Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.169 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 392 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 40 ir para página                         

  1 / 392 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177592
Autor: Coelho, Heloisa da Veiga.
Título: A atenção ao usuário de drogas na atenção básica: elementos do processo de trabalho em unidade básica de saúde / The attention to drug users in Primary Health Care: elements of the work process in Primary Health Centers.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 224 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O objeto deste estudo são as práticas de Atenção Básica (AB) desenvolvidas nos serviços de saúde voltadas para pessoas e grupos sociais que consomem drogas de forma prejudicial. Este objeto foi recortado a partir do referencial teórico da Saúde Coletiva e se conforma na interface entre as políticas públicas voltadas para a população que faz uso prejudicial de drogas e a realidade concreta dos serviços de saúde. O estudo tem por objetivo geral analisar as práticas voltadas para consumidores problemáticos de drogas na AB, a partir do levantamento dessas práticas junto a trabalhadores de uma UBS da região periférica do município de São Paulo. Trata-se de estudo qualitativo, de natureza descritiva e analítica, que se desenvolveu na perspectiva dialético-crítica. A coleta de dados foi realizada a partir de entrevistas semiestruturadas e individuais com 10 trabalhadores de uma UBS mista, ou seja, que atua com a Estratégia de Saúde da Família (ESF) e com o modelo tradicional de produção dos serviços de saúde. As práticas desenvolvidas pelos trabalhadores e direcionadas aos usuários de drogas são analisadas a partir da categoria analítica processo de trabalho, que permite analisar os modos e as dificuldades de operacionalização das políticas públicas nos espaços concretos de produção dos serviços de saúde. Os resultados mostram que:1) os trabalhadores desenvolvem o processo de trabalho, na perspectiva funcionalista da moderna saúde pública, que compreende o consumo de drogas como doença e considera usuários de drogas como desviantes; 2) as práticas existentes são consideradas frágeis e os trabalhadores valorizam muito a formação técnico-clínica, que em suas opiniões proporcionaria melhores respostas para as demandas relacionadas ao uso de drogas; 3) reproduz-se um ciclo infértil de explicação sobre a incapacidade e as sensações de fracasso que tomam conta do discurso de muitos trabalhadores que lidam com demandas relacionadas ao consumo prejudicial de drogas; 4) todo o processo de trabalho parece ficar centrado num único elemento, o trabalhador em si, já que os demais elementos não se encontram estruturados para atender a demanda. Pode-se concluir que as formas como se organizam os processos de trabalho na AB e como se estrutura o processo de produção dos serviços de saúde brasileiro dificulta e/ou impede o acesso da população usuária de drogas à rede de atenção à saúde. A AB carece de elementos estruturais inerentes ao processo de produção em saúde, e da dinamicidade interna aos processos de trabalho, que favoreçam a implementação de práticas voltadas aos indivíduos e grupos sociais que usam drogas de forma prejudicial. Este trabalho contribui com a finalidade do estudo de promover denúncia em relação à fragilidade das práticas desenvolvidas na AB frente às desafiadoras e crescentes demandas relacionadas ao consumo de drogas pela população.

The object of this study was the practices developed at Primary Health Care services focused on individuals and social groups who use drugs in a harmful way. The study object derived from the theoretical framework of collective health and was constructed at the interface between public policies focused on the population that uses harmful drugs and the reality of health services. The aim of the study was to analyze the practices towards drug users at Primary Health Care based on a survey of these practices with workers of a Primary Health Center (PHC) in the outskirts of São Paulo. It is a qualitative, descriptive and analytical research developed within a critical-dialectical approach. Data were collected from semi structured interviews with 10 workers of a PHC, which has two different health care models, namely: the Family Health Strategy and the traditional model of primary health services. The practices developed by workers and directed towards drug users were analyzed from the analytical category of the work process, which allows the analysis of the modes and difficulties to operationalizing public policies as practices that take place in the real spaces of the health production process. Results show that:1) workers develop the work process within the functionalist perspective of the modern public health, which understands drug consumption as a disease and considers users as deviants; 2) the existing practices are actually considered fragile and the workers greatly value technical and clinical training that in their opinions would provide better responses to the demands related to drug use; 3) a cycle of infertile explanation about the incapacity and the feeling of failure of the workers who deal with demands related to drug use is reproduced; 4) the entire work process seems to be focused on a single element, the workers itself since the other elements seem not to be structured. It may be concluded that the ways the work process is organized in the PHC and how the process of the Brazilian primary health services is structured makes it difficult or constitute a barrier for drug users to access the health care network. The PHC lacks structural elements inherent to the health care process and internal dynamics of the work processes that favor the implementation of practices directed towards individuals and social groups who use drugs in a harmful way. The purpose of the study is to report the fragility of the practices developed at the PHC due to the challenging and increasing demands of drug consumption.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Saúde Pública
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Usuários de Drogas
Limites: Humanos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  2 / 392 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-876222
Autor: Batista, Karen; Souto, Bernardino Geraldo Alves.
Título: Percepções e práticas de agentes comunitários de saúde na atenção a usuários de drogas / Perceptions and practices of community health workers in the care of drug users
Fonte: ABCS health sci;42(3):129-136, 11 dez. 2017. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: No âmbito das políticas públicas vigentes no Brasil sobre atenção à saúde de pessoas que usam álcool e outras drogas, os agentes comunitários de saúde (ACS) da Estratégia de Saúde da Família (ESF) são profissionais de significativa importância para a busca ativa e para o cuidado dessas pessoas. No entanto, eles têm muita dificuldade em realizar tais ações, provavelmente devido à insuficiente qualificação técnica que recebem sobre abordagem adequada de usuários de drogas. OBJETIVO: Descrever as percepções e as expectativas de um grupo de ACS sobre usuários de álcool e outras drogas (UAOD), sobre as quais fundamentam suas respectivas práticas de cuidado. MÉTODOS: Pesquisa clínico-qualitativa, aprovada por Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos, que entrevistou dez ACS experientes em cuidar de usuários de drogas. As entrevistas foram tratadas por estratégia ideográfica e organizadas nomoteticamente por conteúdos temáticos, os quais foram analisados sob os referenciais da clínica ampliada. RESULTADOS: Os ACS querem cuidar adequadamente dos UAOD, mas não sabem como fazê-lo porque ainda convivem com noções leigas sobre essas pessoas e não recebem formação técnica suficiente. CONCLUSÃO: Esses ACS percebem a necessidade de se qualificarem e desejam essa qualificação para cuidar melhor de pessoas que usam álcool e drogas ilícitas. Portanto, para que as políticas públicas destinadas ao cuidado de quem tem problemas com o uso de drogas sejam eficazes, é indispensável a aplicação de estratégias de educação permanente capazes de transformar as práticas e as percepções desses profissionais.

INTRODUÇÃO: In the context of public policies aimed at health care for people who use alcohol and illicit drugs in Brazil, the community health agents of the Family Health Strategy are very important for the active fetch and care of these people. However, they have difficulties to perform these actions, probably due to insuficiente technical qualification as to appropriate approach of drug users. OBJECTIVE: To describe the perceptions and expectations of a group of community health agents about drug users, on which they base their care practices. METHODS: Clinical-qualitative research approved by the Research with Human Subjects Ethics Committee, which interviewed ten community health agents experienced the care of drug users. The interviews were treated by ideographic strategy and nomothetically organized by theme,later on being analyzed under the referential of extended clinics. RESULTS: Community health agents want to take proper care of illicit drug users, but they do not know how to do it, probably because they still have lay beliefs about these people and do not receive enough technical training. CONCLUSION: These agentes perceive their need to better qualify and wish to improve so they can take care of alcohol and other drugs' users. Therefore, in order for public policies aimed at the care of drug users to be effective, it is indispensable to apply permanent education strategies capable of transforming the practices and perceptions of these professionals.
Descritores: Saúde Mental
Agentes Comunitários de Saúde
Estratégia Saúde da Família
Usuários de Drogas
Alcoólicos
Limites: Humanos
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  3 / 392 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890426
Autor: Paula, Milena Lima de; Jorge, Maria Salete Bessa; Lima, Leilson Lira de; Bezerra, Indara Cavalcante.
Título: Experiências de adolescentes em uso de crack e seus familiares com a atenção psicossocial e institucionalização / Experiences of adolescent crack users and their relatives with psychosocial care and institucionalization
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(8):2735-2744, Ago. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A Política de Atenção Integral ao Usuário de Drogas determina que as práticas de cuidado abranjam as dimensões biopsicossociais. Evidências, entretanto, revelam uma prática institucionalizante, na qual as famílias priorizam o afastamento do sujeito de seu contexto de uso. Este estudo objetivou compreender as implicações da atenção psicossocial e da institucionalização no atendimento às necessidades de adolescentes em situação de uso de crack e de seus familiares. Onze adolescentes e seis familiares narraram suas experiências, por meio de entrevistas em profundidade, as quais foram analisadas à luz da Hermenêutica Fenomenológica, de Paul Ricoeur. Observou-se um fluxo, no qual os adolescentes, na busca pelo cuidado, inicialmente, são institucionalizados para, em seguida, serem encaminhados aos serviços substitutivos. Urge, portanto, a necessidade do fortalecimento da rede de atenção psicossocial para que o cuidado ao adolescente usuário de crack seja ofertado de forma integral, garantindo o respeito aos direitos fundamentais dos adolescentes, como o direito à liberdade e à convivência familiar e comunitária.

Abstract The Drug User Comprehensive Care Policy establishes that care practices should cover biopsychosocial realms. However, evidence reveals an institutionalized practice, in which families prioritize the subject's seclusion from its context of use. This study aimed to understand the implications of psychosocial care and institutionalization in meeting the needs of adolescent crack users and their families. Eleven teenagers and six relatives narrated their experiences through in-depth interviews, which were analyzed in the light of Paul Ricoeur's Phenomenological Hermeneutics. A flow was observed in which teenagers seeking care are initially institutionalized and then referred to replacement services. Thus, there is an urgent need to strengthen the psychosocial care network so that adolescent crack users' care is offered comprehensively, ensuring respect for their fundamental rights, such as the right to freedom and to experience family or community life.
Descritores: Cocaína Crack
Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/reabilitação
Usuários de Drogas/psicologia
-Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde
Entrevistas como Assunto
Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/psicologia
Direitos do Paciente
Institucionalização
Serviços de Saúde Mental/organização & administração
Limites: Humanos
Masculino
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 392 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-2256
Autor: Santos, Bianca Fernanda Espósito; Da-ré, Eduardo Luiz; Bello, Gabriel Ferreira; Silva, Gabriela Pereira; Fernandes, Leandro Araújo; Lima, Daniela Coelho de.
Título: Drug addiction: self-perception of oral health / Drogadição: Autopercepção em Saúde Bucal / Adicción a las drogas: auto percepción de la salud bucal
Fonte: Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) = Braz. j. health promot;28(4):479-486, 30/12/2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To report the self-perception of substance-abusing individuals who were in a recovery process regarding sociodemographic conditions and general and oral health. Methods: Descriptive cross-sectional study conducted in a recovery center for drug addiction in Alfenas, Minas Gerais, Brazil, in 2015, with 39 men aged over 18 years old. Data were collected using a semi-structured questionnaire that addressed: socioeconomic status, selfperception of general and oral health, access to dental care, relationship with the dentist, and other issues. In order to assess the self-perception of oral health, the variable was dichotomized into "satisfactory" and "unsatisfactory", which refer to what the individual acknowledges as a good or poor condition of oral health, using Fisher's exact test with 5% significance level. Results: Most frequent diseases were depression, 35.90% (n=14), insomnia, 35.9%, (n=14) and recurring headache (23.1%; n=9); however, 61.50% (n=24) of the participants reported not getting sick easily, which contrasts with their self-perception. Regarding oral health, only 30.50% (n=12) of the participants reported brushing their teeth three times a day; 53.80% (n=21) had dentinal hypersensitivity; 41.00% (n=16) had dry mouth and bad breath; 30.80% (n=12) claimed to have bruxism and reported having one or more loose teeth; 28.20% (n=11) reported clenching the teeth in an exaggerated way, and 33.30% (n=13) reported feeling tooth pain. Conclusion: The self-perception of individuals ­ under 30 years old, single, white or mulattos ­ regarding their general health was contradictory, as they rated it as good but have reported depression, insomnia and weight loss; additionally, oral health was considered poor with unsatisfactory conditions, which highlights the harmful effects of substance abuse.

Objetivos: Relatar a autopercepção de indivíduos drogaditos que se encontravam em estágio recuperatório, quanto às condições sociodemográficas, de saúde geral e bucal. Métodos: Estudo descritivo e transversal realizado em 2015 em um centro de triagem de recuperação de dependentes químicos, em Alfenas, MG, Brasil, com 39 internos do sexo masculino e acima de 18 anos. Por meio de um questionário semi-estruturado, investigaram-se temas referentes à condição socioeconômica, percepção dos internos em relação à própria saúde geral e bucal, acesso ao tratamento odontológico, relacionamento com o cirurgião-dentista, entre outros. A variável autopercepção em saúde bucal foi dicotomizada em "satisfatória" e "insatisfatória" para aplicação do teste Exato de Fisher, com nível de significância de 5%. Resultados: As doenças mais frequentes foram depressão, 35,90% (n=14), insônia, 35,9%, (n=14) e dor de cabeça recorrente (23,1%; n=9), apesar de 61,50% (n=24) dos internos afirmarem não ficar doentes, indicando autopercepção conflitante. Ao serem questionados sobre a frequência de escovação diária, apenas 30,50% (n=12) mencionaram três vezes ao dia, 53,80% (n=21) com sensibilidade dentinária; 41,00% (n=16) com sensação de boca seca e mal hálito; 30,80% (n=12) bruxismo, 28,20% (n=11) apertamento dental e 33,30% (n=13) dor em algum dente. Conclusão: A autopercepção dos internos analisados com menos de 30 anos, solteiros, brancos ou mulatos, quanto ao seu estado geral de saúde era contraditória, já que classificaram como boa, mas relataram depressão, insônia e perda de peso; e saúde bucal foi considerada ruim com condições insatisfatórias, que destacam os efeitos nocivos do uso de drogas.

Objetivo: Relatar la auto percepción de individuos drogadictos que estaban en proceso de recuperación, respecto las condiciones socio-demográficas y la salud general y bucal. Métodos: Estudio transversal y descriptivo realizado en un centro de recuperación para drogadicción en Alfenas, Minas Gerais, Brasil, en 2015, com 39 hombres con más de 18 años. Los datos fueron recogidos a través de un cuestionario semiestructurado que investigaba la posición socioeconómica, la auto percepción de la salud general y bucal, El acceso al cuidado dental, la relación con el dentista y otros temas. Para evaluar la auto percepción de la salud bucal la variable fue dividida en "satisfactoria" y "no satisfactoria" la cual refiere a los conocimientos del individuo sobre la buena o mala condición de salud bucal utilizando la prueba de Exacto de Fisher con El 5% de nivel de significancia. Resultados: Las enfermedades más frecuentes fueron la depresión con el 35,90% (n=14), el insomnio con el 35,9%, (n=14) y dolor de cabeza recurrente (23,1%; n=9); sin embargo, el 61,50% (n=24) de los participantes relataron no enfermarse con facilidad lo que contrasta con su auto percepción. Respecto a la salud bucal, solamente el 30,50% (n=12) de los participantes relataron cepillar los dientes tres veces al día; El 53,80% (n=21) tuvieron hipersensibilidad dental; el 41,00% (n=16) tuvieron la sensación de boca seca y mal aliento; El 30,80% (n=12) reclamaron de bruxismo y relataron tener uno o más dientes perdidos; el 28,20% (n=11) relataron apretar los dientes de manera exagerada y el 33,30% (n=13) relataron tener dolor de diente. Conclusión: La auto percepción de los individuos - por abajo de los 30 años, solteros, blancos o mulatos - respecto su salud general fue contradictoria ya que clasificaron como buena aunque reportaron la depresión, el insomnio y La pérdida de peso; además, la salud bucal fue considerada pobre con condiciones no satisfactorias, las cuales resalta los efectos nocivos de la substancia abusiva.
Descritores: Qualidade de Vida
Saúde Bucal
Usuários de Drogas
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  5 / 392 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: lil-778926
Autor: Berbesi Fernández, Dedsy Yajaira; Segura-Cardona, Ángela; Montoya-Velez, Liliana; Hernández-Rendón, Maritza.
Título: Consumo de basuco en usuarios de drogas inyectables en Colombia / Consumption of crack cocaine in injection drug users in Colombia
Fonte: Rev. cuba. salud pública;42(2), abr.-jun. 2016. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: identificar las conductas de riesgo asociadas al consumo de basuco en los usuarios de drogas inyectables, así como las características sociodemográficas de esta población. Métodos: estudio descriptivo transversal que empleó como metodología el muestreo guiado por el encuestado. La muestra incluyó 1 081 usuarios de drogas inyectables entre los 18 y 59 años de edad en cinco ciudades colombianas. Para el análisis estadístico se utilizaron las pruebas de Ji-cuadrado y razones de prevalencia con intervalos de confianza de 95 por ciento. El proyecto fue avalado por el comité de ética de la Universidad CES. Resultados: pertenecer al sexo masculino, ser de un estrato socioeconómico bajo y vivir solo, fueron las variables que se asociaron con un mayor incremento del riesgo de consumir basuco entre los usuarios de drogas inyectables. A su vez, el consumo de basuco en esta población aumentó significativamente el número de dosis inyectadas requeridas en el día, así como la probabilidad de adquirir una enfermedad de transmisión sexual y de seropositividad para el virus de la inmunodeficiencia humana y de la hepatitis C. Conclusiones: se identifica una mayor frecuencia de inyección en los consumidores de drogas inyectables que fuman basuco, mayor probabilidad de seropositividad para hepatitis C y VIH o de adquirir una infección de transmisión sexual, asímismo, la baja condición social y la forma de vida favorecen el consumo de basuco entre los usuarios de drogas inyectables(AU)

Objective: to assess the impact and the risk behaviors associated with consumption of crack cocaine in injection drug users as well as the socio-demographic characteristics of this population. Methods: a cross-sectional study using the respondent-driven sampling. The sample included 1081 injection drug users aged 18 to 59 years old in five Colombian cities. For statistical analysis, we used the SPSS software, the Chi-square and odds ratios with 95 percent CI. The project was supported by the ethics committee of the University CES. Results: being male, having a low socioeconomic status and living alone were the variables associated with increased risk of consuming crack cocaine among injection drug users. The consumption of crack cocaine dramatically increased the number of injected doses required in one day, and the likelihood of acquiring a sexually transmitted disease, human immunodeficiency virus and C hepatitis. Conclusions: higher frequency of injection is detected in injection drug users who smoke crack cocaine, and seropositivity to B hepatitis C and HIV or acquiring sexually transmitted infection are more likely. Additionally, the low social status and the way of life favor crack cocaine smoking among the injection drug users(AU)
Descritores: Doenças Transmissíveis/complicações
HIV
Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/etiologia
Comportamento Perigoso
Usuários de Drogas/psicologia
-Epidemiologia Descritiva
Estudos Transversais
Hepatite C/complicações
Colômbia
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  6 / 392 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-974682
Autor: Costa, Pedro Henrique Antunes da; Ronzani, Telmo Mota; Colugnati, Fernando Antonio Basile.
Título: No meio do caminho tinha um CAPSAD: centralidade e lógica assistencial da rede de atenção aos usuários de drogas / There was a CAPSad in the middle of the road: care logic and centrality of the care network for drug users
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(10):3233-3245, Out. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente estudo objetiva avaliar, através da Análise de Redes Sociais (ARS), o papel do Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e outras Drogas (CAPSad) sobre a rede de atenção aos usuários de drogas. Trata-se de uma pesquisa exploratória, de corte transversal e abordagem quantitativa na rede de Juiz de Fora, Minas Gerais. Nela, foram identificados 187 serviços assistenciais no município. A coleta de dados foi feita a partir de questionário com profissionais destes dispositivos. A análise levou em consideração métricas de coesão e centralidade da ARS, bem como a confecção de sociogramas da rede. Constatou-se uma centralidade da rede no CAPSad, em conformidade com as políticas e o modelo assistencial preconizado na área, nomeada de "CAPSolização". A centralização neste dispositivo, ainda em número insuficiente e com problemas estruturais e na dinâmica de trabalho, influi para um baixo poder de resiliência da rede e indica a necessidade de modificação da lógica assistencial, ainda pautada pelo cuidado especializado, de urgência, em detrimento de perspectivas territorializadas/comunitárias e contínuas.

Abstract By applying Social Network Analysis (ARS), this study seeks to evaluate the role of the Center for Psychosocial Care - Alcohol and Other Drugs (CAPSad) in the care network for drug users. It involves an exploratory, cross-sectional and quantitative approach of the Juiz de Fora city network in the state of Minas Gerais. One hundred and eighty-seven care services were identified in the city. The data gathering was made from a questionnaire with professionals of these instruments. The analysis took the cohesion and centrality metrics of the ARS into account as well as the creation of network sociograms. One centrality of the network was found in the CAPSad, in accordance with the policies and the care model advocated in the area, referred to here as "CAPSolization," The centralization in this instrument, still in insufficient number and with structural and workflow dynamics problems, leads to low resilience power of the network indicating the need for care logic modifications, still based on specialized and emergency care, to the detriment of territorial/community and ongoing prospects.
Descritores: Centros de Tratamento de Abuso de Substâncias/organização & administração
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/terapia
Usuários de Drogas/psicologia
Rede Social
-Brasil
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Cidades
Pessoal de Saúde/organização & administração
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/psicologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 392 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-896251
Autor: Oliveira, Ana Lívia Castelo Branco de; Feitosa, Carla Danielle Araújo; Santos, Ariane Gomes dos; Lima, Larissa Alves de Araújo; Fernandes, Márcia Astrês; Monteiro, Claudete Ferreira de Souza.
Título: Espiritualidade e religiosidade no contexto do uso abusivo de drogas / Spirituality and religiosity in the context of drug abuse
Fonte: Rev Rene (Online);18(2):283-290, Mar.-Abr. 2017. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo investigar a influência da espiritualidade/religiosidade no contexto do uso abusivo de drogas. Métodos trata-se de uma Revisão Integrativa, realizada a partir das bases de dados Web Of Science, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde e SCOPUS. Utilizaram-se, nos idiomas português e inglês, os seguintes descritores: usuários de drogas, espiritualidade, religião, centros de tratamento de abuso de substâncias e resultado do tratamento. Resultados foram analisados oito artigos, dos quais houve predomínio de publicações do ano de 2015 e de estudos quantitativos. Os estudos mostraram principalmente a prevenção do uso de drogas, a mudança de comportamento do usuário e o enfrentamento religioso/espiritual. Conclusão a espiritualidade/religiosidade parece favorecer uma ótica positiva frente ao enfrentamento do tratamento de usuários, bem como na proteção ao uso abusivo dessas substâncias psicoativas.

Objective to investigate the influence of spirituality/religiosity in the context of drug abuse. Methods this is an integrative review, conducted on the databases Web of Science, Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences and SCOPUS. The following descriptors were used in the Portuguese and English languages: drug users, spirituality, religion, drug abuse treatment centers and treatment outcome. Results eight articles were analyzed, among which there was a prevalence of publications of the year 2015 and of quantitative studies. The studies approached mainly the prevention of drug abuse, the change of the user's behavior and the religious/spiritual confrontation. Conclusion spirituality/religiosity seems to be a positive factor for drug users facing treatment, as well as in the protection against the abusive use of these psychoactive substances.
Descritores: Religião
Espiritualidade
Usuários de Drogas
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  8 / 392 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lima, Murilo Duarte da Costa
Texto completo
Id: lil-763933
Autor: Vasconcelos, Selene Cordeiro; Frazão, Iracema da Silva; Nascimento, Vilmar da Silva; Lima, Murilo Duarte da Costa; Ramos, Vânia Pinheiro.
Título: Educação em saúde no cuidado a pessoas usuárias de drogas / Education in health care delivery to people drug users / Educación en salud en el cuidado a personas usuárias de drogas
Fonte: Rev. baiana enferm;26(3), 2012.
Idioma: pt.
Resumo: O grupo terapêutico constitui um importante cenário do cuidar. O objetivo deste estudo é subsidiar a inserção dousuário de drogas na construção de seu processo de cuidado. Na metodologia adotada, optou-se pela construçãode uma atividade intitulada ?Oficina de Saúde?, utilizando a abordagem dialógica em três etapas: planejamento,desenvolvimento e avaliação. Os resultados mostraram que os usuários cumpriram as tarefas, resolveram osproblemas, socializaram conhecimentos, refletiram sobre o tratamento e a aquisição de hábitos saudáveis. Concluiu--se que a participação dos usuários na ?Oficina de Saúde? contribuiu para a sua inserção em seu processo decuidado por meio do enfrentamento de suas dificuldades, do resgate de sua capacidade criativa e do compartilharsaberes e experiências.

The therapy group is an important scenery of care. The aim of this study is to support the inclusion of drug users inbuilding their care process. In the methodology, it was decided to build an activity entitled ?Workshop on Health?,using the dialogical approach in three stages: planning, development and evaluation. The results showed that usersfulfill tasks, solved problems, socialized knowledge, reflected on the processing and acquisition of healthy habits. Itwas concluded that the participation of users in the ?Workshop on Health? contributed to its inclusion in their careprocess by means of coping with their difficulties, the redemption of their creative capacity and share knowledge andexperiences.

La terapia de grupo es un escenario importante del cuidado. El objetivo de este trabajo es subsidiar la inclusión delos usuarios de drogas en la construcción de su proceso asistencial. Como metodología, se optó por una actividaddenominada ?Taller de Salud?, utilizando el enfoque dialógico en tres etapas: planificación, desarrollo y evaluación.Los resultados mostraron que los usuarios cumplieron con las tareas, solucionaron los problemas, socializaronlos conocimientos, reflexionaron sobre el tratamiento y la adquisición de hábitos saludables. Se concluye que la participación de los usuarios en el ?Taller de Salud? contribuyó para su inclusión en el proceso de atenciónpudiendo hacer frente a sus dificultades, del rescate de su capacidad creativa y del poder compartir conocimientosy experiencias.
Descritores: Educação em Saúde
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Assistência à Saúde
Usuários de Drogas
Enfermagem de Atenção Primária
-Psicoterapia de Grupo
Fatores Socioeconômicos
Sistema Único de Saúde
Adaptação Psicológica
Limites: Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  9 / 392 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1019667
Autor: Mendes, Rafael de Oliveira; Pacheco, Paula Gibin; Nunes, João Pedro Campos Ouro Vian; Crespo, Pedro Salles; Cruz, Marcelo Santos.
Título: Revisão da literatura sobre implicações para assistência de usuários de drogas da descriminalização em Portugal e Brasil / Literature review on the implications of decriminalization for the care of drug users in Portugal and Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(9):3395-3406, set. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Os problemas relacionados ao uso de drogas se mantêm como foco de preocupação em países que têm uma história em comum e trajetórias distintas como Brasil e Portugal. Objetivo: descrever os achados na literatura científica sobre os impactos das mudanças na legislação sobre drogas na assistência a estas pessoas nos dois países. Método: revisão integrativa da literatura, por meio de critérios de inclusão e exclusão, seleção da amostra, análise e categorização dos estudos com a escolha de 21 artigos publicados nas bases PubMed, SciELO e Biblioteca do Conhecimento on-line, mais portarias e leis referentes ao tema. Resultados: Observa-se que é escassa a produção sobre as repercussões das mudanças da legislação para a assistência. Nos dois países, o álcool e o tabaco se mantêm como foco de preocupação. Em Portugal, a preocupação com os problemas relacionados ao uso de heroína diminuiu nos últimos anos, mas as taxas de prevalência do uso de opióides se mantêm muito acima das do Brasil. Os problemas com o crack configuram uma realidade brasileira sem paralelo em Portugal. Em ambos os casos, há iniciativas para a mudança da política em direção à diminuição da abordagem repressiva, com a diferenciação entre usuários e traficantes, o aumento da punição dos traficantes e abrandamento da punição dos usuários.

Abstract Introduction: Substance use problems remain at the core of public concern in countries sharing a common culture and a distinct history like Brazil and Portugal. Objective: To describe findings of scientific literature about the implications of drug legislation change for the care of drug users in Brazil and Portugal. Methods: This is an integrative review of literature that considers inclusion and exclusion criteria, sample selection, analyses and categorization of 21 articles selected that were published in databases PubMed, SciELO and Biblioteca do Conhecimento on-line (B-ON) and included ordinances and laws related to the subject. Results: We observed that production on the repercussions of changes of legislation on care is scarce. Alcohol and tobacco are still a matter of concern in both countries. In Portugal, concerns about heroin-related issues have declined in recent years, but opioids use prevalence rates remain well above those of Brazil. Crack-related problems are a Brazilian reality without parallel in Portugal. In both cases, some actions are in place to change the policy in favor of a reduced repressive approach, with differentiation between users and drug dealers, increased punishment of dealers and reduced punishment of drug users.
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/epidemiologia
Usuários de Drogas/legislação & jurisprudência
Legislação de Medicamentos
-Portugal/epidemiologia
Brasil/epidemiologia
Tráfico de Drogas/legislação & jurisprudência
Política de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 392 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039485
Autor: Farias, Lunna; Bernardino, Ítalo de Macedo; Madruga, Renata Cardoso Rocha; d'Avila, Sérgio; Lucas, Rilva Suely de Castro Cardoso.
Título: Atitudes e práticas de profissionais atuantes na Estratégia Saúde da Família quanto à abordagem aos usuários de drogas no município de Campina Grande, Paraíba, Brasil / Attitudes and practices of professionals who working in the Family Health Strategy regarding the approach to drug users in the municipality of Campina Grande. Paraíba. Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(10):3867-3878, Oct. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar as atitudes e as práticas dos profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) quanto à abordagem aos usuários drogas no município de Campina Grande, Paraíba. Tratou-se de um estudo transversal e exploratório realizado com 126 médicos, enfermeiros e dentistas da Atenção Primária à Saúde (APS). As variáveis investigadas foram relacionadas a dados sociodemográficos, atuação profissional, atitudes e práticas sobre a abordagem aos usuários de drogas de acordo com o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas. Foi realizada estatística descritiva e multivariada por meio da Análise de Correspondência Múltipla (ACM). A maioria dos profissionais era do sexo feminino (88,9%) e relatou questionar apenas às vezes quanto ao uso de drogas durante a anamnese (53,2%). Baseando-se na ACM, as variáveis com maior poder discriminatório para a dimensão 1 foram: tempo de formado (0,776), tempo de trabalho na APS (0,688), faixa etária (0,656); enquanto que para a dimensão 2 foram: categoria profissional (0,383) e se conhece os usuários de drogas em sua área de abrangência (0,166). Existem diferenças importantes nas atitudes e nas práticas acerca da abordagem dos usuários de drogas entre os profissionais.

Abstract The aim of this study was to evaluate the attitudes and practices of professionals of the Family Health Strategy regarding the approach to drug users in the municipality of Campina Grande. Paraíba. The cross-sectional and exploratory study carried out with 126 doctors. nurses and dentists of Primary Health Care (PHC). Variables investigated were related to sociodemographic data. professional profile. attitudes and practices about the approach to drug users according to the Integrated Plan to Confront Crack and Other Drugs. Descriptive and multivariate statistics were performed through Multiple Correspondence Analysis (MCA). Most professionals were female (88.9%) and reported questioning only sometimes about the use of drugs during the anamnesis (53.2%). Based on MCA results. variables with the greatest discriminatory power for dimension 1 were: training time (0.776). working time in the PHC (0.688). age group (0.656); while for dimension 2 were: professional category (0.383) and knowledge of drug users in their coverage area (0.166). There are important differences in attitudes and practices about the approach of drug users among professionals.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/estatística & dados numéricos
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde/etnologia
Pessoal de Saúde/estatística & dados numéricos
Usuários de Drogas
-Brasil
Saúde Pública
Saúde da Família
Estudos Transversais
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 40 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde