Base de dados : LILACS
Pesquisa : K01 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 144 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 15 ir para página                         

  1 / 144 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lima, Regina Aparecida Garcia
Coelho, Eduardo Barbosa
Texto completo
Id: lil-782966
Autor: Lopes Júnior, Luís Carlos; Nascimento, Lucila Castanheira; Lima, Regina Aparecida Garcia de; Coelho, Eduardo Barbosa.
Título: Dificuldades e desafios em revisar aspectos éticos das pesquisas no Brasil / Dificultades y desafíos en revisión de aspectos éticos en investigación en Brasil / Difficulties and challenges in reviewing ethical aspects of research in Brazil
Fonte: Rev. gaúch. enferm;37(2):e54476, 2016.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Refletir sobre os problemas enfrentados pelos pesquisadores de diferentes áreas, sobretudo de Ciências Humanas e Sociais, durante o processo de avaliação dos projetos de pesquisa pelos Comitês de Ética em Pesquisa no Brasil. Método Estudo teórico-reflexivo, baseado na literatura científica e análise crítica dos autores. Resultados Embora a Resolução 466/2012, que trata de pesquisas com seres humanos, apresente inovações de conteúdo, ainda permanecem obscuras questões relacionadas aos participantes de pesquisa, além do moroso processo de avaliação dos projetos. Conclusão Dificuldades enfrentadas por pesquisadores, principalmente de áreas como Ciências Humanas e Sociais, precisam ser transpostas para que as diretrizes éticas se tornem aplicáveis, tanto em termos de princípios quanto de procedimentos, às distintas tradições de pesquisas. É premente que as normas regulamentadoras de investigações com seres humanos sejam gerenciadas por sistema com capacidade operacional satisfatória, considerando as especificidades das diferentes áreas do conhecimento.

RESUMEN Objetivo Reflexionar sobre los problemas que enfrentan los investigadores de diferentes áreas, especialmente de Humanidades y Ciencias Sociales durante el proceso de evaluación de los proyectos de investigación por parte de los Comités Éticos de Investigación en Brasil. Método Estudio teórico y reflexivo basado en la literatura y análisis crítico de los autores. Resultados Aunque la Resolución 466/2012, presente innovaciones de contenido, siguen oscuras algunas cuestiones relacionadas con los participantes de investigación, además del largo proceso de evaluación de proyectos. Conclusión Las dificultades que enfrentan los investigadores, especialmente de áreas como Humanidades y Ciencias Sociales, necesitan ser incorporadas donde las normas éticas sean aplicables, en términos de principios y de procedimientos, a las tradiciones distintas de investigación. Es urgente que los estándares apropiados de investigación con seres humanos sean administrados por sistema con capacidad operativa satisfactoria, teniendo en cuenta las especificidades de las diferentes áreas del conocimiento.

ABSTRACT Objective To reflect on the problems faced by researchers from different areas, especially of Humanities and Social Sciences, when submitting research projects for evaluation by the research ethics committees in Brazil. Method A theoretical and reflective study based on international literature and the critical analysis of the authors. Results Although Resolution 466/2012, which addresses human research, contains some innovations, issues related to the research participants remain obscure and the project evaluation process is time-consuming. Conclusion The difficulties faced by researchers, especially in the fields of Humanities and Social Sciences, must be transposed to ensure that the ethical guidelines are applicable, in terms of principles and procedures, to the different research traditions. Appropriate human research standards must be managed by a system with a satisfactory operational capacity, according to the specificities of the different areas of knowledge.
Descritores: Projetos de Pesquisa/normas
Comitês de Ética em Pesquisa/normas
Experimentação Humana/normas
-Projetos de Pesquisa/legislação & jurisprudência
Ciências Sociais
Brasil
Risco
Fidelidade a Diretrizes
Cultura
Experimentação Humana/legislação & jurisprudência
Ciências Humanas
Modelos Teóricos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 144 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1047919
Autor: Silveira, Raquel da; Stigger, Marco Paulo; Myskiw, Mauro.
Título: Multiplicando as ciências: um estudo etnográfico sobre fazeres científicos da educação física / Multiplying sciences: ethnographic studies about scientific work in physical education / Multiplicando las ciencias: estudio etnográfico sobre los haceres de la educación física
Fonte: Movimento (Porto Alegre);25(1):e25019, jan.- dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Desde os anos 2000 ocorreram ampliações e intensificações da comunidade de pesquisadores(as) e dos aparatos científicos comprometidos com a Educação Física (EF). Esse processo aconteceu/acontece em meio a diversos tensionamentos que passaram a ser problematizados em estudos e debates. Instigados por esses fatos e problematizações, o objetivo desta pesquisa é compreender de que modo se faz ciência na EF brasileira. Para isso realizamos um estudo etnográfico em dois grupos de pesquisa da EF, em que seguimos humanos e não humanos, associações e controvérsias. Ao acompanhar o dia a dia desses grupos chegamos à conclusão de que há múltiplas ciências da EF. Diante dessa constatação, o principal encaminhamento e provocação desta pesquisa é que ao indagar sobre a ciência da EF (note-se, no singular) passa a ser indispensável indagar sobre os tipos de relações que foram e estão sendo estabelecidas entre as ciências da EF (note-se, múltiplas), e quais são as suas consequências

Since the 2000s, the research community and scientific apparatuses engaged with Physical Education (PE) have widened and intensified. Such process has happened and still happens amid several tensions that began to be discussed in studies and debates. Driven by these facts and questionings, this research looks into how science is done in Brazilian PE. An ethnographic study has been conducted within two PE research groups, where we followed humans and non-humans, associations and controversies. After following the everyday work of these groups, we found that there are multiple PE sciences. In view of these findings, the main conclusion and provocation of this study is that, to question PE science ­ in singular form ­ it is crucial to ask about the types of relations that have been established and still remain among PE sciences ­ in plural ­ and their consequences

Desde los años 2000 ocurrieron ampliaciones e intensificaciones de la comunidad de investigadores/as y de los aparatos científicos involucrados con la Educación Física (EF). Este proceso ocurrió y ocurre en medio a distintas tensiones que pasaron a ser problematizadas en estudios y debates. Motivados por estos hechos y problematizaciones, el objetivo de esta investigación es comprender de qué modo se hace ciencia en la EF brasileña. Con este fin, realizamos un estudio etnográfico en dos grupos de investigación de la EF, donde seguimos humanos y no humanos, asociaciones y controversias. Al acompañar la jornada de estos grupos, llegamos a la conclusión de que hay múltiples ciencias de la EF. Frente a esta constatación, el principal encaminamiento, y la provocación de esta investigación, es que, al indagar sobre la ciencia de la EF (destaque para el singular) se vuelve indispensable indagar sobre los tipos de relaciones que han sido establecidas y se establecen entre las ciencias de la EF (múltiples) y cuáles son sus consecuencias
Descritores: Educação Física e Treinamento
Ciência
Antropologia Cultural
-Ciências Sociais
Disciplinas das Ciências Biológicas
Conhecimento
Ciências Humanas
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR553.1 - Biblioteca Edgar Sperb


  3 / 144 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046599
Autor: Williges, Flavio.
Título: O lugar da filosofia e das humanidades na formação universitária / The place of philosophy and humanities in university formation
Fonte: Barbarói;(54,n.esp):23-33, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Nesse pequeno ensaio apresento, em primeiro lugar, um conjunto de considerações sobre o significado da extinção dos departamentos de ciências humanas nas universidades como (1) perda afetiva e (2) como perda simbólica do lugar das humanidades para a ideia mesma de universidade, particularmente em universidades comprometidas com formação humanista e integral. Apresento, em segundo lugar, os riscos envolvidos numa formação meramente técnica, um possível papel alternativo das humanidades com espaço de contradição e conflito frente à crise dos modelos de formação inclusiva, focada na cidadania, e, depois, critico essa imagem reducionista das humanidades que tem encontrado alguns defensores. As ciências humanas são, junto com as artes, espaços de ampliação de nossos poderes críticos, construtivos e imaginativos, com impacto tanto político, na vida democrática, quanto pessoal, na vida moral e na sabedoria. Ao abrir mão desses poderes, o resultado é um empobrecimento da experiência, das condições de autocompreensão de nossos próprios procedimentos. Nessa direção, minha sugestão de resposta ao alijamento das humanidades na formação superior é recolocar a pergunta pelo sentido mesmo da educação, do tipo de direcionamento que cabe dar à experiência humana em geral.(AU)

In this short essay first present a set of considerations about the significance of the extinction of humanities departments at universities as (1) affective loss and (2) as symbolic loss of the humanities' place for the very idea of university, particularly in universities committed to humanistic and integral formation. Secondly, I present the risks involved in a purely technical formation, a possible alternative role of the humanities with a space of contradiction and conflict in the face of the crisis of inclusive education models, focused on citizenship, and then I criticize this reductionist image of the humanities that has found some defenders. The human sciences are, together with the arts, spaces for expanding our critical, constructive and imaginative powers, with both political and democratic impact on personal and moral life and wisdom. By relinquishing these powers, the result is an impoverishment of experience, the conditions of self-understanding of our own procedures. In this sense, my suggestion of an answer to the alienation of the humanities in higher education is to put the question back to the very meaning of education, the kind of direction that should be given to human experience in general.(AU)
Descritores: Filosofia
Ciências Humanas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1314.1 - Biblioteca Central


  4 / 144 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1025091
Autor: Caprara, Bernardo.
Título: Sociedade, educação e desigualdade: um panorama sobre teorias e pesquisa / Society, education and inequality: an overview of theories and research
Fonte: Barbarói;(53):89-116, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo discute as relações entre sociedade, educação e desigualdades sociais. O objetivo do texto é mapear as contribuições sobre a temática, com o foco em diferentes abordagens, partindo do funcionalismo, passando pelas teorias da reprodução, pela estratificação educacional e a Sociologia da escola, até chegar à diversidade de análises proposta a partir da década de 1980. Resgata as contribuições dessas teorias e pesquisas, de maneira introdutória, considerando seus avanços e recuos, seus alcances e limitações. Assim, organiza um panorama em forma de síntese acerca de uma das relações mais frequentes nos debates sobre os fenômenos educacionais da modernidade.(AU)

The article discusses the relations between society, education and social inequalities. The objective of the text is to map the contributions on the theme, focusing on different approaches, starting from the functionalism, through the reproduction theories, the educational stratification and the sociology of the school, until reaching the diversity of analyzes proposed from the decade of 1980. Rescues the contributions of these theories and research, introductory, considering their advances and setbacks, their scope and limitations. Thus, it organizes a synthetic overview about one of the most frequent relations in the debates about the educational phenomena of modernity.(AU)
Descritores: Sociedades
Fatores Socioeconômicos
Educação
-Ciências Humanas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1314.1 - Biblioteca Central


  5 / 144 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1024759
Autor: Mosterín, Jesús.
Título: El espejo roto del conocimiento y el ideal de una visión coherente del mundo / Knowledge´s broken mirror and the ideal of a coherent world´s vision
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);6(1):145-151, 2017.
Idioma: es.
Resumo: Este artículo postula la necesidad de recomponer una imagen global del mundo a partir de los aportes de la ciencia y la filosofía. En el mundo actual, la especialización de la ciencia resulta en una suma de saberes específicos y restringidos que, a la vez que permite el avance científico, es contraria a la filosofía, entendida en términos platónicos como saber portador de una visión del conjunto. Sin embargo, ciencia y filosofía no son opuestas, como lo demuestra la historia de ambas, sino que forman un continuo: la curiosidad del científico no se agota en los límites de su campo específico, y el filósofo, por su parte, utiliza en sus reflexiones los conocimientos desarrollados por la ciencia. Este artículo afirma que ciencia y filosofía deben conjugarse para la creación de una cosmovisión que sirva como marco para analizar y resolver los problemas individuales y colectivos. La búsqueda de una cosmovisión global es el fin último de toda investigación, y únicamente la conjugación entre ciencia y filosofía permitirá la expansión de la comprensión racional del mundo y construirá un marco de referencia abarcativo para la reflexión y la acción humana

This article poses the necessity of reconstructing a global image of the world, which should take into account the contributions of science and philosophy. In the present world, the specialization of science results in an addition of specific and restricted knowledge that, even when making possible the advance of science, is contrary to philosophy understood as the knowledge which gives a vision of the joint (in Plato's terms). However, science and philosophy are not contrary, as the history of both of them shows, but they constitute a continuous: the scientist's curiosity doesn't exhaust into the limits of his specific field, while the philosopher uses for his reflections the knowledge generated by science. This article affirms that science and philosophy should join for the creation of a "cosmovision" that would become a framework for the analysis and solution of individual and collective problems. The pursuit for a global vision is the main goal of every research, and only the joint work of science and philosophy will make possible to extend the rational understanding of the world and will construct a comprehensive framework of reference for human reflection and action
Descritores: Filosofia
Ciência/história
Conhecimento
Ciências Humanas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  6 / 144 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-736354
Autor: Ferreira, Francisco Romão; Prado, Shirley Donizete; Carvalho, Maria Claudia da Veiga Soares; Kraemer, Fabiana Bom.
Título: Biopower and biopolitics in the field of Food and Nutrition / Biopoder e biopolítca no campo da Alimentação e Nutrição
Fonte: Rev. Nutr. (Online);28(1):109-119, Jan.-Feb. 2015.
Idioma: en.
Resumo: A conceptual discussion on the discourses of the social actors in the field of Food and Nutrition is proposed, presenting the existing conflicts, discursive strategies and struggles for academic legitimacy. The line of argumentation follows the biopower concept developed by Michel Foucault, who presents medicine as a knowledge-power focused at the same time on the body and the population, the human body and the biological processes, producing disciplinary results and widespread regulatory effects on society. Based on this concept it is argued that the discourses produced in the field put hegemonic and counter-hegemonic interests in confrontation, political disputes disguised by "abstract" epistemological discussions, strategies to lure consumers, life standardization and medicalization. Such discourses translate instances of power in dispute, economic interests, structural conflicts, political impasses. New elements are presented for the production of knowledge for professionals of Nutrition and for the perception of the feeding act beyond the nutritional, biological, biomedical and epistemological parameters, which in essence are clearly political once they convey tensions between the conceptual structures that also operate in the interior of the field. It is assumed that there is no such health or nutrition as abstract, neutral fields, detached from reality; such dimensions are part of the material, concrete life and carry symbolic, cultural and subjective values. Considering only the nutritional aspects of nutrition is to impoverish and weaken it, and the discussion that seems to be "merely conceptual" brings to light important issues that the professionals in the field of Food and Nutrition should address.

Propõe-se uma discussão conceitual acerca dos discursos dos atores sociais do campo da Alimentação e Nutrição ao apresentar conflitos existentes, estratégias discursivas em jogo e lutas por legitimidade no espaço acadêmico. O eixo principal da argumentação se dá a partir do conceito de biopoder, de Michel Foucault, que apresenta a medicina como um saber-poder que incide, ao mesmo tempo, sobre o corpo e a população, sobre o organismo e os processos biológicos, produzindo resultados disciplinares e efeitos regulamentadores disseminados por toda a sociedade. A partir desse conceito, argumenta-se que os discursos produzidos no campo colocam, frente a frente, interesses hegemônicos e contra-hegemônicos, disputas políticas travestidas de discussões epistemológicas "abstratas", estratégias de sedução, normatização e medicalização da vida. Tais discursos traduzem instâncias de poder em confronto, interesses econômicos, conflitos estruturais, embates políticos. São apresentados novos elementos para pensar a produção de conhecimento para profissionais da Nutrição e da percepção do ato alimentar para além de parâmetros nutricionais, biológicos, biomédicos e epistemológicos que, na sua essência, são nitidamente políticos, pois traduzem tensões entre estruturas conceituais que também operam no interior do campo. Postula-se que não há saúde ou nutrição em abstrato, como campos neutros, desconectados da realidade; essas dimensões fazem parte da vida material, concreta e estão carregadas de valores simbólicos, culturais e subjetivos. Pensar a Nutrição apenas em seus aspectos nutricionais é empobrecê-la e enfraquecê-la, e essa discussão, que parece ser "meramente conceitual", traz à tona questões importantes que precisam ser discutidas pelos profissionais do campo da Alimentação e Nutrição.
Descritores: Pesquisa
Alimentação
Ciências da Nutrição
Ciências Humanas
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR13.3 - Biblioteca das Faculdades de Odontologia e Nutrição


  7 / 144 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732767
Autor: Barbosa, Adriana Silva; Corrales, Carlos Montero; Silbermann, Marcos.
Título: Controvérsias sobre a revisão ética de pesquisas em ciências humanas e sociais pelo Sistema CEP/Conep / Controversies on the ethical review of research in the Humanities and Social Sciences by System CEP/Conep
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);22(3):482-492, set.-dez. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O comitê de ética em pesquisa tem como função revisar todas as pesquisas envolvendo seres humanos realizadas no Brasil, o que tem suscitado controvérsias sobre a revisão ética de pesquisas em ciências humanas e sociais. O objetivo deste artigo é discutir as controvérsias da revisão ética de pesquisas dessas áreas no Sistema CEP/Conep. São controvérsias o biocentrismo, as melhorias pontuais da Resolução 466/2012, a emergência de um sistema paralelo de revisão ética para essas áreas ou a constituição de resolução complementar própria no Sistema CEP/Conep. Tais controvérsias relacionam-se com limitações funcionais dos comitês de ética: grande demanda de projetos, poucos comitês, limitações da Plataforma Brasil e necessidade de capacitação dos membros. O Sistema CEP/Conep deve continuar como único sistema de revisão ética em pesquisa brasileiro; mas necessita que as resoluções sejam continuamente revisadas para contemplar as especificidades das pesquisas das áreas humanas e que sejam criados mais comitês com melhor capacitação...

El Comité de Ética en Investigación debe revisar todas las investigaciones en seres humanos realizadas en Brasil, lo que ha causado controversias acerca de la revisión ética de la investigación en ciencias humanas y sociales. El propósito de este artículo es discutir las controversias de la revisión ética de la investigación en estas áreas en el Sistema CEP/Conep. Las controversias son el biocentrismo, las mejoras puntuales en la resolución 466/2012, la aparición de un sistema paralelo de revisión ética para estas áreas o la constitución de una resolución complementaria propia en el sistema CEP/Conep. Estas controversias se refieren a las limitaciones funcionales de los Comités de Ética: gran demanda de proyectos, pocos comités, limitaciones de la plataforma Brasil y la necesidad de capacitación de los miembros. El sistema CEP/Conep debe continuar como único sistema de revisión ética en investigación brasileña; pero requiere que las resoluciones sean revisadas continuamente para contemplar las especificidades de las investigaciones en las ciencias humanas y ciencias sociales y que sean creados más comités con mejor formación de los participantes...
Descritores: Análise Ética
Ciências Humanas
Ciências Sociais
COMITE DE REVISAO DE ETICA EM PESQUISA
Ética em Pesquisa
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 144 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014587
Autor: Trad, Leny A. Bomfim; Mota, Clarice Santos; López, Yeimi Alexandra Alzate.
Título: O ensino das ciências sociais e humanas na graduação em saúde coletiva: entre desafios e oportunidades de transgressões / Teaching social and human sciences in the collective health undergraduate course: between challenges and opportunities for transgressions
Fonte: Saúde Soc;28(2):11-24, abr.-jun. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A implantação, em 2009, do curso de graduação em saúde coletiva (GSC) no Brasil e sua progressiva disseminação trouxe à tona velhas questões de ordem epistemológica, prática ou político-institucional relacionadas ao ensino das ciências sociais e humanas (CSH) nesse contexto e fez emergir outras. Sobretudo, esse novo curso recoloca no centro do debate a questão da identidade do campo da saúde coletiva ou as especificidades de seus objetos, atores/agentes, conhecimentos e práticas. Afinal, tanto os projetos pedagógicos (perfil de egresso, estrutura curricular etc.) quanto seu modus operandi refletem uma dada concepção do campo. Propõe-se, neste artigo, discutir peculiaridades e desafios do ensino das CSH na GSC, considerando esses elementos a partir da análise da experiência de um curso em particular ou, melhor dito, do compartilhamento de vivências e impressões das autoras que integram seu corpo docente. Na primeira parte do texto, são esboçados argumentos em defesa da formação emancipatória e do conhecimento pluriuniversitário, apoiados no diálogo com Boaventura de Souza Santos. Entende-se que tais perspectivas são especialmente bem-vindas na GSC, a qual tem se revelado um espaço profícuo de experimentação de novas formas de agir na educação e na saúde.

Abstract The implementation, from 2009, of the undergraduate course on collective health (GSC) in Brazil and its progressively dissemination has brought to the surface old epistemological, practical or political-institutional issues, and led to the emergence of others. Above all, it should be noted that this new undergraduate course puts once again in the center of the debate the question of the collective health identity or, rather, the specificities of its objects, actors, knowledge and practices. After all, both the pedagogical projects (student's profile, curricular structure etc.) as its modus operandi reflect a given conception of the field. This article discusses the singularities and challenges of teaching social and human sciences in the undergraduate course in collective health, considering these elements through the analysis of a particular course or, better said, the sharing of experiences and impressions of the authors that integrate its academic staff. In the first part of the article, arguments are presented in defense of the emancipatory formation and multi-university knowledge, supported by the dialogue with Boaventura de Souza Santos. It is considered that such perspectives are especially welcome in undergraduate collective health, which has proved to be a useful space for experimenting new ways of acting in education and health.
Descritores: Ciências Sociais
Saúde Pública
Educação Superior
Práticas Interdisciplinares
Ciências Humanas
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  9 / 144 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-736346
Autor: Amparo-Santos, Ligia; Soares, Micheli Dantas.
Título: Challenges of academic and scientific output in the interface between Social and Human Sciences and Food and Nutrition Sciences / Desafios da produção acadêmico-científica na interface entre as Ciências Sociais e Humanas e as Ciências da Alimentação e Nutrição
Fonte: Rev. Nutr. (Online);28(1):89-98, Jan.-Feb. 2015.
Idioma: en.
Resumo: This paper discusses theoretical and methodological challenges in the production of knowledge located in the interface between the Social Sciences and the Sciences of Food and Nutrition, mediated by Health Sciences. We recognize that the discussion on the intersections between these scientific fields arises from the need to expand the understanding of the phenomena surrounding the field of Food and Nutrition from other theoretical frameworks beyond the biomedical paradigm. The discussion will guide a reflection on the following issues: a) how to establish Brazilian academic-scientific output at the interface between the Nutritional Sciences and Social Sciences, mediated by Health Sciences; b) considering that there is a 'field' of the socio-anthropology of food developed historically within the Social Sciences and Humanities, which distinguishes the production of knowledge in the field of health; c) the main theoretical and methodological challenges of academic-scientific output today. We also discuss challenges related to the practical consequences of this output, considering the interventionist legacy in the field of health. Lastly, we highlight that such reflections also face another important challenge, namely the urgent need to reinvent ways of thinking and doing science which, articulated with demands inherent to a new field shaped by the search for production of knowledge and practices, is more important to issues raised by health care.

O presente ensaio aborda os desafios teórico-metodológicos enfrentados na produção de conhecimento na interface entre as Ciências Sociais e Humanas e as Ciências da Alimentação e Nutrição, mediada pelas Ciências da Saúde. Reconhece que a discussão sobre as intersecções entre esses campos científicos surge da necessidade de ampliação da compreensão dos fenômenos que cercam o campo da Alimentação e Nutrição a partir de outros referenciais teóricos, para além do paradigma biomédico. A discussão empreendida se pautará na reflexão das seguintes questões: a) Como se configura a produção acadêmico-científica brasileira situada na interface entre as Ciências da Nutrição e Ciências Sociais, mediada pelas Ciências da Saúde; b) ao considerar que existe um 'campo' da socioantropologia da alimentação desenvolvido historicamente no bojo das Ciências Sociais e Humanas, o que diferencia a produção de saberes realizada no campo da saúde; c) quais os principais desafios teórico-metodológicos dessa produção acadêmico-científica na contemporaneidade. Discutem-se, ainda, os desafios relacionados aos desdobramentos práticos dessa produção, considerando o legado intervencionista do campo da saúde. Por fim, salienta-se que tais reflexões enfrentam, ainda, outro desafio relevante: a urgência de reinventar modos de pensar e fazer ciência que sejam mais pertinentes às questões apontadas no campo de saberes e práticas de saúde.
Descritores: Conhecimento
Ciências da Saúde
Ciências da Nutrição
Ciências Humanas
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR13.3 - Biblioteca das Faculdades de Odontologia e Nutrição


  10 / 144 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-696725
Autor: Prado Filho, Kleber; Teti, Marcela Montalvão.
Título: A cartografia como método para as ciências humanas e sociais / The cartography as a method for the humanities and social sciences
Fonte: Barbarói;(38):45-49, jun. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo busca recolher num diálogo entre Foucault e Deleuze elementos metodológicos que possibilitem realizar uma cartografia social. Não se trata aqui de "sistematizar o método cartográfico", mas de reunir apontamentos e indicações nesse diálogo, que sirvam de suporte para análises críticas, estudos e pesquisas, ao mesmo tempo em que sirvam como instrumentos de resistência. Diferentemente da cartografia tradicional, que traça mapas de territórios, relevo e distribuição populacional, uma cartografia social faz diagramas de relações, enfrentamentos e cruzamentos entre forças, agenciamentos, jogos de verdade, enunciações, jogos de objetivação e subjetivação, produções e estetizações de si mesmo, práticas de resistência e liberdade. Como método presta-se à análise e desmontagem de dispositivos, ação que consiste em desemaranhar suas enredadas linhas, além de instrumentalizar a resistência aos seus modos de objetivação e subjetivação. Tal como proposta por Foucault e Deleuze, a análise cartográfica configura-se como instrumento para uma história do presente, possibilitando a crítica do nosso tempo e daquilo que somos.(AU)

This article seeks to collect a dialogue between Foucault and Deleuze methods that will allow to perform a social cartography. This is not to "the systematic mapping method", but to gather notes and information in this dialogue, which serve as support for critical analysis, studies and research while serving as instruments of resistance. Unlike traditional cartography, which traces territories maps, topography and population distribution, social cartography is a relationship diagrams, and crosses between fighting forces, funding, games of truth, utterances games, objectivity and subjectivity, self-productions and self-estetizations, practices of resistance and freedom. As a method lends itself to analysis and removal of devices, an action that is to unravel their tangled lines, and resistance to equip their modes of objectification and subjectification.As proposed by Foucault and Deleuze cartographic analysis appears as an instrument of this story, allowing criticism of our time and what we are.(AU)
Descritores: Ciências Sociais
Metodologia
Ciências Humanas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1314.1 - Biblioteca Central



página 1 de 15 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde