Base de dados : LILACS
Pesquisa : J01.219.687.274.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 12 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 12 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147647
Autor: Penteado, Maria Luísa Rigoletto; Oenning, Anne Caroline Costa; da Silva, Ricardo Henrique Alves; do Nascimento, Monikelly do Carmo Chagas; Silva, Rhonan Ferreira; Miamoto, Paulo.
Título: Análise ético-jurídica da publicidade odontológica no Instagram / Ethical and legal analysis of Odontology-related advertisement on Instagram
Fonte: Rev. Bras. Odontol. Leg. RBOL;7(1):[4,16], jan-abril 2020.
Idioma: pt.
Resumo: A restrição à publicidade odontológica coíbe a mercantilização, resguarda a privacidade do paciente e o protege como consumidor. O objetivo deste estudo foi avaliar a adequação da publicidade na rede Instagram® ao regramento vigente. Numa amostra de 384 perfis profissionais, avaliaram-se postagens públicas à luz da Lei 5.081/1966, Código de Defesa do Consumidor e Código de Ética Odontológica. A identificação adequada não foi feita por 35,4%. Já 3,6% anunciaram especialidades não reconhecidas. A expressão "popular" foi utilizada por 27,1%. Houve publicidade abusiva (16,4%) ou enganosa (8,3%). Serviços gratuitos foram anunciados (9,4%), com divulgação de preços (5,5%). Usando a imagem do paciente (79,4%), constatou-se divulgação de resultados clínicos (72,9%). Houve identificação do paciente em 68,2%, com uso adequado da imagem em apenas 9,1% dos casos. As imagens de antes/depois foram usadas em 76,6% das postagens. As inadequações sem a imagem do paciente orbitam entre infração ética, exercício profissional ilícito e desrespeito ao direito consumerista. Conclui-se que a publicidade odontológica veiculada no Instagram® apresentou condutas ilícitas e antiéticas, com e sem o uso da imagem do paciente o que pode configurar prejuízos ao paciente, ao profissional e à Odontologia como profissão da área de saúde.
Descritores: Defesa do Consumidor
Publicidade Direta ao Consumidor
Odontologia Legal
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  2 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1058891
Autor: Silva, Karine Borges da; Oliveira, Maria Inês Couto de; Boccolini, Cristiano Siqueira; Sally, Enilce de Oliveira Fonseca.
Título: Illegal commercial promotion of products competing with breastfeeding / Promoção comercial ilegal de produtos que competem com o aleitamento materno
Fonte: Rev. saúde pública (Online);54:10, 2020. tab.
Idioma: en.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To assess if the commercialization of infant formulas, baby bottles, bottle nipples, pacifiers and nipple protectors is performed in compliance with the Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de Primeira Infância e de Produtos de Puericultura Correlatos (NBCAL - Brazilian Code of Marketing of Infant and Toddlers Food and Childcare-related products). The commercial promotion of these products is prohibited by the Law 11,265. METHOD Cross-sectional study conducted in 2017 through a census of all pharmacies, supermarkets and department stores that sold products covered by NBCAL in the South Zone of Rio de Janeiro. Health professionals trained at NBCAL used structured electronic form for direct observation of establishments and for interviews with their managers. We created indicators to evaluate commercial practices and performed descriptive analyses. RESULTS A total of 352 commercial establishments were evaluated: 240 pharmacies, 88 supermarkets and 24 department stores, of which 88% sold products whose promotion is prohibited by NBCAL. Illegal commercial promotions were found in 20.3% of the establishments that sold the products we investigated: 52 pharmacies (21.9%), four supermarkets (7.5%) and seven department stores (33.3%). The most frequent commercial promotion strategies were discounts (13.2%) and special exposures (9.3%). The products with the highest prevalence of infractions of NBCAL were infant formulas (16.0%). We interviewed 309 managers of commercial establishments; 50.8% reported unfamiliarity with the law. More than three-quarters of the managers reported having been visited at the establishments by commercial representatives of companies that produce infant formulas. CONCLUSION More than a fifth of commercial establishments promoted infant formulas, baby bottles and nipples, although this practice has been banned in Brazil for thirty years. We think it is necessary to train those managers. Government agencies must monitor commercial establishments in order to inhibit strategies of persuasion and induction to sales of these products, ensuring mothers' autonomy in the decision on the feeding of their children.

RESUMO OBJETIVO Avaliar se a comercialização de fórmulas infantis, mamadeiras, bicos, chupetas e protetores de mamilo é realizada em cumprimento com a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de Primeira Infância e de Produtos de Puericultura Correlatos (NBCAL). A promoção comercial desses produtos é proibida pela Lei 11.265. MÉTODOS Estudo transversal conduzido em 2017 por meio de um censo de todas as farmácias, supermercados e lojas de departamento que comercializavam produtos abrangidos pela NBCAL na Zona Sul do Rio de Janeiro. Profissionais de saúde capacitados na NBCAL utilizaram formulário eletrônico estruturado para observação direta dos estabelecimentos e para entrevista com seus responsáveis. Foram criados seis indicadores de avaliação das práticas comerciais e realizadas análises descritivas. RESULTADOS Foram avaliados 352 estabelecimentos comerciais: 240 farmácias, 88 supermercados e 24 lojas de departamento, dos quais 88% comercializavam produtos cuja promoção é proibida pela NBCAL. Foram encontradas promoções comerciais ilegais em 20,3% daqueles que comercializavam os produtos investigados: 52 farmácias (21,9%), quatro supermercados (7,5%) e sete lojas de departamento (33,3%). As estratégias de promoção comercial mais frequentes foram os descontos (13,2%) e as exposições especiais (9,3%). Os produtos com maior prevalência de infrações à NBCAL foram as fórmulas infantis (16,0%). Foram entrevistados 309 responsáveis por estabelecimentos comerciais, 50,8% relatando não conhecer a lei. Mais de três quartos dos responsáveis relataram receber visitas nos estabelecimentos de representantes comerciais de empresas fabricantes de fórmulas infantis. CONCLUSÃO Mais de um quinto dos estabelecimentos comerciais faziam promoção comercial de fórmulas infantis para lactentes, mamadeiras e bicos, apesar de essa prática ser proibida no Brasil há trinta anos. É necessária a capacitação dos seus responsáveis. Os órgãos governamentais devem realizar fiscalização dos estabelecimentos comerciais para coibir estratégias de persuasão e indução à vendas desses produtos, garantindo às mães autonomia na decisão sobre a alimentação de seus filhos.
Descritores: Chupetas
Marketing/legislação & jurisprudência
Fórmulas Infantis/legislação & jurisprudência
Substitutos do Leite/legislação & jurisprudência
Publicidade Direta ao Consumidor
-Brasil
Aleitamento Materno
Estudos Transversais
Alimentos Infantis
Legislação sobre Alimentos
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1254582
Autor: Lopes, Ivonete da Silva.
Título: Ausência de raça e gênero no enfrentamento da pandemia no Brasil / Absence of race and gender in the fight against the pandemic in Brazil / Falta de raza y género en el enfrentamiento a la pandemia en Brasil
Fonte: RECIIS (Online);15(2):294-300, abr.-jun. 2021. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Esta nota discute a ausência dos quesitos cor/raça e gênero nos boletins epidemiológicos da Covid-19 e como essa omissão está articulada ao modo como se operacionaliza o racismo no Brasil. Coloca-se em evidência a apropriação da identidade racial e de gênero por alguns estados brasileiros que ganharam visibilidade midiática, como sendo solidários, ao iniciarem a campanha de vacinação com mulheres negras, grupo social mais vulnerável. É o jogo da dissimulação, em que se evidencia a raça/gênero na aparência, embora essas variáveis não sejam consideradas no enfrentamento da pandemia.

This note discusses the non-inclusion of information about color/race and gender in Covid-19 epidemiological reports and how this omission is related to the way that the racism is operated in Brazil. It highlights the racial and gender identity appropriation by some Brazilian states, which have gained media visibility as sympathetic governments to Black women, by starting the vaccination campaign with them, an extremely vulnerable social group. It is like a confidence trick, in which race and gender are in the spotlight, although these features are not considered in the fight against the pandemic.

Esta nota discute la ausencia de las informaciones sobre cor/raza y género en los boletines epidemiológicos de la Covid-19 y como esa omisión se encuentra articulada al modo en que se opera el racismo en Brasil. Destaca la apropiación de la identidad racial y de género por parte de algunos estados brasileños que han ganado visibilidad mediática, vistos como solidarios, puesto que han iniciado la campaña de vacunación con algunas mujeres negras, el grupo social más vulnerable. Es el juego del disimulo, por lo cual es evidenciada la raza/género en la apariencia, sin embargo esas variables no sean tenidas en cuenta en el enfrentamiento a la pandemia.
Descritores: Fatores Socioeconômicos
Cor
Infecções por Coronavirus
Racismo
Identidade de Gênero
-Brasil
Publicidade Direta ao Consumidor
Saúde das Minorias Étnicas
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  4 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1128300
Autor: Lombardi, Vanina.
Título: Influencia de la publicidad televisiva sobre el consumo de suplementos de testosterona / Influence of television advertising on consumption of testosterone supplements
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;20(2):46-47, 2017. tab.
Idioma: es.
Descritores: Testosterona/administração & dosagem
Publicidade Direta ao Consumidor/estatística & dados numéricos
Androgênios/administração & dosagem
-Televisão/estatística & dados numéricos
Testosterona/sangue
Fatores de Tempo
Estados Unidos
Cobertura do Seguro/tendências
Cobertura do Seguro/estatística & dados numéricos
Terapia de Reposição Hormonal/tendências
Terapia de Reposição Hormonal/estatística & dados numéricos
Publicidade Direta ao Consumidor/tendências
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  5 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-772273
Autor: Andrade, Rubian Diego; Grasel Barbosa, Diego; Meyer, Carolina; Teixeira, Clarissa Stefani; Silva Beltrame, Thais; Pereira Gomes Felden, Érico.
Título: Qualidade de vida de operadores de telemarketing: uma análise com o Whoqol-Bref / Calidad de vida de operadores de telemarketing: un análisis con Whoqol-Bref / Quality of life of telemarketing operators: an analysis with Whoqol-Bref
Fonte: Cienc. Trab;17(54):177-181, dic. 2015. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do trabalho foi analisar as características do trabalho e qualidade de vida dos operadores de telemarketing. A amostra foi composta por 68 profissionais com idade média de 25,3 (7,7) anos. Foi utilizado o WHOQOL Bref para avaliar a qualidade de vida. Nas análises inferenciais utilizou-se o teste de Kruskall-Wallis, Spermann e Regressão Linear Múltipla no modo Stepwise. A média da qualidade de vida geral foi 59,8 pontos. Uma das menores entre outras classes de trabalhadores pesquisadas. A percepção da qualidade de vida demonstrou que os piores escores de avaliação estavam relacionados ao domínio físico com capacidade significativa de explicação da qualidade de vida geral de 18,5%. Entre os sexos verificou-se diferença significativa no domínio meio ambiente (p=0,010). O estudo trouxe contribuições importantes para as questões de saúde e qualidade de vida dos trabalhadores e deve servir para adequações ergo-nômicas de modo a proporcionar conforto, segurança e saúde do trabalhador.

Analizar las características de la calidad de vida de los operadores de telemarketing. La muestra se compuso de 68 trabajadores de telemarketing con una media de 25,3 (7,7) años. Para evaluar la calidad de vida de utilizó el instrumento WHOQOL Bref. En las estadísticas de inferencia se usó Kruskal-Wallis, Spearmann y multiples regresiones lineales en modo escalonado. El promedio final de la calidad de vida general fue de 59,8 puntos. Uno de los menores entre otras clases de trabajadores encuestados. Además, todas las áreas tuvieron valores bajos. La percepción de la calidad de vida ha mostrado que los peores resultados del estudio estaban relacionados con el área física con capacidad significativa para explicar la variación de 18,5%. Entre el género hubo una diferencia importante en el área del ambiente (p=0,010). El estudio presentó relevancia importante en la calidad de vida general y debería ser usado para tomar acciones y hacer adaptaciones ergonómicas con el fin de proporcionar comodidad, seguridad y salud.
Descritores: Qualidade de Vida
Telefone
Publicidade Direta ao Consumidor
Categorias de Trabalhadores/psicologia
-Modelos Lineares
Inquéritos e Questionários
Saúde do Trabalhador
Publicidade
Correlação de Dados
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-674439
Autor: Iglesias, Fabio; Caldas, Lucas Soares; Lemos, Stela Maria Santos de.
Título: Publicidade infantil: uma análise de táticas persuasivas na TV aberta / Advertising to children: an analysis of persuasive tactics on a free channel
Fonte: Psicol. soc. (Online);25(1):134-141, 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Embora haja um forte debate sobre a ética e os efeitos da publicidade veiculada na mídia televisiva, ainda se conhece pouco sobre esses fenômenos em relação ao público infantil. Esta pesquisa teve como objetivo investigar o uso de estratégias persuasivas voltadas para o consumo infantil na mídia, com base na literatura científica de influência em psicologia social. A avaliação de 182 peças publicitárias veiculados nos intervalos comerciais de um programa infantil de elevada audiência da televisão aberta, duas semanas antes do Dia das Crianças, revelou como principais táticas dos anunciantes a definição de um critério de decisão pela criança, simular consenso social, contar história e modelagem social. O trabalho discute as implicações dos resultados para a realidade de consumo infantil no Brasil e para o subsídio de intervenções voltadas para a educação e para a promoção do consumo responsável.

Despite a strong debate on the ethics and effects of television advertising, little is known about how these phenomena operate among children as consumers. This research investigated the use of persuasive strategies in advertising to children, based on the psychosocial literature of social influence. An analysis of 182 television advertisements during commercial breaks aired two weeks before Children's Day revealed defining the decision criterion, simmulating social consensus, storytelling, and social modelling as the most frequent tactics used by advertisers. Implications for creating inputs to education in children's consumption in Brazil and the promotion of responsible consumption are discussed.
Descritores: Comunicação Persuasiva
Televisão
Criança
Publicidade Direta ao Consumidor/métodos
-Comportamento do Consumidor
Meios de Comunicação de Massa
Limites: Humanos
Criança
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1896.1 - Biblioteca


  7 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1026660
Autor: Gregori, Dario; Lorenzoni, Giulia; Ballali, Simonetta; Vecchio, Maria Gabriela; Verduci, Elvira; Berchialla, Paola.
Título: Is brand visibility on snacks packages affecting their consumption in children? Results from an experimental ad-libitum study
Fonte: Arch. latinoam. nutr;67(supl. 1):36-49, oct. 2017. ilus, tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The aims of the study were to assess the effects of the brand when snacking in children 6-11 years old and to evaluate the effect of different levels of brand awareness on children's intake. A 3x2 factorial design was adopted, and 96 children were randomized based on their brand awareness scores, assessed using the IBAI instrument and the study was conducted over two experimental sessions. First, 11 snacks were presented to the half of children laying on their own branded packages, whilst to the other half unbranded. In a second afternoon break, on a different day, the condition of branded/unbranded was crossed-over. Children were randomized in three groups based on combinations of concomitant TV and advertising exposure. Caloric intake (Kcal) of snacks eaten during sessions was taken as the main study outcome. No significant differences in energy intake were recorded according to brand visibility, both in children with high and low brand awareness. Exposure to TV and advertising showed no significant association with energy intake in the different groups and with the likelihood of being a high consumer. The present study suggested that brand visibility did not promote a higher caloric intake in 6-11 years old children during a snacking occasion(AU)

Los objetivos del estudio fueron el evaluar los efectos de las marcas comerciales durante una merienda en niños de entre 6 y 11 años de edad, así como analizar el efecto de diferentes niveles de conciencia de marca en el consumo de los niños. Se utilizó un diseño factorial 3x2, y se asignó al azar a 96 niños según sus puntuaciones de conciencia de marca, que fueron evaluados mediante el instrumento IBAI. El estudio se realizó en dos sesiones experimentales. En primer lugar, se presentaron 11 bocadillos (alimentos), a la mitad de los niños colocando en sus propios paquetes de marca, mientras que a la otra mitad sin marca. En un segundo recreo de la tarde, otro día, se realizó un cruce en la condición de bocadillos de marca y sin marca. Los niños fueron asignados al azar en tres grupos, según combinaciones concomitantes de exposición a la televisión y a pautas publicitarias. La ingesta calórica (Kcal) de bocadillos consumidos durante las sesiones se adoptó como principal resultado del estudio. No se registraron diferencias significativas en el consumo de energía dependiendo de la visibilidad de la marca, ni en los niños con un alto o bajo reconocimiento de marcas. La exposición a la televisión y a la publicidad no mostró una asociación significativa con el consumo de energía en los diferentes grupos y ni con la probabilidad de ser un gran consumidor. El presente estudio sugiere que la visibilidad de las marcas no promueve una mayor ingesta calórica en niños de entre 6 y 11 años de edad en el contexto de una merienda(AU)
Descritores: Doenças Cardiovasculares
Sobrepeso
Comportamento Alimentar
Obesidade Pediátrica/fisiopatologia
Publicidade Direta ao Consumidor
-Classe Social
Qualidade dos Alimentos
Saúde Pública
Doença Crônica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  8 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-979519
Autor: Sandoval-Escobara, Marithza; Ávila-Campos, Jorge; Barreto, Paola.
Título: Efectos de los comerciales con contenido erótico-sexual sobre el recuerdo, actitudes y actividad fisiológica, en relación con el grado de liberalidad / Effects of Ad with Erotic-Sexual Content on Recall, Attitudes and Physiological Activity, in Relation to the Degree of Liberality
Fonte: Univ. psychol;17(3):85-95, jul.-set. 2018.
Idioma: es.
Resumo: Resumen El presente estudio pretendió establecer el efecto de comerciales con contenidos de naturaleza erótico-sexual sobre el recuerdo y las actitudes hacia el anuncio y la marca publicitada. Se analizó la activación fisiológica y se buscaron relaciones con el grado de liberalidad-conservadurismo de cada participante. Para ello, se desarrolló un estudio cuasiexperimental con dos grupos, uno conformado por 29 hombres y el otro por 29 mujeres. Se diseñó un programa de televisión que consistía en un documental sobre la naturaleza en donde se insertaron tres tipos de comerciales: A1 (alto contenido erótico-sexual), A2 (bajo contenido erótico-sexual) y A3 (sin contenido erótico-sexual). Los comerciales fueron clasificados de acuerdo con las categorías empleadas por la NICAM y por la ISFP. Se combinaron los órdenes de aparición de estos comerciales y se eligió el orden que recibió cada participante de manera aleatoria. Posteriormente, fueron conectados a un polígrafo que registró su actividad fisiológica frente al programa que observaban. Una vez terminado el procedimiento, se aplicó un cuestionario para medir el recuerdo y actitudes frente al comercial y a la marca. Los resultados muestran que no existen diferencias significativas entre hombres y mujeres en la activación fisiológica frente a los comerciales con alto grado de erotismo y que el contenido erótico-sexual aportó significativamente a la recordación de la marca. De la misma manera, no se observaron efectos diferenciales de los contenidos eróticos en relación con el grado de liberalidad de los participantes.

Abstract This study aimed to establish the effect of ad with erotic content of a sexual nature on the recall and attitudes toward the ad and the advertised brand, analyzing the physiological activation of individuals and the observed differences between men and women. In addition, the differences in relation to the degree of conservatism of each participant settled. For this, a quasi-experimental study compared two groups, one consisting of 29 men and the other for 29 women developed. Television program was designed consisting in a nature documentary where 3 types of commercial A1 (highly erotic-sexual content), A2 (under erotic-sexual content) and A3 (without erotic-sexual content) were inserted. The commercials were classified according to the categories used by NICAM and the ISFP. The order of appearance of these commercials were combined and the order received each participant was randomly chosen. They were then connected to a polygraph which recorded its physiological activity to the program watching. Once the procedure is completed, a questionnaire was applied to measure memory and attitudes towards trade and off the mark. The results show no significant differences between men and women in physiological arousal against commercial high degree of eroticism and the erotic-sexual content did not contribute significantly improved the brand recall. No differential effects of erotic content depending on the degree of concessionality of participants were observed.
Descritores: Televisão/classificação
Publicidade Direta ao Consumidor/classificação
Responsável: CO185.1 - Biblioteca Alfonso Borrero Cabal, S. J.


  9 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-979849
Autor: Smith, Richard; Irwin, Rachel.
Título: Measuring success in global health diplomacy: lessons from marketing food to children in India
Fonte: Global Health;12(28):[4], 16 June 2016.
Idioma: en.
Resumo: Global health diplomacy (GHD) focuses on international negotiation; principally between nation states, but increasingly non-state actors However, agreements made at the global level have to be enacted at the national, and in some cases the sub-national level. This presents two related problems: (1) how can success be measured in global health diplomacy and (2) at what point should success be evaluated? This commentary highlights these issues through examining the relationship between India and the WHO Set of Recommendations on the Marketing of Food and Non-alcoholic Beverages to Children, endorsed by Resolution WHA63.14 at the 63rd World Health Assembly in 2010.
Descritores: Regulação e Fiscalização em Saúde
Diplomacia em Saúde
-Criança
Publicidade Direta ao Consumidor
Cooperação Internacional
Limites: Criança
Responsável: BR2260 - NETHIS - Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde


  10 / 12 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-893485
Autor: Kassahara, Aline; Sarti, Flavia Mori.
Título: Marketing of food and beverage in Brazil: scientific literature review on regulation and self-regulation of advertisements / Publicidade de alimentos e bebidas no Brasil: revisão de literatura científica sobre regulação e autorregulação de propagandas / Publicidad de alimentos y bebidas en Brasil: revisión de la literatura científica sobre regulación y auto-regulación de propagandas
Fonte: Interface (Botucatu, Online);22(65):589-602, abr.-jun. 2018. ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: The effects of marketing strategies for promotion of foods and beverages have been investigated due to its potential impacts on populations' food choices, particularly among children and adolescents. The paper presents an academic literature review on regulation and self-regulation of food and beverage advertisements in Brazil, based on search performed in electronic databases. Majority of studies were based on law analysis or qualitative study of advertisements. There are sufficient evidences on the need for government regulation of advertisements addressed to children and adolescents complementarily to institutional self-regulation in order to tackle ethical transgressions on food and beverage advertisements identified in Brazil. Additionally, there should be imposition of rigorous penalties for noncompliance to ethical rules and proposition of incentives towards actions encouraging healthy food consumption patterns, in order to comprise an actual system for promotion of public health.

Os efeitos de estratégias de marketing para promoção de alimentos e bebidas têm sido investigados devido aos potenciais impactos sobre escolhas alimentares populacionais, particularmente entre crianças e adolescentes. O artigo apresenta revisão de literatura acadêmica sobre regulação e autorregulação de propagandas de alimentos e bebidas no Brasil, baseada em busca realizada em bases de dados eletrônicas. A maioria dos estudos identificados referia-se a análise de legislação ou estudo qualitativo das propagandas. Há evidências de necessidade de regulação das propagandas direcionadas a crianças e adolescentes em complementação ao sistema de autorregulação institucional para combate às transgressões éticas identificadas em propagandas de alimentos e bebidas no Brasil. Adicionalmente, há necessidade de aplicação de penalidades severas para transgressões éticas, assim como incentivos às ações de apoio à alimentação saudável para compor um sistema efetivo de promoção da saúde pública.

Los efectos de estrategias de marketing para promoción de alimentos y bebidas se han investigado debido a los potenciales impactos sobre elecciones alimenticias poblacionales, particularmente entre niños y adolescentes. El artículo presenta una revisión de la literatura académica sobre regulación y auto-regulación de propagandas de alimentos y bebidas en Brasil, con base en una búsqueda realizada en bases de datos electrónicas. La mayoría de los estudios identificados se refería al análisis de la legislación o estudio cualitativo de las propagandas. Hay evidencias de la necesidad de regulación de las propagandas dirigidas a niños y adolescentes en complementación al sistema de auto-regulación institucional para el combate a las transgresiones éticas identificadas en propaganda de alimentos y bebidas en Brasil. Adicionalmente, hay la necesidad de aplicación de penalidades severas para transgresiones éticas, así como incentivos a las acciones de apoyo a la alimentación saludable para componer un sistema efectivo de promoción de la salud pública.
Descritores: Publicidade Direta ao Consumidor/legislação & jurisprudência
Promoção de Alimentos/legislação & jurisprudência
Regulação e Fiscalização em Saúde
-Bebidas
Limites: Humanos
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde