× Atenção: Esta versão do sistema de pesquisa será desativada em 01/12/2022. Recomendamos a utilização da nova versão disponível em pesquisa.bvsalud.org


Base de dados : LILACS
Pesquisa : J01.086.339.070 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 90 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 90 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1384521
Autor: Ferreira, Jocelly de Araújo; Marques, Rita de Cássia; Silva, Kênia Lara; Duarte, Elysangêla Dittz; Schreck, Rafaela Siqueira Costa.
Título: Compreensão das necessidades de saúde do homem em assistência domiciliar: estratégia para a contra-hegemonia / Comprensión de las necesidades de salud del hombre en asistencia domiciliaria: estrategia para la contrahegemonía / Understanding the health needs of men in home care: a strategy for counter-hegemony
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;21:e58613, 2022.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: compreender as necessidades de saúde dos homenscuidados no domicílio. Métodos: estudo de abordagem qualitativa,analítica e interpretativa, fundamentada no referencial teórico-epistemológico sobre Necessidades. A coleta de dados foi realizada entre os meses de janeiro e fevereiro de 2019. Participaram da pesquisa 34 cuidadores e 24 homens assistidos pelo Serviço de Atenção Domiciliar de João Pessoa, Paraíba. Os dados foram obtidos de entrevistas abertas e observação assistemática e submetidos à Análise de Discurso Crítica. Resultados: os discursos revelam que as necessidades de saúde dos homens assistidos pela atenção domiciliar remetem a um modelo biologista hegemônico, invulnerável, construído por lideranças morais, ideologias dominantes e culturas particulares. Mas, devido à condição de limitação, os participantes passam a identificar necessidades de saúde consideradas contra-hegemônicas, tais como gregária; ser acolhido; ter vínculo; religiosidade; acesso aos serviços e tecnologias de saúde; insumos; lazer; tecnologia digital; socialização e acessibilidade. Considerações finais: conclui-se que as singularidades dos homens em atenção domiciliar precisam ser reconhecidas para uma assistência à saúde mais integral e equânime.

RESUMEN Objetivo: comprender las necesidades de salud de los hombres cuidados en el domicilio. Método: estudio de abordaje cualitativo, analítico e interpretativo, fundamentado en el referencial teórico-epistemológico sobre Necesidades. La recolección de datos se realizó entre los meses de enero y febrero de 2019. Participaron de la investigación 34 cuidadores y 24 hombres asistidos por el Servicio de Atención Domiciliaria de João Pessoa, Paraíba-Brasil. Los datos fueron obtenidos de entrevistas abiertas y observación asistemática y sometidos al Análisis de Discurso Crítico. Resultados: los discursos revelan que las necesidades de salud de los hombres asistidos por la atención domiciliaria remiten a un modelo biologismo hegemónico, invulnerable, construido por liderazgos morales, ideologías dominantes y culturas particulares. Pero, debido a la condición de limitación, los participantes pasan a identificar necesidades de salud consideradas contrahegemónicas, tales como gregaria; ser acogido; tener vínculo; religiosidad; acceso a los servicios y tecnologías de salud; insumos; ocio; tecnología digital; socialización y accesibilidad. Consideraciones finales: se concluye que las singularidades de los hombres en atención domiciliaria necesitan ser reconocidas para una asistencia a la salud más integral y ecuánime.

ABSTRACT Objective: to understand the health needs of men cared for at home. Methods: study with a qualitative, analytical and interpretive approach, based on the theoretical-epistemological framework on Needs. Data collection took place between January and February 2019. The survey included 34 caregivers and 24 men assisted by the Home Care Service in João Pessoa, Paraíba. Data were obtained from open interviews and unsystematic observation and submitted to Critical Discourse Analysis. Results: the discourses reveal that the health needs of men assisted by home care refer to a hegemonic and invulnerable biological model, built by moral leaders, dominant ideologies and particular cultures. But, due to the condition of limitation, the participants started to identify health needs considered counter-hegemonic, such as gregariousness; to be welcomed; to have a bond; religiosity; access to health services and technologies; inputs; leisure; digital technology; socialization and accessibility. Final considerations: we conclude that the singularities of men in home care must be recognized for a more comprehensive and equitable health care.
Descritores: Compreensão
Masculinidade
Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
Assistência Domiciliar
-Acessibilidade Arquitetônica
Religião
Enfermagem/organização & administração
Cuidadores
Acolhimento
Saúde do Homem
Acesso aos Serviços de Saúde
Serviços de Assistência Domiciliar
Visita Domiciliar
Atividades de Lazer
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  2 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1382217
Autor: Gonçalves, Geisa Candida da Silva; Moura, Gerusa Gonçalves.
Título: Planejamento urbano e acessibilidade para o idoso na cidade de Ituiutaba, MG - algumas reflexões interdisciplinares / Urban planning and accessibility for the elderly person in the city of Ituiutaba, MG-some interdisciplinary reflections / Planificación urbana y accesibilidad para personas mayores en la ciudad de Ituiutaba, MG - algunas reflexiones interdisciplinarias
Fonte: Rev. Kairós;21(4):457-480, dez. 2018. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O planejamento urbano estabelece as condições espaciais em que se desenvolvem as relações indivíduo-espaço. Este estudo aborda questões relativas à acessibilidade de três espaços de convívio social de pessoas idosas, na cidade de Ituiutaba, estado de Minas Gerais, Brasil: "Praça Mário Natal Guimarães", pista de caminhada na "Avenida José João Dib" e "Ituiutaba Clube Sociedade Recreativa e Esportiva". As reflexões interdisciplinares aqui desenvolvidas demonstram que as condições estruturais, para acessibilidade e uso dos idosos, apresentam deficiências, quanto ao que prevê a NBR 9050, não oferecendo condições adequadas para o caminhar, prejudicando as relações espaciais e sociais dos idosos. Verificou-se a necessidade de fiscalização, readequação e manutenção estrutural.

Urban planning establishes the spatial conditions in which individual-space relations develop. This study addresses issues related to the accessibility of three social spaces for the elderly in Ituiutaba, Minas Gerais State, Brazil: "Mário Natal Guimarães Square", "José João Dib Avenue" walking trail and "Ituiutaba Clube" Recreational and Sports Society. The interdisciplinary reflections developed here demonstrate that the structural conditions for accessibility and use of the elderly present deficiencies as foreseen by NBR 9050, not offering adequate conditions for walking, impairing the spatial and social relations of the elderly. There was a need for supervision, readjustment and structural maintenance.

La planificación urbana establece las condiciones espaciales en las que se desarrollan las relaciones espacio-individuales. Este estudio aborda cuestiones relacionadas con la accesibilidad de tres espacios sociales para personas mayores en la ciudad de Ituiutaba, estado de Minas Gerais, Brasil: "Plaza Mário Natal Guimarães", sendero para caminar en la "Avenida José João Dib" y "Ituiutaba Clube Sociedad recreativa y deportiva". Las reflexiones interdisciplinarias desarrolladas aquí demuestran que las condiciones estructurales para la accesibilidad y el uso de los ancianos presentan deficiencias, según lo previsto por NBR 9050, que no ofrecen condiciones adecuadas para caminar, perjudicando las relaciones espaciales y sociales de los ancianos. Había una necesidad de supervisión, reajuste y mantenimiento estructural.
Descritores: Planejamento de Cidades
-Acessibilidade Arquitetônica
Responsável: BR195.3 - Biblioteca Nadir Gouvêa Kfouri


  3 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1340458
Autor: Bossardi, Carina Nunes; Chesani, Fabíola Hermes; Nalin, Francielly; Mezadri, Tatiana.
Título: Funcionamento familiar e deficiência: um estudo com pessoas com deficiência física adquirida na região do Vale do Itajaí (SC) / Family functioning and disability: a study with people with acquired physical disability from the Vale do Itajaí (SC) / Funcionamiento familiar y discapacidad: un estudio con personas con discapacidad física adquirida en la región del Valle del Itajaí, Brasil
Fonte: Psicol. ciênc. prof;41(spe3):e190599, 2021. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo objetivou analisar o funcionamento familiar de pessoas com deficiência física. Foi realizada uma pesquisa transversal de natureza quantitativa, envolvendo 144 pessoas com deficiência física adquirida, de ambos os sexos, com idades entre 14 e 93 anos. Foram aplicadas as Escalas de Funcionamento Familiar (FACES IV), a de APGAR familiar e o questionário sociodemográfico. Os dados foram analisados com o Programa estatístico SPSS. Conforme os padrões de interação familiar propostos por Olson e Gorall (2006), apesar da boa funcionalidade familiar encontrada, os participantes indicaram certa indecisão ao afirmar se percebiam o funcionamento familiar como equilibrado ou desequilibrado, mas apresentaram índices mais elevados de satisfação e de comunicação na escala FACES e pontuaram mais em capacidade resolutiva no APGAR familiar. Tais resultados caracterizam a satisfação da pessoa com o tempo compartilhado entre os membros familiares no sentido de trocas e de fortalecimento mútuo. Por outro lado, os níveis de indecisão sobre a funcionalidade familiar resultaram em taxas de coesão e de flexibilidade caracterizadas como desordenadamente frouxas. Diferenças entre os sexos foram encontradas no que se refere ao APGAR. Para as pessoas de sexo feminino, existe elevada disfunção familiar, enquanto para os homens há uma boa funcionalidade familiar. Espera-se que esse estudo possa contribuir com a produção científica da área e que também possa gerar reflexões para a promoção de ações e de intervenções voltadas a esse contexto como um todo, especialmente no que se refere às políticas de inclusão e de promoção de saúde dessa população.(AU)

This study aims to analyze the family functioning of people with physical disabilities. For that, a quantitative cross-sectional research was conducted with 144 people with acquired physical disability, of both genders, aged between 14 and 93 years. Data was collected using the Family Adaptability and Cohesion Evaluation Scale IV (FACES IV); the family adaptability, partnership, growth, affection, and resolve (APGAR); and a sociodemographic questionnaire, and analyzed with the SPSS Statistical Program. According to the patterns of family interaction proposed by Olson and Gorall (2006), despite the good family functioning found in our study, participants showed uncertainty in classifying their family functioning as balanced or unbalanced. However, they presented high indices of satisfaction and communication in the FACES IV and high scores regarding response capacity and the APGAR family variables. These results indicate that individuals are satisfied with the amount of time shared with their families in regard to exchanges and mutual strengthening. Conversely, the indecision levels related to family functioning resulted in disorderly and loose cohesion and flexibility rates. APGAR results differed according to gender, with females showing high family dysfunction and males showing good family functioning. This study is expected to advance knowledge in the field, possibly stimulating reflections for the promotion of actions and interventions aimed at this context as a whole, especially regarding policies for social inclusion and health promotion.(AU)

El presente estudio tiene como objetivo analizar el funcionamiento familiar de personas con discapacidad física. Se realizó una investigación transversal de naturaleza cuantitativa, involucrando a 144 personas con discapacidad física adquirida, de ambos sexos, con edades entre 14 y 93 años. Se aplicaron la Escala de Funcionamiento Familiar (FACES IV), el cuestionario de APGAR familiar y el cuestionario sociodemográfico. Los datos fueron analizados con el programa estadístico SPSS. Según los patrones de interacción familiar propuestos por Olson y Gorall, a pesar de la buena funcionalidad familiar encontrada, los participantes indicaron cierta indecisión al afirmar si percibían el funcionamiento familiar como equilibrado o desequilibrado, pero presentaron índices más elevados de satisfacción y de comunicación en la escala FACES y puntuaron más en capacidad resolutiva en el APGAR familiar. Tales resultados caracterizan la satisfacción de la persona con el tiempo compartido entre los miembros familiares en el sentido de intercambios y de fortalecimiento mutuo. Por otro lado, los niveles de indecisión sobre la funcionalidad familiar ocasionaron tasas de cohesión y de flexibilidad caracterizadas como desordenadamente flojas. Se encontraron diferencias entre los sexos en lo que se refiere al APGAR. Para las mujeres, existe una elevada disfunción familiar, mientras que para los hombres hay una buena funcionalidad familiar. Se espera que este estudio pueda contribuir con la producción científica del área y que también pueda generar reflexiones para la promoción de acciones y de intervenciones orientadas a ese contexto como un todo, especialmente en lo que se refiere a las políticas de inclusión y de promoción de la salud de esta población.(AU)
Descritores: Avaliação de Processos e Resultados em Cuidados de Saúde
Pessoas com Deficiência
Relações Familiares
-Satisfação Pessoal
Acessibilidade Arquitetônica
Psicologia
Família
Comunicação
Adaptação
Incerteza
Inclusão Social
Crescimento
Promoção da Saúde
Estágios do Ciclo de Vida
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  4 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-612073
Autor: Ferrari, Rodrigo Duarte; Pires, Giovani De Lorenzi.
Título: Bicicleta, lazer e mobilidade urbana: uma experiência em mídia-educação / Bicycle, leisure and urban mobility: an experience in a media literacy
Fonte: Licere (Online);14(4), dez. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Esse texto relata um processo produtivo de mídia-educação, que resultou na realização de um vídeo, desenvolvido no campo da Educação Física. Seu objetivo foi provocar uma reflexão sobre o uso da bicicleta como alternativa de lazer e mobilidade urbana, a partir de uma perspectiva social crítica, com base na Mídia-Educação e na Antropologia Visual. O texto descreve, fundamenta e analisa a produção do material didático, sistematizando um conjunto de reflexões teórico-metodológicas que podem servir de suporte para intervenções pedagógicas que pensem as possibilidades da bicicleta como lazer e opção modal.

This text reports an experience about a producing process in Media Literacy, which results in a video that was developed in the health education . The aim of this work is to promote cycling as leisure and urban mobility in a critical social perspective, Media Literacy and Visual Anthropology. The text describe, present a theoretical base and analyze the production of a didactical object with intent to organize some theoretic and methodological thoughts that's main support pedagogical processes to think the bicycle as possibility of leisure and modal choice.
Descritores: Educação Física e Treinamento
Pensamento
Atividades de Lazer
Antropologia
-Acessibilidade Arquitetônica
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  5 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1121786
Autor: Martins, Kaisy Pereira; Costa, Kátia Nêyla Freitas Macêdo; Rezende, Laura Cristhiane Mendonça; Gomes, Thayris Mariano; Dantas, Thayana Rose Araújo; Santos, Sérgio Ribeiro.
Título: Percepção da equipe de enfermagem acerca da acessibilidade física e de comunicação de pessoas com deficiência visual / Perception of nursing staff about physical accessibility and communication of people with visual impairment
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;14(2):1019-1026, 20/06/2015.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um estudo descritivo, cujo objetivo foi de compreender a percepção da equipe de enfermagem acerca da acessibilidade física e de comunicação de pessoas com deficiência visual. Foram realizadas entrevistas gravadas, com dezoito enfermeiros e dezesseis técnicos de Enfermagem de um hospital universitário localizado no município de João Pessoa (PB) em janeiro de 2012. Os dados foram analisados qualitativamente, mediante a técnica de análise de conteúdo. Observou-se que a equipe de enfermagem tem dificuldades para se comunicar com pessoas com deficiência visual. No entanto, identificaram-se algumas estratégias utilizadas para facilitar a comunicação com esses pacientes, como linguagem não verbal, através do tato, e envolvimento do familiar. Esses profissionais também sugerem capacitação e qualificação para lidar com essas pessoas, assim como a implantação da linguagem em braille. Outro ponto relevante foi a falta de acessibilidade física para essa população no ambiente hospitalar. Espera-se que esta pesquisa possa contribuir para que as organizações educacionais incluam conteúdos referentes à assistência de pessoas com deficiência em seus currículos e que os serviços de saúde estimulem seus profissionais a participarem de capacitações e adéquem a estrutura física para que as necessidades dessa clientela sejam atendidas.

This is a descriptive study whose objective was to understand the perception of the nursing team about the physical accessibility and communication of people with visual impairment. Interviews with eighteen nurses and sixteen nursing technicians were recorded at a university hospital located in João Pessoa (PB), in January 2012. The data were analyzed qualitatively by means of content analysis. It was observed that the nursing staff has difficulty in communicating with people with visual impairments. However, some strategies used to facilitate communication with these patients were identified, as non-verbal language, through touch, and involvement of the family. These professionals also suggest training and qualification to deal with these people, as well as the implementation of language in braille. Another important point was the lack of physical accessibility for this population in the hospital. It is hoped that this research will contribute to the educational organizations include content related to assistance for people with disabilities in their curricula and health services encourage its employees to participate in training and the physical structure to be suited so that these clients' needs are met.
Descritores: Acessibilidade Arquitetônica
Pessoas com Deficiência Visual
Comunicação em Saúde
Equipe de Enfermagem
-Órgãos dos Sentidos
Acesso aos Serviços de Saúde
Hospitais de Ensino
Hospitais Universitários
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  6 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013669
Autor: Germano, Flavio Augusto Schiave; Germano, Caroline Schiave; Germano, Renato Antunes Schiave; Germano, Jorge Estéfano.
Título: Estudo das causas de cegueira e baixa de visão em uma escola para deficientes visuais na cidade de Bauru / The study of the causes of blindness and low vision in a school for visual disabilities in Bauru city
Fonte: Rev. bras. oftalmol;78(3):183-187, May-June 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Analisar as causas de cegueira dos alunos do Lar Escola Santa Luzia Para Cegos no município de Bauru, Estado de São Paulo. ambém avaliamos e discutimos o grau de inserção social dos alunos e a facilidade de acesso à saúde e locomoção dos deficientes visuais. Métodos: Foi realizado estudo prospectivo, qualitativo e quantitativo com todos os 66 alunos do Lar Escola "Santa Luzia" Para Cegos no município de Bauru. Cada pessoa com deficiência visual respondeu a questionários sobre diversos temas e foi submetido a um exame oftalmológico que constou de: anamnese, refração e acuidade visual corrigida (AV), biomicroscopia, tonometria e exame de fundo de olho. Resultados: Do total de 66 alunos da escola, 44 participaram do estudo e 22 não quiseram ou não puderam comparecer à consulta oftalmológica. 56,81% (25) do total de participantes eram homens e 43,19% (19) mulheres. Os desafios dos alunos deste estudo compreendem basicamente a locomoção com maior autonomia, além de maiores recursos disponíveis em informática e braile. As causas mais frequentes de deficiência visual no presente estudo, em ordem crescente de prevalência foram: atrofia óptica, meningite, retinocoroidite por toxoplasmose, neurite óptica, DMRI, retinopatia da prematuridade, descolamento tracional de retina, hidrocefalia, tumor ocular, glaucoma congênito, uveíte, glaucoma, retinose pigmentar, descolamento de retina regmatogênica e trauma ocular. Conclusão: Medidas governamentais e o apoio da sociedade no sentido de uma intervenção de maneira eficaz e transformadora e de valores sociais solidários em prol da pessoa com deficiência visual são imprescindíveis para a inclusão social.

ABSTRACT Objective: To analyze the causes of blindness among students of the Lar Escola Santa Luzia Para Cegos in the city of Bauru, State of São Paulo. We also evaluated and discussed the degrees of social insertion of the students and the access to health and locomotion of the visually impaired. Methods: A prospective, qualitative and quantitative study was performed with all 66 students of the Lar Escola Santa Luzia para Cegos in the city of Bauru. Each person with visual impairment answered several questionnaires on various subjects and underwent an ophthalmologic examination consisting of: anamnesis, refraction and corrected visual acuity (VA), biomicroscopy, tonometry and fundus examination. Results: Out of the total of 66 students in the school, 44 participated in the study and 22 did not want or could not attend the ophthalmological visit. 56.81% (25) of the total participants were men and 43.19% (19) women. The students' challenges in this study basically include locomotion with greater autonomy, as well as greater resources available in computer science and Braille. The most frequent causes of visual impairment in the present study, in increasing order of prevalence were: optic atrophy, meningitis, toxoplasmosis retinocoriditis, optic neuritis, AMD, retinopathy of prematurity, tractional retinal detachment, hydrocephalus, ocular tumor, congenital glaucoma, uveitis, glaucoma, pigmentary retinitis, regmatogenic retinal detachment and ocular trauma. Conclusion: Government measures and the support of the society for effective and transformative intervention and solidarity-based social values for the visually impaired are essential for social inclusion.
Descritores: Cegueira/epidemiologia
Baixa Visão/etiologia
Baixa Visão/epidemiologia
Educação de Pessoas com Deficiência Visual/estatística & dados numéricos
-Acessibilidade Arquitetônica
Fatores Socioeconômicos
Cegueira/etiologia
Estudos Prospectivos
Inquéritos e Questionários
Pessoas com Deficiência Visual
Educação Especial
Inclusão Social
Acesso aos Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  7 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1153815
Autor: Thomaz, Erika Barbara Abreu Fonseca; Costa, Elisa Miranda; Goiabeira, Yara Naya Lopes de Andrade; Rocha, Thiago Augusto Hernandes; Rocha, Núbia Cristina Silva; Marques, Maria Cristina de Oliveira; Queiroz, Rejane Christine de Sousa.
Título: Acessibilidade no parto e nascimento a pessoas com deficiência motora, visual ou auditiva: estrutura de estabelecimentos do SUS vinculados à Rede Cegonha / Accessibility to people with motor, visual, or hearing disabilities during delivery and childbirth: the structure of SUS facilities linked to Rede Cegonha
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;26(3):897-908, mar. 2021. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: Resumo Não há estudos, de abrangência nacional, caracterizando a acessibilidade para pessoas com deficiência no momento do parto. O objetivo do estudo foi descrever a estrutura física de estabelecimentos hospitalares quanto à acessibilidade para gestantes e puérperas com deficiência motora (DM), visual (DV) ou auditiva (DA) no Brasil. Estudo ecológico, descritivo, realizado em todos os 606 estabelecimentos vinculados à Rede Cegonha (RC), que realizaram partos em 2015. Foram feitas análises descritivas e de distribuição espacial. Considerou-se acessibilidade motora quando o estabelecimento tivesse rampa com corrimão ou elevador, portas com dimensões para cadeira de rodas e banheiro acessível com barras; acessibilidade visual quando houvesse sinalização tátil (sistema Braille ou figuras em relevo); e acessibilidade auditiva quando houvesse sinalização por textos, figuras, placas, cartazes ou símbolos nos ambientes. No Brasil, apenas 26 (4,3%) estabelecimentos tinham acessibilidade para pessoas com DM, 20 (3,3%) para pessoas com DA e nenhum para pessoas com DV. A acessibilidade motora foi pior no Norte e Nordeste e a auditiva, no Norte. Apesar dos avanços decorrentes da implantação da RC no Brasil, a estrutura dos estabelecimentos hospitalares não está adaptada para pessoas com DM, DV ou DA.

Abstract There are no nationwide studies characterizing accessibility for people with disabilities during delivery. This study aimed to describe the physical structure of hospital units regarding accessibility for pregnant and puerperae with motor (MD), visual (VD), or hearing (HD) disabilities in Brazil. This is an ecological, descriptive study conducted in all 606 health facilities linked to the "Rede Cegonha" where deliveries occurred, according to 2015 databases. We performed the descriptive and geospatial analysis and considered the presence of motor accessibility when the establishment had a handrail or elevator ramp, wheelchair-sized doors, and accessible bathroom with bars. We assumed visual accessibility when there was tactile signage on the floor (Braille system or embossed figures) and hearing accessibility when there was signage by texts, pictures, signs, posters, or symbols in the environments. In Brazil, only 26 (4.3%) of the facilities had accessibility for people with MD, 20 (3.3%) for people with VD, and none for HD. Motor accessibility was worse in the North and Northeast of Brazil, and hearing accessibility in the North region. Despite advances in the implementation of the "Rede Cegonha" in Brazil, the facilities' structure is not adapted for women with MD, VD, or HD.
Descritores: Acessibilidade Arquitetônica
Pessoas com Deficiência
-Brasil
Parto
Acesso aos Serviços de Saúde
Audição
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055606
Autor: Moscoso-Porras, Miguel; Fuhs, Amy Katherine; Carbone, Angela.
Título: Access barriers to medical facilities for people with physical disabilities: the case of Peru / Barreras de acceso a centros de salud para personas con discapacidad física: el caso de Perú / Barreiras de acesso aos serviços de saúde para pessoas portadoras de deficiência física: o caso peruano
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);35(12):e00050417, 2019. tab.
Idioma: en.
Projeto: NIH Research Training Grant.
Resumo: Abstract: People with disabilities (PWD) face several challenges accessing medical services. However, the extent to which architectural and transportation barriers impede access to healthcare is unknown. In Peru, despite laws requiring that buildings be accessible for PWD, no report confirms that medical facilities comply with such regulations. Thus, we aim to provide an association between these barriers and access to medical facilities. Data from a Peruvian disability survey were analyzed. Participants were 18 years of age and older people who reported having a physical disability. Accessibility was defined by reported struggles accessing medical facilities (health or rehabilitation centers). Absence of ramps, handrails, elevators, adapted bathrooms, and information counters in medical facilities were reported as architectural barriers. The transportation barriers analyzed included struggles using buses or trains. Poisson regression models with robust variance were used to estimate prevalence ratios (PR) and to control for confounding variables. 20,663 participants were included, their mean age was 66.5 years and 57.5% were females. Architectural and transportation barriers reported were 40% and 61%, respectively. All barriers reported were more prevalent in rural compared to urban areas (p < 0.001). Inadequacy of ramps, handrails, and adapted elevators and bathrooms were associated with limited use of rehabilitation centers (p < 0.001) but not of health centers (p > 0.05). Architectural and transportation barriers represent a hindrance to seeking treatment at rehabilitation centers. Actions to improve this situation are needed.

Resumen: Las personas con discapacidades (PWD por sus siglas en inglés) se enfrentan a diversos desafíos, en lo que se refiere a servicios de salud. Pese a ello, se desconoce hasta qué punto se extienden las barreras arquitectónicas y de transporte que impiden el acceso al sistema de salud. En Perú, a pesar de que las leyes requieren que los edificios sean accesibles para PWD, no existe ningún informe que muestre que los establecimientos médicos cumplan con esta normativa. Por lo tanto, nos proponemos determinar la asociación entre tales barreras y el acceso a centros médicos. Se analizaron datos procedentes de una encuesta nacional sobre discapacidad. Los participantes eran personas de 18 años y más que informaron de una discapacidad física. La accesibilidad se definió mediante las dificultades de acceder a centros de salud (centros de salud o rehabilitación). Las barreras arquitectónicas consideradas, y que fueron informadas, son: ausencia de rampas, barandillas, ascensores, baños adaptados para discapacitados, así como mostradores de información en centros médicos. Las barreras de transporte examinadas incluyeron las dificultades usando autobuses o trenes. Los modelos de regresión Poisson con variancia robusta se usaron para estimar la ratio de prevalencia (PR) y para controlar las variables de confusión. Se incluyeron a 20.663 participantes. La edad media fue 66,5 años y un 57,5% eran mujeres. Las barreras arquitectónicas de las que se informó representaron un 40% y las de transporte un 61%. Los informes de todas las barreras fueron mayores en áreas rurales, en comparación con las áreas urbanas (p < 0,001). Las deficiencias en rampas, barandillas, ascensores y baños adaptados estuvieron asociadas con una baja utilización de los centros de rehabilitación (p < 0,001), pero no en el caso de los centros de salud (p > 0,05). Las barreras arquitectónicas y de transporte representan un impedimento para la búsqueda de centros de salud y rehabilitación. Se necesitan más iniciativas para mejorar esta situación.

Resumo: As pessoas portadoras de deficiência (PPD) enfrentam diversos desafios no acesso aos serviços de saúde. Entretanto, não se sabe até que ponto as barreiras arquitetônicas e de transporte impedem o acesso à assistência. No Peru, apesar de leis que exigem a acessibilidade dos prédios para PPD, não há relato de que os serviços de saúde cumpram com tais regras. O estudo teve como objetivo determinar a associação entre esse tipo de barreira e o acesso aos serviços de saúde. Foram analisados os dados de um inquérito nacional sobre deficiência. Os participantes eram pessoas com 18 anos ou mais que relatavam ser portadoras de deficiência física. A acessibilidade era definida pelo relato de dificuldades em acesso aos serviços de saúde (centros de saúde ou de reabilitação). As barreiras arquitetônicas consistiam na ausência de rampas, corrimões, elevadores e banheiros adaptados e balcões de informação nos serviços de saúde. As barreiras de transporte incluíam dificuldades no uso de ônibus ou trens. Foram utilizados modelos de regressão Poisson com variância robusta para estimar razões de prevalência (RP) e controlar por fatores de confusão. Foram incluídos 20.663 participantes, com média de idade de 66,5 anos, sendo 57,5% do sexo feminino. Houve relato de barreiras arquitetônicas e de transporte por 40% e 61% dos participantes, respectivamente. O relato de barreiras era mais frequente em áreas rurais comparado com áreas urbanas (p < 0,001). A ausência de rampas, corrimões e elevadores e banheiros adaptados estava associada com menor utilização de centros de reabilitação (p < 0,001), mas não de centros de saúde (p > 0,05). As barreiras arquitetônicas e de transporte representam um impedimento à busca de assistência em centros de reabilitação. São necessárias medidas para melhorar essa situação.
Descritores: Pessoas com Deficiência/estatística & dados numéricos
Acesso aos Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos
-Peru
Acessibilidade Arquitetônica
Fatores Socioeconômicos
Transportes
Inquéritos e Questionários
Inquéritos Epidemiológicos
Instalações de Saúde
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 90 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1127606
Autor: Luque Parra, Diego Jesús; Luque Rojas, María Jesús; Elósegui Bandera, Eduardo; Casquero Arjona, Dolores; Ilizástigui del Portal, Lourdes Mara.
Título: Docencia universitaria y estudiantes con discapacidad: cuestiones sobre accesibilidad y adaptación en el estudio / University teaching and students with disabilities: questions about accessibility and adaptation in the study
Fonte: Summa psicol. UST;16(1):60-67, 2019. tab.
Idioma: es.
Resumo: Este trabajo aborda la discapacidad en el contexto universitario, desde la adecuación a las necesidades y características de la persona. Esta mirada busca que quienes presenten necesidades especiales asociadas a la discapacidad, dispongan de los medios, apoyos y recursos suficientes para asegurar la igualdad real y efectiva de oportunidades dentro de la comunidad universitaria. De acuerdo con ese objetivo, con este artículo se pretende generar una reflexión en el docente universitario, sobre las cuestiones de accesibilidad y adaptación -como aspectos básicos- en la atención a su alumnado con discapacidad. Estos aspectos se relacionan con la búsqueda de desarrollo tecnológico, formativo y personal-social, propio de una Universidad abierta a la sociedad, apuntando hacia valores de normalización, integración e inclusión. En una primera parte, se tratan generalidades sobre el desarrollo tecnológico y usuarios con discapacidad, para pasar a una segunda en la que se abordan cuestiones de la accesibilidad y la discapacidad, continuando con su concreción en el currículum universitario del alumnado con discapacidad.

This work addresses disability in the higher education context, in terms of reasonable and achievable adjustments related to the individual's needs and features. This approach aims to ensure assistive technology, support, and resources as means to guarantee real and effective access to equal opportunities for those members that may present special needs, due to their disability situation, within the university community. Therefore, this paper attempts to generate a reflection for university lecturers about accessibility and adaptation, as basic aspects in their duty of supporting disabled students. These aspects are directly related to technological, educational and socio-personal development, present in those higher education institutions open to society and oriented to values such as integration and inclusion. In the first place, some general information is provided about technological development and users with disabilities. In the second place, certain aspects related to accessibility and disability are addressed, and their materialization in the university curriculum of disabled students.
Descritores: Ensino
Universidades
Pessoas com Deficiência
Universidades
-Acessibilidade Arquitetônica
Inclusão Escolar
Tecnologia Educacional
Adaptação
Currículo
Limites: Humanos
Responsável: CL126.2 - Biblioteca Médica Dr. Profesor Hernán Alessandri R.


  10 / 90 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1289166
Autor: Ortega Luna, Iván Darío; Ortiz Hernández, María Angélica; Cervantes Olivares, Carlos Martín; Rodríguez Ibagué, Luis Fernando.
Título: Accesibilidad al entorno físico en instalaciones de acondicionamiento para personas con discapacidad física: una revisión integradora / Accessibility in Fitness Facilities for People with Physical Disabilities: An Integrative Review / Acessibilidade ao ambiente físico em academias de ginástica para pessoas com deficiência física: uma revisão integrativa
Fonte: Rev. cienc. salud (Bogotá);19(1):53-73, ene.-abr. 2021. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Introducción: las personas en condición de discapacidad están expuestas a diferentes barreras físicas o arquitectónicas que impiden su acceso a instalaciones y su participación en actividades físicas, ejercicio y deporte. Esto les dificulta obtener los beneficios que implica su práctica y conduce a un deterioro de su calidad de vida. Materiales y métodos: revisión integradora de estudios cuantitativos a través de la metodología SPIDER, con los siguientes componentes: 1) identificación del problema, 2) búsqueda de literatura, 3) evaluación de datos y 4) análisis de estos. Resultados: se incluyeron 7 estudios en los cuales se evaluaron 429 instalaciones de acondicionamiento con 4 instrumentos de medición, por medio de la puntuación media en porcentajes identificados por el tipo de accesibilidad al entorno físico (al desplazamiento y a la implementación deportiva y recreativa), donde el 0 % es la accesibilidad mínima y el 100 % es la accesibilidad máxima. En ninguno de los estudios incluidos se identificó una media mayor al 60 %. La accesibilidad a la implementación deportiva y recreativa fue la más baja, con el 19.81 %, y la accesibilidad física fue la más alta, con el 57.01 %. Conclusión: las instalaciones de acondicionamiento no son del todo accesibles para personas con discapacidad. Existe la gran necesidad de investigación en la accesibilidad a la implementación deportiva y recreativa en Latinoamérica y fundamentalmente en Colombia.

Abstract Introduction: People with disabilities are often exposed to different physical or architectural barriers that block access to their participation in physical activity, exercise, and sports. This makes it difficult for them to benefit from these facilities which lead to a deterioration in the quality of life for many individuals with disabilities. Materials and Methods: An integrative review of quantitative studies was conducted using the SPIDER methodology with the following components: (i) problem identification, (ii) literature search, (iii) data evaluation, and (iv) data analysis. Results: Seven studies were included in which 429 fitness facilities were evaluated with four measuring instruments including mean ratings in percentages identified by the type of accessibility (physical, displacement, sports and recreational implementation) and whether they were at 0% minimum accessibility or at 100% maximum accessibility. None of the studies that were included obtained a mean score greater than 60%. Accessibility to sports and recreational implementation was at the lowest with 19.81% and physical accessibility was at the highest with 57.01%. Conclusion: Fitness facilities are not entirely accessible for people with disabilities. There is a need for further research to look into accessibility of sports and recreational implementation in Latin America, especially in Colombia.

Resumo Introdução: as pessoas deficientes estão expostas a diferentes barreiras físicas ou arquitetônicas que impedem seu acesso às instalações e participação em atividade física, exercício e esporte, dificultando obter o benefício que a prática de esportes traz, o que prejudica sua qualidade de vida. Materiais e métodos: realizou-se uma revisão integrativa de estudos quantitativos através da metodologia SPIDER com os seguintes componentes: 1) identificação do problema, 2) revisão de literatura, 3) avaliação dos dados e 4) análise de dados. Resultados: foram incluídos sete estudos, nos quais se avaliaram um total de 429 academias com quatro instrumentos de medição, por meio da pontuação média em porcentagem identificada pelo tipo de acesso ao ambiente físico (física, por deslocamento, e aos implementos esportivos e recreativos), sendo 0% acessibilidade mínima e 100% acessibilidade máxima. Em nenhum dos estudos incluídos identificou-se uma média superior a 60%. A acessibilidade aos implementos esportivos e recreativos foi a mais baixa com 19,81% e a acessibilidade física foi a mais alta com 57,01%. Conclusão: as instalações das academias não são completamente acessíveis para pessoas com deficiência. Existe uma grande necessidade de investigação, principalmente na acessibilidade de implementos esportivos e recreativos na América Latina e fundamentalmente, na Colômbia.
Descritores: Acessibilidade Arquitetônica
Pessoas com Deficiência
Acesso aos Serviços de Saúde
-Academias de Ginástica
Instalações Esportivas e Recreacionais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Clínico
Responsável: CO285.1 - Biblioteca



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde
WXIS|fatal error|unavoidable|recxref/read|