Base de dados : LILACS
Pesquisa : K01 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 170 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 17 ir para página                         

  1 / 170 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Birman, Joel
Texto completo
Id: lil-508769
Autor: Birman, Joel.
Título: A clínica, entre saber e poder / The clinic, between knowledge and power
Fonte: Physis (Rio J.);7(1):7-11, jan.-jun. 1997.
Idioma: pt.
Descritores: Ciência
Medicina Clínica
Ciências Humanas
-Política
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  2 / 170 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151341
Autor: Bacan, Aline Ribeiro; Martins, Gustavo Henrique; Santos, Acácia Aparecida Angeli dos.
Título: Adaptação ao Ensino Superior, Estratégias de Aprendizagem e Motivação de Alunos EaD / Adaptation to Higher Education, Learning Strategies and Motivation of DL Students / Adaptación a la Educación Superior, Estrategias de Aprendizaje y Motivación de Alumnos EaD
Fonte: Psicol. ciênc. prof;40:1-15, jan.-maio 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A Educação a Distância (EaD) é uma modalidade de ensino que tem crescido no Brasil, contudo pouco se sabe sobre o perfil adaptativo dos alunos EaD. Sendo assim, este estudo se propôs a avaliar alunos da modalidade a distância, considerando seu processo de adaptação ao ensino superior, o uso de estratégias de aprendizagem e de sua motivação para aprender. 324 universitários de cursos das áreas humanas, biológicas e exatas oferecidos integralmente a distância, de instituições de ensino pública e privada no interior do estado de São Paulo, responderam o questionário sociodemográfico, Questionário de Adaptação ao Ensino Superior (QAES/EaD), Escala de Estratégias de Aprendizagem para Universitários (EEA-U/EaD), Escala de Estratégias de Aprendizagem/EaD em contexto universitário híbrido (EEA-H) e Escala de Avaliação da Motivação para Aprendizagem (EMAPRE-U/EaD). Os resultados revelaram correlações positivas entre os construtos, tendo sido verificadas diferenças de gênero, idade e históricos de formação acadêmica. A partir deste estudo foi possível ampliar informações sobre o perfil do aluno de cursos EaD, possibilitando que as instituições de Ensino Superior possam oferecer-lhes ambientes virtuais mais adequados....(AU)

Distance learning is a teaching and learning modality that has grown in Brazil, but little is known about the adaptive profile of distance learning students. Thus, this study evaluated distance learning students, considering their process of adaptation to higher education, the use of learning strategies and their motivation to learn. A total of 324 university students from courses in humanities, biological and exact sciences offered in full distance learning from public and private educational institutions in the countryside of the state of São Paulo participated. Participants answered a sociodemographic questionnaire, the Adaptation to Higher Education Questionnaire (QAES/EaD), Learning Strategies Scale for University Students (EEA-U/EaD), Learning Strategies Scale/EaD in a hybrid university context (EEA-H) and Scale of Motivation Evaluation for Learning (EMAPRE-U/EaD). The results revealed a positive correlation between the constructs, with differences observed according to gender, age of students and academic background. Based on this study, it was possible to further understand distance learning students, enabling higher education institutions to offer them more appropriate virtual environments....(AU)

La Educación a Distancia (EaD) es una modalidad de enseñanza que ha crecido en Brasil, sin embargo, poco se sabe sobre el perfil adaptativo de los alumnos EaD. Ante esto, el presente estudio se propuso evaluar a alumnos de la modalidad a distancia, considerando su proceso de adaptación a la enseñanza superior, el uso de estrategias de aprendizaje y de su motivación para aprender. Participaron 324 universitarios de cursos de las áreas de humanas, biológicas y exactas ofrecidos íntegramente a distancia, de instituciones de enseñanza pública y privada en el interior del estado de São Paulo. Los participantes respondieron a cuestionarios sociodemográficos: Cuestionario de Adaptación a la Enseñanza Superior (QAES/EaD), Escala de Estrategias de Aprendizaje para Universitarios (EEA-U/EaD), Escala de Estrategias de Aprendizaje/EaD en contexto universitario híbrido (EEA-H) y Escala de Evaluación de la Motivación para el Aprendizaje (EMAPRE-U/EaD). Los resultados revelaron correlaciones positivas entre los constructos y se verificaron diferencias de género, edad e históricos de formación académica. A partir de este estudio fue posible obtener la ampliación del conocimiento sobre el alumno de cursos EaD, lo que posibilita que las Instituciones de Enseñanza Superior puedan ofrecerles ambientes virtuales más adecuados....(AU)
Descritores: Inquéritos e Questionários
Estratégias de Saúde
Educação à Distância
Adaptação
Educação Superior
Instituições de Ensino Superior
Aprendizagem
-Estudantes
Ciências Humanas
Motivação
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  3 / 170 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1254816
Autor: Daltro, Mônica Ramos; Oliveira, Luiz Paulo Carvalho Pires de.
Título: Ciências Humanas na formação do profissional de saúde / Human Sciences in the training of health professionals
Fonte: Rev. Psicol., Divers. Saúde;9(3):258-260, Nov. 2020.
Idioma: pt.
Descritores: Ciências Humanas
-Pessoal de Saúde
Capacitação Profissional
Responsável: BR333.2 - Biblioteca - Campus II


  4 / 170 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1254802
Autor: Silva, Ricardo Marinho.
Título: Ensaio sobre o livro "Admirável Mundo Novo" de Aldous Huxley: uma proposta crítica contemporânea / Essay on the book "Brave New World" by Aldous Huxley: a contemporary critical proposal
Fonte: Rev. Psicol., Divers. Saúde;9(2):245-251, Julho 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Em tempos de grande avanço tecnológico e retrocessos no que se refere a aspectos humanos, o "Homo" descrito pela Biologia como "Sapiens" evolui para "Homo Maquinizado". Essa nova configuração do homem regida pela Ciência, Tecnologia, Capitalismo e Globalização se reflete num novo paradoxo humano: a supervalorização da economia em detrimento da vida, impactando nas relações/configurações do viver. Dessa forma, o presente ensaio tem como objetivo fazer uma análise crítica do livro "Admirável Mundo Novo" de Aldous Huxley, que discute a relação homem que cria um sistema, e, que, quando atravessado pela sua criação, torna-se seu próprio produto no ciclo de se produzir. O livro "Admirável Mundo Novo" trata-se de uma parábola que romantiza a desumanização dos seres humanos. Identifica-se que, desde a sua primeira publicação em 1932, o mundo afundou-se a passos tão largos em direção errada semeando o mercantilismo da vida e a cultura da competitividade que corrói a sociabilidade e destrói os sentimentos intrínsecos da sociedade humana que, se o autor escrevesse hoje a mesma obra, a ficção não estaria a seiscentos anos do presente. E a consequência da liberdade, ou melhor, da simples humanidade, teria se revelado desumana.

In times of great technological advancement and setbacks regarding human aspects, the "Homo" described by Biology as "Sapiens" evolves into "Homo Machined". This new configuration of man governed by Science, Technology, Capitalism and Globalization is reflected in a new human paradox: the overvaluation of the economy at the expense of life, impacting the relationships / configurations of living. Thus, the present essay aims to make a critical analysis of the book "Brave New World" by Aldous Huxley, which discusses the relationship between man who creates a system, and which, when crossed by its creation, becomes its own product in the cycle of producing. The book "Brave New World" is a parable that romanticizes the dehumanization of human beings. It is identified that, since its first publication in 1932, the world has sunk so far in the wrong direction sowing the commercialism of life and the culture of competitiveness that it erodes sociability and destroys the intrinsic feelings of human society that, if the author wrote the same work today, fiction would not be six hundred years from the present. And the consequence of freedom, or rather, of simple humanity, would have turned out to be inhuman.
Descritores: Ciências Humanas
-Tecnologia
Capitalismo
Responsável: BR333.2 - Biblioteca - Campus II


  5 / 170 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1091755
Autor: Sionek, Luiza; Assis, Dafne Thaissa Mineguel; Freitas, Joanneliese de Lucas.
Título: "se eu soubesse, não teria vindo": implicações e desafios da entrevista qualitativa / "si supiera, no estaría aquí": implicaciones y desafíos de la entrevista cualitativa / "if i had known, i wouldn't have come": implications and challenges of qualitative interview
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e44987, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Por se tratar de uma técnica que privilegia a investigação do sentido, a entrevista é uma das ferramentas mais utilizadas em pesquisas qualitativas. Faz-se necessária, portanto, uma reflexão sobre seu uso. O objetivo deste artigo é discutir os desafios, para a equipe de pesquisa, na utilização da entrevista qualitativa e seus possíveis impactos à pessoa entrevistada. A análise, sustentada em trechos de entrevistas extraídos de diferentes projetos, debruçou-se sobre dois aspectos: 1. a relação entre pesquisadores e participantes; e 2. possíveis implicações para entrevistados. Discute-se que a entrevista se constitui no campo intersubjetivo pesquisador-participante, com variabilidades e influências contextuais, que estão para além da possibilidade de controle total sobre o processo, evidenciando o papel ativo de ambos no acontecimento da entrevista. A respeito das implicações, observa-se que a entrevista possibilita um momento oportuno para a expressão de experiências não reveladas em outros contextos e que, ao revisitar sua história, a percepção sobre ela e sobre si pode se alterar ao longo da narração. Estes aspectos fazem com que a entrevista seja momento de constituição de sentidos e não de mero relato, o que pode também implicar mobilização de afetos. Diante dessas questões, nota-se que a entrevista pode oferecer, concomitantemente, risco de sofrimento e possibilidade de ressignificação para os participantes. Concluímos que, tanto do ponto de vista ético quanto da viabilidade da pesquisa, é necessário para a condução da entrevista conhecimento teórico-metodológico, acolhimento e empatia, bem como disponibilidade e confiança por parte de quem narra sua história.

RESUMEN Por tratarse de una técnica que privilegia la investigación del sentido, la entrevista es una de las herramientas más utilizadas en investigaciones cualitativas, configurándose necesario la reflexión sobre su uso como instrumento. El objetivo del presente artículo es discutir los desafíos para el investigador en la entrevista cualitativa y posibles impactos para el participante-entrevistado. El análisis, fundamentada en extractos de entrevistas retirados de diferentes proyectos, se centró en dos aspectos: 1. La relación entre investigador y participante y 2. Posibles implicaciones para el entrevistado. Se discute que la entrevista se constituye en el campo intersubjetivo investigador-investigado, con variabilidades e influencias contextuales que están más allá de la posibilidad de control total del investigador sobre el proceso, evidenciando el papel activo de ambos en el acontecimiento de la entrevista. Con respeto a las implicaciones, se observa que la entrevista es oportunidad de expresar experiencias no reveladas en otros contextos y que, al revisar su historia, la percepción del narrador sobre ella y sobre sí mismo puede cambiar. Estos aspectos hacen de la entrevista momento de constitución de sentidos y no mero relato, lo que puede también implicar en la movilización de afectos no elaborados. Ante estas cuestiones, se nota que la entrevista puede ofrecer concomitantemente riesgo de sufrimiento y posibilidad de resignificación para el participante. Concluimos que, tanto desde el punto de vista ético, como de la viabilidad de la investigación, es necesario al entrevistador no sólo el conocimiento teórico-metodológico, sino también acogida y empatía, y por parte del participante, disponibilidad y confianza.

ABSTRACT Since the interview is a technique that favors the investigation of meaning, it is one of the most used tools in qualitative research, requiring a study on its uses. This article aimed to discuss the challenges for the researcher in the use of the qualitative interview and possible implications for the interviewed. Our analysis, based on excerpts from interviews drawn from different research projects, focused on two aspects: 1. The relationship between researcher and participant, and 2. Possible implications for the interviewee. We argue that the researcher-participant intersubjective field constitutes the interview, with contextual variability and influences that preclude the possibility of complete control of the process by the investigator, conferring an active role to both interactors. Concerning the implications for the interviewee, we point out that the interview is an opportunity for the participant to reveal previously untold experiences, and that, by revisiting his/her history; the narrator may change his/her perspective about it and about him/herself. These aspects turn the interview into a moment of sensemaking and not a mere report, which may also imply the mobilization of unelaborated affections. Given these issues, we note that the interview may concomitantly present to the participant the risk of suffering as well as the possibility of making new understandings about their experiences. We conclude that from an ethical point of view, considering as well the viability of the research, the interviewer must display not only the required theoretical and methodological knowledge but also acceptance and empathy, whereas the participant must show availability and trust.
Descritores: Entrevista
Pesquisa Qualitativa
Ética
-Psicologia
Pesquisa/educação
Pesquisadores/psicologia
Ciências Sociais/ética
Afeto/ética
Relações Pesquisador-Sujeito/psicologia
Emoções/ética
Ciências Humanas/ética
Acontecimentos que Mudam a Vida
Tipo de Publ: Entrevista
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  6 / 170 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cecilio, Luiz Carlos de Oliveira
Texto completo
Id: lil-500169
Autor: Lins, Auristela Maciel; Cecilio, Luiz Carlos de Oliveira.
Título: O discurso da institucionalização de práticas em saúde: uma reflexão à luz dos referenciais teóricos das ciências humanas / The institutionalization speech of health practices: a reflection based on the approach of the Human Sciences
Fonte: Physis (Rio J.);18(3):483-499, set. 2008.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é promover uma reflexão sobre o discurso da institucionalização de práticas de saúde, notadamente da avaliação, e em que medida ela pode levar à mudança pretendida, ou, por outro lado, reafirmar conceitos enraizados e reproduzir práticas. Para isto, se buscou auxílio nos teóricos do campo das ciências humanas, principalmente aqueles que têm refletido sobre as instituições sociais. Os referenciais teóricos utilizados são de autores da sociologia positivista, da fenomenologia sociológica e do movimento institucionalista francês. Com eles, busca-se compreender a noção de instituição presente nessas escolas e seu reflexo na concepção de institucionalização. À luz do referencial no qual se apóiam, os autores sugerem alguns cuidados na condução prática das ações que apóiam o movimento da institucionalização da avaliação em saúde.

This paper aims to promote reflections on the movement to institutionalize health practices evaluation: can it lead to the intended changes or may it reproduce old practices? To answer these questions, it was necessary to resort to the aid of Human Sciences mainly the authors who study social institutions. These authors based their theories on Positivistic sociology, on sociological phenomenology and on the precepts of the French institutionalism movement. Following their lines of thought, this paper is intended to further understand the concept of institution and institutionalization present in those social schools. Based on the theoretical framework which encourages this text, the authors suggest some special attention be placed on actions that support the movement for health evaluation institutionalization.
Descritores: Avaliação em Saúde
Gestão em Saúde
Política de Saúde
Ciências Humanas
-Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  7 / 170 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1102428
Autor: Ferreira Neto, João Leite.
Título: Cultura de avaliação e efeitos de subjetivação na saúde / Evaluation culture and effects of subjectivation in health / Cultura de la evaluación y efectos de subjetivación sobre la salud
Fonte: Psicol. Estud. (Online);22(4):539-549, out.-dez. 2017.
Idioma: en; pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é discutir a relação entre cultura da avaliação e processos de subjetivação, no campo da saúde. Trata-se de um estudo teórico sobre o tema, que trabalha aspectos históricos e conceituais da ascensão da cultura de avaliação nas sociedades contemporâneas, particularmente no setor saúde; e faz uma revisão analítica dos argumentos que circunscrevem as controvérsias que os temas da avaliação e subjetividade têm suscitado na saúde pública e fora dela, em diálogo com as contribuições de Foucault. A literatura nacional do setor da saúde é mais receptiva do que a literatura internacional nas ciências humanas. A interpretação mais corrente, em geral, é que a avaliação é um dos instrumentos de governo ou de gestão. A maior crítica é que levaria os trabalhadores a se preocuparem apenas com o que está colocado pelos indicadores, abdicando de uma interpretação mais ampliada da própria atividade. Há uma compreensão comum de que as práticas avaliativas têm por objetivo produzir mudanças subjetivas, mas também produzem efeitos subjetivos não previstos. Quanto ao desenho desses efeitos de subjetivação, há largo espectro de pontos de vista, que vão desde o fomento a subjetivações comprometidas com a mudança permanente, ao constrangimento da subjetividade e à produção dos "eus calculáveis". Acompanhando o pensamento de Foucault, podemos reconhecer tanto efeitos de submetimento, quanto efeitos de protagonismo no uso da avaliação. O segundo caso pode levar ao aperfeiçoamento autogerido dos processos de trabalhoou à criação de espaços estratégicos nas relações de poder.

The aim of this article is to discuss the relationship between evaluation culture and subjectivation processes in the field of health. This is a theoretical study on the subject, which works on historical and conceptual aspects of the rise of the evaluation culture in contemporary societies, particularly in the health sector; we have done an analytical review on the arguments that circumscribe the controversies that the themes of evaluation and subjectivity have raised in public health and beyond, in dialogue with Foucault's contributions. The national literature in the health sector is more receptive than the international literature in the human sciences. The most common interpretation, in general, is that evaluation is one of the instruments of governanceor management. The major criticism is that it would lead workers to worry only about what is set by the indicators, giving up a broader interpretation of the activity itself. There is a common understanding that evaluative practices aim to produce subjective changes, but also produce unanticipated subjective effects. As for the design of these effects of subjectivation, there is a wide spectrum of points of view, ranging from the development to subjectivities committed to permanent change, to the constraint of subjectivity and to the production of "calculable selves". Along with Foucault's thinking, we can recognize both subjecting effects and the protagonism effects in the use of evaluation. The later, can lead to the self-improvement of work processes or the creation of strategic spaces in power relations.

El propósito de este artículo es discutir la relación entre la cultura de la evaluación y los procesos de subjetivación en el campo de la salud. Se trata de un estudio teórico sobre el tema, que investiga aspectos históricos y conceptuales del aumento de la cultura de la evaluación en las sociedades contemporáneas, especialmente en el sector de la salud; y realiza una revisión analítica de los argumentos que circunscriben las controversias que los temas de evaluación y subjetividad han planteado a la salud pública y a otras áreas, en diálogo con las contribuciones de Foucault. La literatura nacional del sector es más receptiva que la literatura internacional en las ciencias humanas. La interpretación más común, es que la evaluación es uno de los instrumentos de gobierno o de gestión. La mayor crítica es que los trabajadores sólo se preocupan por lo que establecen los indicadores, renuncian a una interpretación más amplia de la actividad en sí. Hay un entendimiento común de que las prácticas de evaluación pretenden producir cambios subjetivos, pero producen efectos subjetivos que no están previstos. En cuanto al diseño de estos efectos de subjetivación, hay un amplio espectro de puntos de vista, que van desde la promoción hasta las subjetivaciones comprometidas con el cambio permanente, al constreñimiento de la subjetividad y a la producción de los "yos calculables." Siguiendo el pensamiento de Foucault, podemos reconocer tanto los efectos de sometimiento, como los efectos de protagonismo en el uso de la evaluación. El segundo caso puede conducir a la creación de espacios estratégicos en las relaciones de poder.
Descritores: Avaliação de Processos em Cuidados de Saúde
Cultura
-Segurança
Sociedades
Poder Psicológico
Saúde Pública
Autonomia Pessoal
Atenção à Saúde
Sujeitos da Pesquisa/psicologia
Ciências Humanas/psicologia
Literatura
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  8 / 170 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1102198
Autor: Miguel, Raquel de Barros Pinto; Rossi, Alice Emanuele Zamboni; Scapini, Amanda; Kuntze, Fabiana Barg; Hainzenreder, Bruna; Kotzias, Flavia Vieira.
Título: Mídia e educação: produção acadêmica no Brasil e na França / Media and education: academic production in Brazil and in France / Medios de comunicación y educación: la producción académica en Brasil y en Francia
Fonte: Psicol. Estud. (Online);22(1):67-79, Jan-Mar. 2017.
Idioma: en; pt.
Resumo: A presente pesquisa teve como objetivo identificar a produção acadêmica acerca da relação entre mídia e educação no Brasil e na França. Para tanto, foram elaborados levantamentos em bases de dados brasileiras e francesas, utilizando termos descritores, relacionados ao assunto em questão. Nos levantamentos desenvolvidos, foi possível verificar que, mesmo havendo baixa produção acadêmica sobre o tema tanto no Brasil quanto na França, há relevante diferença quanto à quantidade de trabalhos encontrados nas bases de dados dos dois países. A produção acadêmica francesa sobre mídia-educação apresenta um número expressivamente maior do que aqueles encontrados no Brasil. Assim, por meio da presente pesquisa, foi possível vislumbrar a forma como o tema vem sendo discutido nos dois países. Cabe ressaltar que os temas participação das mídias como auxiliares no processo de ensino-aprendizagem e o uso das novas tecnologias na educação estão em pauta tanto nos trabalhos publicados no Brasil quanto na França. É importante, outrossim, destacar a exígua produção acadêmica sobre mídia-educação na área da psicologia em ambos os países. Dessa forma, espera-se que com a apresentação desse panorama seja possível contribuir para a construção e solidificação do campo de estudos sobre a relação entre mídia e educação na área das ciências humanas, especialmente na área da psicologia.

This research aimed to identify the academic production on the relationship between media and education in Brazil and France. Therefore, surveys were conducted in Brazilian and French databases, by using descriptors related to that topic. From the surveys, it was possible to observe that, despite of the low number of academic productions on the subject both in Brazil and in France, there is a significant difference in the amount of works found in the databases of the two countries. The academic production about media and education is significantly higher in France than in Brazil. Thus, by means of this research, it was possible to notice how the subject has been discussed in both countries. It should be emphasized that the themes of media participation as an auxiliary in the teaching-learning process and the use of new technologies in education are at the forefront both in works published in Brazil and in France. It is also important to highlight the fact that the production in Psychology related to media and education is exiguous. It is expected that, with the presentation of this scene, we can contribute to the construction and consolidation of studies on the relationship between media and education in the field of Human Sciences, especially in Psychology field.

Esta investigación tuvo como objetivo identificar la literatura académica sobre la relación entre medios de comunicación y la educación en Brasil y Francia. Con esta finalidad, las encuestas se realizaron en las bases de datos de Brasil y franceses, utilizándose palabras relacionadas con el tema cuestión. En encuestas realizadas se observó, incluso con un bajo investigación académica sobre el tema en Brasil y en Francia, una diferencia significativa en la cantidad de estudios que se encuentra en las bases de datos de los dos países en cuestión. La investigación académica francesa sobre la educación en medios tiene un número significativamente mayor que los que se encuentran en Brasil. De este modo, por intermedio de esta investigación, se pudo ver cómo el tema ha sido discutido en ambos países. Se observa que la participación de los medios de temas como ayuda en el proceso de enseñanza-aprendizaje y el uso de las nuevas tecnologías en la educación, están en la agenda tanto en los trabajos publicados en Brasil y en Francia. Importante destacar la escasa beca de educación para los medios en el campo de la Psicología en ambos países. Por lo tanto, se espera que, mediante la presentación de este contexto, es posible contribuir a la construcción y consolidación de los estudios sobre la relación entre medios de comunicación y la educación en el campo de las ciencias humanas, especialmente en el área de la psicologia.
Descritores: Brasil
Meios de Comunicação
Educação
França
-Psicologia/educação
Publicações
Ensino
Tecnologia
Educação à Distância
Disseminação de Informação
Capacitação de Professores
Ciências Humanas/psicologia
Aprendizagem
Meios de Comunicação de Massa
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  9 / 170 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-686746
Autor: Almeida, Guilherme; Murta, Daniela.
Título: Reflexões sobre a possibilidade da despatologização da transexualidade e a necessidade da assistência integral à saúde de transexuais no Brasil / Reflexiones sobre la posibilidad de despatologización de la transexualidad y la necesidad de asistencia integral a la salud de transexuales en Brasil / Reflections on the possibility of depatologizing transsexuality and the need for comprehensive health care for transsexuals in Brazil
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(14):380-407, agosto 2013.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo tem como objetivo problematizar algumas questões acerca da patologização da transexualidade a fim de provocar a reflexão sobre a possibilidade da sua despatologização no Brasil, mantendo em perspectiva a necessidade de atenção integral à saúde de transexuais. Neste panorama, se para a medicina e as ciências psi (psiquiatria, psicologia e psicanálise) a transexualidade constitui uma desordem mental, para alguns autores que discutem as experiências trans, em especial nas ciências sociais e humanas e na saúde coletiva, estas são vivências que colocam em questão as normas de gênero que regem nossos conceitos de sexo, gênero e, no limite, de humano. Todavia, a despeito das críticas acadêmicas e do movimento mundial em prol da despatologização das identidades trans, no contexto brasileiro ainda vigora uma interpretação patologizada destas vivências que não apenas sustenta sua definição como um transtorno psiquiátrico como orienta as políticas públicas destinadas a este segmento.

El presente artículo problematiza determinadas cuestiones en torno de la patologización de la transexualidad. Teniendo en vista la necesidad de atención integral a la salud de transexuales, busca provocar una reflexión sobre la posibilidad de su despatoligización en Brasil. Si para la medicina y las ciencias 'psi' (psiquiatría, psicología y psicoanálisis) la transexualidad constituye un desorden mental, para algunos autores -que discuten las experiencias trans, en especial desde las ciencias sociales, humanas y desde la salud colectiva-estas son vivencias cuestionadoras de las normas de género que rigen nuestros conceptos de sexo, género y, en último término, nuestra concepción de lo humano. A pesar de las críticas académicas y del movimiento mundial en pos de la despatologización de las identidades trans, en el contexto brasileño rige todavía una interpretación patologizada de estas vivencias que no sólo da sustento a su definición como trastorno psíquico sino que orienta las políticas públicas destinadas a este segmento de la población.

This article discusses issues regarding the pathologization of transsexuality in order to provoke a reflection on the possibility of its depathologization in Brazil, keeping in view the need for comprehensive health care for transsexuals. If to medicine and the psy sciences (psychiatry, psychology, psychoanalysis) transsexuality is a mental disorder, for some authors who think about trans experiences, particularly in the social sciences, humanities, and community health, the living experiences of trans persons question the gender norms that govern our concepts of sex, gender and, ultimately, humanity. However, despite scholarly criticisms and the global movement in support of the depathologization of trans identities, in Brazil a pathological interpretation of trans not only sustains its definition as a psychiatric disorder, but also guides public policy towards this segment.
Descritores: Política Pública
Transexualidade/patologia
Assistência Integral à Saúde
Pessoas Transgênero
Serviços de Saúde para Pessoas Transgênero
-Psicanálise
Ciências Sociais
Sistema Único de Saúde
Brasil
Saúde Pública
Normas de Gênero
Ciências Humanas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  10 / 170 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177325
Autor: Costa, Andrize Ramires; Kuhn, Roselaine; Ilha, Franciele Roos da Silva.
Título: O governo dos corpos e a regulação das liberdades infantis / Governing bodies and regulating children's liberties / El gobierno de los cuerpos y la regulación de las libertades infantiles
Fonte: Movimento (Porto Alegre);25(1):e25083, jan.- dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Esta reflexão é resultante de pesquisa teórico-filosófica na qual objetivamos traçar um panorama argumentativo das práticas sociais que envolvem o governo da criança e da infância, considerando alguns pressupostos modernos potencialmente ativos na contemporaneidade. Nesta direção, buscamos ampliar as concepções de crianças e infâncias que emergem da visibilidade atribuída a elas no cenário da modernidade, no interior da polarização das ciências humanas e exatas. Procuramos também reafirmar a importância do protagonismo da criança no processo educativo como autora e atora das aprendizagens, da agência, da condição de corpo-sujeito capaz de sentir, pensar e agir, e não sendo tratada como corpo-objeto-refém da autoridade e do adultocentrismo que a despotencializa

This reflection is the result of theoretical-philosophical research to draw an argumentative overview of social practices that involve governing children and childhood, considering some modern assumptions potentially active in today's world. Therefore, we seek to broaden views on children and childhood that emerge from the visibility ascribed to them in modernity, within the polarization between humanities and hard sciences. We also seek to reaffirm the importance of children's role in the educational process as authors and actors of learning, of agency, of the status of a subject-body capable of feeling, thinking and acting, and not being treated as a body-object-hostage of authority and of the adultcentrism that de-motivates it

Esta reflexión es el resultado de una investigación teórico-filosófica en la que pretendemos trazar un panorama argumentativo de las prácticas sociales que involucran al gobierno del niño y de la infancia, considerando algunos presupuestos modernos potencialmente activos en la contemporaneidad. En esta dirección, buscamos ampliar las concepciones de niños e infancias que emergen de la visibilidad atribuida a los mismos en el escenario de la modernidad, al interior de la polarización de las ciencias humanas y exactas. También buscamos reafirmar la importancia del protagonismo del niño en el proceso educativo como autor y actor de los aprendizajes, de la agencia, de la condición de cuerpo-sujeto capaz de sentir, pensar y actuar, y no tratado como cuerpo-objeto-rehén de la autoridad y del adultocentrismo que lo despotencializa
Descritores: Corpo Humano
Aprendizagem
-Comportamento Social
Educação Infantil
Ciências Humanas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Responsável: BR553.1 - Biblioteca Edgar Sperb



página 1 de 17 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde