Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.198.240.748 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 665 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 67 ir para página                         

  1 / 665 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Raimunda Magalhäes da
Texto completo
Id: biblio-1056129
Autor: Aguiar, Francisca Alanny Rocha; Silva, Raimunda Magalhães da; Bezerra, Indara Cavalcante; Vieira, Luiza Jane Eyre de Souza; Cavalcanti, Ludmila Fontenele; Ferreira Júnior, Antonio Rodrigues.
Título: Vocational training and sexual assault against women: challenges for graduation in nursing / Formación profesional y violencia sexual contra la mujer: desafíos para la graduación en enfermería / Formação profissional e violência sexual contra a mulher: desafios para a graduação em enfermagem
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;24(1):e20190135, 2020.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: To understand the meanings of sexual assault against women in the point of view of students, professors and university managers of undergraduate nursing; and to understand how the contents on this subject are approached in undergraduate courses in Nursing in Higher Education Institutions. Method: A qualitative study, with data collection from March to November 2018, through interviews with ten students, ten teachers and seven managers from two private institutions. Data was treated by the modality of thematic content, with a theoretical-analytical reference of 'gender violence' and 'rape culture'. Results: The topic is approached in a fragmented way in different academic contexts, which leads to the reflection of the topic in the training of nurses, extending to their professional performance. Conclusion and implications for practice: The possibilities of incorporating the subject in the teaching-learning scenarios and practices converge to approach the content about the different types of violence in the undergraduate subjects, with educational actions with the population, potentializing the deconstruction of the culture of female subordination. In addition, the study is aligned with the appropriate time in which the reorientation of the curricular guidelines for the health courses is discussed.

Resumen Objetivos: Comprender el significado de la violencia sexual contra las mujeres en opinión de estudiantes, profesores y directores universitarios de enfermería de pregrado; y comprender cómo se abordan los contenidos sobre este tema en los cursos de pregrado en Enfermería en instituciones de educación superior. Método: Estudio cualitativo, cuya recopilación de datos tuvo lugar de marzo a noviembre de 2018, a través de entrevistas con diez estudiantes, diez maestros y siete gerentes de dos instituciones privadas. Los datos se trataron con la modalidad de contenido temático, con una referencia teórico-analítica de "violencia de género" y "cultura de violación". Resultados: El tema se aborda de una manera gradual en diferentes contextos académicos, lo que lleva al tema de la reflexión en la educación de enfermería, que se extiende a sus actividades profesionales. Conclusión y implicaciones para la práctica: El tema de oportunidades de fusión en escenarios de enseñanza y aprendizaje y prácticas convergen sobre el contenido de la aproximación a los diferentes tipos de violencia en las disciplinas de grado con actividades educativas entre la población, el aumento de la deconstrucción de la subordinación femenina de la cultura. Además, el estudio está alineado con el momento oportuno en el que se discute la reorientación de las pautas curriculares para los cursos de salud.

Resumo Objetivos: Compreender os sentidos da violência sexual contra a mulher na visão de alunos, professores e gestores universitários da graduação em Enfermagem; e entender de que modo os conteúdos sobre esta temática são abordados nos cursos de graduação em Enfermagem nas Instituições de Ensino Superior. Método: Estudo qualitativo, cuja coleta de dados ocorreu no período de março a novembro de 2018, por meio de entrevistas com dez discentes, dez docentes e sete gestores de duas Instituições privadas. Os dados foram tratados pela modalidade de conteúdo temática, com referencial teórico-analítico da 'violência de gênero' e 'cultura do estupro'. Resultados: O tema é abordado de forma fragmentada em diferentes contextos acadêmicos, o que leva à reflexão da temática na formação do enfermeiro, estendendo-se à sua atuação profissional. Conclusão e implicações para a prática: As possibilidades de incorporação do tema nos cenários de ensino-aprendizagem e nas práticas convergem para a abordagem do conteúdo sobre os diferentes tipos de violência nas disciplinas da graduação, com ações educativas junto à população potencializando a desconstrução da cultura de subordinação feminina. Ademais, o estudo alinha-se ao momento oportuno em que se discute a reorientação das diretrizes curriculares para os cursos da saúde.
Descritores: Delitos Sexuais
Educação em Enfermagem
Violência contra a Mulher
Capacitação Profissional
-Pesquisa Qualitativa
Instituições de Ensino Superior
Violência de Gênero
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  2 / 665 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-907767
Autor: Salcedo-Cifuentes, Mercedes.
Título: Evaluación de la persistencia deespermatozoides humanos en la vagina / Evaluation of persistence of human spermatozoa in the vagina
Fonte: Med. lab;21(3-4):149-160, 2015. ilus, graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la determinación del tiempo de persistencia de los espermatozoides en el frotis vaginal poscoital tiene especial importancia en la investigación de los delitos sexuales. Objetivo: evaluar la persistencia de espermatozoides en muestras de frotis vaginales poscoitales a diferentes tiempos durante cinco días en mujeres voluntarias. Materiales y métodos: se realizó un estudio experimental, descriptivo en muestras de frotis vaginal poscoital tomadas cada ocho horas durante 128 horas. Las muestras se sometieron a un proceso de extracción, sedimentación y coloración supravital. Se realizó el análisis estadístico utilizando el software Minitab 16. A las variables cuantitativas se les calculó las medidas de tendencia central y de dispersión y a las cualitativas las proporciones. Además, se evaluó si existían diferencias estadísticamente significativas entre las muestras recolectadas en el mismo intervalo de tiempo aplicando un test de ANOVA unidireccional para un nivel de significancia del 0,05. Resultados: de 18 muestras de mujeres voluntarias en el 60% se observaron, en las primeras 72 horas, más de 10 espermatozoides por campo, 10% de estas muestras llegaron a las 128 horas con más de cinco espermatozoides y 2% con uno por campo. Se observó una disminución marcada del número de espermatozoides en dos muestras con abundante reacción leucocitaria y alta densidad de levaduras, hifas, seudohifas y bacterias...

Introduction: determination of persistence of spermatozoa in postcoital vaginal smears is especially important in sexual assault investigation. Objective: To evaluate the persistence of spermatozoa in postcoital vaginal smears samples at different times during 128 hours in female volunteers. Materials and methods: Experimental, descriptive study was made in postcoital vaginal smears samples collected every eight hours during five days. The samples were subjected to an extraction process, sedimentation and supra-vital staining. Statistical analysis was performed using Minitab 16 software. Measures of central tendency and dispersion were calculated for quantitative variables; and proportions for qualitative variables. In addition, we assessed whether there were statistically significant differences between the samples collected at the same time interval through an ANOVA (unidirectional) test, to a significance level of 0.05. Results: From 18 samples of female volunteers in 60% were obtained within the first 72 hours over 10 spermatozoon per field; 10% of those samples reached 128 hours with over five sperm; and 2% with 1 spermatozoon per field. In two samples with abundant leukocyte reaction and with high density of yeasts, hyphae, pseudohyphae and bacteria, a marked decrease in sperm count was observed...
Descritores: Coito
Delitos Sexuais
Contagem de Espermatozoides
Esfregaço Vaginal
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: CO373.9 - EDIMECO - Editora Médica Colombiana S.A.


  3 / 665 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1039818
Autor: Arrais, Alessandra; Zerbini, Elen Carioca; Jota, Fernanda Schieber Saúde Vilas Boas de Oliveira; Almeida, Renata Rodrigues de Melo; Costa, Arlete Rodrigues Chagas da; Silva, Katiane Tavares da.
Título: Challenges for the implementation of the chain of custody for rape victims in the Federal District / Desafíos para implantación de la cadena de custodia para víctimas de violación en el Distrito Federal / Desafios para implantação da cadeia de custódia para as vítimas de estupro no Distrito Federal
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;24(1):e20190101, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Chain of Custody implies adequate collection, recording, and storage of the vestige of sexual violence, guaranteeing the reliability of the material that will be forwarded as expert evidence. Its implementation in the Unified Health System has faced challenges. Objective: To know the attendance to victims of sexual violence in the public maternity of Federal District and evaluate the knowledge of the team about the legislation on a chain of custody. Method: Cross-sectional, quantitative, and descriptive study with 134 medical and nursing professionals working in the obstetric emergency, who answered a questionnaire, submitted to descriptive statistical analysis and the Qui-Square Test. Results: Of the 78.95% of professionals who reported attending to victims of sexual violence, 25.71% consulted in 10 minutes, and 14.18% received specific training. The situational diagnosis reveals that the care is superficial, centered on medical issues, and the collection of vestiges is non-existent. Conclusion and implications to nursing practice: A generalized change of posture is necessary so that it is possible to implant the chain of custody in the maternity studied. It is essential to develop care beyond medical issues, and which includes forensics. It is suggested a collaborative action between physicians and nurses, with nursing as the epicenter of this process.

Resumen La Cadena de Custodia implica el adecuado proceso de recolección, registro y almacenamiento del vestigio de la violencia sexual, garantizando confiabilidad al material encaminado como prueba pericial. Su instalación en el Sistema Unico de Salud ha enfrentado desafíos. Objetivos: Conocer la atención a la víctima de violencia sexual en maternidad pública del Distrito Federal y evaluar el conocimiento del equipo acerca de la legislación sobre cadena de custodia. Método: Estudio transversal, cuantitativo y descriptivo, con 134 profesionales de medicina y enfermería actuantes en la emergencia obstétrica, que respondieron un cuestionario, sometido al análisis estadístico descriptivo y al Test Qui-Cuadrado. Resultados: Entre el 78,95% de los profesionales que afirmaron atender a víctimas de violación, 25,71% las consultan en 10 minutos y 14.18% recibieron capacitación específica. El diagnóstico situacional revela que la atención es superficial, centrada en cuestiones médicas y la recolección de vestigios es inexistente. Conclusión e implicaciones para la práctica de enfermería: Un cambio generalizado de postura es necesario para posibilitar la implantación de la cadena de custodia en la maternidad estudiada. Es fundamental desarrollar una atención más allá de cuestiones médicas y que incluya cuestiones periciales. Se sugiere una actuación colaborativa entre médicos y enfermeros, teniendo la enfermería como epicentro de ese proceso.

Resumo A Cadeia de Custódia implica no adequado processo de coleta, registro e armazenagem do vestígio da violência sexual, garantindo a confiabilidade do material que será encaminhado como prova pericial. Sua instalação no Sistema Único de Saúde tem enfrentado desafios. Objetivos: Conhecer o atendimento à vítima de violência sexual em maternidade pública do DF e avaliar o conhecimento da equipe acerca da legislação sobre cadeia de custódia. Método: Estudo transversal, quantitativo e descritivo, com 134 profissionais de medicina e enfermagem que atuam na emergência obstétrica, que responderam a um questionário, submetido à análise estatística descritiva e o Teste Qui-Quadrado. Resultados: Dentre os 78,95% dos profissionais que afirmaram atender vítimas de violência sexual, 25,71% as consultam em 10 minutos e 14.18% receberam capacitação específica. O diagnóstico situacional revela que o atendimento é superficial, centrado em questões médicas e a coleta de vestígios é inexistente. Conclusão e implicações para a prática de enfermagem: Uma mudança generalizada de postura é necessária para que seja possível implantar a cadeia de custódia na maternidade estudada. É fundamental desenvolver um o atendimento para além de questões médicas, e que inclua questões periciais. Sugere-se uma atuação colaborativa entre médicos e enfermeiros, tendo a enfermagem como epicentro desse processo.
Descritores: Delitos Sexuais
Pessoal de Saúde
Assistência Ambulatorial/estatística & dados numéricos
-Estudos Transversais
Violência contra a Mulher
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  4 / 665 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-884000
Autor: Rosa, Josyandra Paula de Freitas; Oliveira, Manuella Missawa de; Oliveira Filho, Manoel Messias de; Fernandes, César Eduardo; Oliveira, Emerson.
Título: Violência sexual na região do ABC Paulista: retrato de 142 casos / Sexual violence in the ABC Paulista: portrait of 142 cases
Fonte: ABCS health sci;43(1):41-46, maio 18, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: O abuso sexual deixa sequelas graves, como limitações sociais. Objetivo: Descrever o perfil das vítimas de violência sexual atendidas em um serviço especializado, na cidade de Mauá, São Paulo, entre 2008 a 2009. MÉTODOS: Analisou-se 138 mulheres, assistidas em um Hospital Universitário. Estudo retrospectivo com levantamento de prontuários para coleta de dados. As variáveis estudadas foram: idade, etnia, relacionamento conjugal e sexual, hora da violência, número de agressores, busca por auxílio médico, uso de medicações e exames protocolares, comunicação por parte da vítima às autoridades competentes, uso de arma pelo agressor e número de gestações decorrentes. RESULTADOS: A média de idade foi de 22 anos. A maioria não possuía relação estável, tinha atividade sexual previamente à violência, etnia branca, procurou auxílio médico em até 72 horas após o ocorrido usou medicações protocolares. No período noturno ocorreram mais crimes e a violência nesse momento teve maior probabilidade de ser praticada por mais de um agressor. Apenas 26,7% pacientes reconheceram os agressores e somente 42,9% e 21,8% das mulheres fizeram boletim de ocorrência e exame de corpo de delito, respectivamente. Em 40,8% foi utilizado algum tipo de arma na abordagem ou durante o crime. Por fim, nenhuma das pacientes que fez contracepção de emergência engravidou. Somente quatro engravidaram em decorrência da agressão. CONCLUSÃO: A caracterização das pessoas que sofrem violência sexual é de extrema importância para a criação de estratégias de atendimento para a profilaxia de doenças sexualmente transmissíveis e seguimento ambulatorial até finalizar o tratamento, além de acompanhamento psicológico.

INTRODUCTION: Sexual abuse leaves severe sequels, such as social limitations. OBJECTIVE: To investigate aspects of sexual violence and the victims treated at a specialized service in the city of Mauá, São Paulo, between 2008 to 2009. METHODS: We analyzed 138 women, assisted at a University Hospital. Study is retrospective with survey of medical records for data collection. We studied: age, ethnicity, marital and sexual relationship, time of violence, number of aggressors, search for medical assistance, use of medications and protocol examinations, communication to the competent authorities, use of the weapon by the aggressor and number of resulting pregnancies. RESULTS: The mean age was 22 years. Most had no stable relationship, had sexual activity before the violence, were of white ethnicity, sought medical help within 72 hours after the event and used protocol medications. At night there were more crimes and violence at that time was more likely to be committed by more than one perpetrator. Only 26.7% of the patients acknowledged the perpetrators and only 42.9% and 21.8% of the women did report bullying and examination of the body of crime, respectively. In 40.8% some kind of weapon was used in the approach or during the crime. Finally, none of the patients who did emergency contraception became pregnant. CONCLUSION: The characterization of people who suffer sexual violence is of extreme importance for the creation of strategies for the care of prophylaxis of sexually transmitted diseases and outpatient follow-up until the end of treatment, as well as psychological counseling.
Descritores: Estupro/estatística & dados numéricos
Delitos Sexuais/estatística & dados numéricos
Violência contra a Mulher
-Direitos da Mulher/tendências
Direitos da Mulher
Serviços de Saúde da Mulher/tendências
Serviços de Saúde da Mulher
Epidemiologia Descritiva
Hospitais Universitários
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  5 / 665 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1037911
Autor: Corrêa, Maria Eduarda Cavadinha.
Título: A enfermeira desvelando o significado do atendimento às vítimas de violência sexual expresso pelos profissionais de saúde / The nurse revealing the meaning of attending the victims of sexual violence expressed by the health professionals.
Fonte: Curitiba; s.n; 20080211. 95 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Paraná para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A violência sexual é um fenômeno complexo cujo atendimento deve ser realizado por uma equipe multidisciplinar. Esse fenômeno afeta não só as vítimas, mas os profissionais de saúde que prestam o atendimento. Trata-se de pesquisa qualitativa de abordagem fenomenológica que teve como objetivo desvelar o significado da vivência no cuidar de vítimas de violência sexual. Foi realizada no período de dezembro de 2006 a março de 2007 com 12 profissionais de saúde dos centros de referência da cidade de Curitiba para atendimento às vítimas de violência sexual. A coleta dos discursos se deu mediante entrevista semi-estruturada gravada e sua análise seguiu os momentos da trajetória fenomenológica: descrição, redução e compreensão. Desta emergiu os temas: Marcas visíveis e invisíveis deixadas pelas vítimas de violência sexual nos corpos dos profissionais de saúde e Sentir-se impotente: um sentimento expresso por corporeidades cuidadoras de vítimas de violência sexual. As vítimas de violência sexual trazem em seu corpo as marcas visíveis e invisíveis de uma história vivenciada que causa dor, medo, angústia, depressão, sofrimento e, ao ser compartilhada com o profissional de saúde, afeta-o, gerando o sentimento de impotência por não conseguirem resolver o problema como desejam, uma vez que não tiveram, na formação acadêmica, embasamento teórico sobre a violência sexual nem vivências que propiciassem a reflexão. Assim, esta pesquisa aponta para a necessidade de se introduzir o tema em tela nos cursos de graduação e pós-graduação das áreas da saúde e humanas a fim de capacitar os profissionais para o cuidado com vítimas de violência sexual, promover a implantação de capacitação permanente nas instituições de saúde, além da criação de grupos dirigidos por um profissional especializado para que os profissionais da saúde, que cuidam dessas vitimas, possam trabalhar não apenas o sentimento de impotência, mas as experiências e sofrimentos compartilhados que vão acumulando e podem afetá-los na sua multidimensionalidade.

The sexual violence is a complex phenomenon which the attendance should be given by an multidisciplinary team. This phenomenon affects not only the victims, but the health professionals who take care of these victims. This work is about qualitative research of phenomenological approach that had as objective to show the meaning of the experience in taking care of victims of sexual violence. The present research was done from December 2006 to March 2007 with 12 professionals of health from the reference centers of sexual violence victims' attendance in Curitiba. The collection of the speeches was made through a half-structuralized recorded interview and its analysis followed the moments of the phenomenological trajectory: description, reduction and understanding. From it, two points emerged: Visible and invisible marks left by the victims of sexual violence in the bodies of health professionals and Feeling impotent: a feeling expressed by the corporeity's caring of sexual violence victims. It was evidenced that the victims of sexual violence bring in their bodies the visible and invisible marks of a deeply lived history that causes pain, fear, anguish, depression, suffering and when it is shared with the health professionals affects them, causing a feeling of impotence because the professionals cannot solve the problem as they desire, once they had had in the academic education neither theoretical basement on the sexual violence nor experiences that bring them to reflection. Thus, this research points out the necessity of introducing the subject in the graduation and after-graduation courses from health and human areas in order to enable the students to care victims of sexual violence, the implantation of permanent qualification in health institutions, beyond the creation of groups coordinated by a specialized professional so the professionals of health, who take care of these victims, can work, not only with the impotence feeling, but also the shared experiences and sufferings that are accumulated and can affect them in its multidimensional aspect.
Descritores: Vítimas de Crime
Cuidados de Enfermagem
Delitos Sexuais
Pessoal de Saúde
Prática Profissional
-Enfermagem
Enfermeiras e Enfermeiros
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 362.8292, C824


  6 / 665 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1146909
Autor: Chaves, Larissa Nogueira; Neves, Maribel Nazaré dos Santos Smith; Araújo, Maria Helena Mendonça de; Calandrini, Tatiana do Socorro dos Santos; Cardoso, Rosilene Ferreira; Menezes, Rubens Alex de Oliveira.
Título: Epidemiologia do abuso sexual contra crianças e adolescentes admitidas em um hospital de referência da amazônia brasileira: um estudo exploratório-descritivo / Epidemiology of sexual abuse against children and adolescents admitted to a referral hospital of the Brazilian Amazon: a study exploratory-descriptive
Fonte: Diagn. tratamento;25(4):138-146, 20201200. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes exige que se conheçam todos os fatores envolvidos, para a elaboração de estratégias governamentais de enfrentamento. Objetivo: Descrever a epidemiologia da violência sexual infantojuvenil admitidas em um hospital de referência de Macapá (AP), Amazônia Brasileira. Método: Trata-se de um estudo exploratório-descritivo, com abordagem quantitativa, realizado em um hospital infantojuvenil de referência estadual, situado no município de Macapá (AP), acerca dos atendimentos a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual durante o ano de 2016, mesclando dados públicos e de prontuários. Resultados: Foram analisados 55 prontuários e fichas de notificações, sendo que a faixa etária de 8 a 10 anos foi a mais prevalente, com predominância do sexo feminino 76,4%. O agressor do sexo masculino foi o mais prevalente 69,1% e 37,7% deles eram desconhecidos da vítima. A própria residência da vítima foi o local com maior índice de casos 49,1%, sendo que 81,8% ocorreram na cidade de Macapá. Conclusão: Registrou-se alto índice de abusos sexuais infantis em Macapá, com predomínio de vítimas do sexo feminino, com menos de 10 anos, agredidas em sua própria residência, por abusadores do espaço doméstico (intrafamiliar) e por estranhos (extrafamiliar). Os autores: padrasto, primo e tio representaram 28,3%, desconhecidos corresponderam a 37,7%, sendo o ambiente e o vínculo do agressor "não informado" em 71,4% dos casos. A falha no preenchimento dos dados no formulário de atendimento às vítimas de violência sexual compromete a definição precisa e clara do panorama que envolve a situação de saúde pública.
Descritores: Delitos Sexuais
Abuso Sexual na Infância
Criança
Saúde da Criança
Epidemiologia
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  7 / 665 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1144413
Autor: Ramírez Torres, Andrés Mauricio; Vanegas García, José Hoover.
Título: La ofensa sexual entre la razón y el corazón: una mirada desde los procesos cognitivos y emocionales / Sexual Offense, between Reason and the Heart: a Look from Cognitive and Emotional Processes / A ofensa sexual entre razão e coração: um olhar a partir dos procesos cognitivos e emocionais
Fonte: Rev. crim;62(2):275-289, mayo-ago. 2020.
Idioma: es.
Resumo: Resumen La investigación en la dimensión cognitiva y emocional de la etiología de la ofensa sexual evidencia una prominente escalada en las últimas tres décadas. Sin embargo, el objetivo específico del presente artículo de reflexión es develar los manifiestos excesos, contravenciones, ausencias y necesidades en el desarrollo y tratamiento de los constructos convergentes en ambas dimensiones. Para esto, se explicará en primera instancia de qué manera inciden los procesos cognitivos en la comisión de ofensas sexuales; luego, se procederá a explicar cómo dicho tipo de actos pueden explicarse a partir de las teorías de las emociones; y, finalmente, se intentará establecer una propuesta interpretativa del problema que contemple tanto a lo cognitivo como a lo emocional, así como aspectos fundamentales para la comprensión de la ofensa sexual. Por tanto, se concluye que es necesaria la construcción de nuevas y mejores teorías que articulen emociones y cogniciones para una adecuada explicación de los móviles del ofensor en la comisión de delitos sexuales.

Abstract Researching the etiology of sexual offenses from a cognitive and emotional dimension demonstrates a prominent increase in the last three decades. However, this reflection article's specific objective is to reveal the clear excesses, violations, absences and needs in developing and treating the convergent constructs in both dimensions. To do so, the way cognitive processes influence sexual offenses will be explained first. Then, we will state how said actions can be explained based on theories of emotions. Finally, we will attempt to establish an interpretative proposal for the problem that includes the cognitive and emotional dimensions, as well as fundamental aspects to understand sexual offenses. Therefore, it was concluded that developing new and improved theories that articulate emotions and cognitions is necessary to properly explain offender's movements in committing sex crimes.

Resumo Pesquisas sobre a dimensão cognitiva e emocional da etiologia da ofensa sexual mostram uma escalada proeminente nas últimas três décadas. No entanto, o objetivo específico deste artigo de reflexão é revelar os excessos, contravenções, ausências e necessidades manifestas no desenvolvimento e tratamento de construtos convergentes em ambas as dimensões. Para isso, será explicado, em primeira instância, como os processos cognitivos incidem no cometimento de ofensas sexuais. Depois, será apresentado como tais atos podem ser explicados a partir das teorias das emoções. Por fim, tenta-se estabelecer uma proposta interpretativa do problema que considere tanto o cognitivo quanto o emocional, bem como aspectos fundamentais para a compreensão da ofensa sexual. Por conseguinte, conclui-se que a construção de novas e melhores teorias que articulam emoções e cognições é necessária para uma explicação adequada dos motivos do ofensor na prática de ofensas sexuais.
Descritores: Delitos Sexuais
-Comportamento
Emoções
Fantasia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Bibliografia
Artigo Clássico
Responsável: CO340.1 - Centro de Investigaciónes Criminológicas


  8 / 665 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1144412
Autor: Arrieta-Burgos, Enán; Duque-Pedroza, Andrés Felipe; Díez-Rugeles, Miguel.
Título: Delitos sexuales en contra de menores de edad en Colombia: caracterización criminológica y político-criminal / Sex Crimes against Minors in Colombia: a Criminological and Politicalcriminal Characterization / Crimes sexuais contra menores na Colômbia: caracterização criminológica e político-criminal
Fonte: Rev. crim;62(2):247-274, mayo-ago. 2020. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen En este artículo se realiza, por una parte, un análisis criminológico de los registros administrativos sobre delitos sexuales en contra de menores de edad en Colombia y, por otra, un ejercicio hermenêutico que tiene por objeto de estudio las formas de criminalización de estos comportamientos, con la finalidad de mostrar cómo la respuesta punitiva del Estado colombiano se corresponde con un derecho penal del enemigo. Así, luego de exponer los retos que persisten en materia de prevención de violencias sexuales y protección a las víctimas menores de edad, se pone en evidencia que el derecho penal en Colombia, en esta materia, se ha construido en torno al concepto de enemigo.

Abstract This article, on one hand, is a criminal analysis of the administrative records on sex crimes against minors in Colombia. On the other hand, it is also a hermeneutical exercise that seeks to study the ways these behaviors are criminalized, in order to show how the Colombian State's punitive response corresponds to criminal law of the enemy. In this way, after presenting the challenges that persist in terms of preventing sexual violence and protecting minors, the fact is demonstrated that criminal law in Colombia on this matter has been developed around the concept of the enemy.

Resumo Este artigo realiza, por um lado, uma análise criminológica dos autos administrativos dos crimes sexuais contra menores na Colômbia e, por outro, um exercício hermenêutico que visa estudar as formas de criminalização dessas condutas. O objetivo ê mostrar como a resposta punitiva do Estado colombiano corresponde a uma lei penal do inimigo. Assim, após expor os desafios que persistem na prevenção da violência sexual e na proteção de crianças vítimas, pode-se evidenciar que o direito penal na Colômbia, nesta matéria, foi construído em torno do conceito de inimigo.
Descritores: Delitos Sexuais
-Direito Penal
Criminologia
Menores de Idade
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Bibliografia
Artigo Clássico
Responsável: CO340.1 - Centro de Investigaciónes Criminológicas


  9 / 665 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1037957
Autor: Fornari, Lucimara Fabiana.
Título: O percurso de resiliência da mulher vítima de violência sexual / The steps of resilience of women victims of sexual violence.
Fonte: Curitiba; s.n; 20141110. 101 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Paraná para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Trata-se de pesquisa exploratória com abordagem qualitativa, fundamentada no conceito de resiliência, realizada em um Serviço de Atendimento Especializado e uma Delegacia da Mulher, localizados no município de Guarapuava, Paraná, de setembro de 2013 a fevereiro de 2014, com 12 mulheres vitimadas, que teve como objetivo conhecer o percurso de resiliência em mulheres vítimas de violência sexual. A coleta dos discursos ocorreu mediante entrevista semiestruturada e gravada; da análise de conteúdo temática emergiram os temas: O sentimento de cuidado e responsabilidade: o início da mobilização interna; Ruptura e abertura existencial: a família e a rede de apoio; e Transcendência da experiência vivida: a religação com Deus e a reativação da fé. As mulheres vitimadas encontraram na maternidade e na realização pessoal o motivo pelo qual a vida deveria seguir adiante. Assim, o sentimento de cuidado e responsabilidade foi responsável por desencadear o movimento de mobilização interna, que consiste no início do percurso de resiliência. Além disso, propiciou o rompimento com o passado marcado pela violência sexual e a abertura existencial em direção ao outro, a fim de compartilhar o sofrimento e encontrar ajuda. A presença de pessoas dispostas a ouvir sem julgar ou discriminar tornou possível a resignificação do trauma. Diante disso, o apoio dos familiares permitiu o remanejamento das emoções correspondentes à violação. Entretanto, apesar de receberem atendimento, algumas das participantes da pesquisa não se sentiram acolhidas em função da postura dos profissionais que compõem os serviços da rede de atenção às vítimas de violência sexual. Neste contexto, destacase a insuficiência de intervenções propostas para a redução dos efeitos negativos provocados pelo trauma. Da mesma forma, foi possível identificar a não realização da tutoria da resiliência por parte dos profissionais, porquanto o percurso resiliente requer um suporte contínuo, até que consigam encontrar um novo sentido. Outro fator encontrado nesta pesquisa foi a religação com Deus e a reativação da fé, porque as mulheres encontraram um estímulo para acreditar que sobreviver era mais relevante do que ter sido vítima, e isso propiciou o enfrentamento do trauma e a permanência das participantes no percurso de resiliência. Desta forma, a religiosidade representou um fator de proteção. A pesquisa mostrou a importância de refletir sobre a qualificação dos profissionais responsáveis pelo atendimento das vítimas em direção à promoção da resiliência, assim como também é imprescindível a incorporação do tema resiliência no curso de enfermagem, para que a enfermeira possa atuar como tutora de resiliência na prática do cuidado, de modo a incitar o percurso resiliente, amenizar o sofrimento e os danos gerados pela violência sexual, e apoiá-las na construção de um novo sentido para a existência, visto que as marcas da violência sexual passam a fazer parte da história de vida de cada uma delas.

This is an exploratory research with qualitative approach, based on the concept of resilience, held in a Specialized Care Center and a Police Station for Women, located in Guarapuava, Paraná, from September 2013 to February 2014, with 12 women victims, which aimed to know the route of resilience in women victims of sexual violence. The collection of speeches occurred through semi-structured and recorded interviews; the thematic content analysis revealed the following themes: The sense of care and responsibility: the beginning of internal mobilization; Break and existential opening: the family and the support network; and Transcendence of lived experience: a reconnection with God and the reactivation of faith. Women victims found in motherhood and personal fulfillment the reason why life should go on. Thus, the sense of care and responsibility was responsible for triggering the mobilization of internal movement, which is the beginning of resilience route. Furthermore, provided the break with the past, marked by sexual violence, and the existential openness towards each other in order to share the suffering and find help. The presence of people willing to listen without judging or discriminating made possible the reframing of trauma. Thus, the support of family allowed the relocation of emotions corresponding to the violation. However, despite receiving care, some of the study participants did not feel accepted depending on the posture of the professionals who make up the health care network of services for victims of sexual violence. In this context, there is the failure of proposed interventions to reduce the negative effects caused by trauma. Similarly, we could identify missing the tutoring resilience by professionals, because the resilient route requires continued support until they can find a new direction. Another factor found in this research was to reconnect with God and the reactivation of the faith, because women found a stimulus to believe that surviving was more important than being the victim, and this led to face the trauma and the permanence of the participants in the course of resilience. Thus, religion was a protective factor. Research has shown the importance of reflecting on the skills of professionals who provide care for victims towards the promotion of resilience, and it is also essential to incorporate the theme of resilience in nursing program, so that the nurse can act as resilience tutor in practice of care in order to incite the resilient route alleviate the suffering and the damage caused by sexual violence, and support them in building a new meaning to existence, since the marks of sexual violence become part of history life of each.
Descritores: Mulheres Maltratadas
Delitos Sexuais
Delitos Sexuais/psicologia
Resiliência Psicológica
Violência contra a Mulher
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 362.8292, F727


  10 / 665 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1139452
Autor: Peralta-Jiménez, Jonathan A; Urrego-Mendoza, Zulma C.
Título: Salud sexual y reproductiva en mujeres víctimas del conflicto armado / Sexual and reproductive health in women victims of the armed conflict
Fonte: Rev. salud pública;22(4):e301, July-Aug. 2020. graf.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN Objetivo Mostrar las principales afecciones en salud sexual y reproductiva en mujeres víctimas del conflicto y posconflicto armado. Metodología Se hizo una revisión sistemática exploratoria de la literatura nacional e internacional, en idiomas inglés, español y portugués, entre los años 2000 al 2019, en PubMED, EMBASE, Google Scholar, LILACS, IBECS, SciELO; y consulta a informantes clave. Resultados Se encontró en el ámbito internacional que la principal afectación identificada se refirió a violencia sexual. Se encontraron factores de riesgo que la perpetúan, como el entorno familiar, acceso a educación, pobre infraestructura de servicios de salud entre otros. Otras afectaciones importantes derivaron en un aumento en la tasa de embarazos y matrimonios. En Colombia el panorama fue similar: las zonas con mayor afección por conflicto tienen más tasa de fecundidad, pobre acceso a atención obstétrica y pobre conocimiento de las ITS. Conclusión Se debe asegurar el acceso a servicios de salud sexual en el conflicto para prevención de enfermedades y asegurar el derecho a la salud sexual y reproductiva.(AU)

ABSTRACT Objetive Show the main conditions in sexual and reproductive health in women victims of the conflicts and armed post-conflicts. Methodology An scoping systematic review was conducted, about literature in English, Spanish, and Portuguese languages, between 2000 to the present, in PubMED, EMBASE, Google Scholar, LILACS, IBECS, SciELO and was consulted key informants. Results It was found in the international ambit, the main affectation identified referred to sexual violence, risk factors were found that perpetuate it, such as the family environment, access to education, poor infrastructure of health services among others. Other important effects derive from an increase in the rate of pregnancies and marriages. In Colombia the situation is similar: the areas with the greatest impact due to conflict have a higher fertility rate, poor access to obstetric care, and poor knowledge of STIs. Conclusion Access to sexual health services in the conflict, for disease prevention, and the right to sexual and reproductive health must be ensured.(AU)
Descritores: Delitos Sexuais
Saúde da Mulher
Conflitos Armados
Saúde Reprodutiva/tendências
Saúde Sexual/tendências
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 67 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde