Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.880.853.500.600 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1302 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 131 ir para página                         

  1 / 1302 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1040887
Autor: Rosa, Nailane Fabris; Nascimento, Célia Regina Rangel.
Título: O CREAS PAEFI na perspectiva de mulheres vítimas de violência e profissionais: uma análise a partir da teoria bioecológica do desenvolvimento humano / The CREAS PAEFI in the perspective of violence victim women and professionals:: an analysis according to the bioecological theory of human development / El CREAS PAEFI en la perspectiva de las mujeres víctimas de la violencia y los profesionales:: un análisis desde la teoría bioecológica de desarrollo humano
Fonte: Psicol. rev. (Belo Horizonte);24(3):661-685, set.-dez. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo qualitativo cujo objetivo foi investigar se o Centro de Referência Especializado da Assistência Social-Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (CREAS PAEFI) de um município do Estado de… compunha a rede de apoio social e afetiva de mulheres vítimas de violência por seus companheiros. Foram entrevistadas 10 mulheres vítimas de violência, usuárias do serviço, e 6 profissionais atuantes na equipe. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo e discutidos com base na teoria bioecológica do desenvolvimento humano. O serviço foi avaliado positivamente, e as interações entre os profissionais e as mulheres vítimas de violência favoreceram processos proximais que promoveram mudanças positivas nas características pessoais das usuárias, reforçando relações que elas tinham com suas famílias e outros contextos. Concluiu-se que o serviço integrou a rede de apoio socioafetiva dessas mulheres, atuando como um microssistema significativo que favoreceu o desenvolvimento delas diante da situação de violência.

This qualitative study aims to investigate whether the Specialized Reference Center for Social Assistance and Protection and Specialized Care to Families and Individuals (CREAS PAEFI) in the city of…, composed the network of social and emotional support to women victims of violence from their partners. We interviewed 10 women who were victims of violence, and users of the mentioned service, as well as 6 professionals working in the team. The data were studied according to the content analysis research method and discussed in accordance with the Bioecological Theory of Human Development. The service was ranked positively and the interactions between professionals and violence-victim women favored proximal processes that yielded positive changes in the personal characteristics of the service users, strengthening relationships they had with their families and other contexts. Conclusions unveiled that the service turned out to be part of the socio-emotional support network for these women, acting as a significant microsystem that favored their development facing the condition of violence.

Estudio cualitativo que tuvo como objetivo investigar si el Centro de Referencia Especializada para la Asistencia Social y Protección de Atención Especializada a familias e individuos (CREAS PAEFI) en el municipio de…, integraba la red de apoyo social y emocional a las mujeres víctimas de violencia por parte de sus compañeros. Entrevistamos a 10 mujeres víctimas de la violencia, usuarias del servicio, así como 6 profesionales que trabajan en el equipo. Los datos fueron analizados mediante el análisis de contenido y discutidos con base en la teoría bioecológica del desarrollo humano. El servicio fue evaluado positivamente y las interacciones entre los profesionales y las mujeres víctimas de la violencia favoreció procesos de aproximación que promovieron cambios positivos en las características personales de las usuarias, el fortalecimiento de las relaciones que tenían con sus familias y otros contextos. Se concluyó que el servicio era parte de la red de apoyo social y emocional de estas mujeres, que actúa como un microsistema significativo que favoreció su desarrollo ante la situación de violencia.
Descritores: Apoio Social
Bioética
Violência contra a Mulher
-Violência
Responsável: BR370.1 - Biblioteca Central


  2 / 1302 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1026567
Autor: Rosa, Nailane Fabris; Nascimento, Célia Regina Rangel.
Título: O CREAS PAEFI na perspectiva de mulheres vítimas de violência e profissionais: uma análise a partir da teoria bioecológica do desenvolvimento humano / The CREAS PAEFI in the perspective of violence victim women and professionals: an analysis according to the bioecological theory of human development / El CREAS PAEFI en la perspectiva de las mujeres víctimas de la violencia y los profesionales: un análisis desde la teoría bioecológica de desarrollo humano
Fonte: Psicol. rev. (Belo Horizonte);24(3):661-685, set.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo qualitativo cujo objetivo foi investigar se o Centro de Referência Especializado da Assistência Social-Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (CREAS PAEFI) de um município do estado do Espírito Santo, compunha a rede de apoio social e afetiva de mulheres vítimas de violência por seus companheiros. Foram entrevistadas 10 mulheres vítimas de violência, usuárias do serviço, e 6 profissionais atuantes na equipe. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo e discutidos com base na teoria bioecológica do desenvolvimento humano. O serviço foi avaliado positivamente, e as interações entre os profissionais e as mulheres vítimas de violência favoreceram processos proximais que promoveram mudanças positivas nas características pessoais das usuárias, reforçando relações que elas tinham com suas famílias e outros contextos. Concluiu-se que o serviço integrou a rede de apoio socioafetiva dessas mulheres, atuando como um microssistema significativo que favoreceu o desenvolvimento delas diante da situação de violência.

This qualitative study aims to investigate whether the Specialized Reference Center for Social Assistance and Protection and Specialized Care to Families and Individuals (CREAS PAEFI) of a city in the state of Espírito Santo, composed the network of social and emotional support to women victims of violence from their partners. We interviewed 10 women who were victims of violence, and users of the mentioned service, as well as 6 professionals working in the team. The data were studied according to the content analysis research method and discussed in accordance with the Bioecological Theory of Human Development. The service was ranked positively and the interactions between professionals and violence-victim women favored proximal processes that yielded positive changes in the personal characteristics of the service users, strengthening relationships they had with their families and other contexts. Conclusions unveiled that the service turned out to be part of the socio-emotional support network for these women, acting as a significant microsystem that favored their development facing the condition of violence.

Estudio cualitativo que tuvo como objetivo investigar si el Centro de Referencia Especializada para la Asistencia Social y Protección de Atención Especializada a familias e individuos (CREAS PAEFI) de una ciudad del estado de Espírito Santo, integraba la red de apoyo social y emocional a las mujeres víctimas de violencia por parte de sus compañeros. Entrevistamos a 10 mujeres víctimas de la violencia, usuarias del servicio, así como 6 profesionales que trabajan en el equipo. Los datos fueron analizados mediante el análisis de contenido y discutidos con base en la teoría bioecológica del desarrollo humano. El servicio fue evaluado positivamente y las interacciones entre los profesionales y las mujeres víctimas de la violencia favoreció procesos de aproximación que promovieron cambios positivos en las características personales de las usuarias, el fortalecimiento de las relaciones que tenían con sus familias y otros contextos. Se concluyó que el servicio era parte de la red de apoyo social y emocional de estas mujeres, que actúa como un microsistema significativo que favoreció su desarrollo ante la situación de violencia.
Descritores: Violência contra a Mulher
-Apoio Social
Relações Familiares
Desenvolvimento Humano
Responsável: BR370.1 - Biblioteca Central


  3 / 1302 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-832355
Autor: Garcia, Rosamaria Rodrigues.
Título: Tecendo a teia de uma instituição de longa permanência para idosos: estudo de rede social / Weaving a social support network of a long-term care institution for the elderly a social networking study.
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. 214 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: Na velhice podem ocorrer mais situações de vulnerabilidades (biológica, funcional, familiar, social e emocional), prejudicando o autocuidado e a provisão suficiente de recursos. Emerge então a necessidade da prestação de cuidados de longa duração. Dentre as modalidades deste tipo de cuidado, encontra-se a Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI). Considerando a escassez de recursos das ILPI privadas sem fins lucrativos, são adotados diversos mecanismos de ajuda, às vezes estabelecidos informalmente pela rede de apoio destas instituições. Objetivos: mapear a rede de apoio de uma ILPI privada sem fins lucrativos, identificando seus membros, atributos, a configuração dos laços relacionais e do comportamento da rede, e os motivos da prestação de apoio. Métodos: Trata-se de estudo transversal, de abordagem quanti-qualitativa, de natureza exploratória e descritiva, utilizando-se a Análise de Rede Social (ARS). A rede de apoio da ILPI foi mapeada a partir de seus dirigentes pelo método Snowball, e as entrevistas proporcionaram a coleta de dados sobre os tipos de apoio, os atributos dos atores e as relações sociais entre eles, analisados com os softwares UCINET® 6 e NETDRAW®. Resultados: Observou-se que os dirigentes da ILPI não tinham conhecimento da amplitude da rede e dos tipos de apoio prestado. O estudo mostrou uma rede composta por 86 parceiros, sendo 50 pessoas físicas (58,13 por cento ), 17 empresas privadas (19,77 por cento ), 11 organizações não governamentais (12,80 por cento ) e 8 órgãos públicos (9,30 por cento ), que proveem apoio material, instrumental, trabalho voluntário, divulgação da ILPI, organização de eventos para captação de recursos, além de entretenimento, apoio emocional e espiritual às moradoras. A natureza filantrópica da instituição e o público assistido revelaram-se fatores motivadores para a prestação de ajuda. Constatou-se que a rede de apoio da ILPI é também um dos componentes da rede pessoal de apoio das moradoras, além de contribuir com ações que impactam positivamente o bem estar das idosas

Introduction: Old age is a typical life stage in which many people are likely to be vulnerable whether for biological reasons or functional, familiar, social and emotional ones which may cause not only functional impairment but also lack of both self-care conditions and enough resources for their own survival, which gives rise to exist a long-term care. Long-term care institutions for the elderly (LTCI) are sought to provide this care. Taking into account for the usual scarcity of LTCI resources, notably those non-profit organizations, several aiding mechanisms are adopted, sometimes informally established by the institutions social network. Objectives: the aims of the present work were to map a support social network of a non-profit LTCI by identifying their members, attributes, quantify the presence of social network clicks and examine their influence on the provision of support. Methods: the present investigation is descriptive and exploratory with both quantitative and qualitative approaches. The Social Network Analysis (SNA) is used to measure and visualize its indicators and sociograms, followed interpreting qualitative analysis of the results taken from the interviews with managers and collaborators of the LTCI as well as partners appointed by them, data categorization, content analysis and discussion with national and international papers. The Snowball method was used to find out its partners and collaborators from all types of support (voluntary service activities, food, clothes and money donations, leisure activities, hand-made products for funding, and publicity of events). Both UCINET® and NETDRAW® were used to characterize network indices and their attributes. Results: it was found that the LTCI directors were neither aware of its supportive network amplitude nor their types. The study showed that its network has 86 partners: 50 ordinary people (58,13 per cent ), 17 private companies (19,77 per cent ), 11 nongovernmental organizations (12,80 per cent ) and 8 public organizations (9,30 per cent ). They all provide material and instrumental means, do voluntary work, promote the LTCI, 9 organize events for gathering resources besides entertainment, and both emotional and spiritual support for the elderly people. The non-profit nature of the LTCI and the public attended were motivating factors for the delivery of aid. It was verified that the support network of the LTCI is also one of the components of the personal support network of the dwellers, besides contributing with actions that positively impact the well-being of the elderly
Descritores: Apoio Social
Asilos
Rede Social
Instituição de Longa Permanência para Idosos/organização & administração
-Estudos Transversais
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; DR1324


  4 / 1302 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-797827
Autor: Manente, Milena Valelongo; Rodrigues, Olga Maria Piazentin Rolim.
Título: Maternidade e trabalho: associação entre depressão pós-parto, apoio social e satisfação conjugal / Motherhood and work: association with postnatal depression, support available and marital satisfaction
Fonte: Pensando fam;20(1):99-111, jul. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Investigou-se entre mães trabalhadoras aspectos relacionados aos direitos, conjugalidade, apoio social, prevalência de depressão pós-parto e a sua relação com as variáveis pesquisadas. Participaram 30 primigestas com bebês entre dois e seis meses. Os instrumentos utilizados foram: Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo e um protocolo de entrevista. Os dados apontaram, que durante a fase gestacional, as participantes desconheciam as políticas de proteção maternoinfantil, mas reconheciam a presença do apoio social, principalmente do companheiro e da genitora. Houve prevalência de sintomatologia depressiva entre 13,3% das mães. Confirmaram-se associações entre DPP e saúde emocional na gestação (p=0,008); sentir falta de ajuda (p=0,026) e pretensão de retorno ao trabalho (p=0,001). Verificou-se satisfação com o apoio social disponível e preservação da satisfação conjugal. Os resultados apontam para a importância de atendimento psicológico à mulher na gestação e puerpério, assim como esclarecê-las de seus direitos.(AU)

We investigated, among working mothers, aspects related to rights, relationship between couples, social support, prevalence of postpartum depression and its relationship with the variables studied. A total of 30 first-time-mothers with babies from two to six months took part. The instruments used were: Postpartum Depression Scale of Edinburgh and an interview protocol. Data showed that during the gestational phase, participants were unaware of maternal and child protection policies, but acknowledged the presence of social support, especially the fellow and mother. Depressive symptoms prevailed among 13.3% of mothers. Associations between DPP and emotional health during pregnancy (p = 0.008); lack of assistance (p = 0.026) and intention of returning to work (p = 0.001) were confirmed. Satisfaction with social support available and preservation of marital satisfaction were observed. The results show the importance of psychological care for women during pregnancy and postpartum, as well as information about their rights.(AU)
Descritores: Apoio Social
Mulheres Trabalhadoras/psicologia
Depressão Pós-Parto
Estado Conjugal
-Escalas de Graduação Psiquiátrica
Estudos Transversais/instrumentação
Limites: Seres Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Entrevista
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1302 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-895221
Autor: Seibel, Bruna Larissa; Falceto, Olga Garcia; Hollist, Cody Stonewall; Springer, Paul; Fernandes, Carmen Luiza Corrêa; Koller, Silvia Helena.
Título: Rede de apoio social e funcionamento familiar: estudo longitudinal sobre famílias em vulnerabilidade social / Social support and family functioning: longitudinal study of vulnerable families
Fonte: Pensando fam;21(1):120-136, jul. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo tem o objetivo de verificar se a qualidade da rede de apoio social dos cuidadores das famílias influencia longitudinalmente o funcionamento familiar. Os dados utilizados são parte de uma pesquisa mais ampla, que acompanhou 148 famílias de Porto Alegre por 15 anos. Para este estudo, foram utilizadas a escala Global Assessment of Relational Functioning (GARF) para avaliar funcionamento familiar, e uma escala de cinco pontos atribuída por uma dupla de pesquisadores após observarem aspectos da rede de apoio social dos membros. Análises de qui-quadrado e Generalized Estimating Equation indicaram diferenças na rede de apoio social de acordo com a configuração das famílias. Além disso, a rede de apoio social mostrou-se associada à qualidade do funcionamento familiar. Esta análise também sofreu impacto das diferentes etapas do ciclo vital, mostrando efeito longitudinal desta associação. Os resultados indicaram o papel protetivo da rede de apoio dos cuidadores sobre o funcionamento familiar.(AU)

This study aims to verify if the caregivers' quality of the social support influences family longitudinaly. Data are part of a wider study, which followed 148 families living in Porto Alegre city for 15 years. For this study, it was used the Global Assessment of Relational Functioning Scale (GARF) to assess family functioning, and a five-point scale assigned by a pair of researchers after observing aspects of members' social support. Chi-square and Generalized Estimating Equation analysis indicated differences in social support according to the family configuration. In addition, the social assigned by a pair support was associated to the quality of family functioning. This analysis also was impacted by different stages through the lifespam, showing longitudinal effect of this association. The results indicated the protective role of caregivers' social support on family functioning.(AU)
Descritores: Apoio Social
Vulnerabilidade Social
Relações Familiares/psicologia
Estágios do Ciclo de Vida
-Estudos Longitudinais
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1302 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-263123
Autor: Costa Junior, Áderson L.
Título: Psico-oncologia em pediatria / Pediatric psychooncology
Fonte: Pediatr. mod;35(6):442-4, 446, jun. 1999.
Idioma: pt.
Descritores: Apoio Social
Oncologia
Neoplasias/psicologia
Limites: Seres Humanos
Criança
Responsável: BR11.1 - Biblioteca


  7 / 1302 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Valle, Elizabeth Ranier Martins do
Id: lil-263112
Autor: Françoso, Luciana Pagano Castilho; Valle, Elizabeth Ranier Martins do.
Título: A criança com cancer: estudo preliminar / The child with cancer: a preliminary study
Fonte: Pediatr. mod;35(5):320, 322-4, 326-8, passim, maio 1999.
Idioma: pt.
Descritores: Psicoterapia de Grupo
Apoio Social
Neoplasias/psicologia
Criança Hospitalizada
Limites: Seres Humanos
Criança
Responsável: BR11.1 - Biblioteca


  8 / 1302 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-985068
Autor: Almeida, Letícia Yamawaka de; Carrer, Marília Orlandelli; Souza, Jacqueline de; Pillon, Sandra Cristina.
Título: Avaliação do apoio social e estresse em estudantes de enfermagem / Evaluación del apoyo social y el estrés en estudiantes de enfermería / Evaluation of social support and stress in nursing students
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;52:e03405, 2018. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)..
Resumo: RESUMO Objetivo: Analisar a percepção de estresse e de apoio social dos estudantes de enfermagem, considerando o número de apoiadores e a satisfação com eles. Método: Estudo quantitativo, transversal, realizado com estudantes de enfermagem de uma universidade pública do interior de São Paulo. Utilizou-se da Escala de Avaliação de Estresse em Estudantes de Enfermagem e do Questionário de Suporte Social. Foi empreendido o teste de qui-quadrado, e a estrutura da rede de apoio foi analisada no software Gephi 0.9.1. Resultados: Participaram 192 estudantes. A família e os amigos foram os apoiadores mais mencionados. Apesar de contarem com baixa quantidade de apoiadores, a maioria dos participantes estava satisfeita com o apoio percebido. Os estudantes apresentaram intensidade alta de estresse no domínio "formação profissional". Além disso, os estudantes que estavam satisfeitos com o apoio social percebido apresentaram baixa intensidade de estresse no cumprimento das atividades teóricas da graduação. Conclusão: A criação de espaços mais acolhedores no ambiente acadêmico, a qualificação do apoio social e as estratégias para melhorar a transição da etapa de estudante para a de profissional são importantes recomendações que contribuirão para desfechos positivos em relação ao enfrentamento do estresse dos estudantes.

RESUMEN Objetivo: Analizar la percepción de estrés y de apoyo social de los estudiantes de enfermería, considerando el número de apoyadores y la satisfacción con ellos. Método: Estudio cuantitativo, transversal, realizado con estudiantes de enfermería de una universidad pública del interior de São Paulo. Se utilizó la Escala de Evaluación de Estrés en Estudiantes de Enfermería y el Cuestionario de Soporte Social. Fue emprendida la prueba de Chi cuadrado, y la estructura de la red de apoyo fue analizada en el software Gephi 0.9.1. Resultados: Participaron 192 estudiantes. La familia y los amigos fueron los apoyadores más mencionados. A pesar de contar con baja cantidad de apoyadores, la mayoría de los participantes estaba satisfecha con el apoyo percibido. Los estudiantes presentaron intensidad alta de estrés en el dominio "formación profesional". Además, los estudiantes que estaban satisfechos con el apoyo social percibido presentaron baja intensidad de estrés en el cumplimiento de las actividades teóricas del pregrado. Conclusión: La creación de espacios más acogedores en el entorno académico, la calificación del apoyo social y las estrategias para mejorar la transición de la etapa de estudiante a la de profesional son importantes recomendaciones que contribuirán a resultados positivos con relación al enfrentamiento del estrés de los estudiantes.

ABSTRACT Objective: To analyze the perception of stress and social support of nursing students considering the number of supporters and the satisfaction with them. Method: Quantitative, cross-sectional study performed with nursing students from a public university in the state of São Paulo, Brazil. We used the Stress Evaluation in Nursing Students scale and the Social Support Questionnaire. We performed the chi-squared test and analyzed the structure of the support network using software Gephi version 0.9.1. Results: 192 students participated. Family and friends were the most mentioned supporters. Despite counting on a low number of supporters, most participants were satisfied with the perceived support. The students presented high intensity of stress in the "professional training" domain. Furthermore, the students who were pleased with the perceived social support presented low intensity of stress in accomplishing the theoretical activities of the undergraduate course. Conclusion: The creation of more welcoming spaces in the academic environment, the qualification of the social support, and the employment of strategies to improve the transition from the student stage to the professional stage are important recommendations that will contribute for positive outcomes regarding the coping with student stress.
Descritores: Apoio Social
Estresse Psicológico
Estudantes de Enfermagem
-Saúde Mental
Estudos Transversais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  9 / 1302 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1002751
Autor: Barroso, Paula Oliveira; Pedroso, Janari da Silva; Cruz, Edson Júnior Silva da.
Título: Redes de apoio social de famílias com crianças acolhidas institucionalmente: estudo de caso múltiplo / Social support network of families with children institutionally accepted: multiple study of case
Fonte: Pensando fam;22(2):219-234, jul.-dez. 2018. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Esta pesquisa investigou a rede de apoio social de famílias com crianças institucionalizadas a partir de dois estudos de caso, um com uma mãe e outro com uma avó que tinham, respectivamente, sua filha e neto em acolhimento institucional. Com a utilização de diário de campo, análise de documentos, entrevista semiestruturada e o Mapa dos Cinco Campos pode-se formular os resultados, que indicaram incipientes práticas de cuidado na construção das redes das participantes, em que tanto o número de elos quanto à qualidade entre eles era escasso e sem alguma figura de referência. Os resultados mostraram que a família é o principal apoio percebido pelas participantes e ao mesmo tempo é onde mais se tem conflitos. Concluiu-se que poucas pessoas faziam parte da rede de apoio social dessas famílias, o que contribuiu para a situação de vulnerabilidade.(AU)

This research investigated the social support network of families with institutionalized children from two case studies, one with a mother and the other with a grandmother who respectively had their daughter and grandchild in institutional care. With the use of field diary, document analysis, semi-structured interview and the Map of the Five Fields, the results can be formulated, which indicated incipient care practices in the construction of the participants' networks, in which both the number of that the family is the main support perceived by the participants and at the same time it is where there are more conflicts. It was concluded that few people were part of the social support network of these families, which contributed to the situation of vulnerability.(AU)
Descritores: Apoio Social
Família/psicologia
Acolhimento
-Vulnerabilidade Social
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Entrevista
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1302 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-978623
Autor: Lima, Lígia; Santos, Célia; Bastos, Celeste; Guerra, Marina; Martins, Maria Manuela; Costa, Patrício.
Título: Adaptation and validation of the Instrumental Expressive Social Support Scale in Portuguese older individuals / Adaptação e validação da Escala de Suporte Social Instrumental e Expressivo em idosos portugueses / Adaptación y validación de la Escala de Apoyo Social Instrumental y Expresivo en adultos mayores portugueses
Fonte: Rev. latinoam. enferm. (Online);26:e3096, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional; . Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
Resumo: Objective to adapt and validate the Instrumental Expressive Social Support Scale (IESS) in a sample of older people. Method methodological study. The sample of 964 community-dwelling older people was randomly divided into two groups. The first group was used as a calibration sample to study the number of factors underlying social support through Principal Axis Factoring, and the second group as a validation sample to test the "best fit" model through Confirmatory Factor Analysis. Results exploratory Factor Analysis suggested a three-factor solution, which was confirmed by Confirmatory Factor Analysis. The factors were similar to those in the pre-existing dimensions of the original instrument and were named as Sense of control (α = 0.900), Financial support (α = 0.802), Familiar and socio-affective support (α = 0.778). Confirmatory Factor Analysis showed acceptable fit. The model's goodness-of-fit indexes were satisfactory (χ2/df = 5.418; CFI = 0.903; NFI = 0.884; RMSEA = 0.098). The convergent validity was supported by associations between social support and medication adherence and positive affect. The discriminant validity was evidenced by association with negative affect. The reliability analysis showed high values of internal consistency. Conclusion the instrument proved to be a valid measure for the assessment of social support in older people.

Objetivo adaptar e validar a Escala de Suporte Social Instrumental e Expressivo (IESS) em uma amostra de idosos. Método estudo metodológico. A amostra de 964 idosos residentes em comunidade foi dividida aleatoriamente em dois grupos. O primeiro grupo foi utilizado como amostra de calibração para estudar o número de fatores subjacentes ao suporte social, pelo Método dos Eixos Principais, e o segundo grupo como amostra de validação para testar o modelo de "melhor ajuste", por meio da Análise Fatorial Confirmatória. Resultados a Análise Fatorial Exploratória indicou uma solução de três fatores, que foi confirmada pela Análise Fatorial Confirmatória. Os fatores foram semelhantes aos das dimensões preexistentes do instrumento original e foram denominados Sensação de controle (α = 0,900), Suporte financeiro (α = 0,802), Suporte Familiar e socioafetivo (α = 0,778). A Análise Fatorial Confirmatória mostrou um ajuste aceitável. Os índices de adequação do modelo foram satisfatórios (χ2/gl = 5,418; CFI = 0,903; NFI = 0,884; RMSEA = 0,098). A validade convergente foi confirmada por associações entre o suporte social e a adesão à medicação e o afeto positivo. A validação discriminante foi evidenciada por associação com o afeto negativo. A análise de confiabilidade mostrou valores de consistência interna elevados. Conclusão o instrumento provou ser uma medida válida para a avaliação do suporte social em idosos.

Objetivo adaptar y validar la Escala de Apoyo Social Instrumental y Expresivo (IESS) en una muestra de adultos mayores. Método estudio metodológico. La muestra de 964 adultos mayores residentes en comunidad se dividió de manera aleatoria en dos grupos. El primer grupo se utilizó como una muestra de calibración para estudiar el número de factores subyacentes al apoyo social, mediante el Método de los Ejes Principales, y el segundo grupo como muestra de validación para probar el modelo de "mejor ajuste", mediante el Análisis Factorial Confirmatorio. Resultados el Análisis Factorial Exploratorio indicó una solución de tres factores, que se confirmó por el Análisis Factorial Confirmatorio. Los factores fueron similares a los de las dimensiones preexistentes del instrumento original y fueron nombrados Sensación de control (α = 0,900), Apoyo financiero (α = 0,802), Apoyo Familiar y socio-afectivo (α = 0,778). El Análisis Factorial Confirmatorio mostró un ajuste aceptable. Los índices de bondad de ajuste del modelo fueron satisfactorios (χ2/gl = 5,418; CFI = 0,903; NFI = 0,884; RMSEA = 0,098). La validez convergente fue confirmada por asociaciones entre el apoyo social y la adherencia a la medicación y el afecto positivo. La validez discriminante se evidenció por asociación con el afecto negativo. El análisis de confiabilidad mostró valores de consistencia interna elevados. Conclusión el instrumento probó ser una medida válida para la evaluación del apoyo social en adultos mayores.
Descritores: Psicometria/normas
Avaliação Geriátrica/métodos
Inquéritos e Questionários/normas
Adesão à Medicação
Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde/organização & administração
-Portugal
Apoio Social
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 131 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde