Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.240.050 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2583 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 259 ir para página                         

  1 / 2583 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055088
Autor: Gomes, Érica Ivana Lázaro; Zago, Vanessa Helena de Souza; Faria, Eliana Cotta de.
Título: Evaluation of Lipid Profiles of Children and Youth from Basic Health Units in Campinas, SP, Brazil: A Cross-Sectional Laboratory Study / Avaliação de Perfis Lipídicos Infanto-Juvenis Solicitados nas Unidades Básicas de Saúde em Campinas/SP, Brasil: Um Estudo Laboratorial Transversal
Fonte: Arq. bras. cardiol;114(1):47-56, Jan. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: Abstract Background: Among dyslipidemias, hypercholesterolemia is considered the main risk factor for cardiovascular diseases in adults. In childhood and adolescence, elevated total cholesterol (TC) and low-density lipoprotein cholesterol (LDL-C) are positively associated with atherosclerosis markers, however, systematic screening for dyslipidemias in these groups is a controversial topic. Objective: To characterize the frequencies, types and severity of dyslipidemias in children and adolescents attended at the Basic Health Units managed by SUS in Campinas/SP. Methods: After an agreement with the Municipal Health Department of Campinas, consecutive results of serum lipid profiles (n = 312,650) of individuals of both sexes (n = 62,530) aged between 1 day old and 19 years were obtained, from 2008 to 2015. Age groups and dyslipidemias were classified according to recommendations in the literature. The statistical significance level adopted was the probability value (p) of 0.05 or less. Results: The observed frequencies of increased TC, triglycerides (TG), LDL-C and non-HDL-C (NHDL-C) were 33%, 40%, 29% and 13% respectively, and of reduced high-density lipoprotein cholesterol (HDL-C) the frequency was 39%. The frequencies, in general, were greater in females and in the southwest and south regions of the city, whose populations are more vulnerable from the socioeconomic point of view; on the other hand, in children and adolescents, the frequencies of TG and HDL-C prevailed, respectively. Conclusions: The high frequency and regionalization of dyslipidemias in children and adolescents indicate the need for specific actions in the handling and treatment of such diseases by the public health system of Campinas.

Resumo Fundamento: Dentre as dislipidemias, a hipercolesterolemia é considerada o principal fator de risco para doenças cardiovasculares em adultos. Na infância e adolescência, a elevação de colesterol total (CT) e colesterol da lipoproteína de baixa densidade (LDL-C) associam-se positivamente a marcadores de aterosclerose, entretanto, a triagem sistemática para dislipidemias nestes grupos é um tema controverso. Objetivos: Caracterizar as frequências, tipos e gravidade de dislipidemias em crianças e adolescentes atendidos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) mantidas pelo SUS em Campinas/SP. Métodos: A partir do convênio com a Secretaria Municipal de Saúde de Campinas foram obtidos resultados consecutivos de perfis lipídicos séricos (n = 312.650) de indivíduos de ambos os sexos (n = 62.530), com idade entre 1 dia e 19 anos, entre 2008 e 2015. Grupos etários e dislipidemias foram classificados conforme recomendações da literatura. O nível de significância estatístico considerado significativo foi de p < 0,05. Resultados: As frequências observadas de CT, triglicérides (TG), LDL-C e não HDL-C (NHDL-C) aumentados foram, respectivamente 33%, 40%, 29% e 13% e de redução do colesterol da lipoproteína de alta densidade (HDL-C) 39%, no total, sendo maiores no sexo feminino e nas regiões sudoeste e sul da cidade, mais vulneráveis do ponto de vista socioeconômico; já em infantes a de TG, e nos adolescentes a de HDL-C prevaleceram. Conclusões: A alta frequência e a regionalização das dislipidemias em crianças e adolescentes apontam para a necessidade de ações específicas no manuseio e tratamento destas no âmbito do sistema público de saúde em Campinas.
Descritores: Lipídeos/sangue
-Índice de Gravidade de Doença
Brasil/epidemiologia
Estudos Transversais
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Distribuição por Idade
Dislipidemias/diagnóstico
Dislipidemias/sangue
Mapeamento Geográfico
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 2583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rosa, Maria Luiza Garcia
Ribeiro, Mário Luiz
Texto completo
Id: biblio-1088856
Autor: Martins, Wolney de Andrade; Rosa, Maria Luiza Garcia; Matos, Ricardo Cardoso de; Silva, Willian Douglas de Souza; Souza Filho, Erito Marques de; Jorge, Antonio José Lagoeiro; Ribeiro, Mario Luiz; Silva, Eduardo Nani.
Título: Trends in Mortality Rates from Cardiovascular Disease and Cancer between 2000 and 2015 in the Most Populous Capital Cities of the Five Regions of Brazil / Tendência das Taxas de Mortalidade por Doença Cardiovascular e Câncer entre 2000 e 2015 nas Capitais mais Populosas das Cinco Regiões do Brasil
Fonte: Arq. bras. cardiol;114(2):199-206, Feb. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: In many cities around the world, the mortality rate from cancer (CA) has exceeded that from disease of the circulatory system (DCS). Objectives: To compare the mortality curves from DCS and CA in the most populous capital cities of the five regions of Brazil. Methods: Data of mortality rates from DCS and CA between 2000 and 2015 were collected from the Mortality Information System of Manaus, Salvador, Goiania, Sao Paulo and Curitiba, and categorized by age range into early (30-69 years) and late (≥ 70 years), and by gender of the individuals. Chapters II and IX of the International Classification of Diseases-10 were used for the analysis of causes of deaths. The Joinpoint regression model was used to assess the tendency of the estimated annual percentage change of mortality rate, and the Monte Carlo permutation test was used to detect when changes occurred. Statistical significance was set at 5%. Results: There was a consistent decrease in early and late mortality from DCS in both genders in the cities studied, except for late mortality in men in Manaus. There was a tendency of decrease of mortality rates from CA in São Paulo and Curitiba, and of increase in the rates from CA in Goiania. In Salvador, there was a decrease in early mortality from CA in men and women and an increase in late mortality in both genders. Conclusion: There was a progressive and marked decrease in the mortality rate from DCS and a maintenance or slight increase in CA mortality in the five capital cities studied. These phenomena may lead to the intersection of the curves, with predominance of mortality from CA (old and new cases).

Resumo Fundamento: Em muitas cidades no mundo, a taxa de mortalidade por câncer (CA) ultrapassou aquela por doenças do aparelho circulatório (DAC). Objetivos: Comparar as curvas de mortalidade por DAC e CA nas capitais mais populosas das cinco regiões brasileiras. Métodos: Dados de mortalidade por DAC e CA entre 2000 e 2015 foram coletadas no Sistema de Informações sobre Mortalidade das capitais mais populosas das cinco regiões do Brasil: Manaus, Salvador, Goiânia, São Paulo e Curitiba. Os dados foram categorizados por faixas etárias dos indivíduos em precoce (30-69 anos) e tardia (≥70 anos), e por gênero. Foram considerados os capítulos II e IX da Classificação Internacional de Doenças-10 para análise das causas de óbito. A tendência na estimativa de mudança percentual foi calculada pelo modelo de regressão Joinpoint 4.6.0.0. e a detecção das mudanças das taxas pelo teste de permutação Monte Carlo. Nível de significância estatística de 5%. Resultados: Observou-se queda consistente das mortalidades precoce e tardia por DAC, em ambos os gêneros, nas capitais estudadas, com exceção da mortalidade tardia em homens em Manaus. Houve tendência de queda das taxas de mortalidade por CA em São Paulo e Curitiba, e de aumento da taxa de mortalidade por CA em Goiânia. Em Salvador, houve queda na mortalidade precoce por CA em homens e mulheres e incremento na mortalidade tardia em ambos os gêneros. Conclusão: Houve queda progressiva e expressiva da taxa de mortalidade por DAC nas cinco capitais em oposição à manutenção ou discreta elevação da mortalidade por CA. Tais fenômenos concorrem para o cruzamento das curvas com predomínio da mortalidade por CA (já ocorrido ou casos novos).
Descritores: Doenças Cardiovasculares/mortalidade
Mortalidade/tendências
Neoplasias/mortalidade
-Fatores de Tempo
Brasil/epidemiologia
Fatores Sexuais
Método de Monte Carlo
Causas de Morte/tendências
Fatores Etários
Cidades/epidemiologia
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 2583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1088862
Autor: Fernandes, Amanda D F; Fernandes, Gilson C; Mazza, Manuel Rivera; Knijnik, Leonardo M; Fernandes, Gustavo Soares; Vilela, Andre Telis de; Badiye, Amit; Chaparro, Sandra V.
Título: A 10-Year Trend Analysis of Heart Failure in the Less Developed Brazil / Insuficiência Cardíaca no Brasil Subdesenvolvido: Análise de Tendência de Dez Anos
Fonte: Arq. bras. cardiol;114(2):222-231, Feb. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Data on heart failure (HF) epidemiology in less developed areas of Brazil are scarce. Objective: Our aim was to determine the HF morbidity and mortality in Paraiba and Brazil and its 10-year trends. Methods: A retrospective search was conducted from 2008 to 2017 using the DATASUS database and included patients ≥ 15 years old with a primary diagnosis of HF. Data on in-hospital and population morbidity and mortality were collected and stratified by year, gender and age. Pearson correlation and linear-by-linear association test for trends were calculated, with a level of significance of 5%. Results: From 2008 to 2017, HF admissions decreased 62% (p = 0.004) in Paraiba and 34% (p = 0.004) in Brazil. The in-hospital mortality rate increased in Paraiba and Brazil [65.1% (p = 0.006) and 30.1% (p = 0.003), respectively], but the absolute in-hospital mortality had a significant decrease only in Paraiba [37.5% (p = 0.013)], which was maintained after age stratification, except for groups 15-19, 60-69 and > 80 years. It was observed an increase in the hospital stay [44% (p = 0.004) in Paraiba and 12.3% (p = 0.004) in Brazil]. From 2008 to 2015, mortality rate for HF in the population decreased 10.7% (p = 0.047) in Paraiba and 7.7% (p = 0.017) in Brazil. Conclusions: Although HF mortality rate has been decreasing in Paraiba and Brazil, an increase in the in-hospital mortality rate and length of stay for HF has been observed. Hospital-based clinical studies should be performed to identify the causes for these trends of increase.

Resumo Fundamento: Dados sobre a epidemiologia da insuficiência cardíaca (IC) em áreas pouco desenvolvidas são escassos. Objetivos: Nosso objetivo foi determinar a morbidade e a mortalidade por IC na Paraíba e no Brasil, e sua tendência em dez anos. Métodos: Realizou-se uma busca retrospectiva de 2008 a 2017 utilizando-se o banco de dados do DATASUS incluindo pacientes com idade ≥ 15 anos, com diagnóstico primário de IC. Os dados da morbimortalidade por IC foram coletados e estratificados por ano, sexo e idade. Foram realizados correlação de Pearson e teste para tendências de Mantel-Haenzsel. Um nível de 5% foi definido como estatisticamente significativo. Resultados: De 2008 a 2017, as internações por IC diminuíram 62% (p = 0,004) na Paraíba, e 34% (p = 0,004) no Brasil. A taxa de mortalidade hospitalar aumentou na Paraíba e no Brasil [65,1% (p = 0,006) e 30,1% (p = 0,003), respectivamente], mas a mortalidade hospitalar em números absolutos apresentou uma diminuição significativa somente na Paraíba [37,5% (p = 0,013)], o que foi mantido após a estratificação por idade, exceto para os grupos 15-19, 60-69 e > 80 anos. Observou-se um aumento no período de internação [44% (p = 0,004) na Paraíba e 12,3% (p = 0,004) no Brasil]. De 2008 a 2015, a taxa de mortalidade por IC na população diminuiu 10,7% na Paraíba (p = 0,047) e 7,7% (p = 0,017) no Brasil. Conclusões: Apesar de a taxa de mortalidade por IC estar diminuindo na Paraíba e no Brasil, observou-se um aumento na taxa de mortalidade hospitalar e na duração da internação por IC. Devem ser realizados estudos clínicos em hospitais para serem identificadas as causas dessa tendência de aumento.
Descritores:
Mortalidade Hospitalar/tendências
Insuficiência Cardíaca/mortalidade
Hospitalização/tendências
-Fatores de Tempo
Brasil/epidemiologia
Estudos Retrospectivos
Morbidade
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Estatísticas não Paramétricas
Hospitalização/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 2583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-899923
Autor: Vega M, Genaro; Bautista G, Luis Nelson; Rodríguez N, Lucia Denice; Loredo A, Fátima; Vega M, Jesús; Becerril S, Alma; Ramos L, Silvia.
Título: Frecuencia y factores asociados a la histerectomía obstétrica en un hospital de segundo nivel en México / Frequency and factors associated with obstetric hysterectomy in a second level hospital in México
Fonte: Rev. chil. obstet. ginecol. (En línea);82(4):408-415, oct. 2017. tab.
Idioma: en; es.
Resumo: INTRODUCCION La histerectomía obstétrica es procedimiento de urgencia para resolver una situación grave, su incidencia es de 5 a 15 por cada 1000 eventos obstétricos OBJETIVO GENERAL Determinar la frecuencia y factores asociados a la histerectomía obstétrica en un hospital de segundo nivel en México. METODOLOGIA Estudio descriptivo, transversal y retrospectivo en el periodo de Enero de 2014 a Diciembre del 2016, se incluyeron todos los casos de histerectomía posterior a un evento obstétrico, se estudiaron: edad, paridad, vía de interrupción del embarazo, antecedente de cesárea previa, indicaciones y complicaciones de la histerectomía, ingreso al servicio de terapia intensiva y mortalidad, el análisis se realizó con estadística descriptiva. RESULTADOS Durante el periodo de estudio, se atendieron 37 308 eventos obstétricos, efectuándose histerectomía obstétrica a 153 pacientes que representan el 0.57%, es decir, una HO por cada 243 embarazos. La edad promedio de quienes se les efectuó la histerectomía fue de 34 años de edad, siendo más frecuente en el grupo de mayores de 35 años, que habían tenido dos o tres embarazos previos. El antecedente de cesárea previa fue del 69.2%. La vía de interrupción del embarazo actual fue de cesárea en el 72.1%. La principal indicación fue la atonía uterina en 51 casos (33.3%). La complicación más frecuente fue la anemia aguda en el 83%. Hubo 1 muerte materna (0.6%). CONCLUSIONES La Histerectomía obstétrica es una cirugía de urgencia, por lo que se deben de identificar durante el control prenatal los factores asociados a las principales indicaciones de esta complicación.

INTRODUCTION Obstetric Hysterectomy (OH) is an emergency procedure to solve a life threatening condition, and its incidence is 5 to 15 per 1000 obstetric events. GENERAL OBJETIVE To determine the frequency and factors related with obstetric hysterectomy at a secondary hospital in Mexico. METHODOLOGY Descriptive, cross-sectional and retrospective study from January 2014 to December 2016 including all hysterectomy cases due to an obstetric event. Factors such as Age, number of deliveries, abortions, and previous cesarean sections, admission to the Intensive care unit, surgical indications, complications and mortality because of hysterectomy were analyzed thru descriptive statistics. RESULTS 37 308 obstetric events were registered and 153 were treated with Obstetric Hysterectomy representing 0.57% of the total, meaning one OH per every 243 pregnancies. The average age of those who had a hysterectomy was 28.5 years, and the procedure had its peak at the group of age older than 35 years who had had two or more pregnancies. The history of previous cesarean section was 39.2%. In 72.1% the pregnancy was terminated with a cesarean section. The main indication for hysterectomy was Uterine Atony in 33.3% (51 cases). The most frequent complication was acute anemia in 83%. There was a maternal death (0.6%). CONCLUSIONS Obstetric Hysterectomy is an emergency surgery, there are related factors that must be identified during the prenatal control to avoid this complication.
Descritores: Complicações na Gravidez/cirurgia
Histerectomia/estatística & dados numéricos
-Paridade
Cesárea/estatística & dados numéricos
Incidência
Estudos Transversais
Estudos Retrospectivos
Distribuição por Idade
Emergências
Histerectomia/efeitos adversos
México
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: CL126.2 - Biblioteca Médica Dr. Profesor Hernán Alessandri R.


  5 / 2583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-655305
Autor: Lucas Neto, Alfredo; Carvalho, Ricardo Wathson Feitosa de; Andrade, Emanuel Sávio de Souza; Vasconcelos, Belmiro Cavalcanti do Egito; Gomes, Ana Cláudia Amorim; Silva, Emanuel Dias de Oliveira e.
Título: Análise Clínica, Radiográfica e Histológica de 122 Casos de Ameloblastomas em uma População Brasileira / Clinical, Radiographic and Histological Analysis of 122 Cases of Ameloblastomas in a Brazilian Population
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(02):165-170, 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Estudar as características clínicas, radiográficas e histológicas de uma série de 122 casos de ameloblastomas em uma população na cidade de Recife, Pernambuco, Brasil. Método: Um estudo transversal retrospectivo foi realizado na base de dados do Setor de Patologia Oral e Maxilo Facial do Centro de Pesquisa Clínica em Cirurgia Maxilo Facial da Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco (FOP-UPE), no período de janeiro de 1992 a janeiro de 2010 (18 anos), dos quais foram estudados aspectos clínicos, radiográficos e histológicos, aplicando técnicas inferencial para análise estatística. Resultados: Os ameloblastomas perfizeram 2,36% das lesões císticas e tumorais analisadas. O gênero feminino mostrou-se ligeiramente mais prevalente (54,9%), havendo predominância de indivíduos negros (45,9%), na segunda e terceira décadas de vida (54,9%). Em 74,6% dos casos a lesão apresentava-se assintomática, mostrando predileção pela região posterior de mandíbula (79,5%), tendo predomínio do aspecto multilocular (84,4%). Quanto ao tamanho das lesões, 61,5% mostraram exceder três centímetros, sendo mais da metade das biópsias do tipo excisional (55,7%). O aspecto folicular foi o padrão histológico mais freqüente (67,2%). Conclusão: As características da população brasileira acometida por ameloblastoma se assemelham aos dados da literatura mundial, porém existem características peculiares a está população. Estudos semelhantes devem ser realizados com periodicidade regular, em diferentes regiões brasileiras, buscando determinar o padrão da população acometida por está entidade de grande significado clínico

Objective: To evaluate the clinical, radiographic and histological characteristics of a series of 122 cases of ameloblastomas in a population living in the city of Recife, PE, Brazil. Method: In this cross-sectional retrospective study, data from the database of the Sector of Oral and Maxillofacial Pathology of the Center of Clinical Research in Maxillofacial Surgery of the School of Dentistry of the University of Pernambuco (FOP-UPE) belonging to the period between January 1992 and January 2010 (18 years), were retrieved for evaluation of clinical, radiographic and histological aspects by applying inferential techniques for statistical analysis. Results: Ameloblastomas corresponded to 2.36% of the cystic and tumoral lesions evaluated. The female gender was slightly more prevalent (54.9%), with predominance of Black individuals (45.9%) in the second and third decades of life (54.9%). In 74.6% of the cases, the lesion was asymptomatic, with predilection for the posterior region of the mandible (79.5%) and predominance of the multilocular aspect (84.4%). Regarding lesion size, 61.5% were larger than 3 cm, and more the half of the biopsies were excisional types (55.7%). The follicular histological pattern was the most frequent (67.2%). Conclusion: The characteristics of the Brazilian population affected by ameloblastomas are similar to those reported in the international literature, but there are peculiar characteristics to this population. Similar studies should be conducted with regular periodicity in different regions of Brazil in order to determine the profile of the population affected by this entity of great clinical meaning
Descritores: Ameloblastoma/diagnóstico
Ameloblastoma/patologia
Diagnóstico Bucal/métodos
Neoplasias Bucais/patologia
Neoplasias Bucais
-Distribuição de Qui-Quadrado
Distribuição por Idade
Distribuição por Sexo
Limites: Criança
Adolescente
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  6 / 2583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-655306
Autor: Kamber-Cesir, Alma; Dzonlagic, Amela; Ajanovic, Muhamed; Delalic, Adela.
Título: Assessment of patient's satisfaction with the partial removable denture therapy / Avaliação da Satisfação do Paciente com o Uso de Prótese Parcial Removível
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(02):171-175, 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a satisfação do paciente portador de prótese parcial removível com relação à retenção, estética, fala, mastigação e conforto da prótese. Avaliou-se ainda a influência de fatores, tais como o uso de prótese dentária anterior, idade, sexo, estado civil, escolaridade, presença de doença crônica e tabagismo.Método: O estudo foi feito na Clínica do Departamento de Prótese Removível da Faculdade de Medicina Dentária em Sarajevo. Foram analisados 75 pacientes portadores de prótese parcial removível, os quais responderam a um questionário contendo informações referentes ao uso de prótese, idade, sexo, estado civil, escolaridade, presença de doença crônica, tabagismo, os quais foram classificados com notas de 1 a 5.Resultados: A nota média mais alta foi dada para a fala com prótese removível superior (4,73), e a menor foi para a mastigação com ambas as próteses (3,97). Considerando a mastigação com próteses parciais, as mulheres estavam mais satisfeitas do que os homens.Conclusão: Os pacientes estão em sua maioria satisfeitos com suas próteses dentárias, as quais foram julgadas como satisfatórios pelo cirurgião-dentista. Existem diferenças entre os sexos com o nível de satisfação com as próteses com relação à mastigação

Objective: The aim of this study was to assess patient's satisfaction with retention, aesthetics, chewing, speech and comfort of wearing removable partial denture. Also, the aim of this study is to assess the influence of factors, such as previous wearing of denture, age, gender, marital status, level of education, presence of chronic disease and smoking habits on patient's satisfaction with therapy.Method: Study was done at Clinic and Department of Removable Prosthodontics, School of Dental Medicine in Sarajevo. In study were involved 75 patients who have removable partial denture. They filled out questionnaire with personal data about wearing of the denture, age, gender, marital status, level of education , presence of chronic disease, smoking habits and they graded some aspects of wearing denture with grade from 1 to 5.Results: The highest average grade is given for speech with upper removable denture(4.73), and the lowest was for chewing with both dentures (3.97). Considering the chewing with partial dentures, women were more satisfied then men.Conclusion: Patients are mostly satisfied with their dentures, which are judged as satisfactory by dentist. There is difference between patients of different gender in a level of satisfaction with their dentures in chewing
Descritores: Prótese Parcial Removível
Prótese Parcial
Satisfação do Paciente
-Distribuição por Idade
Distribuição por Sexo
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  7 / 2583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089510
Autor: Pinto, Luiz Felipe; Santos, Leda Jung dos.
Título: Prontuários eletrônicos na Atenção Primária: gestão de cadastros duplicados e contribuição para estudos epidemiológicos / Electronic medical records in primary care: management of duplicate records and a contribution to epidemiological studies
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(4):1305-1312, abr. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Analisaram-se os registros eletrônicos da atenção primária em saúde na cidade do Rio de Janeiro para duas doenças crônicas: hipertensão e diabetes, em um estudo de base populacional, com desenho epidemiológico transversal que considerou a população carioca que possuía "Equipes de Saúde da Família". O cálculo da taxa de prevalência foi estratificado por sexo e faixa etária, e a condição da doença foi mensurada pelos médicos de família nas consultas realizadas por estes, computando-se a CID-10. Excetuando-se as duas últimas faixas etárias (75 a 79 anos e 80 anos e mais), em que parece haver subregistro dos casos diagnosticados, observou-se uma associação positiva entre as taxas de prevalência e a faixa etária, em ambos os sexos. A geração de informações estatísticas objetivas e com confiabilidade é fundamental para a gestão no nível local, permitindo avaliar a dinâmica demográfica e as particularidades de cada território, e auxiliando no planejamento e monitoramento da qualidade dos registros dos cariocas cadastrados em cada unidade de saúde da família. Para isso, a gestão regular de registros duplicados nas listas de usuários cadastrados é fundamental para minimizar o sobreregistro de casos clínicos apontados nos prontuários eletrônicos.

Abstract Primary health care electronic medical records were analyzedin Rio de Janeiro for two chronic diseases, namely, hypertension and diabetes, in a population-based study with a cross-sectional epidemiological design that considered the Rio de Janeiro population enrolled in Family Health Teams. Calculation of the prevalence rate was stratified by gender and age group, and the condition of the disease was measured by family doctors in their visits using the ICD-10.Except for the last two age groups (75-79 years and 80 years and over), with apparent under-registration of the diagnosed cases, a positive association was found between prevalence rates and age in both genders. The generation of objective and reliable statistical information is fundamental for local management, allowing the evaluation of demographic dynamics and the peculiarities of each territory, and assisting in the planning and monitoring of the quality of Rio de Janeiro people's records registered in each family health unit. Thus, the regular management of duplicate records in the registered user roster is essential to minimize the over-registration of clinical cases reported in the electronic medical records.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Diabetes Mellitus/epidemiologia
Registros Eletrônicos de Saúde
Hipertensão/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Estudos Epidemiológicos
Prevalência
Estudos Transversais
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Controle de Formulários e Registros/métodos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 2583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889262
Autor: Brito, Thiago Pires; Hazboun, Igor Moreira; Fernandes, Fernando Laffitte; Bento, Lucas Ricci; Zappelini, Carlos Eduardo Monteiro; Chone, Carlos Takahiro; Crespo, Agrício Nubiato.
Título: Deep neck abscesses: study of 101 cases / Abscessos cervicais profundos: estudo de 101 casos
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(3):341-348, May-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Although the incidence of Deep Cervical Abscess (DCA) has decreased mainly for the availability of antibiotics, this infection still occurs with considerable frequency and can be associated with high morbidity and mortality. Objective: This study aimed to present our clinical-surgical experience with deep neck abscesses. Methods: A retrospective study analyzed 101 patients diagnosed with deep neck abscesses caused by multiple etiologies, assisted at a medical school hospital during 6 years. One hundred one patients were included and 27 (26.7%) were younger than 18 years old (the children group), 74 patients (73.3%) were older than 18 years old (the adults group). The following clinical features were analyzed and compared: age, gender, clinical symptoms, leukocyte count, the affected cervical area, lifestyle habits, antibiotic therapy, comorbidities, etiology, bacterial culture, time of hospitalization, the need of tracheostomy and complications. Results: There was predominance in the male gender (55.5%) and young people (mean age 28.1 years). All of the 51 patients with associated disease comorbidity were adults. The most frequent etiologies were bacterial tonsillitis (31.68%) and odontogenic infections (23.7%). The most common cervical areas affected were the peritonsillar (26.7%), submandibular/mouth floor (22.7%) and parapharyngeal spaces (18.8%). In children group, the site most commonly involved was the peritonsillar space (10 patients, 37%). In adults group, the site most commonly involved was multispace (31 patients, 41.8%). Streptococcus pyogenes (23.3%) was the most common microorganism present. Amoxicillin associated with clavulanate (82.1%) was the more used antibiotic. The main complications of abscesses were septic shock (16.8%), pneumonia (10.8%) and mediastinitis (1.98%). Tracheostomy was necessary in 16.8% of patients. The mortality rate was 1.98%. Conclusion: The clinical features and severity of DCA varied according to different age groups, perhaps due to the location of the infection and a higher incidence of comorbidity in adults. Thus, DCA in adults is more facile to have multispace involvement and lead to complications and seems to be more serious than that in children.

Resumo Introdução: Embora a incidência dos abscessos cervicais profundos (ACP) tenha diminuído, principalmente pela disponibilidade dos antibióticos, essa infecção ainda ocorre com frequência considerável e pode estar associada a alta morbidade e mortalidade. Objetivo: Este estudo teve como objetivo apresentar nossa experiência clínico-cirúrgica com os abcessos cervicais profundos. Método: Um estudo retrospectivo realizado em um hospital universitário analisou 101 pacientes, durante seis anos, diagnosticados com abscessos cervicais profundos causados por múltiplas etiologias. Foram incluídos 101 pacientes, sendo que 27 (26,7%) tinham menos de 18 anos (grupo das crianças) e 74 (73,3%) tinham mais de 18 anos (grupo dos adultos). As seguintes características clínicas foram analisadas e comparadas: idade, sexo, sintomas clínicos, área cervical acometida, hábitos de vida, antibioticoterapia, comorbidades, etiologia, cultura bacteriana, tempo de internação, necessidade de traqueotomia e complicações. Resultados: Houve predominância do sexo masculino (55,5%) e de jovens (idade média de 28,1 anos). Todos os 51 pacientes com comorbidade associada eram adultos. As etiologias mais frequentes foram tonsilite bacteriana (31,68%) e infecções odontogênicas (23,7%). As áreas cervicais acometidas mais comuns foram a peritonsilar (26,7%), submandibular/assoalho da boca (22,7%) e os espaços parafaríngeos (18,8%). No grupo das crianças, o local mais comumente envolvido foi o espaço peritonsilar (10 pacientes, 37%). No grupo dos adultos, houve predomínio de acometimento de múltiplos espaços cervicais (31 pacientes, 41,8%). Streptococcus pyogenes foi o microrganismo presente mais comum (23,3%). A amoxicilina associada ao clavulanato foi o antibiótico mais usado (82,1%). As principais complicações dos abscessos foram choque séptico (16,8%), pneumonia (10,8%) e mediastinite (1,98%). A traqueostomia foi necessária em 16,8% dos pacientes. A taxa de mortalidade foi de 1,98%. Conclusão: As características clínicas e a gravidade dos ACP variam de acordo com as diferentes faixas etárias, possivelmente devido à localização da infecção e à maior incidência de comorbidades em adultos. Assim, o ACP em adultos acomete mais facilmente múltiplos espaços, apresenta mais complicações e parece ser também mais grave do que em crianças.
Descritores: Abscesso Retrofaríngeo/cirurgia
Abscesso Retrofaríngeo/complicações
Abscesso Retrofaríngeo/microbiologia
-Índice de Gravidade de Doença
Estudos Retrospectivos
Distribuição por Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 2583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889330
Autor: Schweiger, Cláudia; Manica, Denise; Becker, Carolina Fischer; Abreu, Larissa Santos Perez; Manzini, Michelle; Sekine, Leo; Kuhl, Gabriel.
Título: Tracheostomy in children: a ten-year experience from a tertiary center in southern Brazil / Traqueostomia em crianças: uma experiência de dez anos em um centro terciário do sul do Brasil
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(6):627-632, Nov.-Dec. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Children may require tracheostomy due to many different health conditions. Over the last 40 years, indications of tracheostomy have endorsed substantial modifications. Objective: To evaluate pediatric patients warranted tracheostomy at our Hospital, in regard to their indications, associated comorbidities, complications and decannulation rates. Methods: Retrospective study concerning patients under 18 years of age undergoing tracheostomy in a tertiary health care center, from January 2006 to November 2015. Results: 123 children required a tracheostomy after ENT evaluation during the study period. A proportion of 63% was male, and 56% was under one year of age. Glossoptosis was the most common indication (30%), followed by subglottic stenosis (16%) and pharyngomalacia (11%). The mortality rate was 31%. By the end of this review, 35 children (28.4%) had been decannulated, and the fewer the number of comorbidities, the greater the decannulation rate (0.77 ± 0.84 vs. 1.7 ± 1.00 comorbidities; p < 0.001). Conclusion: Tracheostomy in children is a relatively frequent procedure at our hospital. The most common indications are glossoptosis and subglottic stenosis. A high mortality rate was found, potentially substantiated by the high number of critical care patients with chronic neurological conditions in this cohort. Our decannulation rate is slightly below other series, probably because of the greater amount of patients with comorbidities.

Resumo Introdução: As crianças podem necessitar de traqueostomia devido a diferentes problemas de saúde. Ao longo dos últimos 40 anos, as indicações de traqueostomia passaram por mudanças substanciais. Objetivo: Avaliar pacientes pediátricos com traqueostomia no nosso hospital, no que diz respeito às suas indicações, comorbidades associadas, complicações e taxas de decanulação. Método: Estudo retrospectivo de pacientes com menos de 18 anos submetidos a traqueostomia em um centro de saúde terciário, de janeiro de 2006 a novembro de 2015. Resultados: 123 crianças precisaram de uma traqueostomia após avaliação otorrinolaringológica durante o período do estudo. Do total, 63% eram do sexo masculino e 56% menores de um ano. Glossoptose foi a indicação mais comum (30%), seguida por estenose subglótica (16%) e faringomalácia (11%). A taxa de mortalidade foi de 31%. Até o fim deste artigo, 35 crianças (28,4%) haviam sido decanuladas e quanto menor o número de comorbidades, maior foi a taxa de decanulação (0,77 ± 0,84 vs. 1,7 ± 1,00 comorbidades; p < 0,001). Conclusão: A traqueostomia em crianças é um procedimento relativamente frequente em nosso hospital. As indicações mais comuns são glossoptose e estenose subglótica. Uma alta taxa de mortalidade foi encontrada, potencialmente comprovada pelo elevado número de pacientes críticos com condições neurológicas crônicas nessa coorte. Nossa taxa de decanulação está ligeiramente abaixo de outras séries, provavelmente por causa da maior quantidade de pacientes com comorbidades.
Descritores: Traqueostomia/estatística & dados numéricos
-Complicações Pós-Operatórias/epidemiologia
Brasil/epidemiologia
Traqueostomia/efeitos adversos
Comorbidade
Laringoestenose/cirurgia
Estudos Retrospectivos
Resultado do Tratamento
Distribuição por Idade
Remoção de Dispositivo/estatística & dados numéricos
Centros de Atenção Terciária
Glossoptose/cirurgia
Complicações Intraoperatórias/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 2583 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1129455
Autor: Benedetti, Volmir Pitt; Hellmann, Mardjori Andrade; Cesaro, Maiara Cristina De; Duarte, Ana Frida; Cauz, Mariangela; Moresco, Raquel Gabriela.
Título: Frequência de anticorpos irregulares identificados em pacientes atendidos em um hemonúcleo no sudoeste do Paraná no ano de 2017 / Frequency of irregular antibodies identified in patients treated at the hemotherapy service in southwest of Paraná in 2017
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;24(3):133-138, set-dez. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Quando um indivíduo é exposto a antígenos eritrocitários não próprios, ocorre uma resposta imunológica, que leva à produção de anticorpos irregulares voltados contra esses antígenos. Esse processo é conhecido como aloimunização eritrocitária e acontece em decorrência de transfusões de sangue ou gestações incompatíveis. Na medicina transfusional a pesquisa de anticorpos irregulares é fundamental, pois a falha na detecção de um aloanticorpo pode provocar reações transfusionais, aloimunizações, anemias hemolíticas autoimunes e doença hemolítica perinatal. Este estudo tem por objetivo analisar a frequência de anticorpos irregulares de pacientes atendidos no Hemocentro Regional de Francisco Beltrão, Paraná, no ano de 2017. Os dados foram coletados a partir da revisão de registros em arquivos do Laboratório de Imunohematologia do Hemonúcleo. Foram avaliados dados de 49 protocolos de pacientes que apresentaram dificuldades transfusionais no ano de 2017. Dentre os pesquisados, 37 pacientes (75,5%) apresentaram anticorpos irregulares. Dentre os anticorpos anti-eritrocitários observados neste estudo, evidenciou-se a presença de doze pacientes com anti-D (27,2%), seis pacientes com anti-K (13,6%), quatro pacientes com anti-C (9,0%) e em seis pacientes (13,6%) foi observada a presença de autoanticorpos. Este estudo indica que, nos pacientes transfundidos, os anticorpos mais frequentes foram os aloanticorpos Anti-D do Sistema Rh, provavelmente devido ao seu alto grau de imunogenicidade. A prevalência desses anticorpos é semelhante a vários estudos encontrados na literatura.

When an individual is exposed to not-self red blood cell antigens, an immune response occurs, which leads to the production of irregular antibodies directed against these antigens. This process is known as erythrocyte alloimmunization and occurs as a result of blood transfusions or incompatible pregnancies. In transfusion medicine, the search for irregular antibodies is essential, since failure to detect an alloantibody can cause transfusion reactions, alloimmunizations, autoimmune hemolytic anemias, and perinatal hemolytic disease. This study aims at analyzing the frequency of irregular antibodies of patients seen at the Regional Blood Center of Francisco Beltrão, Paraná, in 2017. The data were collected from the review of records in files of the Immunohematology Laboratory of Hemonúcleo. Data from 49 protocols of patients who had transfusion difficulties in 2017 were evaluated. Among those surveyed, 37 patients (75.5%) had irregular antibodies. Among the anti-erythrocyte antibodies observed in this study, the presence of twelve patients with anti-D (27.2%), six patients with anti-K (13.6%), four patients with anti-C (9.0 %), and in six patients (13.6%) with the presence of autoantibodies were observed. This study indicates that, in transfused patients, the most frequent antibodies were the Rh System Anti-D alloantibodies, probably due to their high degree of immunogenicity. The prevalence of these antibodies is similar to several studies found in the literature.
Descritores: Autoanticorpos/imunologia
Isoanticorpos/imunologia
-Autoanticorpos/isolamento & purificação
Transfusão de Sangue
Estudos Retrospectivos
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Eritrócitos/imunologia
Reação Transfusional/imunologia
Isoanticorpos/isolamento & purificação
Anticorpos/isolamento & purificação
Anticorpos/imunologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central



página 1 de 259 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde