Base de dados : LILACS
Pesquisa : J01.637.087 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 9 [refinar]
Mostrando: 1 .. 9   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 9 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-995675
Autor: Suárez Fajardo, Ingrid Giovana; Rodríguez Godoy, Mauricio; Delgado Mejía, Edgar; Torres Rodríguez, Carolina.
Título: Efecto de agentes blanqueadores libres de peróxido sobre el color dental. Revisión sistemática / Effect of Peroxide-Free Dental Bleaching Agents on Dental Color. Systematic Review
Fonte: Univ. odontol;37(79), 2018. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Antecedentes: Los agentes blanqueadores oxidantes tales como los peróxidos generan daños irreversibles en el esmalte dental y afectan químicamente el componente orgánico e inorgánico del esmalte. Se reportan en la literatura sustancias alternativas que pueden mejorar el color del esmalte, sin causarle daño. Objetivo: Identificar las sustancias blanqueadoras tipo remineralizante reportadas en la literatura y su efecto en el color del esmalte dental. Métodos: Se consultaron las bases de datos PubMed, ScienceDirect, Embase, Scielo, Lilacs y Scopus, las palabras clave empleadas para la búsqueda fueron dental enamel, tooth bleaching, bleaching, calcium phosphate, hidroxyapatite, apatite, biomimetic, biomimetics, conectadas por el operador booleano AND y OR de diferentes maneras. Los criterios de elegibilidad de los artículos que harían parte de la revisión fueron que no incluyeran peróxidos de hidrógeno y carbamida con adición fluoruros y fosfatos de calcio y adicionalmente que emplearan un método de medición de color. Resultados: El resultado de la búsqueda arrojó 7 artículos, las sustancias encontradas de tipo remineralizante fueron hidroxiapatita sintética, fosfatos de calcio y el hexametafosfato de sodio. Según los criterios de evaluación definidos solo 4 de ellos tuvieron un nivel de evidencia alto, uno nivel medio y dos bajos. Todos los estudios reportan con los tratamientos probados, la capacidad de generar cambios en el color del esmalte dental. Conclusión: Las sustancias blanqueadoras remineralizantes encontradas, tienen la capacidad de producir cambios en el color del esmalte dental, lo cual se evidencia con modificación en las diferentes escalas de medición empleadas.

Background: Oxidizing bleaching agents such as peroxides generate irreversible damage to dental enamel and chemically affect the organic and inorganic component of the enamel. Alternative substances that can improve the color of the enamel without damaging it are reported in the literature. Purpose: To identify the remineralizing bleaching substances reported in the literature and their effect on the color of the dental enamel. Methods: The databases PubMed, ScienceDirect, Embase, SciELO, Lilacs and Scopus were consulted, the keywords used for the search were dental enamel, tooth bleaching, bleaching, calcium phosphate, hydroxyapatite, apatite, biomimetic, biomimetics, connected by the Boolean operator AND and OR in different ways. The eligibility criteria of the articles that would be part of the review were not to include hydrogen peroxide and carbamide peroxides with addition of fluorides and calcium phosphates and additionally using a color measurement method. Results: The result of the search yielded 7 articles, the substances found of remineralizing type were synthetic hydroxyapatite, calcium phosphates and sodium hexametaphosphate. According to the evaluation criteria defined, only 4 of them had a high level of evidence, one medium level and two low. All studies report with proven treatments the ability to generate changes in tooth enamel color. Conclusions: The remineralizing whitening substances found have the ability to produce changes in the color of the dental enamel, which is evidenced with modification in the different measurement scales used.
Descritores: Clareamento Dental/métodos
Materiais Biomiméticos/análise
Materiais Dentários/análise
-Esmalte Dentário
Estética Dentária
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Guia de Prática Clínica
Responsável: CO185.1 - Biblioteca Alfonso Borrero Cabal, S. J.


  2 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-727890
Autor: Corts, José Pedro; Arrospide, Luis; Cedrés, Cecilia; Corallo, Lucía.
Título: Restauraciones de cerámica adherida: Continuum restaurador posterior / Adhesive ceramic restorations: posterior continuum restoration
Fonte: Actas odontol;10(1):16-27, jul. 2013.
Idioma: es.
Resumo: La odontología restauradora actual debe estar sustentada en una filosofía preventiva, conservadora y de máxima preservación de las estructuras dentarias naturales.Con restauraciones que pueden ser consideradas como “fusionadas” a las estructuras dentarias, lo que implica la existencia de una relacióníntima y sub-estructural entre restauración, cemento adhesivo y tejido dentario, no mucho tiempo atrás, se propuso un “continuum restaurador” para el sector anterior de boca.Este trabajo propone y desarrolla ahora, un “continuum restaurador” para el sector posterior, en el entendido que con una correcta planificación que considere detenidamente la biomecánica de la oclusión para cada caso, dichas restauraciones adheridas tendrán una performance satisfactoria a mediano y largo plazo.

Nowadays, restorative dentistry should be based in a preventive and conservative philosophy of maximum preservation of the naturaldental structures.A “restorative continuum” has been proposed for the anterior sector of the mouth, not long ago. It involves restorations that are consideredas “fusioned” to the dental structures, existing an intimate and sub-estructural relation between restoration, adhesive cement and dental tissues.This paper suggests and develops a “restorative continuum” for the posterior sector of the mouth, based on a proper planification that considers the biomechanics of the occlusion in each case, where these bonded restorations will have middle and long term satisfactory performance.
Descritores: Restaurações Intracoronárias
Materiais Biomiméticos/uso terapêutico
Restauração Dentária Permanente/métodos
-Facetas Dentárias
Prótese Adesiva
Estética Dentária
Limites: Humanos
Responsável: UY108.1 - Biblioteca Central Universidad Católica del Uruguay


  3 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-616329
Autor: Senna, Plinio Mendes; Sotto-Maior, Bruno Salles; Francischone, Carlos Eduardo; Del Bel Cury, Altair Antoninha.
Título: Superfícies biomiméticas: novo paradigma da osseointegração / Biomimetic surfaces: new paradigm of osseointegration
Fonte: Rev. dental press periodontia implantol;5(3):42-49, jul.-set.2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O sucesso dos implantes está, frequentemente, associado ao processo de osseointegração. Isso leva a uma busca por tratamentos de superfície para que o titânio se torne cada vez mais bioativo e induza a neoformação óssea. O conceito da superfície biomimética surge com o intuito de gerar uma superfície que module positivamente a osseointegração, de modo que o implante apresente capacidade de osteoindução por meio do reconhecimento biomolecular da superfície. A hidroxiapatita e os fosfatos de cálcio foram os primeiro agentes propostos para o biomimetismo da superfície com o tecido ósseo; no entanto, hoje é proposta a utilização de proteínas da matriz extracelular óssea e fatores de crescimento para mimetizar a fisiologia do tecido e aumentar ainda mais a previsibilidade dos implantes. Quando os resultados das pesquisas puderem ser traduzidos em projetos industriais, novas superfícies podem surgir no mercado, garantindo maior segurança para a instalação de implantes em sítios ósseos desfavoráveis e o carregamento oclusal precoce.

Dental implants success is often associated with the osseointegration process. To induce the bone formation, there is a search for surface treatments to create a more bioactive titanium. The concept of biomimetic surface arises in order to generate a surface that positively modulates the implant osseointegration, presenting osteoinductive capacity through the biomolecular recognition of the surface. Hydroxyapatite and calcium phosphates were the first agents proposed for surface coating to mimic the bone tissue; however. the use of bone extracellular matrix proteins and growth factors have been proposed to mimic the physiology of the tissue and further increase its predictability. When the research results become translated into industrial projects, new surfaces may emerge in the market providing greater security for implants installation in unfavorable bone sites and early occlusal loading.
Descritores: Proteínas da Matriz Extracelular
Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular
Implantação Dentária
Osseointegração
-Materiais Biomiméticos
Propriedades de Superfície
Titânio
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  4 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-572292
Autor: Novaes Júnior, Arthur Belém; Souza, Sérgio Luis Scombatti de; Barros, Raquel Rezende Martins de; Pereira, Karina Kimiko Yamashina; Iezzi, Giovanna; Piattelli, Adriano.
Título: Influence of implant surfaces on osseointegration
Fonte: Braz. dent. j;21(6):471-481, 2010. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The biological fixation between the dental implant surfaces and jaw bones should be considered a prerequisite for the long-term success of implant-supported prostheses. In this context, the implant surface modifications gained an important and decisive place in implant research over the last years. As the most investigated topic in, it aided the development of enhanced dental treatment modalities and the expansion of dental implant use. Nowadays, a large number of implant types with a great variety of surface properties and other features are commercially available and have to be treated with caution. Although surface modifications have been shown to enhance osseointegration at early implantation times, for example, the clinician should look for research evidence before selecting a dental implant for a specific use. This paper reviews the literature on dental implant surfaces by assessing in vitro and in vivo studies to show the current perspective of implant development. The review comprises quantitative and qualitative results on the analysis of bone-implant interface using micro and nano implant surface topographies. Furthermore, the perspective of incorporating biomimetic molecules (e.g.: peptides and bone morphogenetic proteins) to the implant surface and their effects on bone formation and remodeling around implants are discussed.

A fixação biológica entre as superfícies de implante e os ossos maxilares deve ser considerada como um pré-requisito para o sucesso em longo prazo de próteses implanto-suportadas. Neste contexto, as modificações nas superfícies de implante ganharam um lugar importante e decisivo na pesquisa em Implantodontia nos últimos anos. Sendo o tópico mais estudado, colaboraram para o melhoramento de modalidades de tratamento dental, assim como para a expansão de uso dos implantes dentais. Hoje, um grande número de diferentes implantes com uma grande variedade de propriedades de superfícies, entre outras características, está comercialmente disponível e isto deve ser tratado com cuidado. Apesar das modificações nas superfícies terem melhorado a osseointegração em tempos precoces de implantação, por exemplo, o clínico deve procurar evidências científicas antes de selecionar um implante dental para uso específico. Este artigo fará uma revisão da literatura sobre superfícies de implantes osseointegráveis, analisando estudos in vitro e in vivo, a fim de mostrar uma perspectiva atual do desenvolvimento dos implantes. Esta abordagem englobará os resultados obtidos com micro e nano topografias, em termos quantitativos e qualitativos, avaliando a interface osso-implante. Além disso, discutirá também as perspectivas da incorporação de substâncias biomiméticas (como peptídeos e proteínas morfogenéticas) à superfície dos implantes e seus efeitos na modulação da neoformação óssea periimplantar.
Descritores: Implantes Dentários
Osseointegração
-Abrasão Dental por Ar
Materiais Biomiméticos
Adesão Celular
Células Cultivadas
Materiais Revestidos Biocompatíveis
Corrosão Dentária
Modelos Animais
Osteoblastos
Gases em Plasma
Propriedades de Superfície
Limites: Animais
Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-524200
Autor: Machado, Ana Cristina Posch.
Título: Biocompatilibidade in vivo de implantes de titânio submetidos ao processo biomimético / In vivo biocompatibility of titanium implants submitted to biomimetic process.
Fonte: São José dos Campos; s.n; 2008. 138 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Odontologia de São José dos Campos para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Propõe-se neste estudo avaliar a neoformação óssea no interior dos poros e ao redor de implantes porosos de titânio, submetidos ao processo biomimético modificado, inseridos em tíbias de coelhos. Foram confeccionados 180 implantes de titânio puro grau 2, com porosidade controlada, obtidos por meio da metalurgia do pó. Noventa implantes foram pré-tratados com solução de NaOH à 130ºC/1h, submetidos à temperatura de 200ºC/1h e posteriormente imersos em fluido corpóreo simulado modificado por 14 dias. Os implantes foram inserido sem 30 coelhos sendo que cada um recebeu 3 implantes tratados na tíbia esquerda e 3 sem tratamento na tíbia direita. Os animais foram sacrificados em 15, 30 e 45 dias após a cirurgia e os fragmentos das tíbias contendo os implantes foram submetidos à análise histológica, histomorfométrica e teste mecânico de cisalhamento. A análise microestrutural das amostras foi realizada por microscopia eletrônica de varredura (MEV), espectrometria por energia dispersiva de raios X (EDS) e espectroscopia Raman e a avaliação da neoformação óssea por microscopia de luz (MO) e MEV, comparando implantes sem tratamento com aqueles submetidos ao tratamento biomimético. O EDS indicou que a superfície do implante após o tratamento biomimético continha principalmente cálcio (Ca) e fósforo (P) além da presença de titânio. A Espectroscopia Raman do implante de titânio, após o tratamento biomimético, indicou pico característico e de grande magnitude a 960cm-1 devido à formação de uma camada de hidroxiapatita. As imagens ao MO e MEV demonstraram que houve neoformação óssea na interface osso-implante e no interior dos poros, inclusive naqueles mais centrais. Observou–se que a porcentagem média de neoformação óssea nos implantes tratados nos três tempos de sacrifício foi maior do que nos implantes não tratados, sendo observada diferença significativa no período de 15 dias.
Descritores: Materiais Biomiméticos
Osseointegração
Próteses e Implantes
Titânio
-Porosidade
Limites: Animais
Coelhos
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação
BR243.1; tD74, M149b


  6 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-508069
Autor: Junqueira, Helena Couto.
Título: Síntese e estudo das propriedades fotoinduzidas de derivados fenotiazínicos em sistemas biomiméticos / Synteses and study of photoinduced properties of phenothiazine derivatives on biomimetic systems.
Fonte: São Paulo; s.n; 24 nov. 2008. 161 p. graf, tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Instituto de Química. Departamento de Bioquímica para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Neste trabalho são apresentados estudos do efeito de interfaces nas propriedades fotofísicas e fotoquímicas do azul de metileno (AM) e de derivados fenotiazínicos com o intuito de avaliar o potencial destes compostos como fotossensibilizadores (FS) em terapia fotodinâmica. As propriedades físico-químicas do AM foram estudadas em soluções de SDS e observou-se que a presença do AM em solução altera o equilíbrio entre as micelas de SDS, -diminuindo o valor da concentração micelar crítica de 7mmolL-1 para 70µmoIL-1. A presença das micelas em solução também interfere nas propriedades do AM. Em baixas concentrações de SDS há formação de dímeros de AM, constatados pelo aumento da absorbância em 580nm e diminuição da emissão de fluorescência. A caracterização das espécies transientes mostrou a existência de moléculas de azul de metileno no estado triplete (3AM) e de oxigênio singlete em soluções com altas concentrações de SDS e a formação de espécies radicalares do AM em baixas concentrações do tensoativo. Esta observação sugere que o mecanismo fotoquímico do AM é dependente da sua concentração local próxima de interfaces carregadas. As interações do AM e de alguns de seus derivados fenotiazínicos (tionina, azure A e azure B) com vesículas e com células...
Descritores: Hipóxia/tratamento farmacológico
Azul de Metileno/farmacocinética
Azul de Metileno/síntese química
Fotoquimioterapia/efeitos adversos
Fotoquimioterapia
Neoplasias/tratamento farmacológico
Oxigênio Singlete/efeitos da radiação
-Materiais Biomiméticos
Técnicas de Cultura de Células
Espectrofotometria
Análise Espectral
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T574.192, J95s


  7 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Volpon, José B
Texto completo
Id: lil-432579
Autor: Haje, Davi P; Volpon, José B.
Título: Desenvolvimento de parafusos de osso bovino: método de usinagem e estudo metrológico com projetor de perfil / Bovine bone screws development: machining method and metrological study with profile projector
Fonte: Acta ortop. bras;14(2):87-91, 2006. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Parafusos confeccionados de osso sao pouco estudados na literatura. Aspectos estruturais, mecânicos e relativos a osteointegracao e osteoinducao sao importantes tópicos de pesquisa a serem abrangidos previamente ao uso in vivo de implantes de osso. Entretanto, o fator inicial a ser avaliado é a usinabilidade do tecido ósseo. Outro ponto de relevância é a verificacao da praticabilidade de confeccionar parafusos ósseos de dimensaes pré-estabelecidas. Nestas pesquisas, os parafusos foram confeccionados a partir de amostras de osso cortical retiradas de forma padronizada da porcao médio-diafisária da tíbia bovina. A usinagem do osso foi realizada em torno horizontal com uso de duas ferramentas: bits de aco e rebolo de ponta montada de óxido de alumínio, produzindo-se 22 parafusos. A avaliacao das dimensaes dos parafusos ósseos foi realizada em projetor de perfil, tendo-se como referência 10 parafusos metálicos. De forma geral a análise metrológica nao mostrou variacoes significativas dentro do grupo dos parafusos ósseos e metálicos. Os principais problemas dimensionais encontrados nos dois grupos de parafusos foram: ângulos alfa muito elevados nos implantes ósseos e os similares metálicos apresentaram um diâmetro de corpo com valor muito abaixo do esperado. Concluímos que o tecido ósseo foi usinável e a confeccao de parafusos de dimensaes pré-estabelecidas, mostrou-se possível no osso.
Descritores: Parafusos Ósseos
Parafusos Ósseos/normas
-Fenômenos Biomecânicos
Engenharia Biomédica
Tecnologia Biomédica
Materiais Biomiméticos
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL


  8 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-393094
Autor: Costa-Neto, Eraldo M.
Título: Animal-based medicines: biological prospection and the sustainable use of zootherapeutic resources
Fonte: An. acad. bras. ciênc;77(1):33-43, Mar. 2005.
Idioma: en.
Resumo: Os animais são utilizados como recursos medicinais para o tratamento e alívio de um gama de doenças e enfermidades em praticamente toda cultura humana. A pertinência da medicina tradicional baseada em animais, embora considerada como superstição, não deve ser negada uma vez que os animais têm sido testados metodicamente pelas companhias farmacêuticas como fontes de drogas para a ciência médica moderna. O fenômeno da zooterapia representa uma forte evidência do uso medicinal de recursos animais. De fato, as indústrias farmacêuticas e de agronegócios há décadas vêm avaliando animais sem pagar tributos aos países detentores desses recursos genéticos. A utilização de partes do corpo dos animais como remédios tradicionais é relevante porque implica pressão adicional sobre populações selvagens críticas. Discute-se que muitas espécies animais estão sendo exploradas em excesso como fontes de medicamentos para o comércio tradicional. Além disso, as populações animais ficaram exauridas ou ameaçadas como resultado do uso como objetos de experimentação ou modelos animais. A pesquisa sobre zooterapia deveria ser compatível com o bem-estar dos animais, assim como o uso dos produtos medicinais deveria ser guiado de modo sustentável. Sabe-se que a sustentabilidade deve ser tida como um princípio orientador para a conservação biológica.
Descritores: Experimentação Animal
Bem-Estar do Animal
Medicina Tradicional
Preparações Farmacêuticas
-Materiais Biomiméticos
Carbonato de Cálcio
Durapatita
Luffa
Fibras Nervosas
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 9 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-393093
Autor: Mazali, Italo O; Alves, Oswaldo L.
Título: Morphosynthesis: high fidelity inorganic replica of the fibrous network of loofa sponge (Luffa cylindrica)
Fonte: An. acad. bras. ciênc;77(1):25-31, Mar. 2005. ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: Réplicas (bio) inorgânicas de carbonato de cálcio e de hidroxiapatita, com elevada fidelidade à morfologia fibrosa do fruto seco da espécie Luffa cylindrica são descritas, utilizando uma rota de síntese simples e de baixo custo. A esponja vegetal é um molde macroscópico com arquitetura altamente complexa, de baixo custo e de fonte renovável. Dentro do contexto da morfossíntese, a capacidade de replicação da Luffa cylindrica acena com a possibilidade de uso da biodiversidade na obtenção de novos materiais. Enfatizamos que o molde proposto neste trabalho possibilita a preparação de réplicas inorgânicas com o tamanho desejado, em uma escala de centímetros. Este fato é inovador em relação as réplicas inorgânicas descritas na literatura, nas quais predominam a escala micrométrica, limitadas ao tamanho original do molde.
Descritores: Materiais Biomiméticos
Carbonato de Cálcio
Durapatita
Luffa
Fibras Nervosas
-Biomimética
Frutas
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde