Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.655.500.608.400 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 7596 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 760 ir para página                         

  1 / 7596 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-1103720
Autor: Jiménez Milián, Martha; Pérez Rodríguez, Lino; Secada Cárdenas, Eneyda; Delgado Ramos, Zeliezki; Bolaños Ruiz, Fernando; Gómez Rondón, Jorge Luis.
Título: Martí y Fidel. Artífices de la Salud Pública cubana y la continuidad en el séptimo Congreso del Partido Comunista de Cuba / Martí and Fidel. Makers of the Cuban Public health and the continuity in the Seventh Congress of the Partido Comunista de Cuba
Fonte: Rev. medica electron;40(6):2225-2242, nov.-dic. 2018.
Idioma: es.
Resumo: A partir del 1ro. de enero de 1959 el gobierno revolucionario se dedicó a resolver los principales problemas de la salud, tanto urbano como rural en correspondencia con el programa del Moncada, hasta crear el Sistema Nacional de Salud y acometer su gradual perfeccionamiento al que Fidel dedicó gran parte de su tiempo y se logró alcanzar indicadores de países del primer mundo e incluso superarlos, inspirado en el legado martiano. El objetivo de este trabajo es destacar la continuidad del pensamiento de José Martí y de Fidel Castro a la salubridad Pública cubana, teniendo en cuenta un reto esencial que expresó Raúl, en el Informe Central del Séptimo Congreso del Partido: seguir mejorando los indicadores de salud del pueblo, la calidad de los servicios y en ello, la satisfacción de los cubanos y lograr un sistema más sostenible que siga tributando al desarrollo de la Salud Pública cubana (AU).

Since January 1st, 1959, the Revolutionary government started to solve the main rural and urban health problems in our country as it was stated in the Moncada Program and get its gradual development to which Fidel dedicated most of his time. Having reached the standards of the First world countries inspired in Martí´s Legacy, the goal of the present work is to outstand the continuity of José Martí and Fidel Castro´s thoughts about the Cuban Public Healt considering an essential challenge expressed by Raul in the Congress Seventh of the Communist Party: to improve the health standards of our people, the service quality, the Cuban people´s satisfaction and to achieve a sustainable health system that continues enhancing the development of the Cuban Public Health (AU).
Descritores: Políticas de Controle Social
Saúde Pública
Salubridade Ambiental
Política de Saúde
-História da Medicina
Limites: Humanos
Masculino
História do Século XX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: CU424.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas


  2 / 7596 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-1094212
Autor: Reyes B, Humberto.
Título: Artículos de Revisión / Review Articles
Fonte: Rev. méd. Chile;148(1):103-108, Jan. 2020.
Idioma: es.
Resumo: This paper summarizes the main features of review articles in medical topics. Articles can be classified as narrative reviews, systematic reviews or meta-analysis. Narrative reviews are appropriate to update etiology, pathophysiology or clinical aspects of diseases, and advances in basic and preclinical sciences. In systematic reviews the authors define its purpose, limit its scope, describe the literature search, define the inclusion and exclusion criteria adopted to select primary studies, and the criteria applied to assess the quality of their results and conclusions. Meta-analysis are quantitative, statistically analysed systematic reviews that consider mainly primary studies conducted prospectively with simultaneous randomized controls, pooling the data obtained from each of these primary studies in order to get a single estimate of effect. Systematic analysis and meta-analysis are important to evaluate new diagnostic and therapeutic tools, and they are most relevant to evidence-based medicine, mainly for the design of clinical guidelines and the adoption of new health care policies. Review articles published in Revista Médica de Chile were compared in one or two-year periods separated by ten years in between: in the "2001 period" 26 reviews were all narrative; in the "2010 period" 30 reviews were narrative and another 4 were systematic reviews; in the "2019 period" 14 reviews were narrative and another 7 were systematic reviews. No meta-analysis had been published in these periods, in this journal. Meta-analysis including primary studies performed in Chile by Chilean investigators have been published in English language in other medical journals. The educational and professional role of review articles is recognised, with a word of caution on a strict adherence to ethical rules adopted by scientific and clinical publications, mainly with respect to authorship and potential conflicts of interest.
Descritores: Autoria
Medicina Baseada em Evidências
-Chile
Política de Saúde
Idioma
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  3 / 7596 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1151984
Autor: Guerra da Silva Cabral, Maria Eduarda; Guimarães, Maria Beatriz; Carvalho Sousa, Islândia.
Título: Usuários de práticas corporais: qualidade de vida e motivos de procura pelas práticas integrativas e complementares / Users of bodily practices: quality of life and reasons for seeking integrative and complementary practices
Fonte: In: Sousa, Islândia Carvalho; Guimarães, Maria Beatriz; Gallego Pérez, Daniel F. Experiências e reflexões sobre medicinas tradicionais, complementares e integrativas em sistemas de saúde nas Américas / Experiencias y reflexiones sobre medicinas tradicionales, complementarias e integradoras en los sistemas de salud de las Américas. Recife, Fiocruz/PE;ObservaPICS, 2021. p.146-146, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um estudo exploratório e analítico de abordagem quantitativa, realizado no Serviço Integrado de Saúde (SIS), no período de junho a novembro de 2014. O SIS é um serviço público de saúde que funciona como Unidade de Referência em Práticas Integrativas e Complementares, como Programa de Extensão da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e como Núcleo Comunitário de Cultura, Comunicação e Saúde, uma parceria entre UFPE e a Secretaria Municipal de Saúde do Recife. Foi implantado no início de 2013 e é referência em Práticas Integrativas para a rede de saúde do município de Recife-PE, principalmente para as Unidades de Saúde da Família. O serviço conta com aproximadamente 23 profissionais de diversas áreas: Terapia Comunitária, Tai Chi Chuan, Lian Gong, Automassagem, Aromoterapia, Flexibilidade, Bioenergética, Yoga, Biodança, Dança Circular, Psicomotricidade Relacional para jovens, Constelação Familiar e Arte Terapia para mulheres; Terapias individuais (Nutrição em alimentação saudável, Auriculoacupuntura, Osteopatia e Terapia do crânio­sacral) e outros programas terapêuticos (Programa Saúde da Coluna, Programa Saúde da Voz e Programa de Arte Terapia para problemas de obesidade).
Descritores: Qualidade de Vida
Ioga
Tai Ji
-Terapias Complementares
Brasil
Política de Saúde
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 7596 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-709038
Autor: Esmeral, Miguel.
Título: ¿Reforma a la salud? / Quality in surgery: what makes the country's best surgeon?
Fonte: Rev. colomb. cir;29(1):5-6, ene.-mar. 2014.
Idioma: es.
Descritores: Política de Saúde
-Cuidados Médicos
Sistemas Nacionais de Saúde
Responsável: CO113


  5 / 7596 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1129093
Autor: Sánchez M, Paulina.
Título: Primera infancia y discapacidad en Chile: revisión y enfoque actual a los programas de gobierno / Early childhood and disability in Chile: review and current approach to government programs
Fonte: Rev. Méd. Clín. Condes;26(4):520-526, jul. 2015.
Idioma: es.
Resumo: En el presente artículo se realiza una revisión acerca de la Primera Infancia en situación de discapacidad en Chile, se abordarán los programas de gobierno que existen, su actual enfoque y se analizará si las soluciones que ofrecen son pertinentes y eficientes para este importante grupo de niños y niñas. El trabajo toma como marco de referencia la Convención sobre los Derechos del Niño y la Convención sobre los Derechos de las Personas en Situación de Discapacidad, con el fin de evaluar el estado de los derechos de estos niños y si los programas de gobierno garantizan lo convenido en ambas convenciones.

In this article we review the current Chilean government programs about early childhood with disability. The current focus of these programs will be addressed in order to analyze whether the solutions they provide are relevant and efficient for this significant group of children. This article takes as a reference the Convention on the Rights of the Child and the Convention on the Rights of Persons with disability, to assess the state of the rights of these children and whether government programs guarantee what is enshrined in both conventions.
Descritores: Crianças com Deficiência/legislação & jurisprudência
Crianças com Deficiência/reabilitação
Crianças com Deficiência/estatística & dados numéricos
Programas Nacionais de Saúde
-Defesa da Criança e do Adolescente
Chile
Serviços de Proteção Infantil
Programas Governamentais
Política de Saúde
Limites: Humanos
Pré-Escolar
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 7596 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1100986
Autor: Massuda, Adriano.
Título: Mudanças no financiamento da Atenção Primária à Saúde no Sistema de Saúde Brasileiro: avanço ou retrocesso? / Primary health care financing changes in the Brazilian Health System: advance ou setback?
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(4):1181-1188, abr. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Em 2019, o governo brasileiro lançou uma nova política para a Atenção Primária à Saúde (APS) no Sistema Único de Saúde (SUS). Chamada de "Previne Brasil", a política modificou o financiamento da APS para municípios. No lugar de habitantes e de equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF), as transferências intergovernamentais passaram a ser calculadas a partir do número de pessoas cadastradas em serviços de APS e de resultados alcançados sobre um grupo selecionado de indicadores. As mudanças terão um conjunto de impactos para o SUS e para a saúde da população que precisaram ser identificados e monitorados. Neste artigo, discute-se os possíveis efeitos da nova política a partir de uma breve análise de contexto sobre tendências globais de financiamento de sistemas de saúde e de remuneração por serviços de saúde, bem como dos avanços, desafios e ameaças à APS e ao SUS. Com base na análise realizada, entende-se que a nova política parece ter objetivo restritivo, que deve limitar a universalidade, aumentar as distorções no financiamento e induzir a focalização de ações da APS no SUS, contribuindo para a reversão de conquistas históricas na redução das desigualdades na saúde no Brasil.

Abstract In 2019, the Brazilian government launched a new Primary Health Care (PHC) policy for the Unified Health System (SUS). Called "PrevineBrasil", the policy changed the PHC funding for municipalities. Instead of inhabitants and Family Health Strategy (ESF) teams, intergovernmental transfers are calculated from the number of people registered in PHC services and the results achieved in a selected group of indicators. The changes will have a set of impacts for the SUS and the health of the population, which must be observed and monitored. In this paper, possible effects of the new policy are discussed from a brief context analysis of global trends in health systems financing and health services' remuneration models, as well as on the advances, challenges, and threats to PHC and the SUS. Based on the analysis, the new policy seems to have a restrictive purpose, which should limit universality, increase distortions in financing and induce the focus of PHC actions on the SUS, contributing to the reversal of historic achievements in reducing health inequalities in Brazil.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/economia
Financiamento da Assistência à Saúde
Programas Nacionais de Saúde/economia
-Atenção Primária à Saúde/estatística & dados numéricos
Reembolso de Incentivo/economia
Brasil
Capitação
Saúde da Família
Gastos em Saúde
Reforma dos Serviços de Saúde/economia
Disparidades em Assistência à Saúde/economia
Implementação de Plano de Saúde/economia
Política de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 7596 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1150179
Autor: Valadez-Blanco, Octavio; Morales-Zaragoza, Nora A; González-García, Dulce N.
Título: Catalizando cambios sociales y bioculturales sobre el cáncer. Diseño de acciones transdisciplinarias contra la pandemia / Catalyzing biocultural and social changes about cancer. Design of transdisciplinary actions against the pandemic
Fonte: Rev. salud pública;22(3):e403, May-June 2020. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN Objetivo Diseñar y analizar una experiencia de formación y organización transdisciplinaria sobre el cáncer, en la que expertos de múltiples disciplinas y actores con diferentes horizontes convergen en un diagnóstico y un panorama de intervención en múltiples escalas. Método Se diseñó e implementó un diplomado de 140 horas con más de 60 ponentes y 50 actores relevantes en torno al cáncer. Se llevó a cabo un taller transversal de 20 horas, usando como mediación las metodologías del diseño para la transición, que proponen estrategias para la construcción de diagnósticos e intervenciones en problemáticas complejas y conflictivas. Resultados Se logró construir un mapa de actores, preocupaciones, conflictos, causas-raíces, escenarios ideales y modelos potenciales de intervención con base en un trabajo colegiado. Se generaron recursos visuales que funcionan como mapas y estructuras donde se ubican los factores bioculturales que facilitan o impiden la efectiva implementación de estrategias de intervención. Las infografías y tablas funcionaron como mediaciones transdisciplinarias en tanto que posibilitaron que el espacio político (múltiples actores) fuera también un espacio pedagógico (múltiples epistemologías) situado en un contexto económico y ecológico concreto (interdependencia material de actores y ambientes). Conclusión Con la metodología del diseño para la transición se logró catalizar un trabajo transdisciplinario entre expertos y actores sociales en torno al cáncer. A través de las mediaciones visuales como mapas, infografías y tablas, se logró sintetizar y usar un diagnóstico compartido y avanzar así en intervenciones más incluyentes que reconozcan la complejidad biocultural de esta pandemia.(AU)

ABSTRACT Objective Design and analyze a transdisciplinary training and organization experience on cancer, where experts from multiple disciplines and actors with different horizons converge on a diagnosis and intervention horizon on multiple scales. Method A 140-hour diploma course with more than 60 speakers and 50 relevant actors around cancer was designed and implemented. A 20-hour transversal workshop was developed, using the Design for Transition methods as mediation of collaborative strategies for the construction of diagnoses and interventions in complex and conflict situations. Results It was possible to build a series of maps with a common view of stakeholders, concerns, conflicts, root causes, ideal scenarios and potential models of intervention, based on diverse participant's input. The visual resources generated were able to function as guides and structures that made possible the identification of biocultural factors that facilitate or impede implementation of strategies and interventions. Infographic material functioned as transdisciplinary mediations that enabled a diverse political (multiple-actors) and pedagogical (multiple-epistemologies) space to act upon an economic and ecological context (material interdependence of actors and environments). Conclusion The Design for Transition methodology catalized transdisciplinary work by enabling cancer experts and social actors interactions. Through visual mediations such as maps, infographics and tables, it was possible to synthesize and use a shared diagnosis and thus advance towards more inclusive interventions that recognize the biocultural complexity of this pandemic.(AU)
Descritores: Educação em Saúde
Pandemias
Política de Saúde
Promoção da Saúde
Neoplasias/epidemiologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 7596 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177615
Autor: Pinto, Nicanor Rodrigues da Silva.
Título: A (re)construção do SUS no município de São Paulo (SP): uma avaliação sobre a incorporação da integralidade na política municipal de saúde / The reconstruction of the SUS into the County of São Paul (SP): an appraisal above the embodies from integralidade on policy municipal of health.
Fonte: São Paulo; s.n; 2009. 180 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Antecedentes. Alguns princípios e diretrizes organizativas do Sistema Único de Saúde (SUS) têm sido mais freqüentemente avaliados como a descentralização da gestão, a participação e controle sociais e a extensão de cobertura. A integralidade da atenção à saúde se destaca como um de seus princípios pouco estudado, particularmente no que se refere à sua dimensão sistêmica como a incorporação desse princípio na política e na gestão da saúde no âmbito municipal. Objetivo. Esta pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de avaliar se e como a integralidade na assistência à saúde foi incorporada nas políticas de saúde priorizadas e implementadas no processo de (re)construção do SUS no Município de São Paulo (SP), no período de 2001 a 2008. Métodos. A estratégia metodológica utilizada foi a do estudo de caso, utilizando-se como dados e informações coletadas junto a distintas fontes de evidência: (a) atores sociais privilegiados, envolvidos no processo de gestão (informantes-chaves), por meio de entrevistas; (b) documentos de gestão (leis, decretos, portarias, normas técnicas, relatórios de gestão, atas de reunião); e (c) observação participante, desenvolvida em espaços institucionais e instâncias político-administrativas do SUS no município. A análise da incorporação da integralidade da assistência à saúde foi realizada prioritariamente nas dimensões da política de saúde e da gestão do sistema de saúde. Resultados. São apresentados três artigos formatados com recortes temáticos dos resultados da pesquisa e que pudessem ter consistência e densidade suficientes para serem submetidos a periódicos do campo da Saúde Pública/Coletiva. Os artigos elaborados são: (1) Política de saúde e gestão no processo de (re)construção do SUS em município de grande porte: um estudo de caso de São Paulo, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.25, 2009 (No prelo); (2) O desafio da direção única no Sistema Único de Saúde (SUS) em município de grande porte: o caso de São Paulo, Brasil. Saúde e Sociedade, São Paulo (encaminhado não avaliado); e (3) AMA (assistência médica ambulatorial): uma inovação assistencial ou uma estratégia para limpar filas de portas de prontos-socorros? (formatado visando a revista Physis ainda não encaminhado). Considerações finais. Espera-se que os resultados e sua divulgação possam contribuir para a análise crítica do SUS no Município de São Paulo e outros município de grande porte, bem como com a identificação de elementos de reflexão, de temas para novas pesquisas, ou fornecer subsídios para a (re)formulação teórico-conceituais sobre política e gestão de sistemas de saúde e o fortalecimento do SUS.

Background. Some principles and organizational guidelines of the Brazilian National Health System (SUS) have been evaluated more frequently such as decentralization of management, the participation and social control and the span of coverage. The integrality of attention to health is one of the issues less analyzed, especially in terms of systemic dimension as the incorporation of such principle in the policy and management in the city scope. Objective. This research was carried out aiming at evaluating if and how the global approach of health care was incorporated in prioritized health policies and executed in the process of (re)construction of the SUS in the City of São Paulo (SP), between 2001 and 2008. Methods. The research was performed by utilizing the methodological strategy of case study derived from the following different sources of evidence: (a) social and institutional actors as privileged performers involved in management process (key-informers) by means of interviews; (b) management documents and papers (laws, decrees, plans, technical specifications, management reports, minutes of meetings); (c) active observation, developed in health services and political administrative areas of the SUS in the city. The analysis of the incorporation of the global approach of health care was made mainly under the aspects of health policy and health system management. Results. Three articles comprising theme excerpts of the research results which can have enough reliability and concentration to be submitted to journals in the field of Public Health. The articles written are: (1) Health policy and management in the (re)construction process of the Brazilian National Health System (SUS) in a large municipality: a case study of São Paulo city, Brazil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.25, 2009 (in priting); (2) The challenge of the unified health services management in the Brazilian National Health System (SUS) in a large municipality: the case of São Paulo, Brazil. Saúde e Sociedade, São Paulo (submitted not evaluated); (3) AMA (ambulatorial health care): an innovation in health care or a strategy to empty lines at hospital gates? (written for the magazine Physis not submitted). Final Considerations. It is expected that these results and their presentation may contribute to a significant analysis of SUS in the São Paulo city and other large municipalities, as well as identifying the elements of consideration, of subjects for new researches or provide subsidies for the theoretical and conceptual (re)organization on the policy and management of health systems and the strengthening of SUS.
Descritores: Administração em Saúde Pública
Sistema Único de Saúde/organização & administração
Gestão em Saúde
Política de Saúde
Serviços de Saúde
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  9 / 7596 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Machado, Jorge Mesquita Huet
Texto completo
Id: biblio-890155
Autor: Franco Netto, Guilherme; Villardi, Juliana Wotzasek Rulli; Machado, Jorge Mesquita Huet; Souza, Maria do Socorro de; Brito, Ivo Ferreira; Santorum, Juliana Acosta; Ocké-Reis, Carlos Octávio; Fenner, André Luiz Dutra.
Título: Vigilância em Saúde brasileira: reflexões e contribuição ao debate da 1a Conferência Nacional de Vigilância em Saúde / Brazilian Health Surveillance: reflections and contribution to the debate of the First National Conference on Health Surveillance
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(10):3137-3148, Out. 2017. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Trata-se de pesquisa sobre os desafios da Vigilância em Saúde, considerando suas teorias e práticas. Procedeu-se ampla revisão da literatura internacional e nacional, e de documentos institucionais; alguns dos autores participaram na formulação do documento orientador elaborado pela Comissão de Formulação e Relatoria da 1a Conferência Nacional de Vigilância em Saúde. A complexidade da realidade brasileira impõe que a Vigilância em Saúde se oriente de forma universal, integrada, participativa e territorial, tendo como protagonistas a sociedade e os trabalhadores do SUS. Discute a necessidade de conceber um sistema de vigilância estruturado a partir das dinâmicas de produção, consumo e formas de viver das comunidades. A Política Nacional de Vigilância em Saúde deve incorporar, em seu núcleo central, as categorias e os valores da determinação social da saúde, da responsabilidade do Estado na regulação sanitária, da integralidade, do território, da participação da sociedade e do direito à informação.

Abstract This is a research on the challenges of Health Surveillance, considering its theories and practices. We performed a comprehensive review of international and national literature and institutional documents. Some of the authors also participated in the formulation of the guideline document prepared by the Formulation and Reporting Committee of the First National Conference on Health Surveillance. The complex Brazilian reality imposes that Health Surveillance be guided in a universal, integrated, participatory and territorial manner, where society and SUS workers play a leading role. It points out the need to design a structured surveillance system based on the dynamics of production, consumption and ways of living of the communities. The National Health Surveillance Policy should harbor in its core the categories and values of health social determination, the State's health regulatory responsibility, integrality, territory, participation of society and right to information.
Descritores: Vigilância da População
Saúde Pública
Política de Saúde
Programas Nacionais de Saúde/organização & administração
-Brasil
Determinantes Sociais da Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 7596 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890167
Autor: Silveira, Missifany; Fenner, André Luiz Dutra.
Título: Avaliação de Impactos à Saúde (AIS): análises e desafios para a Vigilância em Saúde do Brasil / Health Impact Assessment (HIA): analyses and challenges to Brazilian Health Surveillance
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(10):3205-3214, Out. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente artigo tem como objetivo discutir sobre a Avaliação de Impacto à Saúde (AIS), apontando as principais iniciativas do setor saúde, desafios e perspectivas para a sua aplicação no Brasil. A AIS é uma metodologia preconizada pela OMS já bastante difundida em diversos países, mas com poucas iniciativas no Brasil. As questões de saúde no âmbito dos grandes empreendimentos no país são comumente realizadas de forma pontual nos processos de licenciamento ambiental, diferentemente da AIS que traz uma abordagem integrada, com a participação dos atores sociais no território desde o início do projeto. Trata-se de uma pesquisa de natureza analítica e exploratória. Para tanto, realizou-se uma revisão sistemática sobre o tema, bem como o levantamento de documentos governamentais das principais iniciativas já realizadas pelo Ministério da Saúde, no âmbito da Vigilância em Saúde Ambiental, nos processos de licenciamento de empreendimentos. Buscou-se analisar os principais marcos conceituais, apontando possibilidades para sua aplicação no Brasil, assim como novas perspectivas para atuação do campo da Vigilância em Saúde nessa temática, permitindo que a variável saúde seja avaliada durante as diferentes intervenções de uma política, programa ou projeto.

Abstract This study aims to discuss the Health Impact Assessment (HIA), pointing out the main initiatives of the health sector, challenges and perspectives for its implementation in Brazil. HIA is a methodology recommended by the WHO and is widely used in several countries, but with few initiatives in Brazil. Health issues in the context of large projects are commonly conducted on a timely basis within the environmental licensing processes, unlike HIA, which proposes an integrated approach, with the involvement of social stakeholders in the territory since the beginning of the project. This is an analytical and exploratory research and, thus, a systematic review on the subject was carried out, as well as a survey of government documents on the main initiatives already conducted by the Ministry of Health within Environmental Health Surveillance in the environmental licensing processes of large projects. We sought to analyze the main conceptual frameworks, pointing out possibilities for their implementation in Brazil, as well as new perspectives for Health Surveillance in this area, allowing the health variable to be evaluated during several interventions of a policy, program or project.
Descritores: Vigilância da População
Saúde Ambiental
Avaliação do Impacto na Saúde/métodos
-Brasil
Política de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 760 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde