Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.060.116.630 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 93623 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9363 ir para página                         

  1 / 93623 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-783148
Autor: Delmondes, Leda Maria; Cardoso, Alexandre Lima; Menezes, Lânia Barreto de Oliveira; Azevedo, Arthur Rangel; Aplonio, Hamilcar Torres; Barreto Junior, José Vieira.
Título: Abdome agudo obstrutivo causado por endometriose intestinal: relato de caso / Acute abdomen obstructive by bowel endometriosis: case report
Fonte: GED gastroenterol. endosc. dig;34(4):177-182, out.-dez. 2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Endometriose é definida como a implantação de tecido endometrial funcionante fora da cavidade uterina. Quando afeta os intestinos, ela pode se manifestar por estenose, levando ao abdômen agudo. Trata-se de um estudo de caso de uma paciente com dor abdominal, constipação intestinal e queixas ginecológicas. A paciente evoluiu com obstrução intestinal aguda e foi submetida à laparoscopia. Identificou-se estenose no sigmoide sugestivo de malignidade. Foi submetida a tratamento cirúrgico com anastomose colorretal mecânica, colostomia temporária e o coto retal foi sepultado. O estudo histopatológico revelou endometriose em submucosa intestinal e muscular própria. Sem intercorrências até o quinto dia após a cirurgia quando a paciente apresentou dor abdominal, taquicardia, falta de ar, sinais de irritação peritoneal e pneumoperitônio. Formas ectópicas da endometriose são difíceis de diagnosticar. Abdômen agudo obstrutivo secundário à endometriose é complicação incomum e de difícil manejo. Portanto, considera-se importante a investigação clínica e laparoscópica de pacientes com patologias intestinais crônicas e quadro ginecológico sem causa etiológica aparente, a fim de diagnosticar formas ectópicas de endometriose.

Endometriosis is by the implantation of functioning endometrial tissue outside the uterine cavity. When it affects the intestines, it can manifest by stenosis, leading to acute abdomen. This is a case study of a patient with abdominal pain, chronic intestinal constipation and gynecological complaints. The patient developed acute intestinal obstruction and underwent laparoscopy. We identified stenosis in the sigmoid suggestive of malignancy. Underwent surgical treatment with mechanical colorectal anastomosis, temporary colostomy and the rectal stump was buried. Histopathological study revealed endometriosis in intestinal submucosa and muscularis propria. It was uneventful until the fifth day after surgery, when the patient presented abdominal pain, tachycardia, shortness of breath, signs of peritoneal irritation and pneumoperitoneum. Ectopic forms of endometriosis are difficult to diagnose. Acute abdomen secondary to obstructive endometriosis is rare, so clinical and laparoscopic investigation are of great importance in patients with chronic intestinal and gynecological complaints without apparent etiology, in order to diagnose ectopic forms of endometriosis.
Descritores: Endometriose
Abdome Agudo
-Constipação Intestinal
Limites: Humanos
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR9.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde Profa. Susana Schimidt


  2 / 93623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-735557
Autor: Schoeller, Soraia Dornelles; Pires, Fernanda Rosa de Oliveira; Deitos, Bruna Garcia; Santos, Silvia Maria Azevedo dos; Vargas, Mara Ambrosina de Oliveira; Silva, Kelly Maciel.
Título: Aspectos da (in)dependência funcional de pessoas adscritas a um centro de saúde / Aspects of functional (in) dependence of people ascribed to a health centre / Aspectos de la (in)dependencia funcional de personas registradas en un centro de salud
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;12(1):47-55, jan.-mar. 2013. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Estudo transversal, exploratório descritivo, realizado no período de março a julho de 2012, cujo objetivo foi investigar aspectos da independência funcional das pessoas adstritas a um centro de saúde de um distrito sanitário em Florianópolis. A amostra foi de 33 pessoas indicadas pela equipe da Estratégia de Saúde da Família como dependentes. Os dados foram coletados no domicílio por meio de formulário com perguntas sócio-demográficas e aplicação da escala denominada Medida de Independência Funcional, para verificação da medida de independência funcional. Para análise dos dados utilizou-se a estatística descritiva univariada. Os resultados demonstram que a população é feminina (55%), na faixa etária entre 60 e 79 anos. A totalidade das pessoas referiu dependência especialmente para locomoção, o que em alguns casos pode-se caracterizar como deficiência em função da presença de paresia. Conclui-se que a deficiência e a dependência estão correlacionadas, sendo importante a aplicação da Medida de Independência Funcional nos serviços de Atenção Primária a Saúde para o planejamento do cuidado às pessoas dependentes. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa - plataforma Brasil sob número 41129.

Cross-sectional, exploratory and descriptive study that was performed from March to July, 2012. Its aim was to investigate aspects of the functional independence from people ascribed to a health center, at a health district in Florianopolis. The sample consisted of 33 people nominated by the Family Health Strategy staff as dependents. Data was collected at home by using a questionnaire with socio-demographic questions and the application of the Functional Independence Mesure scale to verify the functional independence measure. For data analysis, it was used the univariate descriptive statistics. The results show the population is female (55%), aged between 60 and 79 years. The total number of persons reported dependence especially for locomotion, which in some cases it can be characterized as a disability due to the presence of paresis. It is concluded that disability and dependency are correlated, and it is important to implement the Functional Independence Measure in the services with Primary Health Care, to the planning of care for dependent persons. The project was approved by the Research Ethics Committee - platform Brazil under the number 41129.

Estudio transversal, exploratorio y descriptivo, realizado entre Marzo y Julio del 2012, cuyo objetivo fue investigar aspectos de la independencia funcional de las personas registradas en un centro de salud de un distrito sanitario en Florianópolis. La muestra fue de 33 personas indicadas por el equipe de la Estrategia Salud de la Familia como dependientes. Los datos fueron obtenidos en el domicílio, por medio de un formulario con preguntas socio-demográficas y la aplicación de la escala Medida de Independencia Funcional para la verificación de la medida de independencia funcional. Para el análisis de los datos se utilizó la estadística descriptiva univariada. Los resultados demuestran que la población es femenina (55%) y está en la franja etaria entre 60 y 79 años. La totalidad de las personas se refirió a la dependencia especialmente para la locomoción, lo que en algunos casos se puede caracterizar como deficiencia en función de la presencia de paresia. Se concluye que la deficiencia y la dependencia están correlacionadas, siendo importante la aplicación de la Medida de Independencia Funcional en los servicios de Atención Primaria para la Salud y para el planeamiento del cuidado de personas dependientes. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética en Investigación - plataforma Brasil bajo el número 41129.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Estudos Transversais
Pessoas com Deficiência
ESOPHAGEAL CYSTABDOMINAL NEOPLASMS
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  3 / 93623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-735561
Autor: Tomberg, Jéssica Oliveira; Cantarelli, Karen Jeanne; Guanilo, Maria Elena Echevarria; Pai, Daiane Dal.
Título: Acolhimento com avaliação e classificação de risco no pronto socorro: caracterização dos atendimentos / Host with evaluation and risk rating in the emergency: characterization of attendances / Acogida con la evaluación y clasificación de riesgo en la emergencia: caracterización de asistencias
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;12(1):78-85, jan.-mar. 2013. graf, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Estudo que objetivou caracterizar os atendimentos realizados no Pronto Socorro de Pelotas-RS segundo o protocolo de acolhimento com avaliação e classificação de risco, o qual se utiliza de cores para identificar a gravidade dos casos e a ordem dos atendimentos. Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa, do tipo transversal e descritivo. Foram avaliadas 5.629 fichas de atendimento e seus respectivos protocolos de classificação. Predominaram atendimentos a adultos jovens (de 36 e 65 anos), de ambos os sexos e na sua maioria (84,4%) residentes do próprio município. O período de maior demanda por atendimentos esteve entre 10 e 15 horas. Quanto à classificação por cores, 1% dos atendimentos receberam a cor vermelha (emergência), 15% amarela (urgência), 40% verde (necessita atenção, mas sem risco de vida), 5% azul (casos não graves) e 39% dos atendimentos não foram classificados quanto ao risco. Ajustes nos dados que compunham o protocolo se mostraram necessários a fim de contemplar demandas recorrentes do serviço e potencializar o uso do mesmo para direcionar o fluxo dos atendimentos.

Study aimed to characterize the attendances at the Emergency Room of Pelotas-Rio Grande do Sul, according to the protocol host with evaluation and risk classification, which makes use of colors to identify the severity of the case and the order of visits. This is a study with quantitative approach, cross-sectional and descriptive. There were evaluated 5,629 medical records and their classification protocols. There were predominant attendances to young adults (36 to 65 years old) of both sexes, and the majority (84.4%) residents of the municipality itself. The period of greatest demand for attendance was between 10 and 15 o'clock. Regarding the classification by colors, 1% of consultations received red (emergency), 15% yellow (urgent), 40% green (needs attention, but without risk of life), 5% blue (mild cases) and 39% the attendances were not classified according to risk. Adjustments to the data that comprised the protocol may be needed to accommodate recurring demands of service and maximize the use of it to direct the flow of care.

Estudio tuvo como objetivo caracterizar las atenciones en la sala de emergencias de Pelotas-Rio Grande do Sul, de acuerdo con el protocolo de acogida con la evaluación y clasificación de riesgo, que hace uso de colores para identificar la gravedad del caso y el orden de las visitas. Se trata de un estudio de abordaje cuantitativo, transversal y descriptivo. Se evaluaron 5.629 historias clínicas y los protocolos de clasificación. Predominaron la atención a los adultos jóvenes (36 a 65 años), de ambos sexos y la mayoría (84,4%) residentes del propio municipio. El período de mayor demanda de asistencia fue entre 10 y 15 horas. En cuanto a la clasificación de los colores, el 1% de las consultas recibidas rojo (emergencia), 15% de amarillo (urgente), el 40% de verde (necesidades de atención, pero sin riesgo para la vida), 5% de azul (casos leves) y el 39% no fueron clasificados en función del riesgo. Ajustes a los datos que componen el protocolo puede ser necesaria para dar cabida a las demandas recurrentes de servicio y maximizar el uso de ella para dirigir el flujo de la atención.
Descritores: Classificação
Enfermagem em Emergência
Acolhimento
-Estudos Transversais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  4 / 93623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-761163
Autor: HEIDRICH, Daiane; DABOIT, Tatiane Caroline; STOPIGLIA, Cheila Denise Ottonelli; MAGAGNIN, Cibele Massotti; VETORATTO, Gerson; AMARO, Taís Guarienti; SCROFERNEKER, Maria Lúcia.
Título: Sixteen years o pityriasis versicolor in metropolitan area of Porto Alegre, Southern Brazil / Dezesseis anos de pitiríase versicolor na Região Metropolitana de Porto Alegre, Sul do Brasil
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;57(4):277-280, July-Aug. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARYPityriasis versicolor is the most common of the diseases caused by Malasseziayeasts. The aim of this study is to determine the prevalence of pityriasis versicolor and its etiological aspects in the metropolitan area of Porto Alegre, Brazil. A retrospective crosssectional study with data from patients of a reference hospital from 1996 to 2011 was performed. Collected data included: date, age, gender, ethnicity, anatomical region of lesion and the direct mycological examination results. Among the positive results in the direct mycological examination, 5.8% (2,239) were positive for pityriasis versicolor. The angular coefficient (B) was -0.3%/year, showing a decrease over the years. The disease was more prevalent in men (7.1% of men versus 5.1% of women that underwent the direct mycological examination); younger age (median 31 years old); "pardo" and black people (3.7% more than expected in the sample); trunk (73.44% of the affected anatomic sites). Lesions in rare sites (groin, genitals, legs, feet and hands) were also observed in this study. In conclusion, due to the decrease in the prevalence of pityriasis versicolor, long-term epidemiological studies in the metropolitan area of Porto Alegre, Brazil, are needed to continue the monitoring of this disease.

RESUMOPitiríase versicolor é a mais comum das doenças causadas pelas leveduras do gênero Malassezia. O objetivo do trabalho foi determinar a prevalência de pitiríase versicolor e seus aspectos etiológicos na região metropolitana de Porto Alegre, Brasil. Foi realizado um estudo retrospectivo transversal com dados de pacientes de hospital de referência entre 1996 a 2011. Os dados coletados foram: data, idade, gênero, etnia, local anatômico da lesão e resultados do exame micológico direto. Dentre os resultados positivos do exame micológico direto, 5,8% (2.239) foram positivos para pitiríase versicolor. O coeficiente angular (B) foi -0,3%/ ano, mostrando uma diminuição ao longo dos anos. A doença foi mais prevalente em homens (7,1% dos homens versus 5,1% das mulheres que se submeteram ao exame micológico direto); jovens (mediana de 31 anos); pardos e pretos (3,7% acima do esperado para a amostra); tronco (73,4% dos locais anatômicos afetados). Lesões em locais raros (virilha, genitálias, pernas, pés e mãos) também foram observadas no estudo. Em conclusão, devido à diminuição da prevalência de pitiríase versicolor, estudos epidemiológicos de longo prazo são necessários para continuar o monitoramento da doença na região metropolitana de Porto Alegre, Brasil.
Descritores: Tinha Versicolor/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Estudos Transversais
Prevalência
Estudos Retrospectivos
Distribuição por Sexo
População Urbana
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 93623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-761165
Autor: SANGENIS, Luiz Henrique Conde; DE SOUSA, Andréa Silvestre; SPERANDIO DA SILVA, Gilberto Marcelo; XAVIER, Sérgio Salles; MACHADO, Carolina Romero Cardoso; BRASIL, Patrícia; DE CASTRO, Liane; DA SILVA, Sidnei; GEORG, Ingebourg; SARAIVA, Roberto Magalhães; BRASIL, Pedro Emmanuel Alvarenga Americano do; HASSLOCHER-MORENO, Alejandro Marcel.
Título: First report of acute Chagas disease by vector transmission in Rio de Janeiro State, Brazil / Primeiro relato de doença de Chagas aguda por transmissão vetorial no Estado do Rio de Janeiro, Brasil
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;57(4):361-364, July-Aug. 2015. ilus.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARYChagas disease (CD) is an endemic anthropozoonosis from Latin America of which the main means of transmission is the contact of skin lesions or mucosa with the feces of triatomine bugs infected by Trypanosoma cruzi. In this article, we describe the first acute CD case acquired by vector transmission in the Rio de Janeiro State and confirmed by parasitological, serological and PCR tests. The patient presented acute cardiomyopathy and pericardial effusion without cardiac tamponade. Together with fever and malaise, a 3 cm wide erythematous, non-pruritic, papule compatible with a "chagoma" was found on his left wrist. This case report draws attention to the possible transmission of CD by non-domiciled native vectors in non-endemic areas. Therefore, acute CD should be included in the diagnostic workout of febrile diseases and acute myopericarditis in Rio de Janeiro.

RESUMOA doença de Chagas é antropozoonose endêmica na América Latina que tem como principal mecanismo de transmissão humana o contato da pele lesada ou da mucosa com as fezes de triatomíneos infectados por Trypanosoma cruzi. Neste artigo descrevemos o primeiro caso de doença de Chagas aguda adquirida no Estado do Rio de Janeiro por transmissão vetorial com confirmação parasitológica, sorológica e pela PCR. O paciente apresentou miocardite aguda e derrame pericárdico de evolução benigna. Juntamente com as manifestações sistêmicas da fase aguda, foi notada pápula eritematosa de três cm de diâmetro compatível com chagoma em punho esquerdo. Este relato de caso chama a atenção para a possibilidade de transmissão da doença de Chagas por vetores nativos não domiciliados e em áreas consideradas indenes. Portanto, a doença de Chagas aguda deve ser incluída entre os diagnósticos diferenciais de doenças febris e miopericardites agudas no Rio de Janeiro.
Descritores: Doença de Chagas/transmissão
Insetos Vetores/parasitologia
Triatoma/parasitologia
Trypanosoma cruzi
-Doença Aguda
Brasil
Doença de Chagas/diagnóstico
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 93623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-761157
Autor: SOUNDRAVALLY, Rajendiran; SHERIN, Jacob; AGIESHKUMAR, Balakrishna Pillai; DAISY, Mariya Samadanam; CLEETUS, Cherupanakkal; NARAYANAN, Parameswaran; KADHIRAVAN, Tamilarasu; SUJATHA, Sistla; HARICHANDRAKUMAR, Kottyen Thazhath.
Título: Serum levels of copper and iron in dengue fever / Níveis séricos de cobre e ferro na dengue
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;57(4):315-320, July-Aug. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARYThe role of trace elements in dengue virulence is not yet known. The present study assessed the serum levels of two micronutrients, copper and iron, in cases of dengue fever. The study involved 96 patients of whom 48 had either severe or non-severe forms of dengue (with and without warning signs), and the remaining 48 were patients with other febrile illnesses (OFI), used as controls. Serum levels of copper and iron were evaluated at admission and by the time of defervescence using commercially available kits. At admission, no difference in the level of serum copper was observed between cases and controls. In the group of dengue cases, the copper level was found to be significantly decreased in severe and non-severe cases with warning signs, compared to non-severe cases without warning signs. In contrast, by the time of defervescence the copper level was found to be increased in all dengue cases compared to OFI controls, but no difference was observed among dengue cases. Unlike OFI controls, dengue cases showed an increasing pattern of copper levels from admission until defervescence. On the other hand, no such significant differences were observed in the serum level of iron in the clinical groups, except for a decreased iron level found in severe cases, compared to non-severe dengue without warning signs. The results show that copper is associated with dengue severity and this finding emphasizes the need to investigate the involvement of trace elements in disease severity so as to improve the prognosis of dengue.

RESUMOO papel dos elementos-traço na virulência da dengue não é ainda conhecido. O presente estudo avaliou os níveis séricos de dois micronutrientes, cobre e ferro, em casos de dengue. O estudo envolveu 96 pacientes dos quais 48 apresentavam dengue grave ou não grave (com ou sem sinais de alerta), e outros 48 pacientes com outras doenças febris (OFI) representaram os controles. Níveis séricos de cobre e ferro foram avaliados na admissão e no momento da defervescência usando kits comerciais disponíveis. À admissão, nenhuma diferença nos níveis séricos de cobre foi observada entre casos e controles. No grupo com dengue, os níveis de cobre se encontravam significativamente reduzidos nos casos graves e não graves com sinais de alerta, em comparação aos casos não graves sem sinais de alerta. Contrariamente, no momento da defervescência os níveis de cobre se encontravam aumentados em todos os casos de dengue em relação aos controles com outras doenças febris (OFI), no entanto, nenhuma diferença foi observada entre os casos de dengue. Diferentemente dos pacientes com outras doenças febris, os casos de dengue mostraram um padrão de elevação dos níveis de cobre do dia da admissão até a defervescência. Por outro lado, estas diferenças não foram observadas em relação aos níveis de ferro entre os dois grupos, com exceção de níveis de ferro reduzidos encontrados nos casos graves, em comparação aos não graves com sinais de alerta. Os resultados mostram que o cobre está associado à gravidade da dengue e esta observação enfatiza a necessidade de investigação do envolvimento de elementostraço na gravidade da doença para melhorar o prognóstico da dengue.
Descritores: Cobre/sangue
Dengue/sangue
Ferro/sangue
-Biomarcadores/sangue
Índice de Gravidade de Doença
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 93623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-761168
Autor: LUCHS, Adriana; CILLI, Audrey; MORILLO, Simone Guadagnucci; CARMONA, Rita de Cássia Compagnoli; TIMENETSKY, Maria do Carmo Sampaio Tavares.
Título: Rotavirus genotppes circulating in Brazil, 2007-2012: implications for the vaccine roogram / Genótipos de rotavírus circulando no Brasil, 2007-2012: implicações para o Programa de Vacinação
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;57(4):305-313, July-Aug. 2015. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARYRegarding public health in Brazil, a new scenario emerged with the establishment of universal rotavirus (RV) vaccination programs. Herein, the data from the five years of surveillance (2007-2012) of G- and P-type RV strains isolated from individuals with acute gastroenteritis in Brazil are reported. A total of 6,196 fecal specimens were investigated by ELISA and RT-PCR. RVs were detected in 19.1% (1,181/6,196). The peak of RV incidence moved from June-August to September. RV was detected less frequently (19.5%) among children ≤ 5 years than in older children and adolescents (6-18 years) (40.6%). Genotype distribution showed a different profile for each year: G2P[4] strains were most prevalent during 2007-2010, G9P[8] in 2011, and G12P[8] in 2012. Mixed infections (G1+G2P[4], G2+G3P[4]+P[8], G2+G12P[8]), unusual combinations (G1P[4], G2P[6]), and rare strains (G3P[3]) were also identified throughout the study period. Widespread vaccination may alter the RV seasonal pattern. The finding of RV disease affecting older children and adolescents after vaccine implementation has been reported worldwide. G2P[4] emergence most likely follows a global trend seemingly unrelated to vaccination, and G12, apparently, is emerging in the Brazilian population. The rapidly changing RV genotype patterns detected during this study illustrate a dynamic population of co-circulating wildtype RVs in Brazil.

RESUMOEm relação à saúde pública no Brasil, um novo cenário emergiu com o estabelecimento dos programas universais de vacinação contra o rotavírus (RV). Os resultados de cinco anos (2007-2012) de vigilância dos genótipos G e P de cepas de RV detectadas em indivíduos com gastroenterite aguda no Brasil são descritos no presente estudo. Um total de 6196 amostras fecais foi investigado utilizando ELISA e RT-PCR. RVs foram detectados em 19,1% (1181/6196). O pico de incidência de RV se deslocou de junho-agosto para setembro. RV foi detectado com menor frequência entre crianças ≤ 5 anos (19,5%) quando comparado às crianças mais velhas e adolescentes (6-18 anos) (40,6%). A distribuição genotípica mostrou um perfil diferente a cada ano: a cepa G2P[4] foi prevalente durante 2007-2010, G9P[8] em 2011 e G12P[8] em 2012. Infecções mistas (G1+G2P[4], G2+G3P[4]+P[8], G2+G12P[8]), combinações não usuais (G1P[4], G2P[6]) e cepas atípicas (G3P[3]) também foram identificadas em todo o período do estudo. A vacinação em massa pode alterar o padrão sazonal do RV. A tendência do RV em infectar crianças mais velhas e adolescentes após a implementação da vacina tem sido relatada em todo o mundo. A emergência de G2P[4] segue provavelmente a tendência mundial e, aparentemente, não está relacionada à vacinação. G12 também parece estar emergindo na população brasileira. As rápidas mudanças nos padrões de genótipos dos RVs observados durante o período desse estudo ilustram a existência de uma população dinâmica de cepas selvagens co-circulando no Brasil.
Descritores: Fezes/virologia
Gastroenterite/virologia
RNA Viral/genética
Infecções por Rotavirus/virologia
Vacinas contra Rotavirus
Rotavirus/genética
-Brasil/epidemiologia
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Gastroenterite/epidemiologia
Genótipo
Incidência
Reação em Cadeia da Polimerase
Vigilância da População
Prevalência
Estudos Retrospectivos
Infecções por Rotavirus/epidemiologia
Infecções por Rotavirus/prevenção & controle
Estações do Ano
Limites: Humanos
Masculino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 93623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-736362
Autor: Silveira, Lindon Johoson Diniz; Rocha, Thiago José Matos; Ribeiro, Sandra Aparecida; Pedrosa, Célia Maria Silva.
Título: Historical seriss of patients with visceral leihmaniasis treated with megluminne antimoniate in a hospital for tropical diseases, Maceió-AL, Brazil / Série histórica dos pacientes com leishmaniose visceral tratados com antimoniato de meglumina em hospital de Doenças Tropicais, Maceió-AL, Brasil
Fonte: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo;57(1):33-38, Jan-Feb/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Visceral leishmaniasis is an endemic protozoan found in Brazil. It is characterized by fever, pallor, hepatosplenomegaly, lymphadenopathy, and progressive weakness in the patient. It may lead to death if untreated. The drug of choice for treatment is meglumine antimoniate (Glucantime®). The aim of this study was to evaluate patients with visceral leishmaniasis according to criteria used for diagnosis, possible reactions to Glucantime® and blood pressure measured before and after treatment. Methods: 89 patients admitted to the Teaching Hospital Dr. Hélvio Auto (HEHA) in Maceió-AL, in the period from May 2006 to December 2009 were evaluated. Data were collected on age, sex, origin, method of diagnosis, adverse effects of drugs, duration of hospitalization, duration of treatment and dosage up to the onset of adverse effects. Results: There was a predominance of child male patients, aged between one and five years old, from the interior of the State of Alagoas. Parasitological diagnosis was made by bone marrow aspirate; three (3.37%) patients died, 12 (13.48%) had adverse reactions and treatment was changed to amphotericin B, and 74 (83.14%) were cured. Changes that led to replacing Glucantime® were persistent fever, jaundice, rash, bleeding and cyanosis. Conclusion: During the study, 89 patients hospitalized for VL were analyzed: 74 were healed, 12 were replaced by amphotericin B treatment and three died. Most of them were under five years old, male and came from the interior. The dosage and duration of treatment with Glucantime® were consistent with that advocated by the Ministry of Health. Persistence of fever, jaundice, rash, cyanosis and bleeding were the reactions that led the physician to modify treatment. No change was observed in blood pressure before and after treatment. This study demonstrated the work of a hospital, a reference in the treatment of leishmaniasis, which has many patients demanding its services in this area. It demonstrates that this disease is still important today, and needs to be addressed properly to prevent injury and death due to the disease.

A Leishmaniose visceral é doença infecciosa causada por protozoários das espécies chagasi e donovani sendo transmitida pela picada de insetos fêmea dos gêneros Lutzomyia e Phlebotomos. Constitui doença febril, determinando amplo aspecto de manifestações clínicas e prognóstico variável, que pode levar à morte se não for tratada. É doença endêmica encontrada no Brasil e nos últimos anos verificou-se intenso processo de urbanização da endemia e aumento da letalidade por leishmaniose visceral. O estudo teve como objetivo avaliar pacientes com leishmaniose visceral de acordo com os critérios utilizados para o diagnóstico, possíveis reações ao Glucantime® e pressão arterial, medidos antes e após o tratamento. Métodos: Foram avaliados 89 pacientes internados no Hospital Universitário Dr. Hélvio Auto (HEHA), em Maceió-AL, no período de maio de 2006 a dezembro de 2009. Foram coletados dados sobre idade, sexo, origem, método de diagnóstico, efeitos adversos da droga, duração da hospitalização, duração do tratamento e dose até o aparecimento de efeitos adversos. Resultados: Houve predomínio de crianças do sexo masculino, com idade entre um e cinco anos, a partir do interior do Estado de Alagoas. O diagnóstico parasitológico foi feito pelo aspirado de medula óssea, três (3,37%) pacientes morreram, 12 (13,48 %) apresentaram reações adversas e o tratamento foi alterado para anfotericina B, e 74 (83,14 %) foram curados. As alterações que levaram à substituição de Glucantime® foi febre persistente. A dosagem e duração do tratamento com Glucantime® foi seguido como preconizado pelo Ministério da Saúde. A persistência de febre, icterícia, prurido, cianose e sangramento foram as reações que levaram o médico a modificar o tratamento. Nenhuma mudança foi observada na pressão arterial antes e após o tratamento. O estudo realizado demonstrou o perfil de um Hospital, que recebe grande demanda de casos de leishmaniose visceral. Isso demonstra que essa doença continua sendo importante na atualidade, precisando ser abordada de maneira adequada, evitando assim agravos e mortes pela doença.
Descritores: Anfotericina B/uso terapêutico
Antiprotozoários/uso terapêutico
Leishmaniose Visceral/tratamento farmacológico
Meglumina/uso terapêutico
Compostos Organometálicos/uso terapêutico
-Anfotericina B/efeitos adversos
Antiprotozoários/efeitos adversos
Brasil
Estudos Transversais
Meglumina/efeitos adversos
Compostos Organometálicos/efeitos adversos
Resultado do Tratamento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 93623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-79948
Autor: Marotti, Mirtes; Alcântara, Soraya B de.
Título: Influência da raça, sexo, idade e faixa salarial na experiência de cárie em indivíduos que procuraram o serviço de atendimento odontológico da FO/UFRGS / Influence of race, sex, age and wages in occurrence of carie in people that looked for the odontologic service of FO/UFRGS (Odontology School, Federal University of Rio Grande do Sul)
Fonte: Rev. Fac. Odontol. Porto Alegre;29(28/29):41-47, jun.-jul. 1989. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho analisou as relaçöes entre raça, sexo, idade e faixa salarial com experiência de cárie em indivíduos que procuraram o Serviço de Atendimento Odontológico da Fo/UFRGS de agosto de 1985 a maio de 1986. Foram analisados os prontuários de 446 indivíduos de 4 a 81 anos de idade, escolhidos ao acaso, sendo 365 brancos, 45 negros e 36 mestiços, 276 indivíduos do sexo feminino e 170 do sexo masculino, divididos pelos critérios de faixas salariais adotados pelo Serviço de Triagem da FO. Os resultados encontrados säo de que é maior a experiência de cárie em indivíduos mestiços, seguidos de brancos e negros. Prevalece também no grupo feminino sobre o masculino. Quanto a idade foi constatado um significativo aumento de incidência de cárie na adolescência. Os resultados referentes a situaçäo sócio-econômica e experiência de cárie näo foram elucidativos, uma vez que o diferencial de salários entre os indivíduos näo era suficiente para caracterizar distintos extratos sócio-econômicos
Descritores: Cárie Dentária/epidemiologia
Saúde Bucal
-Fatores Socioeconômicos
Brasil
Fatores Sexuais
Grupos de Populações Continentais
Fatores Etários
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 93623 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lemos, Marcílio Figueiredo
Moreira, Regina Celia
Texto completo
Id: lil-772614
Autor: Santos, Ana Paula de Torres; Levi, José Eduardo; Lemos, Marcilio Figueiredo; Calux, Samira Julien; Oba, Isabel Takano; Moreira, Regina Célia.
Título: An in-house real-time polymerase chain reaction: standardisation and comparison with the Cobas Amplicor HBV monitor and Cobas AmpliPrep/Cobas TaqMan HBV tests for the quantification of hepatitis B virus DNA
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;111(2):134-140, Feb. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: This study aimed to standardise an in-house real-time polymerase chain reaction (rtPCR) to allow quantification of hepatitis B virus (HBV) DNA in serum or plasma samples, and to compare this method with two commercial assays, the Cobas Amplicor HBV monitor and the Cobas AmpliPrep/Cobas TaqMan HBV test. Samples from 397 patients from the state of São Paulo were analysed by all three methods. Fifty-two samples were from patients who were human immunodeficiency virus and hepatitis C virus positive, but HBV negative. Genotypes were characterised, and the viral load was measure in each sample. The in-house rtPCR showed an excellent success rate compared with commercial tests; inter-assay and intra-assay coefficients correlated with commercial tests (r = 0.96 and r = 0.913, p < 0.001) and the in-house test showed no genotype-dependent differences in detection and quantification rates. The in-house assay tested in this study could be used for screening and quantifying HBV DNA in order to monitor patients during therapy.
Descritores: DNA Viral/isolamento & purificação
Técnicas de Genotipagem/normas
Vírus da Hepatite B/isolamento & purificação
Hepatite B Crônica/diagnóstico
Técnicas de Diagnóstico Molecular
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/normas
-Primers do DNA/normas
Estudos de Avaliação como Assunto
Genótipo
Soropositividade para HIV/sangue
Soropositividade para HIV/diagnóstico
Vírus da Hepatite B/genética
Hepatite B Crônica/sangue
Hepatite C/sangue
Hepatite C/diagnóstico
Invenções/normas
Técnicas de Diagnóstico Molecular/instrumentação
Técnicas de Diagnóstico Molecular/métodos
Sensibilidade e Especificidade
Carga Viral
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 9363 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde