Base de dados : LILACS
Pesquisa : L01.313.500.750.300 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2410 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 241 ir para página                         

  1 / 2410 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177634
Autor: Carnassale, Vania Denise.
Título: Notificação de violência contra a mulher: conhecer para intervir na realidade / Report of violence against women: get to know in order to intervene in reality.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 150 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Estudo de abordagem qualitativa que teve como objetivos conhecer e analisar a percepção dos profissionais de saúde e dos usuários do SUS, sobre a violência de gênero e a compreensão da notificação compulsória de violência contra a mulher no conjunto das ações de enfrentamento, a fim de elencar subsídios para elaboração de um projeto conjunto de intervenção na realidade. O estudo foi realizado com profissionais de saúde representantes das doze unidades da Estratégia de Saúde da Família do Distrito do Capão Redondo, profissionais da Coordenadoria Regional de Saúde Sul e usuários do SUS da mesma região. Os dados foram coletados durante a realização de três sessões de uma Oficina de Trabalho em que os discursos grupais foram gravados, transcritos e submetidos à análise de conteúdo. Os resultados foram analisados segundo as categorias analíticas de gênero e violência de gênero. Os resultados mostram que os grupos possuem uma visão conservadora acerca da construção da masculinidade e feminilidade, evidente pela confirmação de papéis idealizados para o homem e para a mulher, revelando estereótipos próprios do senso comum: homem - provedor e mulher - cuidadora. O grupo reconhece a violência de gênero como violação dos direitos humanos e a interface que ela possui com a saúde. As dificuldades de enfrentamento encontram-se no despreparo dos profissionais de saúde quanto ao reconhecimento e atendimento às mulheres em situação de violência.Associado a isso, está o desconhecimento dos caminhos utilizados para o enfrentamento do problema. Quanto à notificação compulsória da violência, constatou-se que reconhecem a inexistência da utilização do serviço, a despeito da sua importância para conferir visibilidade aos casos de violência. Consideram importante a elaboração de políticas públicas a partir da realidade constatada. No entanto, não diferenciam a notificação compulsória da denúncia por meio de Boletim de Ocorrência. O desconhecimento de todo o processo que envolve a notificação de violência gera desconforto e medo tanto nos profissionais quanto nos usuários. As propostas de intervenção discutidas pelo grupo incluem a capacitação dos profissionais de saúde para o atendimento e a realização da notificação, associada à definição de fluxos e à construção de uma rede de atenção às mulheres em situação de violência.

Qualitative approach study with the objective of knowing and analyzing the perceptions of health professionals and SUS users about violence of gender and their understanding of the mandatory report of violence against women in the set of actions for facing the problem, in order to recruit subsidy for the elaboration of a combined project of intervention in that reality. The study was performed with health professionals representing the twelve units of Family Health Strategy of the District of Capao Redondo, professionals from the Southern Regional Health Coordination and SUS users from that same region. Data was collected during three sessions of a Workshop when the group discussions were recorded, transcribed and submitted for content analysis. The results were analyzed according to the analytical categories of gender and gender violence. The end results reveal that the groups possess a conservative vision about the construction of masculinity and femininity. This was evidenced by the confirmation of roles idealized for man and woman, which revealed common sense stereotypes: man provider and woman keeper. The group recognizes that violence of gender is a violation of human rights and that it interferes with health. Setbacks in facing the situation reside in the health professionals lack of preparation regarding the recognition and service to women in violence situations. Associated with that, is the lack of knowledge regarding the ways to face the problem.As for the mandatory report of violence, it was found that they recognize this service is not used, despite its importance to confer visibility to violence cases. They consider important the elaboration of public politics based on the reality found out. However, they do not differentiate the report [notification] and the accusation (Police Report). The lack of knowledge about the entire process involving the report of violence generates discomfort and fear both in professionals and users. The intervention proposals discussed by the group include enabling health professionals to serve and to use the report associated with the definition of flow and the development of an attention network to serve women in violence situations.
Descritores: Sistemas de Informação
Saúde da Família
Violência contra a Mulher
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  2 / 2410 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177575
Autor: Batista, Hermes Melo Teixeira.
Título: Distribuição da mortalidade materna no estado da Paraíba no período de 2007 a 2016 / Distribution of maternal mortality in Paraiba state from 2007 to 2016 / Distribución de la mortalidad materna en el estado de la paraíba en el período de 2007 a 2016
Fonte: Rev. epidemiol. controle infecç;9(4):330-337, out.-dez. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Justificativa e Objetivos: Avaliar a distribuição da mortalidade materna no estado da Paraíba no período de 2007 a 2016. Métodos: Pesquisa do tipo documental e quantitativa, realizada com dados secundários obtidos a partir do banco de dados online e de acesso livre do Sistema de Informações sobre Mortalidade. A população foi composta por mulheres em idade fértil residentes no estado da Paraíba, que foram a óbito por morte materna no período de 2007 a 2016. Os dados foram analisados por estatística descritiva e confrontados com a literatura pertinente ao tema estudado. Resultados: Ocorreram 324 óbitos, com maior predomínio durante a gravidez, o parto ou o aborto até 42 dias de puerpério (74,3%), mulheres na faixa etária entre 30 e 39 anos (41%), de cor/raça parda (74,4%), com escolaridade ignorada (48,8%) e de estado civil solteira (36,4%), em que o óbito resultou de causas diretas (78,7%), destacando-se as síndromes hipertensivas específicas da gravidez (27,5%), com predominância de mortes nas microrregiões de João Pessoa e Campina Grande. Conclusão: O perfil de mortalidade materna vem merecendo atenção especial no Estado da Paraíba, devido á presença dos altos valores de razão da mortalidade materna, acompanhados de causas evitáveis na maioria dos casos.(AU)

Backgrounds and Objectives: To evaluate the distribution of maternal mortality in the state of Paraíba from 2007 to 2016. Methods: A documental and quantitative research, with secondary data obtained from the online database and free access to the Mortality Information System. The population was composed of women of childbearing age living in the state of Paraíba, who died of maternal death in the period 2007 to 2016. The data were analyzed by descriptive statistics and compared with the literature pertinent to the subject studied. Results: There were 324 deaths, with a higher prevalence during pregnancy, delivery or abortion up to 42 days postpartum (74.3%) and among women aged between 30 and 39 years (78.4%), with schooling ignored (48.8%) and single marital status (36.4%), where death resulted from direct causes (78.7%), with predominance of deaths in the microregions of João Pessoa and Campina Grande. Conclusion: The maternal mortality profile has been receiving special attention in the state of Paraíba, due to the presence of high maternal mortality ratios, accompanied by preventable causes in the majority of cases.(AU)

Justificatión y objetivos: Evaluar la distribución de la mortalidad materna en el estado de Paraíba en el período de 2007 a 2016. Método: Investigación del tipo documental y cuantitativa, realizada con datos secundarios obtenidos de la base de datos online y de acceso libre del Sistema de Información sobre Mortalidad . La población fue compuesta por mujeres en edad fértil residentes en el estado de Paraíba, que murieron por muerte materna en el período de 2007 a 2016. Los datos fueron analizados por estadística descriptiva y confrontados con la literatura pertinente al tema estudiado. Resultados: Ocurrieron 324 muertes, con mayor predominio durante el embarazo, el parto o el aborto hasta 42 días de puerperio (74,3%), en mujeres en el grupo de edad entre 30 y 39 años (74,4%), con escolaridad ignorada (48,8%) y de estado civil soltera (36,4%), en que el óbito resultó de causas directas (78,7%), de color / raza parda (74,4%), , destacándose los síndromes hipertensivos específicos del embarazo (27,5%), con predominio de muertes en las microrregiones de João Pessoa y Campina Grande . Conclusión: El perfil de mortalidad materna viene mereciendo atención especial en el Estado de Paraíba, debido a la presencia de los altos valores de razón de la mortalidad materna, acompañados de causas evitables en la mayoría de los casos.(AU)
Descritores: Mortalidade Materna
-Sistemas de Informação
Registros de Mortalidade
Morte Materna
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1314.1 - Biblioteca Central


  3 / 2410 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-750391
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Subsecretaria de Assuntos Administrativos. Coordenação-Geral de Documentação e Informação.
Título: Glossário temático: Sistema de Apoio à Elaboração de Projetos de Investimentos em Saúde (SomaSUS) / Glosario temático: Sistema de Apoyo para Elaboración de Proyectos de Inversiones en la Infraestructura de Salud (SomaSUS) / Thematic glossary: System of Support for the Elaboration of Investment Projects in Healthcare (SomaSUS).
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; 2013. 61 p. Livro.
Idioma: pt.
Resumo: O conhecimento gerado pelas áreas técnicas do Ministério daSaúde e por suas entidades vinculadas surge da convergência dos saberesde diversos domínios que se fundem à prática da gestão do SistemaÚnico de Saúde (SUS). Em meio a essa pluralidade de informações, odesenvolvimento dos produtos da Terminologia da Saúde insere-se noPlano de Gestão do Conhecimento do Ministério da Saúde. Instituídoem 2010, esse plano objetiva dar visibilidade à gestão do conhecimentoinstitucional, garantir a comunicação interna e externa, contribuir paraa melhoria dos processos de tomada de decisão no âmbito da saúdepública e fortalecer a participação social.Identificar, relacionar, gerir e oferecer acesso a esse conhecimentosão desafios atuais em que se discutem aspectos da democratização edo desenvolvimento de metodologias e tecnologias que permitam arecuperação da informação, suplantando a lógica da sintaxe e atingindo alógica da semântica. Em relação a esse último tópico, foram desenvolvidasações relacionadas ao setor Saúde que garantissem o tratamentoterminológico das áreas do conhecimento envolvidas com a saúde.No que diz respeito à gestão da informação, o Projeto deTerminologia da Saúde – uma iniciativa da Secretaria-Executiva, realizadapor meio da Coordenação-Geral de Documentação e Informação (CGDI)– atua no desenvolvimento dos principais instrumentos que possibilitamo alinhamento da produção literária, documental e normativa da esferafederal do SUS com as premissas da Ciência da Informação. Os produtosidealizados para contribuir com o desenvolvimento e a socializaçãodo conhecimento do setor Saúde são: o tesauro, o siglário, o bancode tradução, e os glossários temáticos que constituem o Glossário doMinistério da Saúde...
Descritores: Gestão em Saúde
Investimentos em Saúde
Planos e Programas de Saúde/tendências
Sistemas de Informação
Terminologia como Assunto
Limites: Humanos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)


  4 / 2410 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1170583
Autor: Arrigó, Delia M.
Título: Informática
Fonte: Rev. Círc. Argent. Odontol;46(165):20-2, dic.-mar. 1985. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Computadores
Odontologia
Sistemas de Informação
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  5 / 2410 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1161336
Autor: Capurro, Haroldo; Belizán, José.
Título: Metodología para el estudio de la información perinatal / Methodology for the study of perinatal information
Fonte: Clin. perinatol. argent;(2):81-123, 1997-1998. ilus, tab.
Idioma: es.
Descritores: Avaliação de Resultados em Cuidados de Saúde
Coleta de Dados/normas
Perinatologia/educação
Sistemas de Informação/normas
-Apresentação de Dados/normas
Armazenamento e Recuperação da Informação
Guias de Prática Clínica como Assunto
Interpretação Estatística de Dados
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco


  6 / 2410 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1150898
Autor: Loiacono, Karina Valeria.
Título: Análisis de la distribución geografía de la inequidad en salud mediante accesibilidad a consultas médicas ambulatorias / Analysis of the geographic distribution of health inequity through accessibility to outpatient medical consultations
Fonte: Rev. argent. salud publica;13:1-8, 5/02/2021.
Idioma: es.
Resumo: INTRODUCCIÓN: Escasos estudios han relacionado a nivel nacional la inequidad geográfica de acceso a la salud por intermedio de las consultas médicas ambulatorias (CMA) en el sector oficial. El objetivo de la presente investigación fue describir, evaluar y medir la situación del acceso a la salud referente a las CMA en Argentina en 2017. MÉTODOS: Se realizó un estudio descriptivo de corte transversal. La unidad analizada fue la CMA en Argentina en 2017. Se calcularon las tasas de CMA a nivel nacional, provincial y para la población potencialmente usuaria que concurre a establecimientos oficiales (PPUsEO). RESULTADOS: Las mayores tasas de CMA de PPUsEO por habitante se dieron en Tierra del Fuego (9,1), La Pampa (10,0), Buenos Aires (10,2) y Ciudad Autónoma de Buenos Aires (13,6), todas en el cuarto cuartil (Q4); las que presentaron menores tasas, situadas en el primer cuartil (Q1), fueron Santiago del Estero (2,3), Córdoba (2,7), Santa Fe (3,0), Corrientes (3,4), Catamarca (3,5) y Formosa (3,7). DISCUSIÓN: La mayor inequidad geográfica de acceso a la salud respecto de las CMA de PPUsEO en el sector oficial se dio en el centro norte del país, con tasas que oscilaron entre 2,3 y 13,6. En lo que se refiere al crecimiento de la atención en las consultas no médicas de los últimos años, la variación entre 2010 y 2017 mostró un incrementó de 966,8%, en contraposición con las CMA, que aumentaron apenas el 7,4% en el mismo periodo
Descritores: Fatores Socioeconômicos
Consultórios Médicos
Sistemas de Informação
Saúde
Responsável: AR650.1 - Biblioteca


  7 / 2410 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001778
Autor: Santos, Camila Alves dos; Souza, Dyego Leandro Bezerra.
Título: Melanoma mortality in Brazil: trends and projections (1998-2032) / Mortalidade por melanoma no Brasil: tendências e projeções (1998-2032)
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(4):1551-1561, abr. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Melanoma is the main serious skin cancer, due to its high lethality. This study aimed to make projections and analyze melanoma mortality trends in Brazil. Mortality Information System data were utilized for the period 1998-2012, which were projected until 2032, using the age-period-cohort model, with software R. The analysis of trends was made by Joinpoint regression, with 95% confidence interval, estimating the annual percentage change. It was revealed higher amounts of deaths in men for all regions. Brazilian trends presented reductions in men (APC = -0.4; CI95% = -0.6; -0.1; p < 0.01) and in women (APC = -0.8; CI95% = -0.9; -0.7; p < 0.01). The Midwest region presented increases for both sexes, while the Southeast region presented reducing trends for both sexes. In the North, there was stability for men and increases followed by stability in women, while the South presented reductions in men and stability in women; finally, the Northeast revealed one joinpoint per sex, with an increase followed by stability in men, and stability followed by reducing trends in women. The highest rates of the country were found in the South and Southeast regions, however, with reducing trends throughout time. Higher mortality trends in men were associated with later diagnoses in this group.

Resumo O melanoma é o mais grave câncer de pele, devido à alta letalidade. Este estudo objetiva projetar e analisar tendências da mortalidade por melanoma no Brasil. Os dados são do Sistema de Informação sobre Mortalidade, no período de 1998 a 2012, os quais foram projetados até 2032, usando o modelo idade-período-coorte, no software R . A análise de tendências foi feita pela Regressão loglineal ( Joinpoint regression ), com intervalo de confiança de 95%, para estimar a porcentagem anual de mudança. Revelou-se maior quantitativo de mortes em homens em todas as regiões. As tendências no Brasil apontaram para redução em homens (APC = -0,4; IC95% = -0,6; -0,1; p < 0,01) e em mulheres (APC = -0,8; IC95% = -0,9; -0,7; p < 0,01). A região Centro-oeste teve aumento para os dois sexos, em oposição ao Sudeste, com redução em ambos. No Norte, houve estabilidade em homens, e aumento seguido de estabilidade em mulheres, enquanto o Sul teve redução em homens e estabilidade em mulheres; e, por fim, o Nordeste teve um joinpoint em cada sexo, com aumento seguido de estabilidade em homens; e estabilidade seguida de redução em mulheres. As maiores taxas do país foram no Sul e Sudeste, todavia, com tendência a redução ao longo do tempo. A maior mortalidade em homens foi associada ao diagnóstico mais tardio.
Descritores: Neoplasias Cutâneas/epidemiologia
Melanoma/epidemiologia
-Neoplasias Cutâneas/mortalidade
Brasil/epidemiologia
Sistemas de Informação
Mortalidade/tendências
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Previsões
Melanoma/mortalidade
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 2410 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-881152
Autor: Fiúza, Tatiana Monteiro; Ribeiro, Marco Túlio Aguiar Mourão.
Título: Sensibilidade no diagnóstico da desnutrição protéico-calórica realizado pelas equipes de saúde por meio do SIAB e de busca ativa de casos / The sensitivity of malnutrition diagnosis using the SIAB and active search of cases
Fonte: Rev. bras. med. fam. comunidade;3(9):21-26, nov. 2007. graf..
Idioma: pt.
Resumo: É atribuição da Atenção Primária á Saúde e da Estratégia de Saúde da Família (ESF) atuar na promoção e na manutenção do estado de saúde da população infantil por meio do atendimento e acompanhamento integrais. Para a atuação das equipes de saúde é fundamental a análise de saúde das populações cobertas. Para esse fim o Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB) é instrumento de valor inestimável. O objetivo deste estudo foi demonstrar a sensibilidade no diagnóstico da desnutrição protéico-calórica realizado pelas equipes de Saúde da Família, quando são utilizados apenas dados primários como instrumentos de busca da adequação e posterior informação destes, via SIAB, e por meio da busca ativa de crianças de 0 a 23 meses e 29 dias e obtenção de seus dados antropométricos delas. Trata-se de estudo seccional, realizado no município de Patos de Minas (MG), de janeiro a abril de 2005. As prevalências de desnutrição protéico-calórica informadas no SIAB foram 2,35% e 2,5%, nas equipes A e B, respectivamente. As prevalências de desnutrição encontradas a partir da busca ativa, dos dados antropométricos e do cálculo dos índices peso-idade foram 14,12% e 13,75% nas equipes A e B, respectivamente. Essas foram superiores à prevalência descrita pela Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde, cuja prevalência foi 5,7%. As prevalências de desnutrição protéico-calórica com base no índice peso-idade, mediante exclusivamente a utilização do SIAB como fonte de dados, levam ao subdiagnóstico do problema. Tratando-se o SIAB de um sistema de informação "territorializado", cujos dados possibilitam a construção de indicadores populacionais referentes a áreas de abrangência bem-delimitadas, propomos a avaliação crítica e constante desses dados.

Both the Primary Care System and the Family Health Program are responsible for promoting and maintaining the health of the child population by providing full care and follow-up. For enabling the health teams to carry out their work it is fundamental to analyze the health status of the population covered by the system. The Primary Care Information System (SIAB) is a priceless instrument for this purpose. The goal of this study is to demonstrate the sensitivity of protein-calorie malnutrition diagnosis performed by the Family Health Teams when only using the SIAB as data source and when performing active search of children from 0-23 months and 29 days of age, taking their anthropometric data. This cross-sectional study was carried out in the municipality of Patos de Minas (State of Minas Gerais), from January to April 2005. The prevalence of protein-calorie malnutrition informed by the SIAB found by teams A and B was of 2.35% and 2.5% respectively. The prevalence of malnutrition found by teams A and B through active search, collection of anthropometric data and weight/age ratio calculation were 14.12% and 13.75% respectively. This prevalence rate was higher than that described by the National Demographic and Health Survey, which was 5.7%. The prevalence of protein-calorie malnutrition based on weight/age ratio exclusively using the SIAB as a data source results in an underdiagnosis of this health problem. Seen that the SIAB is a territorialized information system designed for allowing elaboration of population indicators in well defined areas of coverage, the authors propose a critical and constant evaluation of these data. The authors also suggest active search of all cases, involving the entire health team.
Descritores: Desnutrição Proteico-Calórica
-Equipe de Assistência ao Paciente
Atenção Primária à Saúde
Sistemas de Informação
Criança
Nível de Saúde
Saúde da Família
Estratégia Saúde da Família
Informação
Vigilância em Saúde Pública
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  9 / 2410 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Agranonik, Marilyn
Texto completo
Id: biblio-1001789
Autor: Agranonik, Marilyn; Jung, Renata Oliveira.
Título: Qualidade dos sistemas de informações sobre nascidos vivos e sobre mortalidade no Rio Grande do Sul, Brasil, 2000 a 2014 / Quality of information systems on live births and mortality in Rio Grande do Sul, 2000 to 2014
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(5):1945-1958, Mai. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O estudo avalia a qualidade do SIM e do SINASC nos aspectos cobertura, incompletitude e consistência, bem como a contribuição do "linkage" para a recuperação de dados. Foram analisados nascimentos e óbitos de menores de um ano ocorridos no Rio Grande do Sul entre 2000 e 2014. Os registros foram pareados por "linkage" determinístico através do número da DNV e, na ausência deste, por "linkage" probabilístico. A cobertura do SINASC aumentou 37%, passando de 72,2% em 2000 para 98,9%. O grau de incompletitude do SINASC foi excelente para todas as variáveis, exceto quantidade de filhos mortos e ocupação materna. No SIM, até 2003 a maioria das variáveis apresentou preenchimento ruim ou muito ruim. Apesar da melhoria, seis delas ainda possuíam preenchimento regular ou ruim em 2014. Após o "linkage", a incompletitude reduziu-se para grande parte das variáveis. Houve alta variabilidade quanto à consistência: sexo apresentou percentual superior a 97% em todo período, enquanto para outras cinco variáveis essa fração segue inferior a 75% em 2014. Destaca-se a alta cobertura e a excelente incompletitude do SINASC. Persistem problemas relacionados à consistência de informações. Evidencia-se a relevância do "linkage" como método para recuperar informações.

Abstract This study assesses the quality of the SIM and SINASC information systems in coverage, incompleteness and consistency aspects, as well as the contribution of the linkage for data retrieval. It includes all live births and infant deaths in Rio Grande do Sul from 2000 to 2014. The records were paired by deterministic linkage through the DNV number and, in its absence, by probabilistic linkage. SINASC's coverage rose from 72.2% in 2000 to 98.9%, namely a 37% increase in the number of matched records. All variables in SINASC presented excellent incompleteness throughout the period, except for the number of dead children and maternal occupation. SIM presented poor or very poor incompleteness for most of the variables until 2003. Although it improved, in 2014, six variables still presented regular or poor incompleteness. The linkage procedure greatly reduced the incompleteness for most variables. There was a great variability in terms of consistency: while for gender this percentage was over 97% throughout the period, for another five variables it was still less than 75% in 2014. SINASC presented high coverage level and excellent incompleteness. Problems related to consistency persist. This study shows the linkage technic efficiency to retrieve missing information.
Descritores: Sistemas de Informação/estatística & dados numéricos
Declaração de Nascimento
Atestado de Óbito
Nascimento Vivo
-Brasil
Sistemas de Informação/normas
Mortalidade Infantil/tendências
Registro Médico Coordenado
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Lactente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 2410 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Souza, Maria de Fátima Marinho de
Texto completo
Id: biblio-1001795
Autor: Cunha, Carolina Cândida da; Vasconcelos, Ana Maria Nogales; Souza, Maria de Fátima Marinho de; França, Elisabeth.
Título: Avaliação da investigação de óbitos por causas mal definidas no estado da Bahia, Brasil, em 2010 / Assessment of the investigation of deaths from ill-defined causes in the state of Bahia in 2010
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(5):1831-1844, Mai. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A investigação de óbitos por causas mal definidas (CMD) tem sido uma estratégia utilizada pelos serviços de saúde para redução do percentual destes óbitos. Este estudo teve como objetivo avaliar a adesão dos municípios na utilização de formulários preconizados na investigação de óbitos por CMD e o impacto destas investigações na redução percentual desses óbitos no Sistema de Informações sobre Mortalidade. Analisou-se a utilização dos formulários Investigação do Óbito com Causa Mal Definida (IOCMD) e autópsia verbal (AV), e o percentual de reclassificação da causa básica (CB) de morte após as investigações, em uma amostra probabilística de 27 municípios no Estado da Bahia e a capital Salvador, no ano de 2010. Dos 27 municípios da amostra, aproximadamente 50% investigaram os óbitos por CMD utilizando-se os formulários preconizados. Foram identificados 1092 óbitos por CMD, dos quais 53,1% foram investigados: em 40,5% dos casos utilizou-se apenas o formulário IOCMD, apenas o formulário AV em 15,3%, e ambos os formulários em 14,3% dos casos. A investigação dos óbitos por CMD possibilitou a redução do percentual desses óbitos de 16,5% para 9,9%, e mostrou-se mais efetiva quando realizada utilizando-se os formulários preconizados.

Abstract The investigation of deaths from ill-defined causes (DIDC) has been a strategy of health services to reduce the proportion of these events. This study aimed to estimate the adherence of municipalities to the use of recommended forms in the investigation of DIDC and the impact of these investigations on the reduction of these deaths in the Mortality Information System. The use of the Investigation of Death from Ill-defined Cause (IOCMD) and Verbal Autopsy (VA)forms and the proportion of reclassified underlying cause of death following investigations were analyzed in a probabilistic sample of 27 municipalities of Bahia state, and its capital Salvador, in 2010. Of the 27 municipalities, approximately 50% used the recommended forms to investigate DIDCs. Of the 1,092DIDCs in the sample, 53.1% were investigated: in 40.5% of the cases, only the IOCMD form was used; in 15.3%, only the VA form was used; and both forms were used in 14.3% of the cases. The investigation of DIDCs reduced the percentages of these deaths from 16.5% to 9.9% and proved to be more effective when performed using the recommended forms.
Descritores: Autopsia
Sistemas de Informação/estatística & dados numéricos
Coleta de Dados/métodos
Causas de Morte
-Brasil
Estudos Transversais
Formulários como Assunto
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 241 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde