Base de dados : LILACS
Pesquisa : L01.453.245.945.450 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 152 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 16 ir para página                         

  1 / 152 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-836891
Autor: Quintero, C; Suarez, JC.
Título: Perfil de funcionamiento, mediante CIF-2001, en un hombre con déficits neurológicos posteriores a TEC moderado: reporte de caso / Functioning profile, through ICF-2001, in a man with neurological deficit after moderate traumatic brain injury: a case report / Perfil de funcionamento, mediante CIF-2001, num homem com déficits neurológicos posteriores a TEC moderado: reporte de caso
Fonte: Med. U.P.B = Med. UPB;33(1):56-65, ene.-jun. 2014.
Idioma: es.
Resumo: A pesar de que el traumatismo encéfalocraneano (TEC) tiene menor incidencia que el accidente cerebrovascular (ACV), implica más alteraciones y costos porque la población impactada se encuentra, generalmente, en edad productiva. Entre los déficits permanentes derivados de un TEC, están los de tipo visual y los cognitivo/comportamentales, que producen discapacidad porque limitan la actividad y capacidad de participación. Sin embargo, la mayoría de las veces las consecuencias del TEC son valoradas de forma fragmentada y se restringe su evaluación a aspectos corporales y no funcionales, con lo que se limitan las opciones de rehabilitación. La Organización Mundial de la Salud (OMS), implementó la Clasificación Internacional del Funcionamiento, Salud y Discapacidad (CIF-2001), con el objeto de permitir la evaluación integral en un marco biopsicosocial. El presente artículo reporta el caso de un paciente con compromiso difuso del sistema visual y sensitivo-sensorial tras un TEC moderado, y su valoración con la CIF-2001. Se discuten los beneficios y limitaciones de esta forma de proceder en un programa de rehabilitación integral, así como la magnitud del TEC cuando cursa con fractura de base de cráneo y de cavidades orbitarias.

Although traumatic brain injury (TBI) has a lower incidence than stroke, it implies more alterations and costs as the affected population is generally in productive age. Amongst the permanent deficits resulting from TBI are visual deficits and cognitive/behavioral deficits producing disability as they limit activity and participation. However, in most cases, TBI consequences are assessed in a fragmented manner that is limited to the evaluation of physical and non-functional aspects, thus limiting the possibility of rehabilitation. The World Health Organization (WHO) implemented the International Classification of Functioning (ICF-2001) in order to allow a comprehensive assessment in a biopsychosocial approach. This article reports the case of a patient with a diffuse compromise of the visual and sensitive/sensory systems after a moderate TBI, and assessment by ICF-2001. The report discusses the benefits and limitations of this approach in a comprehensive rehabilitation program, as well as the TBI magnitude in the presence of skull base and orbital cavity fracture.

A pesar de que o traumatismo encéfalo craneano (TEC) tem menor incidência que o acidente cerebrovascular (ACV), implica mais alterações e custos porque a população impactada se encontra, geralmente, em idade produtiva. Entre os déficits permanentes derivados de um TEC, estão os de tipo visual e os cognitivo/comportamentais, que produzem incapacidade porque limitam a atividade e capacidade de participação. Porém, a maioria das vezes as consequências do TEC são valoradas de forma fragmentada e se restringe sua avaliação a aspectos corporais e não funcionais, com o que se limitam as opções de reabilitação. A Organização Mundial da Saúde (OMS), implementou a Classificação Internacional do Funcionamento, Saúde e Deficiência (CIF-2001), com o objeto de permitir a avaliação integral num marco biopsicossocial. O presente artigo reporta o caso de um paciente com compromisso difuso do sistema visual e sensitivo-sensorial após um TEC moderado, e sua valoração com a CIF-2001. Se discutem os benefícios e limitações desta forma de proceder num programa de reabilitação integral, assim como a magnitude do TEC quando cursa com fratura de base de crâneo e de cavidades orbitarias.
Descritores: Avaliação da Deficiência
-Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Classificação
Nervos Cranianos
Acidente Vascular Cerebral
Lesões Encefálicas Traumáticas
Limites: Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO101 - Facultad de Medicina


  2 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1129892
Autor: Castro, Shamyr Sulyvan; Almeida Filho, Paulo Sergio Batista; Bonates, Mara Franklin; Silva, Maria Caroline; B-2929-2018Ribeiro, Luciana Castaneda.
Título: Considerações sobre a discussão da revisão do esquema da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) / Thoughts on the discussion about the revision of the International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) scheme
Fonte: Acta fisiátrica;26(4):230-233, Dez. 2019.
Idioma: en.
Resumo: A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) apresenta uma abordagem inovadora ao funcionamento: o modelo biopsicossocial. Desde então, a estrutura da CIF e seu esquema explicativo têm sido utilizados em muitos contextos, incluindo saúde, previdência social e educação. Recentemente, surgiram algumas críticas e surgiram propostas a respeito de suas revisões. Objetivos: Este artigo discute propostas anteriores de revisões do esquema da CIF e apresenta sugestões de uma nova. Métodos: Descrevemos algumas das sugestões de esquemas de funcionamento alternativo da CIF e apresentamos algumas de suas características. Resultados: Também propomos nosso próprio esquema, destacando suas vantagens sobre os antecessores. Em nossa proposta, os componentes atuais do esquema são mantidos e dispostos equidistantemente ao longo de uma estrutura tridimensional de "casco de bola" conectada por setas de duas pontas. Nosso esquema é inovador, pois não apresenta nenhum componente como central, permitindo que o esquema seja mais adaptável à realidade de cada perfil funcional. Também é dinâmico, girando em 3 eixos, possibilitando o posicionamento central do componente mais importante. As esferas para cada componente podem ser ampliadas, demonstrando a magnitude de cada componente. Conclusão: Esperamos contribuir para a discussão atual sobre o esquema da CIF e sua revisão.

The International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) presents an innovative approach to functioning: the biopsychosocial model. Since then, the ICF framework and its explanatory scheme has been used in many settings, including health, social security, and education. Recently, some criticism has arisen and proposals have ensued regarding its revisions. Objective: This paper discusses previous proposals for revisions to the ICF scheme and present suggestions of a new one. Methods: We outline some of the suggestions of ICF alternative functioning schemes, and present some of their features. Results: We also propose our own scheme, highlighting its advantages over predecessors. In our proposal, current scheme components are kept and arranged equidistantly along a three dimension 'ball shell' structure connected by double-headed arrows. Our scheme is innovative in that it does not present any component as central, allowing the scheme to be more adaptable to the reality of each functioning profile. It is also dynamic, by rotating on 3 axes, making possible the central positioning of the most important component. The spheres for each component can be enlarged, demonstrating ​​the magnitude of each component. Conclusion: We hope to contribute to the current discussion on ICF scheme and its revision.
Descritores: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Estudos sobre Deficiências
-Modelos Teóricos
Responsável: BR1531.9 - Universidade de São Paulo


  3 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-979413
Autor: Gazola, Nayala Lirio Gomes; Sasso, Grace Teresinha Marcon Dal; Mello, Carolina Luana de; Sousa, Paulino Ferreira de.
Título: Mapeamento e cruzamento das informações sobre avaliação clínica, diagnóstico e intervenções de fisioterapia / Levantamiento y cruzamiento de las informaciones sobre evaluación clínica, diagnóstico e intervenciones de fisioterapia / Mapping and cross-checking information regarding clincial evaluation, diagnoses and physiotherapeutic interventions
Fonte: Texto & contexto enferm;27(4):e4920017, 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: descrever a experiência para desenvolver um registro eletrônico em fisioterapia baseado na Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde através do mapeamento e cruzamento de informações da avaliação clínica, diagnóstico e intervenções fisioterapêuticas. Método: relato de experiência, organizado em quatro etapas: Aprofundamento teórico da Classificação Internacional de Funcionalidade; Aprofundamento teórico da avaliação em fisioterapia; Estruturação dos dados de avaliação, dos diagnósticos e intervenção fisioterapêutica; Informatização e integração de forma sistematizada dos dados da avaliação clínica, dos diagnósticos e intervenções. Resultados: a estruturação dos dados foi dividida por sistemas do corpo humano. Sendo assim, para o sistema respiratório construiu-se 15 tópicos de avaliação, 145 diagnósticos e 74 intervenções; para o sistema neuromusculoesquelético construiu-se 37 tópicos de avaliação, 132 diagnósticos e 65 intervenções; para o sistema cardiovascular construiu-se cinco tópicos de avaliação, 23 diagnósticos e cinco intervenções e para o sistema gastrointestinal e renal construiu-se sete tópicos de avaliação, 21 diagnósticos e uma intervenção. Desta forma, foram construídos 64 itens de avaliação, 318 diagnósticos baseados na Classificação de Funcionalidade e 145 intervenções fisioterapêuticas. Conclusão: o mapeamento das informações sobre avaliação fisioterapêutica, diagnósticos e intervenções para integrar um registro eletrônico em fisioterapia tornará o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde mais segura e rápida possibilitando sua aplicabilidade diária na clínica hospitalar.

RESUMEN Objetivo: describir la experiencia para desarrollar un registro electrónico en fisioterapia basado en la Clasificación Internacional de Funcionalidad, Incapacidad y Salud a través del levantamiento y cruzamiento de informaciones de la evaluación clínica, diagnóstico e intervenciones fisioterapéuticas. Método: relato de experiencia realizado en cuatro etapas: Profundización teórica de la Clasificación Internacional de Funcionalidad; Profundización teórica de la evaluación en fisioterapia; Estructuración de los datos de evaluación, diagnósticos e intervención fisioterapéutica; Informatización e integración de forma sistematizada de los datos de la evaluación clínica, diagnósticos e intervenciones. Resultados: la estructuración de los datos fue dividida por sistemas del cuerpo humano. Así, para el sistema respiratorio se construyeron 15 tópicos de evaluación, 145 diagnósticos y 74 intervenciones. Para el sistema neuromusculoesquelético se construyeron 37 tópicos de evaluación, 132 diagnósticos y 65 intervenciones. Para el sistema cardiovascular se construyeron cinco tópicos de evaluación, 23 diagnósticos y cinco intervenciones y para el sistema gastrointestinal y renal se construyeron siete tópicos de evaluación, 21 diagnósticos y una intervención. De esta forma, se construyeron 64 ítems de evaluación, 318 diagnósticos basados en la Clasificación de Funcionalidad y 145 intervenciones fisioterapéuticas. Conclusión: el levantamiento de las informaciones sobre la evaluación fisioterapéutica, diagnósticos e intervenciones para integrar un registro electrónico en fisioterapia hará que el uso de la Clasificación Internacional de Funcionalidad, Incapacidad y Salud sea más seguro y rápido, posibilitando su aplicabilidad diaria en la clínica hospitalaria.

ABSTRACT Objective: to describe the experience of developing an electronic health record in physiotherapy based on the International Classification of Functioning Disability and Health through the mapping and cross-referencing of clinical evaluation information, diagnosis and physiotherapeutic interventions. Method: an experience report, organized in four stages: Theoretical development of the International Classification of Functionality; Theoretical development of evaluation in physiotherapy; Structuring of evaluation data, diagnoses and physiotherapeutic intervention; Computerization and systematized integration of data from clinical evaluation, diagnoses and interventions. Results: the structure of the data was divided by systems of the human body. Thus, for the respiratory system, 15 evaluation topics, 145 diagnoses and 74 interventions were constructed; for the neuromusculoskeletal system, 37 evaluation topics, 132 diagnoses and 65 interventions were constructed; for the cardiovascular system, five evaluation topics, 23 diagnoses and five interventions were constructed and seven assessment topics, 21 diagnoses and one intervention were constructed for the gastrointestinal and renal systems. Thus, 64 evaluation items were constructed, 318 diagnoses based on the Functionality Classification and 145 physiotherapeutic interventions. Conclusion: the mapping of information regarding physiotherapeutic evaluation, diagnoses and interventions to integrate an electronic physiotherapy records will make use of the International Classification of Functioning, Disability and Health safer and faster, allowing it to be applied in the hospital setting.
Descritores: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Cuidados Críticos
Fisioterapia
Informática
Registros Eletrônicos de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  4 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-900861
Autor: Restrepo-Escobar, Mauricio; Carmona-Franceschi, Manuel de Jesús; Donado Gómez, Jorge Hernando.
Título: Revisión sistemática de la literatura sobre el tratamiento con colchicina en pacientes adultos con osteoartritis de rodilla / Colchicine treatment in adult patients with knee osteoarthritis: Systematic review of the literature
Fonte: Rev. colomb. reumatol;24(2):102-111, ene.-jun. 2017. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen Contexto: En la práctica clínica de muchos reumatólogos y en algunos ensayos clínicos se ha usado colchicina en pacientes con osteoartritis primaria. A pesar de ello, su papel en el tratamiento de la misma no está claro y las guías no establecen recomendaciones al respecto. Objetivos: Evaluar la eficacia y la seguridad del tratamiento con colchicina en pacientes adultos con osteoartritis de rodilla, tanto primaria como asociada al depósito de cristales de pirofosfato cálcico. Métodos: Se llevó a cabo una búsqueda estructurada de la literatura utilizando las bases de datos Pubmed, Embase, Cochrane Controlled Trials Register y LILACS. Se incluyeron ensayos clínicos controlados, aleatorizados, en donde se haya usado colchicina como intervención en pacientes adultos con osteoartritis de rodilla, primaria o relacionada con pirofosfato de calcio. Resultados: Se incluyeron 5 ensayos clínicos controlados. Se observó una tendencia común en todos los estimados puntuales de los artículos a favorecer el uso de la colchicina para la mejoría del dolor y de la funcionalidad. Se observó una mayor tendencia de efectos adversos gastrointestinales con el uso de la colchicina, sin embargo, el efecto no fue estadísticamente significativo en los estudios individuales. Ninguno de los estudios evaluó calidad de vida. Conclusiones: La colchicina parece ser una alternativa eficaz y segura para el tratamiento de pacientes adultos con osteoartritis de rodilla, tanto primaria como asociada al depósito de cristales de pirofosfato de calcio. Su uso reduce el dolor y mejora la funcionalidad, aunque puede producir síntomas gastrointestinales en algunos pacientes.

Abstract Background: Colchicine is often used in patients with osteoarthritis in which calcium pyrophosphate crystal deposition disease is suspected. Colchicine has also been used by many rheumatologists in clinical practice, and in some trials, on patients with primary osteoarthritis (apparently unrelated to calcium pyrophosphate). However, its role in the treatment of primary osteoarthritis is not clear, and international guidelines have not established recommendations. Objective: To evaluate the efficacy and safety of colchicine for the treatment of adult patients with primary knee osteoarthritis as well as the form associated with calcium pyrophosphate. Methods: A structured literature search was conducted using the PubMed, Embase, Cochrane Controlled Trials Register, and LILACS databases. Randomised controlled trials were included in which colchicine was used as intervention in patients with primary or pyrophosphate calcium-associated knee osteoarthritis. Results: The study included 5 randomised controlled trials, all of which showed a common trend in all estimated points of the joint, favouring the use of colchicine for improvement in pain and functionality. Although the effect was not statistically significant in individual studies, there was a greater tendency of gastrointestinal adverse effects with the use of colchicine. None of the studies assessed quality of life. Conclusions: Colchicine appears to be an effective and safe alternative for treatment of adult patients with knee osteoarthritis, either primary or associated with the deposit of calcium pyrophosphate crystals. Its use reduces pain and improves functionality, but it can cause gastrointestinal symptoms in some patients.
Descritores: Colchicina
Osteoartrite do Joelho
-Dor
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Condrocalcinose
Gastroenteropatias
Tipo de Publ: Revisão
Metanálise
Responsável: CO356.9


  5 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-892020
Autor: Binda, Aline Cristiane; Fréz, Andersom Ricardo; Daniel, Christiane Riedi; Bertolini, Gladson Ricardo Flor; Ruaro, João Afonso; Baroni, Marina Pegoraro.
Título: Functioning of active postmenopausal women with osteoporosis / Funcionalidade de mulheres ativas com osteoporose pós-menopausa
Fonte: Fisioter. Mov. (Online);30(4):797-803, Oct.-Dec. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The multiple aspects of disability in patients with osteoporosis require comprehensive tool for their assessment. The International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) is designed to describe the experience of such patients with theirs functioning. Objective: This study aimed to describe the functioning in a sample of active postmenopausal women with osteoporosis according to the brief ICF core set for osteoporosis. Methods: This cross-sectional study was conducted among active community-dwelling older adults in a southern Brazilian city. Participants were enrolled by convenience sampling from a group conducting supervised aquatic and land-based exercises. Active postmenopausal women with osteoporosis were included. Thirty-two women (mean age 68.0 ± 5.1 years old) participated in the evaluation. The brief ICF core set for osteoporosis was used to establish functional profiles. The categories were considered valid when ≥20% of participants showed some disability (according to ICF qualifiers). Results: No category showed a high level of disability, as >50% of women rated by qualifiers .3 or .4. Only the category e580 was considered by all participants as a facilitator. Conclusion: The brief ICF core set for osteoporosis results demonstrated that this classification system is representative to describe the functional profile of the sample. Active postmenopausal women with osteoporosis presented few impairments related to body functions and structures, activities and participation and environmental factors.

Resumo Introdução: Os vários aspectos da incapacidade em pacientes com osteoporose requerem uma ferramenta completa para sua avaliação. A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) considera os múltiplos aspectos da funcionalidade das pessoas. Objetivo: Este estudo objetivou descrever a funcionalidade de uma amostra de mulheres ativas com osteoporose pós-menopausa de acordo com a versão abreviada do core set da CIF para osteoporose. Métodos: Foi realizado um estudo transversal com mulheres com diagnóstico clínico de osteoporose e que participavam regularmente de um grupo de atividade física em solo e hidroginástica. Trinta e duas mulheres (idade média 68,0±5,1 anos) participaram da avaliação. Foi utilizada a versão abreviada do core set da CIF para osteoporose para estabelecer o perfil funcional da amostra. As categorias do core set foram consideradas válidas se ao menos 20% da amostra apresentassem algum grau de incapacidade (de acordo com os qualificadores da CIF). Resultados: Nenhuma categoria mostrou um alto grau de deficiência (>50% da amostra com qualificadores .3 ou .4). Apenas a categoria e380 foi considerada por todas as participantes como um facilitador. Conclusão: O uso da versão abreviada do core set da CIF para osteoporose demonstrou que este sistema de classificação é representativo para descrever a funcionalidade de mulheres ativas com osteoporose pós-menopausa, as quais apresentavam algumas deficiências relacionadas às funções e estruturas do corpo, atividade e participação e fatores ambientais.
Descritores: Osteoporose Pós-Menopausa
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Saúde da Mulher
-Exercício Físico
Atividade Motora
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR495.1 - Biblioteca Central


  6 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122784
Autor: Coelho, Juliana Nogueira; Almeida, Camila de; C-3141-2012Riberto, Marcelo.
Título: Comparação do conteúdo entre: qualidade de vida e escalas de funcionalidade para a paraparesia espástica não-traumática de acordo com a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde / Content comparison: quality of life and functioning scales in non-traumatic spastic paraparesis according to the International Classification of Functioning, Disability, and Health
Fonte: Acta fisiátrica;26(3):149-156, set. 2019.
Idioma: en.
Resumo: Objetivo: Identificar instrumentos utilizados para a avaliação funcional de pessoas com lesão medular não-traumática (LMNT) e comparar seu conteúdo de acordo com os conceitos da CIF. Método: A revisão sistemática foi realizada nas bases de dados Medline, Scielo, Pubmed e Bireme com os descritores "paraparesia espástica", "avaliação funcional", "exame neurológico", "escalas neurológicas", "avaliação neurológica" e "medidas de avaliação neurológica". Para encontrar artigos relatando as escalas de avaliação funcional aplicadas em indivíduos com LMNT. O conteúdo de tais instrumentos foi comparado após vinculá-los à CIF. Resultados: A revisão sistemática identificou 12 instrumentos de avaliação funcional de LMNT, foram identificadas 153descrições das categorias da CIF, concentradas principalmente em: funções neuromusculoesqueléticas, digestivas, atividades motoras e autocuidado. Entre os fatores ambientais: a tecnologia assistida para mobilidade, para uso pessoal na vida cotidiana, mereceu maior atenção. Conclusão: Este estudo forneceu um guia para identificar instrumentos para avaliar a funcionalidade de indivíduos com LMNT.

Purpose: Identify instruments used for the functional evaluation of people with Non-traumatic Spinal Cord Injury (NTSP), and compare their contents according to ICF concepts. Method: Literature review was conducted in the Medline, Scielo, Pubmed, and Bireme databases with the descriptors "spastic paraparesis," "functional evaluation," "neurological examination," "neurological scales," "neurological evaluation," and "neurological evaluation measurements," to find articles reporting the functional evaluation scales having been applied on individuals with NTSP. The content of such instruments was compared after linking them to ICF. Results: The systematic review identified 12 instruments for functional evaluation instruments of NTSP, in we described 153 ICF categories, concentrated mainly in: neuromusculoskeletal functions, digestive, motor activities, and self-care. Among the environmental factors: assistive technology for mobility, to personal use in daily life deserved greater attention. Conclusion: This study provided a guide to identify instruments to evaluate the functionality of individuals with NTSP.
Descritores: Qualidade de Vida
Traumatismos da Medula Espinal
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Inquéritos e Questionários
Paraparesia Espástica
Responsável: BR1531.9 - Universidade de São Paulo


  7 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1053472
Autor: Polese, Janaine Cunha; Lana, Raquel Carvalho; Fonseca, Angélica Cristina Sousa; Costa, Pollyana Helena Vieira; Pernambuco, Andrei Pereira.
Título: Impacto de um treinamento para o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde / Impact of training on the use of the International Classification of Functioning, Disability and Health
Fonte: Acta fisiátrica;26(2):83-87, jun. 2019.
Idioma: en.
Resumo: O treinamento voltado para profissionais poderia ser uma abordagem simples e eficaz para aumentar o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) como uma ferramenta para a prática dos profissionais. Nesse caso, o treinamento pode ser crucial para seu uso correto como uma classificação, além de mostrar sua utilidade na prática clínica diária, principalmente em equipes multidisciplinares. Objetivo: O objetivo do presente estudo foi verificar o impacto de um curso de formação em CIF no conhecimento de fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais. Métodos: Estudo experimental que utilizou questionário estruturado para avaliar o conhecimento dos profissionais sobre a CIF antes e depois de participar de um curso de treinamento. Os dados dos dois momentos foram comparados com o percentual de acertos e o teste do qui-quadrado (α = 0,05). Resultados: foram investigados 434 profissionais, com tempo de graduação de 9,3 ± 7,2 anos. Observou-se que o curso foi eficaz, pois houve maior percentual de respostas corretas no pós-curso; além disso, a análise estatística mostrou uma diferença significativa entre os dois momentos do curso na maioria das perguntas (18,91
Training aimed at professionals could be a simple and effective approach for increasing the use of International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) as a tool for practice by professionals. In this case, training was crucial for its correct use as a classification as well as showing its usefulness in daily clinical practice, particularly in multidisciplinary teams. Objective: The aim of the present study was to verify the impact of a training course on ICF in the knowledge of physical therapists and occupational therapists. Methods: This was an experimental study that used a structured questionnaire to evaluate the knowledge of professionals about the ICF before and after participating in a training course. Data from both moments were compared using the percentage of correct answers and the chi-square test (α=0.05). Results: 434 professionals were investigated, with graduation time of 9.3±7.2 years. It was observed that the course was effective, since there was a higher percentage of correct answers in the post course; additionally, the statistical analysis showed a significant difference between the two course moments in most of the questions (18.91
Descritores: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Terapia Ocupacional
Fisioterapia
-Tutoria
Responsável: BR1531.9 - Universidade de São Paulo


  8 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1053484
Autor: Cruz, Camila Ferreira da; Silva, Soraia Micaela; Araújo, Erika de Freitas; Peniche, Paula da Cruz; Aguiar, Larissa Tavares; Faria, Christina Danielli Coelho de Morais.
Título: Relação entre fatores ambientais e qualidade de vida em indivíduos com acidente vascular cerebral usuários da atenção primária do Sistema Único de Saúde / Relationship between environmental factors and quality of life in post stroke users of primary health care of the Unified Health System
Fonte: Acta fisiátrica;26(2):108-114, jun. 2019.
Idioma: en; pt.
Resumo: O fator ambiental constitui o ambiente físico, social e atitudinal em que indivíduo vive e conduz sua vida, incluindo barreiras e/ou facilitadores. A qualidade de vida é um construto amplo que envolve vários fatores, dentre eles o ambiental. A relação entre qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) após Acidente Vascular Cerebral (AVC) e fatores ambientais ainda é pouco explorada. Conhecer essa relação pode facilitar o processo de avaliação e planejamento de intervenções para melhora da QVRS desses indivíduos. Objetivo: Investigar a associação entre fatores ambientais e QVRS de indivíduos com AVC, na fase crônica, usuários da atenção primária à saúde de Belo Horizonte (BH)/Brasil. Métodos: Fatores ambientais foram avaliados pelo Measure of the Quality of Environment (MQE) e a QVRS pela Escala de Qualidade de Vida Específica para Acidente Vascular Encefálico (EQVE-AVE). Correlação de Spearman foi utilizada para investigar a associação entre fatores ambientais e QVRS (escore total e dos domínios do EQVE-AVE) (α=5%). Resultados: Foram encontradas associações significantes, negativas e de fraca magnitude entre fatores ambientais considerados como obstáculos com o escore total do EQVE-AVE (p =0,001; rho = -0,33) e com os domínios de mobilidade (p =0,01 rho = -0,33) e trabalho/produtividade do EQVE-AVE (p =0,03; rho = -0,28). Conclusão: Fatores ambientais e QVRS possuem associação significante, ainda que seja de fraca magnitude. Portanto, fatores ambientais considerados como obstáculos, devem ser considerados na abordagem da QVRS de indivíduos na fase crônica após AVC, usuários da atenção primária à saúde do Brasil.

Quality of life is a broad and comprehensive construct that involves several factors, including the environmental factor. However, the relationship between health-related quality of life (HRQoL) of individuals after stroke and environmental factors is still poorly understood. Knowing this relationship can facilitate the process of evaluating and planning interventions to improve HRQoL of these individuals. Objective: To investigate the association between environmental factors and HRQoL of individuals after stroke who use the primary health care in Belo Horizonte/Brazil. Methods: Environmental factors were assessed by the Measure of the Quality of Environment (MQE) and the HRQoL by the Stroke Specific Quality of Life Scale (SS-QOL). Spearman's correlation was used to investigate the association between environmental factors and HRQoL (total score and SS-QOL domains) (α = 5%). Results: Significant, negative and low associations were found between environmental factors considered as obstacles with the total SS-QOL score (p = 0.001; rho = -0.33), with the mobility (p = 0.01 rho = -0.33) and work/productivity domains of the HRQoL(p = 0.03; rho = -0.28). Conclusion: Therefore, environmental factors and HRQoL have a significant association, even if it is of low magnitude. Thus, environmental factors considered as obstacles, should be considered, along with other factors related to health and functioning when addressing the HRQoL of individuals in the chronic phase after stroke who use the Brazilian primary health care system.
Descritores: Qualidade de Vida
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Acidente Vascular Cerebral
Responsável: BR1531.9 - Universidade de São Paulo


  9 / 152 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046642
Autor: Vianna, Patrícia Carla; Rabeh, Soraia Assad Nasbine; Coelho, Juliana Nogueira; Riberto, Marcelo; Castro, Fabiana Faleiros Santana; Teodoro, Maria Lorena.
Título: Core set da Classificação Internacional da Funcionalidade para lesão medular: construção e validação de instrumento / Core set of the International Classification of Functioning for spinal cord injury: instrument construction and validation
Fonte: Acta fisiátrica;26(1):19-24, mar. 2019.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Descrever o processo de desenvolvimento e validação do instrumento baseado no Core Set resumido da Classificação Internacional da Funcionalidade, Incapacidade e Saúde para indivíduos com lesão medular aguda. Método: No estudo metodológico foi desenvolvido um instrumento para avaliação da funcionalidade de indivíduos com lesão medular aguda traumática. A validação de face e conteúdo do instrumento foi realizada por um comitê de especialistas, compreendendo as etapas preconizadas na literatura. Como parte desse processo, foi realizado o pré-teste, com 10 indivíduos com lesão medular aguda traumática, com até 6 meses de lesão. Resultados: Na maioria dos itens do instrumento, os participantes fizeram sugestões que visavam à modificação de termos técnicos, para serem substituídos ou reformulados para melhor compreensão pelo público alvo. Para a análise de dados o mínimo de concordância estabelecido foi de 80%. Conclusão: A contribuição do estudo refere-se à possibilidade de utilizar uma ferramenta inovadora pela equipe multidisciplinar na prática clínica.

The research aimed to describe the instrument development and validation process based on the brief Core Set of the International Classification of Functioning, Disability and Health for individuals with Acute Spinal Cord Injury. In the methodological study, an instrument was developed to evaluate the functionality of individuals with acute traumatic spinal cord injury. The face and content validation of the instrument was performed by an expert committee, understanding the steps recommended in the literature. As part of this process, a pretest was performed with 10 individuals with acute traumatic spinal cord injury with up to 6 months of injury. In the results, in most items of the instrument, participants made suggestions to modify technical terms, to be replaced or reformulated for better understanding by the target audience. For data analysis the minimum agreement established was 80%. In conclusion, the contribution of the study refers to the possibility of using an innovative tool by the multidisciplinary team in clinical practice.
Descritores: Traumatismos da Medula Espinal/reabilitação
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
-Estudo de Validação
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Ensaio Clínico
Responsável: BR1531.9 - Universidade de São Paulo


  10 / 152 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046643
Autor: Gomes, Juliana Leme; Lopes, Uleida de Brito Lima; Freitas, Simone Ferreira de; Ferreira, Luana Talita Diniz; Oliveira, Clarissa Barros de.
Título: Aplicabilidade dos qualificadores da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) em pacientes neurológicos adultos em um centro de reabilitação em São Paulo, Brasil / Feasibility of the International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) qualifiers in adult neurological patients on a rehabilitation center in Sao Paulo, Brazil
Fonte: Acta fisiátrica;26(1):25-36, mar. 2019.
Idioma: en; pt.
Resumo: A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) vem sendo utilizada na Associação de Assistência à Criança com Deficiência (AACD) desde 2011 no setor de Fisioterapia Adulto. Esta Classificação, desde então, serve como base para nortear os objetivos funcionais traçados, para melhorar a comunicação entre os setores multiprofissionais e para indicar qualidade assistencial para fins de auditoria de serviço institucional. A experiência foi válida para a instituição e bem aceita pelos seus colaboradores, e seu uso pôde ser expandido. A Organização Mundial da Saúde (OMS) sugere que o uso dos códigos da CIF não está completo sem a utilização dos seus qualificadores. Dessa forma o presente trabalho tem como objetivo descrever a implantação da CIF e seus qualificadores no setor de fisioterapia de adultos da instituição. O instrumento adaptado para uso neste serviço permite avaliar o paciente na sua admissão e acompanhar sua evolução ao longo do seu processo de reabilitação, de forma a ser utilizado como indicador de evolução setorial. Será relatado nesse trabalho o processo que foi realizado: a implantação da classificação, o estudo de aprofundamento na qualificação preconizada; desenvolvimento de um instrumento adequado para a prática clínica do serviço; treinamento dos profissionais e projeto piloto; além de reportar dados iniciais na forma de indicadores de evolução.

The International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) has been used in the Association of Assistance for Disabled Children (AACD) since 2011 in the Adult Physiotherapy division. Since then, the Classification serves as foundation for guiding the functional objectives set, improving communication between multiprofissional divisions and indicating quality of care for institutional audit service purposes. The experience was valid for the institution and well accepted by its employees, and the use was expanded. The World Health Organization (WHO) suggests that the ICF codes' use is not complete without their qualifiers. Therefore, this paper aims to describe the implementation of ICF and its qualifiers in the adult physiotherapy division of the institution. The instrument, which was adapted for use in our servisse, allows the patients to be evaluated on their admission and to monitor the evolution throughout their rehabilitation process, in order to be used as an evolution indicator. This study will report the process we performed: the implementation of the Classification; the study to deepen knowledge on the recommended qualification; development of an appropriate instrument to be used for clinical practice of this service; staff training and pilot application; and, in addition, to report initial data as progress indicators.
Descritores: Centros de Reabilitação
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Pessoas com Deficiência
Manifestações Neurológicas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Ensaio Clínico
Responsável: BR1531.9 - Universidade de São Paulo



página 1 de 16 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde