socioeconômicos, comorbidades, violências domésticas, normas culturais e outros. A equipe deve procurar aprender com as mães, incluídas em situações semelhantes, superando a raiva ou a repulsa com compaixão e coragem para entender o infanticídio.
Descritores: Depressão Pós-Parto
Infanticídio
Mortalidade Infantil
Violência Doméstica
Limites: Humanos
Feminino
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  4 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-895276
Autor: Ziomkowski, Patrícia; Levandowski, Daniela Centenaro.
Título: Fatores de risco ao crime de infanticídio: análise de julgamentos do tribunal de justiça do estado do Rio Grande do Sul / Risk factors for infanticide: analysis of judgments in the court of Rio Grande do Sul state
Fonte: Pesqui. prát. psicossociais;12(2):361-373, ago. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo objetivou descrever os fatores de risco ao infanticídio, configurado quando a mãe mata o próprio filho sob a influência do estado puerperal, durante ou imediatamente após o parto. Foram examinados, por meio de análise temática, acórdãos proferidos entre 2003 e 2013 disponíveis no site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Observou-se um padrão nos fatores de risco para esse delito nos casos analisados. As mães, em sua maioria, eram jovens, solteiras, com baixa escolaridade e não tinham empregos formais. Gravidez indesejada e ocultada, ausência de acompanhamento pré-natal, parto desassistido e a presença eventual de transtornos psiquiátricos também foram identificados como fatores de risco. Tais achados indicam a necessidade de adequada assistência às gestantes com essas características psicossociais para a prevenção dessa fatalidade.

This study aimed to describe risk factors associated with infanticide, configured when a mother kills her own child under the influence of puerperal state, during or immediately after childbirth. Judgments rendered in the period 2003-2013, available on the website of the Justice Court of Rio Grande do Sul, were examined through thematic analysis. A pattern of risk factors for this crime was observed in the cases analyzed. Most of the mothers were young and single, with low educational level and no formal jobs. Unwanted and concealed pregnancy, lack of antenatal care, unassisted delivery and, eventually, presence of psychiatric disorders were also identified as risk factors. These findings indicate the need for adequate assistance to pregnant women with these psychosocial characteristics, for the prevention of this kind of fatality.

Ese estudio tuvo como objectivo describir los factores de riesgo asociados al infanticidio, configurado cuando una madre mata a su propio hijo bajo la influencia del estado puerperal, durante o inmediatamente después del parto. Fueron examinadas, a través de análisis temático, sentencias pronunciadas durante el período 2003-2013, disponibles en el sitio del Tribunal de Justicia de Rio Grande do Sul. Se ha constatado un patrón de riesgo para ese delito en los casos analizados. La mayoría de las madres era joven, soltera, de bajo nivel educativo y sin empleo formal. Embarazo no deseado y ocultado, carencia de acompañamiento prenatal, parto sin asistencia y por veces la presencia de trastornos psiquiátricos se han evidenciado como factores de riesgo. Estos resultados indican la necesidad de una adecuada atención a las mujeres embarazadas con estas características psicosociales, para la prevención de esa fatalidad.
Descritores: Fatores de Risco
Infanticídio
-Gravidez
Depressão Pós-Parto
Parto
Período Pós-Parto
Transtornos Mentais
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  5 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Tfouni, Leda Verdiani
Texto completo
Id: biblio-892281
Autor: Santos, Kátia Alexsandra dos; Tfouni, Leda Verdiani.
Título: "Mulher joga filho na lixeira": mulher-mãe infanticida na mídia / "Women throws son away in the trash can": infanticide mother-woman on media
Fonte: Fractal rev. psicol;29(3):262-271, set.-dez. 2017. graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Este trabalho parte de uma inquietação acerca dos dizeres que vêm se constituindo na mídia sobre a mulher em seu papel de mãe em nossa sociedade. Trabalhando na articulação entre a Análise do Discurso e a psicanálise lacaniana, nosso corpus de pesquisa constituiu-se de manchetes de notícias sobre abandono e infanticídio, divulgadas em portais eletrônicos. Tivemos como objetivo central analisar a discursivização da mulher-mãe, a partir do conceito de genérico discursivo e também observar se as manchetes analisadas produzem efeitos que podem ser compreendidos como elementos indiciários de que A mulher, enquanto conjunto, não existe. A análise indicou que as notícias constituem-se como acontecimentos que fogem ao discurso vigente e colocam-se como indícios a serem observados, por apontarem para um deslocamento na contemporaneidade. Esse processo ratifica a existência do grupo das mulheres-mães, mas ao mesmo tempo indica um furo nesse grupo pretensamente homogêneo.(AU)

ABSTRACT This article arises from a concern about the sayings about woman as regards her societal role of mother. Based on the articulation of Discourse Analysis and lacanian psychoanalysis, our research corpus was composed of headlines about abandonment and infanticide conveyed on news online homepages. Our main objective was to analyze the discoursivization about mother-woman, based on the concept of discoursive generics, and to observe if the analyzed headlines produce effects that may be understood as index elements that The woman, as a group, does not exist. Analysis highlighted that news are events that are beyond the current discourses and are index to be observed, since they point to a shift in contemporaneity. This process confirms the existence of the group mothers-women, at the same time as it marks a puncture in this allegedly homogenous group.(AU)
Descritores: Infanticídio
Mães
Poder Familiar
Psicanálise
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR13.2 - Biblioteca Central de Gragoatá


  6 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-847746
Autor: Tarôco, Graziela; Gaya, Leila de Genova; Resende, Daniela Regina; Santos, Ivan Carlos dos; Madureira, Ana Paula.
Título: Environmental and dam effects on cannibalism in Wistar rat litters / Efeito do ambiente e da matriz sobre o canibalismo em filhotes de ratos Wistar
Fonte: Acta sci., Biol. sci;37(2):225-229, abr.- jun. 2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: The factors related to cannibalistic behavior of dams in a Wistar rat colony are identified and analyzed. The maternal genetic effects were tested as a random effect by the method of generalized linear models. The season at parturition, the dam´s age at parturition and the density of the room at parturition were tested as fixed effects, whereas the litter size at birth was tested as a co-variable. The genetic effect of the dam was significant for the number of cannibalized pups. Although the season at parturition, the dam´s age and room density on the day of parturition were not individually significant (p > 0.05), most of the interactions between the variation sources were significant (p < 0.05). Cannibalism occurred mostly in dams aged over 241 days, with parturition during spring. So that occurrences of cannibalism could be avoided, dams with the smallest number of cannibalized pups should be selected, coupled to dams younger than 241 days, breeding during spring. The above strategies may reduce the number of couples in the vivarium and increase their production efficiency.

O objetivo deste estudo foi identificar os fatores relacionados ao comportamento de canibalismo das fêmeas em uma colônia de ratos Wistar. Os efeitos genéticos maternos foram testados como efeito aleatório usando o método dos modelos lineares generalizados. A estação do parto, a idade da fêmea ao parto e a densidade da sala ao parto foram testados como efeitos fixos e o tamanho da ninhada ao nascimento foi testado como covariável. O efeito genético da matriz foi significativo para o número de filhotes canibalizados. A estação do ano ao parto, a idade da matriz e a densidade da sala no dia do parto quando testados separadamente não foram significativos (p > 0,05), porém, a maioria das interações entre estas fontes de variação foram significativas (p < 0,05). O canibalismo ocorreu em maior frequência em fêmeas com idade superior a 241 dias durante a primavera. Para evitar o canibalismo na população estudada, recomenda-se a seleção de fêmeas com menor número de filhotes canibalizados e a maior utilização de matrizes com idade inferior a 241 dias durante a primavera. Estas estratégias podem promover a redução do número de casais necessários no biotério e aumentar sua eficiência reprodutiva.
Descritores: Animais de Laboratório
Canibalismo
Infanticídio
Comportamento Materno
Roedores
Limites: Ratos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  7 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-836556
Autor: West, Sara G; Hatters Friedman, Susan.
Título: Cómo prevenir el filicidio materno / Mothers who kill: perspectives on the act and its prevention
Fonte: Salud(i)ciencia (Impresa) = Salud(i)ciencia (En linea);16(3):276-279, ago. 2008.
Idioma: es.
Resumo: El tema del filicidio materno siempre provoca una fuerte respuesta emocional. Ya sea que genere sentimientos de simpatía o de rechazo, en la mayoría queda el interrogante de por qué las madres se ven impulsadas a matar a sus propios hijos y qué se puede hacer para evitar estos crímenes. Este artículo se centrará en las características de las madres que cometen actos filicidas. Consideraremos el papel de la madre en la historia del filicidio. En un intento por aclarar los rasgos comunes entre las madres filicidas, se revisará la literatura reciente. Además, compararemos la investigación sobre las madres que matan a sus hijos con aquella de sus análogos masculinos. Por último, ofreceremos sugerencias que ayuden a la prevención de actos filicidas futuros.

The topic of maternal filicide inevitably provokes a strong emotional response. Whether it engenders feelings ofsympathy or disgust, most people are left wondering whymothers may be driven to kill their own children and whatcan be done to prevent these crimes. This article will focuson characteristics of mothers who commit filicidal acts.Women's role in the history of filicide will be considered.In an attempt to clarify traits common among filicidal mothers, the recent literature will be reviewed. Inaddition, research on mothers who kill their children will be compared to that of their male counterparts. Finally, suggestions will be offered to assist in the prevention offuture filicidal acts.
Descritores: Homicídio
Infanticídio
Pais
-Maus-Tratos Infantis
Prevenção Primária
Psiquiatria
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco


  8 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-714952
Autor: Feitosa, Saulo Ferreira.
Título: Pluralismo moral e direito à vida: apontamentos bioéticos sobre a prática do infanticídio em comunidades indígenas no Brasil / Moral pluralism and the right to life: bioethical notes on the practice of infanticide in indigenous communities in Brazil.
Fonte: Brasília; s.n; 2010. 113 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Brasília. Faculdade de Ciências da Saúde para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A partir do ano de 2005 o debate em torno do chamado "infanticídio indígena" passou a ocupar alguns espaços dentro da sociedade brasileira. Por não se tratar de um tema prioritário na agenda do movimento indígena, não houve inicialmente nenhum envolvimento por parte dos povos e organizações indígenas do país, até por que esses entendem tratar-se de um assunto privativo, de interesse interno de suas comunidades onde ocasionalmente o evento possa ocorrer, e dentro dessas comunidades ainda mais restrito a determinadas pessoas em decorrência da condição de gênero, relação de parentesco ou papel social que desempenham numa sociedade específica. O nosso interesse e envolvimento com o mesmo é conseqüência direta do longo tempo de atuação indigenista o que nos ajudou a identificar, a partir da maneira como a discussão estava sendo pautada, tratar-se de mais uma iniciativa a contribuir com a estratégia de criminalização dos povos indígenas, aumentando ainda mais o grau de preconceito e a discriminação da população não índia em relação a eles. Após perceber essa realidade, alguns segmentos do movimento indígena decidiram enfrentar o debate, o que também veio ocorrer com algumas entidades de apoio às lutas indígenas no Brasil. Somente então passaram a serem ouvidas algumas vozes discordantes do tratamento que vinha sendo dado pelos proponentes da campanha de combate ao "infanticídio indígena". É nesse contexto que se situa nossa reflexão, com o intuito de contribuir para uma melhor compreensão do fenômeno e identificar possibilidades de diálogo, considerando como pressupostos a autonomia dos povos e o respeito às suas formas próprias de organização. A discussão bioética por nós desenvolvida ocorre na perspectiva de nosso engajamento tanto no campo indigenista como da bioética, a partir do paradigma da bioética de intervenção, uma corrente gestada no Brasil, tendo como laboratório principal a Cátedra UNESCO de Bioética da Universidade de Brasília - UnB.

Since the year 2005 the debate on the so-called "indigenous infanticide" has come to occupy some spaces within the Brazilian society. As it is not a priority issue on the agenda of the indigenous movement, there was initially no involvement by indigenous peoples and organizations of the country. Even more so, as in their understanding this is a private matter of internal concern to their communities where it occasionally may occur, and even within these communities the subject is restricted once more to certain people due to their condition of gender, family ties, or their role in that specific society. Our interest and involvement with this theme is a direct consequence of the long time that we have worked in the Indigenous sphere cause which has helped us identify, starting from the way the discussion was being guided, yet another initiative to contribute to the strategy of criminalization of indigenous peoples, further increasing the degree of prejudice and discrimination of the non-indigenous population in relation to them. After perceiving this reality, some segments of the indigenous movement decided to confront the debate, which also occurred with some entities that support the indigenous struggles in Brazil. Only then some dissenting voices began to be heard on the treatment which until then had been given by proponent groups of the discussion. It is in this context that our reflection is situated, with the purpose of contributing to a better understanding of "indigenous infanticide" and identify opportunities for dialogue, considering as a premise the autonomy of the indigenous peoples and the respect for their own forms of organization. The bioethics debate that we have developed takes place in the perspective of our commitment both in the indigenous as well as in the bioethics field, starting from the paradigm of the bioethics of intervention, a current that has been conceived of and developed in Brazil, with the UNESCO Chair of Bioethics at UNB as its main laboratory.
Descritores: Diversidade Cultural
Grupos Populacionais
Infanticídio
-Direitos Humanos
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  9 / 43 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-710048
Autor: Angotti Neto, Hélio; Ribeiro, Graziella Fontes; Santos, Jackson Ferreira dos; Silva, Pâmela Nascimento Simoa da.
Título: Abordagem crítica filosófica, científica e pragmática ao abortamento pós-nascimento / Abordaje crítico filosófico, científico y pragmático del aborto post-nacimiento / Philosophical, scientific and pragmatic critical approach of post-birth abortion
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);22(1):57-65, jan.-abr. 2014.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso Internacional de Humanidades Médicas, III, Apresentado em: Seminário Capixaba de Humanidades MédicasI, Apresentado em: Congresso Brasileiro de BioéticaX, 20132013.
Resumo: O infanticídio foi denominado abortamento pós-nascimento em artigo publicado em 2012. Embora tenha despertado numerosas reações no meio acadêmico e na mídia, ainda resta a necessidade de tecer uma crítica dialética ampla e específica do mesmo, considerando seus aspectos científicos, filosóficos e pragmáticos, além de inseri-lo na realidade concreta. Por meio de tal crítica, pode-se concluir que o artigo apresenta importantes limitações científicas, filosóficas e pragmáticas, desconsiderando a complexidade da realidade e a abrangência do conceito de pessoa. As afirmações do artigo são pouco fundamentadas e suas conclusões se baseiam em pressupostos artificiais e frágeis...

El infanticidio fue llamado aborto post-nacimiento en un artículo publicado en 2012. Aunque levantara numerosas reacciones en el ámbito académico y en los medios de comunicación, aún existe la necesidad de tejer una amplia y específica crítica dialéctica de lo mismo, teniendo en cuenta su carácter científico, filosófico y pragmático, y su integración en la realidad concreta. A través de esta crítica, se puede concluir que el artículo tiene limitaciones científicas, filosóficas y pragmáticas serias, sin llevar en cuenta la complejidad de la realidad y el alcance del concepto de persona. Las afirmaciones del artículo son mal fundamentadas, y sus conclusiones se basan en suposiciones artificiales y frágiles...

Infanticide was named post-birth abortion in an article published in 2012. Despite raising many reactions in the academia and in the media, there is still the need to do a wide and specific dialectical critique, considering its scientific, philosophical and pragmatic aspects, inserting it into the concrete reality. Through this critique, it can be concluded that the article has serious scientific, philosophical and pragmatic limitations, disregarding the complexity of reality and the broad scope of the "person" concept. The claims of the article are poorly substantiated, and its conclusions are based on artificial and fragile assumptions...
Descritores: Aborto
Bioética
Infanticídio
Lógica
Princípios Morais
Ensaios Clínicos Pragmáticos como Assunto
Valor da Vida
-Argumento Refutável
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  10 / 43 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Id: lil-685244
Autor: Barboza Quirós, Martín.
Título: Síndrome de muerte súbita del lactante: revisión del tema desde una perspectiva médico forense / Syndrome of sudden infant death syndrome: review of the issue from a perspective medical examiner
Fonte: Med. leg. Costa Rica;30(2):86-92, sep. 2013. tab.
Idioma: es.
Resumo: El síndrome de muerte súbita del lactante es sin duda alguna uno de los trastornos más misteriosos en la historia de la medicina. Aún hoy en día no contamos con una teoría científica convincente que permita explicar de una manera clara estas muertes. Desde una perspectiva médico forense es de suma importancia para el patólogo forense el contar con un conocimiento claro sobre el manejo de este tipo de casos y como diferenciarlo de otras entidades, incluyendo el abuso infantil, porque será él, como perito, el que tendrá en última instancia la responsabilidad de emitir el diagnóstico final. Debido a la importancia de este tema la cual se ha incrementado en años recientes debido a sus implicaciones legales, se considera importante una revisión de los aspectos más relevantes sobre el manejo de esta patología.

Sudden infant death syndrome is undoubtedly one of the most mysterious disorders in the history of medicine. Even today we don`t have a convincing scientific theory to explain these infant deaths. From a forensic point of view, it is very important for the forensic pathologist to have a clear knowledge of how to manage these type of cases and how to differentiate it from other entities, including child abuse, because it will be him, as an expert, who will ultimately have the responsibility of giving the final diagnosis. Given the importance of this topic which has increase in recent years due to it´s legal implications, it is important to make a review of the most relevant aspects of the management of this syndrome.
Descritores: Morte Súbita
Patologia Legal
Infanticídio
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde