Base de dados : LILACS
Pesquisa : K01.844.799 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 16 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 16 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1016696
Autor: Discacciati, Vilda Rosana.
Título: En Argentina, durante 2018 el aborto salió del armario pero no de la clandestinidad / In Argentina, during 2018 abortion came out of the closet but not from hiding
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;21(2):42-44, jul. 2018.
Idioma: es.
Resumo: La autora de este artículo hace una síntesis de la evolución histórica y de las diferentes posturas religiosas frente al abor-to, describe su epidemiología mundial y la posición de la Organización Mundial de la Salud frente a esta problemática, resume el desarrollo y el desenlace del recientemente instalado debate sobre la legalización del aborto en Argentina y, finalmente reflexiona sobre lo que nos ha dejado este proceso político. (AU)

The author of this article summarizes the historical evolution and the different religious positions regarding abortion, describes its global epidemiology and the position of the World Health Organization in relation to this problem, summarizes the development and the outcome of the recently installed debate on the legalization of abortion in Argentina and, finally, reflect on what this politi-cal process has left us. (AU)
Descritores: Aborto Criminoso/história
Aborto Criminoso/legislação & jurisprudência
Aborto Induzido/legislação & jurisprudência
Aborto Legal/ética
Aborto
-Argentina/epidemiologia
Religião e Medicina
Filosofias Religiosas
Educação Sexual/organização & administração
Classe Social
Aborto Criminoso/mortalidade
Aborto Criminoso/estatística & dados numéricos
Saúde Pública/legislação & jurisprudência
Fatores de Risco
Misoprostol/provisão & distribuição
Aborto Induzido/mortalidade
Aborto Induzido/estatística & dados numéricos
Aborto Legal/história
Aborto Legal/legislação & jurisprudência
Aborto Legal/estatística & dados numéricos
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  2 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-693377
Autor: Goto, Tommy Akira.
Título: Fenomenologia e experiência religiosa em Paul Tillich / Paul Tillich's phenomenology and religious experience / Fenomenología y experiencia religiosa en Paul Tillich
Fonte: Rev. abordagem gestál. (Impr.);17(2):137-142, dez. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é explicitar a presença da fenomenologia filosófica no pensamento filosófico e teológico de Paul Tillich, tanto na questão metodológica quanto na investigação do fenômeno religioso. Apesar de Paul Tillich ter tido uma metodologia própria em sua teologia - tal como o método de correlação e do círculo teológico ­ também se encontra vários comentários sobre a fenomenologia em suas principais obras e a sua aplicabilidade na investigação da experiência religiosa. A fenomenologia que se afirma estar presente no pensamento de Tillich não é nem uma fenomenologia "pura" ­ de acordo com o conceito de Edmund Husserl, nem uma fenomenologia hermenêutica concebida por Martin Heidegger, apesar de ter sido influenciado por ambos os autores ­, mas uma fenomenologia crítica, como sugerida pelo teólogo, que seria a união de ambos os elementos: o intuitivo-descritivo (fenomenologia clássica) e o crítico-existencial. Neste sentido, tem-se como ponto de partida da análise os comentários feitos por Tillich sobre a fenomenologia, entendendo o que o teólogo quis dizer sobre esta metodologia e destacando a relevância dessas observações para a construção de sua teologia e filosofia

The aim of this text is to point out the presence of the philosophical phenomenology in Paul Tillich's philosophical and theological thought, either concerning the methodological issue or the religious phenomenon investigation. In spite of Paul Tillich having had a methodology of his own in his theology ­ such as the correlation method and the theological circle ­ we can also find in his main works comments about phenomenology and its applicability in the investigation of the religious experience. The phenomenology that we assert to be present in Tillich's thought is neither a "pure" phenomenology ­ according to Edmund Husserl's concept nor a hermeneutic phenomenology inspired by Martin Heidegger, in spite of having been influenced by both authors ­, but a critical phenomenology, as suggested by the theologian, that would be the union of both elements: the intuitive-descriptive (phenomenology classical) and the critical-existencial. In this sense, we shall start from the comments made by Tillich on phenomenology, understanding what he meant about this methodology and emphasizing the relevance of those comments for the construction of his theology and philosophy

Este texto tiene como objetivo mostrar la presencia de la fenomenología filosófica en el pensamiento filosófico y teológico de Paul Tillich, sea en la cuestión metodológica, sea en la investigación del fenómeno religioso. A pesar de Paul Tillich haber tenido una metodología propia en su teología ­ como el método de la correlación y el círculo teológico ­ también puede encontrar, en sus obras principales, comentarios sobre la fenomenología y su aplicabilidad en la investigación de la experiencia religiosa. La fenomenología que afirma estar presente en el pensamiento de Tillich, no es una fenomenología "pura" en el sentido de Edmund Husserl y tampoco una fenomenología hermenéutica inspirada en Martin Heidegger ­ aunque fue influenciada por ambos autores ­ sino una fenomenología crítica, como lo ha sugerido el propio teólogo, que sería la unión del elementos: el intuitivo-descriptivo (fenomenología clásica) con el existencial-crítico. En este sentido, tienes como punto de partida los comentarios hechos por Tillich sobre la fenomenología entendiendo lo que quiso decir sobre esa metodología y destacando la relevancia de estos comentarios para la construcción de su teología y filosofía
Descritores: Religião
Filosofias Religiosas/psicologia
Existencialismo/psicologia
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  3 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732758
Autor: Schramm, Fermin Roland.
Título: Diálogo entre o agnosticismo e o universo das religiões: o caso da empatia / Dialogue between agnosticism and the universe of faiths: the case of empathy
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);22(3):407-415, set.-dez. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo problematiza a possibilidade de diálogo entre duas cosmovisões consideradas antitéticas e excludentes, mas que podem ser vistas como separadas e complementares: o agnosticismo e a religião. Para tanto, introduz o conceito de empatia, condição considerada necessária para o diálogo entre subjetividades que queiram se relacionar e que é entendida como competência intelectual e emocional para compreender outrem e sua vivência, independentemente do fato do eu não poder reviver realmente a experiência vivenciada pelo outro. O diálogo empático, cujo sentido e história tentamos delinear a partir da análise conceitual e de sua contextualização no âmbito das ciências humanas, parece ser também a condição de possibilidade para a construção de um meta-ponto de vista complexo, capaz de ultrapassar, de modo argumentativo, uma suposta antítese entre agnosticismo e religião, em prol da própria sobrevivência dos atores do diálogo...

The article discusses the possibility of dialogue between two worldviews considered as antithetical and mutually exclusive, but that can be seen as separate and complementary: Agnosticism and religion. Therefore, it introduces the concept of empathy, a condition considered necessary for dialogue between subjectivities that want to relate and understood as intellectual and emotional competence to understand others and their experience, regardless the fact that I really cannot relive an experience experienced by another person. The empathic dialogue, whose meaning and history we try to draw from the conceptual analysis and its contextualization within the Humanities, also seems to be the condition of possibility for the construction of a complex meta-perspective, able to overcome arguably an alleged antithesis between religion and agnosticism, which must be dialectically overcome for the sake of survival of the actors dialogue...

El artículo discute la posibilidad de diálogo entre dos visiones del mundo que se consideran antitéticas y excluyentes, pero que pueden ser vistas como independientes y complementarias: el agnosticismo y la religión. Para tanto introduce el concepto de empatía, que se considera condición necesaria para el diálogo entre las subjetividades que quieren relacionarse y entendida como capacidad intelectual y emocional para comprender a los otros y su experiencia, sin importar el hecho de que el Yo no puede vivir realmente la experiencia que pasado el otro. El diálogo empático, cuyo sentido y la historia se intenta dibujar a partir del análisis conceptual y su contextualización en el ámbito de las Humanidades, también parece ser la condición de posibilidad para la construcción de una meta-perspectiva compleja, capaz de superar argumentativamente un supuesto antítesis entre la religión y el agnosticismo, que debe ser superada dialécticamente por el bien de la supervivencia de los actores del diálogo...
Descritores: Bioética
Empatia
Religião
Filosofias Religiosas
Secularismo
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-719388
Autor: Alves, Carolinne Borges; Dulci, Pedro Lucas.
Título: Quando a morte não tem mais poder: considerações sobre uma obra de Elisabeth Kübler-Ross / Cuando la muerte ya no tiene poder: consideraciones acerca de una obra de Elisabeth Kübler-Ross / When death has no power anymore: considerations on a work by Elisabeth Kübler-Ross
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);22(2):262-270, maio-ago. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho objetiva analisar as contribuições da obra Sobre a morte e o morrer, de Elisabeth Kübler-Ross, para a problematização da condição humana em pacientes com doenças em fases terminais. Após a realização, durante anos, de seminários sobre a morte e o morrer, a autora desenvolveu com seus alunos uma teoria a respeito dos estágios pessoais que um paciente e seus familiares passam nas circunstâncias de proximidade da morte. Esta abordagem fornece condições de possibilidade não só para esclarecer várias reações possíveis dos pacientes que se defrontam com a morte, mas também de compreender como as sociedades atuais não estão estruturalmente preparadas para encarar essa temática. Tal percepção consolida-se com a análise dos desdobramentos bioéticos da contribuição da autora, relacionando-os com as recentes pesquisas biopolíticas de Giorgio Agamben...

Este estudio tiene como objetivo analizar los aportes de la obra Sobre la muerte y los moribundos de Elisabeth Kübler-Ross para problematizar la condición humana en pacientes con enfermedades en fase terminal. Después de la realización de un seminario sobre la muerte y el morir durante años, la autora ha desarrollado junto con sus alumnos una teoría acerca de las etapas personales que un paciente y sus familiares pasan en condiciones de proximidad de la muerte. Este enfoque proporciona condiciones de posibilidad, no sólo para aclarar distintas reacciones posibles de los pacientes que se enfrentan con la muerte, sino también para comprender cómo las sociedades actuales no están estructuralmente preparadas para enfrentar esta temática. Esta percepción se consolida con el análisis de las repercusiones bioéticas de la contribución de la autora relacionándolas a las recientes investigaciones biopolíticas de Giorgio Agamben...

This paper is aimed at analyzing the contributions of the work Abouth death and dying by Elisabeth Kübler-Ross in order to problematize the human condition in patients with terminal illnesses. After conducting a seminar on death and dying for many years, the author developed with her students a theory regarding personal stages that patients and their relatives go through when death is near. This approach provides possibility conditions not only to clarify many possible reactions patients may have when facing death, but also to understand how current societies are not structurally ready to face this subject. Such perception is consolidated with analyzes of the bioethics ramifications of the author's contribution relating them with recent biopolitics researches of Giorgio Agamben...
Descritores: Bioética
Morte
Cuidados Paliativos na Terminalidade da Vida
Pacientes Internados/psicologia
Sobrevida
-Família/psicologia
Religião e Psicologia
Filosofias Religiosas
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-718549
Autor: Wiese, Iria Raquel Borges; Saldanha, Ana Alayde Werba.
Título: Aborto induzido na interface da saúde e do direito / Induced abortion at the interface of the health and law
Fonte: Saúde Soc;23(2):536-547, apr-jun/2014.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se investigar as crenças dos profissionais de saúde e de direito sobre o aborto induzido, por meio da pesquisa qualitativa. Para tanto, foram entrevistados 15 profissionais de saúde (médicos ginecologistas/obstetras, enfermeiros e psicólogos) e 10 profissionais de direito (promotores de justiça e juízes de direito). As entrevistas foram operacionalizadas com base em categorias determinadas a partir dos sentidos suscitados, processados em uma série de etapas. Dessa forma, os discursos dos participantes foram agrupados em duas categorias: atitude e aspectos jurídicos. A categoria atitude foi composta por crenças contrárias e favoráveis a essa prática, que se centraram na heteronomia e sacralidade da vida. As crenças favoráveis, por sua vez, estiveram ancoradas na perspectiva dos direitos reprodutivos e sexuais, na redução de riscos e danos e na autonomia da mulher sobre seu próprio corpo. Em relação aos aspectos jurídicos, verificou-se que os profissionais de direito apresentaram um posicionamento mais rígido quanto à punição das mulheres que abortam. Embora se tenha uma legislação sobre o assunto e normas técnicas de atenção humanizada ao aborto, as discussões não se encerram no ponto de vista jurídico ou deontológico; ao contrário, abrangem um leque variado de crenças, as quais podem guiar a atuação dos profissionais, tanto no cuidado à saúde da mulher como na interpretação dos seus direitos...

This study aimed to investigate the beliefs of health and law professionals regarding induced abortion, through qualitative research. Therefore, we interviewed 15 health professionals (doctors, nurses and psychologists), as well as 10 law professionals (prosecutors and judges). The interviews were operationalized based on categories, processed in a series of step. Thus, the speeches of the participants were grouped in two categories: attitude and legal aspects. The beliefs contrary to the decriminalization of the practice focused on heteronomy and sacredness of life. The beliefs in favor were, in turn, anchored in the perspective of reproductive and sexual rights, reducing risk and damage and the power of women over their own body. Regarding the legal aspects, it was found that the jurists had a more rigid position on punishing women who practice abortion. Although there is legislation on the subject and technical standards of humanized care to abortion, the discussions do not end on a legal standpoint but, in contrast, cover a wide range of beliefs, which can guide the actions of the professionals, both in the health care of women and the interpretation of their rights...
Descritores: Aborto Induzido
Aborto Induzido/legislação & jurisprudência
Acesso aos Serviços de Saúde
Direitos Humanos
Autonomia Pessoal
SEXUAL AND REPRODUCTIVE RIGHTS
Direitos da Mulher
-Direito Penal
Pessoal de Saúde/ética
Pessoal de Saúde/legislação & jurisprudência
Filosofias Religiosas
Ciência
Sociologia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-572003
Autor: Payá G, Ernesto.
Título: Los sabios del tiempo axial
Fonte: Rev. chil. infectol;27(5):406-406, oct. 2010. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Filosofias Religiosas
-Filosofias Religiosas/história
Limites: História Antiga
Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  7 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-545041
Autor: Moskowitz, David.
Título: Sobre bruxos e raças: economias de objeto-relação e os custos da 'representação', ou, como ser um anti-anti-fetichista da diferença / On witches and races: object-relation economies and the costs of 'representation' or, how to be an anti-anti-fetishist of difference.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2009. 77 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Instituto de Medicina Social para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Por que tantos estudos acadêmicos afirmam a equivalência conceitual entre raça e bruxaria? A dissertação investiga as raízes e conseqüências deste gesto. Procura-se enfocar a maneira em que os dois objetos viram objetos de pesquisa enquanto representações. Uma comparação entre os programas de pesquisa—reputadamente opostos—cognitivista e sociocultural serve para delinear os pressupostos e limites de talabordagem. Lançando mão de uma perspectiva pragmatista e fenomenológica, a primeira parte do trabalho revela as dificuldades de um programa representacionalista em dar conta da instância concreta de identificação. Sugere-se que isto é resultado da sua ênfase excessiva na classificação. Fazendo uso das promessas de uma antropologia simétrica, a segunda parte re-examina a insistência da ciência social em `des-naturalizar´ os objetos através de uma exposição crítica da sua produção. Comouma alternativa ao anti-fetichismo da crítica social, a conclusão propõe uma maneira de tratar a alteridade capaz de oferecer novos objetos de saber e alterar nossa orientação vis-à-vis eles. O estudo de identidade poderia então ir além dos conceitos de reconhecimento, fronteiras, e exclusão.
Descritores: Antropologia Cultural
Grupos de Populações Continentais
Filosofias Religiosas
Ciências Sociais
Bruxaria
Limites: Seres Humanos
Adulto
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; T1184


  8 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-540802
Autor: Maciel, Cristiano de Oliveira; Machado-da-Silva, Clóvis L.
Título: Práticas estratégicas em uma rede de congregações religiosas: valores e instituições, interdependência e reciprocidade / Strategic practices in a network of religious congregations: values and institutions, interdependence and reciprocity
Fonte: Rev. adm. pública;43(6):1251-1278, nov.-dez. 2009. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Neste artigo discorremos sobre a relação entre valores dos dirigentes, práticas estratégicas e imersão social de uma rede de congregações de confissão evangélica, estabelecida em Curitiba-PR, Brasil. O quadro teórico de referência no qual se apoia o trabalho articula a teoria institucional com a metodologia de análise de redes sociais e a abordagem da estratégia como prática. Consideramos 60 organizações religiosas na coleta de dados. A análise da rede revelou dois componentes que representam uma configuração do tipo centro-periferia dos padrões de relacionamentos entre os atores sociais. De modo geral, a relação entre contexto institucional, estrutura dos relacionamentos e atividades estratégicas aponta para a noção de interdependência e reciprocidade. Verificamos que valores resultantes de diferentes lógicas de ação são reforçados pela direção da rede, no que concerne ao seu potencial normativo, para influenciar a interpretação dos seus membros e suas atividades estratégicas. No entanto, a configuração centro-periferia da rede de relacionamentos revela a necessidade de se reconhecer tanto a dinâmica quanto o caráter fragmentado do contexto institucional, uma vez que as relações sociais operam de modo recursivo na construção e reconstrução de ações organizacionais que atuam em direção à homogeneização institucional.
Descritores: Religião
Filosofias Religiosas
Redes Comunitárias/tendências
Responsabilidade Social
Valores Sociais
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  9 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-477268
Autor: Guerrero Lira, Mario.
Título: Humanizar el dolor y el sufrimiento / Pain and suffering humanization
Fonte: ARS méd. (Santiago);12(12):185-195, 2006.
Idioma: es.
Descritores: Bioética
Ética Médica
Dor
Relações Médico-Paciente/ética
-Cuidados Paliativos/ética
Cristianismo
Filosofias Religiosas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: CL10.1 - Biblioteca Biomédica


  10 / 16 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Massimi, Marina
Texto completo
Id: lil-443243
Autor: Pacheco, Paulo Roberto de Andrada; Massimi, Marina.
Título: O conhecimento de si nas Litterae Indipetae / The knowledge of himself in the Litterae Indipetae
Fonte: Estud. psicol. (Natal);10(3):345-354, set.-dez. 2005.
Idioma: pt.
Resumo: Analisando um tipo específico de correspondência jesuítica - as Litterae Indipetae -, evidenciou-se um dinamismo de elaboração da experiência revelador de um modo de vida baseado no que comumente chamamos psicologia filosófica aristotélico-tomista. É a este vivido descrito nas cartas e a este modo de viver específico (com suas devidas implicações fundamentais) que se dedica este artigo, buscando responder à pergunta: em que medida o conhecimento de si expresso a partir de lugares comuns próprios do gênero de correspondência que são e da forma de pensar dos jesuítas (num âmbito histórico-cultural-institucional peculiar) pode interessar à psicologia moderna? Resulta desta investigação, que a elaboração do conhecimento de si, neste âmbito preciso, parte do pressuposto de que o homem é uma unidade (corpo e alma, razão e fé, sensação e intelecção) e de que, vivendo ordenado (em si mesmo e no mundo que o circunda), realiza-se o seu ser por analogia ao Ser Divino.

By the analysis of a specific type of Jesuitical correspondence - the Litterae Indipetae -, a dynamism of the experience's elaboration was outstanding, revealing a modus vivendi (way of living) based on Aristotelic-Thomist philosophical psychology, name under which this praxis has been usually referred to. This article is dedicated to this lived experience described in the letters and to this specific modus vivendi (with its due basic implications), searching to answer this question: in which measure does the category of knowledge of himself expressed, starting from proper common place as specific type of letters and of the way of thinking of the Jesuits (in a particular historical-cultural-institutional scope) can be of interest to modern psychology? It results from this inquiry that the elaboration of the experience of knowledge of himself, in this scope, starts from the assumption that man is an unit (body and soul, reason and faith, sensation and intellection) and that, living in an orderly way (in itself and in the world that surrounds it), fulfills its being by analogy to the Holy Being.
Descritores: Antropologia/história
Correspondência como Assunto/história
Filosofias Religiosas/psicologia
Psicologia
Religião e Psicologia
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde