Base de dados : LILACS
Pesquisa : J01.219 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 684 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 69 ir para página                         

  1 / 684 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055338
Autor: Laranjeira, Ronaldo; Martin, David.
Título: Traps in cannabis policies in Brazil
Fonte: Braz. J. Psychiatry (São Paulo, 1999, Impr.);41(6):475-476, Nov.-Dec. 2019. graf.
Idioma: en.
Descritores: Cannabis
Drogas Ilícitas/legislação & jurisprudência
-Brasil
Drogas Ilícitas/isolamento & purificação
Abuso de Maconha/complicações
Abuso de Maconha/prevenção & controle
Comércio
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 684 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-952453
Autor: Costa, Bruna Vieira de Lima; Freitas, Patrícia Pinheiro de; Menezes, Mariana Carvalho de; Guimarães, Larissa Morelli Ferraz; Ferreira, Luana de Fátima; Alves, Mariana dos Santos Costa; Lopes, Aline Cristine Souza.
Título: Ambiente alimentar: validação de método de mensuração e caracterização em território com o Programa Academia da Saúde / Food environment: validation of a method for measurement and characterization in the territory with the Health Academy Program / Ambiente alimentario: validación del método de medición y caracterización en territorios con el Programa Academia de la Salud
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);34(9):e00168817, 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais.
Resumo: O objetivo foi verificar a validade de dados secundários na investigação do ambiente alimentar e analisar as características do ambiente da comunidade e do consumidor em territórios de serviço de promoção da saúde. Estudo ecológico desenvolvido em 18 unidades do Programa Academia da Saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, selecionadas por amostragem de conglomerado simples. A validação dos estabelecimentos que comercializam frutas e hortaliças, obtidos valendo-se de bases de dados públicas, foi realizada por contato telefônico, uso da ferramenta Google Street View e auditoria. As variáveis do ambiente alimentar da comunidade investigadas foram: tipo de estabelecimento e localização; e do ambiente do consumidor: disponibilidade, variedade, preço e propaganda de frutas e hortaliças, e disponibilidade e variedade de alimentos ultraprocessados; e aspectos higiênico-sanitários. Para mensurar o acesso a alimentos saudáveis, utilizou-se o índice de acesso a estes alimentos. A auditoria revelou concordância fraca (45,7%) das bases secundárias de dados. Dos 298 estabelecimentos auditados, a maioria era sacolões e feiras-livres (61,3%), que apresentavam maior disponibilidade de alimentos saudáveis, mas também comercializavam de forma expressiva alimentos ultraprocessados (60,7%). Quanto às condições sanitárias, 1/3 dos estabelecimentos foi reprovado. Foi baixa a validade das bases secundárias, reforçando a necessidade de realizar auditoria nos estabelecimentos. Ademais, os estabelecimentos investigados apresentaram presença marcante de alimentos ultraprocessados e inadequadas condições higiênico-sanitárias.

The study aimed to verify the validity of secondary data in the investigation of the food environment and to analyze the characteristics of the community environment and consumers in territories covered by a health promotion service. This was an ecological study in 18 units of the Health Academy Program in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil, selected by simple cluster sampling. Validation of the establishments marketing fruits and vegetables, obtained from public databases, was done via telephone contact, Google Street View, and on-site audit. The following variables were investigated in the community food environment: type and location of the establishment; consumer's environment: availability, variety, price, and advertising of fruits and vegetables; availability and variety of ultra-processed foods; and hygienic and sanitary conditions. The access to healthy foods index was used to measure access to these foods. The on-site audit revealed weak concordance (45.7%) with the secondary databases. Of the 298 establishments, the majority were bulk grocery stores and open-air markets (61.3%), which showed the highest availability of healthy foods, but also marketed large amounts of ultra-processed foods (60.7%). One-third of the establishments showed substandard hygienic and sanitary conditions. The secondary databases showed low validity, emphasizing the need to audit the establishments. The establishments also showed a striking presence of ultra-processed foods and poor hygiene and sanitation.

El objetivo fue verificar la validez de los datos secundarios en la investigación sobre el ambiente alimentario, así como analizar las características del ambiente de la comunidad y del consumidor, en territorios con servicios de promoción de la salud. Estudio ecológico, desarrollado en 18 unidades del Programa Academia de la Salud de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, seleccionadas por muestreo de conglomerado simple. La validación de los establecimientos que comercializan frutas y hortalizas, se obtuvo valiéndose de bases de datos públicas, se realizó por contacto telefónico, además del uso de la herramienta Google Street View y auditorías. Las variables del ambiente alimentario de la comunidad investigadas fueron: tipo de establecimiento y localización; ambiente del consumidor: disponibilidad, variedad, precio y propaganda de frutas y hortalizas, disponibilidad y variedad de alimentos ultraprocesados, además de aspectos higiénico-sanitarios. Para medir el acceso a alimentos saludables, se utilizó el índice de acceso a estos alimentos. La auditoría reveló una concordancia débil (45,7%) de las bases secundarias de datos. De los 298 establecimientos auditados, la mayoría era tiendas de comestibles y mercados al aire libre (61,3%), que presentaban una mayor disponibilidad de alimentos saludables, pero también comercializaban de forma expresiva alimentos ultraprocesados (60,7%). En cuanto a las condiciones sanitarias, 1/3 de los establecimientos suspendió. La validez de las bases secundarias fue baja, reforzando la necesidad de realizar auditorías en los establecimientos. Además, los establecimientos investigados presentaron una presencia expresiva de alimentos ultraprocesados e inadecuadas condiciones higiénico-sanitarias.
Descritores: Abastecimento de Alimentos/estatística & dados numéricos
Promoção da Saúde/métodos
-Valores de Referência
Verduras/provisão & distribução
Brasil
Qualidade dos Alimentos
Características de Residência
Reprodutibilidade dos Testes
Comércio
Estatísticas não Paramétricas
Comportamento Alimentar
Frutas/provisão & distribução
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 684 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889816
Autor: Drope, Jeffrey; McGrady, Benn; Bialous, Stella Aguinaga; Lencucha, Raphael; Silva, Vera Luiza da Costa e.
Título: A conceituação das ameaças ao controle do tabaco provenientes de acordos econômicos internacionais: a experiência brasileira / La conceptualización de las amenazas al control del tabaco provenientes de acuerdos económicos internacionales: la experiencia brasileña / Conceptualizing threats to tobacco control from international economic agreements: the Brazilian experience
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);33(supl.3):e00168515, 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo: Com base nos resultados de dezenas de entrevistas com atores-chave envolvidos na formulação de políticas de controle do tabaco, examinamos as percepções desses atores em relação a ameaças ao controle do tabaco provenientes de políticas econômicas internacionais (comerciais e de investimento). Adotando uma perspectiva jurídica, avaliamos também as ameaças existentes e desafios potenciais que as políticas econômicas podem apresentar para os esforços do governo brasileiro na defesa da saúde pública. Segundo nossos achados, a maioria dos atores não percebe tais políticas econômicas como uma grande ameaça ao controle do tabaco. Objetivamente, de fato existem algumas ameaças. Por exemplo, a tentativa do Brasil de proibir a maioria dos aditivos e saborizantes do tabaco ainda enfrenta resistência na Organização Mundial do Comércio.

Resumen: En base a los resultados de decenas de entrevistas con actores-clave, involucrados en la formulación de políticas de control al tabaco, examinamos las percepciones de estos actores, en relación con las amenazas al control del tabaco, provenientes de políticas económicas internacionales (comerciales y de inversión). Adoptando una perspectiva jurídica, evaluamos también las amenazas existentes y desafíos potenciales que las políticas económicas pueden presentar para los esfuerzos del gobierno brasileño en la defensa de la salud pública. Según nuestros hallazgos, la mayoría de los actores no percibe tales políticas económicas como una gran amenaza al control del tabaco. Objetivamente, de hecho, existen algunas amenazas. Por ejemplo, la tentativa de Brasil de prohibir la mayoría de los aditivos y saborizantes del tabaco enfrenta incluso resistencia en el seno de la Organización Mundial del Comercio.

Abstract: Using the results of dozens of interviews with key actors involved in tobacco control policymaking, we examine these actors' perceptions of threats to tobacco control policy efforts from international economic policies on trade and investment. We also evaluate, from a legal perspective, the genuine threats that exist or potential challenges that economic policies may pose to the Brazilian government's public health efforts. We find that most actors did not perceive these economic policies as a major threat to tobacco control. Objectively, we found that some threats do exist. For example, Brazil's attempt to ban most tobacco additives and flavorings continues to met resistance at the World Trade Organization.
Descritores: Comércio/legislação & jurisprudência
Indústria do Tabaco/economia
Indústria do Tabaco/legislação & jurisprudência
Prevenção do Hábito de Fumar/economia
Prevenção do Hábito de Fumar/legislação & jurisprudência
-Formulação de Políticas
Brasil
Fumar
Saúde Pública/legislação & jurisprudência
Saúde Pública/tendências
Entrevistas como Assunto
Comércio/tendências
Prevenção do Hábito de Fumar/tendências
Política de Saúde/legislação & jurisprudência
Política de Saúde/tendências
Cooperação Internacional
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 684 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889747
Autor: Santos, Anderson Moreira Aristides dos; Tejada, César Augusto Oviedo; Jacinto, Paulo de Andrade.
Título: Determinantes econômicos da demanda por importações de produtos farmoquímicos e farmacêuticos / Economic determinants of the demand for importation of pharmacochemical and pharmaceutical products / Determinantes económicos de la demanda de importaciones de productos farmoquímicos y farmacéuticos
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);33(9):e00087916, 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo: Este artigo analisa a relação entre a demanda por importações de produtos farmoquímicos e farmacêuticos e variáveis econômicas (taxa de câmbio, preço das importações e renda agregada), no Brasil, fazendo uso de dados mensais do período 1997-2014. Os principais resultados mostraram que aumentos na renda agregada e reduções nos preços das importações têm impacto positivo e significativo, respectivamente de forma elástica e inelástica, sobre as importações. A taxa de câmbio foi significativa apenas no modelo mais agregado. Portanto, a renda agregada se mostrou uma variável bastante robusta e com forte impacto sobre as importações dos produtos farmoquímicos e farmacêuticos. Considerando os argumentos explicitados na literatura de que o déficit no comércio internacional dessa indústria se relaciona com déficit em conhecimento e tecnologia, somando aos resultados encontrados neste trabalho, há indícios de que conforme o nível de atividade econômica cresce, ocorre maior demanda por esse tipo de produto, e, não havendo produção nacional suficiente, existe necessidade de importações, o que pode gerar pressões no déficit comercial desse segmento, representando dependência do Brasil a outros países.

Abstract: This article analyzes the relationship between the demand for importation of pharmacochemical and pharmaceutical products and economic variables (exchange rate, import prices, and aggregate income) in Brazil, using monthly data from 1997-2014. The main results showed that increases in aggregate income and price reductions in imports have a positive and significant impact (elastic and inelastic, respectively) on imports. Exchange rate was only significant in the more aggregate model. Thus, aggregate income was a robust variable with strong impact on the importation of pharmacochemical and pharmaceutical products. The arguments in the literature that this industry's international trade deficit is related to a deficit in knowledge and technology and the current study's results provide evidence that as economic activity grows, there is a greater demand for this type of product. Additionally, if domestic production is insufficient, there is a need for imports, which can generate pressure on the trade deficit in the industry and contribute to Brazil's dependence on other countries.

Resumen: Este artículo analiza la relación entre la demanda de importaciones de productos farmoquímicos y farmacéuticos y las variables económicas (tasa de cambio, precio de las importaciones y renta agregada), en Brasil, utilizando datos mensuales del período 1997-2014. Los principales resultados mostraron que los aumentos en la renta agregada y las reducciones en los precios de las importaciones tienen un impacto positivo y significativo, respectivamente, de forma elástica e inelástica sobre las importaciones. La tasa de cambio fue significativa sólo en el modelo más agregado. Por tanto, la renta agregada se mostró una variable bastante robusta y con un fuerte impacto sobre las importaciones de los productos farmoquímicos y farmacéuticos. Considerando los argumentos explicitados en la literatura, acerca de que el déficit en el comercio internacional de esa industria se relaciona con el déficit en conocimiento y tecnología, sumado a los resultados hallados en este trabajo, hay indicios de que conforme el nivel de actividad económica crece, se produce una mayor demanda por ese tipo de productos, y, sin existir producción nacional suficiente, hay una necesidad de importaciones, lo que puede generar presiones en el déficit comercial de este segmento, representando la dependencia de Brasil de otros países.
Descritores: Preparações Farmacêuticas/economia
Comércio/economia
Indústria Farmacêutica/economia
-Brasil
Comércio/tendências
Comércio/estatística & dados numéricos
Internacionalidade
Indústria Farmacêutica/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 684 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-703176
Autor: Honorio, Jonathan Celli; Kawamura, Regiane Leiko; Galvao, Marjorana Martini Rodrigues; Herrerias, Tatiana; Cabrera, Eduardo Rodrigues.
Título: Legal highs: um problema de saude publica / Legal highs: un problema de salud publica / Legal highs: a public health problem
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;30(2):228-230, 02/2014.
Idioma: pt.
Descritores: Psicotrópicos
Saúde Pública
Controle de Medicamentos e Entorpecentes/legislação & jurisprudência
Estimulantes do Sistema Nervoso Central
-Psicotrópicos/química
Brasil
Comércio
Estimulantes do Sistema Nervoso Central/química
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 684 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040267
Autor: Hallal, Ana Luiza Curi; Macario, Andreza Madeira; Souza, Roberto Hess de; Boing, Antônio Fernando; Botelho, Lúcio; Cohen, Joanna.
Título: Association between the display of cigarette packs at the point of sale and smoking susceptibility among adolescents in Brazil / Associação entre a exposição a maços de cigarros em pontos de venda e susceptibilidade ao tabagismo entre adolescentes brasileiros
Fonte: J. bras. pneumol;44(1):49-51, Jan.-Feb. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT This was a cross-sectional study aimed at determining the association between exposure to tobacco displays at the point of sale and susceptibility to smoking in schoolchildren in the 14- to 17-year age bracket. Of the participating students, 69.0%, 21.3%, and 9.7% were classified as never smokers, experimenters, and smokers, respectively. Of the participants who were classified as being exposed to smoking, 18.9% were susceptible to smoking. Of the participants who were classified as being unexposed to smoking, 12.9% were susceptible to smoking (OR = 1.56; 95% CI: 1.04 -2.35; p = 0.029). Exposure to point-of-sale tobacco displays is associated with smoking susceptibility in Brazilian adolescents.

RESUMO Com o objetivo de verificar a associação entre a exposição a maços de cigarros em pontos de venda e a susceptibilidade ao tabagismo, foi realizado um estudo transversal com escolares entre 14 e 17 anos. Destes, 69,0% eram nunca fumantes, 21,3% eram experimentadores, e 9,7% eram fumantes. Entre os escolares expostos a maços de cigarros nos pontos de venda, 18,9% eram susceptíveis ao tabagismo, enquanto entre os estudantes não expostos, 12,9% eram susceptíveis a fumar (OR = 1,56; IC95%: 1,04-2,35; p = 0,029). Conclui-se que a exposição a maços de cigarros em pontos de venda está associada à susceptibilidade ao tabagismo entre adolescentes brasileiros.
Descritores: Comércio/estatística & dados numéricos
Produtos do Tabaco/provisão & distribução
Fumar Cigarros/epidemiologia
-Meio Social
Estudantes/estatística & dados numéricos
Brasil/epidemiologia
Prevalência
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Fatores de Risco
Comportamento do Adolescente
Comportamento Aditivo/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 684 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-975941
Autor: Szklo, André Salem; Cavalcante, Tânia Maria.
Título: Noncompliance with the law prohibiting the sale of cigarettes to minors in Brazil: an inconvenient truth / Descumprimento da lei que proíbe a venda de cigarros para menores de idade no Brasil: uma verdade inconveniente
Fonte: J. bras. pneumol;44(5):398-404, Sept.-Oct. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To draw up an up-to-date scenario of compliance with the law prohibiting the sale of cigarettes to minors. Methods: We used data about youth access to cigarette purchase that were obtained through a nationwide survey conducted in 2015 among students aged 13-17 years. We estimated simple proportions of attempts to buy cigarettes, success of attempts, purchase of cigarettes on a regular basis, and purchase of cigarettes on a regular basis in a store or bar. All estimates were stratified by gender, age group, and Brazilian macro-region. Crude absolute difference and adjusted absolute difference in the proportion of smokers in each category by variable of interest were analyzed by a generalized linear model with binomial distribution and identity link function. Results: Approximately 7 in every 10 adolescent smokers attempted to buy cigarettes at least once in the 30 days prior to the survey. Of those, approximately 9 in every 10 were successful, and individuals aged 16-17 years (vs. those aged 13-15 years) were less often prevented from buying cigarettes (adjusted absolute difference, 8.1%; p ≤ 0.05). Approximately 45% of all smokers aged 13-17 years in Brazil reported buying their own cigarettes on a regular basis without being prevented from doing so, and, of those, 80% reported buying them in a store or bar (vs. from a street vendor). Conclusions: Our findings raise an important public health concern and may contribute to supporting educational and surveillance measures to enforce compliance with existing anti-tobacco laws in Brazil, which have been disregarded.

RESUMO Objetivo: Fornecer um cenário atualizado do cumprimento da lei que proíbe a venda de cigarros para menores de 18 anos de idade. Métodos: Foram utilizados dados de acesso à compra de cigarros obtidos por meio de uma pesquisa de âmbito nacional, realizada em 2015, entre jovens escolares de 13 a 17 anos. Foram estimadas as proporções simples de tentativa de comprar cigarros; sucesso dessa tentativa; compra regular de cigarros; e compra regular de cigarros em lojas ou botequins. Todas as estimativas foram estratificadas por sexo, faixa etária e macrorregiões brasileiras. Para avaliar as diferenças absolutas, brutas e ajustadas, das proporções das categorias consideradas em relação às variáveis analisadas, foi utilizado um modelo linear generalizado com distribuição binomial e função de ligação identidade. Resultados: Aproximadamente 7 em cada 10 fumantes adolescentes tentaram comprar cigarros pelo menos em uma ocasião nos 30 dias anteriores à pesquisa. Desses, aproximadamente 9 em cada 10 obtiveram sucesso, sendo que jovens entre 16-17 anos (vs. 13-15 anos) foram menos impedidos de comprar cigarros (diferença absoluta ajustada = 8,1%; p ≤ 0,05). Aproximadamente 45% de todos os fumantes brasileiros entre 13 e 17 anos de idade referiram ter comprado regularmente os seus próprios cigarros sem serem impedidos, e, desses, 80% relataram tê-los comprado em lojas/botequins (vs. vendedores ambulantes). Conclusões: Nossos achados trazem um importante alerta de saúde pública e podem contribuir para apoiar ações educativas e de fiscalização no sentido de reforçar o cumprimento das leis antitabaco já existentes no Brasil, que vêm sendo desrespeitadas.
Descritores: Fumar/legislação & jurisprudência
Fumar/epidemiologia
Comércio/legislação & jurisprudência
Menores de Idade/legislação & jurisprudência
-Estudantes/estatística & dados numéricos
Brasil/epidemiologia
Estudos Transversais
Fatores Etários
Distribuição por Sexo
Comércio/estatística & dados numéricos
Distribuição por Idade
Menores de Idade/estatística & dados numéricos
Produtos do Tabaco/legislação & jurisprudência
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 684 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bucaretchi, Fabio
Capitani, Eduardo Mello de
Texto completo
Id: biblio-845716
Autor: Campos, Alessandra Marcuz de Souza; Bucaretchi, Fábio; Fernandes, Luciane Cristina Rodrigues; Fernandes, Carla Borrasca; Capitani, Eduardo Mello de; Beck, Ana Raquel Medeiros.
Título: EXPOSIÇÕES TÓXICAS EM CRIANÇAS A SANEANTES DE USO DOMICILIAR DE VENDA LEGAL E CLANDESTINA / TOXIC EXPOSURES IN CHILDREN INVOLVING LEGALLY AND ILLEGALLY COMMERCIALIZED HOUSEHOLD SANITIZERS
Fonte: Rev. paul. pediatr;35(1):11-17, jan.-mar. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivos: Analisar e comparar as repercussões clínicas dos acidentes com saneantes de uso domiciliar de origem legal e ilegal (clandestina) em crianças menores de 7 anos. Métodos: Estudo descritivo de corte transversal, com dados obtidos dos prontuários eletrônicos do Centro de Informações e Assistência Toxicológica de referência regional, no período de um ano completo. Foram realizadas análises estatísticas descritivas não paramétricas e de testes de associação. Resultados: A amostra foi constituída de 737 casos. A maioria das exposições ocorreu em crianças menores de 3 anos (mediana: 1 ano, intervalo interquartil: 1-3 anos) na residência habitual (92,9%) e por ingestão (97,2%). Os produtos envolvidos foram saneantes de baixa toxicidade sem efeito cáustico (38,9%), com efeito cáustico (24,1%), hidrocarbonetos (19,3%), inseticidas/raticidas (16,6%), e outros produtos (1,1%). Setenta casos decorreram de exposições a produtos clandestinos, principalmente cáusticos (n=47) e raticidas (n=15). Entre as 337 crianças que apresentaram manifestações clínicas pós-exposição, as ocorrências mais frequentes foram vômitos (n=125), queimaduras orais (n=74), tosse (n=35), salivação (n=26) e dor abdominal (n=25), significativamente mais comum com produtos clandestinos (55/70 versus 282/667; p<0,01). Dezenove crianças foram hospitalizadas (cáusticos, n=17; produtos clandestinos, n=12; mediana do tempo de internação: 2 dias), e 22 foram submetidas à endoscopia digestiva alta (hidróxido de sódio, n=14; produtos clandestinos, n=14), com alterações em 12 casos (grave=2). Não houve óbitos. Conclusões: Exposições tóxicas a saneantes de uso domiciliar de origem clandestina estão associadas com maior morbidade quando comparadas aos de venda autorizada.

ABSTRACT Objectives: To analyze and to compare clinical repercussions of accidents involving legally and illegally commercialized household sanitizers in children under 7 years of age. Methods: A descriptive cross-sectional design was used to collect data from electronic database of a regional Poison Control Center during one year. Data were analyzed by means of descriptive non-parametric statistics and association tests. Results: The sample had 737 reported cases. Most of the accidents occurred with children under 3 years of age (median: 1 year of age; interquartile interval: 1-3 years of age), at home (92.9%), by ingestion (97.2%). Products involved were cleaning products with low toxicity and no caustic effects (38.9%); caustics (24.1%); hydrocarbons (19.3%); pesticides/rodenticides (16.6%), and other products (1.1%). Seventy accidents were due to exposures to illegal products, mainly caustics (n=47) and rodenticides (n=15). Among the 337 children presenting post-exposure clinical manifestations, the most frequent were vomiting (n=125), oral burns (n=74), cough (n=35), drooling (n=26), and abdominal pain (n=25). Clinical manifestations were significantly more frequent after illegal products exposure (55/70 versus 282/667, p<0.01). Nineteen children had to be hospitalized (caustics, n=17; illegal products, n=12; median time of hospitalization: 2 days), 22 were submitted to esophagogastroduodenoscopy (sodium hydroxide, n=14; illegal products, n=14); and 12 cases had endoscopic alterations (severe in 2). No deaths occurred. Conclusion: Toxic exposures owing to illegal household sanitizer products are associated with greater morbidity when compared with legal ones.
Descritores: Produtos Domésticos/envenenamento
-Envenenamento/epidemiologia
Brasil
Estudos Transversais
Estudos Retrospectivos
Comércio/legislação & jurisprudência
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 684 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1073024
Autor: Souza, Edgar Portes de.
Título: Gerenciamento de uma ação de vigilância sanitária para estabelecimentos na área de alimentos / Management action for health monitoring of food establishments in the area.
Fonte: Ubatuba; s.n; abr. 2000. 21 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Alimentos
Comércio
Contaminação de Alimentos
Fiscalização e Controle de Instalações
Higiene dos Alimentos
Vigilância Sanitária
-Saúde Pública
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WA695, S729g, 2000; BR1763.1


  10 / 684 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1068616
Autor: Sao Paulo (Estado). Centro de Vigilancia Sanitaria.
Título: Orientações para estabelecimentos comerciais de alimentos / Food commercial establishing orientations.
Fonte: Sao Paulo; Sao Paulo (Estado). Secretaria da Saude. Centro de Vigilancia Sanitaria; s.d. 16 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Alimentos
Comércio
Vigilância Sanitária
-Contaminação de Alimentos
Manual de Referência
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; 1513, Cx.V3



página 1 de 69 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde