Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.880.604.473.850 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 777 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 78 ir para página                         

  1 / 777 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177749
Autor: Meque, Etelvina Alexandre Caetano.
Título: A violência doméstica contra mulher e o atendimento jurídico na cidade de Maputo - Mocambique / Domestic violence against women and legal services in Maputo - Mozambique.
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. 181 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: A violência doméstica contra as mulheres apresenta-se, na atualidade, como relevante questão social e problema de saúde pública que afeta a maioria dos países. Portanto, não está mais restrita a países considerados do terceiro mundo e tende a ampliarse e a se generalizar. Em Moçambique pouco se investigou sobre a importância e papel das Delegacias de Mulheres no processo de implementação da Lei 29/2009 sobre Violência Doméstica contra a Mulher. Objetivo: Conhecer como profissionais de Delegacias de Mulheres acolhem e encaminham aos Tribunais os casos de violência doméstica; como interpretam o texto da lei, seu alcance, limitação e desafios na defesa dos direitos das mulheres vivendo em situação de violência na cidade de Maputo. Metodologia: Trata-se de pesquisa de natureza qualitativa, na qual foram realizadas entrevistas com 21 profissionais, operadores de Delegacias da cidade de Maputo Moçambique, que autorizaram a entrevista, segundo Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Resultados e Discussão: Os entrevistados apresentaram, em seus relatos, grande identificação com o tipo de trabalho exercido, considerando as Delegacias como espaços significativos para o reconhecimento da cidadania das mulheres, assim como um campo de atuação políticojurídica em defesa dos direitos das mesmas via atuação na implementação da Lei 29/2009. Reconhecem a relevância da Lei, tendo em vista a significativa expressão da violência como prática naturalizada, na sociedade moçambicana, pela cristalização de valores tradicionais do poder masculino sobre as mulheres, secundados por diferentes práticas culturais. Tais entrevistados Identificam alcances, mas igualmente limites no processo de implementação da mesma, destacando a importância de sua maior divulgação em todas as regiões do país, quer urbanas, sobretudo nas periferias, assim como zonas rurais. Destacam, igualmente, a necessidade de maior capacitação dos próprios agentes do setor jurídico, considerando a multiplicidade de aspectos envolvidos na prática cotidiana dos serviços, notadamente nas delegacias, em relação à aplicação e ampliação do alcance da Lei. Considerações Finais: As tradicionais práticas culturais vigentes na sociedade moçambicana apresentaram-se como aspecto limitante para a implementação da Lei, assim como a remissão das penas, prevista na Lei, que, impossibilita a punição do agressor, em termos de detenção, uma vez que substitui a mesma por prestação de serviços à comunidade, pagamento de cestabásica e/ou multas, tendo em vista, sobretudo, sua estreita relação com o artigo 37 sobre a salvaguarda da família. Diante disso, foram sugeridas, para maior alcance e efetividade na aplicação da Lei, modalidades como o trabalho reflexivo com grupos de homens, com o objetivo de desconstrução dos tradicionais valores sobre masculinidade vigentes nas relações entre homens e mulheres nessa sociedade, que mantém tanto a desigualdade quanto a iniquidade de gênero, pela permanência de tradicionais valores culturais, a exemplo do lobolo e da poligamia.

Introduction: Domestic violence against women is presented, today, as a relevant social issue and a public health problem that affects most countries. Therefore, it is no longer restricted to countries considered third world and tends to extend up and to generalize. In Mozambique little investigated on the importance and role of Police Stations for Women in Law 29/2009 implementation process on Domestic Violence against Women. Objective: To learn as Women Police Stations professionals welcome and refer to the courts cases of domestic violence; they interpret the text of the law, their scope, limitations and challenges in defending the rights of women living in situations of violence in the city of Maputo. Methodology: This is qualitative research, in which interviews were conducted with 21 professionals, operators delegacies of Maputo - Mozambique, which authorized the interview, according Term of Consent. Results and Discussion: respondents had in their accounts, great identification with the kind of exercised work, considering the police stations as significant spaces recognition of citizenship of women, as well as a political-legal field of action in defense of the rights of same via actions in the implementation of Law 29/2009. Recognize the relevance of Law, with a view to significant expression of violence as a naturalized practice in Mozambican society, the crystallization of traditional values of male power over women, seconded by different cultural practices. These respondents identified scope, but also limits the implementation of the same process, highlighting the importance of its dissemination in all regions of the country or urban areas, especially in the suburbs, and rural areas. Emphasize also the need for greater training of the agents of the legal sector, considering the multiplicity of aspects involved in the daily practice of services, particularly in police stations, in relation to the implementation and expansion of the scope of Law. Conclusions: Traditional cultural practices existing in Mozambican society is presented as a limiting aspect to the implementation of the Law, and the remission of penalties provided for in the law that prevents the punishment of the offender in terms of detention, as it replaces the same for service the community, payment basket of food staples and / or fines, with a view, above all, its close relationship with Article 37 on the "protection of the family." Thus, were suggested for greater reach and effectiveness in the application of the law, modalities such as reflective work with groups of men, in order to deconstruct the traditional values of prevailing masculinity in relationships between men and women in this society that keeps both inequality as gender inequity, the permanence of traditional cultural values, such as lobolo and polygamy.
Descritores: Valores Sociais
Direitos da Mulher
Violência Doméstica
Violência contra a Mulher
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  2 / 777 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1059081
Autor: Motta, Filipe; Campos, Bárbara Lopes.
Título: Estado de bem-estar social e políticas públicas para mulheres nos países nórdicos e na América Latina: Da sociedade civil à institucionalização / Welfare state and public policies for women in nordic countries and Latin America: From civil society to institutionalization / Estado de bienestar social y políticas públicas para mujeres en países nórdicos y América Latina: De la sociedad civil a la institucionalización
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(33):158-179, set.-dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A proposta deste trabalho é fazer um comparativo entre processos de construção de políticas para as mulheres no Estado de bem-estar social-democrata dos países nórdicos com alguns desenvolvidos por partidos de esquerda na América Latina, principalmente a partir da chamada onda rosa, com a entrada de governos progressistas na região. Para tal, primeiramente faremos uma breve apresentação de tipologias de análise sobre igualdade de gênero na discussão sobre políticas públicas e feminismo. Depois, faremos a exposição da construção dos regimes de Bem-estar social nos países do Norte, dando enfoque em como essas políticas se desenvolvem nos países nórdicos. Por fim, trabalharemos o caso sul-americano. Como veremos, tanto o caso europeu quanto o sul-americano reforçam a importância da mobilização da sociedade civil e da sua interação com o Estado para implementação das ações que reverberam em políticas públicas voltadas para as mulheres. Porém, observamos que as agendas políticas não coincidem e, enquanto nos países nórdicos o sistema social-democrata permitiu a construção de regimes gender egalitarians, a onda rosa latino-americana estimulou a criação de mecanismos institucionais de mulheres que buscaram promover a institucionalização de políticas voltadas para os direitos das mulheres.

Abstract The aim of this paper is to compare the processes of policy-making for women in the welfare state of the Nordic countries with some experiences developed by left-wing parties in Latin America, mainly from the so-called pink wave, with the progressive governments in the region. To do so, we will first make a brief presentation on the typologies of analysis on gender equality in the discussion of public policies and feminism. Then we will present the construction of social welfare schemes in the countries of the North, focusing on how these policies are developed in the Nordic countries. Finally, we will work on the South American case. As we shall see, both the European and the South American case reinforce the importance of the mobilization of civil society and its interaction with the State to implement actions that reverberate in public policies for women. However, we note that the political agendas do not coincide and, while in the Nordic countries the social democratic system allowed the construction of gender egalitarian regimes, the Latin American pink wave stimulated the creation of institutional mechanisms for women that sought to promote the institutionalization of policies focused on women's rights.

Resumen El propósito de este documento es hacer una comparación entre los procesos de formulación de políticas para las mujeres en el Estado Nórdico Social y Bienestar Social con algunos desarrollados por partidos de izquierda en América Latina, principalmente de la llamada ola rosa, con gobiernos progresistas en la región. Con este fin, primero haremos una breve presentación sobre tipologías de análisis de igualdad de género en la discusión de políticas públicas y feminismo. Luego presentaremos la construcción de regímenes de bienestar social en los países del norte, centrándonos en cómo se desarrollan estas políticas en los países nórdicos. Finalmente, trabajaremos en el caso sudamericano. Como veremos, los casos europeos y sudamericanos refuerzan la importancia de movilizar a la sociedad civil e interactuar con el estado para implementar acciones que reverberen en las políticas públicas dirigidas a las mujeres. Sin embargo, observamos que las agendas políticas no coinciden y, mientras que en los países nórdicos el sistema socialdemocrata permitió la construcción de regímenes igualitarios de género, la ola rosa latinoamericana estimuló la creación de mecanismos institucionales de mujeres que buscaban promover la institucionalización de políticas enfocadas en los derechos de las mujeres.
Descritores: Política Pública
Seguridade Social
Direitos da Mulher
Feminismo
Ativismo Político
Igualdade de Gênero
-Países Escandinavos e Nórdicos
América do Sul
Estado
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  3 / 777 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-1004358
Autor: Osorio Abarzúa, Carlos G.
Título: Las primeras médicas de Chile y Latinoamérica: Eloísa Díaz Insunza y Ernestina Pérez Barahona / The first chilean female doctors: Eloísa Díaz Insunza and Ernestina Pérez Barahona
Fonte: Rev. méd. Chile;147(3):367-371, mar. 2019. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Dr. Eloísa Díaz Insunza (1866-1950) was the first woman to become a doctor-surgeon in Chile and Latin America in 1887. Less known is her distinguished colleague, Dr. Ernestina Pérez Barahona (1865-1951), the second woman graduated in Chile as a physician, only seven days after Dr. Diaz. Dr. Diaz entered the School of Medicine of the University of Chile in 1881 and Dr. Pérez in 1883. However, both graduated from Bachelor of Medicine and Pharmacy in 1885 and received their degree in 1887. This paper highlights the extraordinary parallelism in their medical studies.
Descritores: Médicas/história
História da Medicina
-Direitos da Mulher/história
Chile
Limites: Humanos
Feminino
História do Século XIX
História do Século XX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Bibliografia
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  4 / 777 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-984202
Autor: Medrado, Benedito; Nascimento, Marcos; Lyra, Jorge.
Título: Os feminismos e os homens no contexto brasileiro: provocações a partir do encontro 13º Fórum Internacional AWID / Feminisms and men in the Brazilian context: provocations from the 13th AWID International Forum
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(2):603-608, Feb. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este texto apresenta algumas reflexões produzidas a partir do relato de experiência da participação dos autores no Fórum AWID (Associação para os Direitos das Mulheres e o Desenvolvimento, em sua sigla em inglês), ocorrido em setembro de 2016, no Brasil. A partir de exercício reflexivo, são apresentadas algumas questões sobre princípios e controvérsias no trabalho de pesquisa e ativismo sobre/com homens e feminismos, tendo por base a longa trajetória de trabalho sobre masculinidades e igualdade de gênero desses autores. A partir do campo de estudos e intervenções políticas sobre homens e masculinidades que tomam o feminismo como marco teórico e ético-político, discorre-se sobre a produção de masculinidades no projeto de transformação social feminista em contextos cada vez mais conservadores e marcados pelo machismo e patriarcado. Problematiza-se, ainda, como a hierarquia de gênero emerge com vigor no contexto político brasileiro contemporâneo, desde o processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff até a formulação de políticas atuais na área da educação e saúde.

Abstract This paper shows some reflections based on the authors' participation in the AWID (Association for Women's Rights in Development) Forum, which took place in Brazil, in September 2016. These reflections provide key issues about principles and controversies in the work of research and activism on/with men and feminisms, based on the long path of work on masculinities and gender equality of these authors. From the field studies and political interventions on men and masculinities that take feminism as a theoretical and ethical-political framework, we discuss the production of masculinities in the feminist social transformation in contexts that are increasingly conservative and marked by male chauvinism and patriarchy. We also discussed how gender hierarchy emerges vigorously in the contemporary Brazilian political context, from the impeachment process of former president Dilma Rousseff to the formulation ofcurrent education and health policies.
Descritores: Política
Direitos da Mulher
Feminismo
Masculinidade
-Brasil
Características da Família
Política de Saúde
Hierarquia Social
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 777 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1059086
Autor: Luna, Naara.
Título: O debate sobre aborto na câmara de deputados no Brasil entre 2015 e 2017: Agenda conservadora e resistência / El debate sobre el aborto en la Cámara de Diputados en Brasil entre 2015 y 2017: agenda conservadora y resistencia / The abortion debate at the Chamber of Deputies in Brazil, 2015 to 2017: conservative agenda and resistance
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(33):207-272, set.-dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo aborda o debate público sobre aborto no Brasil a partir de investigação documental realizada na Câmara de Deputados no Brasil nos anos de 2015 a 2017. Fez-se o levantamento de discursos e de proposições legislativas no portal da Câmara de Deputados. A pesquisa considera as posições acerca do aborto e o tipo de argumentação usada como fundamento. Também se examina o perfil dos deputados quanto a partido político e a pertencimento religioso. Foram identificados argumentos de caráter religioso, legal e científico ou naturalizante nos documentos analisados. Os principais tópicos de debate foram consequências da epidemia de Zika, além de duas ações no Supremo Tribunal Federal pleiteando a descriminalização do aborto, uma em caso de infecção por Zika, outra até a décima segunda semana de gestação. Constata-se o engajamento de atores religiosos, defensores do direito à vida, na restrição ao aborto legal.

Resumen El artículo aborda el debate público sobre el aborto en Brasil a partir de la investigación documental realizada en la Cámara de Diputados en Brasil de 2015 a 2017. Se realizó la encuesta de discursos y propuestas legislativas en el portal de la Cámara de Diputados. La investigación considera las posiciones sobre el aborto y el tipo de argumento utilizado como base. También examina el perfil de los diputados con respecto al partido político y la pertenencia religiosa. Se identificaron argumentos religiosos, legales y científicos o de naturalización en los documentos analizados. Los principales temas de debate fueron las consecuencias de la epidemia de Zika, así como dos acciones en la Corte Suprema Federal que pedían la despenalización del aborto en caso de infección por Zika, otra hasta la duodécima semana de embarazo. Existe la participación de actores religiosos, defensores del derecho a la vida, en la restricción del aborto legal.

Abstract This article will address public debate on abortion in Brazil, based on document research on the proceedings of Chamber of Deputies from 2015 to 2017. The research retrieved speeches and bills from the Chamber's web portal. I analyze stands regarding abortion and the type of arguments used as basis for the debate. I also examine representatives' profiles in terms of political party and religion. Different types or arguments were found: religious, legal, scientific or naturalizing. The main topics of debate were: consequences of Zika outbreak and two actions in Supreme Court, one claiming decriminalization in case of Zika, the other up to the 12th week pregnancy. Religious actors are the most engaged for right to life, trying to restrict legal abortion.
Descritores: Política
Aborto Induzido/legislação & jurisprudência
Aborto Legal/legislação & jurisprudência
Valor da Vida
Direitos Sexuais e Reprodutivos
Aborto
-Religião
Direitos da Mulher
Brasil
Saúde Pública
Zika virus
Legislação como Assunto
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  6 / 777 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1139635
Autor: Vacarezza, Nayla Luz.
Título: La mano que vota. Visualidad y afectos en un símbolo transnacional del movimiento por el derecho al aborto en el Cono Sur / A mão que vota. Visualidade e afetos em um símbolo transnacional do movimento pelo direito ao aborto no Cone Sul / The voting hand. Visuality and affect in a transnational symbol of abortion rights movement in Latin America´s Southern Cone
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(35):35-57, maio-ago. 2020. graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Este artículo presenta un estudio sobre el primer símbolo transnacional del movimiento por el derecho al aborto en el Cono Sur: la "mano que vota" a favor del aborto legal. El emblema surge en Uruguay a comienzos de la década del 2000. Alrededor de 2010, el símbolo viró al color verde y fue adoptado por la Campaña Nacional por el Derecho al Aborto Legal, Seguro y Gratuito en Argentina. A partir de 2015, la mano que vota también acompañó el proceso que llevó a la legalización del aborto en tres causales en Chile. El análisis focaliza sobre rol de los símbolos y de los afectos en el activismo por el derecho al aborto. La mano que vota fue central para la construcción de identidad colectiva y sintonía política del movimiento. También este emblema logró imantar esperanzas asociadas con la democracia y un profundo sentido de la obstinación política. Los resultados se basan en el trabajo con diversos archivos y en conversaciones con informantes clave de Argentina, Chile y Uruguay.

Resumo Este artigo apresenta um estudo sobre o primeiro símbolo transnacional do movimento pelo direito ao aborto no Cone Sul: a "mão que vota" a favor do aborto legal. O emblema surgiu no Uruguai no início dos anos 2000. Por volta de 2010, o símbolo ficou verde e foi adotado pela Campanha Nacional pelo Direito ao Aborto Legal, Seguro e Gratuito na Argentina. A partir de 2015, a mão que vota também acompanhou o processo que levou à legalização do aborto em três casos no Chile. A análise enfoca o papel dos símbolos e emoções no ativismo pelo direito ao aborto. A mão que vota foi fundamental para a construção da identidade coletiva e sintonia política do movimento. Este emblema também conseguiu magnetizar esperanças associadas à democracia e um profundo senso de obstinação política. Os resultados são baseados em investigação em vários arquivos e conversas com informantes-chave da Argentina, Chile e Uruguai.

Abstract This article presents a study on the first transnational symbol of the movement for abortion rights in Latin America's Southern Cone: the "voting hand" for legal abortion. The emblem emerged in Uruguay at the beginning of the 2000s. Around 2010, the symbol turned green and was adopted by the National Campaign for the Right to Legal, Safe and Free Abortion in Argentina. As of 2015, the voting hand also accompanied the process that led to the legalization of abortion on three cases in Chile. The analysis focuses on the role of symbols and affects in the activism for abortion rights. The voting hand was central for the construction of a collective identity and political sintony in the movement. This emblem also magnetized hopes associated with democracy and a deep sense of political willfulness. Results are based in documentary research in various archives and in conversations with key informants from Argentina, Chile and Uruguay.
Descritores: Identificação Social
Direitos da Mulher
Aborto Legal/legislação & jurisprudência
Feminismo
Direitos Sexuais e Reprodutivos
Ativismo Político
-Política
Mudança Social
América do Sul
Aborto Induzido/legislação & jurisprudência
Democracia
Políticas Públicas de Saúde
Direitos Humanos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  7 / 777 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135777
Autor: Vale, Aléxa Rodrigues do; Vecchia, Marcelo Dalla.
Título: Sobreviver nas ruas: percursos de resistência à negação do direito à saúde / Sobrevivir en las calles: resistencias a la negación del derecho a la salud / Surviving on the streets: paths of resistance to the denial of health rights
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e45235, 2020.
Idioma: pt.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Resumo: RESUMO. Contextos de exclusão conformam ciclos de marginalização de grupos populacionais, como a população em situação de rua (PSR). Nesse contexto violações de direitos humanos são recorrentes, em especial a dificuldade de acesso à saúde. A efetivação das políticas para a PSR nas cidades brasileiras ainda é escassa, por sua restrição a cidades de médio e grande porte e ao parco investimento público. Dessa forma, o estudo tem por objetivo investigar os percursos de cuidado à saúde da PSR em um município de pequeno porte. Foram realizadas observações de campo e entrevistas semiestruturadas para identificação e compreensão dos recursos acionados nas trajetórias de cuidado à saúde, que foram analisadas a partir da análise de conteúdo temática. Ressaltaram-se as diversas estratégias desenvolvidas pelo público diante da negação do direito à saúde e ao autocuidado. Destacam-se entre os resultados a precariedade de ofertas ao cuidado da saúde da mulher, a restrição do cuidado em saúde ao uso de substâncias psicoativas, de cunho medicalizante e centrado no paradigma da abstinência. Observou-se a importância da moradia para o cuidado integral, e das redes sociais e comunitárias como forma de restabelecimento da saúde nas ruas.

RESUMEN. Los contextos de exclusión conforman ciclos de marginación de grupos poblacionales, como la población en situación de calle (PSC). En este contexto, violaciones de derechos humanos son recurrentes, en especial la dificultad de acceso a la salud. La efectividad de las políticas para la PSC en las ciudades brasileñas sigue siendo escasa, por su restricción a ciudades de mediano y gran porte y a la poca inversión pública. Así, el estudio buscó investigar los recorridos de cuidado a la salud de la PSC en una ciudad de pequeño porte. Se realizaron observaciones de campo y entrevistas semiestructuradas para identificación y comprensión de los recursos accionados en las trayectorias de cuidado de la salud, que fueron analizadas a partir del análisis de contenido temático. Se resaltan las diversas estrategias desarrolladas por este público como forma de resistencia a la negación del derecho a la salud y autocuidado. Se destacan la precariedad de ofertas al cuidado de la salud de la mujer, la restricción del cuidado en salud al uso de sustancias psicoactivas, de cuño de medicalización y centrado en el paradigma de la abstinencia. Se observaron la importancia de la vivienda para el cuidado integral, y de las redes sociales y comunitarias como forma de restablecimiento de la salud en las calles.

ABSTRACT. Exclusion contexts constitute cycles of marginalization of population groups, such as the homeless people (HP). In this context, human rights violations are recurrent, especially related to the difficulty of access to health services. The effectiveness of the policies for HP in Brazilian cities is still scarce, due to its restriction to medium and large cities and the limited public investment. Thus, the study sought to investigate HP health care paths in a small city. Field observations and semi-structured interviews were carried out to identify and understand the resources used in health care trajectories, which were analyzed based on thematic content analysis. Several strategies developed by the public in the face of the denial to the health rights and self-care are highlighted. Among the results, the precariousness of offers to women's health care, the restriction of health care to the use of psychoactive substances, of medicalizing nature and centered on the abstinence paradigm were stood out. It was observed the importance of housing for comprehensive care, and social and community networks as a way of restoring health on the streets.
Descritores: Pessoas em Situação de Rua/psicologia
Direitos Humanos/psicologia
-Política Pública
Autocuidado/psicologia
Apoio Social
Terapêutica/psicologia
Violência/psicologia
Direitos da Mulher
Redes Comunitárias
Assistência à Saúde
Populações Vulneráveis/psicologia
Alcoolismo/psicologia
Assistência à Saúde Mental
Usuários de Drogas/psicologia
Marginalização Social/psicologia
Direito à Saúde/psicologia
Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Estudo Observacional
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  8 / 777 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-884000
Autor: Rosa, Josyandra Paula de Freitas; Oliveira, Manuella Missawa de; Oliveira Filho, Manoel Messias de; Fernandes, César Eduardo; Oliveira, Emerson.
Título: Violência sexual na região do ABC Paulista: retrato de 142 casos / Sexual violence in the ABC Paulista: portrait of 142 cases
Fonte: ABCS health sci;43(1):41-46, maio 18, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: O abuso sexual deixa sequelas graves, como limitações sociais. Objetivo: Descrever o perfil das vítimas de violência sexual atendidas em um serviço especializado, na cidade de Mauá, São Paulo, entre 2008 a 2009. MÉTODOS: Analisou-se 138 mulheres, assistidas em um Hospital Universitário. Estudo retrospectivo com levantamento de prontuários para coleta de dados. As variáveis estudadas foram: idade, etnia, relacionamento conjugal e sexual, hora da violência, número de agressores, busca por auxílio médico, uso de medicações e exames protocolares, comunicação por parte da vítima às autoridades competentes, uso de arma pelo agressor e número de gestações decorrentes. RESULTADOS: A média de idade foi de 22 anos. A maioria não possuía relação estável, tinha atividade sexual previamente à violência, etnia branca, procurou auxílio médico em até 72 horas após o ocorrido usou medicações protocolares. No período noturno ocorreram mais crimes e a violência nesse momento teve maior probabilidade de ser praticada por mais de um agressor. Apenas 26,7% pacientes reconheceram os agressores e somente 42,9% e 21,8% das mulheres fizeram boletim de ocorrência e exame de corpo de delito, respectivamente. Em 40,8% foi utilizado algum tipo de arma na abordagem ou durante o crime. Por fim, nenhuma das pacientes que fez contracepção de emergência engravidou. Somente quatro engravidaram em decorrência da agressão. CONCLUSÃO: A caracterização das pessoas que sofrem violência sexual é de extrema importância para a criação de estratégias de atendimento para a profilaxia de doenças sexualmente transmissíveis e seguimento ambulatorial até finalizar o tratamento, além de acompanhamento psicológico.

INTRODUCTION: Sexual abuse leaves severe sequels, such as social limitations. OBJECTIVE: To investigate aspects of sexual violence and the victims treated at a specialized service in the city of Mauá, São Paulo, between 2008 to 2009. METHODS: We analyzed 138 women, assisted at a University Hospital. Study is retrospective with survey of medical records for data collection. We studied: age, ethnicity, marital and sexual relationship, time of violence, number of aggressors, search for medical assistance, use of medications and protocol examinations, communication to the competent authorities, use of the weapon by the aggressor and number of resulting pregnancies. RESULTS: The mean age was 22 years. Most had no stable relationship, had sexual activity before the violence, were of white ethnicity, sought medical help within 72 hours after the event and used protocol medications. At night there were more crimes and violence at that time was more likely to be committed by more than one perpetrator. Only 26.7% of the patients acknowledged the perpetrators and only 42.9% and 21.8% of the women did report bullying and examination of the body of crime, respectively. In 40.8% some kind of weapon was used in the approach or during the crime. Finally, none of the patients who did emergency contraception became pregnant. CONCLUSION: The characterization of people who suffer sexual violence is of extreme importance for the creation of strategies for the care of prophylaxis of sexually transmitted diseases and outpatient follow-up until the end of treatment, as well as psychological counseling.
Descritores: Estupro/estatística & dados numéricos
Delitos Sexuais/estatística & dados numéricos
Violência contra a Mulher
-Direitos da Mulher/tendências
Direitos da Mulher
Serviços de Saúde da Mulher/tendências
Serviços de Saúde da Mulher
Epidemiologia Descritiva
Hospitais Universitários
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  9 / 777 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1145735
Autor: Alves, Valdecyr Herdy; Souza, Kleyde Ventura de; Carmo, Juliana Maria Almeida do; Moretto, Vírginia Leismann; Teixeira, Renata Cristina; Freitas, Waglânia de Mendonça Faustino e; Sousa, Elisanete de Lourdes Carvalho de.
Título: Enfermagem obstétrica e sua força de trabalho em tempos de Covid-19: relato de experiência das regiões do Brasil / Obstetric nursing and its work force in covid-19 pandemic: experience report from brazilian regions
Fonte: Enferm. foco (Brasília);11(2,n.esp):103-108, dez. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Descrever a experiência de trabalhadores/pesquisadores em realizar o Webinário: Enfermagem Obstétrica e sua força de trabalho em tempos de COVID -19: um retrato das ações no Brasil. Método: Relato de experiência sobre as reflexões a respeito da força de trabalho das Enfermeiras Obstétricas representadas pelas cinco regiões do Brasil no Webinário das ações da ABENFO nacional. Resultados: A experiencia demonstrou a força de trabalho de Enfermagem Obstétrica articulada aos direitos a saúde das mulheres em fase reprodutiva em tempos de COVID-19 a partir do pensamento crítico, a comunicação, a colaboração e a criatividade. Conclusão: É fundamental e necessária a interação, mediante o uso das tecnologias disponíveis, entre os profissionais da enfermagem obstétrica de todas as regiões do país, afim de compartilhar experiências e encontrar novas possibilidade para o cuidado de mulheres no ciclo gravídico puerperal neste momento de crise. (AU)

Objective: To describe experience of workers/researchers in performing the Webinar: Obstetric Nursing and its workforce in COVID-19 pandemic: a portrait of actions in Brazil. Method: Experience report on thereflections regarding the work force of Obstetric Nurses represented by five regions of Brazil in Webinar of the actions of the Brazilian Association of Obstetrics and Nurses Obstetricians. Results: The experience demonstrated the work force of Obstetric Nursing articulated to the women's health rights in reproductive phase in COVID-19 pandemic from critical thinking, communication, collaboration, and creativity. Conclusion: The need for interaction, through the use of available technologies, among obstetric nursing professionals from all regions of the country is fundamental, in order to share experiences and find new possibilities for the care of women in pregnancy and postpartum a tthis time of crisis. (AU)

Objetivo: Describir la experiencia de los trabajadores / investigadores en la realización del seminario web: Enfermería obstétrica y su fuerza laboral en tiempos de COVID -19: un retrato de las acciones en Brasil. Método: Informe de experiencia sobre las reflexiones acerca de la fuerza laboral de enfermeras obstétricas representadas por las cinco regiones de Brasil en el seminario web nacional de acciones ABENFO. Resultados: La experiencia demostró la fuerza laboral de Enfermería Obstétrica articulada a los derechos de salud de las mujeres en edad reproductiva en tiempos de COVID-19 desde el pensamiento crítico, la comunicación, la colaboración y la creatividad. Conclusión: Es fundamental y necesaria la interacción, a través del uso de las tecnologías disponibles, entre profesionales de enfermería obstétrica de todas las regiones del país, para compartir experiencias y encontrar nuevas posibilidades para el cuidado de las mujeres en el ciclo de embarazo puerperal en este momento de crisis. (AU)
Descritores: Enfermagem Obstétrica
-Direitos da Mulher
Infecções por Coronavirus
Pandemias
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  10 / 777 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-412722
Autor: Amaro Cano, María del Carmen.
Título: El enfoque de género de las iniquidades en salud desde el prisma de la Bioética / The gender approach of the health inequities from the Bioethics point of view
Fonte: Rev. cuba. enferm;21(1), ene.-abr. 2005.
Idioma: es.
Resumo: El trabajo hace un análisis de las iniquidades en salud vistas con un enfoque de género, desde el prisma de la Bioética, disciplina que establece un puente entre el hombre y su medio social y natural, a la luz de los valores morales. A partir de la definición de las iniquidades en salud y cómo ellas se reflejan en el caso de la mujer, se hace una exposición del tratamiento a la mujer a lo largo de la historia con énfasis en los aspectos relacionados con la salud sexual y reproductiva, desde la adolescencia y haciendo también alusión al abuso, el maltrato y la violencia, para concluir con el debate teórico acerca de los fundamentales principios éticos o de prima fascie, cuya violación afecta doblemente a la mujer(AU)

The work makes an analysis of the iniquities in health done with a gender focus, from the prism of the Bioética, it disciplines that it establishes a bridge between the man and its half social and natural one, by the light of the moral values. Starting from the definition of the iniquities in health and how they are reflected in the case of the woman, an exhibition is made from the treatment to the woman along the history with emphasis in the aspects related with the sexual and reproductive health, from the adolescence and also making allusion to the abuse, the abuse and the violence, to conclude with the theoretical debate about the fundamental ethical principles or of cousin fascie whose violation affects the woman doubly(AU)
Descritores: Preconceito/ética
Direitos da Mulher/métodos
Bioética
Disparidades nos Níveis de Saúde
Identidade de Gênero
-Fatores Socioeconômicos
Saúde Sexual e Reprodutiva
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional



página 1 de 78 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde