Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.655 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 63 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 63 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-987709
Autor: Perú. Instituto Nacional de Enfermedades Neoplásicas.
Título: Política de seguridad y salud en el trabajo del Instituto Nacional de Enfermedades Neoplásicas / Occupational safety and health policy of the National Institute of Neoplastic Diseases.
Fonte: Lima; Perú. Instituto Nacional de Enfermedades Neoplásicas; 20180100. 12 p.
Idioma: es.
Resumo: El documento contiene la política de seguridad y salud en el trabajo del INEN, que fue elaborado por el personal de Seguridad y Salud en el Trabajo de la Unidad Funcional de Desarrollo de Recursos Humanos.
Descritores: Saúde do Trabalhador
Políticas
Instalações de Saúde
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  2 / 63 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1025549
Autor: Hüning, Simone Maria; Bernardes, Anita Guazzelli; Reis, Carolina dos.
Título: Psicologia, Territorialidades e Violências / Psychology, Territories and Violence / Psicología, Territorialidades y Violencia
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(2,n.esp):3-5, ago.-nov. 2019.
Idioma: pt.
Descritores: Psicologia
Política Pública
Socialização
Territorialidade
Violência
Políticas
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  3 / 63 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-964799
Autor: Perú. Ministerio de Salud; .Dirección General de Salud de las Personas.
Título: Orientaciones para la atención integral de las y los adolescentes en el I nivel de atención / Guidelines for the integral attention of adolescents in the I level of care.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20140000. 87 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El documento técnico contiene: finalidad, objetivos, base legal, ámbito de aplicación y el contenido para la atención integral de salud de la y el adolescente en el primer nivel de atención.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
-Adolescente
Políticas
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  4 / 63 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-981497
Autor: Galak, Eduardo Lautaro.
Título: Educación del cuerpo y política: concepciones de raza, higienismo y eugenesia en la educación física Argentina / Educação do corpo e política: concepções de raça, eugenia e higiene na Educação Física Argentina / Body education and politics: conceptions of race, hygienism and eugenics in Argentinean Physical Education
Fonte: Movimento (Porto Alegre);20(4):1543-1562, out.-dez. 2014.
Idioma: es.
Resumo: La relación entre cuerpo y política es central en la historia de las sociedades. En este caso particular se analiza esta relación en los discursos de las políticas estatales centralizadas en Argentina sobre la Educación Física, a partir de repensar históricamente las concepciones en torno a la idea de cómo educar los cuerpos para mejorar la raza. Para ello, se observa el pasaje de las retóricas higienistas de finales del siglo XIX y principios del XX a las interpretaciones eugenésicas de las décadas de 1920 y 1930, y cómo ello configura algunas de las argumentaciones de las prácticas disciplinares actuales

A relação entre o corpo e a política é central na história das sociedades. Neste caso específico, essa relação é pensada nos discursos que fazem as políticas estatais centralizadas na Argentina sobre a Educação Física, a partir do repensar historicamente as concepções em torno da ideia de como educar os corpos para melhorar a raça. Para isso, se analisam a passagem das retóricas higienistas do século XIX e início do século XX para as interpretações eugênicas da década de 1920 e 1930, e como isso configura alguns dos argumentos das práticas disciplinares atuais

The relationship between body and politics is central in the history of societies. In this particular case, this relationship is discussed within centralized Argentinean state policies for Physical Education, focusing on the ideas of educating bodies to improve the race. We analyze the passage from hygienist rhetoric of the late nineteenth and early twentieth centuries to eugenic interpretations of the 1920s and 1930s, and how it shapes some of the current arguments of the Physical Education practices
Descritores: Educação Física e Treinamento
Eugenia (Ciência)
Políticas
-Corpo Humano
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR553.1 - Biblioteca Edgar Sperb


  5 / 63 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1020568
Autor: Martine, George; Alves, José Eustáquio Diniz.
Título: Disarray in global governance and climate change chaos / Desordem na governança global e o caos nas mudanças climáticas / Desorden en la gobernanza global y el caos en el cambio climático
Fonte: Rev. bras. estud. popul;36:e0075, 2019. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Scientists warn that human activity in the Anthropocene is causing the transgression of several planetary boundaries. The population/environment/development equation has become insoluble. This paper reviews the trajectory of climate change and discusses the shortcomings of ongoing efforts to address it. It analyzes the current crisis in global governance, fostered by widespread disenchantment with globalization, and reflects on the risks that the resulting political imbroglio presents for our environmental future. Global responses are ineffective due to crumbling multilaterism and the continuing promotion of unsustainable economic growth based on consumerism. Discontent with the consequences of globalization has destabilized national governance and, in the process, further corroded prospects for effective global governance in facing symbiotic social, political and environmental crises. Frustration with globalization is providing media populists a platform from which to attract voters with naive schemes that highlight climate change denial. Potential pathways and obstacles for multilateralism in efforts to resolve the current crisis are blurred. Blind faith in technology, negationism, and the pervasiveness of the consumer culture further hamper awareness raising. Unfortunately, voters, institutions and policies may only adjust when the intensification of climate disasters forces a sea change in outlook.

Os cientistas alertam para o fato de que a atividade humana no Antropoceno está provocando a transgressão de vários limites planetários. A equação população, meio ambiente e desenvolvimento ficou insolúvel. Este artigo revisa a trajetória das mudanças climáticas, discute as limitações dos esforços atuais para lidar com elas e analisa a atual crise na governança global, além de refletir sobre os riscos que esse imbróglio político apresenta para o nosso futuro ambiental. As respostas globais são ineficazes devido à deterioração do multilaterismo e à promoção generalizada do crescimento econômico insustentável baseado no consumismo. O descontentamento com as consequências da globalização desestabilizou a governança nacional e, no processo, corroeu ainda mais as perspectivas de uma governança global eficaz para enfrentar crises sociais, políticas e ambientais simbióticas. A frustração com a globalização está proporcionando aos populistas uma plataforma para atrair eleitores com esquemas ingênuos que incluem o negacionismo. Ao mesmo tempo, uma nova divisão do poder econômico, político e científico está surgindo com a Belt and Road Initiative da China. Discutem-se caminhos potenciais e obstáculos para o multilaterismo na tentativa de resolver esse dilema. A fé cega na tecnologia, o negacionismo e a difusão da cultura de consumo dificultam os esforços multilaterais contra as ameaças ambientais. Infelizmente, parece que eleitores, instituições e políticas só se ajustarão depois que a intensificação dos desastres climáticos forçar uma mudança radical de mentalidade.

Los científicos advierten que la actividad humana en el Antropoceno está provocando la transgresión de varios límites planetarios. La ecuación población, medio ambiente y desarrollo ha quedado insoluble. Este artículo revisa la trayectoria del cambio climático y discute las limitaciones de los esfuerzos actuales para lidiar con él. Analiza también la actual crisis en la gobernanza global y el desencanto generalizado que despierta y reflexiona sobre los riesgos que ese embrollo político presenta para nuestro futuro ambiental. Las respuestas globales son ineficaces debido al deterioro del multilaterismo y a la promoción continua del crecimiento económico insostenible basado en el consumismo. El descontento con las consecuencias de la globalización ha desestabilizado la gobernanza nacional y, en el proceso, ha corroído aún más las perspectivas de una gobernanza global eficaz para enfrentar crisis sociales, políticas y ambientales simbióticas. La frustración con las consecuencias de la globalización proporciona a los populistas una plataforma para atraer electores con esquemas ingenuos que incluyen la negación del cambio climático. Al mismo tiempo, surge una nueva división de poder económico, político e científico en torno de la Iniciativa Belt and Road de China. Se discuten caminos potenciales y obstáculos para el multilaterismo en el intento de resolver eses dilemas. La fe ciega en la tecnología, el negacionismo y la omnipresencia de la cultura de consumo dificultan la escalada necesaria de esfuerzos multilaterales. Desafortunadamente, votantes, instituciones y políticas solo se ajustarán cuando la intensificación de los desastres climáticos provocar un cambio radical de mentalidad.
Descritores: Mudança Climática
Dissidências e Disputas
Internacionalidade
Aquecimento Global
Política Ambiental
-Desastres Provocados pelo Homem
Saúde Ambiental
Políticas
Promoção da Saúde
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  6 / 63 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-603331
Autor: Chiarelli, Stefania.
Título: Mosaico de artigos revela olhar sobre a exclusão social no Brasil / Mosaic of articles reveals social exclusion in Brazil
Fonte: Estud. pesqui. psicol. (Impr.) = Estud. pesqui. psicol;7(2):333-335, dez. 2007.
Idioma: pt.
Descritores: Vulnerabilidade Social
-Fatores Socioeconômicos
Políticas
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  7 / 63 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-904462
Autor: Sobral, Lorena Franco; Barros, Évelin Lúcia; Carnut, Leonardo.
Título: A área de política, planejamento e gestão em saúde nas graduações em saúde coletiva no brasil / The health policy, planning, and management in the collective health area in undergraduate education in brazil / El área de política, planificación y gestión en salud en el pregrado en salud colectiva en brasil
Fonte: Trab. educ. saúde;15(3):879-894, set.-dez. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Com a instrumentalização da área de política, planejamento e gestão em saúde, o ethos político do sanitarista vem sendo posto em questão em sua formação. Assim, buscou-se caracterizar os componentes curriculares relacionados com essa área nos cursos de graduação em saúde coletiva do Brasil. Em junho de 2014, fez-se um levantamento de dados secundários das matrizes curriculares pelo site do Ministério da Educação, cuja unidade de análise foi o componente curricular, usando-se o termo de referência para os cursos de graduação em saúde coletiva como parâmetro. Os cursos apresentam 'saúde coletiva' como principal denominação (60%). A maior parte dos cursos se divide nas regiões Norte e Sudeste (27%) e em instituições públicas (93%). Sobre os conteúdos nas nomenclaturas, 'planejamento em saúde' é o mais citado (até sete vezes em uma mesma matriz) e em 60% do total dos cursos; 87% dos cursos não apresentam o termo 'Sistema Único de Saúde' como denominação de componente. Concluiu-se que sem uma padronização curricular, os futuros sanitaristas terão perfis diferenciados, atuando em uma perspectiva mais específica com tendência a um formato de gestão mais planificador e apresentando lacunas no que se refere aos conteúdos políticos e da defesa ideológica do Sistema Único de Saúde.

Abstract With the instrumentalization of the health policy, planning, and management area, the public health physicians' political ethos has been being put into question in their training. Thus, we aimed to characterize the curricular components related to this area in undergraduate courses in collective health in Brazil. In June 2014, a secondary data survey of the curricular matrices was carried out on the Ministry of Education's website, the unit of analysis of which was the curricular component, using the reference term for undergraduate courses in collective health as a parameter. The courses present 'collective health' as the main denomination (60%). Most of the courses are spread in the Northern and Southeastern regions (27%) and in public institutions (93%). On the contents in the nomenclatures, 'health planning' is the most cited (up to seven times in the same matrix) and in 60 percent of the total courses; 87 percent of the courses do not feature the term 'Unified Health System' as a component name. It was concluded that without a curricular standardization future public health physicians will have different profiles, acting in a more specific perspective leaning towards a more planning management format and with gaps regarding the political contents and the ideological defense of the Unified Health System.

Resumen Con la instrumentalización del área política, planificación y gestión en salud, el ethos político del profesional de la salud está sobre la mesa desde su formación. Así, se buscó caracterizar los componentes curriculares relacionados con esta área en los cursos de pregrado en salud colectiva en Brasil. Se realizó un relevamiento de datos secundarios en junio de 2014 de las matrices curriculares a través del sitio del Ministerio de Educación, cuya unidad de análisis fue el componente curricular, siendo utilizado el término de referencia para los cursos de pregrado en salud colectiva como parámetro. Los cursos presentan 'salud colectiva' como principal denominación (60%). La mayor parte de los cursos se encuentra en las regiones Norte y Sudeste (27%) y en instituciones públicas (93%). Sobre los contenidos en las nomenclaturas, "planificación en salud" es el más citado (hasta siete veces en una misma matriz) y en el 60% del total de los cursos; el 87% de los cursos no presentan el término 'Sistema Único de Salud' como denominación de componente. Se concluyó que sin una normalización curricular, los futuros profesionales de la salud tendrán perfiles diferenciados, actuando en una perspectiva más específica con tendencia a un formato de gestión más planificador y presentando vacíos en lo que se refiere a los contenidos políticos y de la defensa ideológica del Sistema Único de Salud.
Descritores: Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
Sistema Único de Saúde
Saúde Pública
Gestão em Saúde
Educação Superior
Políticas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  8 / 63 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-898653
Autor: Fonseca, André Augusto da.
Título: Os mapas da população no Estado do Grão-Pará: consolidação de uma população colonial na segunda metade do século XVIII / Population Tables in Grao-Para captaincies: consolidation of a colonial population in the final half of the XVIIIth century / Los mapas de población en el Estado de Grão-Pará: consolidación de una población colonial en la segunda mitad del siglo XVIII
Fonte: Rev. bras. estud. popul;34(3):439-464, set.-dez. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A partir de meados do século XVIII, no contexto das chamadas Reformas Pombalinas, as "Leis de Liberdade dos Índios" incorporaram uma vasta região no norte da América portuguesa à administração civil, transformando mais de 60 aldeamentos missionários em vilas e lugares portugueses de população majoritariamente indígena. Esta pesquisa propõe-se a investigar a evolução demográfica dos índios aldeados e da população livre não aldeada sob esse novo regime. Para uma parte da historiografia, a população das vilas e lugares indígenas, sob o Diretório (1757-1798), era mantida artificialmente pelo constante aporte de novos contingentes de povos nativos, por meio dos descimentos. No entanto, a análise dos mapas de população elaborados a partir de 1773 mostra um crescimento lento, mas consistente de todos os grupos da população das capitanias do Estado do Grão-Pará, mesmo sofrendo os danos das frequentes epidemias e do trabalho compulsório ao qual estava sujeita a maior parte da população indígena.

As of the mid-eighteenth century, in the context of the so-called Pombaline Reforms, Indian Freedom Laws incorporated a large region in northern Portuguese America into civilian administration, transforming more than sixty missionary settlements into Portuguese villages and sites with predominantly indigenous population. This paper seeks to research into the demographic evolution of "aldeado" (subject to compulsory labour) indians and the free non- "aldeado" population under this new regime. For some historians, the population of Indian villages under the Directorio (1757-1798) was artificially maintained by the constant influx of new contingents of native peoples through descimentos. However, the analysis of population tables produced since 1773 shows a slow but consistent growth of all population groups in the captaincies of the State of Grão-Pará, even suffering frequent epidemics and harm from compulsory work to which by the majority of the indigenous population was subject.

Desde mediados del siglo XVIII, en el contexto de las denominadas reformas pombalinas, las Leyes de Libertad de los Indios incorporaran una inmensa región en el norte de la América portuguesa a la administración civil y transformaron más de sesenta reducciones misioneras en municípios portugueses de población predominantemente indígena. Esta investigación se propone investigar la evolución demográfica de los indios «aldeados¼ y de la población libre no «aldeada¼ bajo el nuevo régimen. Para una parte de la historiografía, la población de las villas y lugares indígenas se mantuvo artificialmente, en el marco del Directorio (1757-1798), por el suministro constante de nuevos contingentes de pueblos nativos por medio de los descensos. Sin embargo, el análisis de los mapas de población compilados desde 1773 muestra un crecimiento lento pero consistente de todos los grupos de población de las capitanías del estado de Grão-Pará, a pesar de las epidemias frecuentes y de los daños provocados por el trabajo obligatorio que sujetaba a la mayoría de la población indígena.
Descritores: População
Ecossistema Amazônico/história
Mapas
População Indígena
Políticas
-Características da População
Demografia
Coeficiente de Natalidade
Mortalidade
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  9 / 63 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-842210
Autor: Petroni, Ana Paula; Souza, Vera Lucia Trevisan de.
Título: Psicologia Escolar: análise sobre dificuldades e superações no Brasil e Portugal / School Psychology: analysis of difficulties and overruns in Brazil and Portugal / Psicología Escolar: análisis sobre dificultades y superaciones en Brasil y Portugal
Fonte: Psicol. esc. educ;21(1):13-20, enero-abr. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Apresentamos neste artigo algumas considerações acerca da constituição e do fortalecimento da Psicologia Escolar como área de conhecimento e de prática. O objetivo é problematizar o modo como a atuação do psicólogo escolar tem sido representada e nos aproximarmos de uma visão mais crítica com relação a sua prática. Para isso, buscamos apresentar um cenário de como essa área vem sendo construída e constituída no Brasil e em Portugal. Acreditamos que as reflexões aqui desenvolvidas oferecem lastro para a atuação do psicólogo na escola, possibilitando a construção de uma ação crítica que incorporaas condicionantes históricas, políticas e econômicas que constituem esta instituição e se volta ao seu enfrentamento, pela aposta nos sujeitos e suas objetivações, como protagonistas de suas histórias, seu desenvolvimento e sua aprendizagem.

This paper presents some considerations for the establishment and strengthening of School Psychology as a field of knowledge and practice. The intention is to discuss how the work of the school psychologist has been represented,bringing us a more critical view in their practice. For this, we present a brief scenario of how this area has been built and incorporated in Brazil and Portugal. We think that the reflections presented here provide ballast for the psychologist in school, enabling the construction of a critical action that incorporates the historical conditions, political and economic constituting the institution, and turns to face it, bet on the subjects and their objectivities as protagonists of their history, their development and learning.

Presentamos en este artículo algunas consideraciones acerca de la constitución y del fortalecimiento de la Psicología Escolar como área de conocimiento y de práctica. El objetivo es problematizar el modo como la actuación del psicólogo escolar ha sido representada y acercarnos de una visión más crítica en relación a su práctica. Para eso, buscamos presentar un escenario de como esa área viene siendo construida y constituida en Brasil y en Portugal. Creemos que las reflexiones aquí desarrolladas ofrezcan lastro para la actuación del psicólogo en la escuela, posibilitando la construcción de una acción crítica que incorpora las condicionantes históricas, políticas y económicas que constituyen esta institución y se vuelve a su enfrentamiento, por la aposta en los sujetos y sus objetivaciones, como protagonistas de sus historias, su desarrollo y su aprendizaje.
Descritores: Psicologia Educacional
Instituições Acadêmicas
Políticas
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR27.1 - Biblioteca do Campus II


  10 / 63 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-946467
Autor: Silva, Fernanda Ferraz e; Benedicto, Eduardo de Novaes; Paranhos, Luiz Renato.
Título: Atuação profissional do Cirurgião-Dentista diante da Política Nacional de Redução da Morbimortalidade por Acidentes e Violência / Professional practice of dentist in front of the national policy of morbidity reduction by accidents and violence
Fonte: Biosci. j. (Online);29(4):1064-1070, july/aug. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Procedeu-se a uma revisão sistemática acerca das produções científicas sobre a Política Nacional de Redução da Morbimortalidade por Acidentes e Violência e suas implicações para o profissional cirurgião-dentista. O objetivo foi verificar como essa temática vem sendo abordada, identificando a literatura existente sobre a atuação desse profissional diante dessa Política. A busca foi realizada na Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), selecionando-se 16 artigos, sendo 9 encontrados nas bases de dados Lilacs e SciELO e 7 disponíveis somente na Lilacs. Do total de estudos selecionados, todas as referências analisadas apontaram a importância da qualificação dos profissionais de saúde para o enfrentamento das causas externas. No entanto, apenas 3 referências citaram o cirurgião-dentista ao longo do artigo, sem mencionar nenhuma implicação para a atuação desse profissional diante a Política. Desse modo, acredita-se que a Política Nacional de Redução da Morbimortalidade por Acidentes e Violência vem enfrentando dificuldades para sua implantação, necessitando, portanto, de divulgação e força para se legitimar.

The authors conducted a systematic review of scientific production about the National Policy on Reduction of Morbidity and Mortality from Accidents and Violence and its implications for the professional dentist. The objective was to determine how this issue has been addressed, identifying the existing literature on the role of a trader before this Policy. The search was conducted in the Virtual Health Library (VHL), selecting 16 articles, 9 found in databases Lilacs and SciELO and 7 only available in Lilacs. Of all selected studies, analyzed all references pointed out the importance of the qualification of health professionals to cope with external causes. However, only 3 references cited dentists throughout the article, without mentioning any implication for the performance of this professional front Policy. Thus, it is believed that the National Policy on Reduction of Morbidity and Mortality from Accidents and Violence has struggled for its implementation, requiring, therefore, disclosure and strength to legitimize itself.
Descritores: Violência
Acidentes
Indicadores de Morbimortalidade
Odontólogos
Políticas
Política de Saúde
-Pessoal de Saúde/educação
SETIMMEDIATE$0.ISOXSUPRINEPEPTIDOMIMETICSGLYCOSURIAADIPATES$ABELSON MURINE LEUKEMIA VIRUS
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde