Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.655.500.608 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4797 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 480 ir para página                         

  1 / 4797 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-729059
Autor: Santana, Vanessa Silva de; Castelar, Marilda.
Título: A população em situação de rua e a luta pela cidadania / La población sin hogar y la lucha para la ciudadanía / The homeless population and the struggle for citizenship
Fonte: Rev. baiana saúde pública;38(2), abr.-jun. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo apresenta as dificuldades de sobrevivência enfrentadas pela população em situação de rua, além de propor uma análise da exclusão e vulnerabilidade social presentes em uma realidade de conflitos e lutas pela cidadania. Foram utilizados como referências, estudos que apontam para uma caracterização desses sujeitos, atribuída pelo restante da sociedade como descartáveis urbanos, normatizando um olhar marginalizante que oprime e distancia essas pessoas de condições dignas de vida. Nessa perspectiva, conclui-se que as ações especificadas percorrem um caminho que envolve uma prática na política de redução de danos, dentro dos princípios de equidade, e uma atenção que considere a população em situação de rua dentro de sua realidade. Assim, as políticas públicas devem consolidar práticas voltadas para a assistência e o suporte, possibilitando alternativas que auxiliem uma reestruturação social, em um processo que respeite as diferentes subjetividades e que promova sujeitos capazes de reflexão política e social, na luta pela autonomia e garantia de seus direitos.

This article presents the difficulties in surviving that people on the street goes through. Also, it proposes an analysis of social exclusion and vulnerability that are presented in a reality of conflicts and struggles for citizenship. As reference there were used studies that point to a characterization of these subjects, assigned by the rest of society as disposable urban, normalizing a marginalizing view that oppresses and drifts away these people of a decent living conditions. From this perspective it appears that the actions specified runs through a path that involves a practice in a harm reduction policy, within the principles of equity, and an attention that considers the people on the streets within their reality. These way, public policies should consolidate practices for assistance and support, providing alternatives that helps social restructuring in a process that respects the different subjectivities, and that promots individuals capable of political and social reflection in the struggle for autonomy and the guarantee of their rights.

Este artículo presenta las dificultades de supervivencia que enfrentan las personas en la calle, y propone un análisis de la exclusión social y la vulnerabilidad presentes en una realidad de conflictos y luchas por la ciudadanía. Se utilizaron como referencia los estudios que apuntan a una caracterización de esos individuos, asignada por el resto de la sociedad urbana como desechables urbanos, que normativiza un vistazo que marginaliza y oprime, alejándolos de condiciones de vida decentes. Desde esta perspectiva, se concluye que las acciones especificadas recorren un camino que implica una práctica en la política de reducción de daños, dentro de los principios de la atención de la justicia a considerar a la gente en las calles dentro de su realidad, por lo que la política pública debe consolidar prácticas de servicio y soporte, proporcionando alternativas que ayudan a la reestructuración social en un proceso que respeto a las diferentes subjetividades, la promoción de las personas con capacidad de reflexión social y política en la lucha por la autonomía y la garantía de sus derechos.
Descritores: Política Pública
Pessoas em Situação de Rua
Vulnerabilidade Social
Equidade
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  2 / 4797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039532
Autor: Bisol, Jairo.
Título: Uma gestão elegante / An elegant management
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(6):1991-1992, jun. 2019.
Idioma: pt.
Descritores: Política de Saúde
Programas Nacionais de Saúde
-Política Pública
Brasil
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 4797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055734
Autor: Reis, Eduardo Silva; Arriaga, Patrícia Paula Lourenço e; Postolache, Octavian Adrian.
Título: Fear or Humour in anti-smoking campaigns? Impact on perceived effectiveness and support for tobacco control Policies / Medo ou Humor em campanhas antitabágicas? O impacto na perceção de eficácia e apoio a políticas antitabágicas
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(12):4727-4738, dez. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Several anti-smoking campaigns have been used for decades to reduce smoking consumption. However, so far, there is no consensus regarding the effectiveness of inducing distinct emotions in reducing smoke consumption. This study tested the effects of two types of anti-smoking ads, inducing fear or humor, on emotions, perceived effectiveness, support for tobacco control policies, urges to smoke, and susceptibility to smoke. Participants (N = 108; 54 smokers) of both genders were randomly assigned to one of the two following emotion ads condition: fear (N = 52) or humor (N = 56). During exposure, the continuous flow of their emotions by self-report and physiologically was collected. Measures of ads impact on emotions, perceived effectiveness, urges and susceptibility to smoking, and support for tobacco policies were applied after exposure. The results have shown that fear ads were perceived as more effective and reduced the urges to smoke in smokers. Non-smokers were more supportive of tobacco control policies. In conclusion, this study showed that fear campaigns can reduce the urge to smoke among smokers and are perceived to be more effective. This perceived effectiveness can be partially explained by feelings of fear, regardless the other emotions it also triggers, and of the smoking status.

Resumo Várias campanhas antitabágicas são usadas para reduzir o consumo de tabaco. No entanto, até ao momento não existe um consenso sobre a eficácia da indução de emoções específicas nestas campanhas. Este estudo testou os efeitos de dois tipos de campanhas antitabágicas, induzindo Medo ou Humor, nas emoções, na perceção de eficácia das campanhas, no apoio a políticas antitabágicas, no desejo de fumar, e na suscetibilidade para fumar. Os participantes (N = 108; 54 fumadores), de ambos os sexos, foram aleatoriamente distribuídos para uma das seguintes campanhas indutoras de emoções: medo (N = 52) ou humor (N = 56). Durante a exposição, registou-se o fluxo contínuo das emoções autorreportadas e as respostas fisiológicas. Após a exposição avaliou-se o impacto das campanhas nas emoções, na perceção de eficácia, nas políticas antitabágicas, no desejo e na suscetibilidade para fumar. Os resultados evidenciaram que as campanhas indutoras de medo foram percecionadas como mais eficazes e reduziram o desejo de fumar em fumadores. Políticas antitabágicas foram mais apoiadas por não fumadores. Futuramente deverá considerar-se que induzir diferentes emoções em campanhas antitabágicas pode ter efeitos distintos a nível afetivo e cognitivo, com possível relevância para a mudança comportamental.
Descritores: Senso de Humor e Humor como Assunto/psicologia
Publicidade/métodos
Medo/psicologia
Prevenção do Hábito de Fumar/métodos
Fumantes/psicologia
-Política Pública
Emoções
não Fumantes/psicologia
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 4797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1119398
Autor: Rangel, Thiago Fernando,; Diniz-Filho, José Alexandre Felizola,; Toscano, Cristiana M,.
Título: Modelando a expansão espacial e temporal da COVID-19 em Goiás: lições para subsidiar políticas públicas / Modeling spatial and temporal expansion of COVID-19 in Goias State: lessons for advising health policies
Fonte: Rev. eletrônica enferm;22:1-3, 2020.
Idioma: en; pt.
Descritores: Política Pública
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Distribuição Temporal
Análise Espacial
Betacoronavirus
-Pandemias
Política de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN


  5 / 4797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135777
Autor: Vale, Aléxa Rodrigues do; Vecchia, Marcelo Dalla.
Título: Sobreviver nas ruas: percursos de resistência à negação do direito à saúde / Sobrevivir en las calles: resistencias a la negación del derecho a la salud / Surviving on the streets: paths of resistance to the denial of health rights
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e45235, 2020.
Idioma: pt.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Resumo: RESUMO. Contextos de exclusão conformam ciclos de marginalização de grupos populacionais, como a população em situação de rua (PSR). Nesse contexto violações de direitos humanos são recorrentes, em especial a dificuldade de acesso à saúde. A efetivação das políticas para a PSR nas cidades brasileiras ainda é escassa, por sua restrição a cidades de médio e grande porte e ao parco investimento público. Dessa forma, o estudo tem por objetivo investigar os percursos de cuidado à saúde da PSR em um município de pequeno porte. Foram realizadas observações de campo e entrevistas semiestruturadas para identificação e compreensão dos recursos acionados nas trajetórias de cuidado à saúde, que foram analisadas a partir da análise de conteúdo temática. Ressaltaram-se as diversas estratégias desenvolvidas pelo público diante da negação do direito à saúde e ao autocuidado. Destacam-se entre os resultados a precariedade de ofertas ao cuidado da saúde da mulher, a restrição do cuidado em saúde ao uso de substâncias psicoativas, de cunho medicalizante e centrado no paradigma da abstinência. Observou-se a importância da moradia para o cuidado integral, e das redes sociais e comunitárias como forma de restabelecimento da saúde nas ruas.

RESUMEN. Los contextos de exclusión conforman ciclos de marginación de grupos poblacionales, como la población en situación de calle (PSC). En este contexto, violaciones de derechos humanos son recurrentes, en especial la dificultad de acceso a la salud. La efectividad de las políticas para la PSC en las ciudades brasileñas sigue siendo escasa, por su restricción a ciudades de mediano y gran porte y a la poca inversión pública. Así, el estudio buscó investigar los recorridos de cuidado a la salud de la PSC en una ciudad de pequeño porte. Se realizaron observaciones de campo y entrevistas semiestructuradas para identificación y comprensión de los recursos accionados en las trayectorias de cuidado de la salud, que fueron analizadas a partir del análisis de contenido temático. Se resaltan las diversas estrategias desarrolladas por este público como forma de resistencia a la negación del derecho a la salud y autocuidado. Se destacan la precariedad de ofertas al cuidado de la salud de la mujer, la restricción del cuidado en salud al uso de sustancias psicoactivas, de cuño de medicalización y centrado en el paradigma de la abstinencia. Se observaron la importancia de la vivienda para el cuidado integral, y de las redes sociales y comunitarias como forma de restablecimiento de la salud en las calles.

ABSTRACT. Exclusion contexts constitute cycles of marginalization of population groups, such as the homeless people (HP). In this context, human rights violations are recurrent, especially related to the difficulty of access to health services. The effectiveness of the policies for HP in Brazilian cities is still scarce, due to its restriction to medium and large cities and the limited public investment. Thus, the study sought to investigate HP health care paths in a small city. Field observations and semi-structured interviews were carried out to identify and understand the resources used in health care trajectories, which were analyzed based on thematic content analysis. Several strategies developed by the public in the face of the denial to the health rights and self-care are highlighted. Among the results, the precariousness of offers to women's health care, the restriction of health care to the use of psychoactive substances, of medicalizing nature and centered on the abstinence paradigm were stood out. It was observed the importance of housing for comprehensive care, and social and community networks as a way of restoring health on the streets.
Descritores: Pessoas em Situação de Rua/psicologia
Direitos Humanos/psicologia
-Política Pública
Autocuidado/psicologia
Apoio Social
Terapêutica/psicologia
Violência/psicologia
Direitos da Mulher
Redes Comunitárias
Assistência à Saúde
Populações Vulneráveis/psicologia
Alcoolismo/psicologia
Assistência à Saúde Mental
Usuários de Drogas/psicologia
Marginalização Social/psicologia
Direito à Saúde/psicologia
Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Estudo Observacional
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  6 / 4797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135778
Autor: Malfrán, Yarlenis Ileinis Mestre; Oliveira, João Manuel de.
Título: Unidade e coesão nacionais: limites da cidadania para as pessoas trans* em cuba / Unidad y cohesión nacionales: los límites de la ciudadanía para personas trans* en cuba / National unity and cohesion: limitations of citizenship for trans* persons in cuba
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e46605, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO A retórica da unidade nacional como base para a construção de uma nova sociedade é uma das inspirações na implementação de políticas no contexto cubano atual. A exemplo disso, a Estratégia Nacional de Atenção a pessoas transexuais, em Cuba, almeja a integração social das pessoas trans*, recorrendo a narrativas de unidade e coesão nacionais. Este trabalho reflete criticamente sobre os limites das políticas públicas e o modo como determinadas retóricas colocam em causa a sua universalidade. Para tal baseamo-nos em contribuições dos estudos culturais, estudos feministas e debates acerca da democracia radical e plural. Nas conclusões apontamos alternativas ao discurso da integração das pessoas trans*, em Cuba, pela via da unidade e coesão nacionais. Dentre as alternativas consideramos que um distanciamento face a concepções que pensem as diferenças apenas em termos de relações de subordinação e antagonismo, assim como uma aposta no caráter provisório das políticas, a sua possibilidade de criar alianças, de ser mobilizadas pelas paixões, poderiam contribuir significativamente para incrementar a cidadania de pessoas trans* no contexto cubano.

RESUMEN. La retórica de la unidad nacional como base para la construcción de una nueva sociedad es una de las inspiraciones para la implementación de políticas en el contexto cubano actual. Como ejemplo de eso, la Estrategia Nacional de Atención a personas transexuales en Cuba aspira a la integración social de las personas trans*, recurriendo a narrativas de unidad y cohesión nacionales. Este estudio reflexiona críticamente sobre los límites de las políticas públicas y el modo en que determinadas retóricas cuestionan su universalidad. Para ello nos basamos en contribuciones de los estudios culturales, estudios feministas y debates acerca de la democracia radical y plural. En las conclusiones apuntamos alternativas al discurso de la integración de las personas trans* en Cuba por la vía de la unidad y cohesión nacionales. Entre las alternativas consideramos que un distanciamiento frente a concepciones que piensan las diferencias solo en términos de relaciones de subordinación y antagonismo, así como una apuesta en el carácter provisional de las políticas, su posibilidad de crear alianzas, de ser movilizadas por las pasiones, podrían contribuir significativamente para incrementar la ciudadanía de personas trans * en el contexto cubano.

ABSTRACT. The rhetoric of national unity as the basis for building a new society is one of the inspirations in the implementation of policies in the current Cuban context. As an example, the National Strategy for the Care of Transgender People in Cuba aims at the social integration of trans* people, using narratives of national and unity cohesion. This work reflects critically on the limits of public policies and on how certain rhetoric calls into question their universality. To this end, we take into consideration some contributions from cultural and feminist studies and debates about radical and plural democracy. In the conclusions, we point out alternatives to the discourse on the integration of trans* people in Cuba through national unity and cohesion. Among the alternatives we take a distance from conceptions that think of differences only in terms of subordination and antagonism relations as well as based on the provisional nature of policies, their possibility of creating alliances, to be mobilized by the passions, seem more feasible to contribute significantly to improve the citizenship of trans * people in the Cuban context.
Descritores: Transexualidade/psicologia
Coesão Social/políticas
Universalização da Saúde
-Política
Política Pública
Casamento/psicologia
Sexualidade/psicologia
Sexologia
Diversidade de Gênero
Identidade de Gênero
Integração Social
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  7 / 4797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055821
Autor: Constantino, Viviane Macedo; Fregonesi, Brisa Maria; Tonani, Karina Aparecida de Abreu; Zagui, Guilherme Sgobbi; Toninato, Ana Paula Contiero; Nonose, Eliana Roldão dos Santos; Fabriz, Luciana Aparecida; Segura-Muñoz, Susana Inés.
Título: Estoque e descarte de medicamentos no domicílio: uma revisão sistemática / Storage and disposal of pharmaceuticals at home: a systematic review
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(2):585-594, Feb. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este estudo teve como objetivo analisar a evidência científica nacional e internacional existente sobre o motivo do estoque e a forma de descarte dos medicamentos no domicílio. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura de 2001 a 2016 nas bases de dados PubMed, Lilacs e Elsevier's Scopus Database, utilizando os seguintes unitermos: "Disposal of medicines in household", "Disposal of expired drugs", "Residential expired drugs", "Management of expired medications in household". Foram selecionados 33 estudos originais após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão. Os estudos analisados demonstraram que os principais motivos de estoque no domicílio foram: automedicação; guarda para uso futuro e sobras de tratamentos anteriores. E quanto ao descarte dos medicamentos, prevalecem práticas inadequadas, como descarte no lixo comum e na rede de esgoto. Alguns países têm adotado programas de orientação sobre o armazenamento e o descarte correto, no entanto, foi apenas encontrado um estudo que descreve um programa nacional gratuito, para orientar essas práticas. A partir das evidências cientificas verificou-se a importância do incentivo para a elaboração e a implementação de políticas públicas voltadas para o uso e descarte adequado de medicamentos no domicílio.

Abstract This study's objective was to analyze Brazilian and international scientific evidence on the reasons people store medication at home and the disposal methods used. This systematic literature review includes studies published from 2001 to 2016 and indexed in PubMed, Lilacs and Elsevier's Scopus Database, using the following key words: Disposal of medicines in household, Disposal of drugs expired, Residential expired drugs, Management of expired medications in household. Thirty-three studies were selected after applying inclusion and exclusion criteria. The studies reveal that the main reasons people keep a stock of medicines at home include the possibility of future use, leftovers from previous treatments, and self-medication. Inappropriate disposal methods prevail, such as throwing medicines in the household trash or flushing them into the sewer. Some countries have adopted programs to educate on proper storage and disposal of medicines, though only one study describes a national program guiding these practices that is free of charge. Evidence shows there is a need to implement public policies intended to provide guidance on the proper storage and disposal of medicines at home.
Descritores: Preparações Farmacêuticas
Eliminação de Resíduos/métodos
Armazenamento de Medicamentos/métodos
-Política Pública
Brasil
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 4797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-655304
Autor: Aragão, Ana Karla Ramalho de; Sousa, Adelaine; Silva, Katyane; Vieira, Sandra; Colares, Viviane.
Título: Acessibilidade da Criança e do Adolescente com Deficiência na Atenção Básica de Saúde Bucal no Serviço Público: Estudo Piloto / Accessibility of Disabled Children and Adolescents to Basic Oral Health Attention at the Public Health system – A Pilot Study
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;11(02):159-164, 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Verificar a confiabilidade e reprodutibilidade do instrumento de pesquisa e avaliar o acesso de crianças e adolescentes com deficiência ao serviço público de saúde bucal. Método: Participaram deste estudo piloto 67 responsáveis de crianças e adolescentes com deficiência física, mental, auditiva ou visual, cadastrados no Programa de Saúde da Família da cidade de Recife. Realizou-se uma pesquisa quantitativa do tipo observacional descritiva. Para tanto, aplicou-se um formulário que possibilitou a identificação e caracterização da população, além do levantamento de dados referentes ao acesso aos serviços básicos de saúde bucal. Os dados foram analisados através de estatística descritiva. Resultados: Constatou-se que o percentual de concordância para cada questão variou de 69,0% a 94,1% e os valores de kappa ariaram de 0,44 a 0,88. Verificou-se um baixo nível de escolaridade, como também de renda da maioria dos responsáveis. Percebeu-se que 50,7% havia procurado o atendimento na Unidade de Saúde da Família para seus filhos e, destes, apenas 50% recebeu atendimento. Foi observado que os principais motivos de não ter conseguido atendimento foram a indisponibilidade de vagas e a falta adaptação do profissional para atender pessoas com necessidades especiais. Em relação aos que não procuraram atendimento para seus filhos grande parte julgou melhor levar a outro serviço público, enquanto uma parcela considerável não achou necessária a busca pelo atendimento. Conclusão: A confiabilidade e a reprodutibilidade do instrumento de pesquisa foram satisfatórias. Entre os haviam procurado o serviço de saúde bucal da Unidade do Programa de Saúde da Família para seus filhos, a metade afirmou não ter conseguido o atendimento, citando como principal motivo a indisponibilidade de vaga.

Objective: To verify the reliability and reproducibility of the research instrument and to evaluate the access of disabled children and adolescents to the public oral health service. Method: Sixty-seven parents/caregivers of children and adolescents with physical, mental, auditory or visual disabilities enrolled at the Family Health Program of the city of Recife participated in this study. A quantitative descriptive observational study design was used. For such purpose, a form was applied to the participants to identify and characterize the population as well as to retrieve data referring to access to public oral health service. Data were analyzed by descriptive statistics. Results:The percentage of agreement for each question ranged from 69.0% to 94.1% and the Kappa values ranged from 0.44 to 0.88. The majority of the parents/caregivers had low education level and income. As much as 50.7% of them had sought treatment for their children at the Family Health Program Unit but only 50% of them actually received treatment. The main reasons for not receiving treatment were the unavailability of vacancies and lack of preparation of the professionals to treat special needs patients. Great part of those that did not seek treatment for their children at the Family Health Program Unit preferred to take them to another public service, while a considerable part of the studied population did not find necessary to seek treatment. Conclusion: The reliability and reproducibility of the research instrument were satisfactory. Half of the individuals that had thought the Family Health Program Unit's oral health service for their children affirmed not to have received treatment, and mentioned the lack of vacancies as the main reason.
Descritores: Acesso aos Serviços de Saúde
Pessoas com Deficiência
Política Pública
Saúde Bucal
Saúde Pública
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  9 / 4797 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1101066
Autor: Aquino, Estela M. L; Silveira, Ismael Henrique; Pescarini, Julia Moreira; Aquino, Rosana; Souza-Filho, Jaime Almeida de.
Título: Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil / Social distancing measures to control the COVID-19 pandemic: potential impacts and challenges in Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(supl.1):2423-2446, Mar. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A pandemia de COVID-19 tem desafiado pesquisadores e gestores a encontrar medidas de saúde pública que evitem o colapso dos sistemas de saúde e reduzam os óbitos. Esta revisão narrativa buscou sistematizar as evidências sobre o impacto das medidas de distanciamento social na epidemia de COVID-19 e discutir sua implementação no Brasil. Foram triados artigos sobre o efeito do distanciamento social na COVID-19 no PubMed, medRXiv e bioRvix, e analisados atos do poder público nos níveis federal e estadual para sumarizar as estratégias implementadas no Brasil. Os achados sugerem que o distanciamento social adotado por população é efetivo, especialmente quando combinado ao isolamento de casos e à quarentena dos contatos. Recomenda-se a implementação de medidas de distanciamento social e de políticas de proteção social para garantir a sustentabilidade dessas medidas. Para o controle da COVID-19 no Brasil, é imprescindível que essas medidas estejam aliadas ao fortalecimento do sistema de vigilância nos três níveis do SUS, que inclui a avaliação e uso de indicadores adicionais para monitorar a evolução da pandemia e o efeito das medidas de controle, a ampliação da capacidade de testagem, e divulgação ampla e transparente das notificações e de testagem desagregadas.

Abstract The COVID-19 pandemic has challenged researchers and policy makers to identify public safety measures forpreventing the collapse of healthcare systems and reducingdeaths. This narrative review summarizes the available evidence on the impact of social distancing measures on the epidemic and discusses the implementation of these measures in Brazil. Articles on the effect of social distancing on COVID-19 were selected from the PubMed, medRXiv and bioRvix databases. Federal and state legislation was analyzed to summarize the strategies implemented in Brazil. Social distancing measures adopted by the population appear effective, particularly when implemented in conjunction with the isolation of cases and quarantining of contacts. Therefore, social distancing measures, and social protection policies to guarantee the sustainability of these measures, should be implemented. To control COVID-19 in Brazil, it is also crucial that epidemiological monitoring is strengthened at all three levels of the Brazilian National Health System (SUS). This includes evaluating and usingsupplementary indicators to monitor the progression of the pandemic and the effect of the control measures, increasing testing capacity, and making disaggregated notificationsand testing resultstransparentand broadly available.
Descritores: Espaço Pessoal
Pneumonia Viral/prevenção & controle
Pneumonia Viral/epidemiologia
Infecções por Coronavirus/diagnóstico
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Infecções por Coronavirus/transmissão
Pandemias/prevenção & controle
Betacoronavirus
-Pneumonia Viral/transmissão
Política Pública
Isolamento Social
Brasil/epidemiologia
Controle de Doenças Transmissíveis
Saúde Global/estatística & dados numéricos
Infecções por Coronavirus
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Técnicas de Laboratório Clínico/estatística & dados numéricos
Assistência à Saúde
Regulamentação Governamental
Fortalecimento Institucional
Monitoramento Epidemiológico
Comportamento de Massa
Modelos Teóricos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 4797 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-742080
Autor: Sakata, Karen Namie; Egry, Emiko Yoshikawa; Narchi, Nádia Zanon.
Título: The Brazilian policy for reduction of accidents and violence aligns with international perspectives? / La política brasileña para la reducción de accidentes y violencia se alinea con las perspectivas internacionales? / A política brasileira de redução de acidentes e violência se alinha às perspectivas internacionais?
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;48(spe2):197-203, 12/2014. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: The study analyzed The Brazilian Policy for Reduction of Morbidity and Mortality from Accidents and Violence, in the socio-political perspective. We used as a base the chapter “Violence: a global public health problem” from the World Report on Violence and Health. The analysis revealed convergent and divergent elements of the Brazilian Policy in comparison with the international perspectives. We verified that the Brazilian Policy tried to converge to the international policies, however: it emphasizes the health promotion actions, but are limited to the context and behavior of individuals and individual communities; the performance of health professionals is expected without providing more structural investments, as the improvement in work conditions, the increase of financial and material resources; there are few clear definitions of the government and economical sector responsibilities.

Se analizó la Política Brasileña para la Reducción la Mortalidad y Morbilidad por Accidentes y Violencia (PNRMAV), a partir de los referenciales de análisis de políticas públicas. Se ha tomado en base al capítulo "La violencia: un problema mundial de salud pública" del Informe Mundial sobre la Violencia y la Salud. El análisis reveló elementos de convergencia y divergencia de perspectivas internacionales PNRMAV. Se encontró que la PNRMAV converge a la política internacional, sin embargo: Se hace hincapié en las acciones de promoción de la salud, pero se limitan al contexto más individual y de comportamiento de las personas y de las comunidades; Se espera el desempeño de los trabajadores de salud, sin proporcionar las inversiones más estructurales, como la mejora de las condiciones de trabajo, aumento de los recursos financieros y materiales; hay pocas definiciones claras de las responsabilidades del gobierno y el sector económico.

Analisou-se a Política Nacional de Redução da Morbimortalidade por Acidentes e Violência (PNRMAV) a partir de referenciais de análise de políticas públicas. Tomou-se por base o capítulo “Violência: um problema global de saúde pública”, do Informe Mundial sobre Violência e Saúde. A análise revelou elementos de convergência e divergência da PNRMAV às perspectivas internacionais. Verificou-se que a PNRMAV buscou convergir às políticas internacionais, entretanto ela enfatiza as ações de promoção da saúde, mas são limitadas ao contexto e comportamento dos indivíduos e das comunidades individual. Espera-se o desempenho dos profissionais de saúde, todavia sem fornecer mais investimentos estruturais, como a melhoria das condições de trabalho, o aumento dos recursos financeiros e materiais. Há poucas definições claras das responsabilidades do governo e do setor econômico.
Descritores: Política Pública
Violência
Política de Saúde
-Estudo de Avaliação
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta



página 1 de 480 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde