Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.880.604.583.090 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 55 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 55 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-886023
Autor: Emaldi Cirión, Aitziber.
Título: Implicaciones éticas y jurídicas de la maternidad subrogada: aproximación a una visión europea / Ethical and juridical implications relating to surrogate pregnancy: an overview from a european perspective / Implicações éticas e jurídicas da maternidade por substituição: aproximação de uma visão europeia
Fonte: Acta bioeth;23(2):227-235, jul. 2017.
Idioma: es.
Projeto: Departamento de Educación, Universidades e Investigación del Gobierno Vasco.
Resumo: Resumen: avances biotecnológicos son abrumadores y la realidad social cambia con ellos. En efecto, la nueva ley en España sobre los matrimonios homosexuales ha propiciado que parejas de mujeres y de hombres que se casan puedan procrear no solo mediante la adopción, sino también por la fecundación in vitro. Así, la gestación por sustitución se está convirtiendo en la vía preferente para que parejas heterosexuales u homosexuales con problemas específicos, parejas de hombres y para el varón sin pareja puedan tener descendencia. Esta situación crea múltiples conflictos éticos y jurídicos difíciles de resolver: filiación del menor, mercantilización de la mujer, instrumentalización y compraventa de niños, etc. En este artículo se analizarán los aspectos bioéticos en conflicto, sin olvidar la regulación jurídica que existe al respecto.

Abstract: We find ourselves in a time of far reaching biotechnological breakthroughs and alongside with this, society is also experiencing changes. In this sense, new regulations regarding homosexual marriage have opened an scenario where same sex couples of men or women, may "procreate", not only by means of adoption - not permitted for homosexual couples in many countries - but also through in vitro fertilization. For this reason, surrogate pregnancy is becoming the option of choice enabling heterosexual couples with specific problems, male couples, and males without a female partner to have a child. Indeed, as surrogate pregnancy techniques proliferates, ethical conflicts arise: the possibility of men to have their own children, problems relating filiation, instrumentalization of women and babies, legal solutions given by different European countries. In this article, both bioethical and legal issues regarding surrogate pregnancy will be analyse looking for the best interest of the minors.

Resumo: Os avanços biotecnológicos são avassaladores e a realidade social se transforma com eles. Com efeito, a nova lei espanhola sobre o casamento homossexual tem propiciado que casais de mulheres e de homens que se casam possam procriar não só através da adoção, mas também por fertilização in vitro. Assim, a gestação por substituição está se tornando a alternativa preferida para que casais heterossexuais ou homossexuais com problemas específicos, casais de homens e homens solteiros possam ter filhos. Esta situação cria vários conflitos éticos e jurídicos que são difíceis de resolver: filiação da criança, mercantilização da mulher, instrumentalização e compra e venda de crianças, etc. Este artigo irá analisar os aspectos bioéticos, sem esquecer a regulação jurídica a este respeito.
Descritores: Mães Substitutas/legislação & jurisprudência
Técnicas de Reprodução Assistida/legislação & jurisprudência
Técnicas de Reprodução Assistida/ética
Contratos/ética
-Europa (Continente)
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: CL58.1 - Biblioteca


  2 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: lil-361049
Autor: Abramson, Wendy B.
Título: Partnerships between the Public Sector and Non-governmental Organizations: contracting for primary health care services. A state of the practice paper.
Fonte: s.l; PAHO; Aug. 1999. 46 p. tab. (LAC-HSR. Health Sector Reform Initiative, 25).
Idioma: en.
Projeto: USAID. Partnerships for Health Reform.
Descritores: Comportamento Cooperativo
Contratos
Organizações
Assistência à Saúde
Setor Público
-Colômbia
Costa Rica
Guatemala
Negociação
Peru
República Dominicana
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, U.S. Gov't, Non-P.H.S.
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3774.00


  3 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1048278
Autor: Quintanilla Ramírez, Augusto Nefftaly.
Título: Análisis de convenios, contratos y acuerdos del Centro de Investigaciones y Estudios de la Salud (CIES-UNAN Managua), período 2006-2018 / Analysis of agreements, contracts and agreements of the Center for Health Research and Studies (CIES-UNAN Managua), period 2006-2018.
Fonte: Managua; s.n; sept. 2019. 57 p. ilus, tab.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Nacional Autónoma de Nicaragua. Centro de Investigaciones y Estudios de la Salud. Escuela de Salud Pública de Nicaragua para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Estudio descriptivo. El presente análisis recayó sobre ciento cincuenta y cuatro documentos, entre convenios, contratos y acuerdos del CIES-UNAN Managua, con tres ejes descriptores; el proceso de firma de los mismos, el aspecto técnico y el administrativo. Se contó con la autorización de las autoridades del CIES UNAN-Managua para la realización de este estudio. La confianza en la Institución CIES, reflejada en su prestigio a través de los Graduados y de las iniciativas que, para responder a las necesidades de los Sistemas de Salud de Nicaragua y la Región, ha lanzado con otros socios a través de su historia. Esto a través de las características institucionales que define para el CIES la Ley 103, reforma de la ley 89, la cual faculta a esta firma de Convenio de forma directa por el CIES-UNAN Managua. Más recientemente, a partir de la segunda década del siglo XXI, la UNAN Managua ha venido centralizando esta facultad, lo cual ha constituido una fortaleza para el CIES-UNAN Managua al ser incorporado en las estrategias de desarrollo institucionales de esta Alma Máter. El CIES tiene asociados en todas partes del mundo priorizando la educación y la salud, relacionándose por igual con ONGs, instituciones públicas, organismos internacionales, instituciones privadas entre otras, abiertas a colaborar por medio de la firma de convenios para el logro de sus objetivos en beneficio de la población
Descritores: Convênios
Contratos
Acordos de Cooperação para a Formação de Recursos Humanos
-Organização e Administração
Epidemiologia Descritiva
Educação Superior
Administração em Saúde
Responsável: NI15.1 - CEDOC - Centro de Documentación e Información


  4 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-959576
Autor: Ferrante, Alfredo.
Título: Responsabilidad civil médica y contrato de seguro: sobre las cláusulas de delimitación temporal / Medical liability and insurance contract: about claims made clause
Fonte: Rev. chil. radiol;24(2):48-54, jul. 2018.
Idioma: es.
Resumo: Resumen: El presente artículo tiene por objeto dar a conocer un particular tipo de cláusula que puede encontrarse en las pólizas de seguro por actividades profesionales: la cláusula de delimitación temporal llamada claims made. Ésta presenta múltiples problemáticas desde el punto de vista jurídico, que tienen directa incidencia en el ámbito práctico de la responsabilidad médica. Una de ellas, se produce en aquellos casos en que los siniestros no reciben cobertura de la compañía, aun estando vigente y debidamente pagada la póliza por el asegurado, debiendo asumirse el pago de la indemnización por el propio médico frente a la víctima.

Abstract: The purpose of this paper is to present a particular type of clause that can be found in an insurance contract related to professional activities: the claims made clause. This clause presents multiple legal problems which have a direct impact on the practical application in the medical liability. One of these occurs in cases where the damage is not covered by the insurance company even if the policy has been properly paid by the insured, and the compensation must be paid by the doctor to the victim.
Descritores: Responsabilidade Legal
Contratos
Seguro Saúde/legislação & jurisprudência
-Chile
Responsabilidade Civil
Compensação e Reparação
Seguro de Responsabilidade Civil
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL30.1 - Biblioteca


  5 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-714019
Autor: Silva, Vanessa Costa e.
Título: Terceiro setor e parcerias na saúde: as Organizações Sociais como possibilidades e limites na gerência da Estratégia Saúde da Família / And third sector partnerships in health: Social Organizations as possibilities and limitations in the management of the Family Health Strategy.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2014. 148 p. ilus, mapas, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Oswaldo Cruz . Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A reforma administrativa de cunho gerencialista que ocorreu no Brasil na década de 1990 instituiu o modelo de Organizações Sociais (OS) para a gestão das atividades pertencentes ao espaço público não estatal, onde foi incluída a prestação de serviços de saúde no âmbito do SUS. Esse modelo foi concebido como uma alternativa à constante baixa capacidade de desempenho da gestão pública, e cuja principal causa seria o excessivo controle dos procedimentos e a reduzida autonomia técnico-administrativa, próprios do modelo burocrático e das normas que regem a administração direta. A partir de 2009, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS) repassou a gerência da Estratégia Saúde da Família (ESF) para Organizações Sociais de Saúde, mediante contratos de gestão que discriminam objetivos e metas a serem alcançados na prestação de serviços. Analisou-se tal experiência à luz do sistema de governança adotado pelo município e de aspectos do desempenho da Estratégia Saúde da Família com o objetivo de identificar limites e possibilidades desse modelo como alternativa organizacional no SUS. Realizou-se o estudo de caso por meio de entrevistas com informantes-chave, análise documental e de indicadores do Sistema de Informação da Atenção Básica. Elaborou-se um plano de análise do sistema de governança, a partir da contribuição de autores que desenvolveram estudos críticos sobre as teorias subjacentes ao modelo de OS. (...) A SMS considera as OS como uma ferramenta administrativa para agilizar a aquisição de bens e serviços e a provisão de profissionais de saúde, e estabelece uma relação com essas entidades mais próxima da subordinação e mais afastada da parceria e da cooperação, o que limitaria o desenvolvimento de inovações gerenciais que poderiam ser introduzidas pela adoção da lógica contratual e da institucionalização da avaliação de resultados. O estudo sugere que o modelo de OS ainda é frágil como alternativa organizacional no SUS, porque o Estado não possui a capacidade regulatória necessária, o que inclui debilidades nas tecnologias de monitoramento das atividades prestadas e dificultam a avaliação do desempenho dos serviços. A capacidade regulatória impediria que as organizações executoras dos serviços transferissem - em nome da racionalidade do custo/efetividade - a racionalidade própria do mercado para os serviços públicos de saúde. A gestão dos serviços de saúde é uma prática complexa em função da amplitude do campo e da necessidade de conciliar interesses individuais, corporativos e coletivos nem sempre convergentes. O desafio seria aprender com as diversas experiências e identificar oportunidades que ampliem a capacidade dos governos de implementação das políticas públicas como estratégia de promoção da justiça social.

The administrative reform of managerial nature that occurred in Brazil in the 90s established the model of Social Organizations (SO) for the management of the activities belonging to the “non-state public space”, where the provision of health services was included in the Unified Health System (UHS). This model was designed as an alternative to the constant poor performance of public administration, and the main cause would be the excessive procedures control and the reduced technical and administrative autonomy, part of the bureaucratic model and the rules governing the direct administration. From 2009, the Municipal Health Secretariat of Rio de Janeiro (MHS) transferred the management of the Family Health Strategy (FHS) to Social Health Care Organizations through management contracts that discriminate objectives and targets to be achieved in the service. This experience was analyzed in the light of the governance system adopted by the municipality and performance aspects of the Family Health Strategy in order to identify the limits and possibilities of this model as an organizational alternative in UHS. A case study was conducted through interviews with key informants, documental analysis and indicators of the Information System of Primary Care. An analysis plan of the governance system was developed, based on contributions from authors who have developed critical studies on the underlying SO model theories. (...) (...) MHS sees SO as an administrative tool to accelerate the procurement of goods and services and the provision of health care professionals, and establishes a relationship with these entities that is closer to subordination than to partnership and cooperation. This would limit the managerial innovations development that could be introduced by the adoption of contractual logic and institutionalization of results evaluation. The study suggests that SO model is still fragile as an organizational alternative to SUS, because the state lacks the necessary regulatory capacity, including weaknesses in technologies for monitoring activities, and difficult the services performance evaluation. The regulatory capacity would prevent the organizations executing the services to transfer - in the name of cost/effectiveness rationality - the market rationality to the public health services. The management of health services is a complex practice due to the breadth of the field and the need to reconcile individual, corporate and collective interests that do not always converge. The challenge would be to learn from many experiences and identify opportunities to enhance the capacity of governments to implement public policies as a strategy to promote social justice.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/organização & administração
Contratos
Gestão em Saúde
Modernização do Setor Público
Organização Social
Saúde da Família
-Administração Pública
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; T362.12, S586t


  6 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1000099
Autor: Zatti, Cleonice; Neves, Juliana; Bridi, Kelen Patrícia Bürke; Calegaro, Vitor Crestani; Freitas, Lucia Helena Machado; Semensato, Márcia.
Título: O término de tratamento em psicoterapia psicanalítica / The termination of treatment in psychoanalytic psychotherapy
Fonte: Rev. Bras. Psicoter. (Online);20(1):49-59, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo descreve algumas considerações a respeito do processo de término em psicoterapia psicanalítica, encontradas na literatura. O objetivo é discorrer sobre aspectos e recomendações que caracterizam a fase final do tratamento, considerando que a mesma é percebida de forma singular pela dupla: terapeutapaciente. Alguns autores destacam a capacidade do ego do paciente, o alcance de objetivos determinados na terapia, a superação de ansiedades e inibições, entre outros, como indicadores para a conclusão do tratamento. Tais critérios e demais questionamentos serão descritos ao longo deste estudo, contemplando principalmente o fechamento integral do processo, observando brevemente alguns aspectos relacionados às interrupções. O fim da terapêutica desperta, tanto em quem se trata quanto nos profissionais, angústias primitivas que devem ser elaboradas por ambos, portanto, reconhecidas e trabalhadas ao máximo durante o tratamento.(Aut)

This article compiles some considerations about the end of the process in psychoanalytic psychotherapy, found in the literature. The objective is to discuss aspects and recommendations that characterize the final phase of the treatment considering that it is perceived in a unique way by each of the dual therapist / patient. Some authors emphasize the capacity of the ego, the achievement of determined goals, the overcoming of anxieties and inhibitions, among others, as indicators for the conclusion of this modality of psychological care. These criteria and other questions will be better described throughout this study, contemplating the complete closure, that is, without stopping the interruptions. The end of the therapy awakens, both in those who are treated and in the professionals, primitive anxieties that must be elaborated by both, therefore, recognized and worked to the maximum during the treatment.(aut)
Descritores: Psicanálise
Psicoterapia
-Contratos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR556.1 - Biblioteca Centro de Estudos Luis Guedes


  7 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-991969
Autor: Ocké-Reis, Carlos Octávio; Cardoso, Simone de Souza.
Título: Uma Descrição do comportamento dos preços dos planos de assistência à saúde - 2001-2005 / Texto para Discussão (TD) 1232: Uma descrição do comportamento dos preços dos planos de assistência à saúde - 2001-2005.
Fonte: Rio de Janeiro; IPEA; 2006. 40 p. graf, map. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: Realiza uma investigação exploratória sobre a evolução dos preços dos planos de assitência à saúde, no período entre maio de 2001 e abril de 2005, a partir dos índices de preços do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), da Fundação Instituto de Pesquisa Econômicas (FIPE) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e da base de dados do Ipeadata. A partir de 2001, compara esses índices com os reajustes de preços definidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), para responder, basicamente, se os reajustes dos planos individuais acompanharam a evolução da inflação da economia e do setor saúde.
Descritores: Comércio
Contratos
Inflação
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Saúde Suplementar
Serviços de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TD-1232


  8 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-991964
Autor: Ocké-Reis, Carlos Octávio.
Título: Novos modelos de gestão na saúde privada / Texto para Discussão (TD) 1167: Novos modelos de gestão na saúde privada.
Fonte: Rio de Janeiro; IPEA; 2006. 21 p. graf. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: Propõe a realização de uma reforma institucional do mercado de planos de saúde, por meio da criação de empresas-modelo (benchmarks), na perspectiva de se resistir ao movimento de concentração das operadoras.
Descritores: Contratos
Organização e Administração
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Regulamentação Governamental
Saúde Suplementar
Serviços de Saúde
Setor Privado
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI1167


  9 / 55 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-991929
Autor: Teixeira, Luciana da Silva; Mac Dowell, Maria Cristina; Bugarin, Maurício Soares.
Título: Incentivos em consórcios intermunicipais de saúde: uma abordagem da teoria de contratos / Texto para Discussão (TD) 894: Incentivos em consórcios intermunicipais de saúde: uma abordagem da teoria de contratos.
Fonte: Brasília; IPEA; 2002. 18 p. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: Analisa mecanismos que podem ser utilizados, pelo Estado (governo federal e/ou estadual), para garantir a formação e a sustentabilidade dos Consórcios Intermunicipais de Saúde. Mostra como transferências financeiras diretas aos municípios-membros podem compatibilizar os incentivos nos consórcios. Apresenta um mecanismo baseado no papel do Estado como regulador, o qual garante a sustentabilidade dos consórcios sem que sejam necessárias transferências onerosas. Propõe um mecanismo híbrido em que o Estado assume, simultaneamente, os papéis de regulador e de financiador apenas de investimentos para aquisição de tecnologias mais eficientes que aumentam a produtividade da associação.
Descritores: Apoio Financeiro
Consórcios de Saúde
Contratos
Governo Local
Serviços de Saúde
Sistema Único de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI894


  10 / 55 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-991909
Autor: Nogueira, Roberto Passos; Silva, Frederico Augusto Barbosa da; Ramos, Zuleide do Valle Oliveira.
Título: A Vinculação institucional de um trabalhador sui generis - o agente comunitário de saúde / Texto para Discussão (TD) 735: Vinculação institucional de um trabalhador sui generis: o agente comunitário de saúde.
Fonte: Rio de Janeiro; IPEA; 2000. 28 p. graf. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: Discute a inserção laboral e institucional do agente comunitário de saúde no sistema Único de Saúde (SUS). Fundamenta-se em dois pressupostos: a) que essa inserção seja efetuada com base em relações formais de trabalho, capazes de assegurar o atendimento a seus direitos sociais de trabalhador; e b) que seja adequada a seu perfil social de trabalhador sui generis, caracterizado pela identificação com a comunidade de onde se origina e o pendor para a ajuda solidária.
Descritores: Agentes Comunitários de Saúde
Cidades
Contratos
Emprego
Governo Local
Pessoal Técnico de Saúde
Pessoal de Saúde
Serviços de Saúde
Sistema Único de Saúde
Trabalho
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI735



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde