Base de dados : LILACS
Pesquisa : L01.224.230.110.500.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 236 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 24 ir para página                         

  1 / 236 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1147890
Autor: Torregrosa , Lilian.
Título: Ética en el uso de las imágenes clínicas en cirugía / Ethics in the use of clinical images in surgery
Fonte: Rev. colomb. cir;35(4):547-549, 2020.
Idioma: es.
Descritores: Ética Médica
-Cirurgia Geral
Confidencialidade
Mídias Sociais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CO113


  2 / 236 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1141373
Autor: Souza, Jamires Silva de; Figueredo, Brenda Ferreira de; Aquino, Vanessa Alves; Santos, Jomel Francisco dos.
Título: Ações de educação em saúde para prevenção da Covid-19 por meio da utilização de mídias sociais / Health education actions to prevent Covid-19 through the use of social media / Acciones de educación para la salud para prevenir Covid-19 mediante el uso de las redes sociales
Fonte: Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR (Online);23(2, cont.):e2306, jul-dez. 2020. graf, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O vírus Sars-CoV-2 causa a doença mais recente caracterizada como ameaça à saúde global e possui, principalmente, curso de doença respiratória. Os principais sintomas podem ser febre, tosse e dispneia e o risco pode aumentar conforme a idade e a presença de outras doenças associadas no paciente. Atualmente o tratamento é de suporte e ainda não há vacina. A maioria das estratégias globais de resposta ao combate dessa doença inclui níveis variados de rastreamento de contato e autoisolamento ou quarentena, sendo essas as melhores formas de prevenção e também a maneira de evitar maior disseminação da enfermidade. Devido ao isolamento social para prevenção da doença, uma das alternativas que podem ser utilizadas para proporcionar informação e educação em saúde para a população em geral é por meio dos meios de comunicação em massa. Dessa forma, o objetivo deste trabalho consistiu em utilizar mídias sociais como ferramenta para sensibilizar a população quanto à prevenção da COVID-19, com o intuito de ofertar e facilitar o acesso a informações de cunho educativo. A seleção da mídia social, assim como sua plataforma de interação contribuíram para a apresentação de resultados satisfatórios relacionados aos conteúdos publicados para disseminação das informações inerentes à doença.(AU)

The Sars-CoV-2 virus causes the most recent disease characterized as a threat to global health and has, mainly, a course of respiratory disease. The main symptoms can be fever, cough and dyspnea and the risk may increase with age and the presence of other associated diseases in the patient. Currently the treatment is supportive and there is still no vaccine. Most global response strategies to combat this disease include varying levels of contact screening and self-isolation or quarantine, which is the best form of prevention and also a way to avoid further spread of the disease. Due to social isolation for disease prevention, one of the alternatives that can be used to provide health information and education to the general population is through mass media. Thus, the objective of this work was to use social media as a tool to sensitize the population about the prevention of COVID-19, in order to offer and facilitate access to educational information. The selection of social media, as well as its interaction platform, contributed to the presentation of satisfactory results related to the content published for dissemination of information inherent to the disease.(AU)

El virus Sars-CoV-2 causa la enfermedad más reciente caracterizada como una amenaza para la salud mundial y tiene principalmente un curso de enfermedad respiratoria. Los principales síntomas pueden ser fiebre, tos y disnea y el riesgo puede aumentar con la edad y la presencia de otras enfermedades asociadas en el paciente. Actualmente el tratamiento es de apoyo y todavía no hay ninguna vacuna. La mayoría de las estrategias de respuesta mundial para combatir esta enfermedad incluyen diversos niveles de detección de contactos y de autoaislamiento o cuarentena, que es la mejor forma de prevención y también una manera de evitar una mayor propagación de la enfermedad. Debido al aislamiento social para la prevención de enfermedades, una de las alternativas que se pueden utilizar para proporcionar información y educación sanitaria a la población en general es a través de los medios de comunicación. Así pues, el objetivo de esta labor era utilizar los medios de comunicación social como instrumento para sensibilizar a la población acerca de la prevención del COVID-19, a fin de ofrecer y facilitar el acceso a la información educativa. La selección de los medios de comunicación social, así como su plataforma de interacción, contribuyeron a la presentación de resultados satisfactorios relacionados con los contenidos publicados para la difusión de la información inherente a la enfermedad.(AU)
Descritores: Isolamento Social
Infecções por Coronavirus
Meios de Comunicação
Acesso à Informação
Mídias Sociais
-Vírus da SARS
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 236 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1121592
Autor: Matias, Thiago Sousa; Dominski, Fábio Hech.
Título: The COVID-19 pandemic challenges physical activity with two emerging paradigms / A pandemia do COVID-19 confronta a atividade física com dois paradigmas emergentes
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;25:1-6, set. 2020. fig.
Idioma: en.
Resumo: We are facing an unprecedented crisis due to the COVID-19, with social distancing measures. These measures have adverse impacts and exercise professionals need to gear efforts to promote active lifestyles. This assay has two purposes: 1) To discuss the role of web­based physical activity interventions during and after the COVID-19 pandemic, debating pros and cons, and offering preliminary guidance; 2) To discuss the role of physical activity on mental health, and proposing strategies to exercise interventions. We suggest a more positive outlook to web­based physical activity as internet can expand the scope of exercise as a self-care tool to health enhancement. The use of the internet as a professional tool to support exercise promotion can become a trend. Professional should weigh up the pros and cons when using such approach. After this pandemic we will cherish the psychological well-being benefits of exercise

Estamos enfrentando uma crise sem precedentes em virtude da pandemia de COVID-19 e isso inclui a necessidade de isolamento social. O isolamento social tem efeitos adversos para a saúde mental e manter um estilo de vida ativo é importante. Este ensaio tem como objetivo discutir a atividade física no formato remoto, assim como, a relação da atividade física e saúde mental. São evidenciados prós e contras da atividade física remota através da internet, além de recomendações práticas. Observa-se que a promoção da atividade física remota, utilizando-se da internet, pode ampliar e favorecer o escopo da atividade física para o autocuidado e promoção da saúde. O uso da atividade física remota pode virar uma tendência, contudo, os profissionais devem equilibrar os prós e os contras quando da sua utilização. Evidencia-se que depois da pandemia os benefícios da atividade física sobre a saúde mental serão mais valorizados
Descritores: Saúde Mental
Infecções por Coronavirus
Mídias Sociais
Atividade Motora
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 236 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1101070
Autor: Almeida, Bethania de Araujo; Doneda, Danilo; Ichihara, Maria Yury; Barral-Netto, Manoel; Matta, Gustavo Correa; Rabello, Elaine Teixeira; Gouveia, Fabio Castro; Barreto, Mauricio.
Título: Preservação da privacidade no enfrentamento da COVID-19: dados pessoais e a pandemia global / Personal data usage and privacy considerations in the COVID-19 global pandemic
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(supl.1):2487-2492, Mar. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Dados ganham cada vez mais importância e valor na busca de respostas para enfrentar a COVID-19 tanto para a ciência quanto para as autoridades sanitárias. Em virtude da dificuldade de realizar diagnóstico da infecção na população em geral, iniciativas apoiadas em tecnologias digitais vêm sendo desenvolvidas por governos ou empresas privadas para possibilitar rastreamentos de sintomas, contatos e deslocamentos de modo a apoiar estratégias de acompanhamento e avaliação na vigilância de contágios. A despeito da importância e necessidade dessas iniciativas, questionamentos acerca da quantidade e tipos de dados pessoais coletados, processados, compartilhados e utilizados em nome da saúde pública, bem como os concomitantes ou posteriores usos desses dados, suscitam questionamentos éticos, legais e técnicos. Desafios que apontam para a necessidade de novos modelos de governança de dados e de tecnologias, responsáveis e transparentes, para controlar o Sars-Cov2 e as futuras emergências de saúde pública.

Abstract Data has become increasingly important and valuable for both scientists and health authorities searching for answers to the COVID-19 crisis. Due to difficulties in diagnosing this infection in populations around the world, initiatives supported by digital technologies are being developed by governments and private companies to enable the tracking of the public's symptoms, contacts and movements. Considering the current scenario, initiatives designed to support infection surveillance and monitoring are essential and necessary. Nonetheless, ethical, legal and technical questions abound regarding the amount and types of personal data being collected, processed, shared and used in the name of public health, as well as the concomitant or posterior use of this data. These challenges demonstrate the need for new models of responsible and transparent data and technology governance in efforts to control SARS-COV2, as well as in future public health emergencies.
Descritores: Pneumonia Viral/epidemiologia
Vigilância da População/métodos
Saúde Global
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Privacidade
Registros de Saúde Pessoal
Pandemias
Betacoronavirus
-Busca de Comunicante/métodos
Infecções por Coronavirus
Confidencialidade
Mídias Sociais
Anonimização de Dados
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 236 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-1101071
Autor: Deslandes, Suely Ferreira; Coutinho, Tiago.
Título: O uso intensivo da internet por crianças e adolescentes no contexto da COVID-19 e os riscos para violências autoinflingidas / The intensive use of the internet by children and adolescents in the context of COVID-19 and the risks for self-inflicted violence
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(supl.1):2479-2486, Mar. 2020. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente ensaio busca discutir as implicações do isolamento social devido à pandemia do COVID-19 para o uso intensivo da internet entre crianças e adolescentes e suas possíveis consequências para a prática de violências autoinflingidas. Discutimos brevemente o potencial ansiogênico e a reprodução de um "medo global" que se consolidam com a exposição maciça e sem mediação dos conteúdos consumidos, que podem aumentar as vulnerabilidades para estresse e ideações suicidas. Centramos nosso debate sobre práticas "recreativas", denominadas de "desafios" com poder autolesivo, realizados por adolescentes no site Youtube. Essa prática revelou-se crescente a partir das medidas de isolamento social. Nossa reflexão sobre esses riscos é feita a partir da perspectiva teórica da sociabilidade digital, e suas implicações nas interações de adolescentes mediadas pela internet.

Abstract This essay aimed to discuss the implications of social isolation due to the COVID-19 pandemic for the intensive use of the internet among children and adolescents and its possible consequences for the practice of self-inflicted violence. We briefly discussed the anxiogenic potential and the reproduction of a "global fear" that are consolidated with the massive and unmediated exposure of the content consumed, which can increase the vulnerabilities to stress and suicidal ideas. We centered our debate on "recreational" practices, called "challenges" with self-harm power, carried out by teenagers on the YouTube website. This practice has been shown to increase with the social isolation measures. Our reflection on these risks builds on the theoretical perspective of digital sociability, and its implications for the internet-mediated interactions of adolescents.
Descritores: Pneumonia Viral/psicologia
Pneumonia Viral/epidemiologia
Isolamento Social/psicologia
Comportamento Autodestrutivo/psicologia
Internet/estatística & dados numéricos
Pandemias
Betacoronavirus
-Ansiedade/psicologia
Autoimagem
Estresse Psicológico/etiologia
Fatores de Tempo
Armazenamento e Recuperação da Informação/estatística & dados numéricos
Comportamento Aditivo
Infecções por Coronavirus
Infecções por Coronavirus/psicologia
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Medo
Mídias Sociais/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 236 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-742091
Autor: Morais, Indyara; Alkmin, Dábyla; Lopes, Jéssica; Santos, Marina; Leonel, Mariane; Santos, Rodrigo; Rosa, Weverton; Mendonça, Ana; Sousa, Maria.
Título: Newspapers Folha de São Paulo and Correio Braziliense: what they say about the program More Doctors? / Periódicos Folha de São Paulo y Correio Braziliense: lo que dien sobre el proograma Más Médicos? / Jornais Folha de São Paulo e Correio Braziliense: o que dizem sobre o programa Mais Médicos?
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;48(spe2):107-115, 12/2014. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: Analyzes publications related More Medical Program from July to September of 2013 and its impact on Correio Braziliense and Folha de São Paulo. This is a descriptive study using a qualitative-quantitative methodology. The analyzed and related data represent what the program takes in print. 363 publications were found, 262 in Folha de São Paulo and 101 in Correio. The word "Doctor" appeared in more titles, and Folha de São Paulo were 110 negative titles; to Correio neutral character was in 50 publications. In the character of news, 178 of these are pessimistic. The "neutral" and 101 representing "optimistic" 83. Was found that the media is critical to the impact of the program, but the truth is not apparent, but the opinion of journalists who wrote the stories related to the theme.

Analiza publicaciones relacionadas a el Programa Más Médico de julio a septiembre de 2013 y su impacto en el Correo Braziliense y Folha de São Paulo. Se trata de un estudio descriptivo con metodología cualitativa-cuantitativa. Los datos analizados y relacionados representan lo que el programa toma en forma impresa. Se encontraron 363 publicaciones, 262 en Folha de São Paulo y 101 en Correo. La palabra "doctor" apareció en más títulos, y Folha de São Paulo, 110 títulos negativos; a Correo carácter neutro estaba en 50 publicaciones. En el carácter de las noticias, 178 de ellos son pesimistas. El "neutral" y 101 que representa "optimista" 83. Se encontró que los medios de comunicación es fundamental para el impacto del programa, pero la verdad no es evidente, pero la opinión de los periodistas que escribieron las historias relacionadas con el tema.

Analisa as publicações relacionadas ao Programa Mais Médicos de julho a setembro de 2013 e sua repercussão no Correio Braziliense e Folha de São Paulo. Trata-se de um estudo descritivo que utilizou de metodologia qualiquantitativa. Os dados analisados e relacionados representam o que o Programa assume na mídia impressa. Foram encontradas 363 publicações, sendo 262 na Folha de São Paulo e 101 no Correio Braziliense. A palavra “Médicos” mais apareceu nos títulos, e na Folha de São Paulo foram 110 dos títulos negativos; no Correio Braziliense o caráter neutro esteve em 50 das publicações. No caráter da notícia, 178 destas são pessimistas. As “neutras” representaram 101 e as “otimistas” 83. Verificou-se que a mídia é fundamental para a repercussão do Programa, mas não transparece a verdade, mas a opinião de jornalistas que escreveram as notícias relacionadas ao tema.
Descritores: Saúde Pública
Gestão em Saúde
Consórcios de Saúde
Comunicação em Saúde
Mídias Sociais
-Brasil
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  7 / 236 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Minayo, Maria Cecília de Souza
Texto completo
Id: biblio-1133172
Autor: Galhardi, Cláudia Pereira; Freire, Neyson Pinheiro; Minayo, Maria Cecília de Souza; Fagundes, Maria Clara Marques.
Título: Fato ou Fake? Uma análise da desinformação frente à pandemia da Covid-19 no Brasil / Fact or Fake? An analysis of disinformation regarding the Covid-19 pandemic in Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(supl.2):4201-4210, Mar. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo tem como objetivo apresentar uma reflexão sobre as notícias falsas a respeito do novo coronavírus (Sars-CoV-2) mais disseminadas nas redes sociais e mostrar como podem causar prejuízos à saúde pública. Trata-se de um estudo empírico quantitativo, realizado a partir das notificações recebidas pelo aplicativo brasileiro Eu Fiscalizo. Os resultados da pesquisa mostram que o WhatsApp é o principal canal de compartilhamento de fake news, seguido do Instagram e do Facebook. Conclui-se que a disseminação de conteúdos falsos relacionados a Covid-19 contribui para o descrédito da ciência e das instituições globais de saúde. E que a solução para esse problema passa por aumentar o nível de informações adequadas para a sociedade brasileira.

Abstract This paper aims to present an analysis of the most widespread fake news about the New Coronavirus (Sars-CoV-2) on social networks and how it can harm public health. This is a quantitative empirical study, based on the notifications received by the Eu Fiscalizo Brazilian application. The conclusions show that WhatsApp is the primary channel for sharing fake news, followed by Instagram and Facebook. We can conclude that the dissemination of malicious content related to Covid-19 contributes to the discrediting of science and global health institutions, and the solution to this problem is to increase the level of adequate information for Brazilian society.
Descritores: Pneumonia Viral/epidemiologia
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Mídias Sociais
Decepção
-Brasil/epidemiologia
Infecções por Coronavirus
Pandemias
Betacoronavirus
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 236 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1140873
Autor: Sousa, Yuri Sá Oliveira; Santos, Maria de Fátima de Souza; Apostolidis, Thémis.
Título: Drogas no espaço público: consumo, tráfico e política na imprensa brasileira / Drugs in public space: consumption, trafficking and policy in the brazilian press / Drogas en el espacio público: consumo, tráfico y política en la prensa brasileña
Fonte: Psicol. ciênc. prof;40:e201819, jan.-maio 2020. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Os fenômenos relacionados ao uso de drogas constituem um campo heterogêneo e polissêmico, a partir do qual se constroem diferentes objetos, identidades e práticas sociais. Este artigo apresenta uma pesquisa documental, baseada na teoria das representações sociais, cujo objetivo foi analisar o campo representacional das drogas em comunicações midiáticas. O material foi composto por 4.516 matérias de um jornal de ampla circulação no Brasil que tinham como tema central questões relacionadas às drogas. Com auxílio do software Iramuteq, realizou-se uma análise lexicométrica visando reconstituir classes lexicais relacionadas a dimensões específicas do campo. Oito classes foram interpretadas, categorizadas e discutidas. Os resultados permitiram identificar três eixos temáticos: regulação sociopolítica do uso, produção e circulação das drogas; uso de drogas, dependência e saúde; polícia e guerra às drogas no Brasil. A discussão evidencia dimensões que conferem sentido a processos político-legais, relações internacionais, movimentos sociais, entretenimento, práticas terapêuticas, políticas públicas, violência, criminalidade e exclusão. Além disso, os fenômenos do campo guardam relação com categorias sociais típicas (e.g., usuários e traficantes); formas de desvio (e.g., dependência e crime); e práticas sociais em saúde e segurança pública (e.g., tratamento e prisão). Compreende-se que os conteúdos difundidos nessas comunicações atuam na criação de quadros simbólicos de referência que podem influenciar a orientação de práticas sociais e tomadas de posição diante dos fenômenos relacionados ao uso de drogas...(AU)

Phenomena related to drug use constitute a heterogeneous and polysemic field, from which different objects, identities and social practices are constructed. This paper presents a documentary research based on Social Representations Theory, whose objective was to analyze the representational field of drugs in media. We analyzed 4516 articles from a newspaper with wide circulation in Brazil that had as its central theme issues related to drugs. Lexicometric analysis was carried out utilizing Iramuteq to reconstruct lexical classes related to specific field dimensions. Eight classes were interpreted, categorized and discussed. The results allowed to identify three thematic axes: socio-political regulation of the use, production and circulation of drugs; drug use, addiction and health; police and drug war in Brazil. The discussion highlights dimensions that give meaning to political-legal processes, international relations, social movements, entertainment, therapeutic practices, public policies, violence, crime and exclusion. Additionally, the phenomena of the field are linked to typical social categories (e.g., drug users and drug dealers); forms of deviance (e.g., addiction and crime); and social practices in public health and public security (e.g., treatment and imprisonment). The contents disseminated by these sorts of communication have a role in the creation of symbolic frames of reference that influence the orientation of social practices and attitudes towards phenomena related to drug use...(AU)

Los fenómenos relacionados con el consumo de drogas constituyen un campo heterogéneo y polisémico, a partir del cual se construyen diferentes objetos, identidades y prácticas sociales. Este artículo presenta una investigación documental basada en la teoría de las representaciones sociales con el objetivo de analizar el campo representativo de las drogas en comunicaciones mediáticas. El material se compuso por 4516 artículos de un periódico de amplia circulación en Brasil que tenían como tema central cuestiones relacionadas con las drogas. Con el apoyo del software Iramuteq, se llevó a cabo un análisis lexicométrico para reconstruir clases léxicas relacionadas con dimensiones específicas del campo. Ocho clases fueron interpretadas, categorizadas y discutidas. Los resultados permitieron identificar tres ejes temáticos: la regulación sociopolítica del uso, producción y circulación de drogas; el uso de drogas, adicción y salud; la policía y la guerra a las drogas en Brasil. La discusión resalta las dimensiones que dan sentido a los procesos político-legales, las relaciones internacionales, los movimientos sociales, el entretenimiento, las prácticas terapéuticas, las políticas públicas, la violencia, el crimen y la exclusión. Además, los fenómenos del campo están vinculados a categorías sociales típicas (por ejemplo, usuarios de drogas y traficantes de drogas); formas de desviación (por ejemplo, adicción y crimen); y prácticas sociales en salud pública y seguridad pública (por ejemplo, tratamiento y encarcelamiento). Se entiende que los contenidos diseminados en estas comunicaciones actúan en la creación de marcos de referencia simbólicos que pueden influir en la orientación de las prácticas y actitudes sociales frente a los fenómenos relacionados con el consumo de drogas...(AU)
Descritores: Comportamento Social
Usuários de Drogas
Mídias Sociais
-Orientação
Política Pública
Terapêutica
Violência
Saúde
Saúde Pública
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Crime
Meios de Comunicação de Massa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  9 / 236 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1143906
Autor: Borghetto, Enrico; Sevenans, Julie; Grossman, Emiliano.
Título: Parliament's (lack of) agenda-setting power over the executive decision agenda: evidence from Belgium, France and Portugal / (La falta de) Poder de definición de agenda del parlamento sobre la agenda de decisiones ejecutivas: evidencias de Bélgica, Francia y Portugal / (A falta de) Poder de definição de agenda do parlamento sobre a agenda de decisões executivas: evidências da Bélgica, França e Portugal
Fonte: Rev. adm. pública (Online);54(6):1588-1612, Nov.-Dec. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Portuguese Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
Resumo: Abstract One of the functions of parliamentary questions in modern legislatures is to pressure executives to pay attention to specific issues. But can these questions effectively influence executive decisions? There is surprisingly little empirical research in this area. Adopting an agenda-setting perspective, this article examines the extent to which issue attention in oral parliamentary questions influences the issues addressed in the weekly meetings of the Council of Ministers in three countries (Belgium, France and Portugal). Our findings suggest that the agenda-setting power of parliaments vis-à-vis the executive is usually weak in the contexts studied here. In Belgium, we find evidence that the executive does pick up on issues debated in parliament but that the media seems to play a crucial role in focusing attention. These conclusions testify to the dominance of the executive power in many Western democracies. The findings also demonstrate that agenda-setting patterns are more complex than single-country studies often suggest, and that comparative research is the way forward.

Resumen Una de las funciones de las preguntas parlamentarias en los espacios legislativos modernos es presionar para que los actores del ejecutivo presten atención a cuestiones específicas. Pero, ¿pueden estas preguntas influir de hecho en las decisiones del ejecutivo? Aunque parezca increíble, existen pocas investigaciones empíricas en esa área. Adoptando una perspectiva de agenda-setting, este artículo examina hasta qué punto la atención dada a las preguntas formuladas oralmente por parlamentarios influencia los temas abordados en las reuniones semanales del consejo de ministros en tres países (Bélgica, Francia y Portugal). Nuestras conclusiones sugieren que, en los contextos analizados, el poder de definición de agenda de los parlamentos en relación con el ejecutivo generalmente es débil. En Bélgica, no obstante, hay evidencia de que el Poder Ejecutivo aborda las preguntas de los parlamentarios. En este caso, vale enfatizar que los medios desempeñan un papel crucial al influir para que las cuestiones planteadas en el Legislativo reciban atención. Esas conclusiones demuestran el dominio del poder ejecutivo en muchas democracias occidentales. Además, los resultados variados sugieren que los parones de definición de agenda son más complejos de lo que frecuentemente se observa en los estudios que se enfocan solamente en un país, lo que lleva a pensar que la investigación comparativa es el camino a seguir.

Resumo Uma das funções das perguntas parlamentares nos espaços legislativos modernos é pressionar que os atores do executivo prestem atenção a questões específicas. Mas será que essas perguntas podem de fato influenciar as decisões do executivo? Por incrível que pareça, são poucas as pesquisas empíricas nessa área. Adotando uma perspectiva de agenda-setting, este artigo examina até que ponto a atenção dada às perguntas formuladas oralmente por parlamentares influencia os tópicos abordadas nas reuniões semanais do Conselho de Ministros em três países (Bélgica, França e Portugal). Nossas conclusões sugerem que, nos contextos analisados, o poder de definição de agenda dos parlamentos em relação ao executivo geralmente é fraco. Na Bélgica, no entanto, há evidências de que o poder executivo aborda as perguntas dos parlamentares, ressaltando-se, nesse caso, que a mídia desempenha um papel crucial ao influenciar que as questões levantadas no legislativo recebam essa atenção. Essas conclusões demonstram o domínio do poder executivo em muitas democracias ocidentais. Além disso, os resultados variados sugerem que os padrões de definição de agenda são mais complexos do que frequentemente se observa nos estudos que focam em somente um país, o que leva a crer que a pesquisa comparativa é o caminho a seguir.
Descritores: Poder Executivo
Poder Legislativo
Políticas
Mídias Sociais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  10 / 236 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046912
Autor: Stafoche, Bruna Rodrigues; Jericó, Márcia Marques.
Título: Efficiency of motivational tools and social media use in the control of canine obesity / Eficiência de ferramentas de motivação e do uso de mídia social no controle da obesidade canina
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);56(3):e150269, out. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The increasing number of obese dogs in veterinary practice has been a warning to veterinarians about the need to develop new tools to approach the obese patient, aiming to attain satisfactory results in weight loss programs. A total of 18 obese or overweight dogs with no evidence of endocrine disorders were selected for this study. These animals were randomly divided into two groups with 9 animals each. In one of the groups, strategic tools were used by their tutors, aimed at behavioral and environmental modification, and this group was assisted daily through communication using a digital instant messaging app (WhatsApp). In the other group, these tools were not used, and the animals were followed only during the monthly consultation. The analyzed variable was the percentage of weight loss of each animal in one month of the method used. The animals of the daily assisted group had a mean weight loss of 5.17%, while the animals of the non-assisted group had a mean weight loss of 3.31%. Considering the results, one can state that the animals in the assisted group lost approximately 1.6 times more weight than the unassisted animals, when comparing the mean and the median weight loss percentage in the two groups. Although the results are encouraging, there was no statistical difference with a significance level of 0.05, and this is probably due to the small sample size, consisting of 18 animals.(AU)

A crescente casuística de cães obesos na clínica de cães tem sido um alerta aos médicos veterinários sobre a necessidade do desenvolvimento de novas ferramentas para a abordagem do paciente obeso, com o intuito de alcançar resultados satisfatórios em programas de redução de peso. Nesse estudo, foram selecionados 18 cães obesos ou acima do peso ideal, sem indícios de distúrbios endócrinos. Esses animais foram divididos aleatoriamente em dois grupos de nove animais. Em um dos grupos foram utilizadas ferramentas estratégicas para modificação comportamental e ambiental para seus tutores e esse grupo foi assistido diariamente por comunicação em aplicativo digital de mensagens instantâneas (WhatsApp). No outro grupo, essas ferramentas não foram utilizadas e os animais foram acompanhados somente na consulta mensal. A variável analisada foi o percentual de perda de peso de cada animal em um mês de aplicação do método. Os animais do grupo assistido diariamente apresentaram média de perda de peso de 5,17%, enquanto que os animais do grupo não assistido apresentaram média de 3,31%. Pelos resultados é possível afirmar que os animais do grupo assistido perderam aproximadamente 1,6 vezes a mais de peso que os animais não assistidos. Embora os resultados sejam motivadores, não houve diferença estatística com grau de significância de 0,05, isso provavelmente se deve ao número amostral de dezoito animais ser muito pequeno.(AU)
Descritores: Cães/anormalidades
Cães/crescimento & desenvolvimento
Mídias Sociais/tendências
Obesidade/terapia
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 24 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde