Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.240.425 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2285 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 229 ir para página                         

  1 / 2285 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-678075
Autor: Palacio A, Carlos A.
Título: Violencia y salud mental / Violence and Mental Health
Fonte: Rev. colomb. psiquiatr;42(1):7-7, ene.-mar. 2013.
Idioma: es.
Resumo: La violencia que arroja la situación política y socioeconómica de Colombia tiene graves consecuencias en la salud física y mental de sus habitantes. Esto obliga a los profesionales de la psiquiatría a trabajar en la búsqueda de nuevo conocimiento y de propuestas preventivas, de atención y de rehabilitación de las víctimas de este fenómeno. Algunas situaciones del conflicto que afectan la salud mental son el desplazamiento, la desintegración familiar, el maltrato físico y psíquico, la tortura, el secuestro, el terrorismo, la delincuencia y otras tantas que durante años hemos padecido. El número de personas víctimas de la violencia es exponencial en nuestro país, y esto tiene devastadoras consecuencias en su salud mental y en la desintegración del entorno social y de las redes sociales de apoyo que tanto se requieren en la condición humana. Estamos lejos siquiera de conocer la situación real del estado de salud mental de nuestra población sometida a los estragos de la violencia; nos falta un largo camino para saber cuáles son los problemas más comunes y su comportamiento.

The violence resulting from the political and socioeconomic situation in Colombia has serious consequences on the physical and mental health of its inhabitants. This forces psychiatry professionals to work in the search for new knowledge and preventive proposals, care and rehabilitation of the victims of this phenomenon. Some situations of the conflict that affect mental health are displacement, family disintegration, physical and psychological abuse, torture, kidnapping, terrorism, delinquency and many others that we have suffered for years. The number of victims of violence is exponential in our country, and this has devastating consequences on their mental health and the disintegration of the social environment and social support networks that are so necessary in the human condition. We are far from even knowing the real situation of the mental health status of our population subjected to the ravages of violence; we still have a long way to go to know what are the most common problems and their behavior.
Descritores: Violência
Comportamento
Saúde Mental
-Psiquiatria
Meio Social
Apoio Social
Sociedades
Tortura
Nível de Saúde
Colômbia
Conhecimento
Meio Ambiente
Abuso Emocional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CO78 - Asociación Colombiana de Psiquiatría


  2 / 2285 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1090078
Autor: Andrade, Suzana Carvalho Vaz de; Marcucci, Rosa Maria Bruno; Faria, Lilian de Fátima Costa; Paschoal, Sérgio Márcio Pacheco; Rebustini, Flávio; Melo, Ruth Caldeira de.
Título: Health profile of older adults assisted by the Elderly Caregiver Program of Health Care Network of the City of São Paulo / Perfil de saúde dos idosos assistidos pelo Programa Acompanhante de Idosos na Rede de Atenção à Saúde do Município de São Paulo
Fonte: Einstein (Säo Paulo);18:eAO5263, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: ABSTRACT Objective To assess the health profile of community-dwelling older adults, according to sex, assisted by the Elderly Caregiver Program of the City of São Paulo. Methods Secondary data of 535 older adults, assisted by ten Elderly Caregiver Program teams from the southern region of São Paulo, were collected from medical records and the Multidimensional Evaluation of Older People in Primary Care, after verifying the inclusion and exclusion criteria for the study and obtaining subjects' consent. Results Older adults assisted by this program were predominantly female (77.6%), mean age of 76.2±8.0 years. They had negative self-rated health (67.8%), difficulties in instrumental activities of daily living (68.4%) and signs of mood changes (60.3%). A high prevalence of older adults with vision problems (58.8%), polypharmacy (58.1%), memory-related complaints (55.8%) and multiple morbidities (50.6%) were observed. The prevalence of multiple morbidities, polypharmacy, cognitive impairment and signs of mood changes were higher in women. On the other hand, men reported more hearing problems than women. Conclusion The poorer health conditions of the older adults in this study, evidenced by a high prevalence of subjects with negative self-rated health, difficulties in instrumental activities of daily living, multiple morbidities, polypharmacy and other complaints (sensorial changes, depressive and cognitive symptoms), reinforce the importance of this program as a long-term care policy and as a way to ensure these older adults can continue living in their communities.

RESUMO Objetivo Analisar o perfil de saúde de idosos residentes na comunidade, de acordo com o sexo, cadastrados no Programa Acompanhante de Idosos do Município de São Paulo. Métodos Os dados secundários de 535 idosos assistidos por dez equipes do Programa Acompanhante de Idosos da região sul de São Paulo foram coletados a partir da consulta em prontuários e da Avaliação Multidimensional da Pessoa Idosa na Atenção Primária, após verificados os critérios de inclusão e exclusão para o estudo e a autorização dos idosos selecionados. Resultados Os idosos assistidos por este programa eram predominantemente do sexo feminino (77,6%), apresentavam média de idade 76,2±8,0 anos, tinham autoavaliação negativa de saúde (67,8%), comprometimento das atividades instrumentais da vida diária (68,4%) e indícios de alterações de humor (60,3%). Foi observada alta prevalência de idosos com dificuldades para enxergar (58,8%), polifarmácia (58,1%), queixas de problemas de memória (55,8%) e com múltiplas morbidades (50,6%). Na comparação entre os sexos, a presença de múltiplas morbidades, polifarmácia, queixas cognitivas e sinais de alterações de humor foi maior entre as mulheres. Por outro lado, a demanda de maior prevalência entre os homens foi referente a dificuldades em ouvir. Conclusão As piores condições de saúde desses idosos, constatadas pela alta prevalência de autoavaliação negativa de saúde, pelo comprometimento das atividades instrumentais da vida diária, por múltiplas morbidades, pela polifarmácia e outras queixas (alterações sensoriais, sintomas depressivos e alterações cognitivas), reafirmam a importância deste programa como política de cuidados de longa duração e para a manutenção destes idosos residindo na comunidade.
Descritores: Avaliação Geriátrica/estatística & dados numéricos
Serviços de Saúde para Idosos/estatística & dados numéricos
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Atividades Cotidianas
Nível de Saúde
Prevalência
Inquéritos e Questionários
Fatores de Risco
Idoso Fragilizado/estatística & dados numéricos
Fatores Etários
Distribuição por Idade
Polimedicação
Fragilidade/epidemiologia
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 2285 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Akerman, Marco
Texto completo
Id: biblio-1133769
Autor: Akerman, Marco; Mendes, Rosilda; Lima, Samira; Guerra, Henrique Leonardo; Silva, Rafael Afonso da; Sacardo, Daniele Pompei; Fernandez, Juan Carlos Aneiros.
Título: Religion as a protective factor for health / Religião como fator protetor para saúde
Fonte: Einstein (Säo Paulo);18:eED5562, 2020.
Idioma: en.
Descritores: Religião
Nível de Saúde
Senso de Coerência
-Saúde Mental
Fatores de Proteção
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 2285 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154092
Autor: Saad, Marcelo; Medeiros, Roberta de.
Título: Religion and health: most of times, an excellent combination / Religião e saúde: na maioria das vezes, uma excelente combinação
Fonte: Einstein (Säo Paulo);19:eCE6382, 2021.
Idioma: en.
Descritores: Qualidade de Vida
Religião
Nível de Saúde
Saúde Mental
-Adaptação Psicológica
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 2285 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Matos, Marcos Antônio Almeida
Texto completo
Id: biblio-1154096
Autor: Tartaglia, Alexsandro; Matos, Marcos Antonio Almeida; Silva, Mary Gomes.
Título: Do you work while sick? / Você trabalha doente?
Fonte: Einstein (Säo Paulo);19:eCE6150, 2021.
Idioma: en.
Descritores: Infecção Hospitalar/prevenção & controle
Pessoal de Saúde/psicologia
Transmissão de Doença Infecciosa do Profissional para o Paciente/prevenção & controle
Emprego/psicologia
COVID-19
-Estados Unidos
Nível de Saúde
Inquéritos e Questionários
SARS-CoV-2
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 2285 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Acúrcio, Francisco de Assis
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-903396
Autor: Ascef, Bruna de Oliveira; Haddad, João Paulo Amaral; Álvares, Juliana; Guerra Junior, Augusto Afonso; Costa, Ediná Alves; Acurcio, Francisco de Assis; Guibu, Ione Aquemi; Costa, Karen Sarmento; Karnikowski, Margô Gomes de Oliveira; Soeiro, Orlando Mario; Leite, Silvana Nair; Silveira, Micheline Rosa.
Título: Health-related quality of life of patients of Brazilian primary health care / Qualidade de vida relacionada à saúde dos usuários da atenção primária no Brasil
Fonte: Rev. saúde pública (Online);51(supl.2):22s, 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Brazilian Ministry of Health.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To analyze the Health-Related Quality of Life (HRQoL) of patients of the primary health care of the Brazilian Unified Health System (SUS) and its associated factors. METHODS This is a cross-sectional study with data from the Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos - Serviços, 2015 (PNAUM - National Survey on Access, Use and Promotion of Rational Use of Medicines - Services, 2015). Data were collected with a questionnaire that included the EuroQol 5 Dimensions (EQ-5D) instrument. Patients from the five regions of Brazil were interviewed. Multiple linear regression was used to analyze their Health-Related Quality of Life and its associated factors. RESULTS Of the total of 8,590 patients, the most frequent dimensions were pain/discomfort (50.7%) and anxiety/depression (38.8%). About 10% of the patients reported extreme problems in these dimensions. The following factors were significantly associated with a worse quality of life: being female; having arthritis, osteoarthritis, or rheumatism; cerebrovascular accident; heart disease; depression; health self-assessment as poor or very poor; drinking alcoholic beverages once or more per month; dieting to lose weight, avoiding salt consumption, and reducing fat intake. Significant association was observed between a better quality of life and: living in the North and Southeast regions of Brazil; practicing physical activities; and having a higher educational level. No association was observed with factors related to the health services. CONCLUSIONS The Health-Related Quality of Life of patients was influenced by demographic and socioeconomic factors that were related to health conditions and lifestyle, being useful to guide specific actions for promoting health and the integral care to patients of the Brazilian Unified Health System.

RESUMO OBJETIVO Analisar a qualidade de vida relacionada à saúde dos usuários da atenção primária em saúde do Sistema Único de Saúde e fatores a ela associados. MÉTODOS Estudo transversal com dados da Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos - Serviços, 2015. A coleta de dados foi por meio de questionário que incluiu o instrumento Euroqol 5 Dimensions. Foram entrevistados usuários das cinco regiões do Brasil. Regressão linear múltipla foi utilizada para analisar a qualidade de vida relacionada à saúde e fatores associados. RESULTADOS Do total de 8.590 usuários, as dimensões com maior frequência foram dor/mal-estar (50,7%) e ansiedade/depressão (38,8%). Cerca de 10% dos usuários reportaram problemas extremos nessas dimensões. Os fatores significantemente associados à pior qualidade de vida foram: ser do sexo feminino; ter artrite, artrose ou reumatismo; acidente vascular encefálico; doenças do coração; depressão; relatar autopercepção de saúde ruim/muito ruim; usar bebida alcoólica uma vez ou mais por mês; fazer dietas para perder peso, evitar o consumo de sal e reduzir o consumo de gordura. Foi observada associação significante entre uma melhor qualidade de vida e: residir no Norte e Sudeste; praticar atividades físicas e nível educacional mais alto. Não foi observada associação com fatores relacionados aos serviços de saúde. CONCLUSÕES A qualidade de vida relacionada à saúde dos usuários foi influenciada por fatores demográficos, socioeconômicos, relacionados às condições de saúde e ao estilo de vida, sendo útil para nortear ações específicas de promoção da saúde e cuidado integral à saúde dos usuários do Sistema Único de Saúde.
Descritores: Assistência Farmacêutica
Atenção Primária à Saúde
Qualidade de Vida
Nível de Saúde
-Autoavaliação (Psicologia)
Fatores Socioeconômicos
Brasil
Fatores Sexuais
Demografia
Estudos Transversais
Entrevistas como Assunto
Inquéritos Epidemiológicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 2285 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-979032
Autor: Neri, Anita Liberalesso; Borim, Flávia Silva Arbex; Fontes, Arlete Portella; Rabello, Dóris Firmino; Cachioni, Meire; Batistoni, Samila Sathler Tavares; Yassuda, Mônica Sanches; Souza Júnior, Paulo Roberto Borges de; Andrade, Fabiola Bof de; Lima-Costa, Maria Fernanda.
Título: Factors associated with perceived quality of life in older adults: ELSI-Brazil / Fatores associados à qualidade de vida percebida em adultos mais velhos: ELSI-Brasil
Fonte: Rev. saúde pública (Online);52(supl.2):16s, 2018. tab.
Idioma: en.
Projeto: Brazilian Ministry of Health; . Secretariat of Health Care; . Secretariat of Health Care; . Secretariat of Health Care.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To identify factors associated with perceived quality of life in a representative national sample of the population aged 50 or over. METHODS Data from 7,651 participants of the baseline ELSI-Brazil (Brazilian Longitudinal Study of Aging), conducted between 2015 and 2016, were used. The perceived quality of life was measured by the CASP-19 scale - (CASP - control, autonomy, self-fulfillment and pleasure), considering the highest tertile as good quality of life. The independent variables included socio-demographic characteristics, mobility, loneliness, and indicators of sociability (social network, social support and social participation). The associations were tested using multivariate Poisson regression. RESULTS The best perceived quality of life showed a positive and independent association with the frequency of contacts with friends (PR = 1.25 for at least once every 2-3 months and PR = 1.36 for at least once a week), instrumental support from spouse or partner in the household (PR = 1.69), and emotional support from other relatives (PR = 1.45), children or children in law (PR = 1.41) and spouse or partner (PR = 1.33). Negative associations were observed for participants aged 80 and over (RP = 0.77), with 4 to 7 or 8 or more years of schooling (PR = 0.78 and 0.75, respectively) and with difficulty in mobility (PR = 0.83). CONCLUSIONS In addition to age and schooling, mobility, sociability and instrumental and emotional support are associated with perceived quality of life among older Brazilian adults. These characteristics must be considered when actions are taken, aiming to promote quality of life in this population.

RESUMO OBJETIVO Identificar fatores associados à qualidade de vida percebida em amostra nacional representativa da população com 50 anos ou mais. MÉTODOS Foram utilizados dados de 7.651 participantes da linha de base do ELSI-Brasil, conduzida entre 2015 e 2016. A qualidade de vida percebida foi aferida pela escala CASP-19, considerando-se como boa qualidade de vida percebida o tercil mais alto. As variáveis independentes incluíram características sociodemográficas, mobilidade, solidão, redes sociais, apoio social e participação social. As associações foram testadas por meio de regressão de Poisson multivariada. RESULTADOS A melhor qualidade de vida percebida apresentou associação positiva e independente com a frequência de encontros com amigos (RP = 1,25 para pelo menos uma vez a cada 2-3 meses e RP = 1,36 para pelo menos uma vez por semana), suporte instrumental dentro de casa, de cônjuge ou companheiro (RP = 1,69) e suporte emocional de outros parentes (RP = 1,45), de filho, nora ou genro (RP = 1,41) e do cônjuge ou companheiro(a) (RP = 1,33). Associações negativas foram observadas para idade igual ou superior a 80 anos (RP = 0,77), escolaridade igual a 4-7 e 8 anos ou mais (RP = 0,78 e 0,75, respectivamente) e dificuldade na mobilidade (RP = 0,83). CONCLUSÕES Além da idade e da escolaridade, a mobilidade, a sociabilidade e o suporte instrumental e emocional estão associados à qualidade de vida percebida entre adultos mais velhos brasileiros. Essas características devem ser consideradas nas ações visando à promoção da qualidade de vida dessa população.
Descritores: Percepção
Qualidade de Vida/psicologia
Apoio Social
Nível de Saúde
Participação Social/psicologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil
Distribuição de Poisson
Prevalência
Estudos Longitudinais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 2285 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1123445
Autor: Patrício, Anna Cláudia Freire de Araújo; Figueiredo, Marina Sarmento Braga Ramalho de; Silva, Deysianne Ferreira da; Rodrigues, Brenda Feitosa Lopes; Silva, Rôseane Ferreira da; Silva, Richardson Augusto Rosendo da.
Título: Condições de risco à saúde: pessoas em situação de rua / Health risk conditions: people on the streets / Condiciones de riesgo de salud: personas en la situación de la calle
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e44520, jan.-dez. 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: analisar condições clínicas e comportamentos de risco à saúde de pessoas em situação de rua. Método: estudo transversal, realizado em duas instituições de referência para pessoas em situação de rua na região nordeste do Brasil. Aplicouse um roteiro de entrevista referente a variáveis sociodemográficas, clínicas e comportamentos vulneráveis ao adoecer para 100 participantes. Utilizou-se o teste Qui Quadrado e ANOVA. Resultados: o tipo de parceiro sexual influência na presença de sintomas de infecção sexualmente transmissível, a presença de sintomatologia relacionada à infecção sexualmente transmissível do parceiro influência na sintomatologia do próprio indivíduo, o etilismo influência na prática de sexo com usuário de drogas, a prática de sexo em troca de dinheiro apresenta correlação com a violência física, o sexo oral influência na presença de sintoma de infecção sexualmente transmissível. Conclusão: pessoas em situação de rua apresentam condições e comportamentos que potencializam o adoecimento.

Objective: to examine the clinical conditions and health risk behavior of homeless people. Method: this cross-sectional study was conducted at two referral centers for homeless people in northeast Brazil. Information on sociodemographic and clinical variables, and vulnerable behaviors when falling ill was elicited from 100 participants by scripted interviews. Chi-Square and Anova tests were used. Results: type of sexual partner influenced the presence of symptoms of sexually-transmitted infection; the presence of symptoms related to the partner's sexually-transmitted infections influenced the participant's symptomatology; alcoholism influenced the practice of sex with drug users; sex in exchange for money correlated with physical violence; and oral sex influenced the presence of a sexually-transmitted infection symptom. Conclusion: people on the street display conditions and behaviors that potentiate illness.

Objetivo: examinar las condiciones clínicas y el comportamiento de riesgo para la salud de las personas sin hogar. Método: este estudio transversal se realizó en dos centros de referencia para personas sin hogar en el noreste de Brasil. La información sobre las variables sociodemográficas y clínicas, y los comportamientos vulnerables cuando se enferma se obtuvo de 100 participantes mediante entrevistas con guión. Se utilizaron pruebas de Chi-Cuadrado y Anova. Resultados: el tipo de pareja sexual influyó en la presencia de síntomas de infección de transmisión sexual; la presencia de síntomas relacionados con las infecciones de transmisión sexual de la pareja influyó en la sintomatología del participante; el alcoholismo influyó en la práctica del sexo con consumidores de drogas; sexo a cambio de dinero correlacionado con violencia física; y el sexo oral influyó en la presencia de un síntoma de infección de transmisión sexual. Conclusión: las personas en la calle exhiben condiciones y comportamientos que potencian la enfermedad.
Descritores: Pessoas em Situação de Rua
Nível de Saúde
Vulnerabilidade em Saúde
Comportamentos de Risco à Saúde
-Comportamento Sexual
Brasil
Doenças Sexualmente Transmissíveis/transmissão
Estudos Transversais
Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool
Abuso Físico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  9 / 2285 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1224578
Autor: Tavares, Darlene Mara dos Santos; Oliveira, Nayara Gomes Nunes; Santos, Lara Lacerda Soares; Marchiori, Gianna Fiori; Souza, Lara Andrade; Rodrigues, Fernanda Resende.
Título: Condições de saúde de mulheres e homens idosos com idade avançada: estudo longitudinal / Health status of older men and women: longitudinal study / Condiciones de salud de mujeres y hombres de edad avanzada: un estudio longitudinal
Fonte: Rev. enferm. UERJ;29:e57581, jan.-dez. 2021.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: descrever as características sociodemográficas e de saúde de mulheres e homens com 75 anos ou mais de idade, no baseline e follow-up de quatro anos e verificar para mulheres e homens as mudanças nas condições de saúde. Métodos: estudo longitudinal com 109 idosos de 75 anos ou mais de idade de um município no Triângulo Mineiro. A coleta dos dados, realizada em dois momentos (2014-2018), ocorreu no domicílio com a aplicação de instrumentos validados no Brasil. Procederam-se às análises descritiva e teste t pareado (p<0,05). Os projetos foram aprovados pelo Comitê de Ética e Pesquisa com Seres Humanos. Resultados: verificaram-se, em ambos os sexos, aumento do número de morbidades e diminuição do escore total das atividades instrumentais da vida diária. Entre as mulheres observou-se, ainda, aumento do número de quedas e do escore de fragilidade. Conclusão: ao longo do seguimento houve piora nas condições de saúde dos idosos, sendo mais expressiva entre as mulheres.

Objective: to describe the sociodemographic and health characteristics of women and men aged 75 or over, at baseline and after four years of follow-up, and to ascertain changes in their health status. Methods: in this longitudinal study of 109 elderly people aged 75 or over from a city in the Triângulo Mineiro, data were collected at two points (2014 and 2018), at home, by applying instruments validated for use in Brazil. Descriptive analysis and paired t-tests were performed (p < 0.05). The projects were approved by the human research ethics committee. Results: in both genders, the number of morbidities increased and the total score for instrumental activities of daily living decreased. Among women, the number of falls and frailty score also increased. Conclusion: the older people's health status worsened over the course of follow-up, more so among the women.

Objetivo: describir las características sociodemográficas y de salud de mujeres y hombres de 75 años o más, en la base de referencia y el seguimiento durante cuatro años, y verificar los cambios en las condiciones de salud de mujeres y hombres. Métodos: estudio longitudinal con 109 personas mayores, de 75 años o más, de un municipio del Triângulo Mineiro. La recolección de datos, realizada en dos momentos (2014-2018), se realizó en sus domicilios aplicando instrumentos validados en Brasil. Se realizaron análisis descriptivos y prueba t pareada (p <0.05). Los proyectos fueron aprobados por el Comité de Ética en Investigación con Humanos. Resultados: en ambos os sexos, hubo un aumento en el número de morbilidades y una disminución en la puntuación total de las actividades instrumentales de la vida diaria. Entre las mujeres, se observó asimismo un aumento en el número de caídas y la puntuación de fragilidad. Conclusión: a lo largo del seguimiento, las condiciones de salud de las personas mayores empeoraron, más expresivamente entre las mujeres.
Descritores: Idoso de 80 Anos ou mais
Idoso
Envelhecimento
Nível de Saúde
Enfermagem Geriátrica
-Estudos Longitudinais
Determinantes Sociais da Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  10 / 2285 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1136439
Autor: Lima, Raquel Gomes; Vieira, Verônica Cheles; Medeiros, Danielle Souto de.
Título: Determinants of preterm infants deaths at the Neonatal Intensive Care Units in the Northeast Countryside in Brazil / Determinantes do óbito em prematuros de Unidades de Terapia Intensiva Neonatais no interior do Nordeste
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);20(2):535-544, Apr.-June 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: to assess preterm infants' characteristics, health conditions and neonatal care effect on their death at the neonatal ICU. Methods: this was a non-concurrent cohort study, including preterm infants from three neonatal ICUs from January 1st to December 31st, 2016, followed during the neonatal period and deaths registered during the entire hospitalization. Multivariate analysis was performed using Poisson regression. Results: of the 181 preterm infants, 18.8% died during hospitalization. Associated with the outcome: a gestational age between 28 and 32 weeks (RR= 5.66; CI95%= 2.08-15.40), and less than 28 weeks (RR=9.24; CI95%=3.27-26.12), Apgar score of 5th minutes less than 7 (RR: 1.82; CI95%=1.08-3.08), use of invasive mechanical ventilation up to 3 days (RR= 4.44; CI95%= 1.66-11.87) and 4 days and more (RR=6.87; CI95%=2.58-18.27). Besides the late sepsis (RR: 3.72, CI95%=1.77-7.83), acute respiratory distress syndrome (RR=2.86, CI95%=1.49-5.46), pulmonary hemorrhage (RR=1.97; CI95%=1.40-2.77), and necrotizing enterocolitis (RR= 3.41; CI95%=1.70-6.83). Conclusions: the results suggest the importance of using strategies to improve care during childbirth, conditions for extremely premature infants, early weaning from a mechanical ventilation and prevention on nosocomial infection.

Resumo Objetivos: avaliar o efeito das características, condições de saúde e atenção neonatal sobre os óbitos dos prematuros de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) neonatais. Métodos: estudo de coorte não concorrente, incluindo prematuros de três UTI neonatais, entre 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2016, acompanhados durante o período neonatal e os óbitos registrados para toda a internação. Análise multivariada foi realizada através da regressão de Poisson. Resultados: dos 181 prematuros, 18,8% evoluíram para óbito durante o internamento. Associaram-se ao desfecho: a idade gestacional entre 28 a 32 semanas (RR= 5,66; IC95%= 2,08-15,40) e menor que 28 semanas (RR= 9,24; IC95%= 3,27 -26,12), escore de Apgar 5º minuto menor que 7 (RR= 1,82; IC95%= 1,08-3,08), uso de ventilação mecânica invasiva até 3 dias (RR= 4,44; IC95%= 1,66-11,87) e 4 dias e mais (RR= 6,87; IC95%= 2,58-18,27). Além da sepse tardia (RR= 3,72; IC95%= 1,77-7,83), síndrome do desconforto respiratório agudo (RR=2,86; IC95%= 1,49-5,46), hemorragia pulmonar (RR= 1,97; IC95%= 1,40-2,77) e enterocolite necrosante (RR= 3,41; IC95%= 1,70-6,83). Conclusões: os resultados sugerem a importância da utilização de estratégias para a melhoria da assistência durante o parto, condução dos prematuros extremos, desmame precoce da ventilação mecânica e prevenção de infecção nosocomial.
Descritores: Recém-Nascido Prematuro
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Terapia Intensiva Neonatal
Mortalidade Infantil
-Brasil
Nível de Saúde
Estudos Longitudinais
Causas de Morte
Enfermagem Neonatal
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança



página 1 de 229 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde