Base de dados : LILACS
Pesquisa : I03.450.642.693 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 771 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 78 ir para página                         

  1 / 771 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-735574
Autor: Gessner, Rafaela; Gruchouskei, Fernanda; Barrichelo, Janete; Barros, Cristina Bello; Freire, Márcia Helena de Souza.
Título: Protocolo de desinfecção de brinquedos em unidade de internação pediátrica: vivência acadêmica de enfermagem / Protocol for disinfection of toys in pediatric hospital unit: academic nursing experience / Protocolo de desinfección de juguetes en una unidad de hospitalización pediátrica: experiencia academica de enfermería
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;12(1):177-181, jan.-mar. 2013.
Idioma: en; pt.
Resumo: A hospitalização infantil caracteriza-se como um momento difícil e estressor para a criança e seus familiares, é fundamental que seu direito de brincar seja preservado. A Lei nº. 11.104/2005 preconiza que toda unidade de saúde com internação pediátrica deverá contar com uma brinquedoteca. Contudo, sabe-se que os brinquedos de uso múltiplo constituem um dos itens responsáveis pela infecção hospitalar cruzada, para preveni-la, é necessária uma correta, eficiente e rotineira higienização dos brinquedos. Este estudo foi realizado por acadêmicas do curso de Enfermagem da UFPR, com o objetivo de desenvolver e implantar um Protocolo de Operação Padrão (POP) sobre a desinfecção de brinquedos de uso comum em uma unidade de internação pediátrica de um hospital-escola, na cidade de Curitiba, Paraná, em 2011. Trata-se de um relato de experiência do Estágio Supervisionado curricular de Enfermagem. O POP desenvolvido, em parceria com o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), estipula o objetivo do procedimento de higienização dos brinquedos, os equipamentos e materiais necessários para sua realização, condições gerais, efetuação e periodicidade. Esta vivência permitiu o estabelecimento de parceria entre a instituição de ensino e o serviço hospitalar; a sensibilização dos profissionais do setor envolvidos no cuidado pediátrico; agregou na formação das acadêmicas, assim como, contribuiu com a instituição.

Child hospitalization is a difficult time for children and their families, their right to play must be protected. The law number 11.104/2005 recommends that every health care center with pediatric unit must have a toy-library available. However it's a well-known fact that the shared toys are one of the causes of the hospital cross infection, to prevent it, there should be a correct, efficient e frequent hygiene of the toys. This paper was developed with the intuit of elaborating a Standard Operation Protocol (SOP) about the disinfection of shared toys in a School-hospital with pediatric unit in the city of Curitiba, Parana, in 2011. It is a report of nursing academic experiences from the nursing course of the UFPR. The SOP developed in partnership with the Service of Infection Control (SIC) provides the purpose of the procedure for cleaning of toys, equipment and materials necessary for their achievement, general conditions, effecting and frequency. This experience allowed the establishment of partnership between education institution and hospital service, awareness of professionals involved in pediatric care, and contributes to other sectors pediatric, and, added to academics education.

La hospitalización infantil es un momento difícil para el niño y sus familiares, por lo tanto, su derecho a jugar debe mantenerse. La Ley no. 11.104/2005 recomienda que todas las unidades de salud con un hospital pediátrico deben tener una ludoteca. Sin embargo, los juguetes de uso múltiple constituyen un de los elementos responsables por la infección cruzada hospitalaria, para evitar que esto ocurra, se requiere una limpieza correcta, eficiente y de rutina de los juguetes. Este estudio fue desarrollado con el objetivo de elaborar un Protocolo de Operación Estándar (POE) para la desinfección de los juguetes de uso común en una unidad de hospitalización pediátrica de un hospital universitário, en la ciudad de Curitiba, Paraná, en el 2011. Es un relato de experiência de estudiantes de Enfermería de la UFPR. El POE desarrollado en colaboración con el Servicio de Control de Infecciones del Hospital (SCIH) establece como propósito el procedimiento para la limpieza de los juguetes, los equipos y materiales necesarios para su realización, las condiciones generales, su efectuación y frecuencia. Este vivencia permitió estabeler la asociación entre la institución educativa y el servicio del hospital; la conciencia de los profesionales del sector que participan en la atención pediátrica; contribuye a los demás sectores de pediatría, y, añade a la capacitación profesional.
Descritores: Enfermagem Pediátrica
Jogos e Brinquedos
Criança Hospitalizada
Infecção Hospitalar
Promoção da Saúde
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  2 / 771 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-665217
Autor: Tondatti, Paula Chadi; Correa, Ione.
Título: Use of music and play in pediatric nursing care in the hospital context / Utilización de la música y del juego en el cuidado de enfermería pediátrico en ambiente hospitalario / Utilização da música e do jogo no cuidado de enfermaria pediátrico em ambiente hospitalar
Fonte: Invest. educ. enferm;30(3):362-370, Sept.-Dec. 2012.
Idioma: en.
Resumo: Objective. To identify and analyze scientific publications on the use of music and play in pediatric nursing care in the hospital context. Method. In this bibliographic study, papers were sought that were published in Portuguese or English between 2004 and 2009 and included the descriptors: hospitalized child, childhood, child recreation, nursing team, nursing, pediatric nursing, alternatives therapies, music, music therapy, play and playthings, play therapy, playing. For the review, the bibliographic databases used were MEDLINE, ScIELO and LILACS. Results. Seventeen publications were obtained, among which: 59% adopted a quantitative method; mainly nursing developed the activities (88%); per type of article, reviews on the theme and assessments of clinical changes associated with the use of music and play were frequent (59% and 18%, respectively); and the utility of this kind of therapies in nursing care is acknowledged (94%). Conclusion. Play and music are useful therapies that can be used in nursing care for pediatric patients.

Objetivo. Identificar y analizar las publicaciones científicas que abordaran el uso de la música y del juego en el cuidado de enfermería pediátrico en ambiente hospitalario. Metodología. Estudio bibliográfico en el que se buscaron artículos en portugués o en inglés publicados entre 2004 - 2009 que incluyeran los descriptores: niño hospitalizado, niñez, recreación infantil, equipo de enfermería, enfermería, enfermería pediátrica, terapias alternativas, música, musicoterapia, juegos y juguetes, ludoterapia, jugar. Para la revisión se utilizaron las bases de datos bibliográficas MEDLINE, ScIELO y LILACS. Resultados. Se obtuvieron 17 publicaciones, de las cuales tienen metodología cuantitativa (59%), las actividades fueron desarrolladas principalmente por enfermería (88%), por tipo de artículo son frecuentes las revisiones de tema y la evaluación de cambios clínicos asociados al empleo de la música y del juego (59% y 18%, respectivamente); y hay reconocimiento de la utilidad de este tipo de terapias en el cuidado de enfermería (94%). Conclusión. El juego y la música son terapias útiles que pueden ser empleadas en el cuidado de enfermería del paciente pediátrico.

Objetivo. Identificar e analisar as publicações científicas que abordassem o uso da música e do jogo no cuidado de enfermaria pediátrico em ambiente hospitalar. Metodologia. Estudo bibliográfico no que procuraram artigos em português ou em inglês publicados entre 2004 - 2009 que incluíssem os descritores: menino hospitalizado, meninice, recreação infantil, equipe de enfermaria, enfermaria, enfermaria pediátrica, terapias alternativas, música, musicoterapia, jogos e brinquedos, ludoterapia, jogar. Para a revisão se utilizaram as bases de dados bibliográficas MEDLINE, SciELO e LILACS. Resultados. Obtiveram-se 17 publicações, das quais: têm metodologia quantitativa (59%), as atividades foram desenvolvidas principalmente por enfermaria (88%), por tipo de artigo são frequentes as revisões de tema e a avaliação de mudanças clínicas sócios ao emprego da música e do jogo (59% e 18%, respectivamente); e há reconhecimento da utilidade deste tipo de terapias no cuidado de enfermaria (94%). Conclusão. O jogo e a música são terapias úteis que podem ser empregadas no cuidado de enfermagem ao paciente pediátrico.
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Jogos e Brinquedos
Musicoterapia
Música
Pediatria
Limites: Humanos
Responsável: CO103.1 - Biblioteca


  3 / 771 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Souza, Maria Thereza Costa Coelho de
Texto completo
Id: biblio-1147687
Autor: Garbarino, Mariana Inés; Souza, Maria Thereza Costa Coelho de; Petty, Ana Lúcia; Folquitto, Camila Tarif.
Título: Jogos e intervenções grupais no atendimento de crianças com dificuldades escolares / Games and group interventions to attend children with school difficulties / Juegos e intervenciones grupales para atender niños con dificultades escolares
Fonte: Psico (Porto Alegre);51(3):30367, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo discute a relevância da utilização de jogos no contexto do atendimento de crianças com dificuldades escolares. Estuda seu potencial como instrumento de observação e de intervenção sustentando-se em duas frentes de análise. Por um lado, examina as contribuições dos jogos de mesa à luz de pesquisas francesas neopiagetianas acerca dos impactos das novas tecnologias no desenvolvimento infantil. Por outro, articula essas discussões com dados oriundos de um Programa de Extensão Universitário destinado a crianças de 7 a 11 anos. O método contemplou a sistematização de 172 protocolos correspondentes a 35 participantes. Os resultados destacam as potencialidades do jogo como instrumento de intervenção, e constatam que o interesse e a persistência, por si sós, não garantem procedimentos satisfatórios na resolução de desafios cognitivos e socioafetivos, ao contrário do que afirma o discurso dos adultos, o qual insiste na falta de esforço e de atenção como causas para as dificuldades escolares.

This paper discusses the relevance of using games to attend children with school difficulties. It studies its potential as an instrument of observation and intervention based on two fronts of analysis. On one hand, it examines the contributions of board games from the French neopiagetian research's view about the impact of new technologies on child development. On the other hand, it articulates these discussions with data from a University Extension Program for children aged 7 to 11 years. The method involved the systematization of 172 protocols corresponding to 35 participants. The results highlight the potentialities of games as an intervention tool, and note that interest and persistence alone do not guarantee satisfactory procedures in the resolution of cognitive and socio-affective challenges, contrary to adult's arguments that insist on lack of effortand attention as causes for school difficulties.

El artículo discute la relevancia de la utilización de juegos en el contexto de atención de niños con dificultades escolares. Estudia su potencial como instrumento de observación e intervención, sustentándose en dos frentes de análisis. Por un lado, examina las contribuciones de los juegos de mesa a la luz de investigaciones francesas neopiagetianas acerca de los impactos de las nuevas tecnologías en el desarrollo infantil. Por otro, articula esas discusiones con datos oriundos de un programa de extensión universitario destinado a niños de 7 a 11 años. El método contempló la sistematización de 172 protocolos correspondientes a 35 participantes. Los resultados destacan las potencialidades del juego como instrumento de intervención y constatan que sólo el interés y la persistencia no garantizan procedimientos satisfactorios para la resolución de desafíos cognitivos y socio-afectivos, al contrario de lo que afirma el discurso de los adultos, que insiste en la falta de esfuerzo y atención como causas para las dificultades escolares.
Descritores: Desenvolvimento Infantil
-Jogos e Brinquedos
Psicologia da Criança
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1323.1 - Biblioteca Central Irmão José Otão


  4 / 771 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-655374
Autor: Santana, Marilda Ferraz; Braga, Ana Paula Morais.
Título: Utilização de órteses de porcelana fria para a realização no ato de brincar da criança com défice motor / The use of cold porcelain orthoses to implement the act of playing of a child with motor deficit
Fonte: Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) = Braz. j. health promot;25(2 Supl):51-61, jun. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Analisar a utilização da órtese confeccionada com porcelana fria para a realização do ato de brincar da criança com défice motor. Métodos: Pesquisa aplicada, quantitativa e qualitativa, no Núcleo de Assistência Médica Integrada (NAMI) em Fortaleza - CE, Brasil. A investigação ocorreu no período de fevereiro a junho de 2008. Amostra constituída por 22 crianças, sendo 14 selecionadas na pesquisa intitulada ?Redução nos custos para a confecção de órteses? e 8 indicadas por profissionais. Aplicou-se entrevista semiestruturada com os responsáveis; avaliação do comportamento lúdico baseado no protocolo de Ferland. Na análise das informações qualitativas; utilizou-se Analise de Conteúdo de Bardin. Para os dados quantitativos, utilizamos o tratamento estatístico de Morettin. Resultados: As categorias qualitativas foram organizadas em três: opinião dos pais em relação ao ato de brincar de seus filhos, tipo de brinquedo e melhora no desempenho ocupacional com o uso da órtese. A análise quantitativa permitiu a consolidação dos dados em tabelas, após a Avaliação do Comportamento Lúdico, aplicada no início e ao final da pesquisa. Conclusões: O estudocomprovou, por conseguinte, que a utilização da órtese confeccionada com porcelana fria interferiu, de forma preponderante, tanto na realização do ato de brincar das crianças que participaram desta pesquisa, como também no desempenho ocupacional em suas diversas áreas, passando por modificações consideráveis, reunindo valor também no interesse, na capacidade de realizar uma atividade e nos relacionamentos e sentimentos.

Objective: To analyze the use of cold porcelain orthoses for the performing of act of playing of the child with motor deficit. Methods: Applied research, quantitative and qualitative, in the Center for Integrated Healthcare (NAMI) in Fortaleza - CE, Brazil. The investigation occurred in the period from February to June 2008. Sample of 22 children, 14 selected in the survey entitled Reduction in costs for making orthoses and 8 indicated by professionals. We applied semi-structured interviews with officials, evaluate the play behavior based on the Protocol of Ferland. In the analysis of qualitative information, we used Bardins Content Analysis. For quantitative data, we used the statistical treatment of Morettin. Results: The qualitative categories were organized into three: the parents opinion about the act of playing of their children, type of toy and improvement in occupational performance with the use of orthosis. The quantitative analysis allowed the consolidation of data in tables, after the Behavior Assessment Playful, applied in the beginning and in the end of the study. Conclusions: This study showed, therefore, that the use of cold porcelain orthoses interfered, overwhelmingly, both in performing of the act of playing of the children who participated in this research, as well as in occupational performance in various areas, passing by significant changes, bringing value also in the interest, ability to perform an activity and relationships and feelings.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Equipamentos de Autoajuda
Terapia Ocupacional
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  5 / 771 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151695
Autor: Custódio, André Viana; Zaro, Jadir.
Título: O direito de brincar da criança e a exploração do trabalho infantil: destacando valores e superando mitos em vista da formação e do desenvolvimento integral / The child's right to play and the exploitation of child labor: highlighting values and overcoming myths in view of education and integral development
Fonte: Licere (Online);23(04):420-444, dez.2020.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo tem por objetivo aprofundar a proteção da criança e do direito de brincar, destaca a importância da superação da exploração do trabalho infantil e a valorização da formação integral. Confrontando doutrinas, mitos e teorias, pretende-se construir um caminho teórico-jurídico coerente, que reconheça as etapas de desenvolvimento da criança e a importância do brincar como elemento relevante, tendo em vista o seu desenvolvimento humano integral. O método de abordagem foi o dedutivo e o método de procedimento monográfico com técnicas de pesquisa bibliográfica e documental. Numa postura crítica e construtiva, a partir da compreensão da importância do brincar na vida da criança, se demonstra como esse valor não pode ser prejudicado pelo trabalho infantil, reconhecendo a importância do lúdico, da criatividade, do espontâneo, do brincar na vida da criança, como elementos essenciais para o desenvolvimento integral.

The article aims to deeper into the protection of children and their right to play, highlighting the importance of overcoming the exploitation of child labor and valuing the integral education. Comparing doctrines, myths and theories, we intend to build a coherent theoretical-legal path that recognizes the stages of child development and the importance of playing as a relevant element, in view of their integral human development. The approach method was the deductive one and the monographic method was the one with use of bibliographic and documentary research techniques. Assuming a critical and constructive attitude, from the understanding of the importance of playing in the child's life, it is demonstrated how this value cannot be harmed by child labor, recognizing the importance of play, creativity, spontaneity, playing in the child's life, as essential elements for integral development.
Descritores:
Trabalho Infantil
-Jogos e Brinquedos
Responsável: BR1878.9


  6 / 771 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1146547
Autor: Lopes, Nadja Caroline Bezerril; Viana, Ana Cláudia Gomes; Félix, Zirleide Carlos; Santana, Jancelice dos Santos; Lima, Patrícia Tavares de; Cabral, Ana Lúcia de Medeiros.
Título: Abordagens lúdicas e o enfrentamento do tratamento oncológico na infância / Playful approaches and coping with childhood cancer treatment / Enfoques lúdicos y afrontamiento del tratamiento del cáncer infantil
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e53040, jan.-dez. 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: demonstrar como, na percepção da criança acometida por câncer, as abordagens lúdicas contribuem para que ela enfrente o tratamento oncológico. Método: trata-se de um estudo qualitativo, descritivo e exploratório. Procedeu-se à entrevista semiestruturada com dez crianças com idades entre 6 e 12 anos acolhidas em uma casa de apoio. Para analisar as informações, optou-se pela técnica de análise de conteúdo. Resultados: emergiram duas categorias: o significado de brincar na compreensão da criança em tratamento oncológico; os sentimentos revelados a partir do brincar durante o tratamento oncológico. As crianças disseram que acham importante brincar durante o tratamento e reconhecem que, ao brincar, vivenciam uma variedade de sentimentos, como felicidade e bem-estar, mas também raiva por sentir dor devido à condição de estar doente. Conclusão: as abordagens lúdicas são ferramentas essenciais para auxiliar a criança a vivenciar as diferentes situações na doença e no tratamento.

Objective: to demonstrate how, in the children's view, playful approaches contribute to their coping with cancer treatment. Method: this qualitative, descriptive, exploratory study involved semi-structured interviews of ten children between 6 and 12 years old. Content analysis was used to analyze the information obtained. Results: two categories emerged: the meaning of play as understood by children undergoing cancer treatment; and the feelings revealed through play during cancer treatment. The children said they though it important to play during treatment and recognized that, when playing, they experienced a variety of feelings, such as happiness and well-being, but also anger at feeling pain due to the condition of being ill. Conclusion: playful approaches are essential tools for helping children in the various different situations they experience in their illness and treatment.

Objetivo: demostrar cómo, desde el punto de vista de los niños, los enfoques lúdicos contribuyen a hacer frente al tratamiento del cáncer. Método: este estudio cualitativo, descriptivo y exploratorio involucró entrevistas semiestructuradas a diez niños de entre 6 y 12 años. Se utilizó el análisis de contenido para analizar la información obtenida. Resultados: surgieron dos categorías: el significado del juego tal como lo entienden los niños en tratamiento contra el cáncer; y los sentimientos revelados a través del juego durante el tratamiento del cáncer. Los niños dijeron que les parecía importante jugar durante el tratamiento y reconocieron que, al jugar, experimentaban una variedad de sentimientos, como felicidad y bienestar, pero también ira al sentir dolor debido a la condición de estar enfermo. Conclusión: los enfoques lúdicos son herramientas esenciales para ayudar a los niños en las diferentes situaciones que experimentan en su enfermedad y tratamiento.
Descritores: Ludoterapia
Adaptação Psicológica
Neoplasias/terapia
-Percepção
Jogos e Brinquedos
Brasil
Epidemiologia Descritiva
Pesquisa Qualitativa
Emoções
Cuidados de Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  7 / 771 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-847529
Autor: Surdi, Aguinaldo Cesar; Marques, Danieli Alves Pereira; Melo, José Pereira de; Kunz, Elenor.
Título: O brincar e o "se-movimentar" da criança como manifestação artística / The play and the "se-move" child as artistic expression
Fonte: Licere (Online);19(3):https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/2945/2149, set. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo tem como objetivo refletir sobre a complexa e significativa relação entre a criança, o brincar e o se-movimentar, como também, seguindo na trilha da fenomenologia, fazer uma aproximação entre o brincar e o se-movimentar de crianças com a arte, procurando salientar alguns significados para o processo educativo. É por meio do brincar e do seu se-movimentar, que as crianças têm contato com o seu mundo. O brincar possibilita que a criança se doe por completo, tornando-se o próprio mundo. Dessa forma, ela percebe as sensações mais íntimas que podemos sentir nessa intrincada relação.

This article aims to reflect on the complex and significant relationship between the child, playing and moving oneself, but also, following the track of phenomenology, make a connection between the play and the up-move of children with art, looking highlight some meanings to the educational process. It is through play and its up-move, children have contact with their world. Playing allows the child to donate altogether, making it the world itself. Thus, she realizes the most intimate sensations that we can feel in this intricate relationship.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Arte
Criança
Educação
Limites: Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  8 / 771 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1142959
Autor: Pedrinho, Letícia Roberta; Shibukawa, Bianca Machado Cruz; Rissi, Gabrieli Patricio; Uema, Roberta Tognollo Borota; Merino, Maria de Fátima Garcia Lopes; Higarashi, Ieda Harumi.
Título: Brinquedo terapêutico para crianças com Diabetes Mellitus tipo I: intervenções no domicílio / Juguete terapéutico para niños con Diabetes Mellitus tipo I: intervenciones en el hogar / Therapeutic toy for children with Type I Diabetes Mellitus: Home interventions
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;25(3):e20200278, 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivo Descrever o uso do brinquedo terapêutico no cuidado domiciliar de crianças com Diabetes Mellitus tipo 1. Método Estudo qualitativo do tipo Estudo de Caso, realizado com crianças com diagnóstico de Diabetes Mellitus tipo 1, residentes no interior do Paraná. Os dados foram coletados em 2018, por meio de entrevista com as mães, sessões de brinquedo terapêutico com as crianças e anotações no diário de campo. A análise dos dados foi realizada seguindo os preceitos da análise de conteúdo. Resultados As crianças simularam situações cotidianas com o brinquedo terapêutico com naturalidade, evidenciando que cuidados com a glicemia e aplicação da insulina fazem parte da rotina. Contudo, demonstram sinais de insatisfação com a própria saúde, traçando comparações com crianças que não apresentam a doença e demonstrando suas angústias quando submetidas a procedimentos dolorosos. Conclusão A utilização do brinquedo terapêutico permitiu a abertura de um canal efetivo de comunicação entre criança e profissional, possibilitando ao pesquisador compreender a percepção das crianças sobre sua condição de saúde e desenvolver orientações e cuidados direcionados. Implicações para a prática Ao utilizar o brinquedo terapêutico, recurso de intervenção na assistência de enfermagem, como tecnologia de cuidado, amplia-se as possibilidades de atuação da enfermagem pediátrica, auxiliando crianças em condições crônicas.

Resumen Objetivo Describir el uso de juguetes terapéuticos en el cuidado domiciliario de niños con Diabetes Mellitus tipo 1. Método Estudio de caso tipo estudio cualitativo realizado con niños diagnosticados de Diabetes mellitus tipo 1, residentes del interior de Paraná. Los datos fueron recolectados en 2018, a través de entrevistas con madres, sesiones de juego terapéutico con niños y notas en el diario de campo. El análisis de datos se realizó siguiendo los preceptos del análisis de contenido. Resultados Los niños simularon situaciones cotidianas con el juguete terapéutico de forma natural, demostrando que los cuidados con la aplicación de glucosa e insulina son parte de su rutina. Sin embargo, muestran signos de insatisfacción con su propia salud, haciendo comparaciones con niños que no padecen la enfermedad y demostrando su angustia al ser sometidos a procedimientos dolorosos. Conclusión El uso de juguetes terapéuticos permitió la apertura de un canal de comunicación eficaz entre los niños y los profesionales, posibilitando al investigador comprender la percepción de los niños sobre su estado de salud, y desarrollar orientaciones y cuidados focalizados. Implicaciones para la práctica Al utilizar el juguete terapéutico, recurso de intervención en el cuidado de enfermería, como tecnología asistencial, se amplían las posibilidades del trabajo de enfermería pediátrica y se presta ayuda a los niños en condiciones crónicas.

Abstract Objective To describe the use of therapeutic toys in home care for children with type 1 Diabetes Mellitus. Method A qualitative case study carried out with children diagnosed with type 1 Diabetes mellitus, residents in the inland of Paraná. Data was collected in 2018, through interviews with mothers, therapeutic play sessions with children and notes in the field diary. Data analysis was performed following the precepts of content analysis. Results The children simulated everyday situations with the therapeutic toy naturally, showing that the care measures with blood glucose and insulin application are part of the routine. However, they show signs of dissatisfaction with their own health, drawing comparisons with children who do not suffer from the disease and demonstrating their distress when subjected to painful procedures. Conclusion The use of therapeutic toys allowed for the opening of an effective communication channel between children and professionals, enabling the researcher to understand the children's perception of their health condition, and to develop guidelines and targeted care measures. Implications for the practice When using the therapeutic toy, a resource for intervention in Nursing care, as a care technology, the possibilities for pediatric Nursing work are expanded, helping children in chronic conditions.
Descritores: Jogos e Brinquedos/psicologia
Cuidado da Criança/métodos
Diabetes Mellitus Tipo 1/terapia
-Enfermagem Pediátrica/métodos
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  9 / 771 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1149311
Autor: Coelho, Hercules Pereira; Souza, Gilberto dos Santos Dias de; Freitas, Victor Hamilton da Silva; Santos, Isabelly Rayane Alves dos; Ribeiro, Chesla de Alencar; Sales, Janayle Kéllen Duarte de; Oliveira, Joseph Dimas de; Gonçalves, Gleice Adriana Araujo; Castro, Ana Paula Ribeiro de.
Título: Percepção da criança hospitalizada acerca do brinquedo terapêutico instrucional na terapia intravenosa / Percepción del niño hospitalizado acerca del juguete terapéutico instructivo en la terapia intravenosa / Perception of the hospitalized child about the instructional therapeutic play in intravenous therapy
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;25(3):e20200353, 2021. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivo analisar a percepção da criança hospitalizada quanto ao uso do brinquedo terapêutico instrucional no preparo para a terapia intravenosa. Método estudo descritivo, com abordagem qualitativa, realizado em um hospital pediátrico público no município de Juazeiro do Norte - Ceará, entre os meses de julho a setembro de 2019. Participaram do estudo 31 crianças em idade pré-escolar e escolar. Os dados foram coletados por meio de uma entrevista semiestruturada e, posteriormente, analisados por meio do software IRAMUTEQ. Resultados diante da percepção das crianças acerca da terapia intravenosa, foi averiguado que elas compreenderam a técnica a partir da utilização do brinquedo terapêutico instrucional. Quando a criança tem a oportunidade de brincar e dramatizar a terapia intravenosa, por meio do brinquedo terapêutico instrucional, a ansiedade, a dor, a angústia, a solidão, o medo e o choro são atenuados. Conclusões e implicações para a prática orientar as crianças quanto à realização da terapia intravenosa favorece sua compreensão quanto aos reais benefícios desta técnica para a sua saúde, possibilitando, ainda, a compreensão do enfermeiro quanto às condições que representam riscos para a criança e intervenha em tempo hábil por meio da utilização de estratégias que favoreçam a recuperação da saúde e a minimização de traumas subsequentes advindos da hospitalização.

Resumen Objetivo Analizar la percepción del niño hospitalizado cuanto al uso del juguete terapéutico instructivo en la preparación para la terapia intravenosa. Método Estudio descriptivo, con enfoque cualitativo, realizado en un hospital pediátrico público de la ciudad de Juazeiro do Norte - Ceará, entre julio y septiembre de 2019. Participaron 31 niños en edad preescolar y escolar. Los datos se recogieron mediante entrevista semiestructurada, posteriormente analizados con el software IRAMUTEQ. Resultados En vista de la percepción de los niños acerca de la terapia intravenosa, se encontró que ellos comprendieron la técnica a partir del uso del juguete terapéutico instructivo. Cuando tienen la oportunidad de jugar y dramatizar la terapia intravenosa, a través del juguete terapéutico instructivo, la ansiedad, el dolor, la angustia, la soledad, el miedo y el llanto son mitigados. Conclusiones e implicaciones para la práctica Orientar a los niños sobre la realización de la terapia intravenosa favorece su comprensión sobre los beneficios reales de esta técnica para su salud, permitiendo además que la enfermera comprenda las condiciones que suponen riesgos para el niño e intervenga de forma oportuna, mediante el uso de estrategias que favorezcan la recuperación de la salud y la minimización de traumas posteriores a la hospitalización.

Abstract Objective to analyze the perception of the hospitalized child regarding the use of the instructional therapeutic play in preparation for intravenous therapy. Method descriptive study, with a qualitative approach, performed in a public pediatric hospital in the city of Juazeiro do Norte - Ceará, between the months of July and September 2019. A total of 31 pre-school and school children participated in the study. The data were collected through a semi-structured interview, and later analyzed through IRAMUTEQ software. Results in view of the children's perception of intravenous therapy, it was found that they understood the technique, from the use of the instructional therapeutic play. When the child has the opportunity to play and dramatize intravenous therapy, through the instructional therapeutic play, the anxiety, the pain, the anguish, the loneliness, the fear and the crying are mitigated. Conclusion and implications for practice Orienting children in the performance of intravenous therapy favors their understanding of the real benefits of this technique for their health, allowing the nurse to understand the conditions that pose risks to the child, and intervene in a timely manner, through the use of strategies that favor the recovery of health and the minimization of subsequent trauma from hospitalization.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Criança Hospitalizada/psicologia
Injeções Intravenosas/métodos
-Procedimentos Clínicos
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  10 / 771 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1150007
Autor: Soares, Mariangela Uhlmann; Facchini, Luiz Augusto; Nedel, Fúlvio Borges; Wachs, Louriele Soares; Kessler, Marciane; Thumé, Elaine.
Título: Social relationships and survival in the older adult cohort / Relações sociais e sobrevivência na coorte de idosos / Relaciones sociales y supervivencia en la cohorte de adultos mayores
Fonte: Rev. latinoam. enferm. (Online);29:e3395, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Objective: to verify the influence of social relations on the survival of older adults living in southern Brazil. Method: a cohort study (2008 and 2016/17), conducted with 1,593 individuals aged 60 years old or over, in individual interviews. The outcomes of social relations and survival were verified by Multiple Correspondence Analysis, which guided the proposal of an explanatory matrix for social relations, the analysis of survival by Kaplan-Meier, and the multivariate analysis by Cox regression to verify the association between the independent variables. Results: follow-up was carried out with 82.5% (n=1,314), with 46.1% being followed up in 2016/17 (n=735) and 579 deaths (36.4%). The older adults who went out of their homes daily had a 39% reduction in mortality, and going to parties kept the protective effect of 17% for survival. The lower risk of death for women is modified when the older adults live in households with two or more people, in this case women have an 89% higher risk of death than men. Conclusion: strengthened social relationships play a mediating role in survival. The findings made it possible to verify the importance of going out of the house as a marker of protection for survival.

Objetivo: verificar a influência das relações sociais na sobrevivência de idosos residentes no sul do Brasil. Método: estudo de coorte (2008 e 2016/17), realizado com 1.593 indivíduos com 60 anos ou mais, em entrevistas individuais. Os desfechos relações sociais e sobrevivência foram verificados por Análise de Correspondências Múltiplas que orientou a proposição de matriz explanatória para relações sociais e a análise de sobrevivência por Kaplan-Meier e análise multivariada por regressão de Cox para verificar a associação entre as variáveis independentes. Resultados: o acompanhamento foi realizado com 82,5% (n=1.314), sendo 46,1% acompanhados em 2016/17 (n=735) e 579 óbitos (36,4%). O idoso que saiu de casa diariamente teve uma redução de 39% na mortalidade e ir a festas manteve o efeito protetor de 17% para sobrevivência. O menor risco de morte para as mulheres é modificado quando os idosos vivem em domicílios com duas ou mais pessoas, neste caso as mulheres apresentam risco 89% maior de morte do que os homens. Conclusão: relações sociais fortalecidas exercem papel mediador na sobrevivência. Os achados permitiram verificar a importância de sair de casa como marcador de proteção para a sobrevivência.

Objetivo: verificar la influencia de las relaciones sociales en la supervivencia de adultos mayores residentes en el sur de Brasil. Método: estudio de cohorte (2008 y 2016/17), realizado con 1.593 individuos de 60 años o más, en entrevistas individuales. Los resultados de las relaciones sociales y la supervivencia se verificaron mediante Análisis de Correspondencias Múltiples que guio la proposición de una matriz explicativa de las relaciones sociales y el análisis de supervivencia por Kaplan-Meier y el análisis multivariado por regresión de Cox para verificar la asociación entre variables independientes. Resultados: el seguimiento se llevó a cabo con el 82,5% (n=1.314), siendo que en 46,1% el seguimiento se practicó entre 2016/17 (n=735) y se registraron 579 óbitos (36,4%). El adulto mayor que salió de casa a diario tuvo una reducción del 39% en la mortalidad y el hecho de ir a fiestas mantuvo el efecto protector del 17% en la supervivencia. El menor riesgo de muerte para las mujeres se modifica cuando los adultos mayores viven en domicilios con dos o más personas, en este caso las mujeres presentan un riesgo de muerte 89% más alto que los hombres. Conclusión: el fortalecimiento de las relaciones sociales ejerce un papel mediador en la supervivencia. Los hallazgos permitieron comprobar la importancia de salir de casa como marcador de protección en la supervivencia.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Apoio Social
Características de Residência
Características da Família
Saúde do Idoso
Estudos Longitudinais
Mortalidade
Assistência ao Convalescente
Relações Interpessoais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central



página 1 de 78 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde