Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.526.373.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 291 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 30 ir para página                         

  1 / 291 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1179702
Autor: Grisoski, Daniela Cecilia(edt); Santiago, Eneida(edt).
Título: Produção de subjetividade de mulheres policiais de um batalhão da polícia militar do Paraná / Production of subjectivity of police women from a battle of the military police of Paraná
Fonte: Rev. psicol. (Fortaleza, Online);12(1):99-111, 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Neste artigo fazemos o delineamento e problematização da produção de subjetividade de mulheres policiais militares a partir de suas experiências no cotidiano de trabalho de um Batalhão da Polícia Militar do estado do Paraná (PMPR). Como sustentação teórica de nossas discussões, resgatamos alguns pressupostos de Michel Foucault, tais como subjetividade, disciplina e práticas discursivas. Para tal, a pesquisa contou com a participação de seis policiais atuantes, através de entrevistas. Desta forma, investigamos qual a relação das experiências como policiais dessas mulheres, com a forma com que as mesmas se produzem enquanto sujeitos em uma instituição tida historicamente como masculina. A partir da análise realizada, desenvolvemos uma categoria denominada "relações de cuidado com o outro". Consideramos que características consideradas como masculinas perpassam diretamente as produções de subjetividades de mulheres policiais que têm suas vivências nesse contexto institucional atravessadas por discursos e práticas alicerçadas em um binarismo de gênero que sustenta um ideal de feminino, ao mesmo tempo, em que reforça um ideal de masculinidade referencial. Compreendemos que há a necessidade de um aprofundamento em algumas perspectivas no que diz respeito às pesquisas em Psicologia no campo da Polícia Militar, como as relações de gênero, por exemplo.

In this article, we outline and problematize the production of subjectivity by military police women from their experiences in the daily work of a Military Police Battalion in the state of Paraná (MPPR). As a theoretical basis for our discussions, we recovered some of Michel Foucault's assumptions, such as subjectivity, discipline and discursive practices. To this end, the survey counted on the participation of six active police officers, through interviews. In this way, we investigate what is the relationship between the experiences as police of these women, with the way in which they are produced as subjects in an institution historically considered to be male. From the analysis carried out, we developed a category called "care relationships with the other". We consider that characteristics considered as masculine directly permeate the production of subjectivities of police women who have their experiences in this institutional context crossed by discourses and practices based on a gender binarism that supports an ideal of feminine, at the same time, in which it reinforces an ideal of referential masculinity. We understand that there is a need to deepen some perspectives with regard to research in Psychology in the field of the Military Police, such as gender relations, for example.
Descritores: Psicologia
Polícia
Binarismo de Gênero
Militares
-Relações Interpessoais
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR6.3 - Biblioteca de Ciências Humanas


  2 / 291 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1156953
Autor: Silva, Evandro Cruz.
Título: Governo de mortes: uma etnografia da gestão de populações de favelas no Rio de Janeiro / Government of deaths: an ethnography of the management of favela populations in Rio de Janeiro
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(36):363-369, dez. 2020.
Idioma: pt.
Descritores: Violência
Áreas de Pobreza
Polícia
Vítimas de Crime
Estado
-Resenhas de Livros como Assunto
Brasil
Antropologia Cultural
Limites: Humanos
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  3 / 291 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1180758
Autor: Guedes, Hannah Dantas; Gondim, Sônia Maria Guedes; Hirschle, Ana Lúcia Teixeira.
Título: Trabalho emocional e engajamento no trabalho em policiais militares: mediação da identidade profissional / Emotional labor and work engagement in military police: mediation of professional identity / Trabajo emocional y engagement en el trabajo en policías militares: mediación de la identidad profesional
Fonte: Estud. psicol. (Natal);25(1):69-79, Jan.-Mar. 2020. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Policiais Militares que atuam nas ruas lidam com demandas emocionais da população, de suspeitos, criminosos e de vítimas e isso afeta o uso de estratégias de regulação emocional e o engajamento no trabalho. Este estudo testou a mediação da identidade profissional do PM na relação entre trabalho emocional (demandas e estratégias) e o engajamento. Participaram do estudo 302 policiais militares. Os instrumentos utilizados foram: Emotional Labour Scale, Emotion Work Requirements Scale, Utrecht Work Engagement Scale, e a Escala Trifatorial da Identidade Social. Os resultados apontaram que a identidade profissional medeia a relação entre as demandas de expressão de emoções positivas, ação profunda e ação superficial com o engajamento, confirmando as três hipóteses levantadas nesse estudo. Conclui-se que a identidade profissional pode funcionar como um recurso pessoal do PM com efeitos positivos no trabalho, quando o trabalhador tenta mudar seus sentimentos internos para atender demandas emocionais do público com quem interage.

Military policemen working on the streets deal with emotional demands of the population, suspects, criminal and victims and this affect their emotion regulation strategies and work engagement. This study tested the mediation of professional identity in the relation between emotional work (demands and strategies) and work engagement. 302 military policemen participated in this study. The instruments were the Emotional Labour Scale, Emotion Work Requirements Scale, Utrecht Work Engagement Scale, and Trifactorial Social Identity Scale. Result indicates mediation effect of professional identity over the effect of work engagement on demands of expression of positive emotions, deep action and superficial action emotional work strategy, confirming the three hypotheses elaborated in this study. It is concluded that professional identity might work as a personal resource of military policemen with positive effects on work, when the worker tries to change his internal feelings to attempt emotion demands of the public.

La policía militar que trabajan en las calles maneja las demandas emocionales de la población, sospechosos, delincuentes y víctimas con efectos sobre el uso de estrategias de trabajo emocional y engagement en el trabajo. Este estudio probó la mediación de la identidad profesional en la relación entre trabajo emocional (demandas y estrategias) y el engagement. Participaron del estudio 302 policías militares. Los instrumentos utilizados fueron: Emotional Labour Scale, Emotion Work Requirements Scale, Utrecht Work Engagement Scale, y la Escala Trifatorial da Identidade Social. Los resultados apuntaron que el efecto mediador de la identidad profesional sobre el engagement ocurre para las demandas de expresión de emociones positivas, acción profunda y acción superficial, confirmando las tres hipótesis elaboradas. Se concluye que la identidad puede funcionar como un recurso personal del policía con efectos positivos en el trabajo, cuando el trabajador intenta cambiar sus sentimientos internos para satisfacer las demandas emocionales del público.
Descritores: Trabalho
Polícia
Emoções
Engajamento no Trabalho
Militares
-Psicologia Social
Brasil
Angústia Psicológica
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  4 / 291 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135735
Autor: Lima, Eduardo de Paula; Vasconcelos, Alina Gomide; Nascimento, Elizabeth do.
Título: Crescimento pós-traumático em profissionais de emergências: uma revisão sistemática de estudos observacionais / Posttraumatic growth among emergency workers: a systematic review of observational studies / Crecimiento post-traumático en profesionales de servicios de urgencia: una revisión sistemática de estudios observacionales
Fonte: Psico USF;25(3):561-572, jul.-set. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A exposição a eventos traumáticos pode gerar Crescimento Pós-Traumático (CPT). O objetivo do presente estudo foi realizar uma revisão sistemática das publicações sobre prevalência de CPT e sua associação com estressores ocupacionais entre profissionais de emergências. A revisão foi baseada no método PRISMA e previamente registrada no PROSPERO. A busca foi realizada nas bases de dados Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (Medline), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs) e Scientific Electronic Library Online (ScIELO). Dentre os resultados, não foi possível identificar a prevalência de CPT. Estressores operacionais foram associados ao CPT. Estressores organizacionais foram raramente investigados. Concluiu-se que o CPT é um dos focos em estudos sobre reações pós-traumáticas entre profissionais de emergências e está associado a estressores ocupacionais. Por isso, trata-se de um construto importante para compreender a saúde mental desses profissionais, dada a organização e a natureza de suas tarefas no trabalho. (AU)

Exposure to traumatic events can lead to Posttraumatic Growth (PTG). The present study aimed to was to conduct a systematic review of publications on the prevalence of PTG and its association with occupational stressors among emergency professionals. The review was based on the PRISMA method and previously registered in PROSPERO. The search was conducted in following eletronic databases: Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (Mediline), Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences (Lilacs), and Scientific Electronic Library Online (Scielo). It was not possible to identify the prevalence of The prevalence of PTG was not identified among emergency professionals. Operational stressors were associated with to PTG. Organizational stressors were rarely investigated. We concluded that PTG is one of the focuses in studies on post-traumatic reactions among emergency professionals and it is associated with occupational stressors. Therefore, it is an important construct to understand the mental health of these professionals given the organization and the nature of their occupational tasks. (AU)

La exposición a eventos traumáticos puede generar Crecimiento Post-Traumático (CPT). El objetivo del presente estudio fue realizar una revisión sistemática de las publicaciones sobre predominio del CPT y su asociación con estresores ocupacionales entre profesionales de servicios de urgencia. La revisión fue basada en el método PRISMA y previamente registrada en el PROSPERO. La búsqueda se llevó a cabo en las bases de datos de Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (Medline), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs) e Scientific Electronic Library Online (Scielo). Entre los resultados, no fue posible identificar el predominio del CPT. Estresores operativos se asociaron con el CPT y estresores organizacionales fueron raramente investigados. Se concluyó que el CPT es el foco principal en los estudios sobre reacciones postraumáticas entre los profesionales de servicios de urgencia y está asociado a estresores ocupacionales. Por eso, se trata de un constructo importante para comprender la salud mental de esos profesionales dada la organización y la naturaleza de sus tareas en el trabajo. (AU)
Descritores: Saúde Mental
Polícia/psicologia
Bombeiros/psicologia
Serviços Médicos de Emergência
Estresse Ocupacional/psicologia
Crescimento Psicológico Pós-Traumático
-Bibliografias como Assunto
Viés
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1249.1 - Coordenadoria do Sistema de Bibliotecas


  5 / 291 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-990042
Autor: Kukic, Filip; Scekic, Aleksandra; Koropanovski, Nenad; Cvorovic, Aleksandar; Dawes, Jay J; Dopsaj, Milivoj.
Título: Age-related body composition differences in female police officers / Diferencias de composición corporal relacionadas con la edad en oficiales de la policía femenina
Fonte: Int. j. morphol;37(1):302-307, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Ministry of Education, Science and Technological Development of the Republic of Serbia.
Resumo: SUMMARY: Since performance in police occupations may depend on body composition and physical abilities, women are less likely to become police officers. However, information on age-related differences in body composition among female police officers (FPO) barely exists. Thus, this study aimed to investigate the association between age and body composition in FPO. Body composition of 95 FPO was assessed and divided into 4 age groups: 21-25 (age = 23.58 ± 0.84 years, body height [BH] = 1.61 ± 0.04 m, body mass [BM] = 65.55 ± 12.59 kg); 26-30 (age = 28.24 ± 1.20 years, BH = 1.61 ± 0.04 m, BM = 72.08 ± 12.80 kg); 31-35 (age = 32.73 ± 1.59 years, BH = 1.62 ± 0.06 m, BM = 74.88 ± 12.22 kg); and 36-40 (age = 37.71 ± 1.40 years, BH = 1.61 ± 0.08 cm, BM = 77.38 ± 11.61 kg). Eight body composition characteristics were measured using bioelectrical impedance (InBody 720): BM, body mass index (BMI), fat mass index (FMI), fat mass (FM), trunk fat mass (TFM), percent body fat mass (PBF), skeletal muscle mass (SMM), and percent skeletal muscle mass (PSMM). A multivariate analysis of variance (MANOVA) with Bonferroni post-hoc test (p<0.05) and Cohen's effect size (ES) were used to determine significant differences in anthropometric variables by age. Statistically significant differences occurred in BM (F = 3.412, p = 0.021), BMI (F = 3.662, p = 0.015), FM (F = 3.411, p = 0.021) and FMI (F = 3.479, p = 0.019). A large inverse ES occurred in trend of age-related differences in PBF and PSMM. The BM is higher relative to age due to FM, which may cause a decrease in PSMM. The most critical period seems to be between 30-35 years.

RESUMEN: Debido a que el desempeño en los trabajos policiales puede depender de la composición corporal y las capacidades físicas, las mujeres tienen menos probabilidades de convertirse en agentes de policía. Sin embargo, existe escasa información sobre las diferencias relacionadas con la edad en la composición corporal entre las mujeres policías (MP). Por lo tanto, el objetivo de este estudio fue investigar la asociación entre la edad y la composición corporal en la MP. La composición corporal de 95 MP se evaluó y dividió en 4 grupos etarios: 21-25 (edad = 23.58 ± 0.84 años, altura corporal [AC] = 1.61 ± 0.04 m, masa corporal [MC] = 65,55 ± 12,59 kg); 26-30 (edad = 28,24 ± 1.20 años, AC = 1,61 ± 0,04 m, MC = 72,08 ± 12,80 kg); 31-35 (edad = 32,73 ± 1,59 años, AC = 1,62 ± 0,06 m, MC = 74,88 ± 12,22 kg); y 36-40 (edad = 37,71 ± 1.40 años, AC = 1,61 ± 0,08 cm, MC = 77,38 ± 11,61 kg). Se midieron ocho características de la composición corporal utilizando la impedancia bioeléctrica (InBody 720): MC, índice de masa corporal (IMC), índice de masa grasa (IMC), masa grasa (MG), masa grasa del tronco (MGT), porcentaje de masa corporal grasa (PMC) , masa muscular esquelética (MME) y porcentaje de masa muscular esquelética (PMME). Se utilizó un análisis de varianza multivariable (MANOVA) con la prueba post-hoc de Bonferroni (p <0.05) y el tamaño del efecto de Cohen (ES) para determinar diferencias significativas en las variables antropométricas por edad. Se observaron diferencias estadísticamente significativas en MC (G = 3,412, p = 0,021), IMC (G = 3,662, p = 0,015), MG (G = 3,411, p = 0,021) y IMG (G = 3,479, p = 0,019). Se produjo un ES inverso grande en la tendencia de las diferencias relacionadas con la edad en PGC y PMME. La MC es más alta en relación con la edad debido a la MG, lo que puede causar una disminución en el PMME. El período más crítico parece ser entre 30-35 años.
Descritores: Composição Corporal
Fatores Etários
Polícia
-Índice de Massa Corporal
Tecido Adiposo
Análise Multivariada
Impedância Elétrica
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 291 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Carvalho, Fernando Martins
Texto completo
Id: biblio-1043334
Autor: Barreto, Carla Requião; Lins-Kusterer, Liliane; Carvalho, Fernando Martins.
Título: Work ability of military police officers / Capacidade para o trabalho de policiais militares
Fonte: Rev. saúde pública (Online);53:79, jan. 2019. tab.
Idioma: en.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To determine the prevalence of work ability (WA) and describe characteristics of the subgroup with poor WA among military police officers. METHODS A descriptive and cross-sectional study with 329 male military police officers engaged in street patrolling in Salvador, Bahia, Brazil, selected by proportionate stratified sampling. The Work Ability Index and a structured form were used to collect information about age, education, marital status, housing, salary, car ownership, work hours, rank (official or enlisted), drinking, smoking, frequency of vigorous physical activity, and obesity. Data were analyzed by uni and bivariate statistical techniques. RESULTS The work ability of the 329 military police officers was classified as poor (10.3%), moderate (28.9%), good (34.7%), and excellent (26.1%), with mean score of 37.8 and standard deviation of 7.3 points. Policemen with poor work ability, compared with those with moderate, good or excellent WA, presented higher proportions of individuals who did not own their residences (p < 0.001), with work hours above eight hours/day (p < 0.026), and obesity (p < 0.001). In the subgroup of the 26 policemen who concomitantly did not own their residences, worked more than eight 8 hours/day and were obese, the prevalence of poor work ability was 31.0%. The prevalence of poor WA was 31.0% among the 29 policemen who were simultaneously obese and did not own their residences and of 27.9% among the 43 policemen who were obese and work hours above eight hours/day. CONCLUSIONS A high percentage of military police officers from Salvador presented poor or moderate work ability, which may hamper or compromise their policing activities. The prevalence of poor work ability was higher among the policemen who did not own their residences, worked more than 8 hours/day and were obese.

RESUMO OBJETIVO Determinar a prevalência da capacidade para o trabalho (CT) e descrever características do subgrupo com baixa CT em policiais militares. MÉTODOS Estudo descritivo, de corte transversal, investigando 329 policiais militares do sexo masculino que faziam policiamento ostensivo em Salvador, BA, Brasil, selecionados por amostragem estratificada com partilha proporcional. Utilizaram-se o índice de capacidade para o trabalho e um questionário estruturado para coletar informações sobre idade, escolaridade, estado civil, moradia, salário, posse de carro, jornada de trabalho, classe (oficial ou praça), consumo frequente de álcool e tabaco, frequência de atividade física vigorosa e obesidade. Os dados foram analisados com o uso de técnicas estatísticas uni e bivariadas. RESULTADOS A capacidade para o trabalho dos 329 policiais foi classificada como baixa (10,3%), moderada (28,9%), boa (34,7%) ou ótima (26,1%), com escore médio de 37,8 e desvio-padrão de 7,3 pontos. Policiais com baixa capacidade para o trabalho, comparados àqueles com CT moderada, boa ou ótima, apresentaram maiores proporções de indivíduos com moradia não própria (p < 0,001), com jornada de trabalho maior que oito horas por dia (p < 0,026) e obesos (p < 0,001). No subgrupo dos 26 policiais que concomitantemente residiam em moradia não própria, tinham jornada de trabalho maior que oito horas por dia e eram obesos, a prevalência de baixa CT foi de 31,0%. A prevalência de baixa CT foi de 31,0% nos 29 policiais que, simultaneamente, eram obesos e residiam em moradia não própria e de 27,9% nos 43 policiais obesos com jornada de trabalho maior que oito horas por dia. CONCLUSÕES Elevada proporção dos policiais militares de Salvador apresentou baixa ou moderada capacidade para o trabalho, o que pode dificultar ou comprometer o desempenho de sua ocupação. A prevalência de baixa capacidade para o trabalho foi maior em policiais que residiam em moradia não própria, trabalhavam mais que oito horas por dia e, principalmente, eram obesos.
Descritores: Avaliação da Capacidade de Trabalho
Polícia/estatística & dados numéricos
-Valores de Referência
Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Consumo de Bebidas Alcoólicas/epidemiologia
Exercício Físico
Fumar/epidemiologia
Prevalência
Estudos Transversais
Carga de Trabalho/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Obesidade/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 291 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1251665
Autor: Anon.
Título: Editorial / Editorial
Fonte: Rev. crim;63(1):7-8, 20/04/2021.
Idioma: es.
Descritores: Segurança
-Polícia
Crime
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Bibliografia
Responsável: CO340.1 - Centro de Investigaciónes Criminológicas


  8 / 291 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1248332
Autor: Jiménez, Catalina; Ortiz, Cristian; Pinzón, Laura; Quitian, Yesica; Rodríguez, Laura; Leyva, Valentina; Riveros, Fernando.
Título: Diseño y validación de una escala de actitudes hacia la Policía Nacional, para muestras colombianas / Desenho e validação de uma escala de atitudes em relação à Polícia Nacional, para amostras colombianas / Designing and Validating a Scale of Attitudes towards the National Police, for Colombian Samples
Fonte: Rev. crim;63(1):77-89, 20/04/2021.
Idioma: es.
Resumo: El diseño de esta investigación es de corte empírico y cuantitativo, además, es de tipo psicométrico, bajo el criterio de estudio instrumental. Su objetivo principal fue diseñar y validar una escala de actitudes hacia la Policía Nacional para una muestra colombiana. Para ello, se realizó una revisión teórica y se diseñó una tabla de especificaciones que permitió identificar la cantidad de ítems que se requerían para abarcar las seis funciones principales de dicha entidad. Posteriormente, los ítems fueron sometidos a la validación por parte de jueces, se realizaron algunos ajustes sugeridos a la escala y se aplicó la encuesta a 566 ciudadanos colombianos con edades entre los 18 y 82 años, cuya media fue de 26 años. Se tuvo acceso a la población a través de un muestreo no probabilístico por bola de nieve. Así mismo, se llevó a cabo un análisis factorial exploratorio, que agrupó los reactivos en cuatro factores: pensamientos y creencias hacia la Policía Nacional, emociones y sentimientos hacia la Policía Nacional, accionar propio de la Policía y accionar de la Policía ante riñas y peleas. Además, se realizó un análisis factorial confirmatorio que refiere adecuados índices de bondad de ajuste. Los resultados de los análisis estadísticos demostraron que este instrumento tiene una alta consistencia interna y confiabilidad, lo cual se ve reflejado en el alfa de Cronbach general de 0,875 y una adecuada validez, ya que los ítems tienen apropiados índices de extracción y los cuatro factores en los que se agruparon explican el 47,140% de la varianza total.

This study's design was empirical and quantitative. In addition, it was psychometric, under instrumental study criteria. Its main objective was to design and validate a scale of attitudes towards the National Police for a Colombian sample. To do so, a theoretical review was performed and a table of specifications was created, which allowed identifying the amount of items required to cover the six main functions of said entity. Subsequently, the ítems were submitted to validation by judges. Some suggested adjustment were made to the scale, and the survey was given to 566 Colombian citizens between the ages of 18 to 82. The average age was 26. The population was accessed by means of non-probability, snowball sampling. Moreover, an exploratory factor analysis was performed, which regrouped the reactive items into four factors: thoughts and beliefs regarding the National Police, feelings and emotions towards the National Police, the Police's own actions, and the Police's actions in light of brawls and fights. In addition, a confirmatory factor analysis that refers to proper goodness of fit indices was performed. The results of the statistical analyses demonstrated that this instrument has high internal consistency and reliability, which is reflected in the general Cronbach's alpha of 0,875 and proper validity, since the items have appropriate extraction indices and the four factors in which they were grouped explain 47,140% of total variance.

O desenho desta pesquisa é empírico e quantitativo, além disso, é psicométrico, sob o critério de estudo instrumental. Seu principal objetivo foi desenhar e validar uma escala de atitudes em relação à Polícia Nacional para uma amostra colombiana. Para isso, foi realizada uma revisão teórica e foi elaborado um quadro de especificações para identificar o número de itens necessários para cobrir as seis funções principais da referida entidade. Posteriormente, os itens foram submetidos à validação de juízes, alguns ajustes sugeridos foram feitos na escala e a pesquisa foi aplicada a 566 cidadãos colombianos com idade entre 18 e 82 anos, cuja média foi de 26 anos. A população foi acessada por amostragem não probabilística em bola de neve. Da mesma forma, foi realizada uma análise fatorial exploratória, que agrupou os itens em quatro fatores: pensamentos e crenças em relação à Polícia Nacional, emoções e sentimentos em relação à Polícia Nacional, atuação característica da Polícia e atuação da Polícia frente a rixas e brigas. Além disso, foi realizada uma análise fatorial confirmatória que se refere a índices adequados de bondade de ajuste. Os resultados das análises estatísticas demonstraram que este instrumento possui alta consistência interna e confiabilidade, o que se reflete no alfa de Cronbach geral de 0,875 e validade adequada, uma vez que os itens apresentam taxas de extração adequadas e os quatro fatores nos quais foram agrupados explicam 47,140% da variância total.
Descritores: Polícia
-População
Atitude
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO340.1 - Centro de Investigaciónes Criminológicas


  9 / 291 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1155156
Autor: Costa, Aldemar Ferreira da; Barros, João Paulo Pereira; Silva, Dagualberto Barboza da; Benicio, Luís Fernando de Souza; Moreira, Marcus Giovani Ribeiro.
Título: Dispositivo de segurança e racionalidade necrobiopolítica: narrativas de jovens negros de fortaleza / Security devices and necrobiopolitics rationality: narratives of the black youth in fortaleza / Dispositivo de seguridad y racionalidad necrobiopolítica: narrativas de jóvenes negros de fortaleza
Fonte: Psicol. ciênc. prof;40(spe):e230162, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo problematiza racionalidades ligadas à implantação de um dos principais dispositivos de segurança em funcionamento em periferias da cidade de Fortaleza, as Células de Proteção Comunitária (CPC), a partir de discursos de jovens negros e realizando interfaces da psicologia com a questão das relações raciais numa perspectiva de desnaturalização de preconceitos e discriminações. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, sob a perspectiva da pesquisa-inter(in)venção, operacionalizada por entrevistas semiestruturadas e grupo de discussão com jovens da região onde a primeira CPC foi instalada. Teoricamente, traçam-se diálogos da psicologia com estudos foucaultianos sobre dispositivos de segurança, reflexões de Mbembe sobre necropolítica e discussões sobre a questão racial no Brasil. Os participantes apontam que a CPC promoveu o agravamento de racismos institucionais, expondo os jovens negros a situações de criminalização e violação de direitos. A CPC é percebida pelos jovens como emblema do desinvestimento do Estado em políticas sociais e recrudescimento de um Estado securitário, potencializando processos de precarização e segregação de vidas racializadas em prisões ou nas margens urbanas. Aponta-se que a articulação do dispositivo de segurança ao dispositivo racial se sustenta por uma racionalidade necrobiopolitica, que produz as regiões periferizadas como zonas de morte e espaços heterotópicos e reforçam a estigmatização de juventudes negras como inimigos ficcionais. Conclui-se que a pesquisa em psicologia pode se constituir um potente dispositivo de problematização de relações raciais, enfrentamento ao racismo e construção de uma psicologia Antirracista, capaz de fomentar diálogos e composições conjuntas com segmentos historicamente silenciados e subalternizados.

Abstract By intertwining Psychology interfaces with questions regarding race relations and based on a perspective of denaturalization of prejudice and discrimination, this article questions rationalities related to the implementation of one of the main functioning security devices in the suburbs of the municipality of Fortaleza, namely the Community Protection Cells (CPC), from a black youth point of view. It is the product of a qualitative research that adopts the research intervention perspective as well as semi-structured interviews and group discussions with young individuals who reside around the first installed CPC. Foucaultian studies regarding security devices, Mbembe's reflections about necropolitics and discussions about race issues in Brazil are interfaced. The participants point out that CPC has promoved the aggravation of institutional racism, exposing young black individuals to situations of criminalization and violation of rights. The CPC is seen by said youth as an emblem of lack of government investment in social programs and the fortification of a police state, resulting in the precariousness and incarceration of racialized lives, whether in prisons or in urban margins like death zones and heterotopy spaces, reinforcing the stigmatization of black youth as fictional enemies. Research in Psychology is thus shown to be a powerful tool to handle race relations, confronting racism and the creation of an anti-racist psychology capable of fostering discussion and joint compositions with segments of the population who have been historically silenced and excluded.

Resumen El artículo analiza las racionalidades relacionadas con la implantación de uno de los principales dispositivos de seguridad en funcionamiento en las periferias de Fortaleza, las Células de Protección de la Comunidad (CPC), con base en el discurso de jóvenes negros y las interfaces de la psicología con el tema de las relaciones raciales en una perspectiva de desnaturalización del prejuicio y la discriminación. Se trata de una investigación cualitativa, desde la perspectiva de la investigación-intervención, posibilitada por entrevistas semiestructuradas y un grupo de discusión con jóvenes de la región donde se instaló la primera CPC. Teóricamente, se establecen diálogos de la psicología con los estudios foucaultianos acerca de dispositivos de seguridad, las reflexiones de Mbembe sobre la necropolítica y las discusiones sobre el tema racial en Brasil. Los participantes señalan que la CPC promovió el agravamiento del racismo institucional, exponiendo a los jóvenes negros a situaciones de criminalización y violación de derechos. Estos jóvenes perciben la CPC como un emblema de la desinversión del Estado en políticas sociales y el resurgimiento de un estado de seguridad, lo que resulta en la precariedad y el encierro de vidas racializadas en cárceles o en las márgenes urbanas. Se señala que la articulación del dispositivo de seguridad con el dispositivo racial es sostenida por una racionalidad necrobiopolítica que produce márgenes en las periferias como zonas de muerte y espacios heterotópicos, que refuerzan la estigmatización de los jóvenes negros como enemigos ficticios. Se concluye que la investigación en psicología puede ser un poderoso dispositivo para problematizar las relaciones raciales, confrontar el racismo y construir una psicología antirracista, capaz de mejorar los diálogos y composiciones conjuntas con segmentos históricamente silenciados y subordinados.
Descritores: Preconceito
Psicologia
Relações Raciais
Pesquisa Qualitativa
Grupos de Populações Continentais
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Racismo
Discriminação Social
Programas Sociais
-População
Prisões
Segurança
Estereotipagem
Polícia
Proteção
Políticas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Tipo de Publ: Ensaio Clínico
Entrevista
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  10 / 291 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1102276
Autor: Rodrigues, Divino de Jesus da Silva; Sousa, Sônia Margarida Gomes.
Título: Violência policial: sentidos e significados atribuídos por jovens da cidade de Goiânia / Police violence: senses and meanings attributed by young people in the municipality of Goiânia, Brazil / Violencia policial: sentidos y significados atribuidos por jóvenes de la ciudad de Goiânia
Fonte: Psicol. Estud. (Online);22(2):187-198, abr.-jun. 2017.
Idioma: en; pt.
Resumo: Este trabalho investigou os sentidos e significados atribuídos por jovens que foram vítimas da violência policial na cidade de Goiânia-Goiás, no período de 2011 a 2013. A pesquisa foi fundamentada nos pressupostos teóricos da Psicologia Sócio-Histórica de Vigotski e no método do materialismo histórico dialético. A coleta de informações se deu por meio da entrevista não estruturada, que foram sistematizadas e analisadas por meio dos núcleos de significação. A análise dos relatos sobre os sentidos e significados desta violência para os jovens constituiu-se em um campo fecundo de produção do conhecimento e possibilitou apreender os elementos constitutivos da violência policial na significação dos jovens que foram suas vítimas. Os resultados revelam que o uso arbitrário da força coercitiva da polícia militar tornaram os jovens inseguros, reféns do medo. Revelaram, também, que a violência policial é uma realidade na sociedade goiana e brasileira, que ocorre arbitrariamente sob a proteção e tutela do Estado.

This work investigated the senses and meanings of young victims of police violence in the Brazilian municipality of Goiânia, Goiás State, from 2011 to 2013. The survey was based upon Vigotski ́s Social Development theory and on dialectical and historical materialism. Data was collected by means of non-structured interviews, systematized and analyzed through meaning nuclei. The reports analysis concerned the young people's senses and meanings of such violence, and has shown to be a fertile field for knowledge production, enabling the search for the constituent elements of police violence, according to the young victims' perceptions. The results show that the arbitrary use of police's coercive force made the young victims insecure, hostages of fear. It has also revealed that police violence is a reality within the State and Brazilian society, occurring arbitrarily under the State protection.

En este estudio se ha investigado los sentidos y significados atribuidos por jóvenes que han sido víctimas de la violencia policial en la ciudad de Goiânia-Goiás, del año 2011 al año de 2013. Se fundamentó la investigación en los presupuestos teóricos de la Psicología Socio-Histórica de Vygotsky y en el método del materialismo histórico dialéctico. La recolecta de informaciones se dio por intermedio de la entrevista no estructurada, que se sistematizaron y se analizaron por intermedio de los núcleos de significación. El análisis de los relatos sobre los sentidos y significados de esta violencia se constituyó para los jóvenes, en un campo fecundo de producción del conocimiento y permitió aprehender los elementos constitutivos de la violencia policial en la significación de los jóvenes que han sido sus víctimas. Los resultados revelan que el uso arbitrario de la fuerza coercitiva de la Policía Militar deja los jóvenes inseguros, rehenes del miedo. Han revelado, también, que la violencia policial es una realidaden la sociedad goiana y brasileña, que ocurre arbitrariamente bajo la protección y tutela del Estado.
Descritores: Violência/psicologia
Polícia/psicologia
Coerção
-Vítimas de Crime/psicologia
Proteção
Medo/psicologia
Militares/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central



página 1 de 30 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde