Base de dados : LILACS
Pesquisa : J01.897.280.500.846.734 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 67 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 67 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-893166
Autor: Hulme, Anneliese; Strkalj, Goran.
Título: Videos in anatomy education: history, present usage and future prospects / Videos en la educación de la anatomía: historia, uso actual y perspectivas futuras
Fonte: Int. j. morphol;35(4):1540-1546, Dec. 2017.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARY: Anatomy has a history as a critical area of study for medical and health professional programs. Over the last several decades the way in which anatomy is taught and the resources available to aid the delivery of material has evolved significantly. One of these resources has been videos, and their role in anatomy education has transformed over this time due to technological advancements and curricula reform. While there have been significant advances in video technology and their usage, there is still a scarcity of research supporting the various purposes of anatomy videos. Differences in the results of studies that have been published highlight the complexity of successfully integrated anatomy videos into curricula. However, they have been shown to be a potential supplement to reduced teaching time in anatomy, as a pre-conditioning tool prior to laboratory, and as a summary method for classes. Students perceive them as a highly important resource for revision and preparation for examinations. Further research is needed to identify the important components of anatomy videos that lead to their successful implementation. These factors seem to be important to define as many programs face reduced hours with cadaveric material and institutions utilise greater components of computer based instruction into their educational design.

RESUMEN: La anatomía es una asignatura crítica en los programas médicos y profesionales de la salud. En las últimas décadas, la forma en que se enseña la anatomía y los recursos disponibles para ayudar a la entrega de material ha evolucionado significativamente. Uno de estos recursos han sido los videos, y su papel en la educación de la anatomía se ha transformado durante este tiempo debido a los avances tecnológicos y la reforma curricular. Aunque existen avances significativos en la tecnología del video y su uso, todavía hay una escasez de investigación en relación a los diversos fines de los videos de anatomía. Las diferencias en los resultados de los estudios que se han publicado destacan la complejidad de integrar exitosamente videos de anatomía en la currícula. Sin embargo, se ha demostrado que son un suplemento potencial para reducir el tiempo de enseñanza en anatomía, como un instrumento de pre-acondicionamiento previo al laboratorio, y como un método de resumen para las clases. Los estudiantes los perciben como un recurso muy importante para la revisión y preparación de exámenes. Se necesitan más investigaciones para identificar los componentes importantes de los videos de anatomía que conducen a su implementación exitosa. Estos factores parecen ser importantes para definir cuántos programas enfrentan horas reducidas con material cadavérico y que instituciones utilizan componentes mayores para la instrucción computarizada en su diseño educativo.
Descritores: Anatomia/educação
Educação Médica/tendências
Gravação de Videoteipe/estatística & dados numéricos
Limites: Seres Humanos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-755871
Autor: Spiess, Philippe E..
Título: Best videos of the year for the International Brazilian Journal of Urology 2014
Fonte: Int. braz. j. urol;41(3):406-407, May-June 2015.
Idioma: en.
Descritores: Publicações Periódicas como Assunto
Urologia
Gravação de Videoteipe
-Procedimentos Cirúrgicos Urológicos/métodos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-748309
Autor: Favorito, Luciano A..
Título: The importance of Renal Anatomy in Endourologic Procedures
Fonte: Int. braz. j. urol;41(2):193-194, Mar-Apr/2015.
Idioma: en.
Descritores: Cãibra Muscular/diagnóstico
Cãibra Muscular/metabolismo
-Creatina Quinase/metabolismo
Eletromiografia
Cãibra Muscular/genética
Neuroimagem
Receptores Androgênicos/genética
Repetições de Trinucleotídeos/genética
Gravação de Videoteipe
Limites: Adulto
Seres Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Maciel, Antônio Carlos
Barros, Sérgio Gabriel Silva de
Texto completo
Id: lil-723854
Autor: SCHEEREN, Betina; MACIEL, Antônio Carlos; BARROS, Sérgio Gabriel Silva de.
Título: VIDEOFLUOROSCOPIC SWALLOWING STUDY: esophageal alterations in patients with dysphagia / Videofluoroscopia da deglutição: alterações esofágicas em pacientes com disfagia
Fonte: Arq. gastroenterol;51(3):221-225, Jul-Sep/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Context Videofluoroscopic swallowing study is a dynamic exam and allows the evaluation of the complete swallowing process. However, most published studies have only reported alterations in the oropharynx and pharyngoesophageal transition, leaving the analysis of the esophagus as a secondary goal. Objectives The goal of this study was to investigate the prevalence of alterations in the esophageal phase thorough videofluoroscopic swallowing study in patients with dysphagia. Methods Consecutive patients with dysphagia who underwent videofluoroscopic swallowing study including esophageal analysis between May 2010 and May 2012 had their exams retrospectively reviewed. Patients were classified into two groups: Group I - without a pre-established etiological diagnosis and Group II - with neurological disease. During the exam, the patients ingested three different consistencies of food (liquid, pasty and solid) contrasted with barium sulfate and 19 items were analyzed according to a protocol. The esophageal phase was considered abnormal when one of the evaluated items was compromised. Results Three hundred and thirty-three (n = 333) consecutive patients were studied - 213 (64%) in Group I and 120 (36%) in Group II. Esophageal alterations were found in 104 (31%) patients, with a higher prevalence in Group I (36.2%), especially on the items esophageal clearance (16.9%) and tertiary contractions (16.4%). It was observed that 12% of individuals in Group I only presented alterations on the esophageal phase. Conclusion Evaluation of the esophageal phase of swallowing during videofluoroscopic swallowing study detects abnormalities in patients with cervical dysphagia, especially in the group without pre-established etiological diagnosis. .

Contexto A videofluoroscopia da deglutição é um exame dinâmico e permite a avaliação de todo o processo da deglutição, entretanto, a maioria dos estudos publicados relata apenas alterações na orofaringe e transição faringoesofágica, não considerando como importante as alterações esofágicas. Objetivos O objetivo da presente pesquisa foi verificar a prevalência de alterações na fase esofágica à videofluoroscopia da deglutição em pacientes com disfagia. Métodos Pacientes com queixa de disfagia submetidos à videofluoroscopia da deglutição incluindo estudo esofágico entre maio de 2010 e maio de 2012 tiveram seus exames revisados retrospectivamente. Os pacientes foram classificados em dois grupos: Grupo I - sem diagnóstico etiológico pré-estabelecido e Grupo II - com diagnóstico de doença neurológica. Durante o exame os pacientes ingeriram três consistências de alimento (líquido, pastoso e sólido) contrastadas com sulfato de bário e 19 itens foram analisados segundo protocolo. A fase esofágica foi considerada alterada quando um dos itens avaliados estivesse comprometido. Resultados Trezentos e trinta e três (n = 333) pacientes consecutivos foram estudados com 213 (64%) no Grupo I e 120 (36%) no Grupo II. Alterações esofágicas foram identificadas em 104 (31%) pacientes, sendo a prevalência maior no Grupo I (36,2%), principalmente, nos itens clareamento esofágico (16,9%) e contrações terciárias (16,4%). Pudemos observar que 12% dos indivíduos do Grupo I apresentaram somente alteração em fase esofágica. Conclusão Avaliação da fase esofágica durante a videofluoroscopia da deglutição identificou alterações esofágicas em 1/3 dos ...
Descritores: Transtornos de Deglutição/fisiopatologia
Esôfago/fisiopatologia
Fluoroscopia/métodos
-Estudos Retrospectivos
Gravação de Videoteipe
Limites: Adulto
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-699833
Autor: Martins, Ligia Zanella; Fernandes, Fernanda Dreux Miranda.
Título: Short-term speech-language intervention for children with disorders of the autism spectrum / Intervencao fonoaudiologica em curto prazo para criancas com disturbios do espectro do autismo
Fonte: CoDAS;25(6):542-547, 25/1jan. 2013. tab.
Idioma: en.
Resumo: Purpose: To assess any changes in the Functional Communicative Profile (FCP) and in the Social Cognitive Performance (SCP) of children with Autism Spectrum Disorders, based on two short periods of intervention. Methods: The study was conducted with 21 children with Autism Spectrum Disorder diagnoses, randomly allocated into two groups, who received the same short-term intervention types (6 weeks with the mother and 6 weeks with the support of an educational software program). The intervention process was conducted by speech-language pathologists who were part of a graduate program in this area. Results: Samples of 15-minute interaction sessions between the child and speech-language pathologist were used to assess the changes in the FCP and the SCP. The statistic analysis pointed out differences only in Group 1 for the variables “percentage of communicative space used” and “use of the mediating object”. Conclusion: With the intervention sessions structured over 12 weeks, it was possible to observe a few changes in the children's FCP and in the SCP. Therefore, we point out the need for new research studies of longer duration. .

OBJETIVO: Avaliar mudanças no Perfil Funcional da Comunicação (PFC) e no Desempenho Sócio-Cognitivo (DSC) de crianças com Distúrbios do Espectro do Autismo (DEA) a partir de dois períodos curtos de intervenção. MÉTODOS: O estudo foi realizado com 21 crianças com diagnóstico incluído nos DEA, que foram divididas aleatoriamente em dois grupos (G1 e G2) que receberam os mesmos modelos de intervenção em curto prazo (presença da mãe e apoio do software educacional) durante seis semanas cada um. O trabalho de intervenção foi conduzido por fonoaudiólogas que cursavam o programa de pós-graduação na área. RESULTADOS: Partindo de filmagens de 15 minutos de interação entre terapeuta e paciente, foram mensuradas as mudanças no PFC e no DSC; a análise estatística indicou diferenças significativas apenas no G1, nas variáveis "porcentagem do espaço comunicativo utilizado" e "uso do objeto mediador". CONCLUSÃO: Com a estrutura de intervenção em 12 semanas, foi possível observar poucas mudanças no PFC e no DSC, de forma que o estudo sugere novas pesquisas com a duração mais longa. .
Descritores: Transtornos Globais do Desenvolvimento Infantil/complicações
Transtornos do Desenvolvimento da Linguagem/terapia
Patologia da Fala e Linguagem/métodos
-Transtornos do Desenvolvimento da Linguagem/etiologia
Gravação de Videoteipe
Limites: Criança
Pré-Escolar
Seres Humanos
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-680039
Autor: Limongi, Suelly Cecilia Olivan; Oliveira, Emilia de Faria; Ienne, Livia Maria; Andrade, Rosangela Viana; Carvalho, Angela Maria de Amorim.
Título: Utilização de substantivos e verbos por crianças com síndrome de Down em duas situações diferentes / The use of nouns and verbs by children with Down syndrome in two different situations
Fonte: CoDAS;25(3):262-267, 2013. tab.
Idioma: pt.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: OBJETIVO: Verificar a utilização de substantivos e verbos por crianças com síndrome de Down e comparar esse uso em situações de interação com o terapeuta e com a mãe. MÉTODOS: Participaram 21 crianças com idades entre 5 e 11 anos, divididas em 3 grupos igualitários com base nas idades cronológica e mental, a partir da aplicação do Primary Test of Nonverbal Intelligence. A coleta de fala foi feita a partir de situações de interação livre, gravadas em vídeo por período de 30 minutos e transcritas em protocolo específico, sendo utilizados os primeiros 100 enunciados, a partir dos 5 minutos iniciais. O tempo de intervalo entre cada situação foi de 7 a 15 dias. A análise estatística utilizou o teste-t pareado e a análise de variância (ANOVA). Foi adotado o valor de significância de 5%. RESULTADOS: Foram produzidos mais verbos do que substantivos nas duas situações de interação, sendo mais verbos e substantivos com o terapeuta do que com a mãe. A comparação entre os grupos na interação com o terapeuta mostrou diferença tanto para substantivos quanto para verbos e, com a mãe, apenas tendência à diferença para os verbos. CONCLUSÃO: Os dados apontam para crescente desenvolvimento no uso de substantivos e de verbos de acordo com o aumento da idade. Houve maior utilização de verbos que de substantivos, principalmente na situação de interação com o terapeuta.

PURPOSE: To verify the use of nouns and verbs by children with Down syndrome and to compare this use between conditions of interaction with the mother and the Speech-language pathologist (SLP). METHODS: Participants were 21 children aged between 5 and 11 years, divided into three groups, according to chronological and mental age as established by the results of the Primary Tests of Nonverbal Intelligence. The speech sample was obtained through free interaction situations that were videotaped during session of 30 minutes and transcribed in specific protocols. The first 100 utterances from the first five minutes were used. The interval between each situation ranged from 7 to 15 days. T-test and analysis of variance were used for statistical analysis and the significance level adopted was of 5%. RESULTS: More verbs than nouns were used in both conditions; however, a higher number of nouns were observed during the interaction with the SLP. The between-group comparison in the interaction with the SLP shows significant differences for verbs and nouns, but during the interaction with the mother, there was tendency for difference only for the verbs. CONCLUSION: The data indicate the growing development on using of nouns and verbs according to the increase of age. There was a higher use of verbs when compared with nouns mainly in the condition of interaction with the SLP.
Descritores: Síndrome de Down/psicologia
Transtornos do Desenvolvimento da Linguagem/psicologia
Fala/fisiologia
Comportamento Verbal/fisiologia
-Fatores Etários
Análise de Variância
Síndrome de Down/fisiopatologia
Testes de Linguagem
Transtornos do Desenvolvimento da Linguagem/fisiopatologia
Relações Mãe-Filho
Relações Profissional-Paciente
Gravação de Videoteipe
Limites: Criança
Pré-Escolar
Seres Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-672162
Autor: Abe, Camila Mayumi; Bretanha, Andreza Carolina; Bozza, Amanda; Ferraro, Gyovanna Junya Klinke; Lopes-Herrera, Simone Aparecida.
Título: Habilidades comunicativas verbais no desenvolvimento típico de linguagem: relato de caso / Verbal communication skills in typical language development: a case series
Fonte: CoDAS;25(1):76-83, 2013. tab.
Idioma: pt.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: O objetivo do estudo foi verificar as habilidades comunicativas verbais utilizadas por crianças com desenvolvimento típico de linguagem de 6 a 8 anos de idade. Participaram deste estudo 10 crianças de ambos os gêneros na faixa etária de 6 a 8 anos, sem alterações de linguagem. Foi gravada uma amostra de interação de cada criança com um adulto (pai e/ou mãe) em vídeo com 30 minutos de duração. As gravações foram transcritas na íntegra e analisadas pela pesquisadora e por outra fonoaudióloga treinada para o cálculo de fidedignidade e posteriormente analisadas por um protocolo de análise de habilidades comunicativas verbais com categorias que incluíam habilidades dialógicas, de regulação, narrativo-discursivas e não interativas. Em seguida, a frequência de utilização de cada categoria de habilidade comunicativa verbal foi analisada (cálculo de porcentagem) por cada participante. Todas as crianças utilizaram maior número de habilidades dialógicas e de regulação, seguidas das habilidades narrativo-discursivas e não interativas, mostrando que crianças na faixa etária estudada estão preocupadas em dar sequência ao diálogo, o que demonstra o caráter mais dialógico da interação de crianças com desenvolvimento típico, quando expostas a situações de interação espontânea com um adulto familiar.

The aim of the current study was to investigate verbal communication skills in children with typical language development and ages between 6 and 8 years. Participants were 10 children of both genders in this age range without language alterations. A 30-minute video of each child's interaction with an adult (father and/or mother) was recorded, fully transcribed, and analyzed by two trained researchers in order to determine reliability. The recordings were analyzed according to a protocol that categorizes verbal communicative abilities, including dialogic, regulatory, narrative-discursive, and non-interactive skills. The frequency of use of each category of verbal communicative ability was analyzed (in percentage) for each subject. All subjects used more dialogical and regulatory skills, followed by narrative-discursive and non-interactive skills. This suggests that children in this age range are committed to continue dialog, which shows that children with typical language development have more dialogic interactions during spontaneous interactions with a familiar adult.
Descritores: Linguagem Infantil
Desenvolvimento da Linguagem
Relações Pais-Filho
Comportamento Verbal/fisiologia
-Análise de Variância
Testes de Linguagem
Gravação de Videoteipe
Limites: Criança
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-672161
Autor: Miilher, Liliane Perroud; Fernandes, Fernanda Dreux Miranda.
Título: Considerando a responsividade: uma proposta de análise pragmática no espectro do autismo / Considering responsivity: a proposal for pragmatic analysis in autism spectrum
Fonte: CoDAS;25(1):70-75, 2013. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Comparar o perfil pragmático das iniciativas de comunicação e o perfil bidimensional envolvendo os aspectos de iniciativa e responsividade. Além disso, buscou-se analisar os tipos mais comuns de resposta apresentadas pelos indivíduos pesquisados. MÉTODOS: Foram analisadas trinta gravações de terapia fonoaudiológica, nas quais as terapeutas interagiam com crianças do espectro do autismo (média de idade: 9 anos e 6 meses). As filmagens foram transcritas e os dados derivados foram analisados quanto ao número de atos comunicativos, à ocupação do espaço comunicativo e ao uso dos meios verbal, vocal e gestual nas iniciativas e no total de participações (iniciativas e respostas). As respostas apresentadas foram qualificadas como: não resposta, resposta adequada, resposta inadequada e resposta pragmaticamente inapropriada. RESULTADOS: Houve diferença na comparação entre as iniciativas e o total de participações no que concerne à ocupação do espaço comunicativo e no total de atos. Quanto às respostas, houve diferença no número de respostas adequadas. CONCLUSÃO: Os resultados evidenciaram a necessidade de considerar o perfil bidimensional de comunicação e ressaltaram a necessidade de qualificar as respostas a fim de discriminar as habilidades comunicativas da criança.

PURPOSE: To compare the pragmatic profile referring to the communicative initiatives and the bi-dimensional profile involving the aspects of initiative and responsivity. It also aimed to analyze the most common types of responses presented by the studied individuals. METHODS: Thirty recorded samples of interaction between speech-language therapist and children with autism spectrum disorders (mean age: 9 years and 6 months) sessions were analyzed. The samples were transcribed and data analyzed about number of communicative acts, occupation of the communicative space, use of communicative means (verbal, vocal and gestural) and total number of participations (initiatives and responses). The responses were qualified as "non-answer", "adequate answer", "inadequate answer" and "pragmatically inappropriate answer". RESULTS: Significant differences in the comparison of the numbers of initiatives and total participations and of occupation of communicative space and total number of communicative acts. There was also a significant difference in the number of "adequate answers". CONCLUSION: Results show the need to consider the bi-dimensional communicative profile and qualify the answers in order to determine the child's communication abilities.
Descritores: Síndrome de Asperger/fisiopatologia
Transtorno Autístico/fisiopatologia
Comunicação
Testes de Linguagem
Transtornos do Desenvolvimento da Linguagem/fisiopatologia
Comportamento Verbal/fisiologia
-Gravação de Videoteipe
Limites: Adolescente
Criança
Pré-Escolar
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-654910
Autor: Bretanha, Andreza Carolina; Lopes-Herrera, Simone Aparecida.
Título: Estudo sobre a fidedignidade de dados na avaliação pragmática em crianças com desenvolvimento típico de linguagem / Study on pragmatic assessment data reliability in children with typical language development
Fonte: J. Soc. Bras. Fonoaudiol;24(3):276-281, 2012. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo desse estudo foi verificar o momento com maior fidedignidade de dados do processo de avaliação da linguagem, para realizar o levantamento do perfil pragmático infantil. Participaram cinco crianças, com desenvolvimento típico de linguagem, e idades entre 7 anos e 1 mês e 8 anos e 11 meses. Foram realizados 150 minutos de gravação, em uma situação de interação da criança com a pesquisadora, divididas em cinco sessões individuais de 30 minutos. Houve análise posterior dos dados, segundo o protocolo de habilidades comunicativas verbais (HCV), sendo delineado o perfil pragmático individual de cada filmagem (30 minutos) e de toda a amostra (150 minutos), para a comparação (sessões 1 a 5 x total geral das sessões) dos índices de fidedignidade (IF) e status de confiabilidade (SC). Para o cálculo do IF e do SC, respectivamente, foram realizadas as análises individuais interobservador e intraobservador. Os resultados apresentados pelas crianças 1 e 2 alcançaram maior IF na sessão 2; os da criança 3 apresentaram valores semelhantes de IF nas sessões 3, 4 e 5; os da criança 4 obtiveram o maior IF nas sessões 1 e 3; e os da criança 5 alcançaram o mesmo valor de IF em todas sessões. Com relação ao SC, a sessão 2 apresentou maior porcentagem de altíssima confiabilidade para a maioria das crianças, seguida da sessão 3. Na análise realizada por categoria de HCV, a sessão 3 apresentou maior SC para as habilidades dialógicas, narrativo-discursivas e total geral de HCV. No geral, observa-se que as sessões 2 e 3 foram as que permitiram alcançar maior IF e SC na análise realizada para delineamento do perfil pragmático infantil.

The aim of this study was to verify the moment with more reliable data to survey children's pragmatic profile. Participants were five children with typical language development and ages between 7 years and 1 month and 8 years and 11 months. Data collection involved a 150-minute recording of a child-researcher interaction, divided into five 30-minute individual sessions. Data were later analyzed according to a verbal communicative abilities protocol, and the individual pragmatic profiles of each 30-minute sample and the whole 150-minute sample were outlined for comparison (sessions 1 through 5 x overall total of sessions) of reliability indexes (RI) and reliability status (RS). Inter and intra-observer analyses were performed to calculate the RI and RS, respectively. The results presented by children 1 and 2 reached the larger RI in session 2; the child 3 showed similar RI values in sessions 3, 4 and 5; the child 4 had the largest RI in sessions 1 and 3; and the child 5 reached the same RI value in all sessions. Regarding the RS, session 2 presented the largest percentage of high reliability for most children, followed by session 3. On the analysis performed by category of verbal communicative abilities, session 3 presented the largest RS for dialogic and narrative-discursive abilities, and also for the overall total of verbal communicative abilities. In general, it was observed that sessions 2 and 3 allowed the largest RI and RS on the analysis performed to outline the children's pragmatic profile.
Descritores: Desenvolvimento da Linguagem
Testes de Linguagem
-Variações Dependentes do Observador
Reprodutibilidade dos Testes
Comportamento Verbal
Gravação de Videoteipe
Limites: Criança
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 67 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-646936
Autor: Tourinho, Francis Solange Vieira; Medeiros, Kleyton Santos de; Salvador, Pétala Tuani Candido De Oliveira; Castro, Grayce Loyse Tinoco; Santos, Viviane Euzébia Pereira.
Título: Análise de vídeos do YouTube sobre suporte básico de vida e reanimação cardiopulmonar / Analysis of the YouTube videos on basic life support and cardiopulmonary resuscitation
Fonte: Rev. Col. Bras. Cir;39(4):335-339, jul.-ago. 2012. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Analisar os vídeos no sítio de compartilhamento YouTube, observando quais os pontos tratados nos vídeos relacionados à reanimação cardiopulmonar e ao Suporte Básico de Vida. MÉTODOS: A análise foi baseada no Guidelines de 2010 da American Heart Association.Trata-se de uma pesquisa do tipo exploratória, quantitativa e qualitativa, realizada no sítio de compartilhamento do YouTube, utilizando-se os Descritores em Ciências da Saúde "reanimação cardiopulmonar" e "suporte básico de vida" para vídeos que tinham como foco o suporte básico de vida. RESULTADOS: Durante a investigação inicial encontrou-se 260 vídeos, foram escolhidos para análise,61. Estes,em sua maioria, foram postados por pessoa física e pertencem à categoria Education. Grande parte dos vídeos, apesar de serem adicionados ao sítio depois da publicação do Guidelines de 2010 da AHA, estava de acordo com as antigas diretrizes de 2005. CONCLUSÃO: Embora o sítio de compartilhamento de vídeos YouTube seja amplamente usado atualmente, nele há uma carência de vídeos a respeito de reanimação cardiopulmonar e Suporte Básico de Vida adequados às diretrizes da American Heart Association, podendo influenciar negativamente a população que o utiliza.

OBJECTIVE: To analyze the videos on the YouTube video sharing site, noting which points addressed in the videos related to CPR and BLS, based on the 2010 Guidelines for the American Heart Association (AHA). METHODS: This was an exploratory, quantitative and qualitative research performed in the YouTube sharing site, using as keywords the expressions in Portuguese equivalent to the Medical Subject Headings (MeSH) "Cardiopulmonary Resuscitation" and "Basic Life Support" for videos that focused on the basic life support. RESULTS: The research totaled 260 videos over the two searches. Following the exclusion criteria, 61 videos remained. These mostly are posted by individuals and belong to the category Education. Moreover, most of the videos, despite being added to the site after the publication of the 2010 AHA Guidelines, were under the older 2005 guidelines. CONCLUSION: Although the video-sharing site YouTube is widely used today, it lacks videos about CPR and BLS that comply to the most recent AHA recommendations, which may negatively influence the population that uses it.
Descritores: Reanimação Cardiopulmonar
Cuidados para Prolongar a Vida
Mídias Sociais/normas
Gravação de Videoteipe/normas
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde