Base de dados : LILACS
Pesquisa : J01.937.500.050 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 172 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 18 ir para página                         

  1 / 172 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-962919
Autor: Veloso, Caique; Monteiro, Lívia Stela de Sousa; Veloso, Lorena Uchôa Portela; Moreira, Isabel Cristina Cavalcante Carvalho; Monteiro, Claudete Ferreira de Souza.
Título: Atendimentos de natureza psiquiátrica realizados pelo serviço pré-hospitalar móvel de urgência / Atendimientos de naturaleza psiquiátrica realizados por el servicio prehospitalario móvil de urgencia / Psychiatric nature care provided by the urgent mobile pre-hospital service
Fonte: Texto & contexto enferm;27(2):e0170016, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: analisar os atendimentos de natureza psiquiátrica, realizados pelo serviço pré-hospitalar móvel de urgência. Método: estudo retrospectivo com análise dos registros de atendimentos de natureza psiquiátrica, realizados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de uma capital do Nordeste brasileiro no ano de 2014. Resultados: foram realizados 38.317 atendimentos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, sendo que 1.088 (2,8%) eram psiquiátricos. A amostra foi composta, em sua maioria, por usuários do sexo masculino (64,8%), na faixa etária de 20 a 59 anos (81,4%), com média de idade de 35 anos. Houve predomínio de quadros de agitação e/ou agressividade (65,7%) e 8,0% dos usuários encontravam-se sobre suspeita de uso de bebidas alcoólicas. As Unidades de Suporte Básico foram acionadas em 96,8% das ocorrências e 91,6% dos usuários foram encaminhados para o hospital psiquiátrico. Ressalta-se a ocorrência de tentativas e ideações suicidas em 7,6% dos atendimentos, com maioria do sexo feminino (54,9%). Observou-se associação significativa entre o tempo de atendimento e as variáveis: motivo do atendimento (p=0,003), realização de procedimentos (p=0,000) e uso de medicação (p=0,000). Conclusão: o estudo mostrou elevado número de atendimentos de natureza psiquiátrica realizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, evidenciando sua importância como um dos componentes da Rede de Atenção Psicossocial. Entretanto, o destino dos usuários ainda continua sendo o hospital psiquiátrico.

RESUMEN Objetivo: analizar los atendimientos de naturaleza psiquiátrica realizados por el servicio prehospitalario móvil de urgencia. Método: estudio retrospectivo con análisis dos registros de atendimientos de naturaleza psiquiátrica realizados por el Servicio de Atendimiento Móvil de Urgencia de una capital del Nordeste brasileño, en el año 2014. Resultados: fueron realizados 38.317 atendimientos por el Servicio de Atendimiento Móvil de Urgencia, siendo que 1.088 de los mismos (2,8%) fueron psiquiátricos. La muestra estaba compuesta, en su mayoría, por usuarios del sexo masculino (64,8%), entre las edades de 20 a 59 años (81,4%) y con un promedio de edad de 35 años. Hubo predominio de cuadros de agitación y/o agresividad (65,7%) y 8,0% de los usuarios se encontraban bajo sospecha de uso de bebidas alcohólicas. Las Unidades de Soporte Básico fueron accionadas en 96,8% de las ocurrencias y 91,6% de los usuarios fueron llevados para un hospital psiquiátrico. Se destaca la ocurrencia de tentativas e ideas suicidas en 7,6% de los atendimientos y siendo la mayoría del sexo femenino (54,9%). Se observó una asociación significativa entre el tiempo de atendimiento y las variables: motivo del atendimiento (p=0,003), realización de procedimientos (p=0,000) y uso de medicación (p=0,000). Conclusión: el estudio mostró un elevado número de atendimientos de naturaleza psiquiátrica realizado por el Servicio de Atención Móvil de Urgencia, evidenciando su importancia como uno de los componentes de la Red de Atención Psicosocial. Mientras, el destino de los usuarios todavía continúa siendo el hospital psiquiátrico.

ABSTRACT Objective: to analyze the consultations of the psychiatric nature, carried out by the pre-hospital emergency mobile service. Method: a retrospective study with the analysis of records of psychiatric consultations performed by the Mobile Emergency Care Service of a Brazilian Northeast capital in 2014. Results: 38,317 consultations were performed by the Mobile Emergency Care Service, of which 1,088 (2.8%) were psychiatric. Most of the sample consisted of male users (64.8%), aged between 20 and 59 years old (81.4%), with an average age of 35 years old. There was a predominance of agitation and/or aggression (65.7%) and 8.0% of the users were suspected of using alcoholic beverages. The Basic Support Units were accessed in 96.8% of the occurrences and 91.6% of the users were referred to the psychiatric hospital. The suicide attempts and ideations are highlighted in 7.6% of the cases, with a majority of females (54.9%). A significant association was observed between the time of care and the variables: care reason (p=0.003), performance of procedures (p=0.000) and medication use (p=0.000). Conclusion: the study showed a high number of psychiatric consultations performed by the Mobile Emergency Care Service, evidencing its importance as one of the components of the Psychosocial Care Network. However, the fate of the users is still the psychiatric hospital.
Descritores: Saúde Mental
Ambulâncias
Enfermagem em Emergência
Intervenção na Crise
Serviços Médicos de Emergência
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  2 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1283678
Autor: Suzuki, Karina.
Título: Higienização das viaturas móveis do atendimento pré-hospitalar: intervenção educativa / Cleaning of ambulances of the pre hospital care: an educational intervention.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 151 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Discussões sobre prevenção e controle de Infecção Relacionada à Assistência à Saúde (IRAS) deve ser irrestrita e ampliada a outros estabelecimentos de saúde. A literatura sobre controle de infecção é tradicionalmente fundamentada na prática do contexto hospitalar, e há uma lacuna quando se trata de atendimento pré-hospitalar. Além dos profissionais da área saúde, outros profissionais compõem a equipe entre eles, bombeiros e policiais militares, rodoviários e outros, que não tiveram em sua formação profissional conteúdo específico que lhes fornecesse conhecimento sobre a prevenção e o controle de infecções nas situações de atendimento a vítimas com potencial risco de contaminação por fluidos biológicos, sendo a educação, portanto, a arma contra a disseminação de doenças infecciosas. Objetivo: avaliar a eficácia de uma intervenção educativa utilizando mapas conceituais e indicadores de conformidade para higienização das viaturas móveis do Atendimento Pré-Hospitalar de uma capital da região centro-oeste do Brasil. Método: Estudo de natureza quantitativa, quase-experimental, a coleta de dados foi de julho de 2014 a janeiro de 2015. Participaram do estudo 34 bombeiros do Batalhão de Salvamento em Emergência (BSE) do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) que atuam nas viaturas de suporte básico e avançado de vida. O estudo foi desenvolvido em quatro fases: Elaboração e validação de conteúdo do indicador de conformidade para higienização das viaturas; Avaliação da conformidade da higienização das viaturas antes da capacitação; Intervenção Educativa e Avaliação da conformidade da higienização das viaturas após intervenção. Foi aplicado um questionário antes da intervenção e 30 dias depois.Os indicadores de conformidade foram validados por um corpo de oito juízes com cálculo do Índice de Validade de Conteúdo (IVC 70%). A avaliação da eficácia da capacitação foi feita pelo teste de McNemar, sendo considerado p 0,05. A capacitação dos profissionais foi baseada na teoria da aprendizagem significativa de David Ausubel e da construção de um mapa conceitual idealizado por Joseph Novak. Resultados: Dos 71 indicadores de conformidade, foram excluídos 26, totalizando 45 indicadores. Na avaliação pré-intervenção, somente um (2,9%) socorrista sabia definir limpeza, quatro (11,8%) sabiam o conceito de desinfecção, 14 (41,2%) sabiam da importância de se higienizar a viatura e do uso de EPI. Após intervenção no total três (8,8%) bombeiros sabiam conceituar limpeza, cinco (14,7%), desinfecção, quanto à importância da limpeza e desinfecção 16 (47,1%) e em relação à importância do uso de EPI foram 15 (44,1%) A observação do procedimento de higienização melhorou quanto aos parâmetros de secagem da viatura após a lavagem (p=0,004) e desinfecção da viatura (p=0,002). Os dados mostram que após o curso teve uma ligeira melhora no número de questões corretas, sendo estatisticamente significativa (p=0,021). Conclusão: a intervenção educativa utilizando uma metodologia ativa com a construção de mapas conceituais não se mostrou totalmente eficaz. A observação dos procedimentos de higienização das viaturas manteve-se no mesmo padrão, exceto para secagem e desinfecção; os bombeiros socorristas não melhoraram o conhecimento da definição de limpeza e desinfecção e o entendimento da importância de se higienizar a viatura e o uso de EPIs.

Discussions on prevention and control of infection Related to Health Care (IRHC) should be unrestricted and expanded to other health care facilities. The literature on infection control is traditionally based on the practice of hospital context, and there is a gap when it comes to pre-hospital care. In addition to health care professionals, other professionals make up the team, firefighters, police officers and others who have not taken their training specific content to provide them with knowledge about prevention and control of infections in situations with potential risk of contamination by biological fluids, therefore, education is the weapon against the spread of infectious diseases. Objective: To evaluate the effectiveness of an educational intervention using concept maps and compliance indicators for cleaning of mobile cars of Prehospital care from a capital of the midwestern region of Brazil. Method: quantitative study, quasi-experimental, data collection was from July 2014 to January 2015. The study included 34 firefighters Rescue Battalion Emergency (BSE) of the Fire Brigade of the State of Goiás working in basic and advanced life support vehicles. The study was developed in four phases: Development and content validity of compliance indicator for cleaning of vehicles; Conformity assessment of the cleaning of vehicles before training; Educational Intervention and Conformity assessment of the cleaning of vehicles after intervention. A questionnaire was applied before the intervention and 30 days after. Compliance indicators were validated by an 8 experts judge with Content Validity Index (IVC 70%). The evaluation of training effectiveness was taken by McNemar test, being considered p 0.05.The training of professionals was based on the theory of meaningful learning of David Ausubel and the construction of a conceptual map designed by Joseph Novak. The data show that after the course there was a slight improvement in the number of correct questions, being statistically significant (p = 0.021) and that the course brought a homogenization knowledge given to reducing the standard deviation. Results: Of the 71 indicators of compliance, 26 were excluded, totaling 45 indicators.The pre-intervention assessment, only one (2.9%) rescuer knew cleaning definition, four (11.8%) knew the concept of disinfection, 14 (41.2%) knew the importance of sanitize the vehicle and the use of PPE. After intervention a total of three (8.8%) firefighters knew conceptualize cleanliness, five (14.7%), disinfection, on the importance of cleaning and disinfection 16 (47.1%) and of the importance of the use of PPE were 15 (44.1%). The observation of the cleaning procedure improved regarding these parameters drying after washing (p=0,004) and disinfection of the vehicle (p=0,002) Conclusion: The educational intervention using an active methodology and the construction of conceptual maps was not fully effective. The observation of the vehicles cleaning procedures remained the same pattern, except for drying and disinfecting rescuers firefighters have not improved the knowledge of the definition of cleaning and disinfection and understanding of the importance of sanitizing the vehicle and the use of PPE.
Descritores: Serviço de Limpeza
-Automóveis
Ambulâncias
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  3 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-903163
Autor: O'Dwyer, Gisele; Konder, Mariana Teixeira; Reciputti, Luciano Pereira; Lopes, Mônica Guimarães Macau; Agostinho, Danielle Fernandes; Alves, Gabriel Farias.
Título: The process of implementation of emergency care units in Brazil / O processo de implantação das unidades de pronto atendimento no Brasil
Fonte: Rev. saúde pública (Online);51:125, 2017. tab.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ).
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To analyze the process of implementation of emergency care units in Brazil. METHODS We have carried out a documentary analysis, with interviews with twenty-four state urgency coordinators and a panel of experts. We have analyzed issues related to policy background and trajectory, players involved in the implementation, expansion process, advances, limits, and implementation difficulties, and state coordination capacity. We have used the theoretical framework of the analysis of the strategic conduct of the Giddens theory of structuration. RESULTS Emergency care units have been implemented after 2007, initially in the Southeast region, and 446 emergency care units were present in all Brazilian regions in 2016. Currently, 620 emergency care units are under construction, which indicates expectation of expansion. Federal funding was a strong driver for the implementation. The states have planned their emergency care units, but the existence of direct negotiation between municipalities and the Union has contributed with the significant number of emergency care units that have been built but that do not work. In relation to the urgency network, there is tension with the hospital because of the lack of beds in the country, which generates hospitalizations in the emergency care unit. The management of emergency care units is predominantly municipal, and most of the emergency care units are located outside the capitals and classified as Size III. The main challenges identified were: under-funding and difficulty in recruiting physicians. CONCLUSIONS The emergency care unit has the merit of having technological resources and being architecturally differentiated, but it will only succeed within an urgency network. Federal induction has generated contradictory responses, since not all states consider the emergency care unit a priority. The strengthening of the state management has been identified as a challenge for the implementation of the urgency network.

RESUMO OBJETIVO Analisar o processo de implantação das unidades de pronto atendimento no Brasil. MÉTODOS Realizou-se análise documental, entrevistas com 24 coordenadores estaduais de urgência e um painel de especialistas. Analisaram-se questões relativas a: antecedentes e trajetória da política; atores envolvidos na implantação; processo de expansão; avanços, limites e dificuldades de implantação; e capacidade de coordenação estadual. Utilizou-se o referencial teórico da análise da conduta estratégica da teoria da estruturação de Giddens. RESULTADOS As unidades de pronto atendimento foram implantadas a partir de 2007, inicialmente na região Sudeste, e em 2016 existiam 446 unidades de pronto atendimento considerando todas as regiões. Atualmente, há 620 unidades de pronto atendimento em construção, indicando expectativa de expansão. O financiamento federal foi um forte indutor da implantação. Os estados planejaram suas unidades de pronto atendimento, mas a existência de negociação direta entre os municípios e a União contribuiu com o significativo número de unidades de pronto atendimento construídas que não funcionam. Em relação à rede de urgência, há tensão com o hospital pela insuficiência de leitos no país, gerando internação na unidade de pronto atendimento. A gestão das unidades de pronto atendimento é predominantemente municipal, com a maioria das unidades de pronto atendimento localizadas fora das capitais e classificadas como Porte III. Os principais desafios identificados foram: o sub-financiamento e a dificuldade de contratar médicos. CONCLUSÕES A unidade de pronto atendimento tem o mérito de ter recursos tecnológicos e ser arquitetonicamente diferenciada, mas só será bem-sucedida dentro de uma rede de urgência. A indução federal gerou respostas contraditórias, pois nem todos os estados consideram a unidade de pronto atendimento como prioritária. O fortalecimento da gestão estadual foi identificado como desafio para a implantação da rede de urgências.
Descritores: Serviços Médicos de Emergência/organização & administração
Implementação de Plano de Saúde/organização & administração
Política de Saúde
-Administração dos Cuidados ao Paciente/organização & administração
Brasil
Ambulâncias/organização & administração
Pesquisa Qualitativa
Serviço Hospitalar de Emergência/organização & administração
Acesso aos Serviços de Saúde/organização & administração
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1037803
Autor: Silvestre, Alexandra Lunardon.
Título: Avaliação da estrutura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de um município da região metropolitana de Curitiba - PR / Evaluation of the structure of the Mobile Emergency Care Service (SAMU) in a municipality in the metropolitan region of Curitiba - PR.
Fonte: Curitiba; s.n; 20161206. 170 p. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Paraná para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Com a finalidade de melhor atender a grande demanda das urgências em saúde no Brasil, foi criada a Política Nacional de Atenção às Urgências (PNAU), que normatizou os serviços que prestam atendimento à população e criou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU. É um serviço essencial à população acometida por um agravo de urgência e emergência e tem como objetivo reduzir a morbi-mortalidade, com atendimento de qualidade e com diminuição do tempo de chegada de usuários a um serviço de referência. A estrutura organizacional do SAMU inclui recursos humanos, materiais, tecnológicos, de informação e o modelo de gestão, que influenciam diretamente na qualidade da assistência. Trata-se de pesquisa avaliativa, sob a perspectiva gerencial, conduzida por uma abordagem qualitativa e quantitativa. O objetivo foi avaliar a estrutura organizacional do SAMU de um município da região sul do Brasil, com ênfase nos aspectos humanos, materiais, tecnológicos, de informação e normativos relacionados ao modelo de gestão. Como método de procedimento, utilizou-se o estudo de caso, em quatro etapas metodológicas. Ocorreram entrevistas em profundidade e preenchimento de questionário estruturado por dois informantes-chaves da gestão do SAMU no município. Foram realizados seis encontros nos meses de julho a agosto de 2016, os quais foram gravados e transcritos. A coleta de dados também ocorreu em diferentes documentos, como normativas institucionais e relativas à PNAU, escalas de trabalho, ofícios, informativos, check lists, livro-ponto, livros de registro de intercorrências e de troca de plantões. Outra etapa de pesquisa foi a observação sistemática não-participante nas viaturas, realizada pela pesquisadora e pelos membros das equipes do SAMU, em conjunto. Foram coletados dados para medir indicadores já validados em outras pesquisas. Os dados quantitativos foram submetidos à análise de frequência absoluta e relativa, e cálculo dos indicadores. Os dados qualitativos foram submetidos à análise temática. Os resultados relativos aos recursos humanos evidenciaram: equipes completas; jornada de trabalho adequada para a enfermagem e condutores, mas inadequada para os médicos contratados; taxa de rotatividade baixa, considerando que a maioria dos profissionais são funcionários estatutários; taxa de absenteísmo adequada, com afastamentos para tratamento de saúde; taxa de educação permanente adequada, sendo atividade essencial para a qualificação do atendimento. Os recursos materiais apresentaram-se adequados, atingindo 94,8% do previsto pela legislação. Evidenciou-se a necessidade de melhorias na comunicação entre as viaturas de atendimento e a Central de Regulação Médica de Urgências, elemento fundamental e ordenador da Rede de Atenção à Saúde; assim como a carência de meios de comunicação mais eficazes entre a base e as viaturas nos atendimentos em zona rural. Ressalta-se a análise e monitoramento de indicadores ligados ao SAMU como indispensáveis à gestão e ao planejamento. Propõe-se aos gestores a utilização periódica dos instrumentos de avaliação da estrutura do SAMU aplicados nesta pesquisa, como subsídios relevantes à tomada de decisão em prol do aprimoramento do atendimento às urgências pré-hospitalares.

In order to better meet the high demand for health emergencies in Brazil, the National Emergency Care Policy (PNAU) was created, which standardized the services that provide care to the population and created the Mobile Emergency Care Service (SAMU). It is an essential service to the population affected by urgent and emergency illness and aims to reduce morbidity and mortality, with quality caring and decreasing in the arrival time of patients to a referral service. SAMU's organizational structure includes human, material, technological, information resources and the management model, that directly influence the quality of care. It is an evaluation research, from the managerial perspective, conducted by a qualitative and quantitative approach. The objective was to evaluate the organizational structure of the SAMU of a municipality in the southern region of Brazil, focusing on human, material, technological, information and normative aspects related to the management model. As method of procedure, the case study was used in four methodological stages. In-depth interviews were conducted with two key informants from SAMU management in the municipality. Six meetings were held in the months of July to August 2016, which were recorded and transcribed. Data collection also took place in different documents, such as institutional and PNAU regulations, work scales, offices, information sheets, check lists, point books, intercurrent registration books and shift shifts. Another research step was the systematic non-participant observation in the vehicles, carried out by the researcher and the team members of SAMU, together. Data were collected to measure indicators already validated in other surveys. The quantitative data were submitted to the analysis of absolute and relative frequency and calculation and analysis of the indicators. Qualitative data were submitted to thematic analysis. The results related to human resources showed: complete teams; adequate workday for nursing and drivers, but inadequate for contracted physicians; low turnover rate, considering that most of the professionals are employed under the statutory regime; adequate absenteeism rate, with leave for health treatment; adequate permanent education rate, being an essential activity to qualify the service. The material resources were adequate, reaching 94.8% of what is foreseen by the legislation. It was evidenced the need for improvements in the communication between the attendance vehicles and the Central Emergency Medical Regulation, fundamental element and that orders the Network of Attention to Health; as well as the lack of more effective means of communication between the base and the vehicles in the rural areas. It is important to analyze and monitor indicators linked to SAMU as indispensable for management and planning. It is proposed to the managers, the periodic use of the instruments of evaluation of the structure of the SAMU applied in the research, as relevant subsidies to the decision making in order to improve the attendance to the prehospital urgencies.
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde
Serviços Médicos de Emergência
Pesquisa sobre Serviços de Saúde
Ambulâncias
Avaliação em Saúde
Estrutura dos Serviços
-Emergências
Atenção à Saúde
Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 616.025, S587


  5 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1150225
Autor: Goulart, Leonardo Salomão; Rocha, Laurelize Pereira; Carvalho, Deciane Pintanela de; Barlem, Edison Luiz Devos; Tomaschewski-Barlem, Jamila Geri; Brum, Raissa Garcia.
Título: Risk perception among workers with previous occupational accidents in pre-hospital settings / Percepción de riesgos entre trabajadores que sufrieron accidentes de trabajo en ambiente prehospitalario / Percepção de riscos entre trabalhadores que sofreram acidentes de trabalho no ambiente pré-hospitalar
Fonte: Texto & contexto enferm;29:e20180513, Jan.-Dec. 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: to identify the risk perception of workers with previous occupational accidents in Mobile Emergency Care Services. Method: this quantitative and analytical study with a cross-sectional design was conducted with 265 professionals working in pre-hospital settings from 57 cities in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. An online questionnaire addressed sociodemographic characteristics, previous occupational accidents and the workers' occupational risk perceptions rated on a five-point Likert scale. The analysis included descriptive statistics, mean, standard deviation, median, and associations were verified using the Mann-Whitney test; the level of significance was established at p<0.05. Results: the occupational risks the workers more frequently reported were: exposure to blood (4.43); exposure to contaminated secretion/excretion (4.36); contact and handling of hygienization products (4.28); exposure to bacteria (4.25); lifting and transporting heavy loads (4.25); and exposure to viruses (4.23). A significant association was found between the risk perception of workers with previous occupational accidents and chemical (p=0.001), physical (p=0.006), ergonomic or psychological (p=0.000) risks, and accidents (p=0.000). Conclusion: association between the risk perception of workers who had previously experienced occupational accidents was significant, suggesting that workers may not identify or trivialize risks before they experience an accident. Therefore, actions are needed to encourage changes in behavior so that workers identify risks and prevent occupational accidents, such as adopting personal and collective protective equipment and improving the work conditions in pre-hospital settings.

RESUMEN Objetivo: identificar la percepción de riesgo entre trabajadores que sufrieron accidentes de trabajo en el Servicio de Atención Móvil de Emergencia. Método: estudio cuantitativo y analítico, con delineamiento transversal, realizado en 265 trabajadores actuantes en ambiente prehospitalario, en 57 municipios en el estado de Rio Grande del Sur, en Brasil, por medio de un cuestionario online que contenía variables acerca de las características sociodemográficas, la ocurrencia de accidentes de trabajo y la percepción de riesgos ocupacionales; esta fue evaluada con escala Likert de cinco puntos. Para el análisis, se utilizaron la estadística descriptiva, la media, la desviación estándar, la mediana y el test de asociación Mann-Whitney con nivel de significación estadístico de p<0,05. Resultados: los principales riesgos ocupacionales identificados por los trabajadores fueron: exposición a sangre (4,43); exposición a secreción/excreción contaminada (4,36); manoseo y contacto con productos de higienización (4,28); exposición a bacterias (4,25); levantamiento y transporte manual de peso (4,25); y exposición a virus (4,23). Se verificó asociación significativa de la percepción de riesgo, entre los trabajadores que sufrieron y los que no sufrieron accidentes de trabajo, con riesgos químicos (p=0,001), físicos (p=0,006), ergonómicos o psicológicos (p=0,000) y de accidentes (p=0,000). Conclusión: la identificación de la percepción de riesgos ocupacionales, entre trabajadores que sufrieron accidentes de trabajo, se mostró significativa, lo que puede sugerir que antes de sufrir el accidente los trabajadores podrían no haber identificado o banalizado el riesgo. De esa forma, son necesarias realizar acciones que incentiven cambios de comportamiento para identificación del riesgo y prevención de accidentes de trabajo; por ejemplo, la utilización de equipamientos de protección individual y colectiva y la mejoría de las condiciones de trabajo en el ambiente prehospitalario.

RESUMO Objetivo: identificar a percepção de risco entre trabalhadores que sofreram acidentes de trabalho no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Método: estudo quantitativo e analítico, com delineamento transversal, realizado com 265 trabalhadores atuantes em ambiente pré-hospitalar em 57 municípios no estado do Rio Grande do Sul, Brasil, por meio de um questionário online contendo variáveis acerca das características sociodemográficas, ocorrência de acidentes de trabalho e percepção de riscos ocupacionais, avaliada com escala Likert de cinco pontos. Para análise, utilizaram-se estatísticas descritivas, média, desvio padrão, mediana e o teste de associação Mann-Whitney com nível de significância estatística de p<0,05. Resultados: os principais riscos ocupacionais identificados pelos trabalhadores foram: exposição a sangue (4,43); exposição à secreção/excreção contaminada (4,36); manuseio e contato com produtos de higienização (4,28); exposição a bactérias (4,25); levantamento e transporte manual de peso (4,25); e exposição a vírus (4,23). Verificou-se associação significativa de percepção de risco entre os trabalhadores que sofreram e os que não sofreram acidentes de trabalho para os riscos químicos (p=0,001), físicos (p=0,006), ergonômicos ou psicológicos (p=0,000) e de acidentes (p=0,000). Conclusão: a identificação da percepção de riscos ocupacionais entre trabalhadores que sofreram acidentes de trabalho mostrou-se significativa, o que pode sugerir que antes de sofrer o acidente os trabalhadores podem não identificar ou banalizar o risco. Dessa forma, são necessárias ações que incentivam mudanças de comportamentos para identificação do risco e prevenção do acidente de trabalho, como a utilização de equipamento de proteção individual e coletiva e melhoria das condições de trabalho no ambiente pré-hospitalar.
Descritores: Riscos Ocupacionais
Acidentes de Trabalho
Ambulâncias
Assistência Pré-Hospitalar
Categorias de Trabalhadores
Limites: Humanos
Adulto
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  6 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1224169
Autor: Guatemala. (Leyes, etc.).
Título: Norma técnica de los centros de atención prehospitalaria móviles: acuerdo ministerial No. 221-2015 / Technical standard for mobile prehospital care centers: ministerial agreement No. 221-2015.
Fonte: Guatemala; MSPAS; 22 dic. 2015. 3 p.
Idioma: es.
Resumo: El documento tiene algunos problemas de nitidez, que dificultan un tanto su lectura. Su objetivo es la regulación del procedimiento de autorización y funcionamiento en dichas unidades móviles (tipo ambulancia). Se establecen así mismo, los requisitos y características que deberán cumplirse en estas unidades, tanto terrestres, marítimas como aéreas. Esto incluye al personal que las maneja. Incluye un listado de términos técnicos referidos al tema principal. Presenta también las características técnicas así como el perfil del personal que las maneja además de la infraestructura y el equipo de deben contener para proveer del cuidado médico adecuado.
Descritores: Ambulâncias/legislação & jurisprudência
Pessoal Técnico de Saúde/legislação & jurisprudência
-Ambulâncias/organização & administração
Pessoal Técnico de Saúde/organização & administração
Assistência Pré-Hospitalar/normas
Guatemala
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: GT1.1 - Biblioteca y Centro de Información


  7 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lima, Maria Alice Dias da Silva
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1223438
Autor: Zucatti, Paula Buchs; Lima, Maria Alice Dias da Silva; Pai, Daiane Dal; Souza, Luccas Melo de; Hoffmann, Caroline Cezimbra.
Título: Características do atendimento prestado pelo serviço de atendimento móvel de urgência em diferentes regiões brasileiras / Characteristics of the service provided by the mobile urgency service in different brazilian regions / Características del atendimiento prestado por el servicio de atención móvil de urgencia en diferentes regiones brasileñas
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);13:79-795, jan.-dez. 2021. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Caracterizar o atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência às demandas dos usuários em diferentes municípios brasileiros. Métodos: pesquisa transversal, que utilizou observação sistemática de 49 atendimentos realizados em diferentes regiões brasileiras, entre julho e agosto de 2015. Aplicou-se estatística descritiva e inferencial. Resultados: predominaram demandas clínicas (42,9%) e atendimentos de Suporte Básico de Vida despachado (65,3%) às residências (40,8%); 71,4% dos usuários foram transportados e 51% encaminhados a unidades de emergência, com registro de 89,8% dos atendimentos. O tempo resposta foi de 12 minutos, sem diferenças entre as regiões, mas menor nas transferências para Unidades de Pronto Atendimento (p < 0,05). A higienização das mãos pelos profissionais foi inexistente em 54,3% atendimentos. Conclusão: a análise dos atendimentos às demandas dos usuários suscita planejamento da assistência para reorientação da atenção e melhoria da qualidade e segurança

Objective:To characterize the care provided by the Mobile Emergency Care Service to the users' demands in different Brazilian municipalities. Methods: a cross-sectional study, using systematic observation of 49 visits performed in different Brazilian regions, between July and August 2015. Descriptive and inferential statistics were used. Results: clinical demands (42,9%) and Basic Life Support services (65,3%) were predominant to residences (40,8%); 71,4% of the users were transferred and 51% were referred to emergency units, with 89,8% of the visits. The response time was 12 minutes, with no differences between regions, but it was lower in transfers to Emergency Care Units (p < 0,05). Hands' hygiene was non-existent in 54,3% of cases. Conclusion: the analysis of the care provided to the users requires reorientation of care planning for quality and safety improvement

Objetivo: Caracterizar la atención del Servicio de Atención Móvil de Urgencia a las demandas de los usuarios en diferentes municipios brasileños. Métodos: investigación transversal, con observación sistemática de 49 atendimientos en diferentes regiones brasileñas, entre julio y agosto de 2015. Se aplicó estadística descriptiva e inferencial. Resultados: predominaron demandas clínicas (42,9%) y atendimientos de Soporte Básico de Vida despachado (65,3%) a las residencias (40,8%); 71,4% de los usuarios fueron transportados y 51% encaminados a unidades de emergencia, con registro de 89,8% de los atendimientos. El tiempo de respuesta fue de 12 minutos, sin diferencias entre regiones, inferior en las transferencias a Unidades de Pronta Atención (p < 0,05). La higienización de las manos por los profesionales fue inexistente en 54,3% de atendimientos. Conclusión: el análisis de las atenciones a las demandas de los usuarios suscita planificación de la asistencia para reorientación de la atención y mejora de calidad y seguridad
Descritores: Socorro de Urgência
Serviços Médicos de Emergência
Assistência Pré-Hospitalar
-Ambulâncias
Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  8 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1181267
Autor: Perú. Ministerio de Salud.
Título: Norma técnica de las ambulancias / Technical norms of ambulances.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 2006. 20 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente publicación describe las pautas que proporciona para el mejoramiento de la atención que se proporcione durante el proceso de transporte asistido de pacientes, por lo que es de suma importancia mejorar la norma y las características, clasificaciones, condiciones y requisitos técnicos de las unidades de transporte, así como del personal especializado que labora en las mismas
Descritores: Ambulâncias
Assistência Integral à Saúde
Normas Técnicas
-Peru
Tipo de Publ: Caso Julgado
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central
[{"text": "PE18.1", "_a": "MINSA 1905"}]


  9 / 172 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1133827
Autor: Lima, Shirley Barbosa Ortiz; Oliveira, João Lucas Campos de; Silva, Rodolfo Benedito Zattar da; Rosa, Josiane de Souza; Ribeiro, Mara Regina Rosa.
Título: Ferramentas da qualidade aplicadas à conferência do carro de emergência: pesquisa de métodos mistos / Herramientas de calidad aplicadas a la conferencia de carro de emergencia: investigación de métodos mixtos / Quality tools applied to the emergency car checking: mixed methods research
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;25(2):e20200274, 2021. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo verificar as causas da não conferência do carro de emergência e o efeito sobre a taxa de adesão, por meio do emprego de ferramentas da qualidade em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Método pesquisa mista do desenho exploratório sequencial, desenvolvida com enfermeiros e fonte documental na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de hospital universitário, em três etapas: 1) Brainstorming para levantamento das causas de não conferência/construção de Lista de Verificação; 2) Coleta/análise de dados pela aplicação da Lista de Verificação e Diagrama de Pareto; 3) Análise documental. Utilizou-se o teste qui-quadrado para verificar o efeito do emprego das ferramentas de qualidade na adesão à conferência. Resultados 13 causas de não conferência do carro de emergência foram identificadas, sendo oito evitáveis e cinco não evitáveis. As causas evitáveis (n=63) representaram 87,5%, sendo as principais: falta de hábito (n=17; 27%), priorizar atividades assistenciais (n=17; 27%) e realizar divisão do cuidado dos pacientes/priorizar atividades administrativas (n=9; 14,3%). A aplicação das ferramentas da qualidade teve efeito significativo (p-valor<0,001) na adesão à conferência. Conclusão e implicações para a prática o emprego das ferramentas da qualidade foi factível para a identificação causal da não conferência do carro de emergência e melhoria na sua adesão.

RESUMEN Objetivo verificar las causas de la no conferencia del automóvil de emergencia y el efecto sobre la tasa de adherencia, mediante el uso de herramientas de calidad en una Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales. Método investigación de métodos mixtos de diseño exploratorio secuencial. Fue desarrollado con enfermeras y una fuente documental en la Unidad de Cuidados Intensivos Neonatales de un hospital universitario, en tres etapas: 1) Brainstorming (Lluvia) de ideas para estudiar las causas de la no conferencia y construir una Lista de verificación; 2) Recopilación/análisis de datos mediante la aplicación de la Lista de verificación y el Diagrama de Pareto; 3) Análisis documental. Se utilizó la prueba de chi-cuadrado para verificar el efecto del uso de herramientas de calidad en la adherencia a la conferencia. Resultados se identificaron 13 causas de no conferencia del automóvil de emergencia, ocho eran prevenibles y cinco no prevenibles. Las causas evitables (n=63) representaron el 87,5%, siendo las principales: falta de hábito (n=17; 27%), priorizar las actividades de atención (n=17; 27%) y realizar la división de la atención a los pacientes/priorizar las actividades administrativas (n=9; 14.3%). La aplicación de herramientas de calidad tuvo un efecto significativo (p<0,001) en la adherencia a la conferencia. Conclusión e implicaciones para la práctica el uso de herramientas de calidad fue factible para la identificación causal del control no diario del carro de emergencia y en la mejora de su adherencia.

ABSTRACT Objective to verify the causes of the not checking of the emergency car and the effect on the adherence rate by using quality tools in a Neonatal Intensive Care Unit. Method mixed methods research of sequential exploratory design, developed with nurses and a documentary source in the Neonatal Intensive Care Unit of a university hospital, in three stages: 1) Brainstorming to survey the causes of not checking/ building a Checklist; 2) Data collection/analysis by applying the Pareto Checklist and Diagram; 3) Documentary analysis. The chi-square test was used to verify the effect of using quality tools in the adherence to checking. Results 13 causes of not checking of the emergency car were identified, eight of which are preventable and five non-preventable. The preventable causes (n=63) represented 87.5%, the main ones being: lack of habit (n=17; 27%), prioritizing care activities (n=17; 27%), and dividing the care of patients / prioritize administrative activities (n=9; 14.3%). The application of quality tools had a significant effect (p-value <0.001) in the adherence to checking. Conclusion and implications for practice the use of quality tools was feasible for the causal identification of the daily emergency car not checking and improvement in its adherence.
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde
Ambulâncias
Gestão da Qualidade
-Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Lista de Checagem/métodos
Segurança do Paciente
Enfermeiras e Enfermeiros
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  10 / 172 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1097626
Autor: Guatemala. Ministerio de Salud Pública y Asistencia Social. Unidad de Gestión de Riesgos.
Título: Descontaminación de vehículos de Emergencia / Decontamination of ambulances.
Fonte: Guatemala; MSPAS. IGR; 22 may 2020. 4 p. tab.
Idioma: es.
Resumo: Fecha de actualización: 22 de mayo 2020. Disponer procedimientos para la adecuada descontaminación de los vehículos de emergencias que transportan pacientes.
Descritores: Pneumonia Viral/prevenção & controle
Descontaminação/métodos
Ambulâncias
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
-Medidas de Segurança/normas
Equipamento de Proteção Individual/provisão & distribuição
Limites: Humanos
Responsável: GT5.1 - Biblioteca y Centro de Documentación Dr. Julio de León Méndez



página 1 de 18 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde