Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.169 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 294 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 30 ir para página                         

  1 / 294 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051259
Autor: Carvalho, Iara Aparecida Borges de; Menezes, Karoliny Silva; Magalhães, Juliana Macêdo; Amorim, Fernanda Cláudia Miranda; Fernandes, Marcia Astrês; Carvalho, Claudia Maria Sousa de.
Título: Perfil dos usuários de substâncias psicoativas / Psychoactive substances users' profile / Perfil de los usuarios de sustancias psicoactivas
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);12:331-336, jan.-dez. 2020. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Conhecer o perfil sociodemográfico dos usuários de substâncias psicoativas de um CAPS ad III. Método: Pesquisa descritiva, explorativa, retrospectiva, de abordagem quantitativa. A amostra foi formada por 302 prontuários selecionados entre os 1411 pacientes cadastrados em um município do Maranhão. Resultado: O perfil sociodemográfico dos participantes é na maioria do sexo masculino, com faixa etária mais expressiva de 29 a 39 anos, solteiros, que estudaram até o ensino fundamental incompleto, residem na cidade da pesquisa, moram com os pais, são autônomos ou desempregados. Observou-se que o álcool foi a droga mais utilizada. Conclusão: O consumo diário de drogas também pode ter contribuído para a constituição das características sociodemográficas apresentadas. Todavia, sabe-se do desejo de reabilitação do dependente químico e o vínculo do mesmo com o profissional habilitado de saúde se torna indispensável para o tratamento

Objective: Know the sociodemographic profile of users of psychoactive substances from a CAPS ad III. Method: This is a descriptive, exploratory, retrospective, quantitative. The research involved 302 patient records that made treat on a city of Maranhão. Results: The sociodemographic profile of the participants is male, with a more significant age ranging from 29 to 39 years, unmarried, they studied until incomplete elementary education, live in the city where the research was conducted, live with their parents, are selfemployed and are unemployed. That alcohol was a more used drug followed by crack. Conclusion: It is concluded that daily drug consumption may also have contributed to the constitution of the socio-demographic characteristics presented in this research. However, the desire for rehabilitation of the chemical dependency is known and the link between it same heand the health professional is indispensable for the treatment

Objetivo: Conocer el perfil sociodemográfico de los usuarios de sustancias psicoactivas de un CAPS ad III. Método: Investigación descriptiva, retrospectiva, de abordaje cuantitativo. La muestra fue formada por 302 prontuarios de pacientes catastrados en un municipio del Maranhão. Resultados: El perfil sociodemográfico de los participantes es del sexo masculino, con edad más expresivo de 29 a 39 años, solteros, que estudiaron hasta la enseñanza fundamental incompleta, reside en la ciudad de la investigación, viven con los padres, son autónomos o desempleados. El alcohol fue la droga más utilizada. Conclusion: Se concluye que el consumo diario de drogas también puede haber contribuido a la constitución de las características sociodemográficas presentadas en esa investigación. Sin embargo, se sabe del deseo de rehabilitación del dependiente químico y el vínculo del mismo con el profesional habilitado de salud se vuelve indispensable para el tratamiento
Descritores: Drogas Ilícitas
Saúde Mental
Bebidas Alcoólicas
Usuários de Drogas
-Brasil
Limites: Masculino
Adulto
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  2 / 294 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051257
Autor: Ruíz Vélez, Viviana Andrea; Londoño Calle, Natalia.
Título: Caracterización psicosocial de la población consumidora de Spa, en proceso de rehabilitación vinculada a la comunidad terapéutica FFARO del departamento del Quindío / Psychosocial characterization of the Spa consumer population, in the process of rehabilitation linked to the FFARO therapeutic community of the department of Quindío
Fonte: Poiésis (En línea);19(Jun.):1-8, 2010.
Idioma: es.
Resumo: El presente trabajo identifica las características de la población consumidora de SPA, en proceso de rehabilitación vinculada a la comunidad terapéutica FFARO del departamento de Quindío Colombia. Se realizó una investigación cuantitativa ­ descriptiva, consultando las entrevistas pedagógicas realizadas en la comunidad. A partir de los datos obtenidos, se encontró que la edad promedio es de 18.1 años; además, que la sustancia con mayor prevalencia de consumo es la marihuana con un 92% seguido de sustancias como el sacol con un 52%, el 48% para el cigarrillo, el alcohol en un 28%, y el bazuco con un 24%; En cuanto al género el 76% son hombres y el 24% mujeres.

The present of this study is to identify psychosocial characteristics of the consumer population of SPA, in rehabilitation related to the therapeutic community FFARO Colombia Quindío department. We performed a quantitative research - descriptive, educational consulting interviews conducted in the community. From the data, he found that the average age is 18.1 years. Moreover, the substance with the highest prevalence of marihuana consumption is 98%, followed with a substance such as a 52% Sacol, the cigarette with a 48% alcohol by 28% and a 24% bazuco.
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
-Comunidade Terapêutica
Usuários de Drogas/estatística & dados numéricos
Pesquisa de Reabilitação
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: CO191.1 - Biblioteca


  3 / 294 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051002
Autor: Garbin, Clea Adas Saliba; Wakayama, Bruno; Bottós, Aretuza Marques; Garbin, Artênio José Saliba; Saliba, Tania Adas; Garbin, Artenio José Isér.
Título: Dependência química e a violência autoinfligida - A identificação das sujeições e a autopercepção em saúde bucal / Chemical Dependence and Self-inflicted Violence: The identification of subjections and self-perception in oral health
Fonte: Rev. Salusvita (Online);38(1):41-51, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: o consumo abusivo de drogas tornou-se um fenômeno amplamente discutido na sociedade contemporânea devido às suas consequências devastadoras na saúde geral e bucal. Essa violência autoinfligida, além de gerar grandes impactos sociais, causam ações nos tecidos bucais e complicações odontológicas severas. Objetivo: identificar as sujeições e a autopercepção em saúde bucal de dependentes químicos institucionalizados. Método: tratase de um estudo epidemiológico, transversal e quantitativo. Para coleta dos dados utilizou-se um inquérito semiestruturado por meio de entrevistas. Na análise dos dados quantitativos, empregouse a estatística descritiva com medidas de tendência central e dispersão. Resultados: participaram da pesquisa 38 indivíduos institucionalizados, média de idade 43,42 anos, sendo a maioria negros, de baixa escolaridade e com histórico de mais de 5 internações. Em relação ao hábito do uso de drogas, 39,47% dos entrevistados fazem uso há mais de 20 anos, sendo a curiosidade (57,9%) o mais comum fator indutor ao uso dessas substâncias. Em relação à condição bucal autorreferida, 84,20% acreditam que necessitam de tratamento dentário, 60% tem vergonha ao sorrir e 89,50% identificam que a necessidade de atenção à saúde bucal do dependente químico é média e alta. Conclusão: a identificação dos fatores relacionados às sujeições e ao uso indiscriminado são questões que devem ser pautadas e discutidas, dado o grande impacto na vida do próprio indivíduo. Em relação à autopercepção em saúde bucal, verificou-se o reconhecimento dos entrevistados quanto à influência negativa das substâncias químicas na condição bucal, que afeta diretamente sua recuperação e interação social.

Introduction: abusive drug use has become a widely discussed phenomenon in contemporary society due to its devastating consequences on general and oral health. This self-inflicted violence, besides generating great social impacts, causes actions in the oral tissues and severe dental complications. Objective: the objective of this study was to identify the subjectivity and self - perception in oral health of institutionalized chemical dependents. Method: this is a cross-sectional and quantitative epidemiological study. A semistructured survey was used to collect the data by way of interviews. In the analysis of the quantitative data, descriptive statistics were used with measures of central tendency and dispersion. Results: a total of 38 institutionalized individuals participated in the study, mean age 43.42 years, the majority of whom were black, with a low level of schooling and a history of more than 5 hospitalizations. Regarding the habit of drug use, 39.47% of the interviewees have been using it for more than 20 years, with curiosity (57.9%) being the inducing factor for the use of these substances. Regarding the selfreported oral condition, 84.20% believe they need dental treatment, 60% are ashamed to smile and 89.50%, identify that the oral health care requirement of the chemical dependent is medium and high. Conclusion: the identification of factors related to subjection and indiscriminate use are issues that should be considered and discussed, given the great impact on the life of the individual. Regarding selfperception in oral health, interviewees were acknowledged regarding the negative influence of chemical substances on the oral condition, which directly affects their recovery and social interaction.
Descritores: Drogas Ilícitas
-Saúde Bucal
Usuários de Drogas
Limites: Masculino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR36.1 - Biblioteca


  4 / 294 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050796
Autor: Matoso, Leonardo Magela Lopes; Matoso, Mônica Betania Lopes; Silva, Joatan Jonas dos Santos; Nascimento, Barbara Medeiros do.
Título: Redução de riscos e danos: ações em saúde com pessoas em situação de rua / Reduction of risks and damages: health actions with people in street situation
Fonte: Rev. Salusvita (Online);37(4):805-821, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: atuar com pessoas em situação de rua é tentar trabalhar com fragmentos de um grupo estigmatizado, excluído e marcado por intenso preconceito e sofrimento social. É buscar incessantemente que essas pessoas sejam visibilizadas e incluídas a partir do reconhecimento de suas vulnerabilidades e potencialidades na sociedade por meio das políticas públicas. Objetivo: desenvolver ações com pessoas em situação de rua que fazem uso de álcool e outras drogas em uma cidade de médio porte no interior nordestino. Metodologia: foram realizadas ações com 22 pessoas ao longo de três meses cujo objetivo foi promover medidas de redução de riscos e danos. Realizou-se estudo de caráter descritivo e natureza exploratória, do tipo relato de experiência. Resultados e discussões: os resultados apontaram que das 22 pessoas em situação de rua, 82% são do sexo masculino, 64% pardos, 68% com idade entre 30 a 59 anos; 54% possuem ensino fundamental incompleto e 50% possuem familiares, entretanto saíram de casa devido a conflitos. A droga de maior consumo foi o crack (23%), seguido do álcool (23%) e suas associações, como crack e maconha (18%). Considerações finais: as ações realizadas possibilitaram conhecer melhor as pessoas em situação de rua, suas concepções e necessidades, contribuindo para uma assistência mais acolhedora, equânime e pautada na subjetividade, dignidade e na saúde e bem-estar de cada indivíduo. Uma vez que ações em saúde foram realizadas, essas suscitaram reflexões acerca de medidas redutivas de riscos e danos.

Introduction: working with people in a street situation is trying to work with fragments of a stigmatized group, excluded and marked by intense prejudice and social suffering. It is to seek incessantly that these people are visible and included from the recognition of their vulnerabilities and potential in society through public policies. Objective: to develop actions with street people who use alcohol and other drugs in a medium-sized city in the northeastern interior. Methodology: actions were carried out with 22 people over three months whose objective was to promote risk and harm reduction measures. A descriptive and exploratory nature of the type of experience was carried out. Results and discussions: the results showed that of the 22 people in the street, 82% are male, 64% are brown, 68% are aged between 30 and 59 years; 54% have incomplete elementary education and 50% have relatives, nevertheless they left home due to destructive conflicts. The drug with the highest consumption was crack (23%), followed by alcohol (23%) and its associations, such as crack and marijuana (18%). Final considerations: it was possible to better understand the people in the street situation, their conceptions and needs, thus contributing to a more welcoming, equitable and guided in the subjectivity, dignity and health and well-being of each individual. Once actions in health have been carried out, these have sparked reflections about reductive measures of risks and damages.
Descritores: Pessoas em Situação de Rua
-Usuários de Drogas
Alcoólicos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR36.1 - Biblioteca


  5 / 294 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049705
Autor: Piernagorda Gutiérrez, Diana Carolina; Rengifo Leyva, Ángela Johanna.
Título: Relevancia de las relaciones intrafamiliares en pacientes consumidores de heroína de la ciudad de Armenia / Relevance of intrafamily relations in heroin-consuming patients of the city of Armenia
Fonte: Poiésis (En línea);18(Dic):1-15, 2009.
Idioma: es.
Resumo: Se propuso conocer la importancia de las relaciones intrafamiliares en consumidores de heroína, con una muestra de 10 heroinómanos que oscilan entre los 18 y 29 años de edad. Para ello se realiza un estudio cuantitativo-descriptivo de corte transversal con base a pacientes que asisten a consulta externa del Hospital Departamental Universitario del Quindío San Juan de Dios. Para tal fin, se utilizó una entrevista estructurada y el cuestionario de clima familiar de FES DE MOOS, que evalúan las relaciones interpersonales, aspectos de desarrollo y estructura básica. De acuerdo a los resultados obtenidos, el 100% coincide que la familia es el factor principal para recibir ayuda profesional; en cuanto a las subescalas los niveles más representativos fueron: conflicto (61.1), moralidad-religiosidad (55.5) y control (52.1).

It aimed to know the importance of intra-family relationships in heroin users, with a sample of 10 heroin addicts ranging between 18 and 29 years of age. For this quantitative study is performed descriptive cross-sectional basis to patients attending outpatient department of the Hospital Universitario del Quindío Departmental San Juan de Dios. To this end, we used a structured interview and questionnaire FES family environment of Moose, which assess interpersonal aspects of development and basic structure. According to results, 100% agree that the family is the main factor for professional help, and as for the subscales were more representative levels: conflict (61.1), moral-religious (55.5) and control (52.1).
Descritores: Usuários de Drogas
-Relações Familiares/psicologia
Usuários de Drogas/psicologia
Dependência de Heroína/patologia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: CO191.1 - Biblioteca


  6 / 294 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ribeiro, Mário Sérgio
Texto completo
Id: biblio-2489
Autor: Ribeiro, Mário Sérgio; Teixeira, Luciana; Alves, Márcio José; Ronzani, Telmo.
Título: Desempenho clínico de uma escala desenhada para distinguir abusadores de outras drogas que não o álcool: a "Drug Misuse Scale" / Clinical performance of a scale designed to distinguish misusers of drugs
Fonte: HU rev;28(1/2/3):373-378, jan.-dez.2002.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivamos avaliar a escala DMS (de drogas), comparando-a com o desempenho das escalas MAC e BrTIV (de alcoolismo), numa amostra de 76 pacientes e 91 controles. Verificamos o desempenho das escalas nos pontos de corte originais, avaliando sensibilidade e falsos-positivos, bem como identificamos o melhor ponto de corte, através da Curva ROC. Avaliamos a capacidade discriminatória destas escalas entre controles e cada subgrupo de pacientes (somente álcool; álcool e outra drogas; somente outras drogas) e entre pacientes usuários apenas de álcool e os demais subgrupos de pacientes. Realizamos ainda procedimentos de Análise de Variância (ANOVA), com comparações múltiplas (testes Post Hoc), objetivando discriminar, par a par, qual(is) grupo(s) difere(m) significativamente dos demais. Nossos resultados sugerem que todas as escalas estudadas discriminam adequadamente o grupo de controle dos grupos de pacientes; todavia, nenhuma das escalas foi capaz de distinguir os subgrupos de pacientes entre si. Assim, em nosso país, a escala DMS parece não ser capaz de discriminar alcoolistas e usuários disfuncionais de outras substâncias psicoativas.
Descritores: Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
-Usuários de Drogas/classificação
Uso Indevido de Medicamentos/classificação
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  7 / 294 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-787480
Autor: Guareschi, Neuza Maria de Fátima; Lara, Lutiane de; Ecker, Daniel Dall'Igna.
Título: A internação compulsória como estratégia de governamentalização de adolescentes usuários de drogas / The compulsory hospitalization as a governmentalization strategy for the adolescent drug users / El internamiento como estrategia de gobernamentalización de adolescentes consumidores de drogas
Fonte: Estud. psicol. (Natal);21(1):25-35tab.
Idioma: pt.
Projeto: MCTI/CNPq.
Resumo: Resumo Este artigo tem como objetivo problematizar a internação compulsória de adolescentes usuários de drogas em um serviço de saúde mental de Porto Alegre/RS a partir da noção de Biopolítica, proposta por Michel Foucault. Assim, primeiramente, descrevemos o processo de internação compulsória e os percursos dos jovens no serviço para depois avançarmos na análise da internação compulsória como uma estratégia de governamentalização da vida. Esta análise leva para a desnaturalização das ações contemporâneas do Estado direcionadas aos adolescentes usuários de drogas e aos atravessamentos dos interesses de mercado que operam no contexto dessa política. Por fim, apontamos a suspensão dos elementos universais que permeiam a temática das drogas como possibilidade de ruptura dos padrões de cuidado até então colocados no campo da saúde.

Abstract This article aims to discuss the compulsory hospitalization of adolescent drug users in a mental health service in the city of Porto Alegre/RS from the notion of Bio-politics, proposed by Michel Foucault. So, first, we describe the process of compulsory hospitalization and the passages of young people in the service, and thus we move to the analysis of compulsory hospitalization as a strategy of governmentalization of life. This analysis leads to the denaturalization of contemporary state actions directed to adolescent's drug users and the crossings market interests operating in the context of this policy. Finally, we point to the suspension of the universal elements that permeate the theme of drugs as a possibility to break off the standards of care placed in the health field.

Resumen Ese artículo tiene como objetivo problematizar el internamiento forzado de adolescentes consumidores de drogas en un servicio de salud mental de Porto Alegre/RS a partir de la noción de la Biopolítica, propuesta por Michel Foucault. Así, primero, describimos el proceso de internamiento forzado y el camino de los jóvenes en el servicio investigado como un fenómeno inherente al campo de la problemática de las racionalidades del gobierno de las conductas. Análisis que desnaturaliza las acciones de hoy día del Estado dirigidas a los adolescentes consumidores de drogas al discutir los intereses del mercado que operan en el contexto de esa política. Por último, apuntamos la suspensión de los elementos universales que permean la temática como posibilidad de rotura de los patrones de cuidado hasta el momento colocados en el campo.
Descritores: Saúde Mental
Adolescente
Usuários de Drogas/psicologia
Tratamento Involuntário
Tratamento Psiquiátrico Involuntário
-Brasil
Serviços de Saúde Mental
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  8 / 294 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-976654
Autor: Sanches, Laís Ramos; Vecchia, Marcelo Dalla.
Título: Reabilitação psicossocial e reinserção social de usuários de drogas: revisão da literatura / Rehabilitación psicosocial y reinserción social de usuarios de drogas: revisión de la literatura / Psychosocial rehabilitation and social reintegration of drug users: literature review
Fonte: Psicol. soc. (Online);30:e178335, 2018. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CAPES.
Resumo: Resumo Em face da ambiguidade nas políticas sobre drogas acerca das definições de "reabilitação psicossocial" e "reinserção social", bem como de "inclusão social", torna-se necessário precisá-las teoricamente no contexto do cuidado de pessoas com problemas devidos ao uso de álcool e outras drogas. No presente artigo, analisa-se criticamente sobre como tais expressões são abordadas na literatura científica no campo de álcool e outras drogas. Para isso, foi realizada uma revisão narrativa da literatura. Nota-se que os termos são frequentemente utilizados como sinônimos, de modo que a imprecisão conceitual se mostra tanto nos documentos legislativos quanto nos relatos de pesquisas e experiências da área. Quando diferenciados, a reabilitação psicossocial remete-se frequentemente a um processo individual, enquanto a reinserção social está ligada a contextos institucionais e comunitários.

Resumen Dada la ambigüedad de las políticas de drogas en cuanto a las definiciones de 'rehabilitación psicosocial' y 'reinserción social', así como 'inclusión social', es necesario mejorar sus definiciones teóricas en el contexto de la atención a la salud de personas con problemas debidos al uso de alcohol y otras drogas. En este artículo analizamos de manera crítica cómo se abordan estas expresiones en la literatura científica en el campo del alcohol y otras drogas. Para ello se realizó una revisión narrativa de la literatura. Se observa que los términos se usan con frecuencia como sinónimos, de modo que la imprecisión conceptual se demuestra tanto en documentos legislativos como en informes de investigación y experiencia en el área. Cuando se diferencia, la rehabilitación psicosocial se refiere a menudo a un proceso individual, mientras que la reintegración social está vinculada a contextos institucionales y comunitarios.

Abstract Given the ambiguity in drug policies regarding the definition of 'psychosocial rehabilitation' and 'social reintegration' as well as 'social inclusion', it is necessary to better define them theoretically in the context of the health care of people facing problems due to the use of alcohol and other drugs. In this article, we analyze critically how these expressions are approached in the scientific literature in the field of alcohol and other drugs. For this, a narrative review of the literature was carried out. It is noted that the terms are often used synonymously, so that conceptual imprecision is shown both in legislative documents and in reports of research and experience in the area. When differentiated, psychosocial rehabilitation often refers to an individual process, while social reintegration is linked to institutional and community contexts.
Descritores: Política Pública
Reabilitação/psicologia
Ajustamento Social
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Usuários de Drogas
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1896.1 - Biblioteca


  9 / 294 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Soares, Cássia Baldini
Texto completo
Id: biblio-1041138
Autor: Pasquim, Heitor Martins; Lachtim, Sheila Aparecida Ferreira; Soares, Cassia Baldini.
Título: Conteúdo sobre drogas em jogos para dispositivos móveis / Drug content in games for mobile devices / Contenido acerca de drogas en juegos para dispositivos móviles
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;53:e03520, 2019. tab.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Analisar o conteúdo sobre drogas de jogos para dispositivos móveis. Método Estudo exploratório de abordagem qualitativa. Tomaram-se por referência a crítica da saúde coletiva ao ideário da educação proibicionista e os fundamentos da educação emancipatória na área de drogas. A partir de critérios de inclusão e exclusão, selecionaram-se jogos sobre drogas em loja virtual. Procedeu-se à análise de conteúdo, com apoio de modelo interpretativo específico para jogos digitais usado para identificar as mensagens textuais e procedimentais nos jogos. Resultados Dezenove jogos foram analisados. A maioria deles reitera posições proibicionistas e cumpre o papel de transmitir informações prescritivas e normativas, assumindo o objetivo de disciplinar comportamentos de risco. Essa evidente limitação demonstra uma importante contradição, a de que os jogos são estratégias de linguagem contemporânea, com conteúdos desatualizados e pouco científicos. Conclusão Apesar do potencial das ferramentas virtuais, os jogos analisados estão marcados por intensa simplificação a respeito do fenômeno do consumo de drogas e estimulam a rapidez de respostas pré-programadas, que não extrapolam a memorização e o condicionamento. Persiste a necessidade de atualização científica e incorporação de conteúdos educativos críticos na área.

ABSTRACT Objective To analyze drug content in games for mobile devices. Method An exploratory study implementing a qualitative approach. The collective health critical perspective was taken in relation to the ideology of prohibitionist education and the foundations of emancipatory education in the area of drugs. Games about drugs were selected in a virtual store based on inclusion and exclusion criteria. Content analysis was performed with the support of an interpretative model specific to digital games used to identify textual and procedural messages in games. Results Nineteen (19) games were analyzed. Most of them reiterate prohibitionist positions and play the role of transmitting prescriptive and normative information, assuming the objective of disciplining risk behaviors. This evident limitation demonstrates an important contradiction that games are strategies of contemporary language, with outdated and unscientific content. Conclusion Despite the potential of virtual tools, the analyzed games are marked by intense simplification regarding the phenomenon of drug use and stimulate fast preprogrammed responses that do not go beyond memorization and conditioning. A need for scientific updates and incorporation of critical educational content persists in the area.

RESUMEN Objetivo Contenido acerca de drogas en juegos para dispositivos móviles. Método Estudio exploratorio de abordaje cualitativo. Se tomaron por referencia la crítica de la salud colectiva al ideario de la educación prohibicionista y los fundamentos de la educación emancipadora en el área de las drogas. Mediante criterios de inclusión y exclusión, se seleccionaron juegos sobre drogas en tienda virtual. Se procedió al análisis de contenido, con apoyo de modelo interpretativo específico para juegos digitales utilizado para identificar los mensajes textuales y de procedimiento en los juegos. Resultados Diecinueve juegos fueron analizados. La mayoría de ellos reitera planteamientos prohibicionistas y cumple el papel de transmitir informaciones prescriptivas y normativas, asumiendo el objetivo de disciplinar comportamientos de riesgo. Esa evidente limitación demuestra una importante contradicción, la de que los juegos son estrategias de lenguaje contemporáneo, con contenidos desactualizados y poco científicos. Conclusión Pese al potencial de las herramientas virtuales, los juegos analizados están marcados por intensa simplificación con respecto al fenómeno del consumo de drogas y estimulan la rapidez de respuestas pre-programadas, que no extrapolan la memorización y el condicionamiento. Persiste la necesidad de actualización científica e incorporación de contenidos educativos críticos en el área.
Descritores: Redução do Dano
Usuários de Drogas
Aplicativos Móveis
Jogos Recreativos
-Enfermagem em Saúde Pública
Educação em Saúde
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  10 / 294 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047261
Autor: Friedrich, Melina Adriana; Wetzel, Christine; Camatta, Marcio Wagner; Olschowsky, Agnes; Schneider, Jacó Fernando; Pinho, Leandro Barbosa de; Pavani, Fabiane Machado.
Título: Barreiras de acesso à saúde pelos usuários de drogas do consultório na rua / Barriers of access to health for users of the consultório na rua
Fonte: J. nurs. health;9(2):199202, abr.2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: conhecer a perspectiva da equipe do consultório na rua sobre barreiras que interferem no acesso aos serviços de saúde pelos usuários de drogas, sob a dimensão programática do conceito de vulnerabilidade. Métodos: estudo qualitativo, descritivo, em que participaram sete trabalhadores de uma equipe do consultório na rua por meio de entrevistas semiestruturadas, cujos dados foram tratados por análise temática. Resultados: as barreiras ao acesso identificadas foram: estigma, rede de serviços compartimentalizada, falta de recursos/serviços de saúde mental, burocracia dos processos de cuidado e territorialização. O consultório na rua é uma estratégia inovadora de cuidado, propiciando o acesso às pessoas excluídas e estigmatizadas. Considerações finais: uma rede ainda compacta, linear, com processos rígidos e fechados, tem limitado avanços no cuidado desses usuários, pois não possui a porosidade necessária para potencializar o acolhimento das subjetividades e a efetiva resposta às necessidades em saúde.(AU)

Objective: to know the Consultório na rua's team perspective about the barriers that interfere in the access to health services for drug users, under the programmatic dimension of the vulnerability concept. Methods: a qualitative, descriptive study in which seven workers from a team of the Consultório na rua participated through semi-structured interviews, whose data were treated by thematic analysis. Results: the identified barriers to the access were: stigma, shared services network, lack of mental health resources and services, bureaucracy of care processes and territorialization. The Consultório na rua is an innovating care strategy since it provides access to excluded and stigmatized people. Final Considerations: a network that is still compact and lineal with rigid and closed processes has limited advancements in the care of such users because it neither has the needed porosity in order to maximize welcoming to the subjectivities nor the effective response to their health needs.(AU)
Descritores: Pessoas em Situação de Rua
Saúde Mental
Usuários de Drogas
Acesso aos Serviços de Saúde
Serviços de Saúde Mental
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1060.1 - Biblioteca do Campus Porto



página 1 de 30 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde