Base de dados : LILACS
Pesquisa : L01.559.423.906.539.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-406961
Autor: Kose, Jenny Izumi.
Título: A organização do trabalho de taquígrafos parlamentares: um estudo sobre o desenvolvimento de LER/DORT (Lesões por esforços repetitivos/ Distúrbios osteomoleculares relacionados ao trabalho); o serviço de taquigrafia como uma linha de montagem / The work organization of parlamentary shorthard typist: a study about work related muskolkeletal disorders development.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. 155, A-44 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Objetivo: analisar a organização do trabalho no desenvolvimento das Lesões por Esforços Repetitivos/ Distúrbios Osteomoleculares Relacionados ao Trabalho - LER/DORT, em taquígrafos de ambos os sexos, de duas Casas Parlamentares na região metropolitana de São Paulo. Método: estudo qualitativo; os instrumentos de coleta utilizados foram: entrevista individual, observação do trabalho e questionário de saúde e trabalho, composto de questões de identificação, estilo de vida, dados ocupacionais e de morbidade e o Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. Resultados: Identificaram-se fatores biomecânicos como prováveis causas de LER/DORT, tais como: manutenção de postura estática e movimentos repetitivos de digitação / manuseio de gravador; e aspectos da organização do trabalho, como por exemplo: divisão de tarefas por ciclos de tempo, pessoal reduzido, horários e pausas irregulares. Os taquígrafos relataram: exigências física, cognitiva, sensorial e psicológica do treinamento/ trabalho, pressão temporal, receio de errar, sobrecarga de trabalho nos períodos de pico e desgaste motivado pela disponibilidade integral de horários. Os trabalhadores identificaram como causas de LER/DORT: as dimensões temporal, ambiental e da ação do trabalho, bem como aspectos individuais e condições fora do trabalho. Conclusões: (a) A taquigrafia parlamentar caracteriza-se pela fragmentação das tarefas, ritmo imposto e prazos rígidos, semelhante a uma linha de montagem; (b) aspectos da organização do trabalho podem influenciar a sobrecarga biomecânica e o aumento no tempo de exposição ao risco para LER/DORT entre taquígrafos; (c) para serem eficazes, medidas preventivas devem considerar os aspectos biomecânicos, bem como as características da organização do trabalho e a participação dos trabalhadores.
Descritores: Transtornos Traumáticos Cumulativos
Taquigrafia
Saúde do Trabalhador
Condições de Trabalho
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; 613.62, 190. 45794/2005; BR67.1; Mtr, 1316. CM. 45795/2005



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde