Base de dados : LILACS
Pesquisa : I02.233.332.445 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 8244 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 825 ir para página                         

  1 / 8244 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-790751
Autor: Antiporta, Daniel; Miranda, J. Jaime.
Título: Ley de Promoción de Alimentación Saludable: ¿jugando a la política con la salud de los niños? / Law of Healthy Eating Promotion: playing politics with the health of children?
Fonte: Rev. peru. med. exp. salud publica;32(3):603-603, jul.-sep. 2015.
Idioma: es.
Descritores: Comportamento Alimentar
Criança
Política de Saúde
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: PE14.1 - Biblioteca de la Sede Central


  2 / 8244 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-790740
Autor: Menacho, Luis A; Blas, Magaly M.
Título: ¿Cómo producir un video para promover la prueba del VIH en hombres que tienen sexo con hombres? / How to produce a video to promote HIV testing in men who have sex with men?
Fonte: Rev. peru. med. exp. salud publica;32(3):519-525, jul.-sep. 2015. tab.
Idioma: es.
Resumo: El objetivo del estudio fue describir el proceso de diseñar y producir un video para promover la prueba del VIH en hombres que tienen sexo con hombres (HSH) peruanos. El proceso involucró los siguientes pasos: identificación de las teorías de cambio de comportamiento; identificación de los mensajes clave y características del video; elaboración de un guion que cautive al público objetivo; trabajar con una compañía de producción con experiencia; y el piloto del video. Un video con situaciones cotidianas de riesgo asociadas con la infección por el VIH fue el preferido por los participantes. Los mensajes clave identificados, y los constructos de los modelos teóricos elegidos, fueron empleados para crear las escenas del video. Los participantes se identificaron con el video principal de 9 minutos de duración el cual lo consideraron claro y dinámico. Es necesario trabajar con la población objetivo para diseñar un video acorde con sus preferencias...

The aim of the study was to describe the process of designing and producing a video to promote HIV testing in Peruvian men who have sex with men (MSM). The process involved the following steps: identification of the theories of behavior change; identifying key messages and video features; developing a script that would captivate the target audience; working with an experienced production company; and piloting the video. A video with everyday situations of risk associated with HIV infection was the one preferred by participants. Key messages identified, and theoretical constructs models chosen were used to create the video scenes. Participants identified with the main, 9 minute video which they considered to be clear and dynamic. It is necessary to work with the target population to design a video according to their preferences...
Descritores: HIV
Coito
Gravação em Vídeo
Homossexualidade Masculina
Promoção da Saúde
Recursos Audiovisuais
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: PE14.1 - Biblioteca de la Sede Central


  3 / 8244 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1059140
Autor: Araújo, Wallacy Jhon Silva; Bragagnollo, Gabriela Rodrigues; Nascimento, Kelly Cristina do; Camargo, Rosangela Andrade Aukar de; Tavares, Clodis Maria; Monteiro, Estela Maria Leite Meirelles.
Título: Educational intervention on HIV/AIDS with elderly individuals: a quasi-experimental study / Intervención educativa sobre VIH/SIDA con ancianos: un estudio cuasi-experimental / Intervenção educativa com idosos sobre HIV/aids: um estudo quase experimental
Fonte: Texto & contexto enferm;29:e20180471, Jan.-Dec. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: to analyze the knowledge of the elderly assisted by the Unified Health System (Sistema Único de Saúde, SUS) about HIV/AIDS infection in a health unit, before and after an educational intervention. Method: a quasi-experimental study analyzing the changes related to the knowledge about HIV/AIDS of 60 elderly individuals divided into two groups, who participated in an educational intervention, in an outpatient clinic of a SUS rehabilitation center in the second half of 2016. To evaluate the effectiveness of the teaching/learning process, a semi-structured questionnaire called QHIV3I was applied before and after the intervention. For data analysis, the generalized version of McNemar's chi-square test was used. Results: comparing the knowledge of the elderly before and after the educational intervention showed a higher number of correct answers, with a minimum percentage of 3.34% and a maximum of 75%. Significant statistical differences were found in one of the questions in the concept, transmission and treatment domains; and in the two vulnerability questions. Conclusion: it was found that the educational intervention contributed to the improvement of knowledge about HIV/AIDS in the elderly population. Thus, it is reasserted that the health promotion policy finds its essential foundation in health education strategies.

RESUMEN Objetivo: analizar el conocimiento de los ancianos atendidos por el Sistema Único de Salud (SUS) acerca de la infección por VIH/SIDA en una unidad de salud, tanto antes como después de una intervención educativa. Método: estudio cuasi-experimental en el que se analizaron los cambios relacionados con el conocimiento sobre VIH/SIDA de 60 ancianos subdivididos en dos grupos y que participaron de una intervención educativa en el área de atención ambulatoria de un centro especializado en rehabilitación del SUS, durante el segundo semestre de 2016. Para evaluar la eficacia del proceso de enseñanza/aprendizaje se aplicó un cuestionario semiestructurado denominado QHIV3I, antes y después de la intervención. En el análisis de los datos se utilizó la versión generalizada de la prueba de chi-cuadrado de McNemar. Resultados: en la comparación de los conocimientos de los ancianos antes y después de la intervención educativa se evidenció una mayor cantidad de respuestas correctas, con un porcentaje mínimo de 3,34% y uno máximo de 75%. Se encontraron diferencias significativas en una de las preguntas de los dominios de concepto y de transmisión y tratamiento, además de en las dos preguntas sobre vulnerabilidad. Conclusión: se constató que la intervención educativa contribuyó a mejorar los conocimientos sobre VIH/SIDA en la población de la tercera edad. Esto reafirma que la política de promoción de la salud encuentra sus fundamentos esenciales en las estrategias de educación en salud.

RESUMO Objetivo: analisar o conhecimento dos idosos atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) acerca da infecção do HIV/aids numa unidade de saúde, antes e após intervenção educativa. Método: estudo quase-experimental, em que se analisou as mudanças relativas ao conhecimento sobre HIV/aids de 60 idosos subdivididos em dois grupos, que participaram de intervenção educativa, num ambulatório de um centro especializado em reabilitação do SUS no segundo semestre de 2016. Para avaliar a eficácia do processo de ensino/aprendizagem, aplicou-se questionário semiestruturado denominado QHIV3I, antes e após a intervenção. Na análise dos dados, utilizou-se a versão generalizada do teste qui-quadrado de McNemar. Resultados: a comparação dos conhecimentos dos idosos antes e depois da intervenção educativa evidenciaram maior número de acertos, com percentual mínimo de 3,34% e máximo de 75%. Diferenças estatísticas significativas foram encontradas em uma das questões nos domínios conceito, transmissão e tratamento; e nas duas questões sobre vulnerabilidade. Conclusão: constatou-se que a intervenção educativa contribuiu para o aprimoramento de conhecimentos sobre HIV/aids na população idosa. Com isso, reafirma-se que a política de promoção da saúde encontra nas estratégias de educação em saúde seu alicerce essencial.
Descritores: Saúde do Idoso
Educação em Saúde
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
HIV
-Sistema Único de Saúde
Saúde
Transmissão de Doença Infecciosa
Promoção da Saúde
Aprendizagem
Limites: Humanos
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  4 / 8244 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-903104
Autor: Hernández, Ronald M; Alhuay-Quispe, Joel.
Título: Necesidad de promoción, prevención e intervención en salud mental en el Perú / Need for promotion, prevention and intervention in mental health in Peru
Fonte: Rev. salud pública;19(2):275-275, mar.-abr. 2017.
Idioma: es.
Descritores: Apoio Social
Saúde Mental
Promoção da Saúde/provisão & distribução
-Peru
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 8244 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1038003
Autor: Alexandre, Ana Maria Cosvoski.
Título: A rede social de apoio às famílias para a promoção do desenvolvimento infantil: potencial para a prática de enfermagem / The social network to support families for promotion of child development: potential for nursing practice.
Fonte: Curitiba; s.n; 20101214. 166 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Paraná para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Trata-se de uma pesquisa qualitativa com método descritivo, cujos objetivos são descrever a rede social de apoio às famílias para a promoção do desenvolvimento infantil, na perspectiva das famílias e identificar a atuação da rede social de apoio às famílias para a promoção do desenvolvimento infantil. O estudo foi realizado em um município da região metropolitana de Curitiba em três unidades de saúde com Estratégia de Saúde da Família que apresentavam o maior número de crianças entre zero e cinco anos na sua área de abrangência. A coleta das informações ocorreu no período de outubro de 2009 a fevereiro de 2010. Participaram da pesquisa 85 representantes de famílias que possuem crianças entre zero e cinco anos e residem na área de abrangência das três unidades de saúde. Os dados foram coletados pelas técnicas de entrevista semiestruturada, realizada com as 85 famílias e três sessões de grupo focal, das quais participaram 19 das 85 famílias entrevistadas, e analisados segundo análise de conteúdo temática. Para descrição e tratamento dos resultados, utilizou-se o Mapa Mínimo de Relações (MMR), que propõe o mapeamento da rede por meio de quatro tipos de relações e três graus de proximidade.. As duas categorias que emergiram foram nominadas: rede social de apoio às famílias, subdividida em Rede Social Familiar, Rede Social de Amizade, Rede Social Comunitária e Rede Social de Trabalho e Estudo, onforme MMR; e Atributos relacionais da rede social de apoio às famílias. Os resultados permitiram descrever a rede social de apoio às famílias para a promoção do desenvolvimento infantil como uma rede numerosa e heterogênea, com diferentes gerações e gêneros, que se encontram distribuídos no MMR por meio de relações com maior e menor grau de compromisso, além das relações ocasionais, estando concentrados nas relações familiares e comunitárias. Destacam-se como elementos de apoio da Rede Social Familiar o gênero feminino, vinculados aos parentes maternos, e a terceira geração; e na Rede Social Comunitária, a resença de diferentes setores, como saúde e social; instituições como unidades de saúde, igrejas; profissionais enfermeiros, médicos e agentes comunitários de saúde; além de programas governamentais; e nas relações de Trabalho e Estudo, enfatizam-se as instituições educacionais. Os diversos tipos de apoio que a rede social propicia às famílias influenciam diretamente no cuidado às crianças e na promoção do esenvolvimento infantil, diferenciados de acordo com os arranjos familiares, a presença ou ausência do fator migração, a composição da rede, além do tipo de relação que as famílias estabelecem com seus componentes. O reconhecimento desta rede e a incorporação da dimensão da rede social na prática profissional de enfermagem possibilitam aos profissionais observar os diversos processos que permeiam o desenvolvimento infantil e enriquecer sua visão multidimensional e seu potencial de a ão junto às famílias na busca do cuidado integral e na promoção do desenvolvimento infantil saudável, tão importante no rocesso de desenvolvimento humano.

It is a qualitative research study with a descriptive approach which objectifies to describe the social network to support families for promotion of child development under family perspective and identify the performance of the social network to support families for promotion of child development. The study was carried out in a municipality from the Metropolitan Area of Curitiba/ Parana State, Brazil in three health units with Family Health Strategy which entailed the highest number of children ranging zero to five years of age within their coverage areas. Data collection was held from October/2009 to February/2010. Eighty-five (85) family representatives having children between zero and five years and residents within the coverage area of the three health units, participated in the research. Data were gathered by means of the semi-structured interview techniques, held with the 85 families and three sessions of focus group when 19 out of the 85 interviewed families attended and analyzed according to thematic content analysis. Minimal ap of Relationships (MMR) which proposes network mapping by means of four relationship types and three closeness degrees, was used for result description and treatment. The two emerging categories were named as follows: social network to family support, subdivided in Social Family Network, Social Friendship Network, Social Community Network and Social Labor, Study Network, according to the MMR as well as Relational Attributes of the social network to family support. The results enabled to de cribe the social network of family support for promotion of child development as a large and heterogeneous network ncompassing different generations and genders, distributed in the MMR by means of relations with smaller or bigger degree of commitment besides occasional relations concentrated on family and ommunity relationships. Elements of support to the Social Family Network can be pointed out as the female gender among the mothers' relatives and the third generation; and in the Social Community Network, the presence of different sectors such as social and health ones; institutions like health units, churches; nurse professionals, doctors and community health agents besides governmental programs; and in the Labor, tudy relations, educational institutions are pointed out. The several types of support made available by the social network to families directly influence child care and the promotion of child development, differing by family arrangements, presence or absence of the migration factor, the network composition, and additionally, the kind of family relationships among their members. The recognition of this network as well as the incorporation of the dimension of the social network in professional nursing practice enable professionals to observe the several processes that permeate child development, and enlarge their multidimensional view as well as their potential to action along with families in the pursuit for full caring and promotion of healthy child development, significant in the process of human development.
Descritores: Apoio Social
Desenvolvimento Infantil
Promoção da Saúde
Prática Profissional
-Desenvolvimento Humano
Enfermagem Familiar
Estratégia Saúde da Família
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 610.734, A381


  6 / 8244 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122557
Autor: Souza, Valesca Patriota de; Vasconcelos, Eliane Maria Ribeiro de.
Título: Educação em saúde como estratégia para o controle do diabetes mellitus: revisão integrativa da literatura / Health education as a strategy for the control of diabetes mellitus: integrative literature review
Fonte: Rev. baiana saúde pública;41(1):177-195, dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: O diabetes mellitus destaca-se entre as doenças crônicas pelo significativo número de mortes que causa. Nesse cenário, a educação em saúde torna-se um elemento essencial, pois, além de contribuir para a redução desses números, intervém diretamente na melhoria da qualidade de vida dessas pessoas, possibilitando-lhes o direito de decidir as estratégias mais apropriadas para promover, manter e recuperar a saúde. O objetivo deste estudo foi analisar as evidências científicas disponíveis na literatura, para atualizar as informações sobre as práticas de educação em saúde no controle do diabetes mellitus, no período de 2006 a 2016. Trata-se de uma revisão integrativa. A seleção dos estudos foi realizada em quatro bases de dados: Base de Dados em Enfermagem, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, Medical Literature Analysis and Retrieval System Online, e a Cumulative Index to Nursing and Allied Heath Literature, resultando em doze artigos científicos. Os resultados mostraram a inserção da educação em saúde como uma ferramenta dialógica que permite a construção de conhecimentos, sendo considerada uma estratégia facilitadora no controle do diabetes mellitus. Concluiu-se que que a educação em saúde é um método efetivo e proporciona vários benefícios para o usuário com diabetes, principalmente na construção do autocuidado consciente para o controle metabólico com qualidade de vida
Descritores: Autocuidado
Educação em Saúde
Doença Crônica/prevenção & controle
Diabetes Mellitus/prevenção & controle
Promoção da Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR2149.1 - Biblioteca


  7 / 8244 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1058995
Autor: Abib, Leonardo Trápaga; Gomes, Ivan Marcelo.
Título: A educação e o governamento dos corpos na atualidade: uma análise do "Movimento 21 dias por uma vida mais saudável" / Education and governance of bodies today: an analysis of the "Movimento 21 dias por uma vida mais saudável"
Fonte: Saúde Soc;28(4):229-242, out.-dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este trabalho teve como objetivo analisar os enunciados do programa de promoção da saúde "Movimento 21 dias por uma vida mais saudável" (M21), vinculado à Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo. Para realizar tal proposta, investigamos, no período de setembro de 2015 a junho de 2017, os materiais disponíveis no site do programa, como notícias, textos, imagens, vídeos e peças publicitárias, dando ênfase aos elementos mais recorrentes. Nosso escopo de análise foi baseado no aporte foucaultiano, articulando os conceitos de biopolítica e poder pastoral com os conteúdos apresentados na página do M21. A partir das nossas leituras e análises, identificamos o uso corrente de enunciados econômicos e científicos - acionados por dados estatísticos e falas de gestores e autoridades da área da saúde - nos materiais do M21, tendo como pano de fundo traços de uma racionalidade (neo)liberal, com o intuito de propagar conselhos sobre modos de viver a vida. O conteúdo do M21 adquire um tom moralista, que coloca nos sujeitos uma responsabilidade cada vez maior por seus estilos de vida, independentemente das condições em que vivem e a que são expostos, desconsiderando, assim, fatores estruturais que incidem sobre a saúde dessas pessoas.

Abstract This paper aims at analyze the statements expressed in the program for health promotion entitled "Movimento 21 dias por uma vida mais saudável" (M21, from Portuguese "21 days for a healthier life movement"), linked to the Secretary of State for Health of Espírito (Brazil). For such, we investigated, from September 2015 to June 2017, the materials available on the program's website, such as news, texts, images, videos and advertising, focusing on recurrent elements. Our scope of analysis was based on Foucaultian framework, articulating the concepts of biopolitics and pastoral power with the content presented on M21's official webpage. Based on literature review and analyses, we identified the current use of economic and scientific statements - triggered by statistical data and statements from health managers and authorities - in the materials of M21, having traits of a (neo)liberal rationality as background, with the intention of propagating pieces of advice on ways of living life. The content of M21 carries a moralistic tone, which assigns individuals a growing responsibility for their lifestyles, regardless of the conditions in which they live and to which they are exposed, thus disregarding structural factors that affect those people's health.
Descritores: Política Pública
Política de Saúde
Promoção da Saúde
Estilo de Vida
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 8244 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1059129
Autor: Becker, Renata Machado; Heidemann, Ivonete Teresinha Schülter Buss.
Título: Health promotion in care for people with chronic non-transmitable disease: integrative review / Promoción de la salud en el cuidado de personas con enfermedades crónicas no transmisibles: una revisión integradora / Promoção da saúde no cuidado às pessoas com doença crônica não transmissível: revisão integrativa
Fonte: Texto & contexto enferm;29:e20180250, Jan.-Dec. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: to analyze the health promotion practices developed by nurses in the care of people with non-transmittable chronic disease in primary health care, in scientific publications, between 2007 and 2017. Method: an integrative literature review of a qualitative approach, conducted in five databases, in which was read and critical analysis of the studies in order to know the practices of health promotion. Results: 40 articles were selected and organized according to the fields of the Ottawa Charter: public policies, reorientation of health services, creation of personal skills, reinforcement of community action and favorable environments. Thus, most of the experiments were mainly related to two fields of action: development of personal skills and reorientation of the health system. There is a movement towards the development of a health promotion in which the collective, the social determinants of health and multidisciplinarity are advocated. Conclusion: some limits were identified that need to be overcome, among which stands out the inter-sectoral work that needs to grow beyond the health sector.

RESUMEN Objetivo: analizar las prácticas de promoción de la salud llevadas a cabo por los enfermeros al cuidar d personas con enfermedades crónicas no transmisible en la atención primaria de la salud, en publicaciones científicas de 2007 a 2017. Método: revisión integradora de la literatura con enfoque cualitativo realizada en cinco bases de datos, en las que se efectuó una lectura y un análisis crítico de los estudios de modo de conocer las prácticas de promoción de la salud. Resultados: se seleccionaron 40 artículos y se los organizó de acuerdo con los campos de la Carta de Ottawa: políticas públicas, reorientación de los servicios de salud, desarrollo de habilidades personales, refuerzo de la acción comunitaria y ambientes favorables. De esta manera, la mayor parte de las experiencias se relacionó principalmente con dos campos de acción: desarrollo de habilidades personales y reorientación del sistema de salud. Se nota un desplazamiento en dirección al desarrollo de un enfoque de promoción de salud en el que se promueve lo colectivo, los determinantes sociales de la salud y de la multidisciplinariedad. Conclusión: se identificaron algunos límites que deben superarse, dentro de los cuales se destaca el trabajo intersectorial que debe extenderse más allá dl sector de la salud.

RESUMO Objetivo: analisar as práticas de promoção da saúde desenvolvidas pelos enfermeiros no cuidado às pessoas com doença crônica não transmissível na atenção primária à saúde, em publicações científicas entre de 2007 e 2017. Método: revisão integrativa de literatura de abordagem qualitativa, realizada em cinco bases de dados, nos quais se fez uma leitura e análise crítica dos estudos de modo a conhecer as práticas de promoção da saúde. Resultados: foram selecionados 40 artigos, sendo organizados de acordo com os campos da Carta de Ottawa: políticas públicas, reorientação dos serviços de saúde, criação de habilidades pessoais, reforço da ação comunitária e ambientes favoráveis. Dessa forma, a maior parte das experiências estava relacionada principalmente a dois campos de ação: desenvolvimento de habilidades pessoais e reorientação do sistema de saúde. Observou-se um movimento em direção ao desenvolvimento de uma promoção da saúde em que se preconiza o coletivo, os determinantes sociais da saúde e a multidisciplinaridade. Conclusão: identificaram-se alguns limites que precisam ser transpostos, dentre os quais se destaca o trabalho intersetorial que precisa crescer para além do setor saúde.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Doença Crônica
Enfermagem
-Política Pública
Participação da Comunidade
Promoção da Saúde
Literatura
Cuidados de Enfermagem
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  9 / 8244 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Almeida, Paulo Cesar de
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1121649 LILACS-Express
Autor: Andrade, Lucilande Cordeiro de Oliveira; Mendes, Elizamar Regina da Rocha; Vasconcelos, Ismaelle Ávilla; Joventino, Emanuella Silva; Almeida, Paulo César de; Ximenes, Lorena Barbosa.
Título: Fatores sociodemográficos na autoeficácia em prevenir a diarreia infantil: estudo longitudinal / Socio-demographic factors relating to mothers' self-efficacy in preventing childhood diarrhea: a longitudinal study / Factores sociodemográficos en la autoeficacia para prevenir la diarrea infantil: estudio longitudinal
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);14(1):62-70, abr. 2015. ilus, tab.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: OBJETIVO: Verificar associação entre dados sociodemográficos de mães residentes em microáreas de risco e sua autoeficácia em prevenir diarreia infantil. MÉTODO: Estudo longitudinal realizado em Fortaleza, com 90 mães de crianças menores de cinco anos. A coleta ocorreu utilizando-se a Escala de Autoeficácia Materna para Prevenção da Diarreia Infantil (EADPI) e por contato telefônico. Os dados analisados pelos testes qui-quadrado e razão de verossimilhança. RESSULTADOS: Constatou-se significância nos níveis de autoeficácia com as variáveis: idade entre 15 e 29 (ρ<0,001); casada (p=0,035), união consensual (ρ=0,039), solteira (p=0,033); mais de cinco anos de escolaridade (ρ<0,001); renda per capita menor que R$ 169,50 (ρ<0,001), acima de R$ 169,50 (ρ<0,001); dona de casa (ρ<0,001), outras ocupações (ρ<0,001) equantidade de filhos (ρ<0,001). CONCLUSÃO: O enfermeiro ao aplicar a EAPDI pode monitorar a autoeficácia e associá-la às condições socioeconômicas das mães que influenciam na ocorrência da diarreia, a fim de intervir com ações educativas.

AIM: To determine the links between socio-demographic data of mothers living in at-risk micro areas and their self-efficacy in preventing childhood diarrhea. METHODS: This is a longitudinal study conducted in Fortaleza, with 90 mothers of children under five years of age. Data collection was performed through the use of the Maternal Self-efficacy Scale for Childhood Diarrhea Prevention (EADPI) and by telephone. Data were analyzed by chi-square tests and likelihood ratio. RESULTS: Statistical significance in self-efficacy levels was found within the following variables: aged between 15 and 29 (ρ <0.001); married (p=0.035); consensual union (ρ=0.039); single (p=0.033); more than five years of schooling (ρ<0.001); per capita income lower than R$169.50 (ρ<0.001); per capita income more than R$169.50 (ρ<0.001); housewife (ρ<0.001); other occupations (ρ<0.001); and number of children (ρ<0.001). CONCLUSION: When nurses use the EAPDI they can monitor mothers' self-efficacy and use these results in conjunction with the socio-economic conditions of mothers that influence the occurrence of diarrhea in order to intervene with educational activities.

OBJETIVO: Comprobar la asociación entre los datos sociodemográficos de madres residentes en microáreas de riesgo y su autoeficacia para prevenir la diarrea infantil. MÉTODO: Estudio longitudinal realizado en Fortaleza, con 90 madres de niños menores de cinco años. La colecta ocurrió utilizándose la Escala de Autoeficacia Materna para Prevención de la Diarrea Infantil (EADPI) y por contacto telefónico. Los datos analizados por los testes qui-cuadrado y razón de verosimilitud. RESULTADOS: Se comprobó significancia en los niveles de autoeficacia con las variables: edad entre 15 y 29 (ρ<0,001); casada (p=0,035), unión consensual (ρ=0,039), soltera (p=0,033); más de cinco años de escolaridad (ρ<0,001); ingreso per cápita menor que R$ 169,50 (ρ<0,001), arriba de R$ 169,50 (ρ<0,001); dueña de casa (ρ<0,001), otras ocupaciones (ρ<0,001) y cantidad de hijos (ρ<0,001). CONCLUSIÓN: El enfermero al aplicar la EAPDI puede monitorar la autoeficacia y asociarla a las condiciones socioeconómicas de las madres que influencian en la aparición de la diarrea, con el fin de intervenir con acciones educativas.
Descritores: Condições Sociais
Autoeficácia
Diarreia Infantil
Diarreia Infantil/prevenção & controle
-Saúde Pública
Saúde da Criança
Promoção da Saúde
Cuidados de Enfermagem
Limites: Humanos
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  10 / 8244 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1121450
Autor: Almeida, Francismeuda Lima de.
Título: A música na promoção do cuidado humanizado na Unidade de Terapia Intensiva / The music in the promotion of humanized careinintensive care unit.
Fonte: Salvador; s.n; 2011. 67P p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal da Bahia para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O objetivo desse estudo foi apreender a contribuição da música na promoção do cuidado humanizado ao paciente na UTI e analisar a contribuição atribuída pelo paciente, sobre o uso da música na promoção do cuidado humanizado na UTI. A pesquisa foi do tipo exploratória e descritiva, com uma abordagem qualitativa, realizada em duas UTIs de um hospital público de ensino de Salvador, com 10 pacientes críticos, conscientes e orientados, internados há no mínimo 24h. Foi utilizado um roteiro de entrevista semi-estruturado e a observação não-participante e constou de três momentos, o primeiro foi uma aproximação inicial onde foi perguntado sobre questões relativas à percepção do ambiente (UTI), sensações sobre o momento da internação e as músicas de preferência; o segundo constou da aplicação das músicas, enquanto foram observadas expressões faciais e corporais e o terceiro momento foi realizada a entrevista final sobre as sensações após escutar a música na UTI e as melhorias para si e para o ambiente. As entrevistas foram analisadas através da análise temática de Bardin. Os resultados demonstraram que a maioria acha o ambiente da UTI, bom, ótimo, o melhor possível porque tem profissionais competentes, educados que os tratam bem e tem aparelhagem tecnológica excelente. No entanto, outros consideram a UTI um lugar de recuperação e isolamento, sentem-se desconfortáveis por estarem longe de casa e da família. É assustador, devido a movimentação, gente dando ataque, muita aparelhagem, falta distração e o horário de visita é restrito. Estar na UTI, além de sentirem-se solitários, tristes e saudosos de casa e diferente porque saem da rotina, ficam aflitos, sentem dor e preocupação. Após as sessões de música as respostas obtidas das entrevistas e das observações foram de alegria, bom humor, relaxamento e rubor, tranqüilidade, assobios, balanço da cabeça e mãos com ritmo, olhos marejados, choro, sorrisos, fechamento dos olhos e sonolência. A experiência de ouvir música na UTI foi expressa como ótimo/maravilhoso, descontrai e relaxa, refrigera a alma e traz saudades. Os benefícios para si com o uso da música na UTI foram, que traz recordação; traz coisas boas; relaxa, acalma, distrai, anima e faz esquecer os problemas. Os benefícios para a UTI com a aplicação da música evidenciou que é: válido, bom, ótimo, edifica, importante e aprovam a idéia. Concluí que a aplicação da música contribuiu para uma melhor adaptação à UTI, tornando-a mais leve, agradável e confortável para os pacientes, promovendo a humanização do cuidado, e que pode se tornar uma prática freqüente no ambiente da UTI.(AU)
Descritores: Terapias Complementares
Humanização da Assistência
Promoção da Saúde
Musicoterapia
-Estimulação Acústica/métodos
Unidades de Terapia Intensiva
Música/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde



página 1 de 825 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde