Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.150.850 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 287 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 29 ir para página                         

  1 / 287 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1291026
Autor: Guimarães, Fernanda Jorge.
Título: Validação de tecnologia assistiva sobre substâncias psicoativas para pessoas com deficiência visual / Validation of assistive technology on psychoactive substances for people with visual impairment.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2014. 115 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O estudo teve como objetivos validar instrumento de avaliação de informação sobre substâncias psicoativas e questionário para avaliação de Tecnologia Assistiva; validar Tecnologia Assistiva "Drogas: reflexão para prevenção" para o uso de pessoas com deficiência visual; avaliar nível de informação sobre substâncias psicoativas das pessoas com deficiência visual antes e após o uso da Tecnologia Assistiva; testar sua validade e verificar sua fidedignidade. Trata-se de estudo quantitativo, quase experimental, do tipo antes e depois em que participaram 140 pessoas com deficiência visual. O estudo foi realizado em institutos e associações de pessoas com deficiência visual. Para a coleta dos dados utilizou-se questionário com informações sócio-demográficas, pré-teste, pós-teste e questionário de avaliação de tecnologia assistiva. Dados analisados por meio de média, desvio padrão, teste Macnemar, ANOVA, Teste exato de distribuição binomial, coeficiente de correlação intraclasse. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco, com parecer número 140.888. A maioria dos participantes é do gênero masculino (65,7%), com idade média de 37,1 anos e média de escolaridade de 10,1 anos. Quanto ao tipo de deficiência visual, 84,3% dos participantes possuem cegueira. O instrumento da avaliação de tecnologia assistiva apresentou alfa de Cronbach de 0,82. Verificou-se que houve maior proporção de acertos no pós-teste nas questões de baixa, média e alta complexidade (p< 0,001). No que diz respeito a avaliação da Tecnologia Assistiva, os atributos, objetivos, acesso, clareza, estrutura e apresentação, relevância e eficácia, e interatividade foram considerados adequados (p< 0,001). Portanto, a Tecnologia Assistiva "Drogas: reflexão para prevenção" foi considerada uma ferramenta válida e confiável para informar as pessoas com deficiência visual sobre abuso de substâncias.
Descritores: Educação em Saúde
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Pessoas com Deficiência Visual
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1291022
Autor: Mariano, Monaliza Ribeiro.
Título: Validação de jogo educativo tátil para deficientes visuais sobre drogas psicoativas / Educational game validation for visually impaired touch on drug psychoactive.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2014. 113 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O jogo educativo adaptado aparece como modo diferente de aquisição de informações, no qual o processo de aprendizagem associa-se ao lúdico. Sendo o consumo de droga um problema de saúde pública, ao qual todos são vulneráveis, incluindo a pessoa com deficiência visual, este estudo teve como objetivos validar uma Tecnologia Assistiva na modalidade de jogo tátil sobre drogas psicoativas para deficientes visuais; construir o Instrumento de Avaliação do Conhecimento (pré-teste) e o Instrumento de Avaliação da Capacidade Lúdica do Jogo; avaliar o Instrumento de Avaliação do Conhecimento (pré-teste) e o Instrumento de Avaliação da Capacidade Lúdica do Jogo; mensurar a porcentagem de aprendizado dos deficientes visuais após a intervenção com o jogo tátil; comparar a porcentagem de informações antes e após o uso do jogo tátil; e avaliar a capacidade lúdica do jogo tátil. Tratou-se de estudo quase-experimental do tipo antes e depois, desenvolvido na Associação de Cegos do Estado do Ceará e no Laboratório de Comunicação em Saúde, no Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Ceará. A amostra foi composta por 60 sujeitos alfabetizados em braille. A coleta de dados ocorreu em duas etapas: primeiramente, três instrumentos de avaliação foram construídos e avaliados por especialistas. Dois instrumentos eram referentes ao conhecimento do assunto e continham questões de diferentes níveis de complexidade; e outro instrumento era para avaliação do jogo. Na segunda etapa, aplicou-se o jogo e utilizaram-se os instrumentos para mensurar a aprendizagem. Houve aplicação do instrumento de conhecimento (pré-teste); em seguida, o uso do jogo com seus componentes (tabuleiros, instruções do jogo, peças e cartas); e, posteriormente, aplicação do instrumento de conhecimento (pós-teste) e de avaliação do jogo. Os dados foram organizados em tabelas e analisados com teste McNemar e pelo cálculo de médias. Foram construídos, então, instrumentos de avaliação do conhecimento, compostos por seis questões cada, enquanto o Instrumento de Avaliação da Capacidade Lúdica do Jogo foi composto por três categorias, nove subcategorias e 23 questões relacionadas à facilidade de manuseio, acessibilidade, capacidade lúdica, dinâmica de jogar, entre outras. A média de idade dos participantes foi 31,5±12,5 anos, e os anos de estudo 10,8±2,2. Sobre a aquisição de informações após o uso do jogo, verificou-se que as três primeiras questões de baixa complexidade tiveram diferença significativa (p<0,05), com incremento de acertos de questões do pré para o pós-teste (53,3, 28,3 e 16,6%). Nas questões de média e alta complexidade, não foram encontradas diferenças significativas. Ao associar faixa etária e índice de acertos, somente as duas primeiras questões de baixa complexidade apresentaram relação. As faixas etárias de 20 a 29 anos e 40 a 49 anos obtiveram relevância de acertos entre o pré e pós-teste (p=0,001). A associação índice de acertos/anos de estudo mostrou aumento significativo (p=0,000) de acertos na faixa de 10 a 12 anos de estudo. Na avaliação da capacidade lúdica do jogo, a média variou entre 9,1 a 9,9. Os itens com melhores médias foram: interação dos jogadores (9,9), conceitos e informações relevantes (9,8), indicação do jogo para outra pessoa (9,8), e utilizaria o jogo novamente (9,8). Todos os itens de todas as categorias do instrumento mostraram médias excelentes, entre 9,4 e 9,7, possuindo a maior média a subcategoria coerência teórico-metodológica (9,7) e a menor a subcategoria conceitos e informações (9,4). Este jogo educativo foi considerado Tecnologia Assistiva válida para a aquisição de informações sobre drogas para deficientes visuais e para promoção da saúde. Como estratégia de ensino-aprendizagem, pode ser utilizado por profissionais da saúde e da educação.(AU)
Descritores: Psicotrópicos
Pessoas com Deficiência Visual
Aprendizagem
-Educação de Pessoas com Deficiência Visual
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  3 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1290676
Autor: Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Intervenciones Estratégicas en Salud Pública. Dirección de Prevención y Control de Enfermedades No Transmisibles, Raras y Huérfanas. Estrategia Sanitaria Nacional de Salud Ocular y Prevención de la Ceguera.
Título: Guía técnica para la detección y corrección oportuna de problemas visuales en la niña y el niño menor de cinco años / Technical guide for the detection and timely correction of visual problems in the girl and the child under five years of age.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Intervenciones Estratégicas en Salud Pública. Dirección de Prevención y Control de Enfermedades No Transmisibles, Raras y Huérfanas. Estrategia Sanitaria Nacional de Salud Ocular y Prevención de la Ceguera; 2017. 48 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente publicación describe los procedimientos estandarizados y criterios técnicos de la evaluación ocular y el tamizaje visual oportunos en la niña y el niño menor de cinco años de edad, como parte de las intervenciones en el recién nacido y de las actividades de detección de problemas visuales incluidas en la atención de control de crecimiento y desarrollo en los establecimientos de salud
Descritores: Cegueira
Saúde da Criança
Saúde Ocular
Triagem Neonatal
Assistência Integral à Saúde
Pessoas com Deficiência Visual
Metodologias de Avaliação de Danos
Avaliação da Deficiência
Tipo de Publ: Guia
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  4 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1290675
Autor: Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Intervenciones Estrategias en Salud Pública. Dirección de Prevención y Control de Enfermedades No Transmisibles, Raras y Huérfanas. Estrategia Sanitaria Nacional de Salud Ocular y Prevención de la Ceguera.
Título: Lineamientos de política de salud ocular y prevención de la ceguera evitable: Documento técnico / Ocular health policy guidelines and prevention of avoidable blindness: Technical document.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Intervenciones Estrategias en Salud Pública. Dirección de Prevención y Control de Enfermedades No Transmisibles, Raras y Huérfanas. Estrategia Sanitaria Nacional de Salud Ocular y Prevención de la Ceguera; Jul. 2017. 50 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La elaboración y aplicación de políticas nacionales constituyen la piedra angular de las intervenciones estratégicas,si bien desde el año 2007, el Perú viene implementando un conjunto de acciones a través de diversos planes(Plan Nacional de Lucha Contra la Ceguera por Catarata) y programas (Creación de la Estrategia Sanitaria Nacionalde Salud Ocular y Prevención de la Ceguera), sigue siendo necesario integrar estas intervenciones en lossistemas generales de prestación de salud en todos sus niveles, así como la promoción de la salud ocular en las acciones propias de promoción de la salud en general. Factores de riesgo basados en datos científicos de las principales causas de ceguera como por ejemplo, diabetes mellitus, tabaquismo, partos prematuros, rubéola o avitaminosis, tienen que ser abordados primariamente y de manera integral; adoptar medidas multisectoriales para prevenir toda una serie de afecciones oculares crónicas, es de suma importancia; las enfermedades oculares crónicas, cuya incidencia se incrementa con la edad, son la principal causa de discapacidad visual; dado el envejecimiento generalizado de la población mundial, se prevé que la magnitud de esas enfermedades irán en aumento. Esto implica que las políticas, estrategias y acciones en salud ocular se deban centrar en el desarrollo del potencial humano, las asignaciones financieras y fiscales protegidas, la atención prioritaria brindada a las poblaciones más vulnerables, la colaboración eficaz entre el sector público y privado en los diversos niveles de gobierno y el impulso de la investigación en salud ocular
Descritores: Cegueira
Saúde Ocular
Pessoas com Deficiência Visual
Metodologias de Avaliação de Danos
Avaliação da Deficiência
Normas Técnicas
Política de Saúde
Tipo de Publ: Manual de Referência
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  5 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1004078
Autor: Santos, Rosângela da Silva; Ribeiro, Vivian Mara.
Título: A maternidade de mulheres cegas: possíveis contribuições de enfermagem / The motherhood of blind women: possible nursing contributions / La maternidad de mujeres ciegas: posibles contribuciones de enfermería
Fonte: Rev. enferm. UERJ;26:e32355, jan.-dez. 2018. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: identificar o estado da arte do contexto da maternidade de mulheres cegas. Método: revisão integrativa através de busca on-line de artigos indexados em periódicos do sítio Portal de Periódicos CAPES e da Biblioteca Virtual em Saúde, utilizando termos em Português e seus correspondentes em Inglês: mães e deficiência visual; mãe cega. Adotou-se como critérios de inclusão para a seleção: todos os artigos publicados entre 2000 e 2016, em Português e Inglês, disponíveis na íntegra, com enfoque na deficiência visual e maternidade. Resultados: a comunicação e interação mãe/filho são destacadas nos estudos examinados. Conclusão: a realização de estudos sobre mães cegas - seus anseios, suas experiências de vida com relação a elas mesmas e a seu novo papel social - pode fortalecer e aprimorar o cuidado em saúde e indicar para quais aspectos a enfermagem pode efetivamente direcionar o cuidado em saúde.

Objective: to identify the state of the art of the maternity context of blind women. Method: This integrative literature review was conducted by an online search for articles indexed in CAPES Journal Portal and the Virtual Health Library, using the terms in Portuguese and their correspondent in English: mothers and visual impairement; blind mother. The inclusion criteria were: all articles published between 2000 and 2016, in Portuguese and English, with full text available, focusing on visual impairment and maternity. Results: the examined studies highlighted mother/child communication and interaction as the main concern. Conclusion: the studies of blind mothers - their longings, their life experiences regarding themselves and their new social role - can strengthen and improve health care and indicate to which issues the nursing can effectively direct the health care.

Objetivo: identificar el estado del arte del contexto de maternidad de las mujeres ciegas. Método: revisión integradora de literatura llevada a cabo mediante una búsqueda en línea de artículos indexados en el Portal de Peiodicos CAPES y en la Biblioteca Virtual de Salud, utilizando los términos en portugués y su corresponsal en inglés: madres y discapacidad visual; madre ciega Los criterios de inclusión fueron: todos los artículos publicados entre 2000 y 2016, en portugués e inglés, con texto completo disponible, centrado en la discapacidad visual y la maternidad. Resultados: los estudios examinados destacaron la comunicación e interacción madre / hijo como la principal preocupación. Conclusión: los estudios de madres ciegas (sus anhelos, sus experiencias de vida con respecto a sí mismos y su nueva función social) pueden fortalecer y mejorar la atención en salud e indicar a qué temas la enfermería puede dirigir efectivamente la atención en salud.
Descritores: Transtornos da Visão/enfermagem
Cegueira
Saúde Materno-Infantil
Revisão
Pessoas com Deficiência Visual
Relações Mãe-Filho
Cuidados de Enfermagem
-Cuidado da Criança
MEDLINE
PubMed
LILACS
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  6 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1146588
Autor: Brito, Evandro Scarso de; Pinto, Maria Helena; Beretta, Denise; Rossi, Lilian Cristina de Castro; Brito, Thiare Júnia de Francisco; Czorny, Rildo César Nunes.
Título: Associação entre diabetes mellitus e doenças oculares em pessoas com deficiência visual / Association between diabetes mellitus and eye diseases in people with visual impairment / Asociación entre diabetes mellitus y enfermedades oculares en personas con discapacidad visual
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e49109, jan.-dez. 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: verificar associação entre diabetes mellitus e doenças oculares em pessoas com deficiência visual. Método: estudo transversal com 51 pessoas com diabetes e deficiência visual, em um centro de reabilitação visual do interior paulista, que participaram de entrevista estruturada, em 2018. Utilizou-se os testes: Kolmogorov Smirnov, Regressão de Poisson, Regressão de Logística Binária, e Correlação de Spearman. Resultados: a maioria das pessoas era cega e relatou que a retinopatia diabética, o glaucoma e a catarata foram causa da deficiência visual; com tempo de diagnóstico do diabetes acima de 109 meses. A catarata apresentou um nível de correlação baixa (r=0,280 e p=0,047), e a retinopatia diabética um nível de correlação moderada (r=0,565 e p=0,000), considerando o tempo de diagnóstico do diabetes. Conclusão: associação estatisticamente significante entre o tipo de diabetes e a retinopatia, e correlação estatisticamente significante entre o tempo de diagnóstico do diabetes, a catarata e a retinopatia diabética.

Objective: to verify the association between diabetes mellitus and eye diseases in people with visual impairment. Method: this cross-sectional study involved 51 people with diabetes and visual impairment at a Visual Rehabilitation Center in São Paulo, who participated in a structured interview in 2018. The tests used were: Kolmogorov Smirnov, Poisson Regression, Binary Logistic Regression, and Spearman Correlation. Results: most participants were blind, reported that diabetic retinopathy, glaucoma and cataracts were the causes of their visual impairment, and had been diagnosed with diabetes over 109 months earlier. Cataract returned a low level of correlation with time with diagnosis of diabetes (r = 0.280 and p = 0.047), and diabetic retinopathy, moderate correlation (r = 0.565 and p = 0.000). Conclusion: a statistically significant association was found between type of diabetes and retinopathy, and statistically significant correlations between the time diagnosed with diabetes, cataracts and diabetic retinopathy.

Objetivo: verificar la asociación entre diabetes mellitus y enfermedades oculares en personas con discapacidad visual. Método: este estudio transversal involucró a 51 personas con diabetes y discapacidad visual en un Centro de Rehabilitación Visual en São Paulo, quienes participaron en una entrevista estructurada en 2018.Las pruebas utilizadas fueron: Kolmogorov Smirnov, Regresión de Poisson, Regresión Logística Binaria y Spearman Correlación. Resultados: la mayoría de los participantes eran ciegos, informaron que la retinopatía diabética, el glaucoma y las cataratas eran las causas de su discapacidad visual y habían sido diagnosticados con diabetes más de 109 meses antes. La catarata devolvió un bajo nivel de correlación con el tiempo con el diagnóstico de diabetes (r = 0,280 yp = 0,047) y la retinopatía diabética, correlación moderada (r = 0,565 yp = 0,000). Conclusión: se encontró asociación estadísticamente significativa entre tipo de diabetes y retinopatía, y correlaciones estadísticamente significativas entre el tiempo de diagnóstico de diabetes, cataratas y retinopatía diabética.
Descritores: Transtornos da Visão/epidemiologia
Catarata/epidemiologia
Glaucoma/epidemiologia
Diabetes Mellitus Tipo 1/epidemiologia
Diabetes Mellitus Tipo 2/epidemiologia
Retinopatia Diabética/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Modelos Logísticos
Distribuição de Poisson
Prevalência
Fatores de Risco
Estatísticas não Paramétricas
Pessoas com Deficiência Visual/estatística & dados numéricos
Diabetes Mellitus Tipo 1/diagnóstico
Diabetes Mellitus Tipo 2/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  7 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1255410
Autor: Carvalho, Luciana Vieira de.
Título: Construção e avaliação de curso online para pessoas cegas sobre prevenção da hipertensão arterial / Construction and evaluation of online course on prevention of hypertension for blind people.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2015. 104 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Devido alteração da função visual, cegos estão mais expostos aos fatores de risco da hipertensão, situação que comprova a necessidade de promover ações educativas para prevenir esta patologia. Objetivou-se desenvolver curso online acessível para cegos sobre prevenção da hipertensão. Utilizou-se Modelo de Desenvolvimento de Material Educativo Digital composto por cinco fases intituladas Análise e Planejamento; Modelagem; Implementação; Avaliação e Manutenção; Distribuição. Na fase Análise e Planejamento o produto foi caracterizado. Direcionou-se o curso aos cegos com tema sobre hipertensão na modalidade online. Na Modelagem construiu-se conteúdo em roteiro e agregou-se elementos de multimídia, sendo transformado em páginas no formato para internet com definição das ferramentas de navegação e design. Obteve-se 15 páginas divididas em seis módulos didáticos. Seguiu-se os padrões de acessibilidade dos documentos nacionais (e-MAG) e internacionais (WCAG). Na Implementação submeteu-se as páginas do curso a avaliação de acessibilidade. Inicialmente utilizou-se software ASES que gerou Relatório de Erros, acusando infração de quatro recomendações nacionais e três princípios internacionais. As páginas foram revisadas, sendo corrigidas as inconsistências. No segundo teste, hospedou-se as páginas no ambiente SOLAR. Contactou-se quatro pessoas cegas que avaliaram acessibilidade e usabilidade da plataforma e curso mediante realização de atividades sequenciais de navegação. Verificou-se que o SOLAR é parcialmente acessível, pois foram encontradas algumas barreiras de acessibilidade (ausência de identificação de campos; disposição e identificação inadequada de campos e links; elementos que impediam leitura do conteúdo em sequência lógica e uso do mouse). Logo, o SOLAR necessita de melhorias para facilitar a navegação por cegos. Os componentes do curso, tais como textos; imagens; áudio e links foram considerados acessíveis, sendo que a dificuldade inicial na navegação ocorreu por estar hospedado na plataforma que necessita de aprimoramentos. A Avaliação e Manutenção ocorreu durante toda elaboração do curso e a Distribuição será contemplada em estudo posterior. O curso não sofreu modificações e o protótipo implementado no SOLAR foi considerado resultado final da pesquisa. Conclui-se que construir curso online como tecnologia assistiva para cegos é tarefa viável. Este oferece conhecimento sobre prevenção da hipertensão e igualdade de acesso a materiais educativos digitais. O estudo estimula enfermeiros a desenvolver tecnologias acessíveis para promoção da saúde das pessoas cegas.(AU)
Descritores: Pessoas com Deficiência Visual
Educação à Distância
Hipertensão
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  8 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1254519
Autor: Marques, Juliana Freitas.
Título: Cartilha educativa virtual sobre prevenção da violência sexual: promoção da saúde de pessoas cegas / Virtual educational primer on prevention of sexual violence: promoting the health of blind people.
Fonte: Fortaleza; s.n; dez. 2017. 144 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A deficiência visual é considerada um fator de risco para violência sexual, pois a vítima deficiente pode não conseguir identificar o agressor, tornando-se mais vulnerável. Na perspectiva de promover a saúde da pessoa cega e prevenir a violência sexual, destacam-se as tecnologias assistivas, consideradas estratégias que visam orientar não só o sujeito cego, mas também os profissionais de saúde, visto que a maioria dos serviços, seja ele de baixa, média ou alta densidade tecnológica, ainda possui grande dificuldade de acesso e acolhimento ao cego, acarretando condições desfavoráveis a efetivação da promoção da saúde. Objetivou-se construir e validar cartilha educativa acessível ao cego sobre prevenção da violência sexual. Delineou-se estudo metodológico, realizado em quatro etapas. Na primeira etapa foi realizada construção do conteúdo sobre prevenção da violência sexual, por meio de revisão integrativa da literatura que analisou a produção científica sobre as estratégias de promoção da saúde para prevenção da violência sexual. Utilizou-se os descritores Violência Sexual e Promoção da Saúde/ Sexual Violence and Health Promotion, para buscas nas bases de dados LILACS, PUBMED, ScIELO e CINAHL. Ainda nesta etapa, realizaram-se encontros com os cegos utilizando a técnica de grupo focal (GF). Os encontros aconteceram em instituição de ensino para cegos da cidade de Fortaleza, Ceará. Os dados emergidos do GF foram analisados conforme técnica de análise de conteúdo proposta por Bardin. A segunda etapa da pesquisa validou o conteúdo construído com nove especialistas em violência sexual. A avaliação dos especialistas foi analisada por meio do Índice de Validade de Conteúdo (IVC) e Alfa de Cronbach. A cartilha educativa virtual foi construída seguindo as normas e padrões de acessibilidade para web. A quarta e última etapa realizou teste piloto com 22 cegos para validar aparência da cartilha. Utilizou-se Questionário de Avaliação de Tecnologia Assistiva (QUATA) e os dados foram analisados por meio do programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) versão 22.0, tendo-se utilizado o teste x2 de Pearson na análise das variáveis. O projeto de pesquisa aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal do Ceará, com parecer com Nº 1.403.815. A análise do grupo focal evidenciou que os cegos conheciam a violência sexual, mas não compreendiam as formas de prevenção. O conteúdo construído foi validado, apresentando IVC acima de 0,83 na maioria dos itens avaliados. A cartilha foi construída considerando os padrões de acessibilidade para web, trazendo menu, com os links que direcionam para o conteúdo específico. Depois de construída, foi considerada validada pelo público-alvo, em que a maioria dos itens obteve avaliação adequada pelos cegos. Não houve significância estatística na maioria dos itens correlacionados, podendo inferir que não há diferença na acessibilidade da cartilha entre os diferentes grupos de cegos. Entretanto, a variável idade apresentou significância estatística nos itens que avaliam o estímulo à aprendizagem de novos conteúdos (p= 0,036) e estímulo para mudança de comportamento (p = 0,036). Conclui-se que a cartilha educativa virtual construída nos padrões de acessibilidade para pessoas cegas é um meio válido de informações obre a prevenção da violência sexual. (AU)
Descritores: Delitos Sexuais
Tecnologia Educacional
Pessoas com Deficiência Visual
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  9 / 287 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1145234
Autor: Silva, Claudio Benites; Salerno, Marina Brasiliano.
Título: Esportes de aventura para pessoas com deficiência visual: o que dizem sobre a prática? / Adventure sports for people with visual disability: what is said about the practice? / Deportes de aventura para personas con discapacidades visuales: ¿qué dicem sobra la practica?
Fonte: Pensar Prát. (Online);23, 17/04/2020. Ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Por muito tempo, a deficiência visual privou aqueles que a pos - suíam de praticar esportes, principalmente quando o destaque é dado ao elemento risco. Entretanto, esse fator, em particular, é presença constante também no cotidiano desse grupo. Assim, este estudo obje - tiva analisar, através dos relatos dos participantes, a relação da pessoa com deficiência visual com os esportes de aventura praticados em meio natural. Caracterizada como qualitativa, esta pesquisa contou com a par - ticipação de sete pessoas com deficiência visual. Nos resultados foram relatados aspectos como tempo de preparação para a experimentação em meio natural, os desafios enfrentados no cotidiano e a similaridade com os que foram encontrados na natureza e a interação entre pessoas com e sem deficiência em atividades consideradas de risco.

A lo largo de la historia las personas con discapacidades visuales fueron impedidas de practicar los deportes variados, principalmente aquellos con el destaque al riesgo, todavía, ese factor en particular es parte integrante del cotidiano de este grupo. Así, el objetivo de la presente investigación fue analizar la relación entre las personas con discapacidades y los deportes de aventura practicadas en la naturaleza oyendo a los participantes. Caracterizada como investigación cualitativa, 7 personas con discapacidades visuales participaron. En los resultados, aspectos del tiempo de preparación para la experimentación en la naturaleza, los retos enfrentados en el cotidiano y la similitud con los encontrados en la naturaleza, la interacción entre las personas con y sin discapacidades fueron reportadas.

For a long time, those who had visual disabilities could not practice sports, especially those involving a risk factor. However, this element is also a constant presence in their everyday lives. Therefore, this paper aims to analyze the relation between people with visual disability and adventure sports practiced in natural environments through the participants' reports. This qualitative research had seven participants with visual disability. The results showed aspects regarding the experience preparation time, the daily challenges and which are similar to those found in natural environments, the interaction between people with and without disability during activities considered risky.
Descritores: Esportes
Natureza
Pessoas com Deficiência Visual
-Risco
Limites: Humanos
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde


  10 / 287 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131767
Autor: Dias, Thalita Evaristo Couto; Friche, Amélia Augusta de Lima; Lemos, Stela Maris Aguiar.
Título: Instrumento Quality of Care Scale aplicado a usuários da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência: uma análise psicométrica / Quality of Care Scale instrument applied to Care Network users for the Person with Disabilities: a psychometric analysis
Fonte: Audiol., Commun. res;25:e2256, 2020. tab.
Idioma: pt.
Projeto: FAPEMIG; . CAPES.
Resumo: RESUMO Objetivo Analisar as propriedades psicométricas do instrumento Quality of Care Scale, aplicado a usuários da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência. Métodos Trata-se de estudo observacional, analítico e transversal. Entrevistas com 869 usuários do componente especializado da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência foram realizadas por meio de instrumentos de caracterização sociodemográfica, classificação socioeconômica e Qualidade do Cuidado autorreferida. O instrumento para investigação da Qualidade do Cuidado, Quality of Care Scale, contém 19 perguntas distribuídas entre os seguintes eixos: profissionais e atendimento, acesso, necessidades sociais e informações recebidas. Foi validado no Brasil em 2014, com amostra composta por pessoas com deficiência intelectual e física. Neste estudo, as perguntas foram conduzidas pelos pesquisadores a pessoas com deficiência intelectual, física, auditiva, visual ou múltipla. Para a análise psicométrica, foram utilizadas a Teoria de Resposta ao Item e a análise fatorial, além das medidas de validade convergente e confiabilidade. Resultados Todos os itens foram relevantes e com discriminação aceitável para formação dos constructos de primeira ordem (eixos da Qualidade do Cuidado) e segunda ordem (indicador Qualidade do Cuidado), exceto um item de informações recebidas, que foi retirado do modelo final, por ter apresentado carga fatorial baixa. Os constructos apresentaram níveis exigidos de confiabilidade, validação convergente e ajuste adequados. Conclusão A análise psicométrica do instrumento Quality of Care Scale revelou que o modelo final apresentado neste trabalho pode ser ampliado para medir a Qualidade do Cuidado ofertada a pessoas com deficiência intelectual, auditiva, física, visual ou múltipla, usuários da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência.

ABSTRACT Purpose To analyze the psychometric properties of the Quality of Care Scale instrument applied to Care Network users for the Person with Disabilities. Methods This is an observational, analytical, and cross-sectional study. Interviews with 869 users of the specialized Care Network for the Person with Disabilities component were conducted through instruments of sociodemographic characterization, socioeconomic classification, and self-reported Quality of Care. The Quality of Care Scale research instrument contains 19 questions distributed between the professional and care, access, social needs, and information received axes. It was validated in Brazil in 2014 with a sample composed of people with intellectual and physical disabilities. In this study, the questions were led by researchers to people with intellectual, physical, hearing, visual, or multiple disabilities. For psychometric analysis, we used the item of Response Theory, and factorial analysis and measures of convergent validity and reliability. Results All items were relevant and with acceptable discrimination for the formation of the first order (Quality of Care axes) and second-order (Quality of Care indicator) constructs, except one information received the item, which was removed from the final model for having presented low factorial load. The constructs presented the required levels of reliability, convergent validation, and proper fit. Conclusion The psychometric analysis of the Quality of Care Scale instrument revealed that the final model presented in this paper can be expanded to measure the Quality of Care offered to people with intellectual, hearing, physical, visual, or multiple disabilities, users of Care Network for the Person with Disabilities.
Descritores: Psicometria
Qualidade da Assistência à Saúde
Avaliação em Saúde
Indicadores Básicos de Saúde
Pessoas com Deficiência
Atenção à Saúde
-Brasil
Estudos Transversais
Análise Fatorial
Pessoas com Deficiência Visual
Estudo Observacional
Perda Auditiva
Deficiência Intelectual
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança



página 1 de 29 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde