Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.655.500.608 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4297 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 430 ir para página                         

  1 / 4297 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050311
Autor: Ramos, Soraia de Fátima.
Título: Agricultura familiar e mercados institucionais: horizontalidades no uso do território à produção e consumo de alimentos orgânicos e agroecológicos / Not available.
Fonte: São Paulo; s.n; 2018. 177 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução - Na fase histórica do capitalismo neoliberal, o cerne das contradições sociais exibe novas feições atribuídas aos Estados nacionais diante do crescente poder das grandes corporações sobre os fluxos materiais e imateriais no processo de produção e consumo de alimentos. Na dialética que compõem os usos dos territórios, emergem pressões dos movimentos sociais no sentido de valorizar as autonomias e singularidades dos lugares como resistência ao imperativo de homogeneização dos sistemas técnicos agroalimentares. No Brasil, o século XXI corresponde à elaboração de um conjunto de políticas públicas de caráter social, entre as quais estão as iniciativas aos agricultores familiares. Objetivo - Compreender os desafios e potencialidades da produção agrícola familiar perante as novas dinâmicas ao uso agrícola do território no estado de São Paulo. A questão norteadora examinou se os mercados institucionais aos agricultores familiares estimulam à transição agroecológica, a ampliação de circuitos curtos de comercialização e a promoção da saúde humana e ambiental. Métodos - As premissas da ciência agroecológica, os avanços no campo da saúde global e a teoria geográfica de Milton Santos, ancorada no par de conceitos horizontalidades/verticalidades, subsidiaram a investigação do uso agrícola do território em razão da reorientação, desde 2009, do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Trata-se de pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, com orientação analítico-descritiva, mediante entrevistas semiestruturadas e questões em aberto. Há a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e consentimento esclarecido dos informantes. Os sujeitos entrevistados constituem-se por agricultores familiares, gestores públicos de assistência técnica rural e nutricionistas de oito municípios em Áreas de Preservação Ambiental no estado de São Paulo: Joanópolis, Juquitiba, Nazaré Paulista, Piedade, São Lourenço da Serra, São Luis do Paraitinga, Tapiraí e Ubatuba. Utiliza a triangulação de fontes como procedimento metodológico para a coleta e o processamento dos dados levantados. A interpretação do material coletado seguiu os preceitos da 'análise de conteúdo'. Resultados - Os municípios compõem situações geográficas singulares em relação à aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar para a alimentação escolar. Da perspectiva dos agricultores, as compras públicas estimulam a geração de renda com a diversificação de canais dos circuitos curtos de comercialização; colaboram com a transição aos sistemas técnicos orgânicos e agroecológicos; e influenciam na melhoria da saúde e segurança alimentar e nutricional dos próprios sujeitos produtores de alimentos. Há desafios para uma gestão coletiva das diretrizes do programa e na organização social dos agricultores. A articulação local dos agentes públicos de diferentes esferas governamentais, e entre estes e os produtores rurais, revelam os distintos graus de adesão, apreensão dos objetivos e participação da sociedade no monitoramento da política. Conclusão - O Estado brasileiro, contrapondo à tendência de verticalização do processo produtivo à alimentação, segundo a lógica e interesses das transnacionais do setor agroalimentar, tem impulsionado uma atmosfera à construção de horizontalidades que aproximam a produção do consumo com repercussões na saúde global. Os mercados institucionais acenam com boas perspectivas aos agricultores familiares orgânicos e agroecológicos colaborando ao retorno, inserção ou permanência de uma diversidade de sujeitos produtores de alimentos no campo.

Introduction - In the historical phase of neoliberal capitalism, the crux of social contradictions exhibits new features attributed to national states in the face of the growing power of large corporations over material and immaterial flows in the process of food production and consumption. In the dialectics that make up the uses of territories, pressures emerge from social movements in the sense of valuing the autonomies and singularities of places as resistance to the imperative of homogenization of agro-food technical systems. In Brazil, the twenty-first century corresponds to the elaboration of a set of social policies of social character, among which are the initiatives to the familiar farmers. Objective - To understand the challenges and potential of family farming in the face of new dynamics in the agricultural use of the territory in the state of São Paulo. The guiding question examined whether institutional markets for family farmers stimulate the agroecological transition, the extension of short marketing channels, and the promotion of human and environmental health. Methods - The premises of agroecological science, advances in the field of global health and Milton Santos' geographical theory, anchored in the pair of concepts of horizontality / verticality, subsidized the investigation of the agricultural use of the territory due to the reorientation since 2009 of the Program National School Feeding Program (PNAE). This is a qualitative, exploratory research, with analytical-descriptive orientation, through semi-structured interviews and open questions. There is the approval of the Committee of Ethics in Research and informed consent of the informants. The subjects interviewed are family farmers, public managers of rural technical assistance and nutritionists from eight municipalities in Environmental Preservation Areas in the state of São Paulo: Joanópolis, Juquitiba, Nazaré Paulista, Piedade, São Lourenço da Serra, São Luis do Paraitinga , Tapiraí and Ubatuba. It uses source triangulation as a methodological procedure for collecting and processing the data collected. The interpretation of the collected material followed the precepts of 'content analysis'. Results - The municipalities make up unique geographical situations in relation to the acquisition of foodstuffs from family agriculture for school feeding. From the perspective of the farmers, the public purchases stimulate the generation of income with the diversification of channels of the short circuits of commercialization; contribute to the transition to organic and agroecological technical systems; and influence the improvement of food and nutritional health and safety of the food producing subjects themselves. There are challenges to collective management of program guidelines and the social organization of farmers. The local articulation of the public agents of different governmental spheres, and between them and the rural producers, reveal the different degrees of adhesion, apprehension of the objectives and participation of the society in the monitoring of the policy. Conclusion - The Brazilian State, in contrast to the trend towards the vertical integration of the production process into food, according to the logic and interests of the transnationals of the agri-food sector, has driven an atmosphere to the construction of horizontalities that approximate consumption production with repercussions on global health. Institutional markets have good prospects for organic and agroecological family farmers, collaborating to the return, insertion or permanence of a diversity of food producing subjects in the field.
Descritores: Política Pública
Segurança Alimentar e Nutricional
Agricultura Sustentável
Agricultura Orgânica
Alimentos Orgânicos
-Alimentação Escolar
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  2 / 4297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Queiroz, Maria Goretti
Texto completo
Id: biblio-1048033
Autor: Martins, Ângela Barbosa; Menezes, Ida Helena Carvalho Francescantonio; Queiroz, Maria Goretti.
Título: Estudantes de Odontologia cotistas e o instrumental odontológico / Dentistry quota students and dental instruments
Fonte: Rev. ABENO;19(3):58-68, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A Política de Cotas para o ensino superior no Brasil propõe a reserva de vagas para estudantes oriundos de escolas públicas, pretos, pardos, indígenas e de baixo poder aquisitivo. A aquisição do instrumental exigido no curso de Odontologia representa uma dificuldade para a permanência da maioria desses estudantes. O objetivo deste estudo foi conhecer a experiência de cotistas em relação à aquisição e uso dos instrumentais e materiais para as aulas práticas de um curso de graduação em Odontologia. Foi realizada pesquisa de abordagem qualitativa, por meio de entrevistas semiestruturadas, com 16 estudantes de todos os anos do curso, de todas as modalidades de cotas segundo a Lei 12.711/2012, escolhidos de forma aleatória. O tratamento dos dados baseou-se na modalidade temática da Análise de Conteúdo, de onde emergiram três categorias: "Inclusão", "Exclusão" e "Discriminação". O apoio da comunidade universitária, família e colegas figura como mecanismo de inclusão, por favorecer a permanência desses estudantes, assim como o programa de empréstimo de instrumental a estudantes de baixa renda dessa Universidade. Por outro lado, o programa também foi considerado fator de exclusão por não oferecer todo instrumental solicitado e alguns apresentarem baixa qualidade. Os entrevistados relataram sofrer discriminação, por pequena parte dos professores, e se sentirem excluídos quando utilizam instrumentos fora do padrão exigido. O desafio para a instituição pesquisada é garantir as adequadas condições materiais para o aprendizado desses estudantes, propor estratégias para a melhoria do programa de instrumental e implementar ações visando à capacitação docente (AU).

The Quota Policy for higher education in Brazil proposes to reserve vacancies for black, brown and indigenous students from public and lowincome schools. The acquisition of the required instruments in the dentistry course represents a difficulty for the permanence on the course for most of these students. The objective of this study was to understand the experience of quota students regarding the acquisition and use of instruments and materials for the practical classes of an undergraduate course in dentistry. Qualitative research was conducted through semi-structured interviews with 16 students chosen at random from all years of the course, and from all quota groups according to Law 12.711 / 2012. The treatment of the data was based on the thematic modality of Content Analysis, from which three categories emerged: "Inclusion", "Exclusion" and "Discrimination". The support of the university community, family and colleagues appears as an inclusion mechanism, as it favors the permanence of these students, as well as the instrumental loan program for low-income students of this University. On the other hand, the program was also considered an exclusion factor because it did not offer all the requested instruments and some were of low quality. Respondents reported being discriminated against by a small number of teachers and feeling excluded when using non-standard instruments. The challenge for the researched institution is to guarantee the adequate material conditions for the education of these students, to propose strategies for the improvement of the instrumental program and to implement actions aiming at teacher development (AU).
Descritores: Política Pública
Inclusão Educacional
Educação Superior
Discriminação Social
Ação Afirmativa
-Estudantes de Odontologia
Brasil
Entrevista
Pesquisa Qualitativa
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  3 / 4297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1022699
Autor: Margozzini Maira, Paula; Passi Solar, Alvaro.
Título: Encuesta Nacional de Salud, ENS 2016-2017: un aporte a la planificación sanitaria y políticas públicas en Chile / National Health Survey, ENS 2016-2017: a contribution to planning health and public policies in Chile
Fonte: ARS med. (Santiago, En línea);43(1):30-34, 2018. Tab.
Idioma: es.
Resumo: Las enfermedades crónicas no transmisibles del adulto son el principal desafío de los sistemas de salud en el mundo. Se requiere información local para planificación sanitaria. Objetivos: Estimar la magnitud y distribución de problemas de salud crónicos prioritarios y sus determinantes en una muestra nacional representativa de la población general chilena. Métodos: ENS 2016-2017 es un estudio transversal con muestra de hogares aleatoria, estratificada, multietápica y por conglomerados representativa del nivel nacional, regional, urbano rural de 6233 personas de 15 y más años. Personal capacitado (encuestadores y enfermeras) en sucesivas visitas al hogar, administraron cuestionarios, examen dental, presión arterial, antropometría, recolectaron muestras de sangre en ayunas y orina. Se estimó la magnitud de 72 problemas de salud. Resultados: Se observa un elevado nivel absoluto de morbilidad por enfermedades crónicas y sus factores de riesgo. Se estima una magnitud de al menos 11 millones de personas con multimorbilidad que requieren atención médica y control crónico anual de por vida. Algunos ejemplos de altas prevalencias son: hipertensión (27,6 por ciento), dislipidemia HDL (46 por ciento), obesidad (34,4 por ciento), caries cavitadas (55 por ciento), diabetes (12,3 por ciento), tabaquismo actual (33,4 por ciento), problemas asociados al consumo de alcohol (12 por ciento), síntomas depresivos (15,8 por ciento), consumo excesivo de sal (98 por ciento), bajo consumo de frutas y verduras (85 por ciento), sedentarismo de tiempo libre (87 por ciento). Las mayores diferencias entre hombres y mujeres se observan en el uso riesgoso de alcohol y los síntomas depresivos. Conclusiones: la magnitud de población que requiere atención médica y cuidados crónicos supera la capacidad de respuesta del sistema de salud. Urgen fuertes estrategias preventivas de tipo poblacional (medidas regulatorias masivas) complementadas con una priorización de las estrategias de alto riesgo individual más costo efectivas. ENS aporta a la evaluación y vigilancia de ambas estrategias.(AU)

Chronic non communicable diseases are the main challenge for health systems in the world. Local information is required for health planning and policy design. Objectives: To estimate the magnitude and distribution of major chronic health problems and their determinants in the general population. Methods: ENS 2016-2017 is a cross-sectional study using a stratified, multistage and clustered random sample of households at the national, regional, rural and urban level including 6233 people aged 15 and over. Trained interviewers and nurses apply health questionnaires, physical examinations, collect blood and urine samples in successive household visits. Results: there is a high level of morbidity due to chronic diseases and their risk factors in Chile. At least 11 million people would need chronic long life medical care. Some prevalence magnitudes are: hypertension (27.6 percent), low HDL cholesterol (46 percent), obesity (34.4 percent), dental cavities (55 percent), diabetes (12.3 percent), current smoking (33.4 percent), at risk for alcohol use disorders(12 percent), depressive symptoms (15.8 percent), excessive salt consumption (98 percent), low consumption of fruits and vegetables (85 percent), Leisure-time physical inactivity (87 percent). Higher gender differences are related withalcohol use and depressive symptoms. Conclusions: the absolute number of people in need of medical chronic care exceeds our Health System's capacity. Population-wide preventive strategies (regulatory policies) coupled with carefully prioritized cost effective individual health care interventions are needed. ENS data contributes to the assessment and planning of both strategies.(AU)
Descritores: Política Pública
Planejamento Sanitário
-Chile
Saúde Global
Doença Crônica
Morbidade
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CL10.1 - Biblioteca Biomédica


  4 / 4297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1048418
Autor: Pitthan, Rachel Guimarães Vieira.
Título: Violência e saúde: uma análise sob a perspectiva da política de pacificação na cidade do Rio de Janeiro / Violence and health: an analysis from the perspective of the pacification policy in the city of Rio de Janeiro.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2018. 157 f p. il, fig, graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Medicina Social para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A recente política de segurança pública, aplicada na Cidade do Rio de Janeiro - conhecida como política de pacificação é o objeto almejado nessa pesquisa. A intenção seria de observar a articulação e como o setor de saúde refletiu a perspectiva de uma política tão abrangente, ousada, inovadora e com o mesmo objetivo: o alcance de melhores condições de vida através da justiça social. Para obter essa compreensão, a pesquisa descreve o processo de 'pacificação' em relação a história do processo de urbanização da Cidade do Rio de Janeiro, compreende e contextualiza a relação entre violência e saúde e, por fim, analisa como ocorreu o desenvolvimento da política pública de segurança pública e suas interfaces com a saúde na Cidade do Rio de Janeiro. O método que mais facilitou essa análise foi a realização de um estudo descritivo e exploratório, com características qualitativas e quantitativas com base em revisão bibliográfica acerca do tema, busca de dados secundários de órgãos oficiais e mídia jornalística e, ainda, com observações assistemáticas, o que facilitou maior proximidade com o tema proposto e na perspectiva exposta diretamente por profissionais de outras áreas, população e sociedade. Contudo, observou-se que a entrada das UPPs foi um marco na gestão da segurança pública do Estado, apesar de só aplicada no município do Rio de Janeiro. Os indicadores de homicídios apresentaram melhora temporária. No entanto, para a saúde, provocou fechamento de unidades, devido aos confrontos no local de ação para pacificação, manteve os altos níveis de gastos hospitalares por conta do atendimento às vítimas da violência armada, o que resultou na necessidade de implantação de novas estratégias para a área da saúde no intuito de mitigar a violência no território
Descritores: Política Pública
Segurança
Violência
Brasil
Saúde Pública
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 316.485.2(815.3), P688, T1770


  5 / 4297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049427
Autor: Khattar, Patricia Martins.
Título: Narrativas sobre deserção e reinserção familiar de crianças e adolescentes que habitaram a rua e a instituição de acolhimento / Narratives on the family desertion and reisertion of children and teenagers habiting the street and a host institition.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 148 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: As relações familiares constituem objeto das ações do Estado que, visando a promoção do cuidado e garantia dos direitos infantojuvenis, atende por meio de abrigos crianças e adolescentes que habitaram a rua ou passaram, por diversas razões, pelo processo de deserção familiar. O presente estudo teve como objetivo analisar o processo de reinserção familiar de crianças que habitaram a rua e instituições de acolhimento por meio de narrativas de profissionais de abrigos, famílias e das próprias crianças. Adicionalmente, objetivou-se investigar o potencial benéfico e os grandes desafios deste processo que, não raras vezes, incorre em repetidas reinstitucionalizações de crianças previamente reinseridas em suas famílias. A metodologia aplicada foi definida a partir de contribuições teóricas da etnografia e da entrevista etnográfica. Foi realizado acompanhamento de 2 famílias atendidas por uma instituição de acolhimento infantojuvenil por meio de entrevistas etnográficas, visitas presenciais e registros em diários de campo. Também foram analisados documentos da instituição de acolhimento para contribuir com o levantamento da trajetória e das experiências das crianças e familiares entrevistados. A análise de dados ocorreu em articulação teórica com a perspectiva dos Estudos Sociais da Infância, visando gerar contribuições enriquecedoras para o campo de pesquisa, diante de um cenário social permeado por conquistas contemporâneas, bem como pelos desafios das políticas públicas voltadas à defesa do direito à convivência familiar e comunitária da criança e do adolescente. Com os resultados obtidos, foi possível concluir que o manejo e a qualidade de escuta das crianças e familiares por parte da equipe técnica do serviço de acolhimento e de toda a rede de garantia de direitos pode oferecer subsídios ou obstáculos ao processo de reinserção familiar de acordo com as concepções de família que os profissionais adotam e norteiam a sua atuação prática.

Family relations are the object of the State's actions, which, aiming at promoting care and guaranteeing children's rights, provide childcare services to children and adolescents who lived in the streets or, for various reasons, went through the process of family desertion. This study analyzed the process of family reintegration of children who lived in the streets and childcare institutions through narratives of shelter professionals, families and the children themselves. Additionally, this research aimed to investigate the beneficial potential and the main challenges of this process that often incurs repeated reinstitutionalizations of children previously reinserted in their families. The applied methodology was defined from theoretical contributions of ethnography and ethnographic interview. Two families assisted by a childcare institution were accompanied through ethnographic interviews, presential visits and field diary records. Documents from the host institution were also analyzed to contribute to the researched children and families' trajectory and experiences mapping. Data analysis was conducted in theoretical articulation with the perspective of the Social Studies of Childhood, aiming to generate enriching contributions to this research field, facing a social scenario permeated by contemporary achievements, as well as the challenges of public policies aimed to defending the right to family and community life of children and adolescents. With the results obtained, it was concluded that the management and listening quality of children and family members by the technical staff of the care services can offer subsidies or obstacles to the process of family reintegration according to the family conceptions that professionals adopt and with which guide their practice.
Descritores: Política Pública
Jovens em Situação de Rua
Criança Acolhida
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 4297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1049415
Autor: Matus, Carlos.
Título: El líder sin estado mayor: la oficina del gobernante / The leader without staff: the office of the ruler.
Fonte: San Justo; Universidad Nacional de La Matanza; 2008. 197 p. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Contenido: Líder y liderazgo. La capacidad de gobierno. El gobierno. La oficina del Presidente. Sistema de dirección en Estados Unidos de América y algunos países europeos
Descritores: Política Pública
Liderança
Tipo de Publ: Livros de Texto
Responsável: AR381.1 - Centro de Documentación de Excelencia en Salud
AR381.1; aPOLSOC41


  7 / 4297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1049414
Autor: Matus, Carlos.
Título: Teoría del juego social / Social game theory.
Fonte: Remedios de Escalada; Universidad Nacional de Lanús; 2007. 488 p. graf. (Planificación y Políticas Públicas).
Idioma: es.
Resumo: Contenido: ¿Hay ciencias para gobernar?. Ciencias verticales y horizontales. Determinismo e indeterminismo. Cálculo interactivo y orden abierto. El actor en situación. El juego de las ciencias. Teoría de la producción social. Los nueve juegos del poder. Cooperación, conflicto y estrategia. Macrogobierno y gestión pública. En memoria de Carlos Matus. Escuela Latinoamericana de Gobierno: Documento ESCOLAG
Descritores: Política Pública
Problemas Sociais
Tipo de Publ: Livros de Texto
Responsável: AR381.1 - Centro de Documentación de Excelencia en Salud
AR381.1; aPOLSOC42


  8 / 4297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1026107
Autor: Reis, Carolina dos; Barbosa, Roberta Brasilino.
Título: Contribuições da Psicologia às Lutas Transversais Travadas em Meio às Metrópoles de Privilégios / Contributions of Psychology to Cross-sectional Struggles Held at the Metropolis of Privileges / Contribuciones de la Psicología a las Luchas Transversales que se Libran en Medio a las Metropoles de Privilegios
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(2,n.esp):87-99, ago.-nov. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Esse artigo tem por objetivo refletir sobre as possibilidades de contribuição da Psicologia a ações de enfrentamento a práticas violentas, e junto às lutas transversais travadas pelos grupos com os quais trabalhamos. Para tanto, partimos do conceito de lutas transversais de Michel Foucault, entendidas como lutas antiautoritárias e democratizantes que têm por alvo os mecanismos de dominação, exploração e submissão. Entendemos que os saberes psis, ao se colocarem a serviço das lutas transversais, podem servir como ferramentas de análise e enfrentamento a estes mecanismos. Nesse sentido, trazemos duas experiências de pesquisa e extensão realizadas em territórios que se encontravam em meio a processos de remoção, um deles na Comunidade Indiana, no bairro Tijuca, no Rio de Janeiro e o outro na Grande Cruzeiro, em Porto Alegre. Tais análises assumem o caráter de denúncia das violências decorrentes de gestões estatais, dando visibilidade às formas de submissão que operam pela produção do que chamaremos de uma "subjetividade culpada" e pela inscrição das populações alvo das remoções no lugar de não cidadãos, de sujeitos de um não direito. Buscaremos, ainda, evidenciar as articulações entre essas ferramentas de produção de subjetividade e as problemáticas materiais, decorrentes das desigualdades de acesso à moradia e à cidade. Por fim, afirmamos o caráter de resistência presente na compreensão de subjetividade como processo em constante construção e nas possibilidades de produzirmos rupturas nas práticas que encerram determinados modos de habitar e viver nas cidades como mais ou menos legítimos....(AU)

This article aims to reflect on the possibilities of contribution of Psychology to actions to confront violent practices, and the transversal struggles waged by the groups with which we work. To do so, we start from the concept of transverse struggles of Michel Foucault, understood as anti-authoritarian and democratizing struggles that aim at the mechanisms of domination, exploitation and submission. We understand that psis knowledge, when placed in the service of the transversal struggles waged by the groups with which we work, can serve as tools of analysis and coping with these mechanisms. In this sense, in this article, we bring two research and extension experiments carried out in territories that were in the midst of removal processes, one in the Indiana Community, in the Tijuca neighborhood in Rio de Janeiro, and the other in the region of Grande Cruzeiro in Porto Alegre. Such analyses assume the character of denunciation of the violence arising from state management, promoted through the removal processes of Indiana and part of the Grande Cruzeiro, giving visibility to the forms of submission that operate through the production of what we will call a "guilty subjectivity" and by the inscription of the target populations of the removals in the place of non-citizens, of subjects of a non-right, of illegitimate inhabitants of the city. We will also seek, with our analyses, to highlight the articulations between these tools of production of subjectivity and the concrete material problems arising from the inequalities of access to housing and the city. Finally, we affirm the character of resistance present in the understanding of subjectivity as a process in constant construction and in the possibilities of producing ruptures in practices that contain certain ways of living in cities as more or less legitimate....(AU)

Este artículo tiene como objetivo reflexionar sobre las posibilidades de la contribución de la Psicología para hacer frente a las prácticas violentas, y junto con las luchas transversales que libran los grupos con los que trabajamos. Con este fin, partimos del concepto de luchas transversales de Michel Foucault, entendido como luchas antiautoritarias y democratizadoras que apuntan a los mecanismos de dominación, explotación y sumisión. Entendemos que el conocimiento psis, al ponerse al servicio de las luchas transversales, puede servir como herramienta para el análisis y para hacer frente a estos mecanismos. En este sentido, traemos dos experiencias de investigación y extensión llevadas a cabo en territorios que se encontraban en medio de procesos de remoción, una en la Comunidad de Indiana, en el barrio de Tijuca, en Río de Janeiro y la otra en Grande Cruzeiro, en Porto Alegre. Dichos análisis asumen el carácter de denunciar la violencia resultante de la gestión estatal, dando visibilidad a las formas de sumisión que operan produciendo lo que llamaremos una "subjetividad culpable" y por la inscripción de las poblaciones objetivo de los retiros en el lugar de los no ciudadanos, de sujetos de un no derecho. También buscaremos resaltar las articulaciones entre estas herramientas de producción de subjetividad y los problemas materiales que surgen de las desigualdades en el acceso a la vivienda y la ciudad. Finalmente, afirmamos el carácter de resistencia presente en la comprensión de la subjetividad como un proceso en constante construcción y en las posibilidades de producir rupturas en las prácticas que incluyen ciertas formas de vivir y vivir en ciudades como más o menos legítimas....(AU)
Descritores: Propriedade
Psicologia Social
Política Pública
Violência
Dominação-Subordinação
Exploração Social
Habitação
-Psicologia
Fatores Socioeconômicos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  9 / 4297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1026416
Autor: Barros, João Paulo Pereira; Benicio, Luís Fernando de Souza.
Título: Violências no Brasil: que Problemas e Desafios se Colocam à Psicologia? / Expressions of Violence in Brazil: What Problems and Challenges do They Pose to Psychology? / Violencias en Brasil: ¿Qué Problemas y Desafíos se le Plantean a la Psicología?
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(2,n.esp):33-44, ago.-nov. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo tem como objetivo discutir problemas e desafios colocados à Psicologia por expressões da violência no Brasil, analisando suas implicações éticas na problematização de políticas de subjetivação atuantes nesses cenários. Para essa discussão sobre as expressões da violência, elegemos dois analisadores: os fenômenos do encarceramento em massa e dos homicídios de segmentos juvenis. Nos últimos anos, a Psicologia tem tomado cada vez mais o campo das violências como objeto de discussão, intervenção e produção científica. Isso se materializa fortemente pelas questões sociopolíticas do país, especialmente no que se refere às abordagens policiais, ao encarceramento em massa, ao aumento sistemático/ininterrupto dos homicídios de segmentos infantojuvenis negros, colocando em discussão políticas de aprisionamento e criminalização. Utilizaremos autores que refletem criticamente acerca da colonialidade, a exemplo de Mbembe, dialogando com produções da Psicologia Social que discutem violência. O texto se desenvolverá por meio de três seções. Na primeira, discutiremos a problemática das mortes juvenis e do encarceramento em massa como expressões de uma necropolítica à brasileira. Na segunda, problematizaremos a produção de vidas (in)vivíveis como um dos desafios éticos à Psicologia em contextos de violências. Por último, abordaremos o aceno ético necessário como caminho de construção de uma outra Psicologia....(AU)

This article aims to discuss problems and challenges posed to Psychology by expressions of violence in Brazil, analyzing their ethical implications in the problematization of subjectivation policies in these scenarios. For this discussion on the expressions of violence, we chose two analysts: the phenomena of mass incarceration and homicides of juvenile segments. In recent years, Psychology has increasingly taken the field of violence as an object of discussion, intervention and scientific production. This is strongly reflected in the country's sociopolitical issues, especially with regard to police approaches, mass incarceration, the systematic / uninterrupted increase in homicides of black child and youth segments, and the questioning of policies of imprisonment and criminalization. We will use authors who reflect critically on coloniality, such as Mbembe, dialoguing with productions of Social Psychology that discuss violence. The text will be developed through three sections. In the first one, we will discuss the problem of juvenile deaths and mass incarceration as expressions of a necropolicy in Brazil. In the second, we will problematize the production of (in) livable lives as one of the ethical challenges to Psychology in contexts of violence. Finally, we will approach the necessary ethical approach as a way of building another Psychology....(AU)

Este artículo tiene como objetivo discutir problemas y desafíos planteados a la Psicología por las expresiones de violencia en Brasil, analizando sus implicaciones éticas en la problematización de políticas de subjetivación actuantes en esos escenarios. Para esta discusión sobre las expresiones de la violencia, elegimos dos analizadores: los fenómenos del encarcelamiento masivo y de los homicidios de segmentos juveniles. En los últimos años, la Psicología ha tomado cada vez más el campo de la violencia como objeto de discusión, intervención y producción científica. Esto se materializa fuertemente por las cuestiones sociopolíticas del país, especialmente en lo que se refiere a los abordajes policiales, al encarcelamiento masivo, al aumento sistemático/ininterrumpido de homicidios de segmentos infantojuveniles negros, poniendo en discusión políticas de aprisionamiento y criminalización. Utilizaremos autores que reflexionen críticamente acerca de la colonialidad, a ejemplo de Mbembe, dialogando con producciones de la Psicología Social que discutan violencia. El texto se desarrollará por medio de tres secciones. En la primera, discutiremos la problemática de las muertes juveniles y del encarcelamiento en masa como expresiones de una necropolítica en Brasil. En la segunda, problematizaremos la producción de vidas (in) vivibles como uno de los desafíos éticos a la Psicología en contextos de violencias. Finalmente, abordaremos el asentimiento ético necesario como una forma de construir otra Psicología....(AU)
Descritores: Prisões
Psicologia Social
Política Pública
Violência
Brasil
Adolescente
Populações Vulneráveis
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Homicídio
-Psicologia
Segurança
Comportamento do Adolescente
Limites: Seres Humanos
Adolescente
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  10 / 4297 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1025950
Autor: Oliveira, Érika Cecília Soares; Battistelli, Bruna Moraes; Rodrigues, Luciana; Cruz, Lilian Rodrigues da.
Título: Raça e Política de Assistência Social: produção de conhecimento em psicologia social / Race and Social Assistance Policy: production of knowledge in social psychology / Raza y Políticade Bienestar Social: producción de conocimiento en psicología social
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(2,n.esp):141-152, ago.-nov. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Partimos da reflexão acerca das políticas públicas de Assistência Social e como as interfaces raça, racismo e branquitude emergem na produção de conhecimento. Inspiradas na ideia de pluriversalidade questionamos o universo conceitual branco, trazendo como reflexão as produções em Psicologia que se centram em um ideário eurocêntrico, masculinista e heterocentrado. Apresentamos uma discussão sobre o tema da raça e racismo, pensando como estes se articulam tanto na constituição e implementação das políticas públicas, quanto na sua precarização. Para finalizar, afirmamos a necessidade de descolonizar a produção em Psicologia Social, colocar a branquitude em jogo, dissolver a ideia de sujeito universal e assumir a necessidade de pensarmos e publicarmos a partir de uma perspectiva polirracional. Acreditamos que as políticas de produção de saberes e fazeres em Psicologia devem estar atentas à geopolítica do conhecimento, dialogando com diversidades epistêmicas espalhadas em distintas regiões do planeta, sobretudo aquelas do Sul Global....(AU)

This paper presents a reflection on public policies for Social Assistance and the way that interfaces such as race, racism and whiteness have appeared in knowledge production. Inspired by the idea of pluriversality, we have questioned the white conceptual universe by bringing reflections on psychology productions focused on a Eurocentric, masculinist, and heterocentered ideology. We present a discussion on race and racism, thinking about the way they have been articulated in the constitution and implementation of public policies as well as in their precariousness. Finally, we state the need to decolonize the production in Social Psychology, in order to bring whiteness into play, dissolve the idea of universal subject, and admit our need to think and publish from a multi-rational perspective. We believe that policies for the production of knowledges and actions in psychology should be attentive to the geopolitics of knowledge, in a dialogue with epistemic diversities spread in different regions over the world, particularly in the Global South....(AU)

Se parte de la reflexión sobre las políticas públicas de Bienestar Social e interfaces como la raza, el racismo y la blanquitud surgen en la producción de conocimiento. Inspirados en la idea de la pluriversidad, cuestionamos el universo conceptual blanco, trayendo como reflejo las producciones en psicología que se centran en una idea eurocéntrica, masculinista y heterocéntrica. Presentamos una discusión sobre el tema de la raza y el racismo, pensando cómo se articulan tanto en la constitución y la implementación de las políticas públicas, como en su precariedad.Finalmente, afirmamos la necesidad de descolonizar la producción en Psicología Social, poner en juego la blanquitud, disolver la idea del tema universal y asumir la necesidad de pensar y publicar desde una perspectiva múltiplemente racional. Creemos que la política de producción de conocimiento y las actividades en psicología deben estar atentas a la geopolítica del conocimiento, dialogando con diversidades epistémicas diseminadas en diferentes regiones del planeta, especialmente en las del Sur Global....(AU)
Descritores: Psicologia Social
Política Pública
Serviço Social
Racismo
-Psicologia
Relações Raciais
FREEZE DRYINGABDOMEN, ACUTE
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central



página 1 de 430 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde