Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.526.485 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3446 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 345 ir para página                         

  1 / 3446 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Ramos, Flávia Regina Souza
Texto completo
Texto completo
Id: lil-165327
Autor: Ramos, Flávia Regina Souza.
Título: Obra e manifesto: o desafio estético do trabalhador da saúde / Work and manifest: the aesthetical challeng of the health worker.
Fonte: Florianópolis; s.n; 1995. 171 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Santa Catarina. Curso de Pós-graduaçäo em Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Este estudo tem como objetivo a "estética do trabalho em saúde", entendida a estética como relaçäo fundamental do homem com o mundo, como modo de acontecer do sujeito neste mundo e, portanto, modo de se realizar qualquer prática individual e coletiva. Sua motivaçäo baseia-se no princípio de que no pensamento, açäo e manifestaçäo mais cotidiana do trabalho em saúde, se expressa um sujeito trabalhador, apesar de todas as determinaçöes concretas que pesam sobre este agir. Assim, compreender esta micro-estética, enunciaçäo do sujeito naquilo que faz, é resgatar as possibilidades de realizaçäo subjetiva do trabalhador no interior do atual modelo de processo de trabalho e o espaço de reconstruçäo deste trabalho como experiência ética e estética. A partir da questäo "que sujeito se revela ou qual espaço de expressäo estética no trabalho da saúde?", o estudo busca apresentar uma constituiçäo básica de seu objeto através da sua relaçäo com três diferentes e complementares marcos de análise: o marco sociológico, que o insere na discussäo da relaçäo trabalho e subjetividade e da problemática deste na vida social atual; o marco do próprio trabalho em saúde, que recupera os desafios e perspectivas no tratamento do tema nesta área do saber, e o marco filosófico, que aponta para a cumplicidade e entrelaçamento que a ética e a estética estabelecem entre si e com o trabalho. O processo de pesquisa se funda numa clara postura teórico-metodológica, clarificada em certos princípios abrangentes e derivada em instrumental e procedimentos específico. Deste modo, os dados empíricos foram coletados através de observaçöes em duas instituiçöes de saúde de Florianópolis-SC (um hospital e um Centro de Saúde) e entrevista com trabalhadores, entre enfermeiros, médicos e outros de nível médio e superior. Após análise, as categorias geradas constituíram os três capítulos intitulados: "Olhar e imaginaçäo: para se tecer a trama do real", "As brechas do ser e do fazer" e "As bordas do tempo"...
Descritores: Autoimagem
Estética
Ética Profissional
Pessoal de Saúde/psicologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2656.00


  2 / 3446 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-207769
Autor: Almeida, Celia.
Título: Médicos e assistência médica: Estado, mercado ou regulaçäo?: uma falsa questäo / Physicians and health care: state, market or regulation?: a false issue
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;13(4):[659-76], out.-dez. 1997.
Idioma: pt.
Resumo: A crise de custos no setor saúde colocou em discussäo a assistência médica, assim como a avaliaçäo dos seus resultados enquanto investimento setorial, sendo que a importância do principal ator nessa dinâmica - o médico - tem sido ressaltada. Faz uma revisäo das principais vertentes de análise do profissionalismo médico nas últimas décadas e discute a mudança de paradigma que se operou mais recentemente, quando emergem enfoques que procuram correlacionar as novas divisöes de trabalho contidas nas especializaçöes cada vez mais fragmentadas com as mudanças estruturais históricas do mercado de trabalho profissional e a açäo coletiva desenvolvida por esses grupos na sua inter-relaçäo com o estado. Esse último enfoque, pode-se dizer mais vinculado à economia política, tem aportado importantes contribuiçöes a esse debate, uma vez que permite questionar as polarizaçöes ideológicas, e sem fundamento analítico, presentes nas propostas de reforma da assistência médica, que preconizam a retirada do estado e o reinado do mercado, assim como deslocam a regulaçäo para uma posiçäo externa à própria dinâmica, mutável historicamente, das relaçöes estado/profissionais/clientes/sistemas de saúde.
Descritores: Mercado de Trabalho
Médicos/tendências
Política de Saúde
-Especialização
Recursos Humanos em Saúde/legislação & jurisprudência
Pessoal de Saúde/tendências
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 3446 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-882919
Autor: Albieiro, José Francisco Gontan; Freitas, Sergio Fernando Torres de; Moraes, Marcus Vinicius Marques de; Gonzaga, Leciane; Uber, Marlise.
Título: Integração ensino-serviço e suas perspectivas avaliativas: a percepção dos envolvidos / Education-service integration and evaluative perspectives: the perception of the involved / Integración enseño-servicio y sus perspectivas evaluativas: la percepcion de los participantes
Fonte: Rev. baiana saúde pública;41(2):https://doi.org/10.22278/2318-2660.2017.v41.n2.a2353, abr. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo tem como objetivos identificar os elementos fundamentais para a efetividade da integração ensino-serviço e conhecer seus indicadores de avaliação, com base na percepção dos indivíduos envolvidos no processo. Trata-se de pesquisa exploratória, que utilizou entrevistas e questionários, aplicados aos representantes da gestão, da universidade, dos profissionais do serviço e da comunidade. Após análise e categorização foram identificados como condicionantes para uma efetiva integração: a institucionalização; a longitudinalidade da atenção; o compromisso com o Sistema Único de Saúde; a estrutura, o planejamento e a avaliação permanente. Os resultados indicaram que as unidades de saúde que possuem integração ensino-serviço têm mais qualidade e efetividade quando: ampliam os conceitos de saúde dos envolvidos; propiciam satisfação ao serviço prestado e ao ambiente de trabalho; contribuem para o aumento da motivação e formação permanente dos indivíduos; e expandem seus índices de resolubilidade. Concluiu-se que, frente aos desafios da integração ensino-serviço no país, a concepção de incorporar a participação dos atores do processo na construção de indicadores avaliativos e de uma matriz de avaliação tende a qualificar ainda mais as práticas e experiências realizadas.

The study aims to identify the key elements for the effectiveness of teaching-service integration and its evaluation indicators, based on the perception of the individuals involved in the process. This is an exploratory research, which used interviews and questionnaires, applied to management representatives, of university, service professionals and community. After analysis and categorization, as conditions for effective integration, were identified: the institutionalization; longitudinality of attention; commitment to Unified Health System; structure, planning and permanent evaluation. The results indicated that the health facilities with teaching-service integration have more quality and effectiveness when: expand the concepts of health of those involved; provide satisfaction in service and in the work environment; contribute to increasing the motivation and ongoing training of individuals and expand their solving indices. In conclusion, considering the challenges of teaching-service integration in the country, the conception of incorporating the participation of process' actors in the construction of evaluative indicators and of an evaluation matrix tends to qualify even more the practices and experiences carried out.

El estudio tiene como objetivos identificar los elementos fundamentales para la efectividad de la integración de la enseño-servicio y conocer sus indicadores de evaluación, basado en la percepción de los individuos implicados en el proceso. Tratase de una investigación exploratoria, que utilizó entrevistas y cuestionarios, aplicados a los representantes de la gestión, de la universidad, de los profesionales del servicio y de la comunidad. Después del análisis y categorización fueron identificados como condicionantes para una efectiva integración: la institucionalización; la longitudinalidad de la atención; el compromiso con el Sistema Único de Salud; la estructura, la planificación y la evaluación permanente. Los resultados indicaron que los establecimientos de salud que cuentan con la integración enseño-servicio tienen más calidad y eficacia cuando: extienden los conceptos de salud de las personas implicadas; proveen satisfacción al servicio prestado y al ambiente de trabajo; contribuyen para el aumento de la motivación y formación permanente de individuos y amplían sus índices de solución. Concluyóse que, frente a los desafíos de la integración enseño-servicio en el país, la concepción de incorporar la participación de los actores del proceso en la construcción de indicadores evaluativos y de una matriz de evaluación tiende a calificar aún más las prácticas y experiencias realizadas.
Descritores: Saúde Pública
Educação em Saúde
Pessoal de Saúde
Educação
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  4 / 3446 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Amazonas, Maria Cristina Lopes de Almeida
Texto completo
Id: biblio-986131
Autor: Lourenço, Gilclécia Oliveira; Amazonas, Maria Cristina Lopes de Almeida; Lima, Ricardo Delgado Marques de.
Título: Nem santa, nem puta, apenas mulher: a feminização do HIV/aids e a experiência de soropositividade / Neither a saint nor a whore, just a woman: the feminization of HIV/AIDS and the seropositivity experience / Ni santa, ni puta, apenas mujer: la feminización del VIH/sida y la experiencia de seropositividad
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(30):262-281, set.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este estudo objetivou problematizar como as dimensões socio-históricas de gênero e os elementos discursivos das sexualidades se correlacionam com as vivências de mulheres soropositivas em relação ao vírus HIV. Trata-se de uma pesquisa de campo de abordagem qualitativa em que foram entrevistadas, individualmente, dez mulheres soropositivas. O diagnóstico dessas mulheres aponta para a fragilidade da relação conjugal, desvela o mito do amor ideal e enfatiza a relação de desigualdade estabelecida entre os gêneros. Conclui-se que o grupo social das mulheres, devido à iniquidade de gênero, ainda é socialmente mais vulnerável ao acometimento do vírus.

Abstract This study inquires how socio-historical dimensions of gender and the discursive elements of sexualities correlate with the experiences of HIV-positive women. This is a field research with a qualitative approach in which ten HIV-positive women were interviewed individually. The diagnosis of these women points to the fragility of the conjugal relationship, reveals the myth of idealized love and emphasizes the relation of inequality established between the genders. It is concluded that women as a social group, due to gender inequity, are still more vulnerable socially to the epidemic.

Resumen Este estudio problematiza el cómo las dimensiones socio-históricas de género y los elementos discursivos de las sexualidades se correlacionan con las vivencias de mujeres seropositivas con relación al virus VIH. Se trata de una investigación de campo de abordaje cualitativo, en la que se entrevistaron individualmente a diez mujeres seropositivas. El diagnóstico de esas mujeres apunta a la fragilidad de la relación conyugal, desvela el mito del amor ideal y enfatiza la relación de desigualdad establecida entre los géneros. Se concluye que el grupo social de las mujeres, debido a la iniquidad de género, sigue siendo socialmente más vulnerable al acometimiento del virus.
Descritores: Ambulatório Hospitalar
Mulheres
Brasil
Saúde Pública
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
HIV
Pessoal de Saúde
Sexualidade
Pesquisa Qualitativa
FREE ASSOCIATIONABATTOIRS
Identidade de Gênero
Política de Saúde
Hospitais Públicos
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Entrevista
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  5 / 3446 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-985074
Autor: Nascimento, Débora Dupas Gonçalves do; Moraes, Sílvia Helena Mendonça de; Oliveira, Maria Amélia de Campos.
Título: Family Health Support Center: suffering from the perspective of psychodynamics of work / Núcleo Ampliado de Salud de la Familia: el sufrimiento desde la perspectiva de la psicodinámica laboral / Núcleo Ampliado de Saúde da Família: o sofrimento na perspectiva da psicodinâmica do trabalho
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;53:e03423, 2019.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To analyze the work process of the Family Health Support Center and identify the repercussions on professionals' quality of life at work. Method: A descriptive-exploratory qualitative case study conducted with workers from Family Health Support Centers. The content analysis technique was used to analyze the resulting empirical material in the light of the theoretical reference of Work Psychodynamics. Results: Twenty workers participated in the focus groups. This study discusses the category of 'suffering' by the chosen theoretical perspective, which derives from interpersonal relationships and teamwork, the feeling of not belonging, lack of infrastructure for work, violence and vulnerability present in the territory. Conclusion: Group union and collaborative integration among workers can be strategies for the minimization of suffering at work in the context of the Family Health Strategy.

RESUMEN Objetivo: Analizar el proceso laboral del Núcleo Ampliado de Salud de la Familia e identificar las repercusiones en la calidad de vida en el trabajo de los profesionales. Método: Estudio de caso descriptivo exploratorio con abordaje cualitativo, llevado a cabo con trabajadores de Núcleos Ampliados de Salud de la Familia. El material empírico resultante fue sometido a la técnica de análisis de contenido y analizado a la luz del marco referencial teórico de la Psicodinámica del Trabajo. Resultados: Participaron en los grupos focales 20 trabajadores. En este estudio, se discute la categoría dejouriana sufrimiento, que deriva de las relaciones interpersonales y del trabajo en equipo, la sensación de no pertenencia, la falta de infraestructura laboral, la violencia y la vulnerabilidad presentes en el territorio. Conclusión: La grupalidad y la integración colaborativa entre los trabajadores pueden ser estrategias para minimizar el sufrimiento en el trabajo en el marco de la Estrategia de Salud de la Familia.

RESUMO Objetivo: Analisar o processo de trabalho do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e identificar as repercussões na qualidade de vida no trabalho dos profissionais. Método: Estudo de caso descritivo-exploratório, de abordagem qualitativa realizado com trabalhadores de Núcleos Ampliados de Saúde da Família. O material empírico resultante foi submetido à técnica de análise de conteúdo e analisado à luz do referencial teórico da Psicodinâmica do Trabalho. Resultados: Participaram dos grupos focais 20 trabalhadores. Neste estudo discute-se a categoria dejouriana sofrimento, que deriva das relações interpessoais e do trabalho em equipe, da sensação de não pertencimento, da falta de infraestrutura para o trabalho, da violência e da vulnerabilidade presentes no território. Conclusão: A grupalidade e a integração colaborativa entre os trabalhadores podem ser estratégias para minimizar o sofrimento no trabalho no contexto da Estratégia de Saúde da Família.
Descritores: Estratégia Saúde da Família
Estresse Ocupacional
Relações Interpessoais
-Pessoal de Saúde
Pesquisa Qualitativa
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  6 / 3446 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-846136
Autor: Cavalli, Luciana Osorio; Rizzotto, Maria Lucia Frizon; Guimarães, Ana Tereza Bittencourt.
Título: O médico no processo de avaliação externa do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, ciclos I e II / Physicians in the external assessment process of the National Program for Access and Quality Improvement in Primary Care, cycles I and II - Brazil
Fonte: Saúde debate;40(111):87-100, dez. 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Pesquisa avaliativa que analisou aspectos da gestão do trabalho e da formação dos médicos que participaram do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, ciclos I e II. Dados secundários, obtidos em bancos públicos, revelaram que nos ciclos I e II, respectivamente, a representação médica entre os respondentes do Módulo II foi de 5,77% e 5,66%; em sua maioria, atua há menos de dois anos (51% e 53%); possui administração direta como agente contratante (60,73% e 61,80%); é de servidores públicos estatutários (37,26% e 35,41%); ingressou por meio de concurso público (41,61% e 41,40%); e não possui plano de carreira (67,47% e 70,23%). Conclui-se que a formação médica deve contemplar, também, formação política para favorecer a participação mais ativa dos médicos nos processos decisórios e de trabalho das equipes de Atenção Primária à Saúde.

ABSTRACT Evaluative research that examined aspects of work management and education of physicians who participated in the National Program for Access and Quality Improvement in Primary Care, cycles I and II, in Brazil. Secondary data obtained from public databases revealed that in cycles I and II medical representation among respondents of Module II was 5.77% and 5.66% respectively; the majority were in practice for less than two years (51% and 53%); had public administration as hiring agency (60.73% and 61.80%); were civil servants (37.26% and 35.41%); were hired through public service entrance exams (41.61% and 41.40%); and had no right for a career plan (67.47% and 70.23%). The conclusion is that medical education should also include political education to favor physicians' active participation in decision-making and work processes in Primary Health Care teams.
Descritores: Pessoal de Saúde
Avaliação de Recursos Humanos em Saúde
-Atenção Primária à Saúde
Qualidade da Assistência à Saúde
Brasil
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 3446 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-773441
Autor: Carvalho, Sérgio R; Rodrigues, Camila de O; Costa, Fabrício D. da; Andrade, Henrique S.
Título: Medicalização: uma crítica (im)pertinente? Introdução / Medicalization: (ir)relevant criticism?
Fonte: Physis (Rio J.);25(4):1251-1269, out.-dez. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: No artigo, interrogamos o conceito de medicalização, explorando as possibilidades abertas pelos escritos de Michel Foucault. A partir desse referencial, buscamos analisar a Medicina enquanto uma estratégia de saber e poder que responde a múltiplos e variados interesses em disputa no campo social. Realizamos breve levantamento sobre algumas concepções centrais concernentes à tradição crítica do fenômeno da medicalização e procuramos, sob a influência dos estudos arqueogenealógicos foucaultianos, repensar algumas dessas afirmações. Dialogamos, complementarmente, com autores que vêm realizando, no Brasil e no exterior, um esforço de reflexão crítica sobre a medicalização, discutindo, entre outros, o uso genérico do conceito, seu caráter produtivo, a inexistência de um sentido a priori e a atualização do fenômeno nos dias atuais através da proposição do conceito de biomedicalização. Concluímos destacando a existência de uma multiplicidade de leituras e formulações sobre o conceito de medicalização, reconhecendo no interior dessas vertentes de conhecimento fortalezas e fragilidades que devem ser amplamente discutidas e analisadas, buscando maior precisão teórica, necessária para se evitar equívocos e potencializar o uso do conceito.

In this article, we argue about the concept of medicalization, exploring the possibilities offered by it visiting Michel Foucault's works. From this framework, we analyzed medicine as a strategy of knowledge and power that responds to a variety of interests. We conducted a brief survey of some central concepts concerning the critical tradition of medicalization. We did also an investigation under the influence of archeologic and genealogic Foucaultian studies. We rethought some of these claims. We also did a dialogue, with Brazilian authors, as an effort of critical reflection on medicalization. We discussed the generic use of the concept, its productive potency, its apriori absence of a meaning and updated the actual medicalization phenomenon by proposing the concept of biomedicalization. We concluded that there is a multiplicity of readings and potencies on the concept of medicalization, recognizing within these concepts its strengths and weaknesses. Medicalization should be more profoundly discussed. It will encourage a greater theoretical precision of the concept, avoid misunderstandings and enhance the concept use and practice.
Descritores: Brasil
Saúde Pública
Pessoal de Saúde
Conhecimento
Medicalização
Promoção da Saúde
Medicina
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  8 / 3446 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-773446
Autor: Carvalho, Fabio Fortunato Brasil de.
Título: A saúde vai à escola: a promoção da saúde em práticas pedagógicas / Health goes to school: health promotion in pedagogical practices
Fonte: Physis (Rio J.);25(4):1207-1227, out.-dez. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: No Brasil, as ações educativas em saúde para escolares estiveram presentes nos discursos oficiais a partir de 1889. Atualmente, a temática é relevante, pois é inegável o papel da instituição em temas ligados à saúde. O objetivo do artigo é analisar a entrada da saúde no espaço escolar através de ações do Programa Saúde na Escola (PSE), classificá-las como práticas pedagógicas e, a partir daí, verificar se elas se alinham com a perspectiva da promoção da saúde. Para isso, são apresentadas cenas cotidianas das ações de saúde nas escolas para permitir a construção de um panorama. Conclui-se que essas ações alteram a dinâmica escolar e que algumas delas se aproximam do conceito de promoção da saúde ao utilizarem determinadas estratégias.

In Brazil, the health education actions for school children were present in official speeches from 1889, and currently, the issue of health in the school traces its relevance worldwide, because the role of schools in health related issues is undeniable. The goal of the paper is to analyze the input of health in schools and classify them as teaching practices. From there, see if they align with the prospect of Health Promotion. The methodological approach used in this article is to present the scientific mosaic scenes of everyday health actions and thus allow the construction of an overview of what happens when health goes to school. We conclude that health actions performed in schools and change the dynamic school that some actions are close to the concept of health promotion strategies.
Descritores: Qualidade de Vida
Serviços de Saúde Escolar
Instituições Acadêmicas
Ensino
Brasil
Saúde
Colaboração Intersetorial
Pessoal de Saúde
Pesquisa Qualitativa
Promoção da Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Entrevista
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  9 / 3446 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Menandro, Paulo Rogério Meira
Texto completo
Id: lil-773449
Autor: Souza, Luiz Gustavo Silva; Menandro, Maria Cristina Smith; Menandro, Paulo Rogério Meira.
Título: O alcoolismo, suas causas e tratamento nas representações sociais de profissionais de Saúde da Família / Alcoholism, its causes and treatment in the social representations constructed by Brazilian Family Health professionals
Fonte: Physis (Rio J.);25(4):1335-1360, out.-dez. 2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: As ciências da saúde definem o alcoolismo como síndrome multifacetada. Para o tratamento, diretrizes preconizam a adoção do paradigma de redução de danos e o importante papel da Atenção Primária à Saúde (APS) junto aos problemas com o álcool. Esta pesquisa teve por objetivo compreender representações sociais do alcoolismo construídas por profissionais de APS, atuando em Unidades de Saúde da Família (USF). Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 40 profissionais de nível superior, que atuavam em 11 diferentes USF de um município do Sudeste do Brasil, e análise de conteúdo temática. Destacam-se os seguintes resultados: os profissionais objetivavam o alcoolista como usuário que não demandava cuidado para essa condição e/ou que ameaçava o funcionamento das USF; consideravam causas sociais e psicológicas como as mais importantes; não mencionaram o conceito de redução de danos, nem fluxos bem definidos de tratamento. A discussão indica que a atribuição causal e o campo representacional próprio às representações sociais contribuíam para ancorar o alcoolismo como "chaga" da pobreza. As USF eram tidas simultaneamente como importantes e como impotentes frente ao alcoolismo. Conclui-se que a implantação de estratégias para problemas com o álcool na APS deve atentar para relações intergrupais entre profissionais e usuários.

Health sciences define alcoholism as a multifaceted syndrome. Guidelines for treatment include adoption of the harm reduction paradigm and the essential role of Primary Health Care (PHC) towards the wide range of alcohol problems. This research aimed at understanding the social representations of alcoholism constructed by Brazilian PHC professionals, working at Family Health Centers (FHC). We conducted semi-structured interviews with 40 graduated health professionals who worked in 11 different FHC located in a municipality in southeast Brazil. Data were treated with thematic content analysis. We highlight the following results: professionals objectified the alcoholic as a patient who did not search for treatment and/or who threatened the normal functioning of the FHC; professionals considered social and psychological factors as the main causes of alcoholism; they did not mention the concept of harm reduction, nor well-defined treatment protocols. The causal attribution and the representational field inherent to the social representations contributed to anchor alcoholism as a "plague" of poverty. The FHC were perceived simultaneously as important and impotent towards alcoholism. We conclude that the implementation of alcohol-related care strategies must consider the intergroup relations between professionals and patients.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Brasil
Centros de Saúde
Saúde Pública
Saúde da Família
Pessoal de Saúde
Grupo Social
Estratégia Saúde da Família
Redução do Dano
Pesquisa Qualitativa
Alcoolismo
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Tipo de Publ: Revisão
Entrevista
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  10 / 3446 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-773447
Autor: Brito, Andiara Araújo Cunegundes de; Bonfada, Diego; Guimarães, Jacileide.
Título: Onde a reforma ainda não chegou: ecos da assistência às urgências psiquiátricas / Where the reform has not yet arrived: echoes of psychiatric emergency care
Fonte: Physis (Rio J.);25(4):1293-1312, out.-dez. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: No âmbito da Reforma Psiquiátrica brasileira, a assistência às crises psíquicas representa um desafio para as políticas de saúde, em especial para os serviços de urgências. Este artigo tem como objetivo discutir o atendimento prestado às crises psiquiátricas pelos profissionais de saúde do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A pesquisa é resultante de uma dissertação de mestrado em Enfermagem, realizada em Natal, e que utilizou a entrevista semiestruturada e a observação direta como instrumentos de coleta de informações. Os dados obtidos foram submetidos à técnica da análise temática, aplicada em estudos qualitativos. Com esse referencial, surgiram quatro categorias de análise: a polícia militar e as ocorrências psiquiátricas; características do atendimento prestado pelo Samu em urgências psiquiátricas; necessidade de capacitação profissional; responsabilidade do Samu com as urgências psiquiátricas. A discussão aponta que elementos associados à prática manicomial, como o uso da força coercitiva, exercida sobretudo pelo auxílio de policiais militares, ainda sustentam o ideário e a assistência prestada pelos profissionais entrevistados. Todavia, a assistência prestada nesses casos precisa manter os laços sociais, ambientais e afetivos dos sujeitos, evitando medidas violentas, de cunho repressor ou excludente. Portanto, a pesquisa suscitou reflexão sobre questões relevantes para o processo de concretização da Reforma Psiquiátrica brasileira no espaço do atendimento pré-hospitalar de urgência.

Under the Brazilian psychiatric reform, assistance to psychic crisis represents a challenge for health policy, especially for emergency services. This article aims to discuss the care provided to psychiatric crises by health professionals of the Mobile Emergency Service (Samu). The research is the result of a master's thesis in Nursing, held in Natal, and used the semi-structured interviews and direct observation as a means of gathering information. Data were submitted to thematic analysis technique applied in qualitative studies. With this framework, there were four categories of analysis: the military police and psychiatric events; service features provided by Samu in psychiatric emergency; need for vocational training; and responsibility of Samu with psychiatric emergencies. The discussion shows that elements associated with the asylum practice, as the use of coercive force, mainly performed with the help of military police, still support the ideas and care of the professionals interviewed. However, the care provided in these cases need to maintain social ties, environmental and emotional subjects, avoiding violent measures of repressive or exclusionary nature. Therefore, the research raised reflection on issues relevant to the process of implementation of the Brazilian Psychiatric Reform within the emergency pre-hospital care.
Descritores: Psiquiatria
Sistema Único de Saúde
Brasil
Saúde Mental
Saúde Pública
Polícia
Pessoal de Saúde
Intervenção na Crise
Pesquisa Qualitativa
Emergências
Serviços Médicos de Emergência
Capacitação Profissional
Integralidade em Saúde
Política de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C



página 1 de 345 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde