Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.060.703.520 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 25716 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2572 ir para página                         

  1 / 25716 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1042390
Autor: Campos, Gabriel Mota; Brum, Isabela Vilela; Brum, Igor Vilela.
Título: Perfil epidemiológico dos atendimentos em um serviço público de urgência oftalmológica / Epidemiological profile of visits in a public ophthalmic emergency service
Fonte: Rev. bras. oftalmol;78(5):297-299, Sept.-Oct. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivo: Identificar os principais diagnósticos e características epidemiológicas dos pacientes atendidos em um serviço público de urgência oftalmológica. Métodos: Estudo transversal e retrospectivo, com análise de prontuários de 2834 pacientes atendimentos no período de julho a setembro de 2017, no serviço de Urgência Oftalmológica do Complexo Hospitalar Ouro Verde, Campinas, Brasil. As variáveis estudadas foram idade, gênero e diagnóstico. Resultados: Houve a prevalência do gênero masculino (52,6%) e da faixa etária de 30 a 59 anos (43,5%); 21,1% eram idosos. Os diagnósticos mais prevalentes foram conjuntivite infecciosa (23,9%), trauma ocular (15,7%) e doenças da superfície ocular (14,6%). Entre mulheres e crianças houve o predomínio de quadros infecciosos/inflamatórios; 83,6% dos traumas ocorreram em homens, sendo 62,2% devido a corpo estranho. Conclusão: Os diagnósticos mais prevalentes no serviço de urgência oftalmológica foram conjuntivite infecciosa e trauma ocular. Medidas de educação e prevenção são necessárias para reduzir morbidade e absenteísmo e evitar o uso inapropriado dos serviços especializados de emergência.

Abstract Objective: To identify the most frequent diagnosis and epidemiological characteristics of patients attended in a public ophthalmic emergency service. Methods: This is a retrospective and transverse study based on 2834 patients' chart attended from July to September 2017 at the Ouro Verde Hospital Complex, Campinas, Brazil. The following variables were investigated: age, gender, and diagnosis. Results: Most patients were male (52.6%) and aged between 30 to 59 years (43.5%); 21.1% were elderly. The most frequent diagnostics were conjunctivitis (23.9%), ocular trauma (15.7%), and ocular surface disorders (14.6%). Infectious/inflammatory conditions predominated among children and female; 83.6% of traumas occurred in man, and 62.2% were due to a foreign body. Conclusion: The most prevalent diagnoses in the ophthalmologic emergency department were infectious conjunctivitis and ocular trauma. Education and prevention measures are necessary to reduce morbidity and absenteeism and to avoid inappropriate use of specialized emergency services.
Descritores: Traumatismos Oculares/diagnóstico
Registros Médicos
Conjuntivite/diagnóstico
Oftalmopatias/prevenção & controle
Oftalmopatias/epidemiologia
FURSULTIAMIN9
-Epidemiologia Descritiva
Estudos Transversais
Estudos Retrospectivos
Emergências
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  2 / 25716 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Borges, Maria de Fátima
Texto completo
Id: biblio-1041362
Autor: Borges, Maria de Fátima; Domené, Horacio Mario; Scaglia, Paula Alejandra; Lara, Beatriz Hallal Jorge; Palhares, Heloísa Marcelina da Cunha; Santos, Andréia Vasconcelos Aguiar; Gonçalves, Amanda Lacerda Ferreira; Oliveira, Marília Matos; Marqui, Alessandra Bernadete Trovó de.
Título: A recurrent mutation in tshb gene underlying central congenital hypothyroidism undetectable in neonatal screening / Uma mutação recorrente no gene tshb resultando em hipotireoidismo congênito central não detectável na triagem neonatal
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);37(4):520-524, Oct.-Dec. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To describe the case of a patient with central congenital hypothyroidism (CCH) due to a recurrent mutation in the TSHB gene, as well as to conduct a genetic study of his family. Case description: It is presented a case report of a 5-month-old boy with a delayed diagnosis of isolated CCH in whom the molecular analysis was performed 12 years later and detected a recurrent mutation (c.373delT) in TSHB gene. The parents and sister were carriers of the mutant allele. Comments: The c.373delT mutation has previously been reported in patients from Brazil, Germany, Belgium, United States, Switzerland, Argentina, France, Portugal, United Kingdom and Ireland. In summary, our case and other ones reported in the literature support the theory that this mutation may be a common cause of isolated TSH deficiency. Isolated TSH deficiency is not detected by routine TSH-based neonatal screening, representing a clinical challenge. Therefore, when possible, molecular genetic study is indicated. Identification of affected and carriers allows the diagnosis, treatment and adequate genetic counseling.

RESUMO Objetivo: Descrever o caso de um paciente com hipotireoidismo congênito central (HCC) por conta de uma mutação recorrente no gene TSHB, bem como realizar um estudo genético de sua família. Descrição do caso: Relato de caso de um menino de 5 meses de idade com diagnóstico tardio de HCC isolado, em quem a análise molecular foi realizada 12 anos depois e detectou uma mutação recorrente (c.373delT) no gene TSHB. Os pais e a irmã eram portadores do alelo mutante. Comentários: A mutação c.373delT já foi relatada em pacientes do Brasil, da Alemanha, da Bélgica, dos Estados Uinidos, da Suíça, da Argentina, da França, de Portugal, do Reino Unido e da Irlanda. Em resumo, nosso caso e outros relatados na literatura reforçam a teoria de que essa mutação pode ser uma causa comum de deficiência isolada de TSH. A deficiência isolada de TSH não é detectada na triagem neonatal com base na dosagem de TSH, representando um desafio clínico. Portanto, quando possível, o estudo genético molecular é indicado. A identificação dos afetados e dos portadores permite o diagnóstico, o tratamento e o aconselhamento genético adequado.
Descritores: Triagem Neonatal
Hipotireoidismo Congênito/diagnóstico
Tireotropina Subunidade beta/genética
Diagnóstico Tardio
Mutação
-Marcadores Genéticos
Hipotireoidismo Congênito/genética
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Criança
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 25716 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lamounier, Joel Alves
Texto completo
Id: biblio-1041358
Autor: Lamounier, Joel Alves; Chaves, Roberto Gomes; Rego, Maria Albertina Santiago; Bouzada, Maria Cândida Ferrarez.
Título: Baby friendly hospital initiative: 25 years of experience in brazil / Iniciativa hospital amigo da criança: 25 anos de experiência no brasil
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);37(4):486-493, Oct.-Dec. 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To describe the experience of the 25-year-old trajectory of the Baby Friendly Hospital Initiative (BFHI) in Brazil. The first unit was implemented in 1992. Methods: Information and data were collected from publications on the World Health Organization (WHO), the United Nations International Children's Emergency Fund (UNICEF) and the Ministry of Health websites and in national and international journals, about the period 1990-2017. The descriptors used were: "iniciativa hospital amigo da criança", "hospital amigo da criança", "baby friendly initiative hospital", "aleitamento materno" and "breastfeeding". The number of hospitals in the 25 years, the course of the BFHI and its repercussions on breastfeeding in Brazil were evaluated. Results: The BFHI is an intervention strategy in hospital care at birth focused on the implementation of practices that promote exclusive breastfeeding from the first hours of life and with the support, among other measures of positive impact on breastfeeding, of the International Code of Marketing of Breastmilk Substitutes. Currently, the initiative has been revised, updated and expanded to integrate care for newborns in neonatal units and care for women since prenatal care. It can be concluded that, during these 25 years, the quantity of hospitals varied greatly, with numbers still below the capacity of hospital beds. BFHI shows higher rates of breastfeeding than non-accredited hospitals. However, the number of hospitals are still few when compared to other countries. Conclusions: The BFHI has contributed to breastfeeding in Brazil in recent decades. Greater support for public policies is needed to expand the number of accredited institutions in the country.

RESUMO Objetivo: Descrever a experiência de 25 anos da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) no Brasil, cuja primeira unidade foi implementada em 1992. Métodos: Informações e dados foram obtidos em publicações nos sites da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Fundo Internacional de Emergência para a Infância das Nações Unidas (UNICEF) e do Ministério da Saúde e em periódicos nacionais e internacionais, abrangendo o período de 1990 a 2017. Utilizaram-se os descritores: "iniciativa hospital amigo da criança", "hospital amigo da criança", "baby friendly initiative hospital", "aleitamento materno" e "breastfeeding". Foram avaliados o número de hospitais nos 25 anos, a trajetória da IHAC e suas repercussões sobre o aleitamento materno no Brasil. Resultados: A IHAC é uma estratégia de intervenção na assistência hospitalar ao nascimento com foco na implementação de práticas que promovem o aleitamento materno exclusivo desde as primeiras horas de vida e com o apoio, entre outras medidas de impacto positivo na amamentação, do Código Internacional de Comercialização de Substitutos do Leite Materno. Atualmente, a iniciativa foi revisada, atualizada e expandida para integrar o cuidado aos recém-nascidos nas unidades neonatais e na atenção à mulher desde o pré-natal. Pôde-se concluir que, ao longo desses 25 anos, a quantidade de hospitais variou muito, com números ainda aquém da capacidade de leitos hospitalares. Hospitais credenciados como o Hospital Amigo da Criança mostram índices de amamentação superiores ao de hospitais não credenciados, entretanto o número de hospitais credenciados no Brasil ainda é pouco se comparado com outros países. Conclusões: A IHAC contribuiu para o aleitamento materno no Brasil nessas últimas décadas. Mais apoio pelas políticas públicas é necessário para ampliar o número de instituições credenciadas no país.
Descritores: Aleitamento Materno/métodos
Aleitamento Materno/estatística & dados numéricos
Promoção da Saúde/normas
Hospitais/normas
Cuidado do Lactente/normas
-Brasil
Melhoria de Qualidade/estatística & dados numéricos
Promoção da Saúde/métodos
Promoção da Saúde/estatística & dados numéricos
Cuidado do Lactente/métodos
Cuidado do Lactente/estatística & dados numéricos
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Adulto
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 25716 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1041354
Autor: Zin, Olivia Araújo; Soares, Fernanda Valente Mendes; Abranches, Andrea Dunshee de; Costa, Ana Carolina Carioca da; Villela, Letícia Duarte; Moreira, Maria Elisabeth Lopes.
Título: Analysis of the differences between the prescribed and the administered diet to preterm infants using an electronic too / Análise das diferenças entre a dieta prescrita e a dieta administrada aos recém-nascidos pré-termo usando um instrumento eletrônico
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);37(4):472-478, Oct.-Dec. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To create an electronic instrument in order to analyze the adequacy of the preterm infants' nutritional therapy, checking the difference between the prescribed and the administered diet. Methods: A prospective and observational study on newborns with birthweight ≤1,500g and/or gestational age ≤32 weeks, without congenital malformations. The electronic instrument was developed based on Microsoft Excel 2010 spreadsheets and aimed at automatically calculating body weight gain, calories and macronutrients received daily by each patient from parenteral nutrition, intravenous hydration and enteral feedings. The weekly means of each nutrient were used to compare the prescribed and administered diets. Results: To evaluate the instrument, 60 newborns with a birth weight of 1,289±305 g and a gestational age of 30±2 weeks were included. Of them, 9.6% had restricted growth at birth and 55% at discharge. The median length of stay was 45±17 days. There were significant differences between prescribed and administered diet for all of the macronutrients and for total calories in the first three weeks. The lipid was the macronutrient with the greatest percentage error in the first week of life. Conclusions: The use of a computational routine was important to verify differences between the prescribed and the administered diet. This analysis is necessary to minimize calculation errors and to speed up health providers' decisions about the nutritional approach, which can contribute to patients' safety and to good nutritional practice. Very low birth weight infants are extremely vulnerable to nutritional deficiencies and any reduction in macronutrients they receive may be harmful to achieve satisfactory growth.

RESUMO Objetivo: Elaborar um instrumento eletrônico para análise da adequação da terapia nutricional dos recém-nascidos pré-termo, verificando a diferença entre a dieta prescrita e a administrada. Métodos: Estudo observacional prospectivo em recém-nascidos com peso de nascimento ≤1.500 g e/ou idade gestacional ≤32 semanas, sem malformações congênitas. O instrumento eletrônico foi desenvolvido com base em planilhas do Microsoft Excel 2010 para calcular automaticamente ganho de peso corporal, calorias e macronutrientes diariamente recebidos pelos pacientes por meio de dietas parenteral e enteral. Para comparar a dieta prescrita e a administrada, foram utilizados os resultados das médias semanais. Resultados: Para avaliar o instrumento, foram incluídos 60 recém-nascidos com peso de nascimento de 1.289±305 g e idade gestacional de 30±2 semanas. Destes, 9,6% apresentavam restrição de crescimento no nascimento e 55% no momento da alta. A média de internação foi de 45±17 dias. Foram verificadas diferenças significativas entre a dieta prescrita e a administrada para todos os macronutrientes e calorias totais nas três primeiras semanas. O lipídeo foi o macronutriente com o maior erro percentual na primeira semana. Conclusões: O emprego de uma rotina computacional foi importante para verificar discrepâncias entre a dieta prescrita e a administrada. Essa análise é necessária para minimizar erros de cálculo e agilizar as decisões da equipe de saúde acerca da abordagem nutricional, podendo contribuir para a segurança do paciente e para a boa prática nutricional. Os recém-nascidos de muito baixo peso são extremamente vulneráveis às deficiências nutricionais e qualquer redução nos macronutrientes recebidos pode ser deletéria para o crescimento satisfatório.
Descritores: Apoio Nutricional/normas
Erros Médicos/estatística & dados numéricos
Registros Eletrônicos de Saúde
Cuidado do Lactente/normas
-Padrões de Prática Médica
Brasil
Recém-Nascido Prematuro/fisiologia
Estudos Prospectivos
Apoio Nutricional/estatística & dados numéricos
Erros Médicos/prevenção & controle
Segurança do Paciente
Cuidado do Lactente/estatística & dados numéricos
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 25716 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1021607
Autor: Cordone Jiménez, Vanessa Maria.
Título: Características clínicas y epidemiológicas de embarazadas portadoras de VIH del Hospital Regional de Coronel Oviedo, periodo 2007 - 2017 / Clinical and epidemiological characteristics Of pregnant women with HIV Regional Hospital of Colonel Oviedo, period 2007 - 2017.
Fonte: Coronel Oviedo; s.n; 2018. 67 p.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Facultad Ciencias Medicas-UNCA para obtenção do grau de Licenciado.
Resumo: Introducción: El Virus de la Inmunodeficiencia Adquirida (VIH) se presenta actualmente como uno de los problemas más serios de salud pública a nivel mundial debido a la alta tasa de casos nuevos. En Paraguay, según los últimos informes del PRONASIDA, en el 2017, el 23,92% del total de mujeres que ingresaron al programa fueron embarazadas. Objetivos: Caracterizar a las embarazadas portadoras de VIH en el Hospital Regional de Coronel Oviedo, periodo 2007 - 2017. Materiales y método: Estudio observacional descriptivo de corte transversal. Fueron incluidas todas las embarazadas portadoras de VIH que acudieron al Hospital Regional de Coronel Oviedo, 2007 - 2017 con fichas clínicas completas según los datos de interés para este trabajo. Resultados: Ingresaron al estudio 73 embarazadas portadoras de VIH. La mediana de edad fue de 23 años y la mitad de la población estuvo entre 19 a 28 años. La mayor cantidad de ingresos fueron en los años 2012 y 2014. El 93,15% de las embarazadas procedieron del departamento de Caaguazú y la mayoría fueron captadas en el Hospital Regional de Coronel Oviedo; siendo el rango del primer contacto con el servicio entre las 6 y 39 semanas de gestación. El 69,86% de las gestantes fueron diagnosticadas portadoras del virus antes del embarazo, el 61,64% y el 83,56% utilizó antirretrovirales (ARV) antes y durante del embarazo, respectivamente. El nacimiento se produjo entre las 35 y 40 semanas de gestación, el 93,15% fue por cesárea y el 95,89% de las gestantes recibieron Zidovudina (AZT) endovenoso durante el parto. Conclusión: En este servicio no se encontró ningún caso de transmisión materno-infantil del VIH, por más de que en algunas pacientes el diagnóstico y tratamiento fue a una edad gestacional muy avanzada.
Descritores: Infecções por HIV/prevenção & controle
Infecções por HIV/epidemiologia
-Paraguai/epidemiologia
Fatores Socioeconômicos
Aleitamento Materno
Zidovudina/uso terapêutico
Infecções por HIV/tratamento farmacológico
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/tratamento farmacológico
Idade Gestacional
Distribuição por Idade
Transmissão Vertical de Doença Infecciosa/prevenção & controle
Fármacos Anti-HIV/uso terapêutico
Antirretrovirais/uso terapêutico
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: PY110.1 - Biblioteca


  6 / 25716 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013293
Autor: Bezerra, Felipa Daiana; Menezes, Maria Alexsandra da Silva; Mendes, Rosemar Barbosa; Santos, José Marcos de Jesus; Leite, Débora Cristina Fontes; Kassar, Samir Buainain; Gurgel, Ricardo Queiroz.
Título: Perinatal care in a northeastern brazilian state: structure, work processes, and evaluation of the components of essential newborn care / Cuidado perinatal em um estado do nordeste brasileiro: estrutura, processos de trabalho e avaliação dos componentes do essential newborn care
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);37(2):140-148, Apr.-June 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To describe the structure and the processes of care for pregnant women/newborn infants, including the Essential Newborn Care (ENC), in maternity hospitals in Sergipe State, Brazil. Methods: A cross-sectional study carried out between June 2015 and April 2016 in all maternity hospitals of Sergipe with more than 500 deliveries/year (n=11). A questionnaire on the existing structure and work processes was administered to the managers. Subsequently, a representative number of postpartum women from these hospitals were interviewed (n=768). Their medical records, as well as newborn infants' records, were also analyzed. Results: Sergipe has 78 beds of Neonatal Intensive Care Unit (NICU) and 90 beds of Intermediate Care Unit (IMCU) to meet spontaneous and programmed demand. Only six maternity hospitals (54.5%) performed the risk classification, and four (36.3%) had protocols for high-risk parturient care. Regarding the ENC components, only 41% (n=315) of the women had early skin-to-skin contact with their babies, 33.1% (n=254) breastfed in the first hour of life, and 18% (n=138) had a companion always during birth. Conclusions: The distribution of NICU beds between capital city and other cities of the State is adequate, considering Brazilian guidelines. However, there was a low adherence to the protocols for hypertensive and hemorrhagic emergencies, and a low coverage of humanization policies, pregnancy risk classification and ENC practices, especially breastfeeding in the first hour of life, and companion always during birth.

RESUMO Objetivo: Descrever a estrutura e os processos de atendimento a gestante/recém-nascido, incluindo os componentes do Essential Newborn Care (ENC), das maternidades de Sergipe, Brasil. Métodos: Estudo transversal realizado entre junho de 2015 e abril de 2016 em todas as maternidades de Sergipe (n=11) com mais de 500 partos/ano. Foi aplicado um questionário aos gestores sobre a estrutura e os processos de trabalhos existentes. Posteriormente, um número representativo de puérperas desses hospitais foi entrevistado (n=768) e seus prontuários, bem como o dos recém-nascidos, foram analisados. Resultados: Sergipe conta com 78 leitos de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) e 90 de Unidade Intermediária (UI) para atendimento da demanda espontânea e programada. Somente seis maternidades (54,5%) realizam a classificação de risco e quatro (36,3%) possuem protocolos para atendimento das parturientes de alto risco. No que se refere aos componentes do ENC, apenas 41% (n=315) das mulheres tiveram contato pele a pele precoce com seu filho, 33,1% (n=254) amamentaram na primeira hora de vida e 18% (n=138) tiveram a presença do acompanhante em todos os momentos do parto. Conclusões: A distribuição de leitos de UTIN entre capital/interior é adequada no Estado, levando-se em consideração a legislação vigente no país. Entretanto, houve baixa adesão aos protocolos das emergências hipertensivas e hemorrágicas, e baixa cobertura das políticas de humanização, da classificação de risco para a gestante e das práticas do ENC, principalmente quanto à amamentação na primeira hora de vida e à presença do acompanhante na parturição.
Descritores: Unidades de Terapia Intensiva Neonatal/normas
Protocolos Clínicos
Fidelidade a Diretrizes/estatística & dados numéricos
-Administração dos Cuidados ao Paciente/métodos
Administração dos Cuidados ao Paciente/organização & administração
Padrões de Prática Médica/normas
Padrões de Prática Médica/organização & administração
Brasil
Estudos Transversais
Gravidez de Alto Risco
Assistência Perinatal/métodos
Assistência Perinatal/organização & administração
Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
Maternidades/normas
Maternidades/estatística & dados numéricos
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 25716 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Longui, Carlos Alberto
Texto completo
Id: biblio-985136
Autor: Longui, Carlos Alberto.
Título: Adrenal cortical carcinoma in infancy / Carcinoma do córtex adrenal na infância
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);37(1):2-3, Jan.-Mar. 2019.
Idioma: en.
Descritores: Genes p53/genética
Detecção Precoce de Câncer/métodos
-Prognóstico
Brasil
Córtex Suprarrenal/patologia
Córtex Suprarrenal/diagnóstico por imagem
Neoplasias do Córtex Suprarrenal/cirurgia
Neoplasias do Córtex Suprarrenal/diagnóstico
Neoplasias do Córtex Suprarrenal/genética
Neoplasias do Córtex Suprarrenal/epidemiologia
Carcinoma Adrenocortical
Carcinoma Adrenocortical/cirurgia
Carcinoma Adrenocortical/diagnóstico
Carcinoma Adrenocortical/genética
Idade de Início
Adrenalectomia/métodos
Diagnóstico Diferencial
Avaliação de Sintomas
Mutação
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Criança
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 25716 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-985134
Autor: Carvalho, Adriana Amaral; Santos Neto, Dinamar Amador dos; Carvalho, Mirelle Augusta dos Reis; Eleutério, Sabrina Jeane Prates; Xavier, Alessandra Rejane Ericsson de Oliveira.
Título: Pênfigo neonatal em filho de mãe com pênfigo vulgar: relato de caso / Neonatal pemphigus in an infant born to a mother with pemphigus vulgaris: a case report
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);37(1):130-134, Jan.-Mar. 2019. graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Relatar um caso de pênfigo neonatal em paciente que manifestou lesões cutâneas extensas e críticas ao nascimento. Descrição do caso: Recém-nascido do sexo masculino com lesões vesicobolhosas extensas em região anterior do tórax e abdome, desde o nascimento. Admitido na ala pediátrica de um hospital para diagnóstico etiológico e tratamento. Com base na história materna e na avaliação clínica, concluiu tratar-se de pênfigo vulgar neonatal. O paciente apresentou evolução satisfatória, sem a necessidade de intervenção farmacológica. Comentários: Os casos descritos na literatura e as referências avaliadas revelam o pênfigo neonatal como uma doença de ocorrência rara, porém cujo conhecimento e diagnóstico precoce têm grande relevância clínica, considerando-se que geralmente se manifesta com lesões epidérmicas extensas e de aspecto crítico, embora apresente curso clínico transitório e benigno, sem necessidade de tratamento específico e sem relação com doença futura.

ABSTRACT Objective: To report on the case of a patient with neonatal pemphigus that had extensive and critical skin lesions at birth. Case description: A newborn male with extensive vesico-bullous lesions on the anterior side of his chest and abdomen at birth. He was admitted to the pediatric ward of a hospital for an etiological diagnosis and for treatment. Based on maternal history and a clinical evaluation, the patient was diagnosed with neonatal vulgar pemphigus. His progression was satisfactory and, in the end, he did not need pharmacological interventions. Comments: The cases reported in the literature and the references evaluated reveal that neonatal pemphigus is rare, but that knowledge about the disease allows for an early diagnosis to be made. This has great clinical relevance considering that the disease usually manifests itself in the form of extensive epidermal lesions, even though it is transient and benign, it does not require specific treatment, and it does not have any relation with possible future diseases.
Descritores: Doenças do Recém-Nascido/diagnóstico
-Remissão Espontânea
Pênfigo/diagnóstico
Pênfigo/fisiopatologia
Doenças do Recém-Nascido/fisiopatologia
Anamnese
Mães
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 25716 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-977094
Autor: Pereira, Marina Uchoa Lopes; Gonçalves, Laura Lamas Martins; Loyola, Cristina Maria Douat; Anunciação, Patrícia Sampaio da; Dias, Rosane da Silva; Reis, Irla Nunes; Pereira, Lays Amorim Silva; Lamy, Zeni Carvalho.
Título: Comunicação da notícia de morte e suporte ao luto de mulheres que perderam filhos recém-nascidos / Communication of death and grief support to the women who have lost a newborn child
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);36(4):422-427, out.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Analisar a comunicação da morte do filho e o apoio ao luto de mulheres no período puerperal. Métodos: Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa realizada em uma capital do Nordeste. Foram aplicadas entrevistas semiestruturadas com 15 mulheres cujos recém-nascidos faleceram entre julho de 2012 e julho de 2014. As entrevistas abordaram questões acerca da morte do filho e do processo de luto. Foi realizada Análise de Conteúdo na modalidade temática. Resultados: As mulheres expressaram o sofrimento e a angústia diante da perda do filho, algumas vezes agravados pela forma da comunicação da notícia e pela falta de suporte ofertado para o enfrentamento. Foram encontradas duas categorias empíricas: receber a notícia da morte e voltar para casa de mãos vazias. As equipes não estão preparadas para a comunicação de notícias difíceis nem para o suporte às mulheres que perderam filhos recém-nascidos. Para as mulheres, o apoio recebido pela família e pela religião ajudou no processo de luto. Conclusões: Os resultados indicam a necessidade de capacitação profissional para comunicação de notícias difíceis e suporte ao luto, bem como a formulação de políticas institucionais que apoiem e ofereçam cuidado aos trabalhadores. Além disso, é necessária a articulação com as equipes da atenção básica para a continuidade do cuidado.

ABSTRACT Objective: To analyze the communication of a child's death and the grief support provided to the women during puerperium. Methods: This is a qualitative study performed at a capital of the Northeast region of Brazil. Semi-structured interviews were carried out with 15 women, whose children died from July 2012 to July 2014. The interviews contained questions about the child's death and the grieving process. The content analysis was performed with a thematic approach. Results: The women expressed the suffering and the anguish of the loss of a child, sometimes aggravated by the way in which the news of death was delivered, and by the lack of support offered in the coping process. Two empirical categories were found: receiving the news of death and going back home empty-handed. The health care teams are not prepared to deliver bad news, nor to give support to women who lose a newborn child. According to the women, the support received from the family and religion helped them in the grieving process. Conclusions: The results indicate the need for professional qualification for the delivery of bad news and for grief support. They also showed the need for institutional policies that offer support to the professionals. Besides, the articulation with the primary health care team is imperative for the continuity of care.
Descritores: Apoio Social
Revelação da Verdade
Pesar
Morte
Mães/psicologia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Recém-Nascido
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 25716 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Linhares, Maria Beatriz Martins
Martinez, Francisco Eulógio
Texto completo
Id: biblio-977090
Autor: Silva, Inalu Barbosa da; Cunha, Paola Andrade Gomes da; Linhares, Maria Beatriz Martins; Martinez, Francisco Eulógio; Camelo Júnior, José Simon.
Título: Neurocomportamento de bebês nascidos pré-termo, pequenos e adequados para a idade gestacional / Neurobehavior of preterm, small and appropriate for gestational age newborn infants
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);36(4):407-414, out.-dez. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Comparar o desenvolvimento neurocomportamental de bebês pré-termo com idade pós-concepcional entre 32 e 36 semanas e 6 dias, de acordo com a adequação do peso para a idade gestacional ao nascer. Métodos: Realizou-se um estudo transversal de comparação entre dois grupos independentes. Os 55 bebês prematuros que compuseram a amostra estavam internados em uma unidade de cuidados intermediários neonatais e foram avaliados por meio de Neurobehavioral Assessment of the Preterm Infant (NAPI) com idade pós-concepcional entre 32 e 36 semanas e 6 dias e comparados de acordo com a adequação do peso para a idade gestacional. Além da comparação entre os grupos, bebês nascidos pequenos para a idade gestacional (PIG) e os adequados para a idade gestacional (AIG) também foram comparados, considerando o tipo de crescimento intrauterino. Os seguintes instrumentos foram utilizados: NAPI, roteiro de anamnese, Critério de Classificação Econômica Brasil, da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (ABEP), e prontuário médico. Resultados: Na população de estudo, a idade gestacional média foi de 32,0 semanas, enquanto a idade pós-conceptual e cronológica à avaliação foi de 34,8 semanas e 19,5 dias, respectivamente, sendo 55% dos bebês do sexo feminino. Não houve nenhuma diferença nos domínios do NAPI entre os grupos PIG e AIG, nem nos subgrupos de bebês PIG classificados segundo o crescimento em simétrico ou assimétrico. Conclusões: Não houve diferença entre os bebês PIG e AIG em relação ao desenvolvimento neurocomportamental avaliado antes de chegar ao termo.

ABSTRACT Objective: To compare the neurobehavioral development of preterm infants with postconceptional age between 32 and 36 weeks and 6 days, according to the adequacy of the weight for the gestational age at birth. Methods: A cross-sectional study was performed comparing two independent groups. The 55 preterm infants who were included in the sample were hospitalized in a neonatal intermediate care unit and were evaluated using the Neurobehavioral Assessment of the Preterm Infant (NAPI) at the postconceptional age between 32 and 36 weeks and 6 days and compared according to the adequacy of the weight for the gestational age. In addition to the comparison between the groups, infants who were born small for gestational age (SGA) and those ones adequate for gestational age (AGA) were also compared, considering the type of intrauterine growth. The following instruments were used: NAPI, anamnesis script, Brazilian Economic Classification Criteria, and medical records. Results: Infants were born with mean gestational age of 32.0 weeks, with the postconceptional age and postnatal age of 34.8 weeks and 19.5 days, respectively. The sample consisted of 55% of female infants. The results did not show any differences in NAPI domains between SGA and AGA groups, neither in the subgroups of SGA babies with symmetric or asymmetric growth. Conclusions: There was no difference between SGA and AGA babies in relation to neurobehavioral development evaluated before reaching term.
Descritores: Recém-Nascido Prematuro/fisiologia
Recém-Nascido Pequeno para a Idade Gestacional/fisiologia
Desenvolvimento Infantil/fisiologia
-Peso ao Nascer
Estudos Transversais
Idade Gestacional
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2572 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde