Base de dados : LILACS
Pesquisa : K01.844 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 847 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 85 ir para página                         

  1 / 847 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-829040
Autor: Gómez Palencia, Isabel Patricia; Cantillo Banquett, Dina; Coronado Quintana, Melisa; López Villamizar, Arlys; Vergara Mendoza, Yecica.
Título: Spirituality and Religiosity in Elderly Adults with Chronic Disease / Espiritualidad y religiosidad en adultos mayores con enfermedad crónica / Espiritualidade e religiosidade em adultos maiores com doença crónica
Fonte: Invest. educ. enferm;34(2):235-242, June 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective.This work sought to explore the relationship between spirituality and religiosity in elderly adults with chronic disease. Methods. This was a cross-sectional cohort study with a representative sample of 229 elderly adults with chronic disease registered in 12 life centers in the city of Cartagena. Reed's Spiritual Perspective and Francis' Religiosity scales were applied. Results. Mean age was 74.4 years, 62.9% were women, and the most frequent occupations were: unemployed (45.9%) and housewives (44.5%); the religion most practiced was Catholicism (81.2%). Levels of spirituality and religiosity were high, showing a moderate and direct correlation (r = 0.57). Conclusion. A directly proportional relationship exists between spirituality and religiosity in elderly adults with chronic disease.

Objetivo.Explorar la relación entre espiritualidad y religiosidad en adultos mayores con enfermedad crónica. Métodos. Estudio de corte transversal realizado con una muestra representativa de 229 adultos mayores con enfermedad crónica inscritos en 12 centros de vida de la Ciudad de Cartagena, Colombia. Se aplicaron las escalas de Perspectiva Espiritual de Reed y la de Religiosidad de Francis. Resultados. El promedio de edad 74.4 años, de los cuales un 62.9% pertenecía al sexo femenino. Por ocupación, las más frecuentes fueron desempleados (45.9%) y amas de casa (44.5%). De otro lado, la religión más practicada fue la católica (81.2%). El nivel de espiritualidad y religiosidad fue alto, mostrando una correlación moderada y directa (r=0.57). Conclusión. Existe una relación directamente proporcional entre espiritualidad y religiosidad en los adultos mayores con enfermedad crónica.

Objetivo.Explorar a relação entre espiritualidade e religiosidade em adultos maiores com doença crónica. Métodos. Estudo de corte transversal realizado com uma amostra representativa de 229 adultos maiores com doença crónica inscritos em 12 centros de vida da cidade de Cartagena, Colômbia. Se aplicaram as escalas de Perspectiva Espiritual de Reed e a de Religiosidade de Francis. Resultados. A média de idade foi de 74.4 anos, um 62.9% foram mulheres, por ocupação as mais frequentes foram desempregados (45.9%) e dona-de-casa (44.5%) e a religião que mais praticada foi a católica (81.2%). O nível de espiritualidade e religiosidade foram altos, mostrando uma correlação moderada e direta (r=0.57). Conclusão. Existe uma relação diretamente proporcional entre espiritualidade e religiosidade nos adultos maiores com doença crónica.
Descritores: Religião
Idoso
Doença Crônica
Espiritualidade
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO103.1 - Biblioteca


  2 / 847 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Meneghel, Stela Nazareth
Texto completo
Id: biblio-890445
Autor: Meneghel, Stela Nazareth; Rosa, Bruna Alexandra Rocha da; Ceccon, Roger Flores; Hirakata, Vania Naomi; Danilevicz, Ian Meneghel.
Título: Feminicídios: estudo em capitais e municípios brasileiros de grande porte populacional / Femicides: a study in Brazilian state capital cities and large municipalities
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(9):2963-2970, Set. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este estudo objetiva analisar a relação entre feminicídios e indicadores socioeconômicos, demográficos, de acesso e saúde em capitais e municípios brasileiros de grande porte populacional. Trata-se de um estudo ecológico que utilizou o coeficiente médio padronizado da mortalidade feminina por agressão como marcador de feminicídio nos triênios de 2007-2009 e 2011-2013. Para a análise estatística foi utilizado o teste de Correlação de Pearson entre o desfecho e 17 variáveis independentes, e as que apresentaram significância estatística (p < 0,05) foram introduzidas em um modelo de regressão linear multivariada, método Backward. No primeiro triênio a taxa média de feminicídio foi de 4,5 óbitos por 100 mil mulheres, e no segundo período foi de 4,9/100 mil. Pobreza (β = -0,330; p = 0,006), pentecostalismo (β = 0,237; p = 0,002) e mortalidade masculina por agressão (β = 0,841; p = 0,000) estiveram associados aos feminicídios. A associação negativa entre pobreza e mortes femininas indica uma relação paradoxal, na medida em que as mulheres que morrem nas regiões mais ricas são pobres em sua maioria. Ainda, encontrou-se relação entre violência de gênero, fundamentalismos e violência urbana.

Abstract This study analyses the relationship between femicides and indicators of socio-economic condition, demography, access to communications, and health situation, in Brazilian state capitals and large-population municipalities. It is an ecological study using the standardized mean coefficient of female mortality due to aggression as a marker for femicide in the years 2007-09 and 2011-13. The Pearson Correlation test was used for the statistical analysis between the outcome and 17 independent variables, and those that were statistically significant (p < 0.05) were introduced into a multivariate linear regression model, using backward elimination. In the first three-year period the average rate of femicide was 4.5 deaths per 100,000 women, and in the second period it was 4.9/100,000. Poverty (β = -0.330; p = 0.006), Pentecostalism (β = 0.237; p = 0.002) and male mortality by aggression (β = 0.841; p = 0.000) were associated with femicides. The negative association between poverty and feminine deaths indicates a paradoxical relationship, in that women who die in the richer regions are mostly poor. A relationship was also found between gender violence, fundamentalist religious beliefs, and urban violence.
Descritores: População Urbana/estatística & dados numéricos
Agressão
Violência de Gênero/estatística & dados numéricos
Homicídio/estatística & dados numéricos
-Pobreza
Religião
Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Modelos Lineares
Análise Multivariada
Cidades
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 847 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890556
Autor: Vicente, Adriano Roberto Tarifa; Castro-Costa, Érico; Firmo, Josélia de Oliveira Araújo; Lima-Costa, Maria Fernanda; Loyola Filho, Antônio Ignácio de.
Título: Religiousness, social support and the use of antidepressants among the elderly: a population-based study / Religiosidade, suporte social e uso de antidepressivos entre idosos residentes em comunidade: um estudo de base populacional
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(3):963-971, Mar. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The purpose of the study was to investigate whether religiousness and social support were associated with the use of antidepressants among community-dwelling elders. The research involved 1,606 older adults who make up the cohort of Bambuí Project, a study on ageing and health. The dependent variable was the use of antidepressants in the last 90 days, and the exposures of interest were social support and religiousness. Logistic regression was used to test the associations and to estimate crude and adjusted Odds Ratio and their 95% confidence intervals. The chances of use of antidepressants were significantly lower among older people with higher level of religiosity (OR = 0.45; 95% CI: 0.29 to 0.70), but none of the descriptors social support was associated with the event. In this population, it is possible that religion occupies a prominent role in the arsenal of health problems coping strategies, especially mental. Health professionals attending this particular segment of the population (elderly people with depressive disorders) should consider religiousness of patients when the proposed guidelines and treatment in coping with their mental suffering.

Resumo O propósito do estudo foi investigar se a religiosidade e o suporte social estariam associados ao uso de antidepressivos entre idosos residentes em comunidade. A investigação envolveu 1.606 integrantes da coorte idosa do Projeto Bambuí, um estudo longitudinal sobre envelhecimento e saúde. A variável dependente foi o uso de antidepressivos nos últimos 90 dias, e as exposições de interesse foram suporte social e religiosidade. As hipóteses de associação foram testadas por meio de regressão logística multivariada, que incluiu características sociodemográficas, condições de saúde e uso de serviços de saúde como potenciais fatores de confusão. As chances de utilização de antidepressivos foram significativamente menores entre os idosos com nível mais elevado de religiosidade (OR = 0,45; IC95%: 0,29-0,7), mas nenhum dos descritores de suporte social mostrou-se associado ao evento. É possível que, nessa população, a religiosidade ocupe um lugar de destaque no arsenal de estratégias de enfrentamento de problemas de saúde, especialmente os mentais. Profissionais de saúde que atendem este segmento específico da população (idosos com transtornos depressivos) devem considerar a religiosidade dos pacientes quando das orientações e tratamento propostos no enfrentamento do seu sofrimento mental.
Descritores: Religião
Apoio Social
Transtorno Depressivo/tratamento farmacológico
Antidepressivos/uso terapêutico
-Envelhecimento
Adaptação Psicológica
Modelos Logísticos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 847 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lamounier, Joel Alves
Texto completo
Id: biblio-952617
Autor: Guimarães, Mariana Oliveira; Paiva, Paula Cristina Pelli; Paiva, Haroldo Neves; Lamounier, Joel Alves; Ferreira, Efigênia Ferreira e; Zarzar, Patrícia Maria Pereira de Araújo.
Título: Religiosidade como possível fator de proteção do "binge drinking" por escolares de 12 anos de idade: um estudo de base populacional / Religiosity as a possible protective factor against "binge drinking" among 12-year-old students: a population-based study
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(4):1067-1076, abr. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Associada a impactos positivos sobre a saúde, a religiosidade tem se apresentado como possível fator protetor contra o consumo do álcool por adolescentes. O presente estudo buscou avaliar a prevalência do consumo em "binge" por escolares de 12 anos de Diamantina-MG e sua associação com a religiosidade. A amostra foi um censo de 588 escolares. A análise estatística envolveu o teste qui-quadrado de Pearson (p < 0,05) e Regressão de Poisson com variância robusta. A participação em atividades religiosas se manteve associada com o não consumo em "binge" (RP = 0,823; 95% IC: 0,717 - 0,945) e o consumo de bebidas pelo melhor amigo associou-se ao consumo em "binge" (RP = 1,554; 95% IC: 1,411-1,711). Concluiu-se que a religiosidade esteve associada com o não consumo em "binge".

Abstract Associated with positive impacts on health, religiosity has presented itself as a possible protection factor against alcohol consumption by teenagers. This study evaluated the prevalence of binge drinking and its association with religiosity among 12-year-old students, from Diamantina, State of Minas Gerais. Statistical analyses involved chi-square Pearson (p < 0,05) and Poisson regression with robust variance. The sample included a census of 588 students. Participation in religious activities was associated with no binge drinking (PR = 0,823; 95% CI: 0,717 - 0,945); and consumption of alcoholic beverages by the best friend was associated with binge drinking (PR = 1.554; 95% CI: 1,411-1,711). It was concluded that religiosity was associated with no consumption of alcoholic beverages in binge drinking sessions.
Descritores: Religião
Estudantes/estatística & dados numéricos
Consumo de Bebidas Alcoólicas/epidemiologia
Bebedeira/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Distribuição de Poisson
Projetos Piloto
Prevalência
Estudos Transversais
Amigos
Fatores de Proteção
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 847 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1149133
Autor: Nascimento, Wanderson Flor do.
Título: Enterreirando a investigação: sobre um ethos da pesquisa sobre subjetividades / Enterreirando research: on an ethos of research on subjectivities / Erando la investigación: acerca de un ethos de la investigación sobre subjetividades
Fonte: Arq. bras. psicol. (Rio J. 2003);72(spe):199-208, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: No atual contexto da valorização dos conhecimentos dos povos que historicamente foram subalternizados, o risco do extrativismo epistêmico emerge como um novo elemento com o qual as pesquisas precisam se enfrentar. No campo da investigação sobre subjetividades nos terreiros de candomblé este perigo também aparece. Ao compreender os modos como os terreiros se constituem como espaços de resistência, como os processos de subjetivação são experimentados e qual o lugar do conhecimento nesses processos, buscamos apresentar elementos que subsidiem uma proposta de um pensamento e de uma pesquisa enterreirados como um dos caminhos possíveis para contornar o risco sinalizado e discutimos alguns elementos de um ethos da pesquisa enterreirada nos espaços das comunidades de terreiro.

In the present context of valuing the knowledge of historically subordinated peoples, the risk of epistemic extractivism emerges as a new element that concerns the field of research. Specifically with regard to the investigation of subjectivities in Terreiros de Candomblé, this danger also appears, effectively. By understanding the ways in which the Terreiros are structured as spaces of resistance, how the processes of subjectivation are experienced and what is the importance of knowledge in these processes, this article aims to present elements that support a proposal of thought and research enterreirados as one of the paths possible to circumvent the signaled risk and we discussed some elements of an ethos of research buried in the spaces of the Terreiro communities.

En el contexto actual de valoración del saber de pueblos históricamente subordinados, el riesgo del extractivismo epistémico surge como Al comprender las formas en que los Terreiros se constituyen como espacios de resistencia, cómo se viven los procesos de subjetivación y cuál es el lugar del conocimiento en estos procesos, buscamos presentar elementos que sustenten una propuesta de pensamiento e investigación erados como uno de los caminos posibles para evitarse el riesgo señalado y discutimos algunos elementos de un ethos de investigación erado en los espacios de las comunidades Terreiro.
Descritores: Religião
Pesquisa
Conhecimento
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Racismo
Responsável: BR1194.1 - BT - Biblioteca


  6 / 847 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Clausell, Nadine
Texto completo
Id: lil-787320
Autor: Alvarez, Juglans Souto; Goldraich, Livia Adams; Nunes, Alice Hoefel; Zandavalli, Mônica Cristina Brugalli; Zandavalli, Rafaela Brugalli; Belli, Karlyse Claudino; Rocha, Neusa Sica da; Fleck, Marcelo Pio de Almeida; Clausell, Nadine.
Título: Association between Spirituality and Adherence to Management in Outpatients with Heart Failure / Associação entre Espiritualidade e Adesão ao Tratamento em Pacientes Ambulatoriais com Insuficiência Cardíaca
Fonte: Arq. bras. cardiol;106(6):491-501tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Spirituality may influence how patients cope with their illness. Objectives: We assessed whether spirituality may influence adherence to management of outpatients with heart failure. Methods: Cross sectional study enrolling consecutive ambulatory heart failure patients in whom adherence to multidisciplinary treatment was evaluated. Patients were assessed for quality of life, depression, religiosity and spirituality utilizing validated questionnaires. Correlations between adherence and psychosocial variables of interest were obtained. Logistic regression models explored independent predictors of adherence. Results: One hundred and thirty patients (age 60 ± 13 years; 67% male) were interviewed. Adequate adherence score was observed in 38.5% of the patients. Neither depression nor religiosity was correlated to adherence, when assessed separately. Interestingly, spirituality, when assessed by both total score sum (r = 0.26; p = 0.003) and by all specific domains, was positively correlated to adherence. Finally, the combination of spirituality, religiosity and personal beliefs was an independent predictor of adherence when adjusted for demographics, clinical characteristics and psychosocial instruments. Conclusion: Spirituality, religiosity and personal beliefs were the only variables consistently associated with compliance to medication in a cohort of outpatients with heart failure. Our data suggest that adequately addressing these aspects on patient’s care may lead to an improvement in adherence patterns in the complex heart failure management.

Resumo Fundamento: A espiritualidade pode influenciar a maneira com que os pacientes lidam com sua doença. Objetivos: Avaliamos a possibilidade de a espiritualidade influenciar a adesão ao tratamento de pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca. Métodos: Estudo transversal com pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca, cuja adesão ao tratamento multidisciplinar foi avaliada. Os pacientes foram avaliados sobre qualidade de vida, depressão, religiosidade e espiritualidade, utilizando questionários validados. Foram obtidas correlações entre adesão e variáveis psicossociais de interesse. Modelos de regressão logística exploraram preditores independentes de adesão. Resultados: Cento e trinta pacientes (idade 60 ± 13 anos; 67% masculinos) foram entrevistados. Observou-se adequado escore de adesão em 38,5% dos pacientes. Nem a depressão ou a religiosidade foram correlacionados à adesão, quando avaliados separadamente. É interessante notar que quando a espiritualidade foi avaliada por ambos, o somatório total de score (r = 0,26; p = 0,003) e os domínios específicos, ela estava positivamente correlacionada à adesão. Por fim, a combinação de espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais mostrou-se um preditor independente de adesão quando ajustado às características demográficas, clínicas e a instrumentos psicossociais. Conclusão: Espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais foram as únicas variáveis consistentemente associadas à adesão em relação à medicação em uma coorte de pacientes ambulatoriais com insuficiência cardíaca. Nossos dados sugerem que abordar adequadamente esses aspectos no cuidado com o paciente pode auxiliar a melhorar o padrão de adesão no complexo tratamento da insuficiência cardíaca.
Descritores: Pacientes Ambulatoriais
Espiritualidade
Adesão à Medicação/psicologia
Insuficiência Cardíaca/psicologia
-Psicometria/métodos
Qualidade de Vida/psicologia
Religião
Autoimagem
Modelos Logísticos
Estudos Transversais
Cooperação do Paciente/psicologia
Depressão/psicologia
Insuficiência Cardíaca/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 847 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1134733
Autor: Cândido, Cássia Marques; Suzano, Heloísa de Almeida; Assis, Monique Ribeiro de.
Título: Aesthetics of the invisible and androgyny: the dissolution of the symbolic unit of belonging as a reflection for physical education / Estética do invisível e androginia: a dissolução da unidade simbólica de pertencimento como reflexão à educação física
Fonte: J. Phys. Educ. (Maringá);31:e3152, 2020. graf.
Idioma: pt.
Resumo: ABSTRACT The interest in conducting this study stems from the visibility that non-binary individuals acquire in different spaces, including in artistic manifestations that invite one to dialogue. An example is the event "Visible Bodies Multilanguage Exhibition: Art and Diversity", which promoted a public debate around the theme. It included a photographic exhibition entitled "Aesthetics of the Invisible", from which we selected two images to be interpreted, discussing some senses linked to their compositions: "Ensaio disfarce para o fim do mundo" and "Meu corpo criação", henceforth referred to as "Disguised Rehearsal for the End of the World" and "My Creation Body", respectively. The method is inspired on the anthropology of image. It requires that interpretation goes beyond the content of the photographs to encompass aspects tied to their production and exhibition. Results show that both images overcome the authoritarian discourse, representing individuals who refuse to submit themselves to current identity processes. They express a mode of suffering that is translated into a symptom by the dissolution of the symbolic unit of belonging. The elements that constitute them evoke notions of divinity, power, resistance and transformation. In addition to changing subjectivities, the photographs illuminate the rise of a new paradigm that defies conventions and brings about changes in different fields, especially in those that act directly on the body.

RESUMO O interesse pela realização do estudo parte da visibilidade que indivíduos não binários adquirem em diferentes espaços, inclusive em manifestações artísticas que convidam ao diálogo. Um exemplo é o evento "Mostra de Multilinguagens Corpos Visíveis: arte e diversidade", que promoveu um debate público envolvendo a temática. A mesma comportou a exposição fotográfica "Estética do Invisível", de onde selecionamos duas imagens, com o objetivo de interpretá-las, discutindo alguns sentidos atrelados às suas composições. Trata-se daquelas intituladas "Ensaio disfarce para o fim do mundo" e "Meu corpo criação". O método é inspirado na antropologia da imagem. O mesmo exige que a interpretação supere o conteúdo das fotografias e considere aspectos ligados à sua produção e exibição. Os resultados apontam que ambas as imagens superam o discurso autoritário, representando indivíduos que recusam se submeter aos processos identitários vigentes. Elas expressam um modo de sofrimento, que se traduz em sintoma pela dissolução da unidade simbólica de pertencimento. Os elementos que as constituem evocam noções de divindade, poder, resistência e transformação. Além de subjetividades cambiantes, as fotografias iluminam o despontar de um novo paradigma que desafia convenções e acarreta mudanças em diferentes campos, principalmente aos que atuam diretamente sobre o corpo.
Descritores: Estética
Expressão de Gênero
-Religião
Fotografia
Liberdade
Identidade de Gênero
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  8 / 847 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Pordeus, Isabela Almeida
Texto completo
Id: biblio-974703
Autor: Martins-Oliveira, Juliana Gabrielle; Kawachi, Ichiro; Paiva, Paula Cristina Pelli; Paiva, Haroldo Neves de; Pordeus, Isabela Almeida; Zarzar, Patrícia Maria.
Título: Correlates of binge drinking among Brazilian adolescents / Correlações do binge drinking entre adolescentes brasileiros
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(10):3445-3452, Out. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Adolescence is a vulnerable period for risk-taking tendencies, including binge drinking. The aim of this study was to examined the prevalence of binge drinking and its association with factors related to the consumption of alcoholic beverages by best friend, familial factors, socioeconomic status and religiosity. A Census of 633 students from public and private schools in Diamantina-MG was conducted. Participants completed a self-administered questionnaire, the Alcohol Use Disorders Identification Test-C (AUDIT-C) and, another on the consumption of alcohol by family and friends. Surveys inquiring about socioeconomic conditions were sent to parents/guardians. Descriptive and bivariate analyzes were performed (p < 0.05). The log-binomial model was used to calculate PR and 95% CI. The prevalence of binge drinking was 23.1%. The average age of onset of alcohol consumption was 10,8 years. Binge drinking was more prevalent among adolescents whose best friend [OR = 4.72 (95% CI 2.78-8.03)] and brother [PR = 1.46 (95% CI 1.10-1.92)] drink alcohol. Religiosity [PR = 0.40 (95% CI 0.27-0.62)] appeared as a possible protective factor. Our findings indicate that peer effects are important determinants of drinking and could be utilized as a potential target for interventions to reduce alcohol consumption rates.

Resumo A adolescência é um período vulnerável da tendência em assumir riscos, incluindo consumo excessivo de álcool. Avaliou-se a prevalência de "binge drinking" e sua associação com o consumo de bebidas alcoólicas pelo melhor amigo, fatores familiares, condição socioeconômica e religiosidade. Foi conduzido um censo de 633 alunos de escolas públicas e privadas em Diamantina-MG. Os participantes preencheram o Alcohol Use Disorders Identification Test-C (AUDIT-C) e um questionário sobre o consumo de álcool por familiares e amigos. Questionários com perguntas sobre condições socioeconômicas foram enviados aos pais/responsáveis. Foram realizadas análises descritivas e bivariadas (p < 0,05). O modelo log-binomial foi usado para calcular RP e 95% IC. A prevalência de consumo excessivo de álcool foi de 23,1%. A idade média de início do consumo de álcool foi de 10,8 anos. O "binge drinking" foi mais prevalente entre adolescentes cujo melhor amigo [OR = 4,72 (95% IC 2,78-8,03)] e irmão [RP = 01.46 (IC 95% 1,10-1,92)] consumiam álcool. A religiosidade [RP = 0,40 (IC 95% 0,27-0,62)] apareceu como um possível fator de proteção. Os efeitos de pares são importantes determinantes do consumo de álcool e poderiam ser utilizados como um alvo potencial em intervenções para reduzir as taxas deste.
Descritores: Estudantes/estatística & dados numéricos
Consumo de Bebidas Alcoólicas/epidemiologia
Comportamento do Adolescente
Bebedeira/epidemiologia
-Religião
Instituições Acadêmicas
Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Prevalência
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Amigos/psicologia
Fatores de Proteção
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 847 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1097399
Autor: Zandavalli, Rafaela Brugalli; Silveira, Júlia Barth dos Santos da; Bueno, Rubens Miqueletti; Santos, Daniel Teixeira dos; Castro Filho, Eno Dias de; Mosqueiro, Bruno Paz.
Título: Espiritualidade e resiliência na atenção domiciliar / Spirituality and resilience in home care / Espiritualidad y resiliencia en la atención domiciliaria
Fonte: Rev. bras. med. fam. comunidade;15(42):2213-2213, 20200210. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A atenção domiciliar (AD) caracteriza-se por práticas de cuidado que realizam abordagem integral do paciente em seu contexto familiar, socioeconômico e cultural. Religiosidade e espiritualidade atuam como mecanismos de fortalecimento da resiliência. Objetivo: Avaliar a relação entre religiosidade e espiritualidade com resiliência em pacientes em AD de Unidades de Saúde de Atenção Primária à Saúde (US-APS) de Porto Alegre (RS), Brasil. Métodos: estudo quantitativo transversal e descritivo, incluindo 44 adultos de quatro US-APS em AD por condições crônicas e problemas de saúde controlados/compensados com alguma dependência para atividades da vida diária. Foram utilizadas escalas de religiosidade (DUREL), espiritualidade (ARES), resiliência (RS-14), funcionalidade (Katz), sintomas depressivos (PHQ-2), suporte social (mMOS-SS), classificação econômica (ABEP 2016) e grau de severidade das condições clínicas (CIRS-G). Resultados: Pacientes avaliados são majoritariamente de sexo feminino (72,7 %), idosas (média 74 anos), viúvas, brancas, de baixo estrato socioeconômico, baixa escolaridade, aposentadas, com tempo médio de 7,5 anos de restrição domiciliar e grau moderado de resiliência. Os entrevistados apresentam altos índices de religiosidade e espiritualidade, sendo que 90,9% apresentam alta religiosidade intrínseca e 79,6% realizam práticas religiosas privadas uma ou mais vezes ao dia. A maioria (88,6%) considera importante que sua religiosidade e espiritualidade seja abordada em seus atendimentos de saúde, mas somente 20,5% já foram questionados sobre tal temática. Resiliência associou-se à maior espiritualidade (B=0,44; p=0,02), controlando-se este efeito para suporte social e sintomas depressivos; e à maior idade (B=0,18; p=0,02). Conclusão: O estudo corrobora a relevância da dimensão de religiosidade e espiritualidade e indica seu papel na promoção de resiliência nesta população em AD. Recomenda-se a abordagem da religiosidade e espiritualidade com esses indivíduos, fortalecendo o cuidado integral preconizado pela APS.

Introduction: Home Care (HC) is characterized by practices that perform integral approach of the patient in their family, socioeconomic and cultural context. Religiosity and spirituality as mechanisms for strengthening resilience. Objective: To evaluate the relationship between religiosity and spirituality with resilience in HC patients from Primary Health Care Units (PHC-U) of Porto Alegre (RS), Brazil. Methods: Cross-sectional and descriptive quantitative study including 44 adults from four PHC-U in HC due to chronic conditions and controlled/compensated health problems with some dependence on activities of daily living. We used religiousness (DUREL), spirituality (ARES), resilience (RS-14), functionality (Katz), depressive symptoms (PHQ-2), social support (mMOS-SS), economic classification (ABEP 2016) and severity of clinical conditions (CIRS-G) scales. Results: Most of the evaluated patients were female (72.7%), elderly (average 74 years), widows, white, low socioeconomic status, low education, retired, with an average time of 7.5 years of home restriction and with moderated degree of resilience. Respondents have high religiosity and spirituality rates, with 90.9% presenting high intrinsic religiosity and 79.6% performing private religious practices one or more times a day. Most (88.6%) consider important that their religiosity and spirituality is addressed in their health care, but only 20.5% have been asked about it. Resilience was associated with higher spirituality (B=0,44; p=0,02), controlling this effect for social support and depressive symptoms; and older age (B=0,18; p=0,02). Conclusion: The study corroborates the relevance of the religiosity and spirituality dimension and indicates its role in promoting resilience in this population in HC. The approach to religiosity and spirituality with these individuals is recommended, strengthening the integral care recommended by PHC.

Introducción: la atención domiciliaria (AD) se caracteriza por prácticas de atención que realizan un enfoque integral del paciente en su contexto familiar, socioeconómico y cultural. La religiosidad y la espiritualidad actúan como mecanismos para fortalecer la resiliencia. Objetivo: evaluar la relación entre la religiosidad y la espiritualidad con resiliencia en pacientes en AD de las Unidades de Salud de la Atención Primaria a la Salud (US-APS) de Porto Alegre (RS), Brasil. Métodos: estudio cuantitativo descriptivo y transversal que incluyó a 44 adultos de cuatro US-APS en AD debido a afecciones crónicas y problemas de salud controlados/compensados con cierta dependencia de las actividades de la vida diaria. Utilizamos escalas de religiosidad (DUREL), espiritualidad (ARES), resiliencia (RS-14), funcionalidad (Katz), síntomas depresivos (PHQ-2), apoyo social (mMOS-SS), clasificación económica (ABEP 2016) y gravedad de las condiciones clínicas (CIRS - G). Resultados: la mayoría de los pacientes evaluados eran mujeres (72.7%), ancianas (edad promedio 74 años), viudas, blancas, de bajo nivel socioeconómico, baja educación, jubiladas, con un tiempo promedio de 7.5 años de restricción domiciliaria y grado moderado de resiliencia. Los encuestados tienen altas tasas de la religiosidad y la espiritualidad, 90.9% tienen una alta religiosidad intrínseca y 79.6% realizan prácticas religiosas privadas una o más veces al día. La mayoría (88,6%) considera importante que su la religiosidad y la espiritualidad se aborde en su atención médica, pero solo al 20,5% se les ha preguntado al respecto. La resiliencia se asoció con una mayor espiritualidad (B=0,44; p=0,02), controlando este efecto para apoyo social y los síntomas depresivos, y la edad avanzada (B=0,18; p=0,02). Conclusión: el estudio corrobora la relevancia de la dimensión religiosa y espiritual e indica su papel en la promoción de la resiliencia en esta población en AD. Se recomienda el enfoque de la religiosidad y la espiritualidad con estas personas, fortaleciendo la atención integral recomendada por la APS.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Religião
Espiritualidade
Resiliência Psicológica
Assistência Domiciliar
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  10 / 847 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1059082
Autor: Natividade, Marcelo.
Título: Uma família como outra qualquer: Casamento igualitário e novas famílias em igrejas evangélicas LGBT / A family like any other: gay marriage and new families in evangelical LGBT churches / Una familia como cualquier otra: matrimonio igualitario y nuevas familias en iglesias evangélicas LGBT
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(33):343-372, set.-dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo debate nexos entre religião, identidades coletivas, política e sexualidade em segmento de igrejas evangélicas no Brasil que retira a homossexualidade das definições de pecado da tradição cristã, constituindo dinâmicas de renovação e politização do campo. A crescente preocupação de algumas vertentes religiosas com o casamento gay, com a adoção por casais de pessoas de mesmo sexo e com outras demandas dos movimentos LGBT tem colocado em foco, a partir de trabalho de campo realizado em igrejas evangélicas brasileiras de perfil minoritário, as igrejas inclusivas ou igrejas LGBT. Argumento sobre o enlace entre linguagens religiosas e categorias e ideias do campo dos direitos sexuais, constituindo passagens e inovações em um dado contexto.

Abstract The article discusses links between religion, collective identities, politics and sexuality in a segment of evangelical churches in Brazil that removes homosexuality from the definitions of sin in the Christian tradition, constituting dynamics of renewal and politicization of the field. The growing concern of some religious aspects with gay marriage, the adoption of same sex couples and other demands of LGBT movements are brought into focus, from fieldwork conducted in Brazilian evangelical churches, inclusive churches or LGBT churches. I argue about the link between religious languages and categories and ideas of the field of sexual rights, constituting passages and innovations.

Resumen El artículo discute los vínculos entre religión, identidades colectivas, política y sexualidad en un segmento de iglesias evangélicas en Brasil que elimina la homosexualidad de las definiciones de pecado de la tradición cristiana, constituyendo dinámicas de renova-ción y politización del campo. La creciente preocupación de algunos grupos religiosos por el matrimonio homosexual, la adopción de parejas del mismo sexo y otras demandas de los movimientos LGBT se enfocan en el trabajo de campo en las iglesias evangélicas brasileñas de perfil minoritario. Las llamadas iglesias inclusivas o iglesias LGBT sostengo el vínculo entre las lenguas religiosas y las categorías e ideas del campo de los derechos sexuales, que consti-tuyen pasajes e innovaciones en contexto.
Descritores: Religião
Homossexualidade
Casamento
Cristianismo
Sexualidade
Minorias Sexuais e de Gênero
-Assistência Religiosa
Política
Política Pública
Brasil
Entrevistas como Assunto
Direitos Sexuais e Reprodutivos
Diversidade de Gênero
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C



página 1 de 85 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde