Base de dados : LILACS
Pesquisa : I01.880.853.996.755.673 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 70 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 70 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1140899
Autor: Chávez Molina, Eduardo; Gutiérrez Ageitos, Pablo.
Título: Movilidad intergeneracional y marginalidad económica: Un estudio de caso en el Conurbano Bonaerense / Intergenerational mobility and economic marginality: A case study at Gran Buenos Aires area.
Fonte: Buenos Aires; GCBA. Dirección General de Estadística y Censos; oct. 2009. a) f: 31 l:50 p. tab. (Población de Buenos Aires, 6, 10).
Idioma: es.
Resumo: El artículo analiza la movilidad intergeneracional en áreas periféricas del Gran Buenos Aires. El diseño del estudio aplica una clasificación sociolaboral de tipo exploratorio para distinguir segmentos en contextos de marginalidad geográfica. Partiendo de los datos empíricos proporcionados por un estudio de caso en el barrio de Ministro Rivadavia, se sostiene que los trabajadores en actividades de subsistencia y los asalariados de bajo nivel educativo se encuentran vinculados intergeneracionalmente, lo que da cuenta de la tendencia a la marginalidad y la movilidad espuria señalada por la literatura sobre movilidad en América Latina. Los principales resultados también muestran una baja movilidad educativa que desafía los incrementos nacionales en el nivel de educación. (AU)
Descritores: Classe Social
Mobilidade Social/economia
Mobilidade Social/tendências
Mobilidade Social/estatística & dados numéricos
Fatores Socioeconômicos
Relação entre Gerações
Educação/tendências
Educação/estatística & dados numéricos
Emprego/tendências
Emprego/estatística & dados numéricos
Marginalização Social
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: AR494.1 - Centro de Documentación en Salud
AR494.1; CEDOS/CD 5, SP5.006.052_08


  2 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-635701 LILACS-Express
Autor: NATES CRUZ, BÉATRIZ.
Título: ETNOGRAFÍAS SOCIO-TERRITORIALES DE LA MIGRACIÓN Y LA MOVILIDAD EN EL MAGDALENA MEDIO: Los casos de la avalancha de Armero, la Reserva de Mariquita y la gentrificación de Honda / SOCIAL-TERRITORIAL ETHNOGRAPHIES OF MIGRATION AND MOBILITY IN THE MID MAGDALENA RIVER BASIN: The cases of Armero Avalanche, Mariquita Reservoir, and Honda Gentrification
Fonte: Rev. luna azul;(31):58-74, jul.-dic. 2010. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Este artículo trata de ciertos tipos de migración y movilidad en Mariquita, Armero-Guayabal y Honda, municipios del Magdalena Medio caldense y tolimense. El problema que se planeta es cómo la migración y la movilidad no son procesos unívocos, ni se pueden estudiar a partir de una sola dinámica; por el contrario, se entrecruzan circunstancias no sólo de causa de estos fenómenos, sino también de implicaciones en los lugares de llegada o acogida que, en su conjunto (causas e implicaciones), dan explicación a la existencia de la migración y la movilidad de personas, bienes y servicios. La metodología que se sigue es la de multiplanos etnográficos, tomando como discurso de referencia las voces directas de los narradores que fueron entrevistados en distintos momentos y escenarios de sus propios municipios durante los años 2008 y 2009.

This article describes certain types of migration and mobility in Mariquita, Armero-Guayabal and Honda, municipalities belonging to the mid Magdalena River basin in Caldas and Tolima (Colombia). The problem presented is how migration and mobility are neither univocal processes nor they can they be studied from a unique dynamic; on the contrary, they crosslink circumstances not only of the causes of this phenomena but also of the implications in the arrival or reception places which, together (causes and implications) explain the existence of people, goods and services migrations and mobility. The methodology used was the ethnographic multi-plane method taking as a reference discourse the live voices of the narrators which were interviewed at different times and sceneries of their own municipalities during 2008 and 2009.
Descritores: Migração Humana
-Mobilidade Social
Avalanches
Antropologia Cultural
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO54.1 - Centro de Biblioteca e Información Científica


  3 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1102420
Autor: Gruda, Mateus Pranzetti Paul.
Título: Dândi e flâneur: modos de subjetivação da modernidade e os mods ingleses / Dandy and flâneur: modes of subjectivation from modernity and the english mods / Dandi y flâneur: modos de subjetivación de la modernidad e los mods ingleses
Fonte: Psicol. Estud. (Online);22(4):517-527, out.-dez. 2017.
Idioma: en; pt.
Resumo: A organização social em torno das grandes cidades é apontada como causadora principal da criação do sujeito da modernidade, o qual é, sobretudo, individualista e privatizado. A vida em meio ao nascente caos urbano e de aglomeração das multidões de pessoas possibilita delinearmos alguns modos de subjetivação consequentes e que emergem em tal configuração e contexto sócio-histórico e cultural. O poeta Charles Baudelaire é tido como personagem importante para a compreensão da modernidade, visto que traduziu a sensação do habitante citadino e assumiu papéis distintos frente a essa vida urbana. A partir de considerações breves sobre a cidade moderna, buscamos elencar modos de subjetivação da modernidade (materializados e expressos, sobretudo, nas figuras do dândi e do flâneur), apresentando algumas das características principais, para em sequência relacionar as formas de atualização, assunção e distorção destes pelos integrantes de uma popular subcultura juvenil inglesa surgida na segunda metade do século XX: os mods.

The social organisationwithin large cities is pointed out as the principal cause of the creation of the Modernity subject, who is mainly individualistic and privatised. Life amid the rising urban chaos and the crowds gathered made possible to assert about some consequent modes of subjectivation that emerged in those configurations and social-historical and cultural contexts. The poet Charles Baudelaire is named as an important character for understanding the Modernity, since he translated the sensations of city dweller and assumed different roles to face this urban life. From some considerations related to Modern city, I seek to enlist modes of subjectivation of Modernity (materialised and expressed within the dandy and the flâneur figures), firstly presenting some main features of them to afterwards relate those subjectivation modes with the update, assumption and distortion forms proceed by the members of a British popular youth subculture originated around the second part of 20th century: the Mods.

La organización social en las ciudades es puntuada como la principal causa de la creación de lo sujeto de la Modernidad, lo cual es, mayormente, individualista e privatizado. La vida en medio del caos urbano y aglomeración de las multitudes nos posibilita pensar en algunos modos de subjetivación consecuentes y que emergen en tal configuración y contexto histórico-social y cultural. El poeta Charles Baudelaire es visto como personaje importante para la comprensión de la Modernidad, una vez que he traducido las sensaciones del habitante citadino y asumió distintos papeles frente a esa vida urbana. Después de hacer breves consideraciones acerca de la ciudad moderna, procuraremos mencionar algunos modos de subjetivación de la Modernidad (materializados y expresos, sobretodo, en las figuras do dandis y fláneur), presentando algunas de las características principales de estos personajes, para en secuencia relacionar las formas de actualización, tomada y distorsión de estos por los integrantes de una popular subcultura juvenil inglesa aparecida en la segunda mitad de lo siglo XX: los Mods.
Descritores: Mudança Social
Cidades/economia
-Papel (figurativo)
Sensação
Mobilidade Social
Cultura Popular
Limites: História do Século XX
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  4 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151986
Autor: Oliveira, Ricardo Brandão de; Silva, Rodolfo Guimarães.
Título: Ciências da atividade física como protagonista de uma agenda multisetorial de pesquisa e advocacy na promoção da mobilidade ativa / Physical activity sciences as protagonist of a multisectoral agenda in the promotion of active transportation
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;26:1-5, mar. 2021.
Idioma: pt.
Resumo: No epicentro da pandemia, as cidades enfrentam desafios econômicos e na saúde. Para lidar com a crise e reduzir os riscos de infecção nos transportes coletivos, o uso de transportes ativos passou a receber atenção de governos locais. Adotando como referencial o conceito de "Saúde em Todas as Políticas", o presente ensaio teórico teve como objetivo discutir oportunidades causadas pela pandemia da COVID-19, considerando as relações entre o uso de transportes ativos e seus impactos sobre a prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, a mobilidade urbana e o meio-ambiente. Dentro deste contexto, destacamos a importância de se mensurar as influências e externalidades da indústria automotiva, caracterizando-a como um ator a ser enfrentado nas políticas de promoção da saúde e mobilidade ativa. Neste sentido, acreditamos que as Ciências da Atividade Física podem exercer um protagonismo na formação de uma agenda multisetorial de pesquisa e advocacy, que objetivem reorientar os sistemas de transporte, de desenho urbano e de uso do solo

At the epicenter of the pandemic, cities face economic and health challenges. In order to deal with the crisis and reduce the risks of infection in public transport, the use of active modes of transportation has received attention from local governments. Adopting the concept of "Health in All Policies" as a reference, this theoret-ical essay aimed to discuss opportunities caused by the pandemic of COVID-19, considering the relationship between the use of active transportation and its impacts on the prevention of non-communicable diseases, urban mobility and the environment. Within this context, we highlight the importance of measuring the ex-ternalities of the automotive industry, characterizing it as an actor to be fought in policies to promote health and active transportation. In this sense, we believe that the Physical Activity Sciences can play a leading role in the formation of a multisectoral agenda for research and advocacy, which aims to reorient the transport, urban design and land use systems
Descritores: Mobilidade Social
Saúde
Cidades
Atividade Motora
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  5 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890158
Autor: Fernandes, Valcler Rangel; Luz, Zélia Profeta da; Amorim, Annibal Coelho de; Sérgio, Juraci Vieira; Silva, José Paulo Vicente da; Castro, Marcia Correa e; Monken, Maurício; Gondim, Grácia Maria de Miranda.
Título: O lugar da vigilância no SUS - entre os saberes e as práticas de mobilização social / The 'locus' of health oversight in Brazil's Unified Health System - a place between the knowledge and the practices of social mobilization
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(10):3173-3181, Out. 2017. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A Vigilância em Saúde pressupõe olhar atento sobre a situação de saúde de populações, de modo que se compreenda a saúde, a doença e o cuidado como manifestações indissociáveis da existência humana. Considerando esta perspectiva, o artigo se propõe a examinar as práticas de saúde a partir de alguns de seus processos comunicacionais, estes marcados por uma lógica profissional-centrada, que privilegia o discurso cientificista, vertical e autoritário, predominante nos espaços do Sistema Único de Saúde. No território, o processo de comunicação é determinante. Por seu intermédio se dá a interação social e o fazer cotidiano que reterritorializam os elementos da totalidade social: homens, empresas, instituições são redimensionadas na lógica: a do localmente vivido, abrindo espaço para uma comunicação mais horizontalizada e democrática.

Abstract Supervision of a health system presupposes keeping an attentive eye on the health situation of populations, so as to understand health, illness and healthcare as indissociable manifestations of human existence. Taking this point of view, this article examines health practices from the basis of some of their processes of communication. These are markedly professional-centered in their logic, with their emphasis on scientific, vertical and authoritarian discourse, predominantly in the spaces of the Unified Health System (SUS). In the territory, the process of communication is determinant. As a result of social interaction in daily life, the communication process reterritorializes the elements of the social totality: people, companies, institutions are re-dimensioned in the logic. It is a characteristic space for activities that aim for a more horizontal and democratic flow of communication.
Descritores: Mobilidade Social
Vigilância da População
Atenção à Saúde/organização & administração
Programas Nacionais de Saúde/organização & administração
-Brasil
Pessoal de Saúde/organização & administração
Comunicação
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-533923
Autor: Melo, Marilene Barros de; Brant, Luiz Carlos; Oliveira, Lucas Azevedo de; Santos, Alessandra Patrícia de Souza.
Título: Qualificação de agentes comunitários de saúde: instrumento de Inclusão social / Qualification of community health agents: an instrument for social inclusion
Fonte: Trab. educ. saúde;7(3):463-477, nov. 2009-fev. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: A prática do agente comunitário de saúde (ACS) se estabelece como profissão na esfera do Sistema Único de Saúde (SUS) em 2002. Suas atividades contribuem para o diagnóstico demográfico de comunidades; promoção de ações educativas; participação da população nas políticas públicas e visitas domiciliares. A formação é de responsabilidade das escolas técnicas e centros formadores de recursos humanos do SUS. Essa investigação busca identificar, analisar e compreender as transformações operadas na vida dos ACS a partir de sua inserção no Programa de Qualificação e Desenvolvimento Profissional e do seu exercício profissional. Metodologicamente, constitui-se como estudo qualitativo, utilizando grupo focal. Para análise dos dados, empregou-se a técnica de Análise de Conteúdo. Constatou-se que o programa favorece a consolidação de políticas de atenção à saúde e contribui para a construção coletiva do conhecimento. O Ministério da Saúde, ao profissionalizar as ações do ACS, legitima um saber favorecedor de sua inserção nos serviços de saúde e aumenta a governabilidade local. Para os ACS, a formação propicia a superação de limites impostos pelas práticas tradicionais e de marca a produção do saber. O ACS se reconhece como um sujeito de ação, e a formação constitui meio de acesso à profissionalização e de mobilidade social.

The work of community health agents (CHA) was established as a profession in the sphere of the National Health System (SUS) in 2002. Its activities contribute to the demographic diagnosis of communities, the promotion of educational activities, the participation of the population in public policy, and home visits. Training is the responsibility of technical schools and human resources education centers of the SUS. This research seeks to identify, analyze and understand the changes in the life of the CHA since the agent's insertion in the Qualification and Professional Development Program and of his/her professional practice. Methodologically, this is a qualitative study that uses focus groups. For data analysis, we used the technique of content analysis.It was found that the Program favors the consolidation of attention to health policies and contributes to the collective construction of knowledge. The Ministry of Health, by professionalizing the practice of the CHA, legitimizes the CHA's knowledge supporting their inclusion in health services and increasing the local governance. For the CHA, training contributes to the overcoming of limits imposed by traditional practices and marks the production of knowledge. The ACS recognizes itself as a subject of action, and that training is a means of access to professionalization and social mobility.
Descritores: Credenciamento
Pesquisa Qualitativa
Pessoal de Saúde
Política Pública
-Educação em Saúde
Mobilidade Social/tendências
Estratégia Saúde da Família
Limites: Humanos
Adulto
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  7 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1146286
Autor: Fuente, José Javier Rodríguez de la.
Título: Evolución de la estructura de clases y el bienestar material en la Ciudad Autónoma de Buenos Aires contemporánea (2004-2015) / Evolution of class structure and material well-being in the contemporary City of Buenos Aires (2004-2015).
Fonte: Buenos Aires; GCBA. Dirección General de Estadística y Censos; nov. 2020. a) f: 20 l:17 p. tab, graf. (Población de Buenos Aires, 17, 29).
Idioma: es.
Resumo: En este artículo analizamos los rasgos que asumió la estructura de clases de la Ciudad Autónoma de Buenos Aires (CABA) en el período 2004-2015. Utilizando como fuente de datos, principalmente, la Encuesta Anual de Hogares (EAH) relevada anualmente por la Dirección General de Estadística y Censos del Gobierno de la CABA, nos preguntamos acerca de cómo han evolucionado las clases sociales en términos de tamaño y composición, y cuánto se han distanciado o acercado respecto al bienestar material de los hogares que las conforman. Del análisis de los datos se desprende que la estructura de clases mantiene la configuración signada durante los años noventa, aunque con una relativa composición de la clase obrera calificada y la clase directivo-profesional. Por otro lado, el estudio de los ingresos y el acceso a la vivienda, en tanto dos activos del bienestar material de los hogares, muestra cierta reducción de la desigualdad respecto al primero, pero un fortalecimiento en las brechas respecto a la propiedad de la vivienda. (AU)
Descritores: Classe Social
Mobilidade Social/tendências
Mobilidade Social/estatística & dados numéricos
Seguridade Social/tendências
Seguridade Social/estatística & dados numéricos
Fatores Socioeconômicos
Fatores Socioeconômicos/história
Fatores Socioeconômicos/estatística & dados numéricos
Habitação/tendências
Renda/estatística & dados numéricos
Responsável: AR494.1 - Centro de Documentación en Salud
AR494.1; CEDOS/CD 6, SP5.006.052_22


  8 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Sichieri, Rosely
Texto completo
Id: biblio-898608
Autor: Muraro, Ana Paula; Souza, Rita Adriana Gomes de; Rodrigues, Paulo Rogério Melo; Ferreira, Márcia Gonçalves; Sichieri, Rosely.
Título: Effects of socioeconomic position and social mobility on linear growth from early childhood until adolescence / Efeitos da classe econômica e mobilidade social no crescimento linear desde a infância até a adolescência
Fonte: Rev. bras. epidemiol;20(3):514-525, Jul.-Set. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT: Objective: To assess the effect of socioeconomic position (SEP) in childhood and social mobility on linear growth through adolescence in a population-based cohort. Methods: Children born in Cuiabá-MT, central-western Brazil, were evaluated during 1994 - 1999. They were first assessed during 1999 - 2000 (0 - 5 years) and again during 2009 - 2011 (10 - 17 years), and their height-for-age was evaluated during these two periods.Awealth index was used to classify the SEP of each child's family as low, medium, or high. Social mobility was categorized as upward mobility or no upward mobility. Linear mixed models were used. Results: We evaluated 1,716 children (71.4% of baseline) after 10 years, and 60.6% of the families showed upward mobility, with a higher percentage among the lowest economic classes. A higher height-for-age was also observed among those from families with a high SEP both in childhood (low SEP= -0.35 z-score; high SEP= 0.15 z-score, p < 0.01) and adolescence (low SEP= -0.01 z-score; high SEP= 0.45 z-score, p < 0.01), whereas upward mobility did not affect their linear growth. Conclusion: Expressive social mobility was observed, but SEP in childhood and social mobility did not greatly influence linear growth through childhood in this central-western Brazilian cohort.

RESUMO: Objetivo: Avaliar o efeito da classe econômica na infância e mobilidade social no crescimento linear ao longo da adolescência em uma coorte de base populacional. Métodos: Crianças nascidas entre 1994 - 1999 em Cuiabá-MT, no centro-oeste do Brasil foram avaliadas pela primeira vez durante 1999 - 2000 (0 - 5 anos) e novamente durante 2009 - 2011 (10 - 17 anos), sendo a estatura-para-idade avaliada nestes dois períodos. O Critério Brasil foi usado para classificar a classe econômica da família de cada criança como baixo, médio ou alto. A mobilidade social foi categorizada como mobilidade ascendente ou nenhuma mobilidade ascendente (manutenção e mobilidade descendente). Foram utilizados modelos lineares de efeitos mistos. Resultados: Foram avaliadas 1.716 crianças (71,4% da linha de base) após 10 anos de seguimento, e 60,6% das famílias mostraram mobilidade ascendente, com uma percentagem mais elevada entre as classes econômicas mais baixas. Também foi observada uma maior altura-para-idade entre aqueles de famílias com elevada classe econômica, tanto na infância (baixa classe econômica= -0,35 z-score; elevada classe econômica = 0,15 z-score, p < 0,01) e adolescência (baixa classe econômica= -0,01 z-score; elevada classe econômica= 0,45 z-score, p < 0,01), ao passo que a mobilidade ascendente não afetou o crescimento linear. Conclusão: Foi observada expressiva mobilidade social, mas a classe econômica na infância e a mobilidade social não apresentaram influência significativa na taxa de crescimento linear durante a infância nesta coorte do Centro-Oeste brasileiro.
Descritores: Mobilidade Social
Fatores Socioeconômicos
Desenvolvimento Infantil
Crescimento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 70 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-327893
Autor: Brasil. Ministerio da Saude. Coordenação Nacional de DST/Aids.
Título: Cidadas Posithivas / Posithivas citizenesses.
Fonte: Brasilia; Brasil. Ministerio da Saude; 2002. 112 p. tab. (Parcerias e Mobilizacao Social, 2).
Idioma: pt.
Descritores: Mobilidade Social
Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle
Prevenção Primária
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle
Responsável: BR1310.1 - Núcleo de Biblioteca
BR1310.1; L1536


  10 / 70 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-73195
Autor: Sá, Evelin Naked de Castro.
Título: Mobilidade social e trabalho no Juqueri
Fonte: Arq. Saúde Ment. Estado Säo Paulo;46:122-36, jan.-dez. 1987. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Com base em pesquisas mais ampla realizada em 1981, é analisado como a populaçäo de empregados em uma instituiçäo confinadora, como é o Juqueri, näo teve capacidade de movimentaçäo e mudança de "status" para posiçöes melhores no seu trabalho, em comparaçäo com as posiçöes de seus parentes que trabalharam no mesmo local. Para essa mobilidade social inversa aparentam ter contribuido: (a) a condiçäo de força de trabalho atrelada a uma única instituiçäo pública, devida ao local de nascimento e vivência, (b) a tradiçäo familiar de emprego exclusivo no Hospital, (c) a baixa escolaridade, (d) a inércia da Administraçäo Pública Paulista em abrir novas posiçöes na Administraçäo de Pessoal e (e) o uso eleitoral que se pode fazer de tal populaçäo cativa. Porém, parece motivo preponderante o "envelhecimento" do Juqueri como organizaçäo e o seu näo acompanhamento das novas tendências em Psiquiatria
Descritores: Recursos Humanos em Hospital
Mobilidade Social
Hospitais Psiquiátricos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde