Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.240.600.400 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 110 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 11 ir para página                         

  1 / 110 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1057666
Autor: Belasco, Angélica Gonçalves Silva; Okuno, Meiry Fernanda Pinto.
Título: Reality and challenges of ageing / Realidade e desafios para o envelhecimento / Realidad y desafíos para el envejecimiento
Fonte: Rev. bras. enferm;72(supl.2):1-2, 2019.
Idioma: en.
Descritores: Envelhecimento
Transição Epidemiológica
-Fatores Socioeconômicos
Brasil
Atividades Cotidianas
Expectativa de Vida/tendências
Distribuição por Idade
Desempenho Físico Funcional
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 110 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-597409
Autor: Salazar Maya, Ángela María.
Título: Tendencias internacionales del cuidado de Enfermería / Tendências internacionais do cuidado de enfermagem / International trends in nursing care
Fonte: Invest. educ. enferm;29(2):394-304, 15 jul. 2011.
Idioma: es.
Resumo: Se presentan las tendencias internacionales del cuidado de enfermería, que están cambiando a un ritmo inesperado a nivel internacional. El envejecimiento, las consecuencias de la urbanización y globalización aceleran la propagación de las enfermedades transmisibles a nivel mundial e incrementan la carga de trastornos crónicos y degenerativos. Los contextos de los sistemas de salud, cada vez más complejos, se preocupan por el incremento del gasto sanitario, la disparidad en la atención y la hospitalización de corta estancia. El usuario de los sistemas de salud, a futuro, será predominantemente mayor de 65 años con diagnósticos multisistémicos y crónicos; más informado sobre la salud, la enfermedad y los sistemas de calificación de proveedores de servicios de salud. La enfermería, eje del equipo de salud, se caracterizará por la escasez de profesionales en un contexto altamente tecnológico, en el que el cuidado se sustentará en la relación interpersonal e indagación científica multiparadigmática con una franca tendencia a los cuidados estandarizados. Como disciplina, la Enfermería, seguirá fortalecimiento su cuerpo de conocimientos. La autonomía de la enfermería será de gran trascendencia, desarrollando responsabilidades propias y asegurando la gestión de cuidados.

Nursing care international trends, which are changing in an unexpected pace internationally, are discussed in the article. Aging, urbanization and globalization consequences accelerate the propagation of transmissible diseases worldwide, and increase the load of chronic and degenerative diseases. Health care systems contexts, every time more complex, are concerned about increases in the sanitary expenses, disparity in the health care attention and short stance hospitalization. Health care users in the future will be mostly over 65 years old, with multisystem and chronic diagnosis, with more knowledge about health, disease and the score systems of health care providers. Nursing, health care team axis will be characterized by professionals' scarcity in a highly technological context, in which care will be based on the interpersonal multi paradigm relationship of scientific research, with a real tendency to standard care. As a discipline, nursing will keep strengthening its body knowledge. Nursing autonomy will be of great transcendence, developing own responsibilities and assuring care management.

Se apresentam as tendências internacionais do cuidado de enfermagem, que estão mudando a um ritmo inesperado a nível internacional. O envelhecimento, as conseqüências da urbanização e globalização aceleram a propagação das doenças transmissíveis a nível mundial e incrementam o ônus de transtornos crônicos e degenerativos. Os contextos dos sistemas de saúde, cada vez mais complexos, preocupam-se pelo incremento do gasto sanitário, a disparidade no atendimento e a hospitalização de curta estadia. O usuário dos sistemas de saúde, a futuro, será predominantemente maior de 65 anos com diagnósticos multi-sistémicos e crônicos; mais informado sobre a saúde, a doença e os sistemas de qualificação de fornecedores de serviços da saúde. A Enfermagem, eixo da equipe de saúde, se caracterizará pela escassez de profissionais num contexto altamente tecnológico, no que o cuidado se sustentará na relação interpessoal e indagação científica multi-paradigmática com uma franca tendência aos cuidados estandardizados. Como disciplina, a Enfermagem, seguirá fortalecimento seu corpo de conhecimentos. A autonomia da Enfermagem será de grande transcendência, desenvolvendo responsabilidades próprias e assegurando a gestão de cuidados.
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Sistemas de Saúde
Tecnologia Biomédica
Transição Epidemiológica
Limites: Humanos
Responsável: CO103.1 - Biblioteca


  3 / 110 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Almeida, Miriam de Abreu
Texto completo
Id: biblio-1093867
Autor: Lucena, Amália de Fátima; Argenta, Carla; Luzia, Melissa de Freitas; Almeida, Miriam de Abreu; Barreto, Luciana Nabinger Menna; Swanson, Elizabeth.
Título: Multidimensional model of successful aging and nursing terminologies: similarities for use in the clinical practice / Modelo multidimensional de envejecimiento exitoso y terminologías de enfermería: semejanzas para aplicación en la práctica clínica / Modelo multidimensional de envelhecimento bem sucedido e terminologias de enfermagem: semelhanças para aplicação na prática clínica
Fonte: Rev. gaúch. enferm;41(spe):e20190148, 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Aim: To compare the domains of the Multidimensional Model of Successful Aging (MMSA) with the nursing terminologies, such as, NANDA International (NANDA-I), Nursing Interventions Classification (NIC) and Nursing Outcomes Classification (NOC), in order to find similarities among them. Method: Cross-mapping between MMSA and nursing terminologies in two stages: individual analysis and comparison between the MMSA and the nursing terminologies, based on the mapping process rules; consensus among researchers to validate the results. Results: All NOC and NIC domains were mapped with similarity in the MMSA domains, and 12 of the 13 NANDA-I domains showed similarity to the MMSA domains. In addition, similarity was identified between MMSA and most classes of the three classifications. Conclusions: The similarity between MMSA, NANDA-I, NIC and NOC supported the idea that the MMSA framework can be used in the nursing process to qualify the nursing practice in the elderly care.

RESUMEN Objetivo: Comparar dominios del Modelo Multidimensional del Envejecimiento Exitoso (MMES) con las terminologías de enfermería, NANDA International (NANDA-I), Nursing Interventions Classification (NIC) y Nursing Outcomes Classification (NOC) en busca de similitudes. Métodos: Mapeo cruzado entre MMES y las terminologías de enfermería realizado en dos etapas: análisis individual y comparación de MMES con las terminologías de enfermería, basado en las reglas del proceso de mapeo; consenso entre los investigadores para validar resultados. Resultados: Todos los dominios NOC y NIC se asignaron con similitud en los campos MMES, y 12 de los 13 dominios NANDA-I mostraron similitud con los campos MMES. Además, se identificó similitud entre el MMES y la mayoría de las clases de las clasificaciones. Conclusiones: La similitud entre MMES y NANDA-I, NIC, NOC fortaleció la idea de que el referencial del MMES puede entrelazarse con el proceso de enfermería para calificar la práctica de enfermería en el cuidado al anciano.

RESUMO Objetivo: Comparar domínios do Modelo Multidimensional do Envelhecimento Bem Sucedido (MMES) com as terminologias de enfermagem, NANDA International (NANDA-I), Nursing Interventions Classification (NIC) e Nursing Outcomes Classification (NOC) em busca de semelhanças entre eles. Métodos: Mapeamento cruzado entre MMES e terminologias de enfermagem realizado em duas etapas: análise individual e comparação do MMES e terminologias de enfermagem, com base nas regras do processo de mapeamento; consenso entre os pesquisadores para validar os resultados. Resultados: Todos os domínios NOC e NIC foram mapeados com similaridade nos domínios MMES, e 12 dos 13 domínios NANDA-I mostraram semelhança com os domínios MMES. Além disso, identificou-se semelhança entre o MMES e a maioria das classes das três classificações. Conclusões: A similaridade entre MMES e NANDA-I, NIC, NOC fortaleceu a ideia de que o referencial do MMES pode ser entrelaçado com o processo de enfermagem para qualificar a prática de enfermagem no cuidado ao idoso.
Descritores: Envelhecimento
Transição Epidemiológica
Terminologia Padronizada em Enfermagem
Processo de Enfermagem
-Apoio Social
Adaptação Psicológica
Estudos Transversais
Cognição
Espiritualidade
Emoções
Resiliência Psicológica
Desempenho Físico Funcional
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 110 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1038329
Autor: Moreno-Monsiváis, María Guadalupe.
Título: Practice Based on Scientific Evidence as the Foundation of Clinical Practice / Práctica basada en la evidencia científica como fundamento de la práctica clínica / Prática baseada em evidências científicas como base da prática clínica
Fonte: Aquichan;19(3):e1931, July-Sept. 2019.
Idioma: en.
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde
Enfermagem
Prática Clínica Baseada em Evidências
-Pesquisa
Transição Epidemiológica
Educação em Enfermagem
Tomada de Decisão Clínica
Limites: Humanos
Responsável: CO243.1 - Biblioteca Octavio Arizmendi Posada


  5 / 110 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-658565
Autor: Valdez, William; Miranda, Jorge; Ramos, Willy.
Título: Situación de la transición epidemiológica a nivel nacional y regional. Perú, 1990-2006 / State of the epidemiologic transition in Peru during 1990 and 2006
Fonte: Rev. peru. epidemiol. (Online);15(3):1-3, sept.-dic. 2011. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Determinar la situación de la transición epidemiológica en el Perú durante el período 1990-2006. Métodos: Estudio ecológico. Una vez corregidos los errores de concepto en la selección de la causa de muerte y el subregistro de las bases de defunciones regionales y nacional se construyó el indicador razón de mortalidad por enfermedades no transmisibles/transmisibles (RNTT) la cual fue interpretada de la siguiente manera: postransición: razón mayor de 1.2; transición epidemiológica: razón de 0.8 a 1.2; pretransición: razón menor de 0.8. Se determinó la situación nacional y de las regiones en el proceso de transición epidemiológica. Resultados: Para el año 1990, el Perú se encontraba en proceso de transición epidemiológica (RNTT=1.0) observándose que de las 25 regiones del país, diez se encontraban en pre transición, ocho en transición y siete en postransición. Luego de 16 años (año 2006), el Perú se encontraba en postransición (RNTT=2.43) observándose esta situación también en todas las regiones siendo Moquegua, Lambayeque, Callao y Lima las que tuvieron mayores RNTT (4.17, 3.98, 3.77 y 3.47 respectivamente). Las enfermedades transmisibles, maternas, perinatales y nutricionales, que ocupaban las primeras ubicaciones entre las causas de muerte, fueron desplazadas por las no transmisibles que pasaron de concentrar el 45% de las muertes en 1990 a 64% en el año 2006 (cardiovasculares, cerebrovasculares, diabetes, cáncer, enfermedades mentales). Conclusiones: Para el año 2006, el Perú y sus regiones se encontraban en postransición a diferencia del año 1990 en que predominaba la transición epidemiológica.

Objective: To determine the status of the epidemiologic transition in Peru during 1990 and 2006. Methods: Ecological study. After correcting the misconceptions in the selection of the cause of death and the underreporting of deaths in regional and national databases, we calculated the indicator of mortality ratio for non-communicable/communicable diseases (RNCC) which was interpreted as follows: post-transition: ratio greater than 1.2; epidemiological transition: ratio from 0.8 to 1.2; pre-transition: ratio less than 0.8. We determined the regional and national situation in the process of epidemiological transition. Results: By 1990, Peru was in the process of epidemiological transition (RNCC = 1.0); with 10 of the 25 regions in the pre-transition stage, 8 in the transition stage and 7 in post-transition stage. After 16 years (2006), Peru was in the posttransition stage (RNCC = 2.43) with all the regions in this stage, being Moquegua, Lambayeque, Lima and Callao the ones with the higher RNCC (4.17, 3.98, 3.77 and 3.47 respectively). Communicable diseases as well as maternal, perinatal and nutritional conditions, which accounted for most causes of death, were displaced by noncommunicable diseases, the later increasing from representing 45% of deaths in 1990 to 64% in 2006. They include diabetes, cancer and also cardiovascular, cerebrovascular and mental illnesses. Conclusion: By 2006, Peru was in a post-transition stage in contrast to 1990, when the epidemiological transition stage was predominat.
Descritores: Epidemiologia
Mortalidade
Transição Epidemiológica
-Estudos Ecológicos
Peru
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  6 / 110 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-265301
Autor: Figueiredo, Wagner dos Santos.
Título: Epidemiologia da esquistossomose mansônica e o processo de organizaçäo espacial: o caso do Município de Ourinhos, SP / The epidemiology of the schistosomiasis mansoni and the process of spatial organization: the case of Ourinhos district, Säo Paulo, Brazil.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 2000. 152 p. ilus, tab, mapas.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Discute os determinantes da introduçäo, instalaçäo e ocorrência da esquistossomose em Ourinhos, estado de Säo Paulo, Brasil. A pesquisa foi realizada com base em fontes secundárias na tentativa de reconstruir a história da esquistossomose no município, desde os primeiros relatos de transmissäo, em 1952, e com informaçöes do processo de desenvolvimento sócio-econômico. Os resultados indicam que a distribuiçäo da endemia está correlacionada às características urbanas, ocorrendo principalmente nesse espaço. A transmissäo manifesta-se mais na populaçäo jovem, estando ligada a seus modos de vida, em que se fazem presentes as atividades recreativas. Os padröes sócio-econômicos säo determinantes para sua distribuiçäo tanto entre trabalhadores qualificados como entre trabalhadores rurais. A configuraçäo espacial da endemia mostrou um deslocamento da transmissäo de sua área mais central para as áreas periféricas. Discute também as características para instalaçäo e manutençäo da parasitose no município. Nesse sentido, säo considerados os movimentos migratórios e o processo de urbanizaçäo ocorrido. Tal processo parece ter evitado níveis endêmicos elevados, determinando as características epidemiológicas percebidas
Descritores: Esquistossomose mansoni/epidemiologia
Características de Residência
Transição Epidemiológica
-Esquistossomose mansoni/transmissão
Desenvolvimento Econômico
Urbanização
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1/614.553*18; BR67.1/Mtr 879


  7 / 110 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Waldman, Eliseu Alves
Texto completo
Id: lil-226676
Autor: Waldman, Eliseu Alves; Rosa, Tereza Etsuko da Costa.
Título: Vigilância em saúde pública / Survillance in public health.
Fonte: Säo Paulo; Universidade de Säo Paulo. Faculdade de Saúde Pública; 1998. 253 p. (Saúde & Cidadania, 7).
Idioma: pt.
Resumo: Aborda o uso da epidemiologia nas práticas sanitárias, em particular nos serviços locais de saúde por meio da análise da evoluçäo de indicadores demográficos, sociais, econômicos e de saúde (MC)
Descritores: Estudos Epidemiológicos
Sistemas Locais de Saúde/organização & administração
Monitoramento Epidemiológico
-Aplicações da Epidemiologia
Administração de Serviços de Saúde
Fatores Epidemiológicos
Transição Epidemiológica
Vigilância da População
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1/362.1*337,n.7; BR599.1; WA100, W164v, 1998; BR599.1; WA100, W164v, 2002,MT


  8 / 110 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-223614
Autor: Organización Panamericana de la Salud.
Título: La cooperación de la Organización Panamericana de la Salud ante los procesos de reforma del sector salud / The cooperation of World Health Organization against the process of the Health Sector Reform.
Fonte: Washington, D.C; OPS; 1997. 29 p.
Idioma: es.
Resumo: El documento consta de: los procesos nacionales de reforma sectorial, presenta el contexto, las razones, las caracteristicas y los aspectos relevantes de los procesos nacionales de reforma, y la OPS ante los procesos nacionales de reforma sectorial: analiza los criterios rectores de las acciones, el rol y las principales áreas de cooperacion y las modalidades de cooperacion de la Organizacion en apoyo a los procesos mencionados.
Descritores: Política de Saúde
Reforma dos Serviços de Saúde/economia
Previdência Social
-Cooperação Internacional
Economia e Organizações de Saúde
Dinâmica Populacional
Transição Epidemiológica
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1/362.1*333; BR1.1; 3472.00


  9 / 110 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-278039
Autor: Goulart, Flávio A. de Andrade.
Título: Cenários epidemiológicos, demográficos e institucionais para os modelos de atençäo a saúde / Epidemiological demographic and institutional models of health care
Fonte: Inf. epidemiol. SUS;8(2):17-26, abr.-jun. 1999. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A falência dos antigos modelos de atencäo a saúde vem fomentando um amplo processo de discussäo, com o desenvolvimento de autênticas construçöes históricas e sociais que se caracterizam por näo se constituirem, simplesmente, como modelos corretos ou errados, gerais ou universais. O modelo de atencäo incorporado pelo SUS, esta referido em sua origem, entre outras, a proposta de Promoçäo da Saúde, divulgada pela OPAS-OMS cuja base e a carta de Ottawa, tomando como fatores responsáveis pela saúde das pessoas e das populaçöes(a) a biologia humana, (b) o meio externo, (c) o estilo de vida e , (d) a organizaçäo da atençäo a saúde. As inúmeras mudanças postas em destaque pelos fenômenos de transiçäo (epidemiológica, demográfica e politico-institucional) neste final de década, podem ser traduzidas pela profunda mudança de enfoque dos cuidados, basicamente, de doenças agudas em jovens para doenças crônicas em idosos, pelo deslocamento do objeto das práticas, de individuos para famílias, da cura para a prevençäo e promoçäo de saúde, pelo desenvolvimento de novas abordagens voltadas para hábitos e estilos de vida e de provedores de cuidados na própria familia, e a busca de novos cenários de práticas de saúde, além dos tradicionais cenários
Descritores: Modelos Teóricos
Assistência à Saúde
Dinâmica Populacional
Transição Epidemiológica
-Brasil/epidemiologia
Política de Saúde
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  10 / 110 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Carmo, Eduardo Hage
Barreto, Mauricio Lima
Texto completo
Id: lil-355069
Autor: Carmo, Eduardo Hage; Barreto, Maurício Lima; Silva Junior, Jarbas Barbosa da.
Título: Mudanças nos padrões de morbimortalidade da população brasileira: os desafios para um novo século / Changes in the pattern of morbidity and mortality of the brazilian population: challenges for a new century
Fonte: Epidemiol. serv. saúde;12(2):63-75, abr.-jun. 2003. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Neste artigo, são analisadas as tendências na morbidade e na mortalidade da população brasileira priorizandodo-se as intensas transformações ocorridads no século XX. Foram utilizados dados dos sistemas nacionais de informação sobre mortalidade e internações hospitalares, de notificação de doenças trasmissíveis e de diversos programas de controle do Ministério da Saúde. Dentre as tendências observadas, destacam-se a redução de mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias e o aumento das causas crônico-degenerativas e agravos relacionados aos acidentes e violência. Essas modificações não significaram a superação das doenças transmissíveis enquanto problema relevante na população brasileira. A análise das tesdências na morbidade por esse grupo de doenças, evidencia três padrões distintos que podem ser bem caracterizados: doenças transmissíveis com tendência declinante, representadas pelas doenças para as quais se dispõe de instrumentos eficazes de ptrevenção e controle, como as imunopreveníveis; doenças transmissíveis com quadro de persistência, destacando-se as hepatites B e C, a tuberculose, as leishmanioses, a esquistossomose, a malária, entra outras; e doenças transmissíveis emergentes e reermegentes, com destaque para aids, dengue e hantavirose. Essas tendências apresentam-se em um contexto de extrema complexidade e desigualdade social, requerendo abordagens analíticas apropriadas para que possamos melhor entendê-lo - abordagens que levem à preposição e adoção de poliíticas de saúde que mantenham as conquistas alcançadas nos últimos anos, à ampliação na efetividade das ações de promoção, prevenção e recuperação, e que ajudem a superar as desigualdades na produção do atual padrão de morbidade e mortalidade.Dessa forma, estaremos prontos para enfrentar os novos desafios que se colocam na agenda da saúde pública do país
Descritores: Morbidade
Mortalidade
Estudos Epidemiológicos
Transição Epidemiológica
-História do Século XX
Limites: Humanos
Responsável: BR275.1 - Biblioteca



página 1 de 11 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde