Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.880.853.350 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 5 [refinar]
Mostrando: 1 .. 5   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 5 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1042239
Autor: Carvalho, Caroline; Irffi, Guilherme.
Título: Analysis of secularization in Brazil / Análise da secularização no Brasil / Análisis de la secularización en Brasil
Fonte: Rev. bras. estud. popul;36:e0084, 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: This paper analyzes whether Brazil is experiencing a religious secularization process using data from Brazil Religion Survey conducted in 2007. Models of discrete choice are estimated to understand which individual attributes affect disaffiliation, disbelief and lack of religious practice, therefore confirming or disproving secularism hypotheses. Estimations confirm some hypotheses of the theory, for example, that having liberal opinions concerning moral and social issues is positively associated with secularism, and that lower income levels result in lower chances of disaffiliation. In addition, the profile of non-religious people, non-believers and those who do not practice religion is similar. Therefore, it is possible to affirm that there is secularization in Brazil.

Este trabalho analisa se o Brasil está passando por um processo de secularização, utilizando dados da Pesquisa sobre Religião no Brasil, conduzida em 2007. Modelos de escolha discreta foram estimados para entender quais atributos dos indivíduos afetam a desfiliação, descrença e ausência de prática religiosa, para confirmar ou refutar as hipóteses do secularismo. A estimação confirmou algumas hipóteses da teoria. Por exemplo, ter uma opinião liberal acerca de assuntos morais e sociais está positivamente associado com secularismo, enquanto níveis mais baixos de renda incorrem em menores chances de desfiliação. Além disso, o perfil dos desfiliados, descrentes e não praticantes é semelhante. Portanto, é possível afirmar que existe secularização no Brasil.

Este trabajo analiza si Brasil está pasando por un proceso de secularización, para lo cual utiliza datos de la Investigación sobre Religión en Brasil, desarrollada en 2007. Modelos de elección discreta fueron estimados para entender qué atributos de los individuos afectan la desafiliación, la incredulidad y la ausencia de prácticas religiosas, para confirmar o refutar las hipótesis del secularismo. La estimación confirmó algunas hipótesis de la teoría. Por ejemplo, tener una opinión liberal acerca de asuntos morales y sociales está positivamente asociado con el secularismo, mientras que ingresos más bajos implican menores posibilidades de desafiliación. Además, el perfil de los desafiliados, no creyentes y no practicantes es similar. Por lo tanto, es posible afirmar que existe secularización en Brasil.
Descritores: Urbanização
Brasil
Censos
Secularismo
Religiosos
-Religião
Comportamento Social
Fatores Socioeconômicos
Características da População
Espiritualidade
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  2 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-829702
Autor: Kottow, Miguel.
Título: Bioética pós-secular: uma proposta para a América Latina / Post-secular bioethics: a proposal for Latin America / Bioética post-secular: una propuesta para Latinoamérica
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);24(3):435-442, set.-dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A bioética surge, inicialmente, a partir do pensamento teológico, mantendo um consistente desenvolvimento em defesa de suas crenças frente aos desafios do progressismo social da expansão tecnocientífica e secularização cultural do Ocidente. Como produto desse processo surgiram normas sociais e legislações liberais em muitas nações ocidentais, incluindo aquelas com predomínio do catolicismo (França, Itália, Espanha). A secularidade reinante reconhece três processos culturais que limitam sua hegemonia: a) O diminuído espírito religioso goza de um renascimento à margem de instituições e rituais; b) A secularidade implica necessariamente pluralismo heterogêneos difíceis de harmonizar; c) A necessidade de convivência entre secularidade e religiosidade dá origem à ética pós-secular. A forte influência da Igreja Católica na América Latina opõe-se a aspirações sociais de maior autonomia e a uma bioética secularizada. A presente proposta sugere uma bioética pós-secular em busca de um instrumento de tolerância e convivência, distante do dogmatismo imutável.

Abstract Bioethics initially emerged from theological thinking, as part of the consistent development of the defense of the beliefs of the movement when faced with the challenges of the social progressivism of techno-scientific expansion and the cultural secularization of the West. As a result of this process, liberal social norms and legislation have emerged in many Western nations, including those that are predominantly Catholic (France, Italy, Spain). Three cultural processes, however, limit the hegemony of the prevailing secularity: a) A diminished religious spirit is enjoying a renaissance outside of institutions and rituals; b) Secularity necessarily implies heterogeneous pluralisms that are difficult to harmonize; c) The need for coexistence between secularity and religiosity has given rise to post-secular ethics. The strong influence of the Catholic Church in Latin America has opposed social aspirations of greater autonomy and a secularized form of bioethics. This paper proposes to explore a post-secular bioethics that seeks an instrument of tolerance and coexistence, far from immovable dogmatism.

Resumen Emerge inicialmente la bioética desde el pensamiento teológico, manteniendo un consistente desarrollo en defensa de sus creencias ante los desafíos del progresismo social de la expansión tecnocientífica y la secularización cultural de Occidente. Producto de este proceso surgieron normativas sociales y legislaciones liberales en muchas naciones occidentales, incluyendo aquellas con predominio del catolicismo (Francia, Italia, España). La secularidad reinante reconoce tres procesos culturales que limitan su hegemonía: a) El disminuido espíritu religioso goza de un renacimiento al margen de instituciones y rituales; b) La secularidad implica necesariamente pluralismos heterogéneos difíciles de armonizar; c) La necesidad de convivencia entre secularidad y religiosidad da origen a la ética post-secular. La fuerte influencia de la Iglesia Católica en Latinoamérica se opone a aspiraciones sociales de mayor autonomía y a una bioética secularizada. La presente propuesta sugiere una bioética post-secular en busca de un instrumento de tolerancia y convivencia, distante del dogmatismo inamovible.
Descritores: Racionalização
Religião e Ciência
Bioética
Desenvolvimento Tecnológico
Secularismo
-Religião
Pensamento
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-879797
Autor: Tupinambá, Antonio Caubi Ribeiro(edt); Feitosa, Raquel Libório(com); Alves, Lucas Gomes(coord).
Título: Estudos em Psicologia Política ­ Pólis / Studies In Political Psychology - Pólis
Fonte: Rev. psicol. (Fortaleza, Online);7(1):266-273, jul.-dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: O atual projeto se constrói dentro da perspectiva do trabalho e das relações sociais e políticas, introduzindo a área de conhecimento da psicologia política em perspectiva emancipadora no contexto acadêmico da UFC por via do Cruso de Psicologia e do Projeto Rinepe. O projeto nasce com foco no comportamento político nas sociedades contemporâneas e nos efeitos dos movimentos sociais e políticos atuais sobre as liberdades e processos emancipatórios, bem como seus impedimentos em escala local, nacional e global. Tem por objetivos o desenvolvimento de um campo interdisciplinar de reflexão e prática investigativa e divulgadora, reunindo debates em torno de questões como: preconceito social, racismo, xenofobia, movimentos sociais, violência coletiva social, relações de poder, movimentos emancipatórios de povos e nações, valores democráticos e autoritarismos, laicismo, análises de discursos e ideologias, de universos simbólicos e práticas institucionais. Nessa perspectiva, o Pólis atua desde sua criação formal em 2013, como projeto de extensão. Criou um blog para divulgação e atualização, bem como no seu âmbito foram realizadas atividades diversas que seguem sua linha de criação, como palestras de apoio a movimentos humanos e sociais em busca da cunhada emancipação e libertação humana, bem como estudos e construções teóricos para a fundamentação de suas atividades.

The current project is built within the work, social and political relation perspectives, introducing the political psychology knowledge area in emancipatory perspective in the academic context of the Federal University of Ceará Brazil via the Psychology Faculty and the Rinepe Project. It focus on political behavior in contemporary societies and the effects of social movements and current politicians about the freedoms and emancipatory processes, and their constraints at the local, national and global scope. It aims to develop an interdisciplinary field of reflection and research and disclosure practice, gathering debates around issues such as social prejudice, racism, xenophobia, homophobia, social movements, social collective violence, power relations, emancipatory movements of peoples and nations, democratic values and authoritarianism, laicism, discourse analysis and ideologies, symbolic universes and institutional practices. In this perspective, the POLIS acts since its formal establishment in 2013, as an extension project. It has a blog to disseminate and update, as well as in its scope were carried out various activities that follow its line of creation, such as lectures to support human and social movements in search of deserved emancipation and human liberation, as well as theoretical studies and construction for foundation of its activities.
Descritores: Política
Psicologia
-Grupos Minoritários
Secularismo
Fatores Sociológicos
Responsável: BR6.3 - Biblioteca de Ciências Humanas


  4 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732758
Autor: Schramm, Fermin Roland.
Título: Diálogo entre o agnosticismo e o universo das religiões: o caso da empatia / Dialogue between agnosticism and the universe of faiths: the case of empathy
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);22(3):407-415, set.-dez. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo problematiza a possibilidade de diálogo entre duas cosmovisões consideradas antitéticas e excludentes, mas que podem ser vistas como separadas e complementares: o agnosticismo e a religião. Para tanto, introduz o conceito de empatia, condição considerada necessária para o diálogo entre subjetividades que queiram se relacionar e que é entendida como competência intelectual e emocional para compreender outrem e sua vivência, independentemente do fato do eu não poder reviver realmente a experiência vivenciada pelo outro. O diálogo empático, cujo sentido e história tentamos delinear a partir da análise conceitual e de sua contextualização no âmbito das ciências humanas, parece ser também a condição de possibilidade para a construção de um meta-ponto de vista complexo, capaz de ultrapassar, de modo argumentativo, uma suposta antítese entre agnosticismo e religião, em prol da própria sobrevivência dos atores do diálogo...

The article discusses the possibility of dialogue between two worldviews considered as antithetical and mutually exclusive, but that can be seen as separate and complementary: Agnosticism and religion. Therefore, it introduces the concept of empathy, a condition considered necessary for dialogue between subjectivities that want to relate and understood as intellectual and emotional competence to understand others and their experience, regardless the fact that I really cannot relive an experience experienced by another person. The empathic dialogue, whose meaning and history we try to draw from the conceptual analysis and its contextualization within the Humanities, also seems to be the condition of possibility for the construction of a complex meta-perspective, able to overcome arguably an alleged antithesis between religion and agnosticism, which must be dialectically overcome for the sake of survival of the actors dialogue...

El artículo discute la posibilidad de diálogo entre dos visiones del mundo que se consideran antitéticas y excluyentes, pero que pueden ser vistas como independientes y complementarias: el agnosticismo y la religión. Para tanto introduce el concepto de empatía, que se considera condición necesaria para el diálogo entre las subjetividades que quieren relacionarse y entendida como capacidad intelectual y emocional para comprender a los otros y su experiencia, sin importar el hecho de que el Yo no puede vivir realmente la experiencia que pasado el otro. El diálogo empático, cuyo sentido y la historia se intenta dibujar a partir del análisis conceptual y su contextualización en el ámbito de las Humanidades, también parece ser la condición de posibilidad para la construcción de una meta-perspectiva compleja, capaz de superar argumentativamente un supuesto antítesis entre la religión y el agnosticismo, que debe ser superada dialécticamente por el bien de la supervivencia de los actores del diálogo...
Descritores: Bioética
Empatia
Religião
Filosofias Religiosas
Secularismo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 5 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-686749
Autor: Diniz, Débora.
Título: Estado laico, objeção de consciência e políticas de saúde / Secular state, conscientious objection and public health policies / Estado laico, la objeción de conciencia y las políticas de salud
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;29(9):1704-1706, Set. 2013.
Idioma: pt.
Descritores: Aborto Legal
Pessoal de Saúde
Religião e Ciência
Recusa do Médico a Tratar
Secularismo
-Aborto Legal/legislação & jurisprudência
Brasil
Política de Saúde
Princípios Morais
Política Pública
Recusa do Médico a Tratar/legislação & jurisprudência
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde